Arquivo para 15 de setembro de 2008

COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

https://i0.wp.com/farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg

# Estudo realizado em seis capitais consideradas com padrão sócio-econômico de desenvolvimento maior que as outras capitais, publicado pelo Ministério da Saúde, revela que 42% DAS MULHERES GRÁVIDAS TIVERAM DOENÇAS SEXUAIS. Meninas, qual é a de vocês? Muito cuidado na transa, ainda mais quando envolve uma gravidez, a procriação de uma criança. Um descuido que pode implicar na saúde física e mental do feto.

Segundona TDPM – Transtorno Disfórico Pré Menstrual, um vacilo sexual inaceitável.

# Ainda no estudo da gravidez publicado pelo Ministério da Saúde, encontra-se uma mostragem afirmando que 49,2% das mulheres grávidas com PARCEIROS FIXOS NÃO USAM PRESERVATIVOS. Bem, se o envolvimento do casal se movimenta em cumplicidade ética, em que o modo de ser dos dois realiza um compromisso ontológico de alteridade, tem mesmo é que não usar. Agora, se na relação salta um rastro de insegurança, é obrigação usar. Que coisa, meninas! Sexo é bom, é vibrante, então porque não se preservar para poder vibrar por mais tempo? Ui, Lulu!

# A Tininha, palmeirense de papo verde, nos seus 13 aninhos, disse que ficou contente com a vitória de 1×0 de seu time contra o Cruzeiro, mas não vibrou muito: o Palmeiras começou jogando com 11 jogadores, depois ficou com 10, Leny expulso, mas o Cruzeiro começou e terminou com 1 jogador, um tal de Tenda. Eu tentei argumentar que Tenda é a marca do patrocinador do clube, e que A AUSÊNCIA DOS NOMES DOS JOGADORES DO CRUZEIRO NAS CAMISAS FAZ PARTE DO CONTRATO-MARKETING. Se colocar o nome do jogador, o nome do patrocinador perde o privilégio da visibilidade, porque na percepção do público ele se confundirá com o do jogador, que é a estrela do espetáculo, e não o patrocinador. Mas a Tininha é carne de tetéu. Queria porque queria o nome dos jogadores nas camisas, para poder lembrar dos nomes deles e sentir que seu time jogou contra vários adversários. Coisas de Tininha.

# Alguns estúpidos reacionários… Desculpe-me a tautologia! É claro, todo estúpido é reacionário. Pois então, ALGUNS ESTÚPIDOS CRÊEM QUE OS CONFLITOS QUE ESTÃO OCORRENDO NA BOLÍVIA É ASSUNTO INTERNO DA BOLÍVIA e só diz respeito ao povo boliviano junto com o governo Evo Morales. Não é não, babacas! Diz respeito a todos latinos. Principalmente os sudamericanos. Embora pareça ser um protesto autóctone, próprio dos interesses internos de alguns, não é. Tem a ingerência ambiciosa e intervencionista do império ianque na persona non grata, Bush. Faz-se premente a defesa territorial dos Estados Sul-Americanos, daí a importância do encontro na Argentina dos líderes dos governos para tratar desta ameaça via Bolívia.

O charango andino dá o toque,

E a gente faz um roque!

Beijos e abraços Vertebrais!

PERSPECTIVA OBNUBILA DEUS EM PESQUISA

Todos saberes como indicadores de valor, falso ou verdadeiro, são produções do antagonismo de forças. Assim, historicamente, se manifestam saberes reacionários e saberes democráticos, estes em menor quantidade. Freud enuncia os reacionários como a lógica da estupidez que predomina no mundo graças aos graus de repressões exercidos pelas consciências mitificadas/mistificadas como força recalcante. Nisso, o saber/morto passar como relevância da vida. A onisciência de Deus como sintoma e não como realidade. Falsos saberes como verdadeiros indicadores de realidades a serem preservadas. Tudo que se encontra na “onisciência” das pesquisas de sondagem de opinião pública, onde empresas procuram a auto-glorificação cognitiva como sabedoras infalíveis das opiniões presentes e futuras, o que cabe a Deus. Isso, para quem acredita.

A TEO OBNUBILAÇÃO DA PERSPECTIVA

O filósofo Deleuze fala de números e numerantes, estes carregam movimentos, são impossíveis de serem sondados e capturados dado suas potências produtoras; aqueles, são corpos molares de fácil captura, dadas suas imobilidades, são os ilusionistas. Estes, os que comumente a empresa Perspectiva de sondagem de opinião pública mostra em suas pesquisas eleitorais. Por ele tenta se teologizar como capaz de capturar os saberes e dizeres da opinião pública, sem jamais suspeitar (elemento fundamental a construção do saber) que as massas não refletem as sondagens em função de sua ordem evanescente: o incapturável.

Quando, o proprietário da empresa, Durango, em Complexo de Deus, vaticina o futuro, com seus estados de coisas, afirmando que a partir de agora as eleições cairão mais nas emoções (irracionalidade) das conversas acirradas “de bar” e outros locais, anulando a razão, mostra o quanto se quer Kid, Durando Kid, o herói dos quadrinhos, ídolo do cantor Waldick Soriano. Nisso, não percebe, como Waldick, que o herói não liberta força, e sim fortalece os mitos e as lendas de suas perspectivas. Esse, o “heroísmo” das empresas de sondagens de opinião pública. A opinião como mercadoria no invólucro lendário/mítico.

A LÓGICA DO ARREDONDAMENTO

A pesquisa eleva a categoria molar do número: a imobilidade. Ele, como Durango Kid, afirma que arredondou os números, tudo o que se pode fazer com um corpo imóvel como o número, o impossível com o numerante. Arredondou. Se era 14,6, ficou 14 ou 15? Amazonino, 46%; Omar, 16%; Serafim 14%; Praciano 12%; todos arredondados? Onde se encontra o saber/teológico do “herói”? A opinião do eleitor é pedaço, aí o motivo de poder, plasticamente, ser arredondada? No senso comum: arredondar é determinar uma única opinião.

OS ACERTOS DAS MARGEM DE ERROS

Em sua heroicização, Durango afirma que se deve levar em conta as margens de erros, 4 pontos para cima e para baixo (e existe ?). Não suspeita: o erro é também uma certeza. Obnubilada a pesquisa, o candidato Amazonino, com 46%, tem 50%, já levou. Os outros, como nas outras pesquisas, são os outros. Nos casos específicos de Serafim e Praciano, numericamente, são imóveis. Quanto a Omar, surge apenas como modelo do número: elemento da imobilidade. Se amparado só na estatística, Durango ironiza Deus, o pior ocorre quando incorre na epistemologia: conhecer o insondável futuro pela ausência do presente dominado pelas “emoções”, a força do demagogo. O prefeito será aquele que mais segregar corpos chantagistas, os menos racionais. Sua mensagem cifrada. O seu candidato.

Daí que a obnubilação confirma o filósofo Baudrillard quando ele diz: “É possível discutir com quem sabe, é possível discutir com quem não sabe, mas nem mesmo Buda poderia discutir com quem acredita saber”.

A Perspectiva não conduz um saber dialógico. Logo, não pode ser crível.

JUNGMANN: QUANDO O MAL SE QUER BEM

O juiz da sexta Vara Criminal da Justiça Federal São Paulo, Fausto Martin De Sanctis, o que, com sua inteligência jurídica e sua potência democrática, foi um dos responsáveis pela prisão do protegido e guardado Daniel Dantas, o “orelhudo” libertado duas vezes pelo “super” ministro Gilmar Mendes, para quem a justiça não “é o que é justo”, como disse o filósofo Platão, receberá uma representação disciplinar do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, requerida pelo deputado federal, vice-líder do PPS, Raul Jungmann, que, de acordo com sua moralidade, afirmou sobre os grampos telefônicos em DD, que “isso é inconstitucional, o juiz desrespeitou a constituição…”.

Nas encenações das nobrezas e dos vassalos, é comum coadjuvantes periféricos da história quererem que o público acredite que são moralmente modelares para continuarem em suas parlapatônicas interpretações.

Jungmann, que se quer visto como bem, escotomiza seu mal: desde 2004, por ter utilizado, em 1999, indevidamente aeronaves da Força Aérea Brasileira – FAB, vem sendo processado judicialmente. Em outubro do ano passado teve contas bloqueadas e veículos indisponibilizados pela justiça por causa de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público, devido a um contrato irregular entre o Incra e uma empresa de publicidade. Também foi alvo de uma auditoria da Controladoria-Geral da União – CGU por uso indevido das chamadas contas tipo B (fundos de suprimento). Para afastar o tempo em que era, então, ministro da Reforma Agrária de Fernando Henrique, Jungmann quer afastar De Sanctis. Ironia da terra que se movimenta. A terra que move o juiz não é a mesma que fixa o deputado.

*……….::::: CHAGÃO! :::::……….*

Quien quiera entender como funciona el mundo deberá entender el fútbol”.
Roberto Perfumo (ex-jogador argentino).

CHAGÃO PERGUNTA

O ‘Chagão!’ quer saber: você sabe a que time pertence este escudo?

CONTA OUTRA, LEONOR!

Há pelo menos um quarto de século, a seleção brasileira optou pela fórmula “jogar feio e ganhar”, em detrimento de “dar espetáculo e perder”. Pode-se afirmar que foi uma “imposição” da torcida, manifesta através da imprensa. Ledo engano. A torcida brasileira sofreu, sim, com 24 anos sem um título mundial, viu seleções jogando um belíssimo futebol serem eliminadas, ora por adversários tão brilhantes quanto, ora por outros, nem tanto assim, mas também sofreu com o título insípido de 1994. Já naquela época, o Brasil não tinha um futebol belo não porque não queria, mas porque não podia mesmo. Era o futebol da chamada Era Dunga, mas era menos uma era Dunga que uma Era Romário, já que ele foi o estereótipo do que se chamava “craque” naqueles tempos. Hoje, com o Brasil do técnico Dunga, mais uma vez, o belo futebol não vem, não pela ausência de um bom treinador, mas pela falta de craques. Temos uma geração supervalorizada, onde ter habilidade é considerado suficiente pra ser chamado de craque, quando a qualidade de Craque é muito mais que o manejo da bola, mas uma postura existencial que se distribui na meia-cancha. Coisa que os nossos atuais boleiros não têm. Talvez por isso, o presidente Lula tenha pedido a alguns craques do passado que conversem com os atuais. De qualquer sorte, não é de hoje que a fórmula “jogar feio e ganhar” se mostra mais falha que o jogar bonito. No texto que a Leonor nos traz hoje, uma crônica da participação brasileira na Copa de 1990, na Itália, já víamos muito do que hoje se diz. Mas, naquela época, com um pouco mais de lucidez, e menos redução epistemológica. O texto é do Museu dos Esportes, e não tem autoria.

.“BRASIL VOLTA MAIS CEDO PARA CASA – 1990”

(Museu dos Esportes)

Não adianta tentar ver a seleção brasileira com os olhos de antigamente. Ela mudou. A fantasia acabou e, o futebol arte como foi mostrada na Copa da Espanha, não existe mais. Na estréia, contra a Suécia, não assustamos ninguém. Começamos com cautela, lentidão nos toques, erros nos passes e nos desarmes. Aos poucos, bem aos poucos, mantida a cautela, a velocidade apareceu nos contra ataques, o passe melhorou, mas a característica principal não mudou: o ataque é importante mas a defesa é fundamental.

A vitória de 2×1 foi incontestável, mas a atuação do time brasileiro deixou a desejar. Principalmente no meio campo, porque errou muitos passes, pegou poucos rebotes e apenas desarmou com eficiência, sobrecarregando a defesa e servindo pouco a dupla de atacantes. Erramos 45 passes, e esse desequilíbrio preocupou o técnico Lazaroni. Conversar era a palavra chave da seleção. Conversar, treinar, conversar. O treinador era capaz de concentrar em si as atenções e desviá-las de possíveis focos de tensão. Ricardo Rocha e Bebeto, que sonhavam ser titulares, poderiam manifestar descontentamento. Perfeito na dissimulação, Lazaroni confiava no time que ganhou o moral necessário depois da vitória contra a Suécia.

Já naquela Copa os jogadores brasileiros convocados, nos bastidores, pensavam muito no novo mercado aberto. Ricardo Gomes, por exemplo, comentava que pouco importava o quanto a CBF pagaria aos jogadores. Se o Brasil vencesse o mundial, ou pelo menos, ficasse entre os quatro primeiros, a cotação de cada jogador ficaria muito alta. O novo mercado americano era estimulante. O reserva Bismark também pensava em jogar para mostrar seu futebol e, quem sabe, conseguir uma transferência para jogar e estudar nos Estados Unidos. Esse era o pensamento de quase todos os jogadores da seleção.

O segundo jogo foi contra a Costa Rica. Apesar do marcador de 1×0, foi um jogo fácil. Dunga, Alemão, Valdo e Careca não deixaram que os adversários passassem do meio campo. A facilidade era tanta que o 0x0 incomodava a seleção brasileira. O gol único saiu de uma jogada de Muller que chutou nas costas do zagueiro Montero e, no desvio a bola entrou no arco do goleiro Conejo. O Brasil jogou fechado não deixando o adversário chegar perto da nossa área. Nossa seleção foi muito superior e merecia um resultado melhor. Chutamos quatro bolas na trave e, mesmo assim, a torcida não gostou. Alguns queriam Bebeto no lugar de Muller. Outros desejavam três atacantes: Careca, Bebeto e Romário. Lazaroni pensava diferente e, neste jogo contra Costa Rica, Bebeto entrou aos 38 minutos do segundo tempo e, no lugar de Careca. Mas, a classificação estava assegurada. Era o que queríamos. Diante da Escócia, Lazaroni já começou a pensar em colocar Romário de primeira e, até, os três atacantes que a torcida gostaria de ver.

Mesmo classificado, alguns jogadores demostravam sua insatisfação. Careca reclamava que estava jogando muito isolado lá na frente. Bebeto, mais diplomático, não tinha gostado de ter entrado quando faltava apenas sete minutos para o jogo acabar. Romário ara mais taxativo: “Bebeto entrou no lugar do jogador errado. Está na hora de usar três atacantes e esta é a minha hora”. Renato Gaucho protestava calado. Para muitos críticos, era melhor perder jogando como a seleção de 1982, a ganhar com um time defensivo como o de 1990. Para Lazaroni, o que importava era vencer. 1×0 ou 10×0, a vitória é a mesma. Os pontos catalogados são os mesmos.

O terceiro jogo contra a Escócia fez os brasileiros sofrerem mais uma vez. Romário entrou fazendo dupla com Careca. Vindo de uma contusão séria, Romário não rendeu o que dele se esperava. Foi substituído por Muller que deu mais velocidade ao ataque e terminou marcando o único gol do jogo. Ricardo Rocha também entrou no lugar de Mozer. Para o técnico estava tudo dentro do previsto. O Brasil venceu os três jogos, marcou 4 gols e não tomou nenhum. Passou para a fase seguinte e continuava lutando pelo titulo. Ele não vi o porque das criticas.

E veio o jogo contra a Argentina, uma seleção bem diferente daqueles que vencemos na primeira fase da Copa. O esquema de Lazaroni que privilegiou a disciplina tática, não resistiu ao primeiro encontro com o talento. Tudo porque, num único lance, o gênio de Maradona provou que o talento continua falando mais alto. Nem o tornozelo inchado e ferido evitou que Diego enfileirasse quatro brasileiros e deixasse Caniggia de cara com Tafarel. Primeiro foi Alemão, no meio campo. Depois Ricardo Rocha que tentou segurá-lo. Em seguida foi a vez de Ricardo Gomes e Mauro Galvão, que acabaram trombando. Era o gol que definiu a partida. Quando o resultado ainda era de 0x0, o Brasil também teve algumas oportunidades para abrir a contagem. Faltou competência a Careca e Muller e que sobrou em Maradona e Caniggia. Se o Brasil foi bem no primeiro tempo, a Argentina equilibrou o jogo no segundo e soube aproveitar a chance que apareceu. Renato Gaucho que entrou nos minutos finais do jogo, reclamava aos jornalistas: “A derrota foi um belo castigo para um treinador retranqueiro”. O técnico apenas lamentava: “Nós tentamos, fizemos o possível, mas não foi o bastante”. A derrota para a Argentina encerrou a pior participação brasileira em Copas desde 1966”.

LINHA DE PASSE

Flamengo, São Paulo, Corinthians e Botafogo se uniram para formar o G4. A entidade pretende fiscalizar o trabalho da CBF, quer participar da elaboração do calendário e propor novas regras que protejam e beneficiem os clubes. Quer ainda discutir mais vantagens para as agremiações na comercialização dos direitos de transmissão via tevê, e ingressar em novas mídias, como a internet e o celular. A entidade vem no vácuo do Clube dos 13, que rachou no ano passado – justamente pela atuação de Flamengo, Botafogo, São Paulo e Corinthians. Déjà vu? Mais uma entidade institucional no mundo da indústria futebolística, mudando os nomes e nada mais. Algum torcedor aí ainda acredita?

CAMPEONATOS NACIONAIS

O Grêmio patina na liderança, e é ameaçado pelo insípido Palmeiras luxemburguês. O tricolor gaúcho perdeu em casa para o engrenado verdão do Planalto Central, que está com a bola toda no returno. O Botafogo perdeu a grande chance de ficar entre os três, pertinho da liderança, em mais uma manifestação da síndrome do medo do sucesso. Flamengo e Cruzeiro dão adeus moralmente ao título deste ano. Vitória e Sport Recife estão por ali, e se bobear, abiscoitam uma vaga na Libertadores, o que para o Leão do Recife, não seria novidade, mas seria glorioso. O Vasco gostou de ter um atacante no gol e repetiu a dose da partida contra o Cruzeiro, hoje, contra o Náutico, e no lugar de Edmundo, Leandro Amaral, o eterno futuro-craque. O time de São Januário foi se juntar ao Fluminense na zona de rebaixamento. E segue o enterro... Na artilharia, Kléber Pereira (Santos) fez mais um, e tem 18 tentos. Resultados:

25ª Rodada Série A – 13 e 14/09

Ipatinga 3 – 2 Atlético/MG

Grêmio 1 – 2 Goiás

Atlético/PR 2 – 0 Portuguesa

Cruzeiro 0 – 1 Palmeiras

São Paulo 2 – 0 Flamengo

Vasco 1 – 3 Náutico

Sport Recife 5 – 0 Figueirense

Santos 2 – 1 Fluminense

Vitória 1 – 0 Coritiba

Botafogo 1 – 2 Internacional

Classificação*

Grêmio  –  49

Palmeiras  –  46

Cruzeiro  –  43

Botafogo  –  42

São Paulo  –  42

Vitória  –  40

Flamengo  –  40

Sport Recife  –  38

Coritiba  – 37

Goiás  –  36

Internacional  –  36

Atlético/MG  –  30

Náutico  –  29

Santos  –  29

Figueirense  –  28

Atlético/PR  –  26

Vasco  –  26

Fluminense  –  25

Ipatinga  –  24

Portuguesa  –  23

* Em azul, os classificados para a Libertadores ’09; em verde, os classificados para a Sulamericana ’09, e em vermelho, os rebaixados para a série B.

* * *

Timão sofre para ganhar do Grêmio Barueri, América de Natal goleia e sai da zona de rabaixamento. CRB rebaixado é tão certo quanto Corinthians ser campeão. Fortaleza e Brasiliense seguem na balada também rumo à série C, tudo isso na 24a rodada do Brasileirão B 2008. Túlio continua com 20 na corrida da artilharia. Confira os resultados:

24ª Rodada Série B – 09, 12 e 13/09

Marília 2 – 0 Santo André

CRB 0 – 2 Bragantino

Ceará 1 – 1 Paraná Clube

Avaí 2 – 1 Fortaleza

América/RN 5 – 1 Vila Nova

Juventude 3 – 0 ABC

Gama 1 – 1 Ponte Preta

Bahia 2 – 0 Criciúma

Corinthians 1 – 0 Barueri

São Caetano 4 – 1 Brasiliense

Classificação*

Corinthians  –  54

Avaí  –  45

Vila Nova  –  44

Santo André  –  43

Barueri  –  39

Bragantino  –  39

Ponte Preta  –  37

Juventude  –  35

Bahia  –  35

Ceará  –  34

São Caetano  –  32

ABC/RN  –  30

Marília  –  29

Gama  –  28

América/RN  –  26

Criciúma  –  26

Paraná Clube  –  24

Fortaleza  –  23

Brasiliense  –  23

CRB  –  15

* Em roxo, os classificados para a Série A do Brasileirão ‘09; em cinza, os rebaixados para a série C.

* * *

Série C do Brasileirão: no grupo dos remanescentes do Norte, o Rio Branco encarou a Luverdense na Arena da Floresta, e venceu pela mínima. Já o Águia de Marabá encarou o Papão e se deu bem: 3 a 2. Após 2 rodadas, o Águia lidera, com seis pontos. Paysandu e Rio Branco têm 3 pontos, cada um, e a Luverdense não tem nada. A próxima rodada acontece na quarta-feira.

CAMPEONATOS AMÉRICA DO SUL

Apertura Argentino’ 08: Boca Juniors e Independiente fizeram um clássico quente, onde a arbitragem também foi protagonista. Com os dois times no ataque, sem muita objetividade, é verdade, mas com garra. O primeiro a marcar foram os rojos, com a bola batendo no travessão e quicando dentro, mas o bandeirinha resolveu não dar o gol. Com isso, o Boca é quem saiu na frente, com Palacio, com 30 segundos de jogo. Minutos depois, o Independiente empatou, com Gandín. Ainda teve a expulsão de Rolfi, que tomou amarelo, saiu para receber atendimento, e quando voltou estava expulso. Motivo: não pediu autorização do árbitro para adentrar a cancha. Final, empate, Boca líder junto com o San Lorenzo. Enquanto isso, o River Plate não é sombra do campeão do Clausura. Um empate em Sarandí, contra o Arsenal, mas ao menos o técnico ‘Cholo’ Simeone gostou da garra da equipe. Cada um se conforma com o que tem. Na parte de baixo, o Racing Club venceu fora de casa pela primeira vez no ano e respira fora do grupo da degola. Na artilharia, José Sand, do Lanús, continua isolado com seus seis gols. Resultados:

05ª Fecha Apertura’13 e 14/08

Gimnasia Jujuy 4 – 3 Huracán

Banfield 0 – 0 Colón

Newell´s 2 – 1 Lanús

Gimnasia La Plata 1 – 1 Argentinos Jrs

San Lorenzo 2 – 1 Rosario Central

Racing 0 – 0 Tigre

San Martín (T) 1 – 1 Godoy Cruz

Vélez 1 – 0 Estudiantes

Boca Jrs 1 – 1 Independiente

Arsenal 2 – 2 River Plate

Classificação

Boca Juniors  –  10

San Lorenzo  –  10

Colón  –  09

San Martín (T)  –  08

Tigre  –  08

Vélez Sarsfield  –  08

Lanús  –  07

Arsenal  –  07

Independiente  –  07

Newell’s Old Boys  –  07

River Plate  –  06

Banfield  –  06

Gimnasia La Plata  –  06

Gimnasia Jujuy  –  06

Argentinos Juniors  –  05

Racing Club  –  05

Godoy Cruz  –  04

Estudiantes La Plata  –  04

Rosario Central  –  04

Huracán  –  03

* * *

Apertura Uruguaio’ 08: o Peñarol vencia o Rampla Jrs por 2 a 1 até os 35 do segundo tempo, quando os picapedras viraram a partida, e venceram por 3 a 2, empurrando os carboneros para a meiuca da tabela. Já o Nacional foi à terra de Gardel e venceu o Tacuarembó por 2 a 0. O Danubio segue firme na liderança. O goleador até agora é Julian Perujo, do Rampla, com 3 gols. Resultados:

03ª Fecha Apertura’08 – 13 e 14/09

Juventud 1 – 1 Cerro

Tacuarembó 0 – 2 Nacional

Cerro Largo 0 – 2 River Plate

Wanderers 1- 2 Bella Vista

Rampla Jrs 3 – 2 Peñarol

Racing 4 – 0 Central Español

Defensor Sporting 0 – 1 Liverpool

Villa Española 2 – 3 Danubio

Classificação

Danubio – 09

River Plate – 07

Liverpool – 07

Nacional – 06

Racing – 05

Cerro – 05

Defensor Sporting – 04

Rampla Jrs – 04

Tacuarembó – 03

Bella Vista – 03

Central Español – 02

Peñarol – 01

Villa Española – 01

Juventud – 01

Cerro Largo FC – 01

Wanderers – 00

CAMPEONATOS EUROPEUS

Ligue 1 Temporada 2008-2009: quinta rodada do Rocambole 08/09, e a história se repete – como farsa, é claro. O Lyon já lidera, dois pontos à frente do Marseille. Venceram em casa o Nice, por 3 a 2, enquanto os olímpicos marselheses empataram em um gol com o forte Bordeaux, fora de casa, o que não chega a ser um mau resultado. Um ponto atrás, o Grenoble empatou fora de casa, também em um gol, com o Valenciennes. Le Mans e Nice completam os cinco primeiros.

* * *

Bundesliga 2008-2009: jornada 4 do Salsichão 08/09, e o Hamburg, que venceu o Bayer Leverkusen por 3 a 2, lidera o certame, com 10 pontos, dois a mais que Borussia Dortmund e o Schalke 04, que empataram em emocionantes 3 a 3 entre si, na casa dos aurinegros. Também com oito pontos, em quarto, vem o Bayern Munique, e fechando os cinco primeiros, o Stuttgart, com 07 pontos. O detalhe da rodada é que a partida entre Eintracht Frankfurt e Karsruher foi adiada por causa do show da Madonna, que estragou o gramado do estádio.

* * *

Premier League 2008-2009: e no Chá das 05 Anglo-Asiático 08/09, na sua 4a jornada, o gaúcho-russo Chelsea lidera com 10 pontos, após vencer o Manchester-Abu Dhabi City, de Robinho, que marcou, levou mas não ganhou. Em segundo, os reds de Liverpool, também com 10 pontos, que quebraram o tabu e venceram os outros reds, os devils do United. Em terceiro, o Arsenal acertou um canhonaço no Blackburn, 4 a 0 e está em terceiro. O surpreendente Hull City e o Portsmouth completam os cinco primeiros.

* * *

Liga Sagres 08/09: e não houve rodada do Pão com Azeite de Oliva da Ilha da Madeira 08/09. Jogo só no final de semana que vem.

* * *

Série A Itália Calcio 2008/2009: segunda jornada do Pizza, Focaccia & Bruschetta 08/09, e a líder não é a Internazionale. É a Lazio, que tem seis pontos e venceu a Sampdoria por 2 a 0. Em segundo lugar, não, não é o Milan. É a Atalanta, também com seis pontos, que venceu o Bologna, por 1 a 0, fora de casa. Em terceiro, o Torino, que empatou em um gol com o Palermo. Napoli e sim, Internazionale, completam os cinco primeiros, enquanto nem a dupla KA-RO salvou o Milan de nova derrota, para desespero de Berlusconi, e é vice-lanterna!

* * *

La Liga Espanha 2008/2009: e enquanto a Paella 08/09 segue cozinhando, o Espanyol segue líder, com duas vitórias. Desta vez, a vítima foi o Recreativo, em Huelva, por 1 a 0. Em seguida, todos com 4 pontos, Valência e Almería, que empataram em 2 a 2, Villareal, que venceu o Deportivo, em casa, e o quinto colocado, o Getafe, que empatou sem gols com o Betis.

* * *

Eredivisie Holanda 2008/2009: quatro times têm seis pontos após a segunda rodada do Purê de Maçã com Joelho de Porco Defumado 08/09! Em primeiro lugar, o obscuro ADO Den Haag, que venceu por 3 a 0 o AZ Alkmaar. Em seguida, está o FC Gronigen, que empurrou dois no FC Utrecht. Em terceiro, o PSV Eindhoven, que venceu por um gol o FC Sparta. Willen II e Heracles Aimelo completam os cinco primeiros.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.092 hits

Páginas

setembro 2008
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos