Arquivo para 23 de maio de 2008

CLINAMEN

___ oblíquas variações infinitas dos corpos ___

___________________________laços_______ passagens ____ distensões           Em sua paixão ela afirmou que morreria se ele morresse: ela viveu.              Somos desdobramentos infinitos dos elementos que nos condenam à imortalidade.       Nem antes, nem agora, nem depois precisamos da metafísica, já que somos clones genéticos em eterno desdobramento.                               “Vô cantá no canturi primeiro as coisa lá da minha mudernage qui mi fizero errante e violêro eu falo séro e num é vadiage” elomar                      Relação histórica-política-científica meia besta chegando quase ao ridículo intelectual, mas…  O filósofo Marx diz que o homem só coloca para si problemas que pode resolver. Diz também que um sistema só substitui outro quando o anterior perde suas forças históricas. O mundo passa por uma profunda crise na produção, distribuição e preço do petróleo: o problema.        O BRASIL ENCONTRA-SE ENTRE OS PRIMEIROS EM RESERVAS PETROLÍFERAS, em produção de derivados e venda nos mercados nacional e internacional: a substituição da dependência pela independência. Marxistamente, tudo acontece no governo Lula. Resume-se: Esse Lula encontra-se em Marx, na ciência e na natureza. __________________________ O outsider da geração cinqüenta, Corso, disse que “A MORTE É UM BOATO DA VIDA”.  Grande sacada nietzscheana.             Uma armadilha da vida que o homem com sua cultura, mitos e místicos caiu.             A vida cria um boato e espalha, o homem acredita: se angustia. Cria deuses e paraísos. Mas é só um boato, nada mais que um boato.                     Mesmo que suspeite-se que “todo boato tem um cunho de verdade”, é só um boato criado pela Vida. O boato “que tem  um cunho de verdade” é produção moral do homem. Corso zombou. Se há vida, que importância tem a morte se ela não existe a não ser como boato. Boatar é brincar. É dá aquela estremecida nos indiferentes.     Nada de perturbações, medos e angústias.                               “São quatro jogadores nesta mesa, frente a frente, para jogar. São quatro cabras de peia no desafio do jogo das bruxas, em noite de lua cheia” cátia de frança    ___________________________________ _______________________________________ Leve, solto, caminhante, cantante, SOL ASTRO REI POLICRÔMICO SEDUTOR DA VIDA.     Derme, epiderme, profundidades, labirintos, TESEU COLHE, BEBE NO FIO DE ARIADNE.            SENSUAL  DROMOGRAFIA espargindo na cidade a velocidade sábio-companheiro. São Paulo, o ressentido e má-consciência, condena. São Paulo, cintilante-rondante, exclama: “O MUNDO É GAY!” “Sim, meu amigo, agora eu sei, você continua a ser meu amigo. Eu pensei que você não ia sacar. Eu pensei que você não ia parar com aquela indiferença boba. Realmente, meu amigo, as coisas nunca, nunca, nunca são tão reais quanto parecem ser. E no meio de toda esta confusão que é grande e que confunde tanto, eu preciso demais de você. Eu pensei que você não ia sacar. Eu pensei que você não ia falar. Mas você olhou tão profundo e sorriu. Que apesar de toda esta tristeza, agora eu só sinto em mim motivo de alegria. Porque comecei a pensar no seu sorriso lindo vinte quatro horas por dia. Eu pensei que você não ia sacar. Eu pensei que você não ia voltar. Mas você chegou e sorriu como um anjo de luz” flaviola                    Flaviola (flauta e viola) foi um músico pernambucano que dizem ter sido o primeiro a gravar um disco independente. Era lá para as bandas de 70 quando os últimos lampejos do movimento hippie deitava suas cores e sons nas praças e ruas do Brasil soturno sob os olhos vigilantes da ditadura. Época dos primeiros entrelaçamentos subterrâneos (Sartre diria recorrência) de uma subjetividade-democracia que emergiria posteriormente como liberdade. Território, enunciação e estado de coisas onde alguns artistas se deslocavam para criar e mostrar, fora da força industrial-capitalística, suas obras. Foi assim que Flaviola gravou seu LP, colocou na mochila, correu pelo Brasil à fora, até chegar na Praça do Congresso em Manaus para mostrar sua arte. Um, no meio de outros jovens talentos que inauguraram a nova forma de romper com as prisões impostas pela indústria fonográfica sobre os músicos. Rebelde-caminhante, Flaviola possuía uma boa bagagem erudita. Neste LP gravou poemas de Garcia Lorca, Shakespeare, Henriqueta Lisboa, Florbela Espanca, entre outros. Viveu intensamente sua paixão como artista-filósofo. Amigos seus, dizem ter sido o primeiro artista a morrer com Aids. Como diria Herbert Daniel, não Aids como um  anagrama dias, como dor-culpa-condenação, mas como alegria-liberdade-salvação.                                “Só podemos captar o mundo a partir de um ponto ômega exterior ao Humano, a partir de objetos e de hipóteses que representam para nós o papel de atrativos estranhos” baudrillard

ENUNCIAÇÕES MORAIS DOS DETRATORES/APROVEITADORES DA MORTE DE JEFFERSON PÉRES

Jefferson Péres

No cenário da política amazonense e nacional, o repentino falecimento do senador Jefferson Péres nesta manhã, em decorrência de infarto, deixa praticamente vazio o lugar senatorial que ele ocupava como ninguém: de paladino da moral e da seriedade. Por tal, inúmeras vezes ele se posicionou de forma retrógrada e fechada em si mesma, de modo a favorecer mais a direita canhestra do que os processuais democráticos em avanço no governo Lula. A mesma moral intransigente que o fez afirmar que renunciaria caso este fosse reeleito.

Apesar deste bloguinho ter se posicionado na maioria das vezes numa análise de desconstrução das posições intransigentes de Péres — não ele em si, mas o discurso moralista que passava por ele —, jamais descuramos de que ele se diferenciava dos outros senadores amazonenses antigos e recentes por ser uma pessoa íntegra, que acreditava nas suas posições, não sendo, portanto, um homem de conivências. Pelo que consta, jamais se utilizou da política para enriquecimentos ou favorecimentos ilícitos, práticas que combatia na sua austeridade. Ao contrário, suas campanhas eram nacionalmente das menos remuneradas. Mesmo assim deixou passar em branco desconfianças no milionário faturamento de campanha, como as que pairaram sobre a campanha de Marcelo Serafim na última eleição, provavelmente por ser amigo do prefeito Serafim.

OS APROVEITADORES DOS DIVIDENDOS ELEITORAIS

Mas os exploradores de cadáver já se manifestam para se aproveitar de sua imagem e aproximá-las de sua candidatura, principalmente carpideiros prefeituráveis. Com certeza já não faltam a estas horas quem os sensitivos que, mesmo sem saber da morte de Péres, até sentiram um aperto no peito quando ia escovar os dentes ou à mesa para o café da manhã, como se fosse um prenúncio. No mercado fúnebre do interesse eleitoreiro, é até possível que alguém venha a propor o desfile do funeral por toda a cidade de Manaus. Com a dispensa do carro funerário, talvez haja briga pelos dividendos de segurar nas abas do caixão. A única solução talvez seja a divisão delimitada em metros, tantos os interessados e com insuspeita moral para segurar o caixão.

NAS PREVISÕES DE PAI GILMAR

Acredite ou não, creia ou não creia, no dia 31 de dezembro do ano passado, ao pedirmos as previsões de Pai Gilmar para este ano, o respeitado babalorixá previu o falecimento de um político majoritário no cenário amazonense.

Um político muito influente vai falecer esse ano, eu não sei o nome dele, mas é um político muito influente. Porque tem muitos políticos influentes, o Arthur, o Jefferson Péres, o Amazonino, o Gilberto Mestrinho. Um deles, eu não sei qual é, mas nós vamos ter uma perda muito grande esse ano de 2008, provavelmente na metade do ano, do primeiro pro segundo semestre.”

Sem querer agourar ninguém, apenas no plano político —não como reserva moral —, entre tantos, Jefferson Péres ao menos se diferenciava de muitos por sua posição partir de princípios, ainda que arraigados de moralidade, mas distantes da truanice, da verborragia e da sordidez.

DISCRIÇÃO E ETICIDADE FINAIS

Para este bloguinho, assim como a imagem de Jefferson Péres não deve ser mumificada como um baluarte da moralidade fechada em si mesma, deve ser diferenciada de todos os detratores e aproveitadores. Ele foi alguém que sempre percebeu e encarnou a “grande crise moral”, de tal forma que caiu numa opacidade, não deixando fluir o humor e a inteligência, com os quais ele teria ajudado mais nas construções democráticas do que a seus verdadeiros rivais, como tantas vezes aconteceu. Nos últimos dias, há de se notar que ele não mais vinha aparecendo com tanta freqüência na seqüelada mídia. Será porque suas posições estavam mais racionais, tanto que uma de suas últimas aparições foi a respeito da votação em torno da CPMF, quando ele afirmou, acertadamente e em sintonia com o governo Lula, que provavelmente até ia contra a posição de seus eleitores, mas que votaria pela continuação do imposto? Teria ele percebido melhor a importância de suas opiniões e o lugar onde estava situado, apurado-as melhor democraticamente, o que, midiaticamente, não interessa? Estariam suas opiniões finalmente distanciando-se um pouco da moralidade dura, retrógrada e opaca e aproximando-se mais de uma ética a serviço dos avanços democráticos? Se é nesse rastro que o movimento de sua existência seguia, somente neste rastro ela deve seguir além e aquém da morte…

A ‘VORAXIDADE’ DAS OPERAÇÕES DA PF NO AMAZONAS E O RASTRO QUE LEVA AO GOVERNO DO ESTADO

Dizem algumas bocas que o presidente Lula evitou ir à Coari nesta recente visita que fez ao Estado do Amazonas. Já saberia da operação Vorax, desencadeada dias depois, e que prendeu familiares, amigos e envolvidos em um esquema de desvio de verbas da prefeitura da cidade de Coari, a cidade do gás.

Para quem não acompanha o noticiário local, pode ser interessante saber que a cidade de Coari recebe royalties da Reserva Natural de Urucu, desde 2001, quando a Petrobrás começou a extração de uma imensa reserva de gás natural. A arrecadação da prefeitura de Coari aumentou em progressão geométrica com a instalação da reserva e do gasoduto. Muita coisa foi prometida pela parceria Adail Pinheiro (prefeito da cidade) e Eduardo ‘Guerreiro de Sempre’ Braga. Até hoje, o gás não chegou a Manaus, e os taxistas que aderiram ao gás natural, ainda no primeiro mandato de Braga, até hoje aguardam a tão propalada economia no bolso com o gás substituindo a gasolina. O cano não chegou até os tanques.

OPERAÇÃO VORAX

A operação da PF, que atuou nas cidades de Manaus, Coari, Novo Airão (Amazonas), Boa Vista (RR) e Brasília/DF, prendeu suspeitos de participar de um esquema de fraudes em licitações da prefeitura de Coari, que vinha funcionando desde 2001. Os recursos, advindos do Estado, do Governo Federal e dos royalties da Petrobrás eram desviados através de licitações fraudulentas, que envolviam empresas-fantasmas e de parentes e amigos de Adail.

Para se ter uma idéia do tamanho da fraude, dois elementos chamaram a atenção dos investigadores:

1) Somente no ano passado, e envolvendo apenas cinco empresas do esquema, foram repassados quase 50 milhões de Reais.

2) Em uma casa abandonada num loteamento da prefeitura local, os agentes da PF encontraram malas de dinheiro, totalizando quase 7 milhões de Reais. As malas e os blocos de dinheiro estavam escondidos no forro das casas.

Embora os nomes dos envolvidos não tenham sido confirmados, já se sabe que o segurança, uma irmã e um irmão de Adail foram presos, além do secretário de Obras, a secretária de Ação Social e o de Finanças, empreiteiros, um médico e até um colunista social. No total, somente em Manaus, foram efetuadas 11 prisões de um total de 23 mandados (aqui você lê os nomes e locais por onde o vendaval da Polícia Federal passou).

PF TAMBÉM É CULTURA!

O nome da operação que prendeu e desbaratou o esquema foi dado em referência a uma bactéria, a Alcanivorax borkumensis, que se alimenta de petróleo, e está sendo estudada pelos biocientistas como uma alternativa para a limpeza no caso de derramamento de petróleo em ambientes naturais (leia mais aqui).

AS RELAÇÕES DE ADAIL PINHEIRO E O GOVERNO BRAGA

Adail é velho conhecido da PF. Às vésperas da eleição de 2006, o prefeito da cidade do gás foi detido junto com o então candidato Ari Moutinho. Os dois carregavam 250 mil Reais em notas de pequeno valor, e o parecer do MPF foi positivo quanto a considerar a situação como indício de compra de voto. Moutinho e Adail fazem parte dos primeiros escalões das relações institucionais do governo Braga. Adail provavelmente sentirá o distanciamento do amigo ‘guerreiro de sempre’, como sentiu o amigo Moutinho à época da Operação Albatroz e do caso Prodente. Braga quer distância de quem se envolve com a PF, embora a cada operação que seja realizada no Amazonas, fique cada vez mais claro que o rastro chega ao Palácio do Governo. E como a imprensa não estabelece essa relação de lógica formal básica, cabe à população mostrar que entendeu o recado da Polícia Federal do governo Lula. Diz-me com quem andas…

O PROBO CANDIDATO DA ASSEMBLÉIA DE DEUS

O vice-governador, Omar Aziz, foi abençoado como o candidato enviado por Deus e escolhido pela família Câmara para guiar o rebanho da cidade de Manaus. Sob o olhar onipresente do antropomórfico e subserviente às paixões demasiado humanas, Deus da IEADAM, o fiel eleitor à santidade irá apertar o número sagrado (o da candidatura do PMN, partido de Omar) na urna eletrônica, a fim de espantar o anticristo, a ovelha negra da esquerda que veio para iludir o homem. Afinal, como alcançar o paraíso após a morte sem o sofrimento/dor/penitência, que prepara a alma para as delícias da vida eterna? Daí, um candidato como Omar, eterno vice, e especialista em pecados (principalmente os da tenra carne) ser o candidato ideal para os adoradores da dor.

Em tempo, Silas, deputado federal e ex-pré-candidato a prefeito, também tem seus méritos disangelistas, não se pode negar. É o Amazonas, revivendo a história de Esaú e Jacó, com Braga no papel de Isaac, Silas como um submisso Esaú, e Omar como Jacó. Tudo claro, na perspectiva biblioliterária da IEADAM.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.980 hits

Páginas

Arquivos