Arquivo para 21 de setembro de 2008

GOVERNADOR SUBESTIMA A CONSCIÊNCIA POLÍTICA DOS PROFESSORES

O governador Eduardo Braga convocou, ontem, sábado, os professores da rede estadual de educação para uma reunião, com o objetivo claro e não dissimulado de pedir votos para seu candidato Omar Aziz. O encontro, no entanto, mostrou a articulação e a opinião crítica da classe dos docentes, fazendo com que o tiro eleitoral de Braga saísse pela culatra.

De vários bairros de Manaus, ônibus saíram pela manhã, alguns cheios, outros nem tanto, de professores. Os veículos foram alugados, para garantir a presença dos professores no local, o que chamou a atenção de alguns professores, que perguntam porque esta “benesse” ao profissional da educação só ocorre em tempo de eleição, e não se estabeleceu como política pública de transporte, nos quase 20 anos de Ação Conjunta.

Recepcionados com um belo desjejum, que incluía água e gelo, os professores estavam no local da reunião pontualmente às 10:30h, conforme combinado. No entanto, demonstrando todo o apreço e consideração pela categoria, o governador-e-cabo-eleitoral só chegou após as 11:30h, quando muitos professores já tinham se retirado, considerando suficientemente ofensivo o atraso.

Os que ficaram presenciaram – não passivamente, como se verá – um Eduardo Braga efusivamente saudado pela claque – um pequeno grupo de professores na chamada “fila do gargarejo”. Da parte dos professores, só se ouviu vaias. Como comentou um professor, na multidão, foi a briga do gogó contra a palma, e nessa o gogó deu banho.

O DISCURSO DO GOVERNADOR-CABO-ELEITORAL E AS CONVERSAS TRANSVERSAIS DOS EDUCADORES INSUBORDINADOS

Eduardo Braga, talvez com uma consciência do que são os professores criada apenas a partir do contato com aqueles que lhe são próximo – os apaniguados, a claque –, achou que, apelando ao discurso teogástrico, conseguiria arrebanhar corações e mentes.

Primeiro criticou a administração de Serafim, afirmando que o transporte coletivo piorou, sem tocar no assunto da responsabilidade do seu colega de palanque, Alfred-onino, o Pai do Expresso. Em seguida, passou a enumerar as belezas e riquezas naturais do Estado do Amazonas, usando o nome de Deus em cinco de cada quatro palavras que pronunciava, o que levou um dos professores lembrar o anedotário popular, quando Adão perguntou a Deus porque colocar tantas benesses em um só país enquanto os outros tinham desastres naturais ou pobreza do solo, e Deus respondeu, mas vai ver o povinho que eu vou colocar lá. O professor, claro, modificou o final discriminatório da anedota, aproveitando a fala do governador para afirmar que se Deus colocou todas estas riquezas no Estado do Amazonas, também disse: mas vai ver os governantes que eu vou colocar lá.

Enquanto falava em Deus, Braga, talvez inspirado pelos pastores das igrejas apocalípticas, principalmente Assembléia de Deus e Universal, pedia palmas para Deus. As palmas – para Deus – eram devidamente registradas pelas câmeras do programa eleitoral de Omar, e não se surpreenda o leitor intempestivo se, na tevê, elas mudarem de “dono”.

Braga, no auge da subestimação à inteligência dos professores, perguntou se eles sabiam o que era Data-Base, para em seguida, lembrar subliminarmente que o valor do aumento, em caso de efetivação da parceria estadual-municipal no 05 de outubro próximo, pode variar. Para quem não é professor e não sabe, data-base é a data do ano em que ocorre o aumento dos vencimentos dos professores, de acordo com a inflação e outros índices, no caso acima, o índice de aprovação do candidato do governo.

Braga lembrou a parceria com o governo Lula, e citou o gasoduto, que, segundo promessa assumida na hora, traria o gás ao fogão do professor a irrisórios 10 Reais, o que fez com que outro professor da multidão perguntasse: de que adianta gás a 10 Reais, se o professor, com o salário que ganha, não tem o que colocar dentro da panela?

Enquanto combatiam a violência institucional promovida pelo governo com humor, alguns professores sentiram-se intimidados pela segurança do local, que se aproximava a cada vez que um professor proferia uma frase contrária ao discurso do patrão.

Ao final de seus discurso, Braga lembrou aos professores que eles são muitos, citando o total de professores da SEDUC, e que é preciso “crescer e multiplicar o 33”, que cada professor alcança tantos alunos, e que cada aluno alcança tantos outros familiares, e que tudo isso tinha que se transformar em votos para a “mudança” e o “progresso” de Manaus, “com a ajuda de Deus”, é claro. A maior parte dos professores – excetuando-se a claque – saiu da reunião convicto de que deve votar sim, mas no candidato em que acreditam, e não no do governador. Muitos afirmaram que já estão fazendo a política bíblica do crescei e multiplicai, mas para outros candidatos, que não os que carregam o ranço da direita. Muitos deles disseram que apenas trocam o primeiro “3” do número 33 por outro número duas unidades menor, e vão multiplicando.

Com o seu candidato estagnado nas pesquisas (variando de 16 a 20, dentro da margem de erro), mesmo as obnubiladas, Braga sente o peso do numerante frente ao número, da intensidade intempestiva frente à força da quantidade. Mas ao contrário dos professores, ele não consegue entender o que se passa na cidade.

Para os professores ouvidos por este Bloguinho, não causa estranheza este tipo de reunião, que no tempo do Lindoso já era prática velha, mas continua sendo praticada pelo governo que se diz moderno e que varreu velhas práticas.

A CONSCIÊNCIA POLÍTICA DOS PROFESSORES NÃO PASSA PELA POLÍTICA EDUCACIONAL DO GOVERNO BRAGA

Braga erra ao tentar supor a consciência política dos professores a partir da política educacional que aplica em seu governo. Como esta pretende um cidadão anódino, sem opinião formada a partir da análise da sua condição social, e consumidor da propaganda marketista do governo, ele crê erroneamente que todos os professores automaticamente são produtos deste (des)entendimento de educação de Estado. Com a atitude de realizar a reunião, com o claro e evidente intuito de impor a candidatura de Omar-zonino à vontade eleitoral dos professores, Braga mostra que os vê como autômatos, sem opinião, sem razão e sem consciência crítica.

Tal qual Serafim, quando aprovou na calada da noite um PCCS contrário às lutas e discussões da categoria, Brag-onino comete um equívoco fatal, subestimar a consciência política de uma classe organizada e atuante, tentando adequar a leitura da condição social que o professor faz, na condição de agente educador, com a sua própria, de íntimo aliado e participante ativo no desmonte de Manaus enquanto cidade.

!!!!! O MUNDO É GAY !!!!!

UMA NEUTRALIDADE HOMOFÓBICA

Novidades sobre o caso da querida Paola Bracho, da Escola Estadual Cleomenes do Carmo Chaves, no bairro Jorge Teixeira IV Etapa, Manaus.

Primeiro: nesta quinta-feira, funcionários do Ministério Público estiveram na escola para conversar com o diretor, já como parte do processo de averiguação da denúncia feita pelos estudantes. Como não encontraram o diretor – ele cumpre expediente nos horários matutino e vespertino –, os agentes procuraram a pedagoga. No entanto, neste dia ela não se encontrava, por problemas de saúde. Os agentes tiveram que falar com a secretária da escola, que nada sabia do ocorrido,  informou-lhes onde era a turma do 3º Ano “06”. Infelizmente, eles também não puderam falar com Paola, nem com o companheiro Phablo, que articulou junto com os colegas a denúncia. Eles estavam em prova, e os agentes acharam por bem não interromper. Mas prometeram retornar num momento em que pudessem falar com o diretor. Sinal de que o Ministério Público está atuante quanto às demandas que a população faz. Aguardemos novidades sobre este assunto.

A outra novidade, que não é positiva, mas que nos auxilia no entendimento de como funciona a homofobia na sociedade capitalista, foi uma reunião ocorrida nesta sexta-feira, convocada pelos professores do horário noturno. Alguns deles, incomodados com as declarações de Phablo de que “todos” os professores estariam apoiando a iniciativa dos alunos em levar adiante o processo, pediram que o trecho onde Phablo afirma a unanimidade do corpo docente fosse retirado do Bloguinho Intempestivo.

Segundo fontes intempestivas, os professores alegaram que não estavam a favor e nem contra a situação, tentando manter uma pretensa neutralidade sobre a questão. É importante para nosso entendimento os argumentos usados por estes professores. Alguns alegam ser evangélico, não podendo, portanto, concordar com um processo contra uma “irmã”, que apenas cumpriu aquilo que achou certo dentro da sua perspectiva de crença, outros que, embora não tendo nada contra, também não estavam a favor de terem seus nomes incluídos na “unanimidade”, que, por sinal, nem tem no texto.

Quanto aos argumentos teodoxos, é preciso entender que praticamente todas as religiões, em seu corpus disciplinar (dogmas), pretendem um controle sobre os fluxos corporais. Como em todas elas há uma tendência para a diminuição da potência de agir das pessoas, é claro que controlar o corpo em suas produções ético-estéticas, políticas e eróticas, limitando a possibilidade do gozo (aumento da potência de agir), é questão de sobrevivência e de (falsa) sedução: o grau zero de relações, o ideal ascético.

Assim, as chamadas igrejas apocalípticas herdaram do catolicismo – e este continua afirmando a dogmática – a idéia de que o corpo serve somente à reprodução e que a erótica – a estética do corpo como ferramenta do sexo e do prazer – é pecaminosa. Daí a questão não ser a pedagoga enquanto realidade individual o problema, mas os dizeres que ela carrega, os atos que comete em nome da sua “fé”, que não se reduzem ao seu individualismo, mas transbordam no social. Muito da homofobia que existe hoje tem como elemento sustentador a teologia, seja ela cristã, judaica, muçulmana. Embora, claro, haja dentro destas teologias, quem defenda o uso livre do corpo. Cristo, por exemplo, foi um destes.

Quanto à pretensa neutralidade que os professores almejam, não passa de uma idéia inadequada, nascida não do exame do real à partir da Razão, mas do equívoco dos sentidos, num corpo que é vítima dos acasos dos encontros. Soubessem estes professores que a educação é um processual do existir que acontece a partir do uso da Razão pelos encontros que ativam a Vida, e não retenção-evocação de informações a partir de uma memória mecanizada, não cometeriam o equívoco de se colocar “alienados” aos acontecimentos. Como o fato é um corpo social, ele produz afecções no âmbito político, das quais um corpo-intelecto que se diz educador não pode se esquivar: ou examina e afirma que aquele encontro não interessa a um educar ativador da Vida, por ser um corpo carregado de afetos tristes, ou produz afetos que aumentem a potência de agir, num alegre encontro de produção de comunalidade.

Na educação, como na existência, não existe neutralidade. Ou como afirmou outro educador, o filosofante Sartre, não escolher é por si só uma escolha. Ao tentar ficar “em cima do muro”, os professores segregam uma homofobia típica desta época, onde o homoerotismo adquiriu status de sujeito do consumo: dissimulada, escondida, ressentida. Mas ainda assim uma homofobia, sem tirar nem pôr.

Para completar a angústia dos “indecisos”, o assunto, só nesta colunéeeeesima, já está rolando desde o dia 07 de setembro. Fora a comunidade “Homofobia Já Era”, do Orkut, e outras entidades ligadas à temática LGBT que reproduziram e apoiaram Paola. Até organizações na Austrália se manifestaram. Com o tempo real consumido pela hiper-realidade, zil olhos já viram, outros zil ouviram falar. Mesmo que esta coluna retirasse esta partícula da fala de Phablo – o que não faremos – não poderíamos apagar da lembrança das pessoas o que elas leram. No mundo do hiper-real, nem Deus pode.

Houve ainda um outro argumento colocado por alguns professores em defesa da pedagoga/professora Rai: o de que ela teria sido indicada para a função sem passar pelo devido preparo e capacitação para o exercício da administração de uma escola, ainda que em apenas um turno e na ausência do diretor. Não podemos esquecer que a Dona Rai exerce, alternadamente, as funções de professora e de pedagoga. Neste aspecto, esta coluna concorda com os professores: a questão não é de culpabilidade, mas de clínica social-institucional.

Se a pedagoga/professora foi colocada para exercer duas funções, então está sobrecarregada e com desvio de função, e se isto acontece, é por anuência da secretaria estadual de educação. Trata-se então de questionar a política pública para a educação de um governo que se diz plural, mas que não consegue tornar suas escolas linhas de atuação educadora formadora de comunidades de afetos e saberes. Ao contrário, se uma agente pública comete um ato de homofobia sem ter tido acesso ao conhecimento e normas de conduta que levem à convivência plural, ou se nem mesmo existem na normatização da secretaria tais normas, então o caso é de se responsabilizar o governo.

A homofobia, neste caso, é institucional, uma produção de um governo que nega a Vida e cultua a decadência, a improdutividade, a violência e a dor. Sabe-se que na mesma escola, existem turmas que desde o início do ano possuem disciplinas apenas no registro da secretaria estadual de educação, mas na prática nunca tiveram uma aula sequer. Outra informação que esta colunéeeesima obteve foi a de que esta é a segunda escola de Paola este ano, já que teria sido expulsa de outra escola pública estadual, por ter se recusado a tirar a maquiagem.

Diante dos fatos, que sublinham a subjetividade homofóbica alimentada pela dogmática apocalíptica e por um governo decadente, esta coluna não pretende retirar as informações dadas pelo companheiro Phablo. A não ser que os prefessores solicitem legalmente, o que seria a confirmação da homofobia, ainda que dissimulada. Com a palavra, os mestres.

Ui! E agora vamos ver outros sopros gayzísticos (ou não) que passaram no nosso Mundico!

Φ FORTALEÇA A REDE! ALIE-SE À ABGLT!!. Atenção, todas as entidades que trabalham com o segmento LGBT no Brasil! A ABGLT estará realizando em Belém (PA), a cidade das mangueiras, o seu 3o Congresso. A festa da rede de atuação LGBT vai acontecer de07 a 11 de dezembro, e nela, a associação nacional estará oficializando alianças com entidades que fazem a rede da inteligência coletiva, no combate à homofobia, à exploração sexual, ao turismo sexual e à pornografia envolvendo crianças e adolescentes. O objetivo é o fortalecimento desta rede, com a disseminação mais rápida e eficiente de informações, a produção de conhecimento, além de participação em eventos e capacitações sobre a temática LGBT. Quem se interessou, pode buscar mais informações aqui, ou pelo e-mail da ABGLT, mas as inscrições só vão até o dia 15 de outubro. Tá esperando o que, Vanderlayne? Vamos pra Belém!!! Sentiu a brisa, Neném?

Φ DIREITOS HUMANOS E DESPORTO EM COPENHAGUE. VAMOS? O World Outgames é uma iniciativa da ILGA (International Lesbian and Gay Association) que reúne desporto, cultura, diversão e conferências sobre direitos humanos LGBT. Para a sua versão 2009, que vai ocorrer de 25 de julho a 02 de agosto em Copenhague, na Dinamarca, a entidade organizadora está proporcionando bolsas de custeio para participação e organização de mesas de trabalho para delegações do leste europeu, África, Ásia, América do Sul e Oriente Médio. A informação é da ABGLT, que convida tod@s a participar, para que o Brasil arrase na conferência! Para mais informações visite a página do World Outgames 2009, ou envie email. De nossa parte, já estamos afiando o nosso alemão e francês, não é, Frankernilda?. Sentiu a brisa, Neném?

Φ VEM AÍ A 11a CONFERÊNCIA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS. De 15 a 18 de desembro deste ano, irá acontecer em Brasília, a 11a Conferência Nacional de Diretos Humanos, com o tema “Democracia, Desenvolvimento e Direitos Humanos: superando as desigualdades”. Até agora, segundo a ABGLT, já temos 67 delegados de 17 Estados. Um toque para a querida Bruna La Close, presidente da AGLBTT, que deve estar ocupadíssima com os preparativos para a Parada Gay Manaus 2008 – que aliás, é domingo que vem, visse – é que o Amazonas ainda não indicou nenhum delegado. Ainda tem tempo de organizar uma bela comissão e arrasar com propostas inovadoras! Sentiu a brisa, Neném?

Φ MANAUS É A SEGUNDA CAPITAL DO PAÍS EM DST´S. Preocupante! Segundo o Ministério da Saúde, Manaus ocupa o segundo lugar em incidência de cinco das oito doenças sexualmente transmissíveis monitoradas pela rede pública de saúde. Sífilis, clamídia, hepatite B e duas formas de HPV. A pesquisa envolveu somente seis capitais, mas ainda assim, os dados são preocupantes. Das mulheres examinadas, 45,3% apresentaram incidência de HPV! Cruzes!!! Assim não dá para ser alegre. O pior é que estas DST´s são também resultado da subjetividade hominista. As mulheres em sua maioria têm receio de fazer exame preventivo, ainda que em qualquer casinha de saúde isso seja feito semanalmente. Além disso, a promiscuidade dos maridos e o não uso de preservativos entre os casais cria o ambiente ideal para a disseminação dessas doenças. Por isso, ame a sua gata, mas ame pra valer! Incentive e promova a profilaxia para ter sempre com ela um chamêgo gostoso e saudável. Lembrem-se, meninas: a língua também é transmissora de bactérias!! Sentiu a brisa, Neném?

Φ SÃO 11 OS ASSASSINATOS HOMOFÓBICOS NO AMAZONAS, EM 2008. De acordo com dados da polícia, em parceria com a AGLBTT, foram notificados junto à DEHS (Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros) 11 assassinatos de homoeróticos no Amazonas! Um aumento em relação a 2007, que fechou em 10, segundo dados da mesma fonte. No entanto, para a AGBLTT, houve um avanço, já que nas décadas passadas, o número era bem mais expressivo. No que, democraticamente, e com todo o respeito, discordamos. Não numericamente, pois efetivamente houve diminuição, mas no fato de que estes dados podem indicar a diminuição da homofobia. Ainda há discriminação e formação de “guetos”, e não se tem homoeróticos assumidos, por exemplo, em cargos políticos. Sequer temos candidatos assumidamente gays de destaque nos partidos políticos. Se Manaus não consegue ter nem uma candidata do gênero feminino à prefeitura, que dirá um homoerótico (assumido, que fique claro). É na participação ativa na elaboração e efetivação de políticas públicas que melhorem as condições de existências das pessoas é que se mede homofobia de uma cidade. Como cidadãos de fato, e não apenas para a sociedade de consumo. Sentiu a brisa, Neném?

Φ LULA É A FAVOR DA UNIÃO CIVIL HOMOERÓTICA. De acordo com dados da polícia, em parceria com a AGLBTT, foram notificados junto à DEHS (Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros) 11 assassinatos de homoeróticos no Amazonas! Um aumento em relação a 2007, que fechou em 10, segundo dados da mesma fonte. No entanto, para a AGBLTT, houve um avanço, já que nas décadas passadas, o número era bem mais expressivo. No que, democraticamente, e com todo o respeito, discordamos. Não numericamente, pois efetivamente houve diminuição, mas no fato de que estes dados podem indicar a diminuição da homofobia. Ainda há discriminação e formação de “guetos”, e não se tem homoeróticos assumidos, por exemplo, em cargos políticos. Sequer temos candidatos assumidamente gays de destaque nos partidos políticos. Se Manaus não consegue ter nem uma candidata do gênero feminino à prefeitura, que dirá um homoerótico (assumido, que fique claro). É na participação ativa na elaboração e efetivação de políticas públicas que melhorem as condições de existências das pessoas é que se mede homofobia de uma cidade. Como cidadãos de fato, e não apenas para a sociedade de consumo. Sentiu a brisa, Neném?

Beijucas, até a próxima, e lembrem-se, menin@s:

FAÇA O MUNDO GAY!


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.092 hits

Páginas

setembro 2008
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos