Arquivo para 28 de novembro de 2007

VOCÊ JÁ TOMOU SEU XAROPE HOJE?

Não se pode dizer que a prefeitura de Manaus não é imaginativa:

Ю “500 novos ônibus em Manaus. Eu sou um deles”, diz a propaganda nos coletivos da metropolitana Manô. Antropomorfizou os professores-bichinhos (e afundou o barco do sub-secretário), antropomorfizou os ônibus e ainda promoveu o milagre da multiplicação. Entregaram 150 e contam como os 500 prometidos.

Ю Enquanto isso, num ônibus ‘eu sou um deles’ lotado, chovendo mais dentro do que fora, uma cidadã filosofante percebe a pingadeira vinda da porta da frente, aberta. Pediu que o motorista a fechasse, pois estava molhando a todos. O motorista então disse que não podia fechar, para não embaçar o vidro, e pediu que os passageiros se concentrassem no fundo do veículo. Impossibilitados de fazê-lo pela lotação e pelo chuveiro em que havia se transformado o condicionador de ar, restou à cidadã insistir com o motorista para que fechasse a porta. O motorista então informou que era orientação da empresa que eles trafegassem com a porta dianteira aberta em dias de chuva. Se apelasse para a imaginação, a cidadã poderia pensar: “dos 500 ônibus novos, eu pego justo um velho!”. No entanto, como cidadão, ela usa a imaginação para a criação de imagens-afecções, que constroem a possibilidade de existência da cidade, e não para a catalogação das imagens-clichês, que nada criam, como faz a prefeitura.

A FOME DO BISPO

Gólgota, de Edward Munch

Tela: Gólgota, de Edward Munch.

O bispo de Barra, na Bahia, Luiz Flávio Cappio, de 61 anos, iniciou outra greve de fome contra as obras de transposição do rio São Francisco. Ele afirma que não houve discussão pública com relação ao projeto, que já vem sendo adiado há mais de dois anos por ingerência de parte da igreja, da qual o bispo faz parte.

Sobre isto, é possível desdobrar três linhas intensivas de análise que o leitor intempestivo não vai ler na mídia oficial:

DO RESSENTIMENTO COMO MODO DE EXISTIR

 O filósofo alemão Nietzsche chamou de ressentimento o modo de existência que surgiu no processo civilizatório da humanidade, marcadamente no Ocidente, e que se caracteriza pela não-reação do sujeito em relação ao que lhe afeta. No Direito Natural, as ofensas e dívidas eram cobradas de acordo com as relações de potência. O direito civil limitou a possibilidade das pessoas agirem a fim de reparar danos e ofensas sofridas, uma vez que a potência agora é coletiva, e que é necessário se adequar a este novo modo de existir, a coletividade. Alguns ramos decadentes passaram a desenvolver uma estética do existir que, ao invés de posicionar-se no mundo e agir nele para modificar sua realidade, preferem ‘internalizar’ o afeto, agredindo a si mesmo e tomando esta dor como princípio do seu existir. A partir daí, só se sentirão ‘vivos’ à medida em que insuflarem em si, tendo o outro como motivo e móbil, sofrimento e dor. A igreja é campeã do ressentimento. A greve de fome é uma estratégia do ressentimento, procurando infligir a si uma dor, e alimentando a idéia inadequada de que o outro é responsável pela sua dor. Apenas pelo sentimento de culpa se pode cair em tal estratagema, que abre mão da sua potência de agir no mundo para sustentar na dor e na irracionalidade o seu ponto de vista. Qual a responsabilidade real do governo em caso de morte ou debilitação do bispo? Nenhuma, a não ser pelo ponto de vista do padecimento de quem está envolvido no mesmo tipo de dor-modo de existir do bispo. Assim, ele age em consonância com a estratégia de dominação do corpo pela Igreja, que tem mais de dois mil anos.

JESUS, FILHO DE MARIA E O ETERNO CRUCIFICADO

Se Cristo desce da cruz, a igreja se extingue. Inclusive as apocalípticas. Foi mantendo Jesus na cruz, como eterno anátema da dor e do sacrifício que Paulo fundou as bases da igreja que matou, saqueou e foi partícipe dos processos de acumulação de capital da Europa e EUA desde sua fundação. O Jesus do bispo Cappio é o Jesus eternamente crucificado de Paulo. Nada a ver com o filho de Maria, que em suas itinerâncias falava de um Deus vivo, presente na existência das pessoas como o fogo da Vida. Não o do ressentimento e o da autocomiseração. O Cristo de Maria, palestino, está mais próximo das células da Teologia da Libertação, de Marx (como mostra a película filosofante “O Evangelho Segundo Mateus, do comunista Pasolini) do que das causas de Bento XVI. Cappio comete um sacrilégio: se compara a cristo, na sua causa. Mas para os que acreditam no Cristo feito humano, que leu a realidade de sua época e expôs filosoficamente as entranhas das relações de dominação, Cappio é apenas mais um dos que foram iludidos por Paulo no caminho para Damasco.

DA PARCERIA SECULAR IGREJA X CORONELISMO

No horizonte do ato do bispo estão quase cinco séculos de parceria entre a igreja e o sistema político-econômico que perdurou no nordeste do Brasil. Importada da Europa, a igreja veio com o claro intuito de converter pela fé a mão-de-obra pagã a fim de usá-la nas lavouras e no trabalho duro em prol do capital da Santa Sé e dos reinos mercantilistas. No Brasil, esta aliança perdurou, a igreja sempre esteve ao lado dos coronéis, com raríssimas exceções, e a literatura de cordel e as obras de escritores nordestinos como Ariano Suassuna estão repletas de referências a esta submissão. Impossibilitado, talvez, de uma discussão no plano científico, social, econômico que rebata os argumentos favoráveis à transposição do São Francisco (que, caso seja bem sucedida, pode acabar com quilômetros de seca e séculos de opressão), resta ao bispo marketeiro e as forças reacionárias que estão com ele apelar para a sedução pela dor. Para isso, procuram, como já exposto aqui, capturar pelo sentimento de culpa a opinião popular, para que, sem uma discussão racional e abrangente do projeto, se possa decidir o que é melhor para as pessoas. A partir delas mesmas.

‘EL REGRESO’ DOS NÃO-IDIOTAS

Idiota (do grego idiótes: próprio) significa único, aquele que age, a partir da razão, como causa de si mesmo, o que não é vítima dos encontros fortuitos. Ainda na Grécia Antiga, a palavra foi sendo desvirtuada, passando a caracterizar aqueles que em nada queriam envolver-se nos negócios da Pólis; na verdade, aqueles que se tornavam incapturáveis em épocas de tirania, até chegar ao significado escamoteado de “ignorante”, porque se distancia do estado de coisas, e “passivo”, porque não o movimenta extensivamente. Mas se o movimento do idiota é ativo/intensivo para fora da opressão, do medo e da hipocrisia. É o movimento da vida.

Na América Latina, após as ditaduras militares que predominaram em quase todos os países, houve um preenchimento neoliberal do poder constituído. Depois do fracasso de suas concepções distorcidas de governar, apareceram Lula, Rafael Correa, Bachelet, Evo Morales, Kichner, Chávez, cada um a sua maneira singular, em diferentes graus, criando linhas de atuação política alternativas de governo local e novas relações de proximidade democrática. Estes são os idiotas.

DOS RESSENTIDOS COM OS IDIOTAS

Quando Plinio Apuleyo Mendoza, Carlos Alberto Montaner e Álvaro Vargas Llosa escrevem um livro chamado El Regreso do Idiota, traduzido ao Brasil como A Volta do Idiota, não tem como perceber essas atuações, primeiro porque estão muito bem situados numa segmentaridade dura, que é o neoliberalismo, e segundo porque não tem o entendimento político-filosofante para sentir. Não sabem o que é um idiota. Não querem nenhuma mudança e no seu embrutecimento nada escrevem. Apenas executam as palavras de ordem que buscam encrustar em outros, principalmente em Hugo Chávez. Por isso saltam os enunciados de dor e ressentimento até mesmo aos que simpatizam com as políticas dos idiotas.

DA ITINERÂNCIA DOS IDIOTAS

Hugo Chávez é apontado como ditador. Mas o trio do ressentimento latino não observa que o próprio Teodoro Petkoff, um dos mais conhecido opositores de Chávez, o qual recentemente esteve no Brasil e foi entrevistado no programa da Tv Cultura Roda Viva, deixou os entrevistadores sem pauta quando logo no início do programa afirmou que na Venezuela não existe censura, que a oposição se expressa livremente, assim como o governo é livre para defender-se.

Já Lula, ao lado de Michele Bachelet, do Chile, é colocado como fazendo parte da esquerda vegetariana em relação à esquerda carnívora, de Chávez, Evo, Kichner, Correa. Na verdade, é só mais uma tentativa da direita impotente, aqui representada por este trio, que tenta forjar blocos de poder desejando tirar proveito, criando um enfrentamento entre os idiotas, para poder enfraquecê-los. O que não conseguem, deixando vazar uma desesperada histeria discursiva dos que foram acostumados nos privilégios do poder que acreditavam perpétuo.

E assim o panegírico da mediocridade neoliberal segue debulhando preconceitos e enunciados de violência. Presos nas armadilhas do poder constituído, com a percepção e a sensibilidade embotadas, portanto, distanciados do real, só resta ao trio regressar na quimera, na fantasia. Não sabem, por exemplo, que o regresso não é possível. Não existe volta. “O limite a que devemos chegar é o limite do qual já não podemos voltar”, diz Marcel Proust. A única coisa que pode se repetir é o enunciado. Por isso, enquanto os idiotas democráticos vão ganhando velocidade intensiva de ação, a tríade ressentida neoliberal fica travada, remoendo seu amargor.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.307 hits

Páginas

novembro 2007
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos