Arquivo para 11 de fevereiro de 2008

COLUNA DO MEIO…

LA FAUTE À LULA”

No final dos anos 80, o filósofo francês Félix Guattari, ao analisar o quadro social em meio às transformações significativas que aconteciam no mundo, dizia que as relações da humanidade com o socius, com a psique e a natureza tinham uma tendência a se deteriorar. Não apenas devido às degradações que as pessoas submetiam ao ambiente e eram ao mesmo tempo submetidas, mas também pelo fato da existência do desconhecimento, da passividades dos indivíduos e das instituições que compunham aquele conjunto.

O “negativismo”, o fatalismo exacerbado e a culpabilização uma das funções da subjetividade capitalística (Guattari) ainda trabalham juntos nas diversas instâncias sociais. Aparentemente, só resta uma entrega à reprodução de discursos de vitimização às instâncias de superego e inibição. E assim a mídia seqüelada brasileira se junta à Direita Infantilizada, colocando em prática outra função da subjetividade capitalística: a segregação. Elas mostram o quanto há de preconceito, inveja, desespero e medo de ter um presidente-operário e uma ministra do meio ambiente que veio dos distantes seringais (nascida numa localidade chamada Breu Velho, no seringal Bagaço, a setenta quilômetros do centro de Rio Branco) acreanos.

As concepções negativas e catastróficas relacionadas ao “embate ambiental” são redesenhadas pela mídia e utilizadas como mecanismo de desinformação, reforçando essa segregação e a falta de comprometimento político. A “estimulação pelo desespero” é o que impulsiona as falsas críticas ao Programa de Aceleração do Crescimento – PAC do Governo Lula, e as conseqüências das obras na Amazônia. Agora o possível desaparecimento da Floresta Amazônica, previsto para daqui a 50 anos, tem um novo vilão.

A culpa é do PAC, ou melhor, do Lula. “C’est la faute à Lula”. Uma parte dos que reforçam o discurso segregador da mídia parecem estar na mesma condição inicial da menina Anna de La Mesa, personagem do cinema “A culpa é do Fidel” (La Faute à Fidel, 2006), de Julie Gavras. Agora os vilões do desmatamento são o agronegócio, a exploração madeireira e a expansão da malha viária amazônica. Não seria um medo ligado a um possível desenvolvimento econômico da Região Norte?

Enquanto os cientistas (ingleses, americanos, franceses, até mesmo brasileiros) se esforçam para fazer projeções pessimistas, não há o mínimo interesse na produção de uma existência humana em novos contextos históricos. Mas sim na proliferação de “palavras de ordem estereotipadas, reducionistas, expropriadoras de outras problemáticas mais singulares” (Guattari). Os mecanismos da subjetividade capitalística tentam tirar a atenção do que realmente é para ser discutido e, assim, os cientistas, que aparentemente assumem uma posição neutra, contribuem para o arranjo do cenário terrorífico e o lucro de instituições bancárias e seus fundos para institutos para o desenvolvimento sustentável, o que é um grande negócio.

Após as medidas do Governo Federal para combater o desmatamento no Mato Grosso, a solução imposta pelo senador Jonas Pinheiro (DEM-MT) foi a retirada do estado da região caracterizada como Amazônia Legal. E seu projeto já foi aprovado em uma das comissões do Senado em 2007. Esse projeto defende que o Mato Grosso não possui bioma característico da Amazônia. O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária mato-grossense, Rui Prado, apóia o projeto, já que “as pessoas que acompanham a mídia ligam Mato Grosso com Amazônia. E isso não é a realidade”. Mas para o IBGE, o Mato Grosso tem quase metade do território em área de bioma da Amazônia. Junto com ele, o deputado federal Osvaldo Reis (PMDB-TO) propõe que o Tocantins também deve ser retirado da Amazônia Legal pelo mesmo motivo e ainda reforça dizendo que o estado fica impedido de progredir economicamente: “Não temos área suficiente para produzir porque o estado está na Amazônia Legal sem ter áreas de mata”.

Se depender dos ferrenhos defensores da Amazônia, ela não vai suportar muito tempo. Afinal, não há diferença entre o discurso de um madeireiro/poluidor e um ongueiro/cientista/ambientalista, já que todos eles ainda abordam as questões apenas numa perspectiva tecnocrática e são totalmente incapazes de discutir a problemática numa permanência ético-política. Primeiro, porque ainda não desenvolveram uma concepção política; segundo, porque para eles o ético se constitui nos registros reducionistas da oposição BEM versus MAL, no qual o Bem sempre vence, só não se sabe quem representa o bem e o mal na fantasia da semiótica capitalística, que faz tudo no sentido de calar e impedir qualquer tipo de emancipação e mudança.

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

# Fico imaginando a angústia do gorduroso Fernando Henrique consultando seu médico. O hipocrático diagnosticando seu soma, ele desesperando, com a garganta contraída, querendo falar de sua lancinante dor: a inveja existencial. Como desejaria falar sobre esta maldita companheira. “Doutor, me dói aqui: 14 regiões tiveram crescimento recorde em 2007. Aqui: recorde nas vendas de automóveis. Dói aqui também: o rendimento da poupança foi o maior em 10 anos. Tem essa dor aguda por baixo das costelas: a queda da inflação. Dói mais aqui embaixo: Lula, segundo analistas internacionais, conseguiu colocar o Brasil em crescimento jamais esperado pelos observadores internacionais. Essa dor me incomoda muito: aumentou o tempo de vida do povo brasileiro, isto significa, Doutor, que vou viver mais tempo, e conseqüentemente vendo o sucesso deste nordestino atrevido”. Claro, embora tenha algumas notas de imaginação, mas em seu corpo expresso tem muita realidade. E agora que aparece com mais força a discussão da fraude de seu intelecto como resultado da propaganda da Fundação Ford/CIA, ou seja, seu reconhecimento foi forjado pelo dinheiro americano, é que mapeia o corpo todo de dor. Ainda bem que é dor superior à segundona TDPM- Transtorno Disfórico Pré Menstrual.

# Ambrósio, o Tartufo, só ele mesmo, assistiu pela TV Câmara a abertura dos trabalhos da ALE-AM Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas. Conta que foi, para ele, sessão de gargalhadas e cabeça balançada acompanhada de: “Como pode, meu Deus!”. Casa cheia dos pares, presença do governador e família, cerimônia “democrática” presidida pelo vitalício presidente Belarmino Belão Lins. Cascatas de elogios ao governador Eduardo Braga e família, com a mesma verve dos elogios dirigidos aos antigos governadores Gilberto Mestrinho e Amazonino Mendes. O mais risível era que o tal Belão ainda encenava que lia um texto em que se sabe que ele é craque quase que imbatível. E o Tartufo perguntou: “Será que o Eduardo Braga estava acreditando em tais honrarias vindas do tal Belão?”. E ele mesmo respondeu: “Claro que não. Mas que goza, goza. Por isso estas ‘ortoridades’ deixam correr frouxo a babação oficial. Se impedir, acaba a fascinação do ‘poder’”. Ele tem razão, Ambrósio. Eu nunca vi um governante aqui no Amazonas ter certeza de seu ‘poder’ se não fosse através da eficiência performática de seus capachos.

# Hoje começam as aulas, o que significa que as proposições educação, escola e ensino se mostram mais cruelmente, principalmente para os governantes barés, já que eles terão de enfrentar a cruel realidade do fracasso de suas políticas educacionais comprovadas pelos resultados dos exames aplicados nacionalmente pelo Ministério da Educação, que nos colocam nos invejáveis últimos lugares, com direito a ufanismo telúrico pelo seis pontos conseguidos pela Escola Carmo do município de Parintins, a terra do carnavalesco boi. Seis, professora Honorina! Seis pontos, professora, motivo de orgulho. É… Mas antes seis do que meia dúzia. E o pior são as perspectivas para outras escolas chegarem a estes pontos: só no ano 2020. Quadro só passível de mudança se o espírito construtor de Lula continuar pairando sobre o Brasil, pois se tomar corpo o espírito da direitaça, não vai atingir os seis pontos nem no século XXII. Deuzes nos alivrem. Amém?

# A Tininha, com seus conhecimentos futebolísticos, mandou a revolucionária revelação: o futebol amazonense agora está atuando pelo mercado europeu, no campeonato tem um time chamado Holanda. Sucesso inimaginável até pelos dois irmãos Teixeira, do América Futebol Clube.

Cansei do Rock,

Mas me refiz pelo baioque.

Agora estou pronta

Para qualquer choque.

Beijos e abraços Vertebrais!

BBB8, BICHOS, FREUD, SARTRE, NIETZSCHE E OS CACETES

Que o homem é uma anomalia qualquer ser vivo, e não vivo, pode afirmar. Tanto é que enquanto estes seres seguem seus percursos construtivos bio/químico/energético/topográfico e tal, o auto-homem destrambelhou-se e se tomou como razão definida da realidade verdadeira. Mitificou-se, mistificou-se e racionalizou-se: protetizou a vida. E tome alucinação, fabulação, futuração e, acima de tudo, glorificação: povoou a terra com pedaços supersticiosos. Fundou o reino de si mesmo. A onipotência da potência esvaziada. O senhor da terra! O ser superior! A razão da existência do mundo! Tão superior, domesticou outros seres e alcunhou-os de seres inferiores, animais irracionais, bichos e, quando flutuantes, bichas. Nesse esfumaçamento hipnogógico, fabularam Cid Moreira, Amaral Neto, Sandra Passarinho, Paulo Francis, Chico Anísio, Jô, Lílian Withe Fibe, Jabor, Miriam Leitão, Faustão, Galvão Bueno, Bonner-Simpson Bom Ninho…: TV Globo. Daí que, sentindo-se inferior à sua própria inferioridade, porque seu lance televisivo maior, BBB8, está vazando água contaminada, resolveu apelar para bicharada inferior para tentar melhorar a audiência de sua superioridade: introduzir gatos e cachorros no território anódino para ver se ‘otimiza’ a ação controlada na casa e fora da casa. Despropósito obtuso: recorrer a tal coletivo para assegurar seu status quo de ente superior, só afirma que superior é o coletivo: bicharada. Sugestão de Freud para quem a tal da bicharada é o refúgio projetivo onde o dito ser superior procura sublimar seus medos e suas frustrações. Sugestão de Sartre para quem o homem que privilegia em seu estar-no-mundo, os animais, fracassou em sua relação com outros homens. Sugestão de Nietzsche para quem o homem só pode se sentir verdadeiramente superior se sua avaliação for feita por outro ser superior a ele. Aí sobra os cacetes. No emaranhado da megalomania humana, a bicharada salta como superior, já que é ela quem é convocada para evitar o fracasso geral da fabulação do Bom Ninho. Diante de tudo, os cacetes informam que não há salvação para o Bom Ninho. Em razão dos bichos serem mais inteligentes que a Globo, e por entenderem que a mesma é desprovida de inteligência, e, portanto, desnecessária ao Brasil, eles não alterarão o curso cadavérico do BBB8. Tudo ficará como está: em declive, ladeira abaixo. A anomalia humana, exacerbada pela Globo, prevalece.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.060 hits

Páginas

fevereiro 2008
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829  

Arquivos