Arquivo para 6 de abril de 2008

!!!!! O MUNDO É GAY !!!!!

O PODER É FALO, A POTÊNCIA É FLUXO

O poder, fofuras, corrompe. Essa frase batidíssima, que não pode faltar em roteiro de filme pseudo-engajado e supostamente político produzido nos mega studios de Hollywood, até que tem razão de ser.

Acontece que o poder é uma idéia inadequada. Uma idéia que não tem correlato no chamado mundo real. É uma invenção do homem, criada a partir de um (des)entendimento sobre certos afetos produzidos a partir dos encontros que ele tem.

O poder advém da idéia equivocada de que é preciso, para produzir a potência-afeto, subjugar outros corpos. Significa tentar fazer com que os outros corpos só produzam os afetos que este corpo quer. Como ele próprio não é capaz de produzir afetos alegres, que aumentam a potência de agir, então os outros corpos também não podem, sob o risco de forçá-lo a mudar também. É preciso que estes corpos disseminem, inoculem em outros corpos estes afetos imobilizadores.

Pois bem, na sociedade do Capital, predominam os afetos tristes. Portanto, o exercício do chamado poder político está mais para o exercício do poder do que para a distensão da imobilidade e o aumento das potências.

Por isso, quando surgem pessoas (nunca um só indivíduo) que, nesta estrutura de poder, distendem, pelos afetos que carregam, a imobilidade do capital, passam a ser vistas como perigo para o status quo. Assim, o quinteto “infernal” da América do Sul é visto como perigoso para as chamadas elites locais e para os estadunidenses. Chávez, Evo, Lula, Cris Kirchner e Tabaré Vazquez (Uruguai).

Daí a imprensa sequelada venezuelana, por exemplo, para tentar desestabilizar o governo Chávez, tachá-lo primeiro de gay, para depois “revelar” um suposto caso amoroso de Huguito com a governadora do Pará, Ana Carepa.

No sentido gay, Tabaré no Uruguai e Cris na Argentina são os governos que mais se aproximam politicamente das demandas sociais da população gay.

Para amedrontar ou ofender os inimigos, costuma-se usar aquilo que amedronta ou ofende a nós mesmos. Por isso a imprensa tenta adesivar o signo-clichê gay em Chávez e não consegue. É que o poder, que corrompe, é o Falo (Hominismo, Machismo), e a potência, que é fluxo, é gay, alegre, criadora. Ui!

E agora vamos ver os sopros gayzísticos (ou não) que passaram no nosso Mundico!

Φ Jogadores do time do Barueri comemoram gol com beijaço! Esta colunéeeeesima já tinha avisado que não existe maior expressão do homoerotismo do que 23 homens se enroscando por 90 minutos tendo como efêmera justificativa a bola. Maradona e Caniggia não tinham o menor receio. Daí o atacante Thiago Humberto, do Barueri, que disputa o campeonato paulista, marcou um gol, se soltou, e foi comemorar com o volante Max Carrasco. A comemoração deixou muita comentarista enru-ru iradíssima pensando com seus botões: “por que
não foi comigo, Senhor?”. Daí choverem comentários homofóbicos e piadinhas que dizem mais da insegurança afetiva dos piadistas do que da condição dos jogadores. Mas é claro, num país onde a imprensa não sabe sequer organizar uma investida inteligente contra um governo popular, e sendo a imprensa esportiva ainda mais limitada intelectualmente, nem Soninha escapando, só pode ficar mesmo na estupidez e no pavor de desmunhecamento (in)consciente debaixo da bancada do programa esportivo.
Sentiu a brisa, Neném?

Φ O Bispo sul-africano Desmond Tutu, que já tinha ganhado um prêmio Nobel pela sua luta no enfraquecimento da subjetividade racista no seu país e no mundo, agora ganhou outro reconhecimento, desta vez da Comissão Internacional dos Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Trans e Bissexuais, pela sua luta também no enfraquecimento da subjetividade homofóbica. Tutu, que é da Igreja Anglicana, comprou briga até com membros da sua própria igreja, que é mais aberta que a católica, mas que também se incomoda com o sopro gayzístico. Evidência de que é possível se acreditar num Deus menos antropomorfizado e que carregue paixões tão humanas, demasiado humanas. Sentiu a brisa, Neném?

Φ Violência homofóbica não mobiliza Manaus. Enquanto em Alagoas, o assassinato de Daniel Acelino, 43 anos, morto a pedradas, movimentou as entidades GLBTT de Maceió, em Manaus, morte decorrente também de rancores homofóbicos parece não comover as entidades da categoria. No último dia 26 de março, o jovem Thiago Nogueira foi morto por dois homens em uma moto, na Avenida Getúlio Vargas, no centro da cidade. Somente neste mês, contando Thiago, já são 3 os assassinatos com características homofóbicas. Infelizmente, a população GLBTT de Manaus parece só se mexer quando o assunto é Parada Gay, mas na hora de brigar pelos direitos civis, tudo fica a cargo da presidente da associação, Bruna La Close, que tem de recorrer aos órgãos públicos. O próprio movimento em Manaus é muito dependente de ações governamentais, e não tem autonomia para promover eventos nem atividades sociais, ficando à mercê de madrinhas e padrinhos oportunistas, que sabem que voto não tem orientação erótica. Cadê a gayzarada de Manaus, oxente? Sentiu a brisa, Neném?

Φ Alguns gays ainda não largaram a subjetividade familialista. O casamento é uma instituição que foi muito bem aproveitada pela moral burguesa. Colocar cada coisa em seu lugar, o homem no papel de chefe da família, a mulher submissa, a fidelidade paranóide, o cotidiano mesquinho das brigas… o fracasso da monogamia, letra de Aldyr Blanc, voz de João Bosco: “Wanderley e Odylon / Yolanda e Adelina / Cada um faz o que gosta / E o relacionamento / Continua a mesma bosta”. Ui! Mesmo assim, alguns homoeróticos querem, insistem na palavra “casamento”. Que é diferente de uma uma união civil estável, que garante os direitos e preserva o patrimônio em comum, necessidade da sociedade da propriedade. Mas o casamento é muito mais que uma união civil, e a família moderna, graças às mudanças nas relações econômicas e do trabalho, prescinde deste ritual social. Embora, assim como o saudosismo infantil de épocas remotas e o retorno a um igrejismo medieval, a “onda” dos casamentos tenha retornado mais como embrutecimento do que como distensão. Agora a briga no meio GLBTT é saber quem casou primeiro. Bastou o jornalista Felipeh Campos anunciar seu junta trapinhos com o produtor de moda Rafael Scapucim como “o primeiro casamento gay do Brasil”, pra outros casados entrarem em POL-VO-RO-SA! Puro marketing, bobinh@s, com direito a todo o protocolo de um casamento tradicional, e a presença do governador do Rio, Sérgio Cabral Filho. Agora, se o assunto é o Day After, com as brigas, os desentendimentos, as expectativas jamais cumpridas, o ódiozinho reprimido, o esvaziamento do erotismo, a eterna luta de duas consciências tentando aniquilar uma à outra, será que se essas monas sacassem isso, teria esse bafafá todo? DU-VI-DE-Ó-DÓ! Sentiu a brisa, Neném?

Beijucas, até a próxima, e lembrem-se, meninas/os:

FAÇA O MUNDO GAY!


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.039 hits

Páginas

Arquivos