Arquivo para 28 de setembro de 2007

A VEREANÇA E AS ESCOLAS ESCOLADAS DA SEMED

Depois que o presidente da comissão de educação da CMM, vereador Brás Silva, antecipando-se a qualquer investigação, absolveu o secretário Cyrino de envolvimento no caso das escolas escoladas (cinco posts abaixo) da zona rural, o Bloguinho Intempestivo, que já mostrou outras escoladas da SEMED, conversou ontem com o vereador Waldemir José, que deu alguns esclarecimentos sobre o assunto.

EFEITO DÉJÀ VU

Segundo Waldemir, não haverá movimentação dele e do vereador José Ricardo para a proposição de uma CPI da SEMED, por entenderem que dificilmente, na atual CMM, pelo apoio maciço que os vereadores dão ao prefeito, seria aprovada, como aconteceu com a finada CPI do Transporte Coletivo (aqui e aqui). No entanto, haverá mais uma reunião na próxima segunda-feira, onde participarão o braço direito do prefeito, Dr. Marcus Barrus, Waldemir e Zé Ricardo, pela CMM, Brás pela comissão de educação e o federal Francisco Praça, na condição de cidadão. Dando continuidade a um trabalho que já vem sendo feito pelos vereadores petistas, o objetivo da reunião será propor uma discussão da política de reformas e manutenção das escolas do município. Segundo Wal, algumas situações existentes na administração da SEMED deveriam ser explicadas.

O FINO DA FOSSA

É sabido pela população que, pela ausência de um sistema de saneamento básico, em Manaus, o uso nas casas de fossas sanitárias é comum. O fato também é observado nas escolas. Na zona leste, as escolas Júlia Barjona Labre (São José) e Francisco Guedes (Tancredo Neves) tiveram problemas com suas respectivas fossas, sendo a SEMED informada pelos respectivos gestores. No entanto, na primeira escola citada a reforma foi feita, mas nada foi feito em relação à desobstrução da fossa. Já no Francisco Guedes, por três vezes a fossa foi reformada, e no entanto já houve diversas ocasiões em que as aulas tiveram que ser suspensas devido às constantes quebras, resultado de manutenção ineficiente.

DETALHES TÃO PEQUENOS… SÃO COISAS MUITO GRANDES!

O valor da reforma padrão de uma escola, segundo o vereador, é o mesmo gasto na construção de uma nova. Considerando que a média de alunos por sala de aula nas escolas do município é de 45 a 50 alunos, seria mais eficiente uma política de reformas e manutenções que possibilitasse o uso desta verba para construção de novas escolas, ao invés das constantes reformas nas já existentes. Além disso, não há nas escolas nenhum tipo de recurso ou equipe de manutenção para dar conta dos pequenos reparos que surgem no cotidiano da escola, como torneiras quebradas, fechaduras emperradas, fazendo com que estudantes e professores convivam durante muito tempo com este tipo de situação. Outro problema apontado por Waldemir seria que as reformas executadas pela SEMED nas escolas seguiriam uma padrão pré-definido, e não levaria em conta as reais demandas de cada escola, o que evidencia o distanciamento da administração pública dos interesses da coletividade.

AS ESCOLAS DE AREIA

Em audiência pública realizada na CMM, com representantes do CREA, do curso de engenharia da UFAM, comissão de educação e SEMED, o vereador Waldemir José questionou o porquê de nos últimos 15 anos, as reformas das escolas terem se intensificado e ocorrerem em pleno período letivo. As respostas foram esclarecedoras. A SEMED responsabilizou as comunidades/estudantes, que, segundo a mesma, depredariam as escolas, pichando e obrigando a SEMED a realizar constantes reformas. Já a coordenação do curso de engenharia da UFAM afirmou que o problema estaria na própria estrutura das escolas, que estariam sendo construídas de forma a necessitar de reformas num curto prazo.

Como já mostrado aqui neste bloguinho, a secretaria costuma usar material de construção sem qualidade na construção das escolas, o que interessa às empreiteiras, que teriam vantagem tanto na economia do material usado quanto na certeza de que estas escolas, em pouquíssimo tempo, necessitarão de reparos que em outros tipos de construções levariam anos.

O bloguinho intempestivo continuará acompanhando este caso de irregularidade na gestão dos recursos públicos, e se o leitor intempestivo tem algum relato de escolas que se encontram na mesma situação, pode contactar pelo emeio e participar desse rizoma-comunalidade.

A GLOBO E AS ILUSÕES PERCEPTIVAS

A IMAGEM. Apenas os decalques da manipulação e a teratogenia do flash sucessivo, tentando capturar o olhar a partir do enviscamento meu bem aprisionador. Não veja e libere sua percepção para novas imagens.

O SOM. A ecolalia do enunciado tentando consolidar o imperativo categórico do signo significante autoritário, que pretende a universalização, a partir da palavra de ordem, da verdade despótica. Não ouça e permita a construção de outros ritornelos existenciais pulsantes.

A REPETIÇÃO. A destituição do sujeito de enunciação e sua singularidade, tornando-o sujeito de enunciado, apenas repetidor do texto constituído. Não faça propaganda, transportando o texto constituído; direcione os dizeres e a práxis para a coletividade democrática.

Macacos me mordam se eu ainda ligar na Tv Globo!

A PSICOLOGIA, A MORAL E OS LIMITES

Adolescentes, irmãs, brigaram por dinheiro. Uma delas agride a outra com um pedaço de vidro. Conselheiro tutelar acredita que o caso é de polícia. Jornal sem fatos que gerem notícias vendáveis procura qualquer coisa que, bem espremida, pingue o sangue lucrativo nas bancas de jornal. Senso comum. Noticia a agressão. Para dar um verniz de seriedade, pede a opinião de uma psicóloga. Esta, carregada do senso comum e da confusão entre moralismo e psicologia que impregna as faculdades Manaus e Brasil afora, afirma em quadro que a questão da agressão passa pela falta de limites que os pais deveriam impor aos filhos.

AGENTE DA MORAL

A psicóloga entende a palavra limite como uma limitação moral, imposição de uma ordem social, imperativo que define (e limita) os corpos na sua expressividade coletiva. Apenas trabalha com as palavras na ordem em que foi inserida no senso comum da profissão. O psicólogo é constantemente dentro do seu campo de trabalho chamado a exercer seu ofício como se fora um agente da moral, um propagador da ordem que restabelecerá a tranqüilidade e a calma. Assim é na escola, onde o psicólogo atua com os alunos problemáticos para que possam se adequar às normas da instituição. Assim também o é, na maioria das vezes, na área clínica, onde os fluxos “anormais” que se expressam como sintoma são trabalhados de modo a se tornarem inócuos dizeres da ordem do capital. Inclusive no tocante aos investimentos sentimentais.

EXCESSO DE LIMITES: ESTRATÉGIA DISCIPLINAR

O que a companheira de profissão dos mais de 1500 psicólogos do Amazonas não conseguiu alcançar ainda, é que a palavra limite, no plano das relações sociais, tem íntima relação com outra, a disciplina. Ambas não devem ser tomadas como expressões da moral, mas como palavras que definem uma estratégia de Estado, através dos saberes e da subjetivação, que ao contrário do que pensam psicólogos, pedagogos, psicopedagogos e outras categorias que não saíram da moralidade inscrevem nos corpos uma limitação e um modo de ser extremamente limitado e pobre. Quais enunciados compõem o quadro existencial de uma família? E o chamado indivíduo: limitado no uso do seu corpo pela moral, pela igreja, pelas condições econômicas, pelos enunciados das chamadas ciências, pelo consumo, pela midiotização, pela educação amortizante, pelo entretenimento alheante, pelo trabalho estupidificado, todos limitadores da potência de existir das pessoas, o que se expressa pela violência aparente ou pela violentação institucional à qual se somam alguns indivíduos patologizados pelo excesso de limites ao existir que este modo de socialidade sustenta.

Assim, uma psicologia que não ouse investigar a genealogia desta moral, que continue a confundir-se e a tomar o efeito pela causa está fadada a reverberar essa mesma moral que captura os corpos e insere-os na ordem da limitação. Não se diferencia da linha policialesca do jornal, do conselheiro tutelar, da escola, da inexistência de uma comunalidade/afetividade onde este tipo de comportamento seja desnecessário.

 


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.795 hits

Páginas

setembro 2007
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos