Arquivo para 9 de julho de 2008

ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE NA ALE-AM? BE(A)LÃO!

Inúteis passeios esses nossos pela Assembléia Legislativa do Amazonas. Inúteis gracejos esses nossos com a história. Inúteis inutilidades as confluências parlamentares. Inúteis coerências. Fim de mandato? Viva, o “novo mandato”! Viva, Belão! Viva o Balão! Basta soprar. É flutuação. Para onde mandar, vai seu coração.

A manhã de hoje foi manhã de festa na ALE. Tudo no ALE e olhe. Similares parceiros/pareceiros. Salvo o modelo e a cor do paletó, era um voto só. Boa claque para assoprar o balão e jogá-lo para onde manda o vento: os anseios do governador Eduardo Braga. 18 sopros parlamentares contra 1 em branco, e o resto ausente. Branco é cor, assim como ausente é presente. Presente ao bom Belão, Balão: mais uma legislatura presidencial para o gáudio de seu senhor, a quem serve com esmero contra a população amazonense, seja quem seja o senhor.

VIVA O PRESIDENTE!

O presidente preside a presidência. A presidência é um corpus de leis. A presidência legislativa é um corpus constituído por signos democráticos que enunciam e preservam os direitos legislativos de um povo. O corpus legislativos é o corpus democrático. Simular um corpo é imitar uma cópia caricata distante da imagem original. Caricaturistas parlamentares caricaturam com seus votos o corpus democrático da ALE. A ocultação de seu corpus democrático. A recondução de Belão à presidência é a sombra exemplar da ocultação da democracia nessa casa popular. Enquanto o Belo-Balão infla, o corpus coletivo cianozeia. Uma casa acometida da pior enfermidade anti-democrática: os interesses pessoais. A perenização de Belão é a demonstração exemplar.

PARA QUE SERVE O NOME DEUS

Em discurso de agradecimento pela gratidão dos pareceiros, Belão deixou escapar ventos de gratidão: “Sou muito grato! Sou um homem de gratidão! Um homem sem gratidão não é um homem!”. O grato Belão se dirigia ao dublê de Lupércio, o sorridente deputado Sabá, que jurou eterna fidelidade a Serafim, e agora é vice na chapa de Omar, e ao deputado Vicente, cujo nome aparece em conversas de personagens envolvidos na quadrilha de Adail que a Polícia Federal desarticulou . Na verdade, o tom enfático, quase choroso, da “gratidão”, não era para os cúmplices, mas para seu patrão, Eduardo Braga. Belão é grato. Belão foi grato a Gilberto. Gratíssimo ao ex-governador Amazonino. Se gratidão levar ao céu, Belão é um celestial na terra: é o sagrado gratíssimo. A alcunha já sugere um ente etéreo próprio das espacialidades metafísicas. Enquanto houver patrão para reconhecer sua servilidade, ele será sempre o campeão da gratidão. O primeiro do Reino do Céu.

O bom Belão, como Balão, flutua tanto em sua servilidade que chega a Deus. E em Deus lê o pensamento do Senhor e afirma: “Deus quem quis!”. Sua rerereleição. E quem vai contra um balão, objeto que não está no chão, e está mais próximo de Deus do Céu? Nem Ícaro.

Então, se o negócio é voar, o povo clama:

Vai, azulão!

Vai, azulão, companheiro!”

Bica o balão!

Bica o balão, tão ordeiro!

QUE VOZES OUVE O ‘ORELHUDO’ NA PRIMEIRA NOITE NA PRISÃO?

No Brasil e em muitos países do mundo onde há décadas, séculos a corrupção e a impunidade se tornam históricas, para a população ela se torna às vezes habitual. Para quem acompanha há anos na revista Carta Capital, no portal Terra Magazine ou no blog Conversa Afiada, entre outros, as intermináveis tramóias bilionárias do banqueiro Daniel Dantas, talvez chegue um momento que sua capacidade de manipular, chantagear, corromper leis, pessoas, instituições comece a parecer algo natural. Mas não é.

Dize-me com quem andas…

Inimigo de quase todos seus sócios e concorrentes, sempre frio e desleal nas suas negociações, o dono do banco Opportunity se tornou um dos homens mais ricos do Brasil numa trajetória que passa por Antônio Carlos Magalhães, Fernando Collor, Fernando Henrique, a revista Veja, Marcos Valério, etc, sempre envolvido em trapaças. Em 1998, final do primeiro governo FHC, Dantas foi acusado de favorecimento na privatização da Telebrás.

Chacal faz o ‘orelhudo’ falar…

Mas a primeira vez, no entanto, que a maior parte dos brasileiros atentou para o nome de Daniel Dantas foi em 2004, quando de sua indiciação pela Operação Chacal, da Polícia Federal, que descobriu a violação de informações sigilosas de pessoas e empresas em órgãos públicos conseguidas por Dantas através da empresa Kroll, multinacional de investigações privadas.

Mas assim como para uma parte da população se tornava habitual a impunidade, para o ‘orelhudo’ também. Em abril recente, o banqueiro fez uma jogada de mestre: uma negociata com os empresários Carlos Jereissati e Sergio Andrade, da qual resultou a fusão da Brasil Telecom com a Telemar/Oi, e da qual ele levou a bagatela de R$ 1 bilhão. Mestre das cartas na manga.

Nem ouviu Satiagraha…

Mas a carta caiu da manga. Ontem às 6 da matina a Polícia Federal chegou silenciosa, conforme o nome da operação, Satiagraha, ao apartamento de Daniel Dantas, que fica de frente para o mar, em Copacabana-RJ, e surpreendeu ele e todos que haviam se habituado com a impunidade, dando-lhe voz de prisão. Depois de quatro anos de investigação, a Polícia Federal reuniu (aqui no site da PF) provas de diversos crimes: corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, sonegação fiscal e formação de quadrilha, detectando inúmeras empresas de fachada pelas quais o ‘orelhudo’ e seus comparsas faziam desvio de verbas públicas.

A irmãzinha, a esposa, Naji Nahas e Celso Pita…

Além da irmã de Daniel, Verônica Dantas, e de sua esposa, Maria Alice Dantas, e de outros nove integrantes da diretoria do Banco Opportunity, veio a prisão de dois nomes já bem conhecidos na ficha judicial brasileira. Um deles é Naji Nahas, especulador acusado de ser o responsável pela quebra da bolsa de valores do Rio de Janeiro em 1989, acusações das quais, embora com abundantes provas, foi inocentado em 2004. Foi preso pela Operação Santiagraha por chefiar um grupo que se ligava a Daniel Dantas por conseguir informações privilegiadas até do FED (Banco Central dos Estados Unidos), ele sabia, segundo a Polícia Federal, da descoberta do megacampo de petróleo de Tupi três meses antes de sua divulgação, e ainda era o principal responsável pela lavagem de dinheiro do grupo, comandando um grupo de doleiros, que também foram presos na manhã de ontem. Ainda entre os comandados por Nahas está o ex-prefeito de São Paulo, Celso Pita (o do esquema dos precatórios), que recebia vultuosas somas de dinheiro, quase sempre em espécie, e repassava a paraísos fiscais.

Gilamar Mendes, mui amigo…

A estas horas todos estes, Daniel Dantas, sua irmã, sua esposa, Naji Nahas, Celso Pitta e os demais, todos estão passando a noite na prisão federal. Há quem acredite que é por pouco tempo. Há pessoas que ocupam cargos fundamentais para o processo democrático, mas que o utiliza de maneira pessoal e fraudulenta, é o caso do ministro do STF – Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, que deu entrevista ao falacioso Jornal Nacional, chamando de “espetacularização” a operação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal e questionando o uso de algemas como desnecessário na operação. É por essas e outras que Paulo Henrique Amorim conclama o impeachment do presidente do Supremo.

Dos que não dormem na prisão…

Dantas ainda tentou subornar um delegado da Polícia Federal por nada menos que R$ 1 milhão. Só fez aumentar o número de acusações contra si. Dizem que apareceu rindo diante das câmeras quando foi levado algemado. Provavelmente por que, em seu hábito de sempre sair ganhando na trapaça sobre os outros, que vão desde seus concorrentes bilionários até o simples contribuinte isento na declaração de imposto de renda, em sua patologia, ele não compreenda bem o que está se passando. Como diz o filósofo Nietzsche, “só pode dormir quem sempre esteve acordado”, Dantas não dormiu essa noite, mas não ouviu vozes a não ser a sua, já que não tem a experiência do outro, na sua paranóia deve estar “pensando” em alguma forma de sair dessa. Mas os que observavam de longe, vão se aproximando para ver o acontecido e, ao contrário do orelhudo, dormem suavemente nessa noite, acreditando que os tempos são outros, e que um trapaceiro, não importa as cifras que ele carrega e suas escusas amizades, não pode lesar impunemente a coletividade. Quiçá a partir de agora bons sonhos só terá quem pode dormir!

DEPOIS DE EURICO, BERLUSCONI: SE A MODA PEGA…

Depois da turma vascaína mostrar que uma pequena parte dos torcedores era quem aguentava Eurico Miranda acabando com o clube alvi-negro, foi a vez de outro dirigente de clube ultra-direitista e aproveitador ser ameaçado de perder o cargo.

Embora, no caso do italiano Silvio Berlusconi, o buraco seja mais pra direita. É que o magnata das telecomunicações, que quer – e está conseguindo – transformar a carta magna italiana em salvaguarda nacional para operações ilícitas, não é apenas presidente do AC Milan, como Eurico era do Vasco da Gama. Il Caimano é o dono do clube rossonero. Tal como no primo-clone carioca, no clube da capital econômica da Itália, Milão, alguns torcedores acreditaram que as vitórias estavam diretamente ligadas à administração do homem do baú italiano.

No entanto, mais de 8 mil tifosi milanistas, embora agradecidos a Berlusconi pela administração do clube, afirmam que a conquista da Champions League da temporada passada e o mundial de clubes de 2007 não passaram de “un milagro del equipo”.

Enquanto os torcedores cobram contratações que possam jogar ao menos no sub-40, o filho de Silvio, Persilvio, afirma que contratar o artilheiro da Euro’08, o espanhol David Villa seria muito caro. O clube ficou conhecido na era Berlusconi pela máxima geriátrica (velho para o futebol, não para a filosofia): “craque só sai do Milan aposentado ou se quiser”.

O símbolo do time, Paolo Maldini, lateral-direito, já contabiliza 24 temporadas no clube. Outros “coroas” do futebol têm encontrado salvaguarda sob o manto rossonero. Ronaldo assinou um contrato onde pouco jogou, e no qual mostrou ao mesmo tempo que a ciência médica futebolista aliada a um desenvolvimento em meio à miséria social podem destruir um corpo, e que dois raios não caem no mesmo lugar: Ronaldo, até o momento, não conseguiu se recuperar e deve encerrar a carreira de bengalas (quase que literalmente) no Flamengo.

O Milan nem sempre foi o clube internacional que carrega com mais intensidade as cores (não o vermelho e preto) do ultra-direitismo europeu. Embora, nos últimos tempos, tenha se envolvido, junto com os irmãos-rivais Internazionale e Juventus, em trambicagens envolvendo arbitragem e manipulações de resultados, o clube nem sempre teve esta pecha.

Nas décadas de 50 e 60, as cores milanistas insuflavam os movimentos anti-fascistas italianos. Foi nessa subjetividade que o filosofante Toni Negri passou a ser torcedor do clube, mostrando como a torcida rossonera, (não tão) ao contrário da atual, inspirou e compôs grupos de combate de estrema-esquerda (tão à esquerda que tocavam, em alguns momentos, na direita). De lá para cá, o clube passou por uma reformulação, à qual, ainda na prisão, o espinosiano Negri já percebia a guinada à direita. Com Berlusconi, o clube conseguiu títulos. Mas assim como o Vasco de Eurico, também colecionou antipatia mundo afora. Embora, marketisticamente, hoje o clube tenha intrusão mercadológica em quase todo o mundo, rivalizando neste sentido somente com o Manchester United e o Barcelona (este último com um viés um tanto diferenciado), o clube coleciona críticas, e torcida contra: os anti-milanistas. Dentre eles, o próprio Negri, que prefere um clube distante da mafiocracia berlusconiana, e o jornalista Mino Carta, que prefere as cores do AS Roma, ainda que não haja assim tanta diferença, quanto mais os jogadores de ambos os clubes vistam a camiseta da azurra.

De qualquer sorte, a iniciativa destes pouco mais de 8 mil torcedores pode ser encarada como uma tendência de mudança, inclusive no plano político, já que um aparente excesso de confiança do Caimano faz com que ele tente moldar o Estado italiano à sua imagem e semelhança, e empurre cada vez mais para baixo uma já combalida economia nacional. O país e o time, que nesta temporada vai ver a Champions League pela televisão.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.859 hits

Páginas

Arquivos