Arquivo para 10 de janeiro de 2008

ENCONTROS CASUAIS

Sentado desolado no banco da praça, ficou a considerar seus momentos inquietos. Como em um solilóquio, considerou como tudo era engraçado. Em todos os natais que passou sem grana, a festa familiar fora maravilhosa. Nada de onda, de vexame, tudo muito cristão. Este ano foi o contrário. Estava abonado. Bastou no dia vinte e três ganhar só três otários para encher os bolsos, e ainda se dar ao luxo de não assaltar mais ninguém e lhe conceder uma folga. Gente era que não faltava se oferecendo para ser assaltada. Todo mundo estava endinheirado, por cima do jaraqui frito. Coisa nunca vista em nenhum fim de ano. Ia ser o melhor natal. Dentro do táxi, o motorista, feliz com a féria da quadra natalina, comentou a quantidade de pessoas comprando como grande feito do governo Lula. Ao que concordou com um “podes crer”. Chegou em casa carregado de compras e convidou os familiares e amigos para a comemoração ao nascimento do filho de Maria. A noite do vinte quatro era só alegria e solidariedade. Porém, quando bateu meia-noite, o momento da comunhão natalina maior, a bebida subiu-lhe a cabeça, olhou com ódio ao pai, e não deu outra: partiu para cima do patriarca e sapecou-lhe um direto no meio da cara. Senhor de um porte físico invejado, nem sentiu a ousadia filial. Levantou-o pela gola da camisa, deu-lhe quatro tabefes e arrastou-o até a delegacia, que ficava perto da casa. Envolvido nos mistérios familiares-cristãos, viu passando uma jovem e lembrou sua primeira namorada. E junto com a lembrança ecoou  a frase que ela  dissera no momento em que lhe abandonou: “O teu problema é que tu não entendes o sistema capitalista”.

!! De jeito nenhum aceitava se transformar em alguém que espera a morte morto em vida. Era assim que se encontrava depois do atropelamento provocado por um carro dirigido por um pastor e que lhe deixara paraplégico. Não! Jamais aceitaria uma vida improdutiva, confinada em uma cama sem poder se locomover para outros lugares por não possuir uma cadeira de rodas. Só porque não tinha dinheiro para comprá-la? Mesmo assim não aceitava a injusta realidade. Tentara reverter o quadro. Recorreu a vereador, deputado, senador, prefeito e governador, e nada. Só promessa. As eleições estavam chegando, quem sabe não conseguiria. Mas esperar até outubro? E o tempo que perderia sem produzir nada até lá? Certa noite, assistindo a um programa de uma igreja evangélica, teve uma idéia boa. Chamou um primo, que era motorista, e pediu que ele lhe levasse no outro dia à tal igreja, pois era dia de milagre. O primo ainda tentou demovê-lo da idéia boa, afirmando que tudo não passava de picaretagem, que os tais religiosos só enganavam os otários para ficarem ricos, mas nada disso mudou sua decisão. No outro dia, o primo zarpou com ele para a igreja. Chegando dentro da igreja pediu ao primo para deixá-lo perto das pessoas aleijadas que iam receber os milagres. O pastor mandou bronca. Amaciou as ovelhinhas e anunciou que ia começar a sessão dos milagres. Ele atento, viu um aleijado em uma luzente e novíssima cadeira de rodas motorizada. O pastor começou as orações, foi aumentando o tom da voz, uma música enrockcida emaranhou-se com a voz milagrosa, e ele berrou que os irmãos largassem as muletas, deixassem as cadeiras de rodas e corressem para junto dele, como prova da cura. Nisto que os ex-aleijados correram, ele chamou o primo e pediu para, ligeiro, colocá-lo na luzente e novíssima cadeira de rodas motorizada. O primo taludinho, pois era nas horas vagas carregador de sacos no porto, não contou conversa: colocou-o fácil, fácil na cadeira. Sentadinho, sorrindo feliz, ele ligou o motor da cadeira e se mandou pelas ruas vislumbrando uma nova vida. Quando foi chegando em casa, uma vizinha ao vê-lo, falou contagiada de fervor que até que enfim Deus ouvira suas preces.

O MEDIUM TELEVISIVO E A OPINIÃO PÚBLICA

O DESESPERO DE BONINHO É O DESESPERO DA GLOBO

Há quem diga que quando o desespero ganha grandes proporções ele toma conta do indivíduo fazendo com que a raiva o domine. O desespero é convertido em raiva e esta, por sua vez, é jogada contra aqueles que menos estão envolvidos nas razões da construção do desespero. Isto ficou provado com a reunião que o diretor do programa Mais Você, da TV Globo, fez com a sua equipe. A reunião transcorreu aos berros de Boninho, que exigiu de sua produção aumento na audiência do com-o-pé-na-cova-programa. Boninho, em sua tentativa de colar na produção do programa a culpa pelos baixos índices de audiência, só esclareceu mais ainda a evidente queda de ibope que a TV Globo vem sofrendo. A raiva de boninho é apenas uma ilha de angústia em um oceano de desespero que a TV Globo vem se afogando.

Boninho foi convocado para ser o diretor do Mais Você como tentativa de impedir que ele se junte aos Programas Sem Audiência (PSA) que se tornaram constantes na TV Globo. Ledo engano da emissora! O programa continua com expressiva queda na audiência, antes perdendo para o Hoje em Dia e, atualmente, para o Fala Brasil, ambos programas da Record. Boninho não está conseguindo pôr os paus de escora na estrutura da Globo, que despenca.

O programa Mais Você funciona no melhor formato Globo: dentro da obviedade e do entretenimento medíocre inútil. Apelação descarada às emoções padronizadas mescladas com uma culinária estúpida, posto que não cria, através dos encontros das substância alimentícias, composições para além dos sabores já constituídos. Com tal estrutura, os baixos índices de audiência do programa não se configuram como um problema isolado para a TV Globo, ao contrário, demonstra que, como bem disse a ex-rainha dos baixinhos e a atual bruxa dos baixíssimos índices de audiência, Xuxa, é toda a rede Globo de Televisão (RGTV) que está estagnada no mercado midiático. Desespero. É a palavra que pode se aproximar da situação que a RGTV nunca antes na história da televisão brasileira poderia se imaginar. E é por esta razão que ela se vê agora próxima ao buraco televisivo, que é acumular PSA. Para a RGTV, o império midiático sempre foi seu. A emissora com os mais altos índices de audiência, os atores-mercadoria mais cobiçados pelo mercado midiático, os programas (em todos os gêneros) mais elogiados e uma total abrangência nacional, que fazia com que o seu sinal estivesse em todas as regiões do país. Seu mundo era fechado em si mesmo. Seus donos (a família Marinho), sempre envolvidos na política-profissional, influenciando decisões até mesmo no mais alto cargo executivo do país. Tudo girava ao seu redor, até o globo terrestre lhe pertence. O desespero começou quando a fantasia foi se diluindo. Começaram a aparecer as baixas de audiência, seus atores-mercadoria começaram a ser comercializados por outras emissoras, os programas já não são os melhores (em todos os gêneros), seu sinal agora tem uma concorrência acirrada e sua influência na política-profissional atualmente se resume a acompanhar o desespero da direitaça, bem caracterizado em FHC, diante do trabalho do Governo Lula, o que ficou claro nas desesperadas e inúteis tentativas de corromper as duas campanhas Lula.

Boninho pode berrar, pode gritar, chorar, rodar a baiana, puxar com força e gemer, que não adianta. Sua ‘desesperação’ demonstrou que nem sequer a raiva é criação sua, posto que seja efeito da diluição da fantasia global. Nem seus gritos são autênticos, nem o desespero é seu, nada lhe pertence neste ato, tudo faz parte da dor de não mais poder continuar na fantasia de se querer o maior, o melhor.

Contudo, a globo teve um acerto quando direcionou Boninho para o Mais Você. Ele tem familiaridade com a culinária estúpida do programa. Quando o assunto é fazer da comida um elemento de demonstração de insuficiência intelectual e agir como um filhinho de papai que tudo pode, Boninho é o melhor indicado. Não foi isto que ele demonstrou ano passado no Vídeo dos ovos? Boninho, Luiz Eduardo (neto de Brizola), Narcisa Tamborindeguy (socialyte) e Bruno Chateaubriand (apresentador do Viva a Noite), jogavam ovos de cima de um edifício nas pessoas que lá embaixo passavam na rua. Como na semiótica midiática-mercadológica todos são iguais, boninho e sua turma podem apresentar o Mais Você junto com Ana Maria Braga, e, em vez de irem para baixo da mesa fazendo caras e bocas, tudo parte da culinária estúpida que tenta dar ao público a impressão de que a comida está gostosa, Boninho e companhia jogariam a comida. Ora, onde reina a estupidez, nunca se têm estúpidos demais!

Esta coluna acredita na possibilidade da expansão da consciência pelas experiências autênticas que fazem soltar novas percepções, a criação de novos olhares sobre o mundo. Na alegria-estética de perceber o medium televisivo como uma violência à inteligência coletiva, contamos com a sua contribuição.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.988 hits

Páginas

Arquivos