Arquivo para 20 de março de 2008

LUTAS DA RÁDIO COMUNITÁRIA DE HELIÓPOLIS

Comunicar para estar falando das nossas esperanças, sonhos, vitórias e conquistas. Uma rádio para contrapor a imagem negativa da propagada (feita) pela mídia de nossa comunidade, que valorizasse nossa luta por melhores condições de vida e direito à moradia. Passou a ser uma necessidade na nossa luta”. É o que o Site da Comunidade de Heliópolis movimentou como móbil para a criação em 08 de maio de 1992 a primeira versão de uma Rádio Comunitária, a “Rádio Popular de Heliópolis” ou a “Rádio Comunitária de Heliópolis”. Depois de transitar por várias freqüências por causa do monopólio das rádios comerciais e ser fechada em 2006 pela polícia federal e a Anatel, a “Rádio Popular de Heliópolis” recebe hoje do Governo Federal o aval para funcionar legalmente. Para a legalização definitiva ainda é necessário que passe pelo Congresso Nacional. O poder Legislativo tem 90 dias para avaliar. Passando este prazo, a Rádio Comunitária receberá uma outorga provisória para entrar no ar.

As Rádios Comunitárias no Brasil, para serem consideradas legais, devem estar de acordo com a lei 9.612/1998 e regulamentadas pelo decreto 2.615 do mesmo ano. Segundo a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) e a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço), o conjunto desta lei não atende à realidade das Rádios Comunitárias e conserva o monopólio dos grandes empresários da mídia no setor. Exemplo disso é o limite de alcance das Rádios Comunitárias imposto em um quilômetro de raio e a restrição da potência (capacidade em watts) em 25 watts que, respectivamente, ditam os artigos 6 e 5 do decreto 2.615/98.

Pode-se inferir daí que o fechamento da “Rádio Comunitária de Heliópolis”, em 2006, é o cumprimento desta lei que foi criada durante o Governo de FHC. Durante o primeiro ano do Governo de Lula o número de Rádios consideradas Comunitárias que foram consideradas ilegais pelo Ministério das Comunicações e fechadas pela Anatel cresceu cerca de 37% entre 2002 e 2003, segundo reportagem da Agência Brasil. O aumento do número de denuncias contra rádios tidas como ilegais também foram grandes neste período. Segundo o superintendente de Radiofreqüência e Fiscalização da Anatel, Edilson Ribeiro dos Santos, este aumento, tanto de fechamento como de denuncias, é explicado como natural devido o ano eleitoral de 2002. “Toda vez que temos um ano eleitoral, há uma tendência que haja um acréscimo na quantidade de estações colocadas em funcionamento de forma clandestina. Isso requer uma ação para coibir esse crescimento de entidades funcionando de forma ilegal”, disse o superintendente da Anatel.

A questão é que a lei determina a regularização necessária para a legalização destas rádios e as que estão em desacordo com estas regularizações não poderem funcionar, senão de forma ilegal. No entanto, mesmo com a interdição desta lei, em 2004, 2.199 Rádios Comunitárias passaram a ter licença do Ministério das Comunicações para irem ao ar e, dessas, 492 receberam autorização do Governo Federal. Até em janeiro de 2007 já são 2.205 rádios autorizadas, o que é uma pequena parcela que ainda, em muitos casos, funcionam ilegalmente por não lograrem a devida autorização.

Outro problema é a compreensão do que vem a ser uma Rádio Comunitária. Geralmente quando uma aparece, logo ela é taxada como alternativa. Mas grande parte delas se apresenta dentro do esquadrinhamento determinado pela mídia que compactua com os códigos da economia de mercado mundial. Não são alternativas, porque não escapam à subjetividade capitalística aceita e reforçada pela mídia comercial. Exemplo são rádios que carregam a palavra comunidade apenas como um signo-vazio para servirem de pontes para políticos profissionais poderem usá-las como instrumentos de campanha. É o que Venício A. de Lima e Cristiano Aguiar Lopes chamam de “coronelismo eletrônico de novo tipo”. Quando usadas desta forma, as rádios nada trazem de comunitário, pois não movimentam a potência da comunidade como um aumento das capacidades psicobiológicas, cognitivas e afetivas que compõe as ações, os objetos e inquietações do povo da comunidade. A compreensão de Rádio Comunitária Alternativa é criada a partir dos embricamentos da existência, dos percursos, discursos-falas, das relações históricas, econômicas, sociais e políticas que vão compondo enunciados diferentes dos da mídia seqüelada, novos territórios existenciais e desterritorializações e compreensões variadas do estado de coisas constituído necessárias à produção de novas maneiras de perceber e entender a realidade. As Rádios Comunitárias, como todas as outras mídias que se desejem (produção organizada pela percepção e a razão) alternativas, podem amar e caminhar filosofantes.

PARALISAÇÃO DA PARALISADA SAÚDE NO AMAZONAS

Apesar de parte das entidades presentes na paralisação do dia 13, quinta-feira passada, posicionar-se contrária ao deflagramento de greve, segundo trabalhadores da saúde presentes à reunião de anteontem, dia 18, perseverou no calor das discussões e no voto da grande maioria presente à assembléia geral da categoria a decisão pelo início da greve a partir da próxima segunda-feira, dia 24.

Os trabalhadores exigem reajuste de 54,4% e Plano de Cargos, Carreiras e Salário (PCCS) com isonomia para toda a categoria tanto do Estado quanto do Município. Até agora, a proposta do Governo e da Prefeitura, além de não chegar nem próximo dessa exigência, segue uma hierarquização distintiva, mostrando o tipo de entendimento que os executivos municipal e estadual fazem da importância da função dos trabalhadores da área da saúde em Manaus e em todo o Amazonas.

A partir de segunda-feira próxima, então, o entravado serviço de saúde no estado do Amazonas, devido a vários entraves, que vão desde o número insuficiente de postos e hospitais em muitos lugares à falta de material e de pessoal, agora tende a paralisará de uma vez por todas. Como escreveu aquele anônimo pixador: “Na saúde pública do Amazonas só existe doença”.

SECRETÁRIO WILSON ALECRIM SAIU TOSTADO

No meio da confusão governamental, parece que o governador Eduardo ‘Guerreiro de Sempre’ Braga finalmente conseguiu um substituto para o eterno fritado, médico Wilson Alecrim, que deixou a pasta da saúde estadual para que Agnaldo Costa, até então diretor da maternidade Ana Braga, assumisse. Este Bloguinho já havia comentado sobre a fritura do médico, desde julho do ano passado, em um post que reproduzimos abaixo:

SECRETÁRIO DE SAÚDE, PARA QUE TE QUERO? – 05/07/2007

Saltam, sobre a população, dos corpos executivo, legislativo e outros membros, a preocupação com os rumos administrativos da Secretaria de Saúde do Estado. Dr Wilson Alecrim, depois de muito contorcionismo para permanecer no cargo, que para alguns já foi longe demais, foi demitido. O tom hilárico e inusitado do fator da preocupação: não há substituto e ninguém quer se apresentar como candidato. Até a esquerda Oh, My Darling!, sempre disposta, e com alguns médicos em seus quadros, não se enxeriu. A Secretaria, até este momento, está sem seu titular. Este fato, que inaugura o ‘novo’ no choque de gestão na região metropolitana, instiga seis provocações nos amazonjuricabanos: 1- Se sempre quando se fala em escolha de secretários acontece um frisson de candidatos, chegando mesmo a um deplorável strip-tease de oferecimento bajulatório, por que agora ninguém se arrisca? 2- Por que o governador preferiu deixar a Secretaria sem Secretário e não segurou Alecrim mais um tempo até aparecer um herói ou um aventureiro? 3- A Secretaria está acometida de um estado de disfunção administrativa tamanha que ninguém quer assumi-la para não ter que arriscar um diagnóstico e uma terapêutica que não lhe devolverá a saúde, tal sua enfermidade terminal? 4- A administração alecrimiana foi tão perfeita sócio/cientificamente que não existe qualquer figura no círculo médico do Amazonas capaz de substituí-lo à altura para dar continuidade a sua administração de invejoso sucesso? 5- Foi por esta óbvia razão que o Dr Marcus Barrus, braço direito do prefeito e, segundo alguns, desafeto do ex-secretário, não aceitou o convite do governador? 6- O salário é pouco e não compensa tanto sacrifício, mesmo com os privilégios e o glamour de ser tratado como autoridade?

Há quem afirme que o governador Eduardo ‘guerreiro de sempre’ Braga, ganhou um ponto com o povo ao revelar, neste acontecimento, o estado enfermo da saúde pública. Mostrou que a população tem razão quando reclama que não existe política de saúde pública no estado. Tudo é somente um engodo geral. Por isso ele está escolhendo a dedo e microscópio o novo secretário para exterminar de vez por todas este quadro patológico da saúde pública.

Você se candidata?

Oito meses depois, alguém se candidatou.

*……….::::: CHAGÃO:::::……….*

Chagão!

Quien quiera entender como funciona el mundo
deberá entender el fútbol”.
Roberto Perfumo (ex-jogador argentino).

Θ EL DIEZ E A BOLÍVIA. Dieguito esteve esta semana em La Paz, para jogar uma partida beneficiente com um time de ex-jogadores locais, reforçado do centro-avante Evo Moralez. El Diez aproveitou para manifestar seu apoio ao país, que é alvo do delírio tirânico da FIFA, a qual acredita ser possível impedir os bolivianos de jogar futebol na altitude. Para Diego, as seleções nacionais são autônomas, assim como os países, e não é atribuição da FIFA dizer onde se deve ou não jogar. “Aqueles que hoje vetam a Bolívia nunca correram atrás de uma bola”. Maradona está certo. Possivelmente, ainda que tivessem corrido, seriam os mesmos ressentidos que são. Não é o futebol quem deforma os sonhos das pessoas, são as próprias pessoas. Blatter, mesmo que tivesse algum dia chutado uma bola, carregaria a impotência lúdica em relação ao jogo do Existir: a seriedade. Para alguém assim, ver Maradona criando linhas lúdicas e novas espacialidades em campo deve ser torturante. Além do que, deve-se questionar a razão desta proibição tenha vindo somente quando o país está sob a batuta de um índio, vindo logo da FIFA, que participou ativamente como entidade internacional no apoio às ditaduras chilena e argentina. Nenhum craque brasileiro se manifestou até o momento sobre a proibição, e nem esperem opinião própria de Pelé. No entanto, Lula já se manifestou a favor do país vizinho, e o Chile…

Θ CHILE DÁ O DESPREZO NA FIFA. A Associação Nacional de Futebol do Chile já confirmou que enfrentará a Bolívia na altitude de La Paz, em junho, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. E observem, leitores intempestivos, que Chile e Bolívia têm uma rivalidade histórica e até hoje tem rusgas diplomáticas pela questão do acesso ao mar do país de Evo, e que não foi resolvido nem com a eleição de Bachelet. Ainda assim, os chilenos não ligaram para a FIFA, e não pretendem tirar proveito da restrição. Esta questão, somada à que a entidade enfrenta com a Espanha, mostra a necessidade urgente de mediação política no futebol, que não pertence à FIFA, mas ao mundo.

Θ ‘CHAGÃO’ PERGUNTA: Respostas do anterior: Os jogadores do Dínamo de Kiev e do Lokomotiv que formaram um time campeão e que, ao vencer o time do Flakelf, do Terceiro Reich, foi condenado à morte chamava-se FC Start. Agora o ‘Chagão!’ pergunta: Dizem que o inglês Charles Miller trouxe as primeiras bolas para o Brasil. Embora saibamos que os chamados indígenas já usavam bolas de borracha para brincar, o ‘Chagão!’ pergunta. Quais as marcas das bolas que ele trouxe? Uma dica, não eram Nike nem Adidas.

Θ LIBERTADORES DA AMÉRICA. No grupo 01, Cruzeiro lidera, e junto com o Caracas FC praticamente garantiram vaga para a próxima fase. No grupo 02, o Estudiantes de La Plata, onde brilha o meia Sebastian Verón já está quase lá. No 03, a liderança é do Atlas, mas Boca Jrs e Colo Colo fazem hoje o duelo dos favoritos do grupo. No 04, o Flamengo volta à liderar, mas ainda não pode comemorar. No grupo 05, América e River Plate dominam e dividem a liderança. No 06, o Santos está segurando a meiuca com o San José, para quem perdeu, com direito a Evo Moralez na torcida. No grupo 07, o tricolor paulista pode chegar à liderança, se vencer o Sportivo Luqueño. E no grupo 08, o Fluminense segura a liderança com a LDU Quito, após vencer fora de casa o Libertad. Resultados:

Grupo 1

12/02 – Caracas (VEN) 2 – 0 San Lorenzo (ARG)

13/02 – Cruzeiro (BRA) 3 – 0 Real Potosí (BOL)

21/02 – San Lorenzo 0 – 0 Cruzeiro

26/02 – Caracas 2 – 1 Real Potosí

04/03 – Cruzeiro 3 – 1 Caracas

11/03 – Real Potosí 2 – 3 San Lorenzo

18/03 – Caracas 1 – 1 Cruzeiro

25/03 – San Lorenzo – Real Potosí

01/04 – Real Potosí – Caracas

03/04 – Cruzeiro – San Lorenzo

17/04 – Real Potosí – Cruzeiro

17/04 – San Lorenzo – Caracas

Grupo 2

12/02 – Dep. Cuenca (EQU) 1 – 0 Estudiantes (ARG)

14/02 – Lanús (ARG) 3 – 1 Danubio (URU)

21/02 – Dep. Cuenca 0 – 0 Danubio

26/02 – Estudiantes 0 – 0 Lanús

05/03 – Danubio 1 – 2 Estudiantes

13/03 – Lanús 0 – 0 Dep. Cuenca

18/03 – Estudiantes 2 – 0 Danubio

20/03 – Dep. Cuenca 1 – 1 Lanús

27/03 – Danubio – Dep. Cuenca

02/04 – Lanús – Estudiantes

15/04 – Danubio – Lanús

15/04 – Estudiantes – Dep. Cuenca

Grupo 3

20/02 – Unión Maracaibo (VEN) 1 – 0 Boca Jrs (ARG)

21/02 – Atlas (MEX) 3 – 0 Colo Colo (CHI)

28/02 – Unión Maracaibo 1 – 3 Colo Colo

06/03 – Boca Jrs 3 – 0 Atlas

12/03 – Atlas 3 – 0 Unión Maracaibo

20/03 – Colo Colo 2 – 0 Boca Jrs

26/03 – Unión Maracaibo – Atlas

27/03 – Boca Jrs – Colo Colo

09/04 – Atlas – Boca Jrs

10/04 – Colo Colo – Unión Maracaibo

22/04 – Colo Colo – Atlas

22/04 – Boca Jrs – Unión Maracaibo

Grupo 4

13/02 – Cienciano (PER) 2 – 0 Nacional (URU)

13/02 – Cel. Bolognesi (PER) 0 – 0 Flamengo (BRA)

19/02 – Cel. Bolognesi 0 – 1 Nacional

27/02 – Flamengo 2 – 1 Cienciano

06/03 – Nacional 3 – 0 Flamengo

11/03 – Cienciano 1 – 0 Bolognesi

19/03 – Flamengo 2 – 0 Nacional

25/03 – Cel. Bolognesi – Cienciano

03/04 – Nacional – Cel. Bolognesi

09/04 – Cienciano – Flamengo

23/04 – Flamengo – Cel. Bolognesi

23/04 – Nacional – Cienciano

Grupo 5

13/02 – Universidad San Martín (PER) 2 – 0 River Plate (ARG)

21/02 – América (MEX) 2 – 1 Universidad Católica (CHI)

26/02 – U. San Martín 0 – 1 U. Católica

27/02 – River Plate 2 – 1 América

12/03 – U. Católica 1 – 2 River Plate

13/03 – América 3 – 1 U. San Martín

26/03 – River Plate – U. Católica

26/03 – U. San Martín – América

01/04 – U. Católica – U. San Martín

02/04 – América – River Plate

16/04 – U. Católica – América

16/04 – River Plate – U. San Martín

Grupo 6

14/02 – Cúcuta Deportivo (COL) 0 – 0 Santos (BRA)

19/02 – Chivas Guadalajara (MEX) 2 – 0 San José (BOL)

28/02 – Cúcuta 0 – 0 San José

04/03 – Santos 1 – 0 Chivas

11/03 – Chivas 0 – 1 Cúcuta

19/03 – San José 2 – 1 Santos

27/03 – Cúcuta – Chivas

01/04 – Santos – San José

08/04 – San José – Cúcuta

09/04 – Chivas – Santos

16/04 – San José – Chivas

16/04 – Santos – Cúcuta

Grupo 7

19/02 – Audax Italiano (CHI) 1 – 2 Sportivo Luqueño (PAR)

27/02 – Nacional Medellín (COL) 1 – 1 São Paulo (BRA)

05/03 – São Paulo 2 – 1 Audax Italiano

06/03 – Nacional Medellín 3 – 0 Sportivo Luqueño

18/03 – Audax Italiano 1 – 0 Nacional Medellín

20/03 – Sportivo Luqueño 1 – 1 São Paulo

02/04 – São Paulo – Sportivo Luqueño

03/04 – Nacional Medellín – Audax Italiano

10/04 – Audax Italiano – São Paulo

10/04 – Sportivo Luqueño – Nacional Medellín

23/04 – Sportivo Luqueño – Audax Italiano

23/04 – São Paulo – Nacional Medellín

Grupo 8

20/02 – Arsenal (ARG) 1 – 0 Libertad (PAR)

20/02 – LDU Quito (EQU) 0 – 0 Fluminense (BRA)

05/03 – Fluminense 6 – 0 Arsenal

04/03 – LDU Quito 2 – 0 Libertad

12/03 – Arsenal 0 – 1 LDU Quito

19/03 – Libertad 1 – 2 Fluminense

25/03 – LDU Quito – Arsenal

02/04 – Fluminense – Libertad

08/04 – Arsenal – Fluminense

08/04 – Libertad – LDU Quito

17/04 – Libertad – Arsenal

17/04 – Fluminense – LDU Quito

Θ COPA DO BRASIL. Os jogos de ida da segunda fase começaram nesta quarta, com seis partidas. Destaque para o jogo entre Nacional/AM e Atlético Mineiro. O time alvi-negro saiu na frente, mas Garanha empatou ainda no primeiro tempo. No segundo, virada do Naça, com outro gol de Garanha, que é um dos artilheiros da copa e domínio do time amazonense, com pelo menos dois gols perdidos. No final, o árbitro transforma um lateral em escanteio, os zagueiros nacionalinos dormem no ponto, e entregam o que seria uma importante vitória de bandeja para um fraco time do Galo Mineiro. Vidinha e Esquerdinha foram destaques. No próximo dia 02, o Fast Clube encara o Goiás. Resultados:

Jogos de Ida 2ª Fase (19/03)

Volta Redonda/RJ 0 – 0 Portuguesa/SP

Nacional/AM 2 – 2 Atlético/MG

Fortaleza/CE 1 – 2 Corinthians/SP

Juventus/SP 2 – 0 Náutico/PE

Chapecoense/SC 0 – 2 Internacional/RS

Paraná Clube/PR 1 – 0 Vitória/BA

Θ CAMPEONATOS REGIONAIS EUROPEUS. Resultados e um breve resumo das rodadas de alguns campeonatos regionais do Velho Continente.

ITÁLIA: 29ª rodada, excepcionalmente no meio de semana, e enquanto os nerazurri empatam com o Genoa, décimo colocado, e colocam 7 pontos de vantagem no segundo colocado, eles, a Roma, perde a chance de encoxar, sendo derrotada no clássico de Roma: 3 a 2 para a Lazio. Terceira, a Juventus empatou com o Empoli, sem gols. Fiorentina e Milan, que perdeu para a Sampdoria mesmo com o árbitro dando cinco minutos de descontos no final, completam os cinco primeiros.

DA OPACIDADE DO GOVERNO LULA E A TRANSPARÊNCIA DA DIREITA

A palavra transparência para os governos carrega um elemento ficcional que remete o significante a um outro significado, inverso ao que a palavra carrega. “Nosso governo é transparente!”, “As contas públicas são exibidas num sistema transparente”. “Nosso governo é o da transparência”. No entanto as estratificações construídas pela maior parte dos governos, juntando a burocracia, a ineficiência e a hierarquização das instâncias governamentais, produziram um sistema fechado, invisível, mas intensamente produtor de dor e medo: o sentimento de inferioridade/impotência do cidadão comum frente ao não funcionamento dos governos/ministérios/secretarias e demais instâncias do chamado poder público.

A transparência, neste caso, é exatamente o seu significado: transparecer, transparente. Não se pode ver, o olhar atravessa. Assim, a burocracia e as instâncias do chamado poder, com seus funcionários burocratas e hierarquizados criam uma subjetividade que fortalece os blocos rígidos imobilizadores das ações e práxis dos seres humanos em sociedade.

Assim, para a maior parte das pessoas, que se sente alijadas do processo político (quando na verdade apenas estão excluídas da política profissional, ou do sistema de democracia representativa), sequer é possível cogitar chegar perto de um vereador, um deputado estadual – exceto, claro, quando, na época das eleições, estes os procuram para pedir o voto – para dialogar, imaginem de um presidente, ou saber o que se faz com as verbas públicas, por exemplo. A própria estrutura de (des)organização dos ministérios, das secretarias, seu funcionários inertes, afastam as pessoas ditas comuns da participação popular, ainda que faça parte dos marketing prefeitural e estadual dizerem que trabalham pelo desenvolvimento de lideranças comunitárias.

O que faz com que algumas pessoas cheguem a duvidar de que tomar atitudes dentro da ordem legal seja algo útil e necessário, seja pelos infindos trâmites burocráticos pelos quais passa o processo, seja pelos funcionários inertes que bloqueiam e se travestem do autoritarismo institucional para defender interesses particulares.

No entanto, a transparência que não se deixa mostrar, no governo Lula, se transformou em opacidade. Visibilidade para que todos possam saber e participar (menos a direitaça, que nos dizeres do Controlador Geral da União, não sabem se movimentar pelos mecanismos que exibem os gastos públicos e não sabem fiscalizar).

Um leitor do Bloguinho Intempestivo, em busca de informações sobre a verba federal do Programa Bolsa Família que vem para a cidade de Manaus, entrou em contato pela Ouvidoria do MDS, via o telefone gratuito 0800 707 2003 e falou com a ouvidora, companheira Rejane Oliveira, que além de prestar todas as informações, ainda aproveitou para se inteirar sobre como está a administração municipal do Programa Bolsa Família, a situação dos técnicos da assistência social, dentre outros assuntos.

A ouvidora não apenas deu orientações quanto às verbas, mas explicou os trâmites para além do jargão burocrático e do economês, colocando numa linguagem cotidiana, sem no entanto atentar contra a inteligência do leitor, e mais: afirmou que no governo Lula, todos os ministérios têm órgão semelhante, e que qualquer cidadão, usando o fone grátis, pode se informar, mesmo sem saber o nome da verba ou do programa, pois os atendentes estão orientados a tentar compreender a dúvida a partir das informações prestadas pelo interlocutor.

Opacidade (visibilidade) nos gastos, investimentos e no contato com o cidadão comum, que antes jamais poderia imaginar um governo com um sistema de comunicação direta com o cidadão que realmente funcionasse, de forma rápida e gratuita. Ainda que a Controladoria Geral da União se equivoque ao usar a palavra “transparência”, como nos governos anteriores, o equívoco fica somente na semântica. Na realidade, há diferença.

Esta opacidade mostra-se ainda no fato de que a imprensa, grande produtora de factóides, que só funcionam num governo transparente, confundindo o olhar, no governo Lula, onde os resultados são concretos e o contato é direto, não têm como funcionar. Daí a chamada “blidagem” do Sapo Barbudo que a direitaça sequer chega a entender.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.060 hits

Páginas

Arquivos