Arquivo para 22 de novembro de 2007

TRÊS NOTAS DA MESMA CANÇÃO

Primeira nota: Dó – Festival de outdoors sobre a elevação do ex-senador e ministro dos transportes Alfredo Nascimento à categoria de província amazonense. Leitores intempestivos já detectaram mais de 6 manifestações de subserviência servil (o pleonasmo é intencional), fora os dois que já tinham sido xaropados (aqui e aqui).

Segunda nota: Dó bemol – Tudo porque a ALE prepara a cerimônia de entrega do título de cidadão amazonense ao ministro. O ex-senador não sabe que a subserviência, chamada popularmente de puxa-saquismo, é uma tentativa de anular a potência de agir, colocando o sujeito sob o julgo moral do outro. Mas sabe qual o objetivo dos homenageadores: a eleição vindoura. E o PT Oh, my Darling!, não se manifestará sobre a invisibilidade do senador João Pedro, sequer tomado como tampão?

Terceira nota: Lá – E a CMM, que pretende se abrir para as diversas vertentes das matizes antropológicas, lançou a campanha para o ‘Dia do Caboclo’, incentivando os estudos sobre a ‘caboquitude’. Há rumores de que alguns intrusos que tentam se aproveitar da força do movimento negritude em Manaus, mas não passam de uma caricatura nasal, já fizeram lobby contra a idéia.

VOCÊ JÁ TOMOU SEU XAROPE HOJE?

¨ Depois de vãs tentativas em querer magicar o real, o PSDB torna-se impossibilitado de evitar a visibilidade de sua Caixa 2: seu mensalão. Bela ironia: o termo cunhado por sua fada madrinha protetora, a mídia seqüelada, para desestabilizar o governo Lula, extraído da verborragia do ex-deputado Roberto Jéferson, é agora exposto na denúncia do Procurador Geral da República, Antônio Fernando Souza, ao Supremo Tribunal Federal. Seu nome: Senador Eduardo Azeredo é denunciado como participante do mensalão para sua campanha a governador em 1998. A corrupção política-eleitoral que o PSDB queria, magicamente, atribuir a paternidade ao PT. E que tanto serviu para o delírio golpista do partido nas eleições passadas. Delírio do tipo proferido pelo infantilismo palacioso de Fernando Henrique: “O governo Lula vai cair por de si mesmo”. Não caiu e, pelo contrário, muito se fortaleceu. Entretanto, o que se tornou público oficialmente foram meios escusos do PSDB, já escritos nas faixas levantadas pelas torcidas nos estádios de futebol: “Eu já sabia!”.
¨ Contam que em algum lugar da Bahia havia uma rua identificada em uma placa como Rua do Braga. Nesta rua haviam algumas casas de tavolagem, também conhecidas como lupanar, lenocínio, meretrício, puteiro, etc. Pois bem, com o passar do tempo, a placa sob a ação das intempéries esculpidora, o A de Braga foi cedendo sua forma para o E, e o Braga virou Brega. E a rua virou Rua do Brega como sendo indicativo de coisa baixa, da ralé, plebe ignara, coisa de mau gosto. Como coisa que o sexo fosse coisa, e de mau gosto. Foi então que a Globo produziu uma novela inserindo a palavra brega para indicar coisa de mau gosto. Os telespectadores replicantes, os globotarizados, como eco redundante, passaram a fazer uso e o que nunca foi passou a ser o que jamais será. Eis que a cansada Ana Maria Braga, levou ao seu programa ”Mais Você” uma atriz da Globo para fazer demonstração, na barra, de sua personagem strip-tease. Realizada a caricatura, a própria cansada, resolveu segurar a barra e fazer sua demonstração. Não deu outra: pegou mais um couro do programa “Hoje em Dia”, da Record. Três pontos a baixo. E de quebra ainda confirmou a maldição da própria Globo: experimentou a verdadeira cena brega da televisão. O que a globotarizante não cessa de oferecer aos seus globotarizados.
<> – O PSDB estará realizando hoje, quinta-feira, e amanhã, sexta-feira, seu terceiro congresso. Na pauta Demo(PFL)crática, alguns itens são evidenciados: o partido se diz autenticamente nacionalista e moderno, amostra da agenda da social democracia, afirmação que não é nem privatista nem estatista, retorno a pregações nas universidades e escolas, oposição ao governo de Chávez, etc. Vejamos aquém do etc. O partido se diz nacionalista. Não é. Se o fosse não teria adotado uma política de privilégio ao capital estrangeiro e não teria fomentado e executado a privatização dos bens públicos do estado. Moderno. Não é. Seu enunciado e prática são reacionários e aleivosos. Próprio da prepotência imperial fálica. Basta ver e ouvir as considerações de seus membros quando se referem ao governo Lula. Principalmente de seu líder Arthur Neto “orgulho do Amazonas”. Não há nada de diálogo moderno das convivências dos diferentes. Agenda social democrática. Rosa Luxemburgo se ‘arrupiaria’ toda só de ver a cara do Fernando Henrique. Imaginem se visse a do Tasso. Mais ainda a prática socialista do Azeredo. Não é privatista nem estatista. Mas capitalista pós-moderno: vendeu o que não lhe pertencia como se fosse objeto de sua produção. Sua forma neo-capitalista de governar. Vai retornar às universidades. Tirando alguns profissionais e alunos representantes da burguesia, nunca teve atuação no que de maior existe na população universitária. Foi sempre excludente. Oposição ao governo da Venezuela. Para se fazer oposição a alguém, uma instituição, um governo, estado de coisa, é preciso que aquele que se toma como opositor seja composto de elementos corporais e incorporais equivalentes, ou superiores, a quem se opõem, o que não é o caso do PSDB. Sua realidade política está muito aquém da Venezuela. Principalmente sua compreensão. Sobra sua miragem: “Chávez, por favor, continua existindo para que eu possa simular meu engajamento democrático!”.

DUAS NOTAS PULSADAS DA MESMA CANÇÃO

PRIMEIRA NOTA: – O diretor da Fundação Medicina Tropical, o dermatologista Sinésio Talhari afirma, com a veemência imperiosa que a ilusão do cargo subalterno lhe proporciona, que vai desativar trinta e cinco leitos, levando no ato à demissão de mais de cento e quarenta funcionários, entre médicos, técnicos de enfermagem e outros. Ou seja, profissionais imprescindíveis ao funcionamento da instituição médica. Esta decisão, como é óbvio, atingirá diretamente o atendimento público em seu direito de assistência médica. Em um estado em que inexiste política de saúde pública, este ato é sentido e entendido como uma afronta aos direitos democráticos da população. O predomínio da lógica-burocrática sádica. Para explicar sua lógica, o diretor diz que o dinheiro usado para pagar os funcionários é de outra instância: para pagar plantões. O que, segundo ele, está errado, e não quer depois ser acusado de um erro administrativo. Cabe lembrar que este expediente já é praticado há muitos anos, inclusive por ex-administradores amigos e seus avaliadores ao cargo, ato que praticou durante todo este tempo de sua gestão. Neste caso, duas inquirições saltam: 1) Por que só agora ele entendeu que estava cometendo um erro? 2) Por que, sabendo do erro administrativo, ele, como ocupante de um cargo de confiança indicado pelo governador, não conversou com o governador sobre o caso e produziu uma solução que atendesse os profissionais e a população, como se espera de alguém que se movimenta em sociedade pela práxis democrática? Será que, não sendo um democrata, ele teme falar com o governador de um caso ‘tão sem importância’? Quando para os funcionários da instituição, apresenta-se arrogante e prepotente. No cerne da força imperiosa, alguns médico emitem suas opiniões às escondidas. Para uns é incapacidade administrativa misturada com prepotência. Para outros, ele está querendo chamar atenção para que o governador se sensibilize com a situação. O que confirma a opinião dos primeiros. Como a instituição foi criada no tempo da ditadura pelo médico Heitor Dourado, na época com a subserviência de muitos que posteriormente lhe substituíram no cargo de diretor. Já existem supersticiosos professando que trata-se da maldição ditatorial, pois quase todos os diretores que por lá passaram administraram nesta lógica e em benefício familial.

SEGUNDA NOTA: SI – Ontem, médicos realizaram o dia de protesto contra a situação deplorável em que se encontra a categoria. Um justo direito democrático trabalhista. Lutar por um causa profissional concernente a salários dignos, local e material condizente com a práxis profissional, nada mais justo. Embora uma grande parte não entenda assim. Entretanto, o que deveria também ser discutido é o grau de alienação em que vive uma influente parte da categoria e o corporativismo, cuja ação é sempre em detrimento da população. Estas duas subjetividades são as principais causas da inexistência de uma atividade profissional composta pela relação médico-população. O que faz com que péssimos atendimentos, decorrentes da limitação científica e ausência de vivência comunalidade, coloquem sempre em confronto alguns médicos e pacientes. E ainda sirva para criação de uma opinião que todos os médicos são iguais: não têm a profissão como uma prática de serviço público democrático. Nem tanto injusto e nem tanto justo. Aqui no Amazonas, a maior parte dos médicos não é engajada em prática de serviço público democrático. O que faz com que a minoria que realiza esta prática ou seja ocultada, ou confluída no mesmo bolo dos alienados e corporativistas. Dois exemplos: Quase sempre o sindicato médico só se prontifica quanto a questões de ordem salarial; dificilmente à qualidade ética-científica da profissão. No caso de médicos envolvidos em situações contrárias à profissão, como no caso, agora, na Fundação Tropical, e quando um paciente é diagnosticado com uma doença ou terapia errada, como no caso do médico ortopedista do Getúlio Vargas, ele não atua. Como também o Conselho de Medicina. A luta é válida, mas vai além dos salários.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.303 hits

Páginas

novembro 2007
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos