O ‘BARATO’ QUE PREOCUPA À ONU NÃO DÁ BARATO (II)

Coma coca, una hoja de coca comida

es una hoja de coca menos para el narcotrafico.

Con una hoja de coca legal podremos curar

y alimentar a la humanidad entera.”
(Agustín Guzmán)

Imagine que a mandioca com a qual os índios e cabocos produzem a farinha acabasse sendo proibida porque dela também se faz o caxiri, uma fortíssima bebida também produzida pelos índios a partir de seus tubérculos. Imagine que a papoula não pudesse mais enfeitar um jardim ou ser usada na culinária porque dela também se faz um chá alucinógeno e, mais refinadamente, o ópio. Seguindo a linha, imagine que do milho, que se faz o aluá… Imagine da cana, que se faz o açúcar, mas também a cachaça… Existem inúmeras plantas que podem servir para o alimento do corpo, mas também para a destruição da alma ou tão somente para alegrar uma festa, uma conversa. Assim como da cobra pode sair a essência para o perfume ou o remédio, mas também o veneno letal. Tudo está na subjetivação dos homens que a manipulam. Por que, embora o representante do Escritório das Nações Unidas Contra Drogas e Crimes (UNODC) para o Brasil e Cone Sul, Giovanni Quaglia, reconheça que “existe a coca nativa, que é usada tradicionalmente pelos indígenas há milênios”, por que se formou essa diabolização da coca, a ponto da ONU tentar, a despeito de não ser o seu papel, obrigar Peru e Bolívia a proibir o “coquear”? Por que se sobrepõe ao uso tradicional o uso ilegal pelo comércio ilegal e as sanções se estendem a eles àqueles?

Quem vicia é o Mercado. Mas no próprio Mercado Mundial há formas de introjeção legalizadas. Nos Estados Unidos, embora a Suprema Corte tenha decidido em contrário em 2005, vários estados continuam a permitir o uso medicinal da maconha. Se o consumo aumenta a cada ano, se tem se tornado a primeira cultura da agricultura norte-americana a culpa não é da medicina, muito menos dos andinos. Com a coca, o exemplo mais provado e arrotado é a coca-cola. Inventado no final do século XIX, era inicialmente um remédio para tosse (Pemberton’s French Wine Coca), tornando-se refrigerante, recebeu o nome atual por usar coca e noz-de-cola em sua fórmula. Apesar de divulgar que atualmente baniu a coca de sua fórmula, a Coca-Cola Company compra 115 toneladas de folha de coca do Peru e 105 toneladas da Bolívia por ano. Testes da Polícia Federal brasileira comprovaram ano passado que a Coca-Cola ainda usa a Erythoxylon em sua fórmula secreta de refrigerante. Como, segundo as análises feitas no início de 2006, não houve comprovação de que o emprego da coca gerasse o aparecimento de cocaína ou outro entorpecente na coca-cola, a multinacional apresentou uma defesa, dizendo “não há nenhuma substância ilegal na fórmula do produto”. No entanto, no mínimo isso fere diretamente o código de defesa do consumidor, pois não se especifica no produto tal ingrediente; além disso, conforme a Agência Brasil de Fato, pela Lei de Fiscalização de Entorpecentes em vigor no país, o Decreto-Lei 891 de 25 de novembro de 1938, o uso desta substância e de suas preparações é terminantemente proibido, mesmo que não acusem alcalóides entorpecentes”. No Brasil, até então a Coca-Cola parece não ter alterado em nada sua fórmula secreta, e continua vendendo livremente. Enquanto isso, na Colômbia, as ordens de Bush Jr. ao seu refém, Álvaro Uribe, para proibir todo e qualquer produto contendo coca vai sendo cumprida, menos para uma empresa. Advinha qual? Enquanto o Coca-Sek, refrigerante preferido da juventude colombiana, foi proibido, a Coca-Cola continua vendendo melhor ainda, sem seu principal concorrente. Segundo os nasa, como são chamadas diversas tribos cocaleras, foi a própria Coca-Cola Company que pressionou o Instituto Nacional de Vigilância de Medicamentos e Alimentos (INVIMA) para fazer essa intervenção. Tudo porque a multinacional estadunidense, não conseguindo emplacar sua marca nos colombianos, entrou na justiça com uma representação contra a Coca-Sek, acusando a empresa colombiana de roubo de seus direitos autorais, mas em outubro do ano passado perdeu a ação, e agora em fevereiro, como observa David Curtidor (representante de vendas dos nasa e encarregado pela Coca-Sek), aparece esta sanção. Aí está pra todo mundo ver a fórmula secreta da Coca-Cola. Não somos contra o uso de coca pela coca-cola, somente discordamos de seus métodos e seus fins globalitatários, como a parte de impostos doados pela empresa para compra de armas para serem usadas no Iraque. Por isso, Evo Morales, um índio cocalero que chegou a presidência com promessas de estabilizar a situação das tribos e comunidades cocaleras da Bolívia, constantemente ameaçadas pelo Grande Capital, afirma:

“Não é possível que a coca seja legal para a Coca-Cola e ilegal para a comunidade andina. É preciso revalorizar a folha.”

Entre os andinos, há milhares de anos, a coca é uma planta não só usada para outros tantos milhares de fins, como também é venerada pela população. Com ela, sacerdotes fazem oferendas a Pachmama, a Mãe Terra, por ter lhes dado a Coca Mãe. E com as folhas desta fazem desde adivinhações da sorte e do futuro até rezas e curas de todos os tipos de doenças. Para os incréus, cientificamente são comprovados por estudos até na Universidade de Harvard as propriedades da coca:

Os efeitos medicinais da folha da coca são como de um estimulante, além de melhorar o metabolismo, a orxigenação do sangue, a freqüência respiratória, o mal de altura (mal de puna ou soroche), diarréias, dores de cabeça, anemias, tirar a fome e ajudar em problemas estomacais. Por ser estimulante e revigorante, as folhas de coca são mastigadas pelos camponeses com o propósito de recarga das energias no duro trabalho empreendido nos campos e nas grandes altitudes. A composição da folha de coca contém fósforo, ferro, cálcio, proteínas, carboidratos, vitaminas como a A, B1, B2 e C.” (no Terra Mística)

Como permite suportar a fome, a Organização Mundial da Saúde diz que seu uso prejudica a nutrição. Quem prejudica, mais uma vez e sempre, é o Deus Mercado e todos os seus profetas (alguns citados aqui neste texto: chefes de Estado e representantes multinacionais), com seus mecanismos formadores e mantenedores da exploração e das desigualdades, com as quais ele se alimenta. Além do chá da coca, que já está sendo exportado oficialmente para o Japão, “a folha origina produtos como chicletes, desinfetantes e até um alimento – uma massa composta de sua matéria prima” (EngAlimentos). E o índio-cocalero-presidente não está só falando, suas palavras são ação no mundo. Evo Morales legalizou a plantação de coca na Bolívia e até propôs logo no início de seu governo a utilização da coca como alimento na merenda escolar. Por outro lado, comprometeu-se em combater a produção de cocaína e o narcotráfico, o que não é uma tarefa fácil, pelo seu poder decorrente do envolvimento com o poder constituído. Para os Estados Unidos, por exemplo, o combate ao narcotráfico serve apenas como desculpa para os Estados Unidos destruir a história e a singularidade de outras nações e controlá-la para tirar proveito econômico, como faz por todos os cantos por onde passa. A estratégia não é atacar o narcotráfico, que tem o seu importante lugar na decadente economia norte-americana, mas principalmente impedir que países como a Bolívia, Peru e Colômbia não desenvolvam formas alternativas próprias de sobrevivência, enquanto os interesses de suas multinacionais, como a Coca-Cola, é preservado.

Así como la uva no es vino, la coca no es cocaína.”

Clique aqui para acessar os outros textos do Barato da Onu.

1 Response to “O ‘BARATO’ QUE PREOCUPA À ONU NÃO DÁ BARATO (II)”



  1. 1 Cinesquizo: Cocalero « Trackback em quarta-feira, 24 fevereiro, 2010 às 12:15 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.982 hits

Páginas

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: