Arquivo para 18 de março de 2008

VOCÊ JÁ TOMOU SEU XAROPE HOJE?

Ю Leitores internautas de direita e extrema-direita estão tristes: o IG fechou o Conversa Afiada e demitiu Paulo Henrique Amorim. Como é um dos blogs de esquerda que estão na mesma semiótica e carregam os mesmos signos da direita, era local preferido pelos direitonautas para expor sua bile livremente contra os esquerdistas.

PS: Um alento para os fãs. Ele voltou.

Ю Flanelinha manoniquim acha uma carteira com 7 mil tocos e devolve para o dono, que lhe oferta, pela lei moral-cristã-burguesa da compensação do mais fraco, pela humildade e subserviência, vultosos 150 tocos. Pergunta: o que ofereceria ao cristão e honesto flanelinha o orgulhoso Arthur “5,4%” Neto?

a. ( ) Meia-hora no programa eleitoral do PSDB, exaltando a honestidade do flanelinha contra a corrupção do governo Lula.

b. ( ) O regalo insuperável de ser homenageado na tribuna do Senado, com um discurso em exaltação à honestidade e ombridade proferido em dupla pelos senadores Tasso Jereissati e Agripino Maia e com entrega do Troféu Jefferson Pérez de Retidão Moral, transmitido pela Globo.

c. ( ) Aproveitando-se da boa vontade do cidadão honesto e íntegro, Arthur mais que rapidamente entraria no carro, e antes de sair em arrancada, diria: “Dane-se!”

Ю Ainda sobre o caso do Flanelinha que desprezou os valores que a direitaça finge devoção, se fosse você, leitor intempestivo, a achar os 7 mil tocos, e soubesse que eram de Arthur, ou de Pérez, ou de Amazonino, ou de Eduardo, ou de… Você acharia honestidade devolver ao legítimo dono …………………… O povo?

A TEORIA DO CONHECIMENTO DA GLOBO

A Teoria do Conhecimento é a disciplina filosófica fundamental no processo especulativo sobre o conhecer humano. Carrega como principais proposições as seguintes interrogativas: O homem pode conhecer? Se pode conhecer, como conhece? E o que conhece? Em virtude de suas estruturas epistemológicas (sujeito-cognoscente e objeto-cognoscível), encontra-se distribuída, como práxis, nos principais corpos sociais do conhecimento: psicologia, sociologia, política, economia, geografia, história, antropologia, estética, etc. Embora seja fundamentalmente mostrada como própria dos sistemas e doutrinas filosóficas, entretanto, é própria dos saberes de todos, já que é produto dos sentidos (experiências) e da razão (intelecto) humana. Realização do Sistema Nervoso Central mais Cérebro. Que resultou na criação do instrumento investigativo da Filosofia das Ciências Neuro-Cognitivas. Em seus exames epistemológicos, a Teoria do Conhecimento transita por enunciados variados: Materialismo, Idealismo, Empirismo, Racionalismo, etc, com o único objetivo de responder às interrogativas das três proposições. Neste trânsito encontra Platão, Descartes, Hegel, Marx, entre outros, mas para nós, em função do imperativo cognoscitivo-moral imposto pela Globo, resolvemos conversar com o filósofo holandês Spinoza, corpo filosófico da Potência Vida.

O REALISMO-FICCIONAL DA GLOBO

Spinoza diz que um ente (o que existe) é tudo aquilo que resulta de uma percepção clara e distinta. Ou seja, o produto da experiência do sujeito do conhecimento mais a ação da razão. Em outras palavras, uma causa/mundo produzindo um efeito: imagem-idéia. Em síntese: nada pode existir como consciência se não passar pelo Sistema Nervoso Central e Razão. O que Marx, no século XIX, exemplifica como produção da consciência social. Assim, descarta a possibilidade da ficção ser um ente, já que ela exclui a percepção clara e distinta, sendo apenas um ato voluntário de juntar e separar as coisas (res) sem cogitar o falso e o verdadeiro. Portanto, nada de Sistema Nervoso Central e razão. Mais imaginação e superstição. Desta forma, Spinoza anula a pretensão da Globo em querer ser canal de Conhecimento, já que seus enunciados não são produtos de uma percepção clara e distinta: o real. Assim, o imperativo, “Novela é ficção e chute na santa é vida real”, proferido pelo Diretor da Central Globo de Comunicação, Luis Erlanger, como resposta-pavor a subida de audiência da Record, é um bumerangue epistemológico: voltou para o mesmo lugar. Em seu delírio paranóico comunicacional, sua tara hegemônica, a Globo não está preocupada com a igreja do Bispo Macedo, mas sim com a Rede Record. Como diria o insigne Mino Carta, o que até os minerais sabem. Tanto é que usou o imperativo, “chute na santa”, sabendo que os chamados evangélicos não acreditam em santo. Uma: “Se colar, colou”, e não colou. Só para a Folha. Sem querermos entrar no cerne teológico cristão, a Globo sabe que também é uma igreja. Seu corpo se sustenta em regras, credos, rituais, meios e fins, como todas igrejas que tratam do comércio sobrenatural, como diz o filósofo Nietzsche. Só que há uma diferença entre ela e as demais. Enquanto estas oferecem um produto que só se realizará após a morte, o paraíso, a Globo oferece o paraíso na terra proporcionado por seu deus maior: Capital. Tudo que, perversamente, estimula lutas fratricidas entre aqueles que desejam se apropriar dos objetos oferecidos em suas vitrines (nada cristã). Enquanto a vida reativa das igrejas cristãs diminui a potência de agir de alguns fiéis, levando-os a resignação (Nietzsche), a Globo, mais reativa ainda, usa essa resignação para lucrar. Faz uso da exacerbada semiologia consumista em sua programação (nisso vale usar signos destas igrejas) com o único “teológico” fim: alcançar o seu paraíso de existência inútil. A Globo não possui um único programa que demonstre o homem constituído de Sistema Nervoso Central e Razão. Tudo que oferece é produto da imaginação e superstição. Rastros terríveis de uma vivência assaltada. A imagética dos pessimistas. Por tal, só pode ser entendida fora dos postulados da Teoria do Conhecimento. Para ela o homem não conhece. Filo e ontogeneticamente, inexiste. Daí se acreditar que em meio aos festejos da Páscoa, a comunhão/passagem coletiva de Cristo, ela recorra à pedagogia de Arthur Neto e grite: “Dane-se! Da Páscoa só quero que ela me passe o lucro saído da comunhão coletiva!”.

Apesar da Globo, Feliz Páscoa a todos!

COLUNA DO MEIO…

E CONTINUAM AS BRAVATAS DO DESBRAVAMENTO DA AMAZÔNIA

Desde meados de 1808 a Amazônia recebe diversos cientistas com o objetivo de fazer pesquisas, inventários, elaborar mapas, coletar material para colecionadores, jardins botânicos e museus europeus e norte-americanos. Mesmo os viajantes/exploradores, que acompanhavam os negócios nos rios amazônicos e em seus diários descreviam os lugarejos indígenas sem importância e condições precárias, indignas e desumanas de sobrevivência, passaram a ser considerados etnógrafos e hoje são estudados e homenageados em simpósios e congressos científicos. Hoje todos os grandes projetos de pesquisa desenvolvidos na Amazônia têm a efetiva participação de órgãos internacionais, seja como fornecedores de finanças ou de pessoal qualificado.

A Amazônia ainda é vista nas telas como um lugar ainda atrasado, primitivo, mas com muitas possibilidades, fartura e oportunidades. É considerado um grande laboratório natural, e esteve durante vários anos entregue às mãos estrangeiras, principalmente após a assinatura do Decreto 98.830/90, no final do governo Sarney, criando lacunas na legislação brasileira e reduzindo a burocracia na submissão de projetos. Movidos pelo ímpeto do desbravamento, da busca por prestígio ou falta de perspectivas em seus lugares de origem, é que muitos pesquisadores fazem a longa viagem e ingressam nas universidades e instituições de pesquisas no Amazonas. Principalmente após o estabelecimento do fluxo contínuo de editais que atraem pesquisadores recém-doutores, com uma bolsa de aproximadamente R$ 4.000, com a justificativa da fixação desses profissionais para desenvolver a região carente de “cabeças pensantes”, que após três anos de captação de recursos, terão um currículo lattes mais elaborado e possibilidades de ganhar mais dinheiro e prestígio. Está aberta a temporada de caça às bolsas.

Apesar das forças que estão surgindo e no empenho de alguns governantes latino-americanos em modificar o estado de coisas na região, por aqui, mais especificamente no Amazonas, os incentivos aumentam cada vez mais, principalmente quando o governo estadual “veste a camisa” da proteção do meio ambiente, firma convênios com fundações, bancos e outras instituições e diz arrecadar milhões para serem investidos em ciência e tecnologia. Em dezembro do ano passado, no discurso na posse do “novo” conselho superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas – FAPEAM, o “guerreiro de sempre” Braga, ainda insistindo na afirmação da condição de prisão no futuro anterior, propôs aos cientistas uma mobilização junto ao governo federal para que os produtores da Malásia entregassem a seringueira modificada geneticamente, como pagamento pelos lucros que adquiridos após utilizar a espécie que foi levada da Amazônia em 1896.

O diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia se mostra preocupado com a existência de apenas 1.500 doutores em toda a região e deseja ter uma USP na Amazônia. Os professores dos programas de pós-graduação desta instituição já colocam em prática há muito tempo a seleção natural das “cabeças pensantes”, selecionando apenas alunos de outros estados, principalmente das regiões sudeste e sul, alegando que alunos provenientes de instituições do Estado não têm capacidade de cursar as disciplinas dos programas.

A América Latina se especializou “em perder desde os remotos tempos em que os europeus do Renascimento se abalançaram pelo mar e fincaram os dentes em sua garganta”, escreveu Eduardo Galeano sobre sobre os saques e genocídios ocorridos aqui no passado. Há muito tempo a Amazônia é um negócio mundial. Os grandes investimentos de hoje seguem a mesma linha do passado, mas a História não se repete. E o foco dos desbravadores parece estar cada vez mais elaborado desde a época em que o explorador alemão Theodor Koch-Grünberg esteve navegando pelos rios amazônicos.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.057 hits

Páginas

Arquivos