NOSSOS GENIAIS ARTISTAS CLASSE “MÍDIA”

Eis que se levantam as vozes dos artistas brasileiros para protestar contra a corrupção! Não, leitor intempestivo, não é mais um show da turma do ‘Cansei!‘ ou da galerinha fofa dos ‘KLB Contra a CPMF‘. Mas é igual.

Esta semana, artistas do alcunhado rock nacional e das novelas globais se ergueram contra o que chamaram de câncer brasileiro: a política. Entre pedidos de impeachment do ministro Gilmar ‘Paranóico’ Mendes e confusões no senso de temporalidade dignas de um transtorno psiquiátrico (confundir, por exemplo, os governos FHC e Lula), os artistas ‘inganjados’ manifestaram seu senso político sem precisar sair do conforto dos condomínios “IV Frota” em que vivem.

Alguns chegam a simular uma suspeição sobre a indiferença da classe quanto aos problemas sociais do Brasil, mas nenhum sequer chega a movimentar a superfície da obviedade. Mas não querem ser acusados de oportunistas: se manifestam antes de terem o rolex roubado. Acreditam que, com os holofotes que iluminam todas as ações que fazem, podem também dar um raiozinho de luz para que a população alunada (=sem luz) possa enfim acordar e se rebelar contra a opressão.

A CLASSE MÉDIA VIRA CLASSE MÍDIA

Do que se sabe sobre a moral enquanto sistema de valores que permitem um julgamento das coisas do mundo, é que é sempre uma moral de classe. É produzida, portanto, por um grupo, e tem por objetivo menos discernir sobre o certo e o errado do que estabelecer como verdadeiro e real o modo de existir deste grupo.

A classe média, economicamente, ainda não chegou à alcunhada elite, mas não pertence mais ao proletariado iletrado. Vive, portanto, na corda bamba. Nem suporta ser comparada com o que foi, e nem consegue chegar aonde quer. Mas ao menos o sistema de valores que é a moral de classe, é possível (eles crêem) simular.

Daí a dificuldade epistemológica de compreender certos conceitos. Julgar e compreender são faculdades diversas da cognição. A classe média é adepta da lógica do se dar bem. “O meu pirão primeiro”, diria Aldyr Blanc no swing de João Bosco. É por isso que os conceitos de arte e política que a classe média trabalha estão intimamente ligados à uma gastronomia: a da sociedade de consumo. Não são conceitos, são significantes que podem ser adaptados ao gosto do cliente.

Com a ascensão da mídia, que se quer formadora de opinião, a classe média abraçou o reino da clonagem em escala industrial da telinha pulsante, e embarcou na viagem do faz-de-conta. Fetichizou as luzes da ribalta eletrônica, e foi sugada pelo tubo de imagem, se tornando ela própria o programa que assiste. O verdadeiro reality show acontece do outro lado da tela.

O curto-circuito entre emissor e receptor causou uma fusão teratológica, e surgiu a classe mídia, derivação teratogênica da classe média, para quem a sedução da telinha é suficiente para a ilusão do existir. Daí, os objetos não terem, para essas pessoas, a concretude da existência. A relação de indiferença com o que lhes acontece e o que acontece o seu redor é mais um sintoma da transparência do real para essas pessoas do que uma dessensibilização promovida pela exposição excessiva à violência.

A ARTE GASTRÔ E A POLÍTICA DOS GLOBAIS

Daí a arte não ser, nesta sociedade, um conceito, mas um mercado de odores e sabores nulos. Uma arte que não carrega os elementos de seu povo é uma arte desnecessária, e os artistas que a produzem são corpos-agentes que diminuem a potência democrática.

Daí procurarem, sem mesmo o suspeitar, seus iguais. Não por acaso, atuam em canais como a Globo, amiga dos militares e inimiga da democracia, cuja grade de programação não carrega sequer um elemento necessário pedagogicamente à produção de um olhar crítico sobre o mundo, trabalhando os mesmos signos capturadores do olhar e embrutecedores da sensibilidade.

Falam da política como se fosse possível não ser político em sociedade. Como se a sua atuação artística (des)engajada não fosse parte da laminação intelectual promovida pela sociedade do consumo. Como se eles não fossem também responsáveis pelo câncer político que apontam com o dedo moralista em riste.

Nem desconfiam os nossos geniais artistas das relações viscerais entre DanDan Orelhudo e a Globolálica, patroa da arte que eles professam. Ou desconfiam?

Para nossos globais artistas e roqueiros cocacolizados, resta o alento de que muita gente se informa pela coluna de fofocas. Eles pregam para os convertidos.

0 Responses to “NOSSOS GENIAIS ARTISTAS CLASSE “MÍDIA””



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.169 hits

Páginas

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: