Arquivo para 17 de maio de 2008

i iNDA TEM FRANÇÊiS Qi DiZ Qi A GENTi NUM SEMO SERO

@ ÁLVARO DIAS E FERNANDO HENRIQUE TAMBÉM APARECEM COM APARECIDO, pois se o ex-funcionário da Casa Civil, que foi indiciado ontem pela Polícia Federal por “violação de sigilo funcional”, significa, segundo arguta análise n’Os Amigos do Presidente Lula, que o assessor de Dias, André Eduardo Fernandes, também deverá ser indiciado, assim como Dias e FHC, por terem feito uso das informações de acesso restrito. Segundo artigo 325, parágrafo 2º do Código Penal, a pena é de dois a seis anos de prisão ou multa. Ainda segundo o blog, se José Aparecido for condenado, FHC só se safa se confirmar ainda mais o crime de Álvaro Dias; este, só se confirmar ainda mais o crime de seu assessor. No caso de Álvaro Dias, no mínimo deveria ser julgado pelo Conselho de Ética do Senado por quebra de decoro parlamentar. Se assim proceder logicamente a Polícia Federal e o Conselho de Ética, veremos nos próximos dias mostras da solidariedade tucana: a antieticidade. I inda tem françêis…

@ JULGAMENTO E PUNIÇÃO PARA TORTURADORES da ditadura militar (1964-1985) é o que defende o Ministro da Justiça, Tarso Genro. Para o presidente do Clube Militar, general Gilberto Figueiredo, Tarso quer apenas “tumultuar”. O Brasil é um dos países onde, principalmente nos últimos dias da ditadura militar, houve muito filhinho de papai gritando pra ser torturado quando não havia mais tortura física, enquanto reproduziam microfascismos confirmadores da ordem estabelecida. Talvez por isso é um dos países da América do Sul onde os crimes da ditadura foram perdoados/esquecidos, sendo comum ver-se conhecidos torturadores, por exemplo, muito bem protegidos pelas medalhas e cargos que ganharam antes e depois do período militar. Mas isso não significa que não houve torturas e perseguições de todas as ordens que diga a ministra Dilma Roussef! —, ao contrário, encobre-as. Só recentemente, no Brasil, tem havido manifestações judiciais mais visíveis a respeito dos crimes cometidos na ditadura militar. Entre elas, uma das principais é uma ação civil pública do Ministério Público Federal para que os coronéis do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra e Audir Santos sejam considerados torturadores no período da ditadura militar e que façam o ressarcimento à União de R$ 7 milhões pagos a famílias de vítimas e desaparecidos políticos entre 1970 e 1976, período em que ambos foram comandantes do DOI (Destacamento de Operações de Informações). I inda tem françêis…

Vamos que vamos

Que nunca fomos

Aonde nunca chegamos…

PT/AM E AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS: O DEBATE ANTES DAS PRÉVIAS

Na noite de ontem, no sindicato dos metalúrgicos, aconteceu o único debate organizado pelo PT/AM antes das prévias que decidirão quem será o candidato do partido. Os dois pré-candidatos, Sinésio (Deputado Estadual) e Praciano (Deputado Federal) compareceram e simpatizantes dos dois lados, bem como filiados indecisos quanto ao voto estiveram no evento, onde o objetivo era ouvir os candidatos sobre suas propostas e intenções.

Infelizmente o formato do debate, bem como animosidades entre partidários de um e outro pré-candidato impediram uma discussão mais elaborada dos temas políticos a que se pretendia o debate. Os candidatos, após a apresentação feita pelo mediador, Barroncas, se pronunciaram, e depois respondiam à perguntas de filiados sorteados, sendo a cada rodada quatro perguntas para serem respondidas em cinco minutos. O pouco tempo para lidar com muitas questões, e o fato de partidários de um e de outro lado aproveitarem a sua pergunta não para propor questões, mas para “levantar a bola” para o seu candidato, tentando expor alguma fragilidade do adversário tornaram o debate menos uma exposição de idéias do que de palavras de ordem e frases feitas. Mesmo assim, pontos importantes da administração municipal, como o transporte coletivo, a concessão do sistema de abastecimento de água, a relação entre o executivo e o legislativo municipais foram tocados, mesmo que de leve.

SINÉSIO E PRACIANO FALAM

O discurso de Praciano durante todo o debate se pautou em reforçar o aspecto do Partido dos Trabalhadores como um partido que deve valorizar o aspecto da diversidade que compôs o partido. “O partido não é um partido de palácios, mas de paróquias, de praças, de ruas, de sindicatos”. Sublinhou que as administrações anteriores de Manaus têm todas uma relação íntima, incluindo o atual governador, e que o atual prefeito deu continuidade a esta linha “privilegiada” que fez política no Amazonas. Chamou a atenção para a sua produção no mandato de vereador (sobretudo no aspecto da fiscalização ao transporte coletivo) e o atual mandato de deputado federal.

Sinésio deu ênfase no aspecto das alianças com os partidos da base aliada, e em governar em alinhamento com o governo do Estado e com o governo Federal. Sinésio trouxe para o debate uma estrutura de campanha, com panfletos, informativos e até torcida organizada.

AS “TORCIDAS”

As torcidas tiveram uma atuação à parte, na maioria das vezes enfraquecendo o caráter de discussão que o debate se propunha. Houve inclusive um episódio de conflitos, que por pouco não chegou às vias de fato. A de Praciano, mais contida, e em maior número. A de Sinésio, barulhenta e em alguns momentos mesmo ofensiva. No entanto, foi a exaltação de um partidário de Praciano quem iniciou a confusão. As duas torcidas se alternaram nas perguntas que tinham menos uma função de propor discussões do que colocar o adversário em situação desfavorável ou “levantar a bola” para o seu candidato. Poucas foram as perguntas que levantavam algum assunto relevante ou política pública, e nenhuma das perguntas (até pela questão do método de organização do debate) realmente acrescentou algo de novo à discussão.

No caso de Praciano, o fato dele ter saído do PT, e passado por PV e PDT, foi usado pelos adversários para tirar votos do cearense. Já o paraense Sinésio teve que se haver com a ojeriza de muitos petistas à proximidade dele com o governo Braga. Adepto do populismo de direita, Sinésio soube orquestrar torcida, marketing e postura no debate de uma forma bem próxima ao tradicionalismo que encontra no colega de assembléia Berlarmino Lins, para citar apenas um. Sinésio também se equivocou em dois momentos: um quando afirmou que a primeira prefeitura conquistada pelo PT foi a de Fortaleza, com Luizianne Lins (a primeira, há mais de dez anos, foi a da cidade de Diadema, em São Paulo), e a outra, quando afirmou que o ex-procurador e agora ministro do STJ, Mauro Campbell, indicado pelo amigo Braga ao cargo, será (se confirmada a indicação) o primeiro amazonense ministro do STJ. Esqueceu-se de Henoch Reis, na década de 70. Já Praciano, se enrolou quando fez referência ao livro “Revolução dos Bichos”, de Orwell, citando situações um tanto diferentes do que está registrado na estória, embora nenhum dos presentes tenha dados sinais de que percebeu a falta de apuro do deputado com o enredo da obra.

Embora com o clima declaradamente de disputa, o debate encerrou-se com promessas de apoio mútuo, do derrotado para o vitorioso, seja ele quem for. Ao final do evento, os dois candidatos falaram a este Bloguinho:

“Tudo foi altamente positivo, considerando que é difícil, e este processo democrático que o PT continua sendo pioneiro, não só aqui em Manaus, mas em outras cidades, onde o PT demonstra que democracia é escolher seus próprios candidatos, ouvindo, debatendo, dialogando, até porque os outros partidos deveriam fazer desta forma, por que daí nasce a contribuição e participação de todos os filiados, e também propostas de governo. Então a partir daqui já estaremos apresentando o plano de governo, que será aperfeiçoado nas discussões. Os partidos políticos têm a prerrogativa de lançar candidatos majoritários e minoritários, mas só se avança ouvindo, e não a ordem saindo de um ou de outro. Então o PT promove essa maravilha que foi esse debate, que foi produtivo, onde cada um, tanto o Praciano como eu, temos perfis diferenciados, podemos contribuir para que o PT possa cada vez mais se fortalecer politicamente em Manaus e no Amazonas” (Sinésio Campos).

“O Partido dos Trabalhadores é isso aí, tem uma democracia interna, às vezes, como em qualquer outra organização, essa democracia é agredida, mas hoje encerramos as campanhas das prévias, e com uma atividade interessante, que é discutir com a militância princípios, plataformas de governo, a questão da ética, da transparência, da parceria da sociedade. Mostrar para os companheiros quais são as duas opções que têm, para que eles avaliem a melhor opção. E eu espero que a melhor opção seja aquela que também esteja como melhor na avaliação popular. O PT pode tomar uma decisão que não corresponde ao que a sociedade pensa. Então nós estaremos criando um hiato em relação a esta avaliação, o povo pensa de um jeito, o PT decide de outro. E nesse momento, estou fazendo campanha, dando uma mensagem aos companheiros do PT: acho que meu nome é o mais apropriado e é o mais compatível com o pensamento da sociedade, com o que ela aponta. Se for o companheiro Sinésio não tem problema, vamos pra luta, se for comigo, será uma decisão nossa, uma decisão do Partido dos Trabalhadores” (Francisco Praciano).

O debate na realidade foi a única movimentação do partido em termos de campanha dos pré-candidatos, já que desde o ano passado, nos bastidores, a briga entre as facções favoráveis ao apoio ao prefeito Serafim, ao candidato do governo do Estado e à candidatura própria levaram o partido a uma indefinição que só terminou com a voz da militância, que forçou a barra para que a candidatura própria fosse viável.

A situação expõe o aspecto de aproximação do PT, que vem acontecendo já a alguns anos, e que no Amazonas sempre foi mais presente, com uma tendência mais preocupada com os resultados eleitorais, privilegiando práticas voltadas para a eleição em quantidade, do que a animação de discussões que levantem questões sociais para o país. O PT se aproxima cada vez mais do que o jornalista Mino Carta apelidou de “agremiação de colegas”, os partidos tradicionais, de direita e à direita da esquerda.

Agora, é aguardar o resultado das prévias do Partido, que irão ocorrer no próximo domingo, e este Bloguinho Intempestivo fará a cobertura, dando em primeira mão o resultado.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.530 hits

Páginas

Arquivos