A ESQUERDA MUNDIAL SAI FORTALECIDA NO REFERENDO BOLIVIANO

Nosso compromisso é com a Bolívia, é com todos os revolucionários do mundo. É um compromisso de seguir dignificando a todos os bolivianos e bolivianas. Hoje ficou provado que a Bolívia luta primeiro por sua dignidade, por sua identidade. Esperamos que essa vontade tão espontânea e soberana seja escutada por alguns setores opositores, para que juntos possamos trabalhar pela dignidade, igualdade e unidade de todo o país (Trecho do discurso de Evo Morales, ontem, 10/08/2008, em La Paz).

Informes preliminares e ainda não oficiais (aqui e aqui) indicam que o presidente Evo Morales foi aclamado no referendo revogatório realizado neste domingo. Os números da boca-de-urna dão uma vitória entre 60 e 63% dos votos, mais de 7% acima da votação que elegeu o presidente cocalero.

Além da confirmação do mandato de Evo, a direita ressentida pode sofrer outras derrotas no referendo. Os governadores de Cochabamba, La Paz e Oruro, que defendem os interesses da alcunhada elite boliviana, perderam seus mandatos. Serão confirmados no cargo os governadores de Potosí, Santa Cruz, Beni, Pando e Tarija.

O referendo revogatório foi convocado por Evo Morales em maio deste ano, após tensões separatistas advindas dos Estados onde o desenvolvimento econômico predatório criou grupelhos dependentes economicamente dos EUA, e que exploram o próprio país. Santa Cruz é a cidade onde a oposição e a violência discriminatória contra os descendentes dos povos nativos da região é mais intensa.

As tensões separatistas aumentaram após a promulgação da nova constituição do país. Os Departamentos (como são chamados os Estados na Bolívia) de Santa Cruz, Pando, Beni e Tarija ameaçaram não respeitar a Carta Magna, e chegaram a promover referendos ilegais para tentar legitimar uma pretensa autonomia política, que foi rechaçada pela comunidade internacional, à exceção, é claro, dos EUA.

De acordo com a lei que regulamentou o referendo, aceita por todos, os governadores derrotados devem deixar o cargo, e caso o presidente fosse também derrotado, deveria-se fazer novas eleições.

As tensões pré-referendo foram intensas, a imprensa local multiplicou factóides e tentou boicotar o referendo, principalmente depois que pesquisas divulgadas mostraram a vitória de Evo. O Ministro da Presidência da Bolívia, Juan Ramón Quintana chegou a denunciar, no último dia 07, um clima generalizado de golpe de Estado, provocado por prefeitos de cidades opositoras, que pretenderiam não respeitar o referendo e tomar o governo pela força. Atos de violência étnica são a marca da direita boliviana, notadamente descendente dos mesmos europeus que dizimaram e exploraram por séculos o ainda riquíssimo país andino.

A BOLÍVIA NÃO EXISTE” ANTECEDEU O “PORQUE NÃO TE CALAS?

No instigante livro As Veias Abertas da América Latina, Eduardo Galeano descreve o falso esplendor da cidade de Potosí, onde, diziam, bastava cavar para encontrar prata. Durante séculos, a prata dali retirada a peso da morte de milhões de nativos foi a fonte de riqueza da Europa.

Já no século XX, outro metal despertou a cobiça internacional e os olhares para a Bolívia: o estanho. Em 1952, quando o país estatizou as minas do metal, a expropriação estrangeira (EUA e Inglaterra) já tinham diminuído as reservas em mais de 120 vezes. E mesmo estatizada, ela não serviu para distribuir a renda e a riqueza do subsolo boliviano. Sem o estanho das minas bolivianas, Andy Warhol jamais teria pintado o seu famoso quadro da Sopa Campbell, simplesmente porque a lata de estanho, símbolo da modernidade e do mercado de consumo no século XX, não existiria sem o sacrifício dos mineiros nativos, que mascavam folha de coca para enganar a fome e a exaustão.

Outro mineral, o salitre, potente fertilizante que impulsiona o agronegócio estadunidense e europeu, no final do século XIX, desencadeou a Guerra do Pacífico, que deixou a Bolívia sem saída para o Oceano Pacífico e com ressentimentos com Peru e Chile, os quais ainda perduram, apesar da aproximação entre os governos de Evo e Bachelet. O estanho, cuja maior mina ficava em Oruro, sem passar pelo processo de fundição tem valor baixíssimo. Evidentemente, este processo não se fazia na Bolívia, e muito menos pertencia ao governo do país.

Galeano conta ainda uma anedota do século XIX, que ilustra bem qual a imagem que os países desenvolvidos, até pouco tempo atrás, tinham da América Latina:

Contam que, um século atrás [o livro foi escrito em 1976], o ditador [boliviano] Mariano Melgarejo obrigou o embaixador da Inglaterra a beber um barril inteiro de chocolate, em castigo por ter desprezado um copo de chicha. O embaixador foi exibido num burro, montado ao contrário, pela principal rua de La Paz. E foi devolvido a Londres. Dizem que então a rainha Vitória, enfurecida, pediu um mapa da América do Sul, riscou uma cruz sobre a Bolívia e sentenciou: ‘Bolívia não existe‘”.

Mais de um século depois, um Rei espanhol, coroado por uma das mais sangrentas ditaduras da história da Europa, pergunta ao cafuso insolente: “Por que não te calas?”.

Com a ascensão econômica de países como o Brasil e a Venezuela, já não é mais possível que rainhas tenham um surto de síndrome de Deus e decretem a inexistência de um país. Talvez por isso, o sentimento do rei espanhol tenha sido mais de estupefação que de arrogância. As condições econômicas não são mais favoráveis a rompantes psiquiátricos de megalomania paranóide.

Neste contexto, a vitória de Evo Morales, se confirmada, será uma vitória da democracia, embora os conflitos não cessem a partir daí. Mas ao menos, aqueles que confundem democracia com a patologia social da exploração e da produção da miséria humana saberão que a verdadeira democracia não vem da força, mas do poder-potência coletivos, quando se quer e se constrói num engendramento desejante.

2 Responses to “A ESQUERDA MUNDIAL SAI FORTALECIDA NO REFERENDO BOLIVIANO”


  1. 1 Sirlei lopes Ribeiro quarta-feira, 15 outubro, 2008 às 8:23 pm

    A politica não funciona no falar palavras bonita, mas no cumprimento, das promessas feitas, para que a sociedade agredite no governante que escolheu.

  2. 2 afinsophia quinta-feira, 16 outubro, 2008 às 12:09 am

    Sirlei,

    Que são as promessas senão palavras? O Belo deve fazer parte do político na sua práxis, que também envolve a Retórica, o discurso, sem o qual a democracia não se faz. Por isso o diálogo era a práxis da democracia em Atenas.
    No caso das belas palavras de Morales, elas carregam a fidelidade a um projeto democrático que leve em conta os povos nativos bolivianos que sempre foram alijados do processo de enriquecimento das chamadas elites brancas, que lá, como cá, não pensam o país como um todo.

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.859 hits

Páginas

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: