Arquivo para agosto \31\-04:00 2008

LULA CAETANIZA CAETANO NO PSDB

Lula estava lá na cerimônia de passagem de Gil, ex-ministro da cultura, para o próximo, Jucá. Lula, envolvido com os cotidianos das chamadas políticas de ocupações de cargos, fazia analogia de indicar ou não indicar alguém de seu partido, o PT. Ele, adepto de que o que vale são as alianças e os talentos, mostrava o quanto é angustiante para alguém ser indicado para um cargo quando não pertence a um determinado partido com força de decisão.

Comentou o que poderia acontecer com Chico Buarque indicado a um cargo em relação ao PT. Então, aconteceu o hilário que fez a platéia ir ao delírio: Lula falou o que seria de Caetano no PSDB. Lula, que falara sem nenhuma nesga de ironia, ao ouvir a reação da platéia, sorriu. Nada de Lula contra Caetano, mas uma grande parte da sociedade brasileira tem Caetano como um eterno colegial. O colegial que se recusa a esquecer o diretor do colégio ou, quem sabe, a madre superiora, se for um colégio teológico.

Esta parte da sociedade brasileira sabe, sem nenhuma malevolência, que Caetano, apesar de seu talento semelhante a muitos, é produto de uma fálica “crítica” que desde que ele se carmemirandizou, o elegeu como um gênio, embora se saiba que só há gênio onde existem estúpidos. Os gênios da afetação burguesa. O alimento invisível do capitalismo efusiante. Gravar Roberto Carlos como elemento disjuntor da esquerda “canina”. A policromia do “viva e deixe viver”. O “cada um é o que é”. Sim, cada um é o que é, e pode não ser o que é? Que truque para a insegurança moral.

Verdade: Caetano é seu próprio caetanismo. Por isso, ao fazer 60 anos, afirmar que, agora, não mais lhe interessava ser fotografado: medo da velhice. Perguntamos: O que é a velhice? E mais: há velhice? É verdade: há velhice: para os que sabotaram suas existências e a busca do glamour é a forma desesperada de se tornar sabotador de si mesmo pelo reflexo desnarcisado da imago do capitalismo.

Lula, no viés de Gil, caetanizou Caetano sem nenhuma intenção de indispor os dois baianos. Lula apenas, como alguém que se move por entre os sedimentos-imóveis, encontrou Caetano e o PSDB e os apresentou em suas semelhanças. Nada de mais. Caetano, como Mainnard, já se mostrou, em cima e em baixo de seus caracóis, um rebelde Adam Smith: o princípio do prazer é uma gigantesca ameba capitalista, e, queiramos ou não, como tudo, vai dar em nada. O que conta é essa molécula replicante do nada. O resto são beicinhos contraídos. E Caetano como tem beicinhos!

!!!!! O MUNDO É GAY !!!!!

O MUNDO GAY E AS ELEIÇÕES: UMA FESTA DEMOCRÁTICA!

Pega fogo Brasil adentro a discussão sobre as eleições municipais. Dentre zil temas que são tratados, a visibilidade LGBT tem ganhado cada vez mais espaço nos palanques e nos programas eleitorais.

Em outra edição desta colunéeeeesima, falamos sobre a iniciativa da ABGLT, que está fazendo uma cartografia de candidaturas ao legislativo e executivo que procuram se aproximar da temática do direito à diversidade.

A lista cresce a cada dia, mas é preciso levar em conta que critérios a ABGLT está usando para incluir os candidatos no rol dos que são pró-políticas LGBT. É difícil acreditar, por exemplo, que o candidato à reeleição em São Paulo, Gilberto Kassab (DEM, ex-PFL) seja aliado por uma razão que vá além dos milhares de votos cor-de-rosa da paulicéia desvairada. Afinal, ele não foi ao debate promovido pela comunidade gay de lá. Outro que também figura na lista é o candidato à prefeitura de Salvador, ACM Neto (DEM, ex-PFL), que dificilmente tem alguma afinidade com a diversidade.

Esta coluna ficou felicissíssima em saber que a Manô tem uma candidata que, de acordo com a lista, é lésbica! Vamos ver se é possível um contato para que ela se apresente aqui nesta coluna, e que o TRE não nos impugne!

A situação nos convida pra um debate, que dentre várias questões, apresenta uma que esta coluna aponta como mais urgente: o que significa, politicamente, apoiar a diversidade?

Diversos candidatos têm se apresentado favoráveis à chamada inclusão, e até os que são oriundos de nichos considerados repressores, como as igrejas apocalípticas-disangélicas, receiam criticar abertamente o público LGBT em tempo de eleição. Mas, na prática, quem trabalha com a parte da articulação política do movimento (como o companheiro Rosinaldo, na edição anterior) sabe que, uma vez eleita, a maior parte dos vereadores apóiam as investidas retrógradas e normatizantes da moralidade pudica.

Portanto, antes de escolher seu candidato apenas porque ele está ou não na lista, ou porque ele “abraça” a causa em tempos eleitorais, é preciso fazer uma avaliação do que quer dizer uma política pública afirmativa para a diversidade LGBT. Em que sentido apoiar um candidato que se diz simpático à causa é realmente um ato democrático, que aumenta as potências de agir e engendra linhas intensivas de comunalidade?

Esta colunéeeeesima vai aproveitar estes domingaços pré-eleitorais pra convidar a moçada que passa por aqui a opinar, e animar um papo sobre este assunto. Até o dia 05 de outubro, e se tiver segundo turno, até o final do mês, vamos papear sobre o que é realmente ser compromissado com a diversidade, e que diversidade queremos. Vamos lá, meninada? É festa democrática! Vamos às ruas mostrar nossa opinião!

Ui! E agora vamos ver outros sopros gayzísticos (ou não) que passaram no nosso Mundico!

Φ PREFEITA DEFENDE ESTADO LAICO E É PERSEGUIDA POR APOCALÍPTICOS. Luizianne Lins é prefeita de Fortaleza e candidata à reeleição. No início da sua gestão, ela vetou um projeto de lei da câmara dos vereadores que distribuía gratuitamente bíblias nas escolas. Agora, quando abriu a sua campanha, foi atacada por um grupo evangélico. Cartazes com dizeres homofóbicos foram espalhados pela cidade, mas a justiça já atuou no sentido de coibir esta prática. Luizianne se destacou em 2004 quando encarou o PT do lado de José Dirceu, que era contrário à candidatura da loira. No final, ela deu um banho, engolindo inclusive o rival, do ex-PFL, que a acusou de ser “a candidata dos homossexuais”, fazendo com que no atual pleito, até o homofóbico rival posasse cercado de monas para tentar passar como progressista. Leia na revista A Capa uma entrevista com a loira-furacão de Fortaleza. Ai, Rubeolnita, a praia do Futuro, sem homofobia e cheinha de gatos e gatas, uuuuuuuiiiii! Sentiu a brisa, Neném?

Φ PESQUISA AFIRMA QUE “GAYDAR” É REAL. Nem pense malcriação, Gervásia! O gaydar, para quem não sabe, é o que nas antigas se dizia “um gay conhece o outro”. Aquele olhar clínico que identifica quem é enrustido mas é do babado. Psicólogos da Universidade Tufts descobriu que as pessoas podem identificar a orientação erótica de alguém através de uma foto em apenas 50 segundos, com precisão de 70%. Novidade? Nenhuminha, Giseldoca! A coisa mais fácil do mundo é identificar um signo e associá-lo ao seu significado, sobretudo numa sociedade capturada pelo regime do Significante Despótico. Identificar, classificar, rotular e hierarquizar é uma atividade tão banal na sociedade de consumo que fica fácil. Mas pega por trás um gay que escapou dos estereótipos pra ver se tu manjas qual a dele, Gervasinha! Sentiu a brisa, Neném?

Φ TRANSEXUAIS TÊM ENCONTRO COM MINISTRO DA SAÚDE. Nunca antes neste país um governo dialogou diretamente com as categorias sociais como o governo Lula, Genoveva! Esta semana o ministro da saúde, José Gomes Temporão, recebeu o Coletivo Nacional de Transexuais. O grupo foi agradecer a iniciativa do governo em liberar a operação de redesignação sexual pelo SUS, e levar uma pauta de reivindicações. Dentre elas, a mais importante é a que considera o trans de acordo com a sua nova redesignação. Portanto, um trans feminino teria que ser incluído nas políticas públicas de saúde da mulher, por exemplo. Uma acolhida na rede que leve em conta a sua condição sexual também está na pauta. Isso é que é movimento social! Não cai no paternalismo de ser subserviente aos governos e não abre mão de negociar lucidamente as suas reivindicações. Sinal de que as trans são mesmo trans: carregam o movimento intensivo! Sentiu a brisa, Neném?

Φ 29 DE AGOSTO: DIA NACIONAL DA VISIBILIDADE LÉSBICA. Elas se colocaram como prioridade na luta pelos direitos na última conferência nacional. Para dar mais visibilidade, até a sigla mudou para LGBT. Lideranças nacionais do movimento comemoram esta conquista, mas ressaltam que ainda há muito por se fazer. A sociedade falocrática, que tem como corolário o Hominismo (conhecido como machismo, mas macho é o signo sexual, e o homem, o signo cultural), realiza uma dupla segregação: nem reconhece o direito à expressão erótica das lésbicas, e ainda reividica culturalmente a posse do corpo da outra como objeto sexual, sem levar em conta a sua expressividade erótica. Qual lésbica nunca ouviu da boca de um homem que ele, com seu poderoso Falo (que ele confunde com o pênis), poderá restituir-lhe a feminilidade e o desejo pelo orgasmo vaginal? Se a psicanálise, contra toda a ciência, afirma que o orgasmo pleno é o da penetração? Se a igreja proclama-se dona do corpo e do prazer da mulher com uma carga repressiva zil vezes maior que faz com os homens? Então, a visibilidade não deve se reduzir à midiotização do movimento, mas deve produzir saberes e dizeres que enfraqueçam esta subjetividade hominista, e permita o aparecimento da “cidadania plena”, sem a necessidade de “levantar bandeiras a respeito de nossa sexualidade”, como afirma lucidamente a companheira Lurdinha Rodrigues, da Liga Brasileira de Lésbicas! É pra botar pra quebrar, Frankernilda! Sentiu a brisa, Neném?

Beijucas, até a próxima, e lembrem-se, menin@s:

FAÇA O MUNDO GAY!

TEATRO MAQUÍNICO NO DIA DO PSICÓLOGO: AFIN E A MOÇADA DA PSICOLOGIA DO MARTHA FALCÃO

A AFIN – Associação Filosofia Itinerante, em aliança com o educador-filosofante Júlio Carregari, do curso de Psicologia da Faculdade Martha Falcão, promoveram apresentação do vetor do Teatro Maquínico “Diálogo Psicanalítico” na noite desta quinta-feira, 28, em comemoração ao dia do psicólogo.

O Teatro Maquínico da AFIN é um vetor teatralizante que engendra discussões sobre assuntos necessários à construção de comunalidades, convidando a platéia-participante à produção intensiva de saberes e dizeres que enfraqueçam o enunciado redutor-imobilizador das relações concretas.

Trazendo a temática da fossilização da psicanálise como instrumento normatizador-normatizado da semiótica capitalística, que serve menos a uma produção de signos que engendre novos modos de existência mais autônomos do que à redundante repetição dos clichês da sexualidade capturada pela ordem do capital e à triangulação edípica que reduz os problemas ao ‘Papai’ e ignora tudo o mais, a AFIN teatralizou o texto publicado na revista Les Temps Modernes, do filosofante Jean-Paul Sartre. Trata-se de uma transcrição de uma sessão analítica de Jean Jacques Abrahams com seu psicanalista, o Sr. X, e que foi adaptada para o teatro e montada pela AFIN.

Na composição filosofante que aumenta as potências de agir, as cinco turmas do curso de Psicologia da FMF animaram um papo com os afinantes Maurício Colares (Paciente), Peterson Colares (Psicanalista), Marcos José (Encenação/Teatralização), Evanilson Andrade (Contra-Regra), Katiane Silva (Psicóloga) e Aruã (Devir-Criança).

Após o papo intensivo, farta distribuição de revistas, mata-broca, alegria, composições afetivas, sem triangulação nem territorialização dos signos-clichês do edipianismo academicista. Só pintou a alegria intensiva dos fluxos democráticos-desejantes de construção de saberes e dizeres do companheiro Júlio, dos afinados e da turma da Psicologia do Martha Falcão.

O vetor do Teatro Maquínico, “Diálogo Psicanalítico”, é apresentando quando e onde os fluxos desejantes possibilitarem a produção intensiva de saberes e dizeres. Os convites podem ser feitos através dos contatos que você encontra na seção “Sobre a AFIN”, no cabeçalho deste Bloguinho. As apresentações são gratuitas.

REUNIÃO PREPARATÓRIA PARA O 14o GRITO DOS EXCLUÍDOS MANAUS

Salve! Salve!

Companheiros e companheiras,

Articuladores e articuladoras,

Militantes da fé e política,

Lutad@res do povo.

É chegada a hora de juntos e juntas em caminhada, Gritarmos Vida em Primeiro Lugar , Direitos e Participação Popular. É o 14º grito.

Vamos preparar nossas caravanas. Todos e todas são convidad@s a gritar por direitos sociais, contra a corrupção, a favor do meio ambiente (água, terra, floresta) e dos direitos dos povos indígenas.

Falta pouco para o dia 07 de setembro. Temos detalhes a costurar para esse dia. Por isso:

DIA 01 DE SETEMBRO

LOCAL: CEFAM (CENTRO DE FORMAÇÃO DA ARQUIDIOCESE DE MANAUS)

HORÁRIO: 18:30H

Ultima reunião de preparação para o Grito dos excluídos e excluídas. Vida em Primeiro Lugar , Direitos e Participação Popular. Nossa ação concreta esse ano é a coleta de assinatura para mudança dos artigos da lei 9840, contra corrupção eleitoral.

Informações: Cáritas Manaus (3212-9030)

i iNDA TEM FRANÇÊiS Qi DiZ Qi A GENTi NUM SEMO SERO

@ JULGAMENTO “ACACHAPANTE” SOBRE ABORTO DE ENECÉFALOS. Seria um onze a zero? Todos os ministros votando lucidamente a questão de forma científica e humanista. Não, humanitária. Essa era também a expectativa do ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Conforme a Agência Brasil, “os debates se encerram no dia 4 de setembro, quando serão ouvidos o Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero (Anis), a Associação de Desenvolvimento da Família (Adef), a ONG Escola de Gente e a Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos. A realização dos encontros é uma iniciativa do ministro Marco Aurélio Mello, relator da ação apresentada em 2004 pela CNTS – Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde”. As igrejas estão divididas: a CNBB argumenta que “todos têm direito à vida”. Perguntaríamos: que vida? A vida biológica não significa que muitos, inclusive doutores, não utilizem a mínima parte de sua atividade cerebral. Por outro lado, o Movimento Católicas pelo Direito de Decidir e parte da Igreja Universal do Reino de Deus também estão de acordo com a posição da CNTS, que argumenta que de acordo com a quase totalidade dos estudos científicos, os enencéfalos não sobrevivem por muito tempo e ainda colocam a vida das mães em risco. E isso, pelo exposto, porque a posição filosófica que diferencia vida e existência não foi levada em conta. Foram, na verdade, confundidas. Que a escolha seja feita pelas mães, mas verdadeiras escolhas, não meras volições fortuitas sugeridas. E, principalmente, que se deixem passar os fluxos vitais contínuos explosivos e criativos, inclusive para os que não são anencéfalos, mas que parecem pelas posições equivocadas e errôneas do ponto de vista político-democrático. Neste caso, torcemos pela goleada, mas principalmente pelo jogo bem jogado. I inda tem françêis…

@ DO ESCUDO ANTIMÍSSEIS AO BLOQUEADOR DE CELULAR, a distância só é de macro e micro, mas tudo fascismos. Os Estados Unidos estão obcecados por criar o muro antimísseis, ao qual outra força, a Rússia, se opõe. Agora, depois de “inventar o gosto” pelo uso de celular sem o qual algumas pessoas não imaginam viver, inclusive algumas que já existiam antes do celular ser sequer imaginado —, foi inventado nos Estados Unidos um aparelho que cria “espaços de silêncio”, entre 8 e 10 metros, para ser empregado em locais públicos. Seriamente, perguntamos para estes franceses: e se destes metros passasse para alguns milhares de quilômetros, zilhões de quilômetros, até os quasares? A questão agora seria emperrar a velocidade vorácica? O que fazer? Inventar-se-ão outros aparelhos que não serão bloqueados pelo bloqueador, pelo antimíssil? Ao contrário do que pensa (pensa?) a Psicanálise e as outras “ciências” da mente, a “obsessão” não é um efeito de um trauma, ela é a causa exterior, traumatizante, proveniente de um mau encontro (Spinoza), que diminui a potência de agir dos corpos no mundo. O capitalismo cria seus gostos, viciações, e as faz parecer como diferença. Tanto quem está com o último modelo de celular quanto quem está com o bloqueador “pensam” ser diferentes, quando são, na verdade, os mesmos. Macro/Microfascismos. I inda tem françêis…

Vamos que vamos

Que se não formos agora

Chegaremos depois de quem

Saiu depois que saímos agora…

MINISTÉRIO DA SAÚDE PROMOVE CONCURSO

O Diário Oficial da União editou, hoje, dia 29, o chamado para o concurso público do Ministério da Saúde para área da administração. São 900 vagas para alguns estados do Brasil.

As inscrições podem ser feitas pela internet, e vai do dia 8 ao dia 30 de setembro com a taxa R$34 a ser paga pelos candidatos que devem ter cursado o ensino médio.

Com um salário de R$ 1.814.94, o aprovado trabalhará em horário de 40 horas semanais.

As provas serão formulas e aplicadas pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília – CESPE.

Vamos lá, moçada. É mais um concurso público promovido pelo governo Lula.

CLINAMEN

___ oblíquas variações infinitas dos corpos ___

________________Mutatum____________________Enquanto os homens se perturbam para controlar a vida, ela se dilacera em turbilhões_______O filósofo Walter Benjamin diz que a origem é histórica, mas não é a gênese das coisas enquanto percebida em um tempo e território definido, e sim o que está “em via de nascer no devir”. Nisso, blefaram todos que vaidosamente apontaram o tempo e o espaço das origens das idéias__________________________________________________

___________________A impossibilidade de que todos os animais, inclusive o homem, possam se reunir para uma eventual defesa do meios ambiente, não está em suas impossibilidades de pensar, excluindo o homem, mas porque cada um tem o sentido do mundo por si mesmo________________________________A empresa maior do virtual não é a hiper-virtualização do mundo, e sim tornar o real outro real. Um real/virtual denegação do mundo_____________________________O catolicismo medieval afirmava que “fora do catolicismo não há salvação”. Na pós-modernidade, o PTB de Getúlio Vargas adotou para si esta sentença. Hoje, outros credos se tomam salvadores, e o PTB de Getúlio não pôde ele mesmo se salvar__________________Uma das maiores ignorâncias dos críticos do mercado da Arte Moderna é querer arrolar Duchamp como artista moderno quando ele é póstumo______________________________ _________________________________________Quem joga para ganhar medalhas não joga___________________________________Se Freud pensasse a psicanálise como uma ciência capaz de proporcionar a felicidade do homem, teria ficado no Princípio do Prazer e não teria criado o Princípio de Realidade___________ ___________________________O teatro é um agenciamento sintético conectivo de produção de produção. Desta forma não é arte, e sim um processual maquínico ontológico__________ O beijo possui dois sentidos. Um sentido sensorial-tátil e outro sentido-semiótico. Este segundo que diz o que pretende o beijo

PRÊMIO CHICO MENDES

Atenção! Atenção! Estão abertas as inscrições para o 7º Prêmio Chico Mendes de Meio Ambiente.

É tempo suficiente para você refletir, organizar as idéias e enviar seu projeto: vai do dia 1º a 30 de setembro do corrente ano.

O aviso/convite está no site do Ministério do Meio Ambiente (Minc):

O prêmio foi instituído em 2002 com o objetivo de incentivar ações ambientais sustentáveis na Amazônia, reconhecendo e estimulando trabalhos voltados à conservação dos recursos naturais que reflitam na melhoria de vida das populações da região.

O que mais importa é contribuir para o solucionamento de graves problemas ambientais de forma simples e inteligente, mas, pra quem tiver necessitado, o prêmio é de R$ 28 mil pra cinco das seis categorias: Liderança Individual, Associação Comunitária, Organização Não-Governamental, Negócios Sustentáveis e Educação Ambiental.

Como o Minc explica, “a 6ª categoria, Município, não receberá premiação pecuniária em função das eleições”, mas o que vale é participar democraticamente; portanto, não coloque a ausência de premiação como empecilho para sua inteligência e criatividade

O site do Minc disponibilizará mais informações a partir do dia 1º de setembro e os resultados serão conhecidos no dia 17 de novembro de 2008.

Participe e ajude a preservar a existência saudável de sua espécie, pois a Natureza, independente disso, continuará seu fluxo contínuo…

GOVERNO FEDERAL ATUANTE CONTRA USO ELEITOREIRO DO BOLSA FAMÍLIA

E atenção, atenção, leitor intempestivo! Principalmente aqueles que são beneficiados com o Bolsa Família, programa federal que é muito mais que um mero transferidor de renda, mas possibilita a mobilidade das pessoas nos estratos sociais.

Algumas prefeituras do Brasil estão usando o cadastro de beneficiários de forma a tentar também se beneficiar. Eleitoralmente, é claro. A informação é do Ministro Patrus Ananias, do MDS.

O Ministro foi até o TSE para informar que foram detectadas iniciativas pontuais, em algumas cidades do Brasil, que procuram usar o cadastro de beneficiários do Bolsa Família para algum tipo de compensação adicional irregular, ameaça ou mesmo para enviar correspondência eleitoreira.

Nós estamos atentos tanto à questão das eventuais fraudes, pagamentos indevidos, como estamos também atentos ao cadastro, para que ele seja respeitado e as pessoas tenham total liberdade de fazer as suas escolhas eleitorais”, afirmou o ministro, em visita ao Tribunal Superior Eleitoral. O ministério elaborou ainda um manual com os cuidados que os gestores municipais devem ter com inclusões e manutenções do benefício em período eleitoral. Os benefícios concedidos no período, e que apresentarem suspeita de irregularidade, serão suspensos.

Não sabemos se Manaus está entre as cidades onde foi detectada irregularidade. No entanto, o eleitor deve tomar cuidado redobrado ao receber visita de algum cadastrador do programa ou assistente social.

Somente a prefeitura pode realizar o cadastro, mediante avaliação e visita domiciliar à família. Este bloguinho soube de pelo menos um caso em que candidatos ou cabos eleitorais se apresentaram como assistentes sociais no bairro União da Vitória, “encaminhando” usuários para cadastro no benefício federal em pleno sábado. Os cadastros, é claro, não puderam ser efetivados.

Independente da procedência do profissional que realizar a visita domiciliar, é importante para o eleitor saber que o Bolsa Família é um direito do cidadão, e não pode ser usado como moeda de troca eleitoral, seja por candidatos oportunistas ou pela própria prefeitura.

E quem já é beneficiário, não se preocupe. Caso desconfie da prefeitura de sua cidade, há uma linha telefônica direta com o Ministério, onde se podem tirar dúvidas, dar sugestões e denunciar irregularidades. Elogios também são aceitos.

Olho aberto, eleitor intempestivo! O governo federal faz a parte dele, e você faz a sua na construção da linha intensiva democrática.

INFORMAÇÕES BOLSA-FAMÍLIA

Federal: 0800 707 2003

Municipal (Manaus): (92) 3635-4964

MAROCAGEM ELEITORAL

Qualquer semelhança de tipos vivos com as marocas não é mera coincidência

As marocas e os marocos estão encontrando grande concorrência em muitos candidatos que se apresentam no horário eleitoral gratuito. Estão inflacionando o mercado publicitário eleitoral os ditos destes candidatos. É uma verdadeira exuberância de verves. Mas não é para isso que serve a verve? Para proporcionar rasgos de gargalhadas? Amigas marocas e amigos marocos, aproveitem, curtam e mandem para nós suas observações, que publicamos neste bloguinho intempestivamente democrático. Maroquemos, ora pois!

FAZ O QUE DIGO E NÃO FAZ O QUE FAÇO

Duas amigas, passando em frente ao TRE, comentam.

Eu estou adorando o trabalho pedagógico da Justiça Eleitoral esclarecendo o eleitor para não votar em corrupto. E tu, como professora, tá gostando?

Não!

Não?!

Não, e explico. Como ela quer que o eleitor acredite em sua campanha do voto consciente, se lá em Minas Gerais a Justiça Eleitoral permitiu que um cara com mais de 50 processos se candidate? A não ser que seja o “faz o que digo e não faz o que faço”.

NASCI NO LUGAR ERRADO

Dentro do ônibus lotadíssimo, com temperatura chaleira, duas estudantes conversam.

Eu nasci no lugar errado. Eu era para ter nascido na Europa.

Tu tá doida? Se tu tivesse nascido na Europa, tu eras outra pessoa, não eras amazonense e não estava agora aqui. E o pior: não ia votar no candidato que tu politicamente confias.

É verdade, fui mal. Quem sabe ele poderia perder por falta do meu voto.

SAINDO PARA A BLITZ

Tu já viste no horário eleitoral um candidato que sua propaganda lhe mostra saindo de casa vestindo um colete à prova de balas para ir às ruas conquistar votos?

Não acredito!? Verdade?

Verdade, colega. O cara sai parece que vai enfrentar bandidos.

Talvez ele acredite que conseguir votos é uma verdadeira guerra de gangues.

Então ele está no acontecimento social errado. Na democracia, eleitor não é um bandido para os candidato se protegerem contra ele. Ou o voto contrário é uma bala?

Mas não tinha um candidato que dizia: “Teu voto é uma bomba!”

MIGRAÇÃO CERTA

Duas adolescentes conversam no pátio da escola:

Quando deixei minha terra com minha família, chorei muito, muito sofrimento, deixar um passado de criança para trás, foi doloroso. E o pior que meu pai e minha mãe não concordavam para que estado ir. Até que mamãe convenceu papai pra vir pra cá.

E tu gostas daqui de Manaus?

Ainda não de toda. Mas tem um ato que vou cometer que acho que vou passar a gostar pra valer.

Qual é?

É poder votar pela primeira vez em um candidato escolhido por mim, muito diferente dos pilantras que meu pai votava lá na nossa terra.

QUATRO ANOS NÃO É REFRESCO

Duas vizinhas na feira conversam sobre eleição:

Tu já escolheste teu candidato para prefeito?

Tô nem aí! Vou votar em qualquer um.

Tu tá doida, mulher. Vai que votes em trambiqueiro, enganador, corrupto. Vão ser quatro anos de sofrimento.

E o que é que eu tenho que ver com esse sofrimento?

Tu gostarias de voltar a viver os três anos com aquele teu marido que fez da tua vida um inferno?

Deus que me livre, vizinha! Esse sofrimento eu não quero nem para minha pior inimiga.

Pois é. Eleição é como escolher um companheiro. Se a gente escolhe bem, é feliz; se escolhe errado, é o verdadeiro inferno.

QUE ARTISTA QUE NADA

Tu já viu que tem um monte de candidatos com nome de artista, até apresentador de televisão?

É mesmo, é? Será que eles tão se candidatando porque vida de político é melhor que a de artista, e dá mais fama e dinheiro?

TERRA INDÍGENA RAPOSA SERRA DO SOL: O DEMOCRÁTICO VOTO DE AYRES BRITTO

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu ontem à tarde a votação da questão que julga a manutenção ou não da Terra Indígena Raposa Serra do Sol em área contínua. Dos onze ministros do STF, somente o relator, Carlos Ayres Britto, votou. Em seguida, o ministro Carlos Alberto Menezes Direito pediu vista do processo, retardando a votação. O ministro Direito não quis dar entrevistas, mas outros ministros e outros defensores da Raposa Serra do Sol não viram assim. O pedido, segundo eles, ocorreu mais pela importância do voto do ministro Ayres Britto. Como disse a senadora Marina Silva (PT-AC), que acompanhou a votação:

O voto do relator é uma síntese da competência técnica da postura ética e da poética que ele tem.”

Como já dissemos aqui neste bloguinho, porque não é somente uma votação, pode ser um marco de jurisprudência. Então, diferente de posturas apressadas, como no caso dos habbeas corpus de Gilmar Mendes a favor de Daniel Dantas, observando a importância do STF e a argüição nas questões judiciais, o ministro Ayres Britto caprichou no seu voto. Foram cerca de três horas de defesa pela continuação da demarcação da Raposa Serra do Sol em área contínua. Britto discursou com lucidez e autoridade de quem esteve presente in loco e analisou racionalmente os diversos pontos da questão.

A votação foi retardada, mas deverá ser votada ainda este ano. E Para todos que querem compreender os acontecimentos envolvendo a demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em especial aos estudantes de Direito, faz bem uma boa leitura na íntegra do voto de Ayres Britto disponível no site do STF para baixar em pdf. Boa leitura!

E AGORA ONDE FILHINHO VAI FAZER DIREITO?

De 81 cursos de Direito em universidades por todo o Brasil, após 11 meses de supervisão pelo Ministério da Educação (MEC), de 45.042 vagas oferecidas foram cortadas 24.380; ou seja, 54% dos cursos não tem condições de manter a quantidade de alunos. As informações estão no site do MEC:

O processo de supervisão teve início em outubro de 2007. À época, 81 cursos de direito foram notificados pelo Ministério da Educação por terem registrado conceitos inferiores a três no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e no Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD). Os cursos também apresentaram baixos índices de aprovação no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Em janeiro deste ano, 29 cursos assinaram termo de saneamento de deficiências com o MEC, eliminando cerca de 6,3 mil vagas. Em maio, mais 22 cursos assinaram o termo de compromisso e diminuíram 14,2 mil vagas. Os 30 restantes passaram por verificação in loco entre os meses de maio e junho. Em julho, também assinaram o documento e reduziram em torno de 3,6 mil vagas.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, analisou a medida como necessária para dar mais qualidade e competência aos cursos de Direito do país:

A ação de supervisionar os cursos é necessária para que o estudante tenha segurança ao se matricular numa instituição de ensino superior”

Este bloguinho concorda amplamente com o ministro. Sabe-se que o curso de Direito, juntamente com o da medicina, são os cursos mais concorridos das universidades públicas e particulares. Sabe-se também que a escolha pelo curso nem sempre é vocacional. Em grande parte é por ordem expressa e autoritária dos pais e, em alguns casos, pelo status elitizado que o curso dá. Direito e Medicina são os únicos cursos pelos quais ainda se é, assim que termina a graduação, chamado de Doutor. As universidades, principalmente as particulares, abarrotaram suas ofertas não só e nem tanto nas mensalidades, mas principalmente na facilidade de ingresso e aprovação no curso, e, a partir dessa supervisão do MEC, percebe-se que a maioria cumpria apenas, e quando muito, as questões burocráticas. Provavelmente a medida irá diminuir um pouco a parcialidade e incompetência de tantos advogados sem causa justa.

Reproduzimos aqui a lista publicada na Agência Brasil, na qual destacamos o caso da Unip-Manaus:

Instituição

Cidade

UF

Vagas ofertadas

Vagas reduzidas

Universidade Paulista

São Paulo

SP

10120

6063

Centro Univ. Nove de Julho

São Paulo

SP

5000

2594

Universidade Paulista

Manaus

AM

1840

1331

Centro Univ. Euro-Americano

Brasília

DF

2769

1309

Universidade Paulista

Brasília

DF

1840

912

Universidade Paulista

Assis

SP

920

826

Universidade Paulista

São José dos Campos

SP

920

655

Fac. Integradas de São Carlos

São Carlos

SP

720

640

Univ. Camilo Castelo Branco

Fernanópolis

SP

800

624

Universidade Paulista

Santos

SP

920

591

Fac. Brasileira De Ciências Jurídicas

Rio de Janeiro

RJ

1000

530

Centro Univ. Plinio Leite

Niterói

RJ

800

525

Univ. Camilo Castelo Branco

São Paulo

SP

600

497

Centro Univ. Planalto do Distrito Federal – Uniplan

Brasília

DF

780

462

Quem sabe até os mais de cem advogados da OAB-AM, que obtiveram “carteiras compradas”, não advoguem que precisaram comprar a carteira por causa da péssima qualidade do curso. Do jeito que estava, qualquer desculpa esfarrapada valia.

Quem não deve ter gostado são os pais que já estavam com tudo arranjado para obrigar o filhinho a fazer Direito quando ele preferia Filosofia, Matemática, fritar jaraqui, Educação Física, cantar, Geografia, jogar bola, Pedagogia… ou nada disso.

*……….::::: CHAGÃO! :::::……….*

Quien quiera entender como funciona el mundo deberá entender el fútbol”.
Roberto Perfumo (ex-jogador argentino).

CHAGÃO PERGUNTA

O ‘Chagão!’ quer saber: Num dos jogos preparativos do Brasil, antecedendo a copa de 1958, Mané fez um gol antológico: driblou toda a zaga adversária, deixando todos os “joões” no chão. Chegou na linha do gol, olhou pra trás, voltou para a entrada da área, driblou todo mundo de novo, e quando chegou na linha do gol, puxou a bola de tal modo que um zagueiro adversário, desorientado, chocou-se contra a trave. Qual era o selecionado adversário do Brasil nesta partida? Resposta: Dizem que Garrincha fez miséria em dois amistosos, e duas jogadas parecidas. Uma, contra a Alemanha, outra contra um selecionado de jogadores do time italiano do Fiorentina. Nesta partida, os italianos aclamaram Mané como o imperador de Florença.

CONTA OUTRA, LEONOR!

Futebol e política não combinam, já teriam dito literalmente os inteligentíssimos Kaká e Cafu, e indiretamente outros tantos, mais recentemente o volante Anderson, atualmente no Manchester United e na seleção globodunganike. Felizmente, assim como a filosofia é para os não-filósofos, o futebol é também para os “não-futebolistas”. Há aqueles que nunca deram um pique de dez metros e jamais conseguiram fazer a bola ir na direção desejada, mas comandam o futuro do esporte, vide Blatter (um homem perigoso…), Ricardo Teixeira e por aí vai. Há, no entanto, artistas, filosofantes, trabalhadores, que fazem do seu ofício o trabalho lúdico de implodir o hiper-real, fazendo saltar o Real no plano social: os craques da pelota existencial. Gonzaguinha foi um deles. Artista do compôr e do cantar, fazia do violão a sua bola, e da fina ironia, da ternura e do humor aquilo que só craques como Garrincha e Canhoteiro faziam com a Leonor no relvado. Gonzaguinha sabia bem que falar de futebol era falar da existência. Sabia que a bola é o território do intempestivo, daí a sua fascinação infantil (que não é o infantil da Xuxa e do Galera Nota 10). Daí ter uma obra que vez por outra usa a linguagem do futebol, principalmente no tempo da ditadura, para dar o toque por baixo das pernas da censura e marcar o gol da aliança afetiva-afetante comunitária com o povo brasileiro. Na sua alegria, driblou até o Rei, como já contado aqui. Hoje, a Leonor traz para nós a letra da canção “Geraldinos e Arquibaldos”, genial composição de Lula, que você pode ouvir no cedê “Gonzaguinha no Samba”, e arriscar uns acordes no violão, com as cifras da canção, abaixo disponibilizadas. Mas o grande barato mesmo é pegar “de ouvido” e montar as próprias cifras, numa tabelinha com o craque da canção engajada. Vai que é tua, Geraldinho!

GERALDINOS E ARQUIBALDOS”

(Luiz Gonzaga Jr.)

Tom: E

E

Mamãe não quer . . . não faça

B7

Papai diz não . . . não fale

Vovó ralhou . . . se cale

E

Vovô gritou . . . não ande

Placas de rua . . . não corra

B7

Placas no verde . . . não pise

No luminoso : . . não fume

E

Olha o hospital . . . silêncio

E

Sinal vermelho . . não siga

A

Setas de mão . . . não vire

B7

Vá sempre em frente nem pense

E

É Contramão

Olha cama de gato

Olha a garra dele

É cama de gato

B7

Melhor se cuidar

No campo do adversário

É bom jogar com muita calma

Procurando pela brecha

E

Pra poder ganhar

E

Acalma a bola, rola a bola, trata a bola

B7

Limpa a bola que é preciso faturar

E esse jogo tá um osso

É um angu que tem caroço

E

É preciso desembolar

E se por baixo não tá dando

É melhor tentar por cima

A

Oi com a cabeça dá

Você me diz que esse goleiro

E

é titular da seleção

B7 E

Só vou saber mas é quando eu chutar

E B7

Matilda, Matilda

No campo do adversário

É bom jogar com muita calma

Procurando pela brecha

E

Prá poder ganhar.

LINHA DE PASSE

A Folha de São Paulo comete um equívoco crasso de contabilidade e grande parte da imprensa esportiva cai na esparrela. Segundo o jornal, somando-se todos os investimentos governamentais (diretos e indiretos) da gestão Lula, chega-se ao montante de 1,2 bilhão de Reais. O Site Contas Abertas coloca números mais modestos: pouco mais de 650 milhões. De qualquer sorte, o que a Folha fez foi dividir este montante pela quantidade de medalhas que o Brasil trouxe de Beijing. Não é preciso ser contabilista nem aluno da 4a série da professora Helenildes pra saber que é uma conta no mínimo, forçada. Ainda assim, a maior parte da imprensa comprou a conta, a título de criticar o COB, sem levar em conta que investimentos no esporte são algo recente na política pública, na esfera federal, e que, para o governo federal, não se pensa em esporte dissociado da educação. Sem perceber, a Folha critica a gestão do esporte brasileiro do mesmo ponto de vista de quem a faz: sem fazer a leitura do esporte para além do negócio. O COB agradece e o governo faz a parte dele.

* * *

Enquanto Alex Ferguson segurou Cristiano Ronaldo pelo elástico da cueca e impediu o Puto de Ouro de fazer uma grande besteira na sua carreira futebolística, do outro lado do muro Ramón Calderón não fez esforço algum para manter Robinho no Real. Faltando apenas o comunicado oficial, já é certo que o ex-santista e pedaleiro-mor da nação dunguística vai jogar no azul e branco do milionário russo e da direita inglesa. Se fará sucesso, é um mistério que nem os profetas da bola saberão prever. Mas uma coisa é certa: na briga entre os grandes ícones do capital futebolístico, às vezes ganha o funcionário mais oportunista. Na frente do gol ou fora do gramado.

* * *

Definidos os classificados para a fase de grupos da Champions League, é hoje o sorteio dos grupos. No frigir dos ovos, como diria aquele craque da cozinha, os grandes se garantiram. Mas algumas surpresas se confirmaram. O campeão belga, Standard Liège foi eliminado na prorrogação pelo Liverpool, time treinado pelo Parreira espanhol, Rafa Benitez, que insiste em manter na defensiva um time com potencial ofensivo. Bem ou mal, vai dando mais ou menos certo. Outro que se garantiu foi o Atlético de Madrid, que retorna à Liga depois de 11 anos de jejum. Tudo graças à talvez melhor dupla de ataque do velho continente: o argentino ‘Kun’ Aguero e o uruguaio Diego Forlán. É certo que Forlán é o grande arquiteto das jogadas, e Kun ganha a fama, mas de qualquer sorte, com o Pibe portenho carrasco do Brasil nas olimpíadas o alvirrubro enfiou quatro no Schalke 04 e está nos potes do sorteio de amanhã. Já do lado das surpresas, o Anathosis Famagusta, de Sávio e do Chipre, eliminou o Olympiakos e o BATE Borisov eliminou o Levski Sofia. Na próxima edição desta coluna você confere os grupos e a primeira rodada, na seção “Campeonatos Europeus”.

* * *

Boca Juniors e Arsenal de Sarandí definiram ontem o supercampeão da América do Sul. Na partida de ida da Recopa Sudamericana, os xeneizes empurraram 3 a 1 no time de Julio Grondona. Ontem, em La Bombonera, os auriazuis comemoraram, depois de um sufoco em todo o segundo tempo. É que o time da casa saiu na frente com Rodrigo Palacio aos 6 minutos, mas o Arsenal virou, com Carrera (14) e Matos (24), mesmo com um jogador a menos. Com mais um, o time levaria a decisão para os penais, mas os de Sarandí não se garantiram, e nos acréscimos, Riquelme empatou a partida, garantindo o 18o título internacional do Boca, que está empatado com o Milan como o clube com mais conquistas internacionais.

* * *

E começou nesta segunda-feira, em Londres, o campeonato mundial de futebol gay de 2008. O certame conta com 36 equipes masculinas e 9 femininas, e deve durar 6 dias. O evento é organizado pela Associação Internacional Gay e Lésbica de Futebol, a IGLFA, e já é tradicional. Como nas outras edições, não há clubes brasileiros, o que não prova a ausência de homoeróticos nos campos, mas sim o grau de enrustimento do futebol braziniquim. Ao contrário do chamado “futebol pra macho”, no torneio gay não há discriminação e não existe comprovação de orientação erótica para jogar (o artilheiro do último certame nem era homo). No torneio anterior, realizado em Buenos Aires, o campeão foi o Dogos, da Argentina

* * *

CAMPEONATOS NACIONAIS

Enquanto o Corinthians se aproxima do título, que é praticamente certo, a briga pelas posições intermediárias e pelas outras 3 vagas para a série A 2009 está acirrada. Não fosse o Timão, e o campeonato já teria tido vários líderes, numa rotatividade maior que a primeirona. Até mesmo o Bahia, que levou uma coça da torcida esta semana, pode ascender, saindo do túmulo da terceirona para a primeira, e se fizer bonito como o Vitória está fazendo, pode provar que sobreviveu ao toque decadente de Daniel Dantas. Já Ponte Preta e Juventude se alternam, enquanto o Barueri, clube prefeitural, segue ali, na espreita, e pode abiscoitar. O Ceará perdeu a primeira em casa, e o Fortaleza conseguiu a façanha de perder para o Paraná Clube. Túlio Maravilha empurra mais um, e tem 19 gols, deixando o segundo colocado na poeira, com apenas 12. Confira os resultados:

21ª Rodada Série B – 26/08

Ceará 1 – 2 Vila Nova

Criciúma 0 – 1 Juventude

São Ceatano 2 – 4 CRB

Paraná Clube 3 – 1 Fortaleza

Corinthians 5 – 0 Gama

Bahia 3 – 0 América/RN

ABC 1 – 1 Avaí

Brasiliense 1 – 1 Santo André

Barueri 1 – 0 Marília

Bragantino 2 – 0 Ponte Preta

Classificação*

Corinthians  –  45

Avaí  –  39

Vila Nova  –  38

Santo André  –  37

Barueri  –  36

Ponte Preta  –  33

Juventude  –  32

Bahia  –  32

Ceará  –  30

Bragantino  –  30

São Caetano  –  28

ABC/RN  –  27

Gama  –  24

Fortaleza  –  23

América/RN  –  23

Marília  –  23

Criciúma  –  22

Paraná Clube  –  20

Brasiliense  –  17

CRB  –  15

* Em roxo, os classificados para a Série A do Brasileirão ‘09; em cinza, os rebaixados para a série C.

SAÚDE BUCAL INDÍGENA

Preocupada com a saúde bucal dos índios, a Coordenação Regional da Fundação Nacional de Saúde – FUNASA realizou juntamente com o setor de Planejamento de Saúde do Distrito Sanitário Especial Indígena do Leste (DSEI-Leste) no estado de Roraima, a Campanha de Saúde Bucal, atingindo quarenta comunidades indígenas, examinando e tratando 4.150 índios.

Juntamente com a atividade terapêutica, foram distribuídas kits contendo 1.422 escovas para higiene bucal; 4.112 unidades de creme dental e 143 unidades de fio dental.

Grande lance da FUNASA. Nada como comer e beijar com uns bons dentes.

BRASIL PROFISSIONALIZADO

Depois de avaliar as condições em que se encontram o Ensino Médio e Profissionalizante em muitas escolas do Brasil, o Governo Federal, através do Ministério da Educação, criou o programa Brasil Profissionalizado esperando atender até 2011 escolas de 1.8 mil municípios. Com isso pretende aplicar no programa R$ 900 milhões.

O programa tem como objetivo, além da melhoria do ensino médio e profissionalizante, melhorar a produção educacional dos professores nos campos pedagógico, didáticos e relacionamento com os educandos.

Inicialmente os estados que receberão a ação do Brasil profissionalizado serão:

  • BahiaR$ 38 milhões

  • CearáR$ 66 milhões

  • Mato GrossoR$ 35 milhões

  • ParáR$ 38 milhões

  • PiauíR$ 6 milhões

  • TocantinsR$ 41 milhões

É só aplicar a grana em seus fins e ver os jovens assumindo suas funções profissionais como responsáveis criadores de uma realidade democratizante.

PROVINHA BRASIL

Escolas e professores que participaram da primeira etapa da Provinha Brasil, processo de avaliação dos programas e aplicações educacionais da alfabetização, executado pelo Instituto Nacional e Estudos e Pesquisa Educacionais – INEP, começaram a receber os kits pelos Correios para execução da segunda etapa.

Qualquer informação necessária é só acessar o site do MEC.

Vamos lá, educadores e educandos, o Brasil precisa não só ver, mais ler e escrever sua nova história.

CRÉDITO CONSIGNADO DOS APOSENTADOS PERMANECE 2.5%

Em função do aumento da taxa Selic, os representantes dos bancos, que possuem assento no Conselho da Previdência, resolveram exigir revisão na taxa do crédito consignado de 2,5% para os aposentados. Todavia, depois de se reunir com seus membros e analisar a condição monetária do aumento, o Conselho da Previdência resolveu manter a taxa no mesmo percentual de 2,5%.

Engraçados, os bancos. Esquecem o que já ganham com os proventos dos aposentados e ainda querem mais.

FESTA DE DONA MARIANA DE DONA DORA DE OBALUAÊ

Mariana é uma turca marinheira

É uma princesa brasileira

Foi esse país que lhe adotou

É filha de um rei que governa a Turquia

Que chorava noite e dia pedindo a Deus pra ela voltar

Laiá, laiá, laiá… a bela turca da Turquia

Mãe Dora Dona Mariana 01 por você.

Clique nas fotos para ampliá-las.

O maravilhoso e aconchegante terreiro de Dona Dora de Obaluaê, lá na rua Pantanal – Jorge Teixeira IV (Zona Leste de Manaus), a céu aberto, que o tornava naturalmente refrescante e à luz da lua e das estrelas, estava forrado de folhas e preenchido de odores variados para a Festa de Dona Mariana.

Oi, pisa bem devagarinho

Pisa bem devagarinho

Que no caminho tem espinho

No caminho tem espinho

Mãe Dora Dona Mariana 08 por você.

E para tornar a festa mais agitada e alegre, para que ninguém, filhos e convidados, baixou no terreiro, na cabeça de Pai Geovano, festeiro e brincalhão, o curandeiro caboco Sibamba.

Mãe Dora Dona Mariana 10 por você.

Mãe Dora Dona Mariana 09 por você.

Foi com alegria que Seu Sibamba trouxe ao terreiro e fez as suas bem humoradas apresentações à conhecida e respeitada caboca Mariana.

Gente, vô falar pra vocês, visse, esse é mais um festejo de Dona Mariana na cabeça da filha de santo de meu filho, de Dona Dora. É um festejo dela, um festejo humilde, mas que todos vocês tão de coração, pra ser muito bem recebido, visse. Viu, vou dizer uma coisa pra vocês, tem muita espumosa lá dentro, comida também tem demais. Então vamo brincar direitinho, sossegado, cada um no seu, só levantando o copo e metendo cevada. O negócio é esse…

Mãe Dora Dona Mariana 12 por você.

Enquanto a festa continuava como Seu Sibamba ordenara, com todo mundo prestigiando e recebendo as bênçãos, trazemos aqui a conversa que tivemos com dona Helena, que é irmã de santo de dona Dora de Obaluê, e que falou sobre sua devoção a essa caboca de fé:

Pra mim ela fez maravilhas. Ela transformou minha vida de ruim para melhor… Ótimo! Maravilha! Antes de eu conhecer ela a minha ida era uma coisa bem ruim; depois que eu conheci ela, eu acho que eu nasci de novo. Tenho hoje o que eu não tinha. Enxergo hoje o que eu não enxergava. Vivo no claro; eu vivia no escuro. Agradeço a ela. Pra mim é o Deus que está no céu, dona Dora na terra e Mariana também, quando ela vem na terra. Pra mim é tudo de bom. Eu achava que eu já estava perdida. Hoje eu sou eu, e eu devo isso a ela.

Rei da Turquia já içou sua bandeira

Só para ver a bela turca na trincheira

Rei da Turquia já içou sua bandeira

Só para ver a Mariana na trincheira

Com graciosidade, finalmente Dona Mariana, a caboca mais conhecida e mais falante nos terreiros de Manaus, conversou conosco, assim como dividimos e reproduzimos abaixo, enquanto ela recebia todos os presentes que compartilhavam de sua magnífica festa.

É um festejo humilde, mas é de coração. Eu espero que todo mundo goste do que eu estou fazendo. Eu sou da turquia. Quando eu vim de muito longe – vinha eu, dona Brava, Dona Erundina -, nós chegamos no meio do lago, e eu fiquei, e hoje estou por aqui. A minha filha não queria fazer aminha festa, porque tava se lembrando do amigo dela que foi embora, que era filho dessa moça, pois quem organizava a minha festa era o seu Edson. E hoje ela estava muito triste, pensando nele, então eu disse: “Você faz e manda o convite para a dona Maria [a mãe dele]; se ela pudr vim, ela vem”. Eu passava pela cabeça do filho dela também, porque eu não posso ajudá-la.

Mãe Dora Dona Mariana 20 por você.

Eu sou do mar. Eu trabalho nas águas. Eu trabalho em todos os cantos. Eu trabalho nas encruza. Eu trabalho nas matas. Eu reino, eu sou rainha de todos os terreiros, mas tem gente que diz que tá com caboca Mariana só para ficar formosa. Mas eu, na cabeça dessa moça, eu baixei na cabeça dessa moça com sete anos de idade. Quando a dona Maria [mãe de dona Dora] foi fazer o babujador, aí eu apresentei para a moça. Eu fui chegando para perto da moça; a moça se sentindo mal; caiu no chão; passei três dias na cabeça da moça, ninguém sabia o que era; a moça morreu… Que morreu nada! Era eu mesma. Mas dona Maria deu uma surra em mim que eu fiquei toda lapiada, mas não deixei – e nem deixo. Se a dona Dora não fizer o que eu quero, o fim dela vai ser como o de seu Edson. Mas ela faz. Ai dela que não faça!

Mãe Dora Dona Mariana 21 por você.

Lá fora tem dois navios

No meio de dois faróis

É a esquadra da Marinha brasileira

Mariana, lá na praia dos lençóis

O melhor trabalho é o tempo! Eu trabalho para o amor. Eu trabalho para a maldade. E a maldade eu faço muito bem; numa cndeinha eu faço uma maldade. Mas eu gosto mais do amor edo amor, e da felicidade. Eu resolvo negócio. Tudo que me pedir, eu resolvo, sendo do meu alcance. Esse povo que tá aqui, eu trabalho para todos. Eu não cobro a ninguém. Quem quiser me ajudar, me ajude.

O poder que eu mostrei foi na Alemanha. Foi uma moça que estava muito doente que mandou me chamar; mas eu não pude ir, eu trabalhei daqui para lá. A moça da Alemanha não tinha felicidade, não gostava de amor, não tinha pataco, não tinha amor, não tinha felicidade, e por isso eu trabalhei pra moça daqui para lá… Hoje a moça está num castelo, e eu estou aqui. Dei tudo de bom para a moça.

Sentou praça na Marinha

Mas não foi pelo dinheiro

Foi pela simpatia

Da farda de um marinheiro

Mãe Dora Dona Mariana 18 por você.

A mensagem que eu digo para o povo é que assim como eu faço a caridade eu faço o mal, numa senteinha assim eu posso fazer o mal…

Vai embora minha pricesa daqui vai embora

Vai embora com Deus e Nossa Senhora

E quem vai embora vai com Deus e Nossa Senhora

Mãe Dora Dona Mariana 31 por você.

ROSSEAU, XUXA E O ENTENDIMENTO DE INFÂNCIA DE OMAR

Filósofo das luzes, o suíço Jean-Jacques Rousseau “racionalizou” numa roupagem iluminista a educação cristã, maniqueísta. É o artífice da teoria do “Bom Selvagem”, aquele que nasce propenso ao bem e ao amor, e é corrompido pela sociedade.

Tachado por alguns de anticapitalista, Rousseau, no entanto, foi inadvertidamente um dos artífices do Estado burguês. O seu método educacional, exposto no romance “Emílio (Da Educação)”, se presta muito mais à criação de consciências individualizadas do que a um entendimento de política que leve em conta a produção de comunidades. Sem examinar as causas do “desequilíbrio hierárquico” da sociedade do século XVIII a partir da razão, sua filosofia descambou no ideário liberal da “revolução” francesa e em grande parte justifica a sociedade do consumo.

O Bem e o Mal como condições de existência, e não como produção humana, também permeou, rousseaunianamente, pelas bandas manoniquins, o ideário da “revolução” globística, capitaneada pela sempre saltitante Xuxa Meneghel. A loira, que já foi rainha da doença patológica do infantilismo, hoje disputa espaço comercial com os netos de seus eternos súditos.

Aproveitando seus dotes e a benevolência dos patrões, Xuxa também aproveitou-se da idéia de que a criança é boa, e o mundo a corrompe para vender a idéia da infância eterna. Defende uma educação individualizante, a partir da “boa natureza” da criança. Como método de trabalho, um visual (des)erotizado, isca sedutora para pais e mães carentes do próprio corpo como realidade existencial e política, brincadeiras que simulam a competitividade vorácica do mercado de trabalho, os conceitos segmentados de gênero, sexo, papéis sociais e valores morais, o culto à eterna felicidade na infância, através do mote “rainha dos baixinhos”. Tudo acompanhado, é claro de um exército de produtos para o consumo do segmento infantil.

A SUBJETIVIDADE ROUSSEAU-XUXEADA DA CANDIDATURA ‘OMAR’

Na propaganda eleitoral do candidato Omar, na última segunda-feira, o tema da falta de creches públicas em Manaus foi tratado pelo candidato de forma reveladora. Após criticar a atual gestão por não ter cumprido a promessa de construir creches, Omar justifica o espaço dado em seu plano de governo às criancinhas com a justificativa de que ele, Omar, considera que as crianças nascem puras, inocentes e ingênuas, porque foram criadas por Deus.

Entendimento que permite ao eleitor atento algumas inferências:

Se as crianças nascem inocentes, ingênuas e puras, que percalços da existência faz com que elas se tornem corruptas? Para corromper, só sendo corrupto, e se as crianças estão se tornando adultos corrompidos – inclusive políticos profissionais corruptos – é porque os governos (dos quais Omar faz parte desde tenra idade, acompanhado de Gilberto Mestrinho) são corrompidos, principalmente na propalada educação, onde os diretores, todos indicados por interesses eleitorais, para manter seus cargos, utilizam a doutrina castradora para reforçar a força coercitiva.

Se as crianças nascem puras e foram criadas por Deus, como afirma o candidato, onde ficam as doutrinas cristãs tradicionais e evangélicas, que foram erguidas sobre o conceito de Pecado Original? Como ficarão os pastores evangélicos aliados de Omar/Eduardo, que trabalham o ano inteiro com a idéia de pecado e remissão, culpa e expiação, morte e vida eterna para justificar o seu salário e o dízimo, se o primeiro ato da justiça divina, pedra fundamental da doutrina que eles defendem é negada pelo candidato que eles oferecem eleitoralmente ao seus fiéis?

Se as criancinhas são criadas puras por Deus, mas são corrompidas pela sociedade, onde está a perfeição divina, a onipotência de Deus, atributos sem os quais Deus não é Deus? Terão os teólogos das igrejas apocalípticas (católicas incluídas) consciência do duplo atentado contra a existência de Deus cometido pelo candidato em seu programa eleitoral?

Ao defender o caráter de pureza, ingenuidade e inocência das crianças nascidas, Omar ressuscita de quebra a corrente filosófica do Idealismo, para o qual as idéias existem em si. Se assim o candidato acredita, então também deve defender – sob o risco da incoerência – a impossibilidade de mudança destas idéias por parte do homem. Para o Idealismo, a matéria não se modifica pelas ações humanas. Como fica então a “sociedade corrompida”? Pela lógica Ideal apresentada pelo candidato, continuará corrompida.

Assim, a frase-clichê do candidato Omar vem desfiar e revelar ao eleitor consciente o engôdo da propaganda significante. No afã de negociar o produto (no caso, o produto-candidato), as palavras são esvaziadas de seu sentido, na tentativa de corromper o “Bom Eleitor”, e levá-lo a comprar o não-dito pelo dito. Menos mal que nenhum eleitor nasceu puro, ingênuo e inocente. É livre para se movimentar nas linhas do saber comum e tecer outros dizeres, para além do marketing eleitoral.

FÓRUM DE CULTURA E DIREITOS AUTORAIS

O Ministério da Cultura estará realizando amanhã e quinta-feira, na USP, o Seminário do Fórum de Cultura e Direitos Autorais tendo como tema: “DIREITOS AUTORAIS E ACESSO À CULTURA”. O seminário reúne todos os que estão envolvidos com os temas para discutir sua realidade atual e criar novas propostas para as políticas culturais do Brasil e a defesa dos direitos autorais que, segundo os próprios autores, não seguem uma política eficiente de proteção às obras.

Quem mora em São Paulo, é só dá uma chegada para conferir. Quem não mora, pode acompanhar o desdobramento pela internet, acessando o site do Ministério da Cultura: http://www.cultura.gov.br/site/


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.482 hits

Páginas

Arquivos