Arquivo para 30 de maio de 2008

CLINAMEN

___ oblíquas variações infinitas dos corpos ___

___________________susto_________impulso__________deslocamento__________

O STF – Superior Tribunal Federal julgou, por seis votos a favor, constitucional a pesquisa genética com células-troncos embrionárias. Insigne acontecimento para a comunidade científica e a sociedade brasileira, que possui  tecnologia capaz de avançar nas investigações científicas para produzir terapias capazes de modificar estágios enfermos de vários pacientes que esperam os resultados destes investimentos científicos.                       FUNDAMENTAL EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO, que teve que se opor aos dogmas religiosos em benefício da saúde humana.               Para o filósofo Nietzsche, a arte como potência do vir a ser não é da esfera religiosa, já que não cria o novo com os códigos humanos historicizados.             A arte é uma questão de arrebatamento disjuntor. Visibilizar o ainda não posto.       A religião põe o já posto: os corpus seculares do já posto. O dogma. O dogma é a Lei regrada orientadora dos seus fiéis, ao mesmo tempo que é o censor dos não fiéis. A história está repleta deste antagonismo promovido pelo dogma religioso, e em um deles a ciência. Galileu confirma.        Quando se pretende que o mundo seja somente o reflexo de uma idéia providente, o homem pára em sua jornada ontológica.             Os opositores da pesquisa refletem essa imobilizada-idéia, já que não vão além do dogma. Daí não entenderem a vida como um à priori  ao dogma, que é teo-político-histórico-cultural.                    Presos a esta perspectiva, não podem ver que o homem é apenas um percurso da vida que se movimenta em sua duração infinitamente imortal. Engendra a emergência humana na terra, e o guardará após seu desaparecimento bio/cultural. A herança genética-múltipla do seu ter existido. ESTAMOS ANTES DE ESTARMOS, ESTAREMOS DEPOIS DE TERMOS ESTADO. O que nenhum dogma poderá preservar, pois não terá para quem enunciar este percurso-vital. Assim, sendo a ciência, como investigação filosófica desta duração-vital, só tenta encontrar sinais-naturais e inventar modelos científicos para serem inclusos na existência humana. Tudo o que ainda não se tornou real. “Quem tem razões para acreditar na sua ‘vida após a morte’ precisa aprender a suportar sua ‘morte’ durante a vida” nietzsche.           ______________________________________Uma folha nunca cai, compõe com um território aéreo e, como outro corpo, comporá com o solo a emergência de um segundo corpo “Ri, pode rir, não faz mal, todo amor afinal deixa o peito sangrando” Alexandre Nardoni, acusado e preso, sob suspeita de haver assassinado em parceria com sua companheira Ana Carolina sua filha, a meiga Isabella, atribuiu ao governo Lula a causa da hiper publicidade, praticada pelos meios de comunicação, da morte de sua filha. Para ele, toda massificação do acontecimento foi para esconder os problemas graves que o país passa.                  Alexandre com seu argumento confirma a lógica da indiferença da classe média a qual pertence: nada sabe o que acontece  no Brasil do governo Lula. Não sabe da diminuição do desemprego, do aumento da confiança do povo brasileiro no governo, do crescimento industrial, diminuição da pobreza, produção de petróleo, o PAC, ingresso do Brasil no rol dos países para grandes investimentos anunciado pela agência de classificação de risco, Fitch,…                                   Mas o pior é que, se tratando de economia de mercado, Alexandre não sabe que a super-exposição do fato que ele está sendo acusado, é produto do sistema de informação e da mídia. Não sabe que todo acontecimento é abstraído pela informação para transformá-lo em não-acontecimento para  circular como signo negociável “em termos de modelo” no Star-System da aldeia global.

Sequer desconfia que o acontecimento morte da criança Isabella, como tempo real, foi esvaziado, desativado, codificado e transformado em imagem-virtual, signo-mercadoria sem auto-referente, “permutável no mercado cultural da informação” (Baudrillard). Esvaziada, “desvitalizada historicamente” a singularidade-acontecimento-morte-Isabella, a mídia simplesmente recolocou a imagem-virtual em uma órbita-comunicacional-artifical, “cena transpolítica da informação”. Aí a comoção patética dos consumidores.                         A mesma maquinação que a Globo tentou manipular contra a reeleição de Lula, quando escamoteando a notícia da queda do avião da Gol, exibiu as fotos do dinheiro do suposto dossiê contra o candidato do PSDB. Não causou a patética comoção esperada pela emissora conspiradora.        Pode ser que seja um recurso usado por seus advogados de defesa.   Não emociona.  ___________________

__________________O último é só a paralisação mágica da seqüência.  Fora da mágica a vida é que continua.                        “Vocês tão vendo aquela casa abandonada, lá no alto da chapada, (…) ali morava uma caboca apaixonada” caboquinho do norte

O BEIJO GAY DA GLOBO NA FRENTE PARLAMENTAR ABGLT

Um beijo, seja na boca ou em outra parte do corpo, não é só uma composição sensório-erótica. É uma enunciação que carrega corpos materiais e imateriais político, social, histórico, moral, religioso, estético, reservas de uma movimentação da economia ontológica do homem sempre a agir como dispositivo da liberdade. E, então, quando se trata de um beijo entre seres homoeróticos, mais liberdade, já que as clivagens castradoras materiais e imateriais, nestes corpos, tinham, e tem, o destino de suas eliminações.

Um beijo tem duas forças de deslocamentos (trepidações) destes códigos enunciativos. Um, no ato de beijar. Outro, no ato do olhar. No primeiro, há certeza da liberdade. No segundo, a liberdade ainda é dúvida. De qualquer forma, o beijo é sempre composição elevadora do existir. Nisso a fundamentação da presença dos beijantes. Quem olha não beija, é desviado pelo fetiche que substitui as bocas.

Um beijo em televisão, principalmente em telenovela, não carrega qualquer disjunção libertadora. Um beijo neste território é sempre uma mercadoria. Um fetiche que elimina o objeto do desejo: os lábios transgressores condutores à liberdade. Um beijo-mercadoria carrega a dupla abstração (Marx) do objeto (como o dinheiro) que impossibilita a realização do signo político-social, já que perdeu suas notas visuais e representativas, por tratar-se de um fetiche. A desrealização dos corpos. Surge como corpo fálico, virtual, sem potência signo: a sua realidade social. Sua referência lingüística. Em telenovela não há vida. Portanto, não há beijo. “Tão falso como um beijo de telenovela”, diz o irônico poeta sobre seu amor-virtual. Querendo-se hiper-real, até o hálito é descondensado.

O BEIJO GAY DA GLOBO

Dada a exclusão perpetrada historicamente pela moral hebraica-cristã-burguesa, o beijo homoerótico se insinua duplamente como fetichismo. Para esta moral, o beijo homoerótico não é real. Não habita o universo sensual da realidade moral heterossexual. Daí ser transformado pela Globo-Aguinaldo, em moeda de troca de audiência. Não há a transgressão que ambos tentam embalar no universo psicodélico da indústria de consumo. A dupla jamais se permitiria isto. Há um caricato beijo, grotescamente exibido como patética mercadoria refletora de uma estúpida curiosidade. Bizarrice: O gay é de outro mundo. “Viu o beijo na boca do gay da Globo-Aguinaldo?” Serve como mercadoria de sondagem para desvalidos-sexuais de jornal, como a reacionária Folha de São Paulo. Diria, este sim transgressor, Tom Zé: “Pra vender muito jornal”. Alguém poderia perguntar: “E se os atores forem gays, o beijo não seria real?” Não. Seria a triplicação fetichista do beijo. Nenhum gay finge beijar. A TV como abstração formal da vida posta à simulação. Um beijo antes de ser gay, ele é bio/cultural: os bebês produzem os seios de suas mães sugando/beijando. Fora da codificação sexo/classificatória como pretendem a Globo-Aguinaldo.

A FRENTE PARLAMENTAR MISTA PELA CIDADANIA GLBT

A transmissão desta cena será de grande valia, pois desta forma será mostrado ao público que a manifestação de afeto entre duas pessoas do mesmo sexo…”, defende a deputada do PT-RJ, Cida Diogo. Caiu na armadilha Globo-Aguinaldo. Gay não é virtual. É real. Beija na vida real. Em telenovela não há afeto. Afeto, como diz o filósofo Spinoza, é corpo que compõe encontros que diminuem ou aumentam a potência de agir. Em telenovela não há corpos compossíveis. Só quimeras: entes imaginativos sem essência e existência. Cida pretende convidar Aguinaldo-Globo para participar do encontro nacional sobre “Direitos Humanos e Políticas Públicas: O Caminho para Garantir a Cidadania de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais”. Convictamente, afirma: “O Aguinaldo Silva está fazendo um trabalho importantíssimo junto à sociedade”. Não está. Faz parte da máquina despótica devoradora de mentes, e alienadora de telespectadores globotizados. Aguinaldo é reacionário desde o tempo (70) do Lampião da Esquina (talvez o primeiro jornal com temas homo), do escritor Gasparino da Mata, Cury, etc. A sociedade brasileira para Aguinaldo é a folia psicótica que a Globo produz e defende. Por isso que ele é quindim desta telespectral. Aguinaldo é tão importante para os gays quanto o ‘Cansei’, por isso coloca diálogos em seus personagens que insinuam agressões contra o governo Lula.

Não é um fálico beijo-gay na telenovela da Globo-Aguinaldo que vai auxiliar na autenticação ontológica dos homoeróticos. Pelo contrário, vai ajudar mais ainda no fortalecimento do conceito de que são entes curiosos, bizarros, descarnados do amor, liberdade e atuação na vida. Meros saltitantes entes ficcionais. Motivo para a trapaça do põe ou não põe na tela. Motivo da carta da deputada à Globo que não entendeu que o Mundo É Gay.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.871 hits

Páginas

Arquivos