Arquivo para 29 de fevereiro de 2008

CLINAMEN

___ oblíquas variações infinitas dos corpos ___

_________óptico sonoro    vibração        composição            imagem               superfície                  simulacro         “Se porrada educasse, bandido saía da cadeia um santo.”                                                 Lula faz vazar dois enunciados constituídos como verdades. Um que o conceito de educação foi impedido pela força irracional de subir à superfície como educare: colocar à frente, movimenta-se, criar; a educação como devir filosófico produtivo. Prevalecendo o conceito de punição. A ação judicativa antes do processual educacional. Nada do que possa ser tido como educação. A pedagogia punitiva desdobrada da culpa como compulsão do perdão para si e para o outro: “Me castigo para me perdoar. Te castigo para ti perdoar: te livro de tua culpa”. Eis a lei confundida com educação. Outro a existência da tortura como forma de pedagogia punitiva. Lula fala em público o que muitos, juridicamente, evitam tratar. Mesmo com organismos internacionais e nacionais do Direitos Humanos, denunciando constantemente. Mesmo quando vaza na enunciação da opinião pública quando afirma que o preso sai muito pior da cadeia do que quando entrou. Na ditadura usava-se o argumento, para defender o uso da tortura como técnica de interrogatório, afirmando que havia pressa para ouvir a confissão do preso político. Lula mais uma vez mostra que inteligência não se faz em uma enunciação óbvia. Não é uma mercadoria comprada em uma instituição escolar.       “Mais de um, como eu sem dúvida, escreveu para não ter mais fisionomia”                      Foucault               Quando ele me olhou de Netuno, entendi que havia vida na terra.         A fragrância flagrou-o: alergia.            __________________Beijam-se: Maradona & Canigia. Beijam-se: Madona & Brytney. Já faz tempo. A Globo não BBBeija: vende o pouso composto da superfície lábios, como mercadoria transgressora. O beijo não é transgressão. Quando uma boca sabe que os elementos constitutivos de outra boca é de um macho ou de uma fêmea? Quando é tornado mercadoria. Beijar é das espécies, não da dor. Quanto vale o beijo de Judas para a Globo? Todo preconceito é aprisionamento da vida. Ainda mais quando é vendido como novidade. A Globo é démodé: sorve o imóvel.  ___________      __________________________________________Os estereótipos de nada servem. A não ser para lembrar-nos que nada servem. Os estereótipos como os clichês, se não são os mesmos, são os mesmos: recursos dos sem vozes. Quando em solenidades: vernizes de ocultação da estupidez epistemológica. “Tirar o cavalo da chuva…  Saímos em protesto… A oposição não vai ceder nenhum milímetro… A oposição não é chiclete nem pingue-pongue…” Estereótipos tautológicos  que revelam a limitação lingüística/cognitiva de Arthur Neto. “O presidente Lula precisa se olhar… Todo dia cospe no prato que está comendo… É mera politiquez… Foi mal usado…”  Fonte do feedback dos clichês do senador: clichês de seu mestre Fernando Henrique, eterno invejoso do sucesso político de Lula. Depois a dupla não sabe porque o povo brasileiro não toma conhecimento de suas importâncias políticas. Mas Athur se toma importante: quer que seu partido o tenha como presidenciável. Quer que nas pesquisa de sondagem para presidente em seu partido, seu nome também figure como candidato. Enquanto isso, seu mestre, Fernando Henrique, Serra e membros do PSDB de São Paulo imaginam sua retirada da liderança(?) do partido.                               “Geralmente, o estereótipo é triste, porque é constituído por uma necrose da linguagem, uma prótese que vem tapar um buraco de escritura, mas ao mesmo tempo não pode deixar de suscitar uma imensa gargalhada…”                              Barthes     ____  ______  __O jogador Adriano, do São Paulo, cometeu uma atitude que a diretoria não gostou, e disse que é ele que tem que se comportar como os outros jogadores do clube. Se é considerado imperador, é lá em Roma, e não no São Paulo. O repórter da folha quis mostrar sabedoria inútil, corrigindo a diretoria, afirmando que ele é imperador na Inter de Milão. Não sabe o inteligente integrante da inteligente imprensa, que a torcida e o jornalismo pro Inter cunharam o epíteto Imperador por causa do Imperador Romano.  Em alguns países o povo luta juridicamente pelo direito de imagem: a imagem reproduzida por qualquer meio tecnológico, pertence à pessoa copiada. Logo, é direito privado. Caso contrário é crime. Os funcionários da Globo Luciano Hulk e Angélica vendem a imagem de seu filho. Marx diz que o dinheiro é grande prostituta: se reifica em qualquer mercadoria. O que pensa o casal sobre seu filho, mercadoria e dinheiro. Mesmo que a renda seja doada a uma instituição de caridade. Não elimina a operação paternal-imagética-capitalística. A imprensa respondeu a seu modo: é para evitar os paparazzos. Coisas do amor familial.

O cinema atual é como um restaurante de ‘preço fixo’, em que só servem pratos de carne: o estômago logo ficará num estado terrível”                       Jean Renoir     ______________________________O senador Jefferson Péres desabafa como o último senador romano antes de Nero e Calígula: “Estamos encenando uma peça de ficção, fingindo, mas o povo pensa que é verdade, que é sério isto aqui, que são legisladores da República Federativa do Brasil cumprindo seu papel de legislar…” Não sabemos porque nos parece que o senador não conhece a opinião do povo brasileiro. Por isso não sabe que ele é inteligente, reelegeu Lula, e tem o parlamento brasileiro em péssimo conceito.                “Todos que eu via ao meu redor eram uns fracassados ou então uns grotescos. Sobretudo os que tinham vencido. Eu não precisava de Deus nem ele de mim, e eu dizia freqüentemente que se Deus existia, seria com calma que eu iria ao seu encontro para cuspir-lhe na cara”                        Henry Miller

DUAS NOTAS DO DUO BUSH-HARRY

Notas Musicais

PRIMEIRA NOTA – LA: Olha só quem chama os outros de “tirano”. Aquele que, freudianamente, se deu bem, pois deu continuidade e superou a obra encaminhada por por seu pai: a sanha justiceira/dominadora para apropriação do mundo. O mesmo que apóia à força e à bala o estado de Israel no meio da Palestina a massacrá-la. O mesmo que é aliado do ditador militar Musharaf, que comandava o Paquistão. O mesmo que tem imposto duras leis de imigração desde que assumiu. Que mantém oficializadas as torturas nas prisões de Abu-Ghraib e Guantánamo. Que promoveu, com seus erros em todos os setores, a derrocada da economia norte americana, e seu desgaste político mundial. Que vai contando mais de 4000 soldados mortos no Iraques, e vai fazendo visível que aí, assim como no Afeganistão, a presença dos Estados Unidos só faz aumentar e prolongar os conflitos no Oriente Médio. E que, enquanto isso, por onde passa vai deixando a marca dos anseios totalitários sob a estapafúrdia “guerra ao terrorismo”. Para quem a lembrança ao tribunal de Nuremberg e ao código de Genebra, serve apenas para os inimigos. E por isso junta técnicas pós-moderníssimas de destruição em massa com métodos medievalescos utilizados pela inquisição, como a tortura por afogamento denominada waterboarding. É para este que, imbuído do desejo (vejam só!) de “auxiliar a democracia em Cuba”, Fidel era um ditador e agora Raul Castro é um tirano. Mas enquanto ele vai tentando levar adiante “o processo do século”, como analisou na Carta Capital Wálter Fanganiello Maierovitch sobre a armação incondicional para a condenação à morte dos seis envolvidos no 11 de setembro. Pois é, enquanto isso, Felipe Pérez Roque, ministro das Relações Exteriores de Cuba, na sede da ONU, em plena Nova York, assina dois tratados internacionais, que dizem respeito à “liberdade de expressão e associação” e o “direito de viajar ao exterior”, que Fidel não assinara devido ao controle que os Estados Unidos sempre mantiveram sobre a ONU. Um personagem da peça Entre Quatro Paredes, do filósofo da liberdade, Sartre, enuncia que “o inferno são os outros”. Por que Bush também não dá uma passadinha ali na sede da ONU e assina a proposta de moratória da pena de morte, que ficaria suspensa até a próxima convenção da ONU? Talvez porque pra ele tirano são os outros, porque é através deles que me percebo no mundo. Não, Bush não possui os elementos necessários para perceber o outro.

SEGUNDA NOTA – SOL#: O passeio acabou. Harry, “the nazi”, filho da princesa Diana e o príncipe Charles, queria tanto ir ao Iraque. Mas o general não deixou, porque havia muitas ameaças de morte contra ele. Oh!, quão desprotegido! Mas se, mesmo entre um bando de seguranças, ele teve a cara rachada por um fotógrafo que atacara histericamente. Embora sendo apenas pose pra fotografia, de qualquer forma, melhor não. Mas ele precisava dissipar a imagem de falsa rebeldia à la Jovem Guarda; era preciso esquecer o quadro roubado dos aborígenes australianos que apresentou como trabalho final do curso de educação artística. A professora ainda tentou cumprir seu papel de forma imparcial, mas foi rapidamente demitida de uma das mais sérias escolas inglesas. E olha que a seriedade da coroa inglesa é séria mesmo. Tão séria que ele foi obrigado a trabalhar três meses como vaqueiro, ganhando salário de vaqueiro, e depois praticar humanitarismo (sem humanismo) na África. Mas tão séria que parece que não se contentou com o uniforme nazista vestido pelo principesco numa festinha e resolveu que ele iria ao Afeganistão, dessa vez, na surdina. Dizem que ele reclamava muito da falta de uma boa ducha, e que por isso passava até três dias sem tomar banho. Dizem também que detestava a comida. Mas como ele teria apenas que matar uns trinta afegãos para tornar-se “herói” diante das câmeras. “É muito bom ser como uma pessoa normal pelo menos uma vez”, disse ele. Aos afegãos anormais e paranormais, ninguém perguntou se estavam armados ou amarrados. Ninguém perguntou quantas crianças, mulheres, velhos, pessoas. Não contam. O que importa é que os sérios ingleses esqueçam que ele fumou um baseado, que ele apalpou aquela loira enquanto a namorada viajava, que ele bebeu vodka, enquanto a foto mostra que ele cheirava alguma coisa. Para nós que não somos da divisão de entorpecentes, não o discriminamos pelo método que ele empregava para suportar o vazio da família real britânica, era melhor do que matar afegãos. Mas eram apenas afegãos, e “uns trinta afegãos” nada quer dizer na ordem simbólica do genocídio. Como diz Jean Baudrillard: “se um indivíduo morre, sua morte é um acontecimento considerável, enquanto que se mil indivíduos morrem, a morte de cada um é mil vezes menos importante”.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.795 hits

Páginas

fevereiro 2008
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829  

Arquivos