Arquivo para 4 de outubro de 2008

MINISTÉRIO DA CULTURA LANÇA 1º CONCURSO PONTOS DE LEITURA 2008

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, assinou a portaria nº 60, responsável por instituir, dentro do Programa Mais Cultura, o primeiro Concurso de Pontos de Leitura 2008: Homenagem a Machado de Assis.

Poderão participar as iniciativas culturais que estiverem envolvidas no fortalecimento e fomentação da leitura, devidamente inscritas e que tenham pelo menos um ano de existência até o dia 10 de novembro deste ano.

Segundo o sitio do Ministério da Cultura (onde todas as informações e links sobre inscrição, critérios e exigências podem ser encontrados), “as iniciativas selecionadas deverão, prioritariamente, mas não exclusivamente, estar presentes nos 410 municípios atendidos pelo Programa Territórios da Cidadania 2008, nas áreas do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) e municípios prioritários do Mais Cultura, citados no Anexo A da Portaria”.

Vamos que vamos rumo aos incentivos do Governo Federal para a leitura: ler para criar novos modos de existência. Quem for dessa e quiser entrar pra valer nessa, inscreva-se.

PESQUISAS IBOPE/TVAMAZONAS/GLOBO & UNISOL/A CRÍTICA DISSIPAM ELEITOR

As duas semanas passadas foram pródigas em esconder pesquisas indesejáveis. Foi um tal de hoje sai uma, não sai: não saiu. Depois das primeiras que colocavam os dois relevantes representantes da direita tradicional e direita da direita, Amazonino e Omar, as tais pesquisas começaram a arrefecer suas ousadias eleitorais. Ocultações, dando a nota de quem comanda a opinião pública foi e sempre será a direita, apesar de alguns fatos contrariarem a palavra de ordem dos retrógrados.

Como soe acontecer em tempos de blefes eleitorais, empresas de sondagem (?) de opinião pública tentaram mostrar aos incautos que “comigo tudo é sério”. E, nesta sinceridade, a Perspectiva e a Unisol mostraram queda “estrondosa” do tradicional Amazonino e subida de Omar, seu derivado, assim como o atual governador Eduardo Braga, cabo eleitoral do próprio vice governador, Omar. E, lógico, correndo também por dentro, o Ibope/Globo/TVAmazonas, não podia fugir do intermezzo bufo e marcou sua presença, identificando-se com suas comparsas. Enquanto isso, os outros candidatos, em casos como estes, eram apenas os outros.

CORRA QUE SEU CANDIDATO DESAPARECEU!

Durante duas semanas nos lares, nas ruas e bares; nos cabarés, cemitérios e cafés; tacacás, escolas e bois-bumbás, a pergunta era uma só: “Cadê as pesquisas, meu?” Contam que havia muitas, mas os resultados não agradavam representantes da festiva direita. Contam até que a Unisol tinha uma, mas errou no método e não pôde publicar. E que o honesto Ibope haveria de publicar uma no meio da semana, mas como havia o “debate”, resolveu só publicar depois de realizado o “embate”.

E foi publicada, dia 3, pela TVAMazonas, com data de pesquisa nos dias 1 e 2, antes do tal “debate”. E o resultado:

Amazonino__________________47%

Omar_______________________19%

Serafim_____________________15%

Praciano_____________________11%

Até que enfim, agora se pode publicar, Omar está em segundo para disputar o segundo turno com Amazonino. Todavia, e que via, a TVAmazonas, no afã de se mostrar respeitada e “em tempo real”, junto com o Ibope/Globo, mostrou simulação do segundo turno, e nisso revelou o hábito de tempo de eleição: não atentou, na pressa em servir a o seu grupo direitista, que a soma dos percentuais dos outros candidatos não possibilita segundo turno. No universo dos candidatos que desapareceram na pesquisa, Amazonino é eleito no primeiro turno. Ficção que até Durando Kid, da Pespectiva, muito próximo de Amazonino e Omar, não acredita.

Daí a gargalhada geral que tomou conta de Manaus com a enunciação da pesquisa que harmoniza as direitas.

NA SEQÜÊNCIA DAS PESQUISAS COMPRADAS

Do mesmo lado dos números de pesquisa equivalentes com as cifras acertadas, a Unisol, órgão terceirizado da Universidade Federal do Amazonas – UFAM, traz a sua encomenda expressa impressa no jornal A Crítica. Aí que houve uma aparente modificação entre os três primeiros.

Amazonino___________________40%

Serafim______________________17%

Omar________________________17%

Praciano______________________11%

Se continuar nesses lances de dados viciados, provavelmente ocorrerá o que aconteceu há quatro anos atrás, quando os institutos de pesquisa manoniquins viraram motivo de chacota em todo o Brasil, mesmo entre os iguais em outros estados.

To be or no to be democrata! Eis a questão! Mas a questão da direita é que nunca chega a conceber a questão, razão porque manipular resultados não lhe causa nenhum pejo. Razão porque é sempre surpreendida com resultados adversos, como aconteceu na última eleição para prefeito: Amazonino estava eleito, acordou: “Cadê minha prefeitura?”.

Questão porque os outros candidatos dormem angelicais.

GOVERNO DO ESTADO CENSURA A INTELIGÊNCIA COLETIVA

DO VETOR AFINADO: TEATRO MAQUÍNICO

A AFIN – Associação Filosofia Itinerante, da qual este bloguinho é um vetor, dentre outros, trabalha também com o Teatro Maquínico, que propõe um encontro com a platéia-ativa na produção de dizeres e saberes sobre a sua condição social, animando e enriquecendo a inteligência coletiva. Para tal, “carrega” estes temas através de vetores do Teatro Maquínico, que são encenações criadas pela própria AFIN sobre temáticas do cotidiano a partir de uma análise da condição social da cidade, do Estado, do país. O mais importante não é a encenação, mas a conversa que se produz a partir do encontro teatral com a platéia. Há mais de dez anos, em tempo de eleição, a AFIN produz vetores a partir dos enunciados que se evidenciam no contexto social de Manaus e do Brasil.

Este ano, desde o início de maio, o Teatro Maquínico apresenta o vetor “À Procura de Um Candidato”, onde convida a platéia-ativa a discutir sobre a situação política da cidade, e a dificuldade em se produzir uma candidatura que venha de uma semiótica diferente das candidaturas que se apresentaram nas últimas décadas, responsáveis pelos problemas enfrentados todos os dias pelos moradores da cidade de Manaus.

Sem falar especificamente de nenhuma candidatura atual, o vetor apresenta situações cotidianas da cidade, em quadros: “A Parada de Ônibus”, “Sem Água é Fogo”, “O Buraco”, “Tempo de Eleição” e “Pleito Geral”. Embora o vetor apresente personagens, incluindo personagens-candidatos, interessa à AFIN evidenciar os discursos que se apresentam na atual eleição, seus elementos corporais e incorporais, seus nós e imobilizações. Daí, como afirma o filósofo Nietzsche, ser possível apenas falar de acontecimentos, não de pessoas. Mas às vezes, como diz a sabedoria popular, a carapuça serve.

DA CENSURA DA SEDUC/CDH À INTELIGÊNCIA COLETIVA

Pois bem, o vetor “À Procura de Um Candidato”, desde maio, já realizou mais de 60 apresentações em centros comunitários, religiosos, ruas, praças, escolas públicas e particulares, sempre onde as linhas intensivas desejantes são ativadas através de pessoas disponíveis para composições alegres: os bons encontros.

Cerca de três semanas atrás, o Teatro Maquínico se apresentou na Escola Estadual Dom Mário Monacelli, no bairro Alfredo Nascimento, zona Leste de Manaus, no horário vespertino, a convite de uma professora, e com a anuência e participação ativa da direção da escola, esta democrática. No entanto, na última terça-feira, quando novamente a professora contactou o diretor para uma outra apresentação, no horário noturno, a permissão – à contragosto do diretor, que gostaria de que o evento ocorresse – foi negada. A alegação foi a de que ele foi “orientado” pela SEDUC – Secretaria Estadual de Educação a não mais permitir apresentações do vetor e/ou do referido grupo na escola. A reprimenda ocorreu porque uma funcionária do CDH – Conselho de Desenvolvimento Humano, presidido pela primeira-dama, Sandra Braga, assistiu um trecho da apresentação vespertina, e imediatamente comunicou o ato “subversivo” aos seus superiores.

Uma semana antes, na Escola Estadual Dom João, na Cidade Nova II, zona Norte, o diretor também impediu que fosse realizada a apresentação, alegando não querer se “queimar” com a secretaria. A alegação dele era de que a “peça teatral” tem muita crítica ao governo, mostrando muitas situações “negativas” da cidade.

Nesta quarta-feira, foi a vez de um professor da Escola Estadual Maria Rodrigues Tapajós, do bairro Redenção, zona Centro-Oeste, convidar a AFIN para uma apresentação, com a condição de que “cortasse” a aparição de um determinado personagem. A razão seria a de que, no entendimento dos dois, o tal personagem, um dos “candidatos” que se apresentam no enredo do vetor, carregaria elementos alusivos a um outro candidato, este na disputa oficial pela prefeitura de Manaus, legítimo representante da direita da Direita manoniquim. A proposta, claro, não foi aceita.

A TIRANIA E A IMAGEM DO PENSAMENTO DO ESTADO

Um governo é tirânico quando as suas ações não são causa de si – potência-comunalidade como produção ativa de uma sociedade de homens livres – mas efeito do acaso, uma insuportável conseqüência dos encontros com entes fantasmáticos, produzidos por governantes que não conseguiram superar o primeiro grau de conhecimento, aquele onde os enganos são freqüentes, e a superstição supera a razão.

Nascida de um engano, de uma idéia inadequada, a noção de cidade que estes governantes tirânicos carregam é reproduzida em suas ações à sua imagem e semelhança. Logo, de um governo tirânico só se pode esperar a dor e o ressentimento contra tudo o que negue o seu estado de coisas, ainda que este seja produtor de dores sociais (fome, violência, passividade, estupidez, repressão, entre muitas).

A ação do governo – cujo secretário de educação, Gedeão Amorim, é formado em Filosofia – revela a predominância de elementos discursivos e práticas censoras à inteligência coletiva, já que tenta impedir pela força institucional a possibilidade de trabalhar no âmbito escolar conteúdos diversos dos saberes instituídos no conteúdo programático. A nova forma de fazer política do governo Braga considera moderno subestimar a consciência política dos professores, mas não aceita práticas filo-pedagógicas que enfraqueçam a imagem do pensamento do Estado, automatismo intelectivo onde predomina a aridez epistemológica e tem pavor do saber que liberta e que permite o movimento intensivo do Ser. Este aniquila a tirania.

À PROCURA DE UM CANDIDATO

PRÓLOGO

Respeitável Público!

Vamos contar uma história

Que foge à razão

Que nem o melhor artista

Teria tanta imaginação

Pois sua realidade

Não é para admiração.

De acordo com a democracia

Toda eleição é plural

Composta de vários partidos

Cada um com seu ideal

Para que o eleitor com seu voto

Construa um governo real.

Acontece que nessa eleição

Para prefeito da cidade

Embora com muitos candidatos

Ocorre uma triste verdade

Nenhum deles para a população

Representa uma novidade.

Alguns são velhos governantes

Que nada fizeram de novo

Outros se disseram diferentes

Mas não governaram com o povo

Outros falam em mudança

Mas nasceram do velho ovo.

Portanto, respeitável Público!

Esta é a triste situação

De uma cidade sem candidato

Que represente renovação

Por isso, neste teatro

Pedimos sua atenção

Para analisar todos fatos

Que negam o cidadão

Pois na democracia

É do povo a opinião.

i iNDA TEM FRANÇÊiS Qi DiZ Qi A GENTi NUM SEMO SERO

@ TEMPESTADE ECONÔMICA MUNDIAL É SÓ BRISA NO BRASIL. Depois de muita pressão dos eleitores, o congresso estadunidense tinha recusado o pacote de ajuda ao mercado financeiro, mas as pressões dos agentes do mercado e da imprensa favorável à Wall Street ganharam a queda-de-braço: foi aprovado o pacote econômico, chamado oficialmente de “Ata de Estabilização Econômica de Urgência de 2008”. O documento, de mais de 450 páginas, dentre outras pérolas do anti-liberalismo agora pregado pelo economês de jornal, autoriza o governo a gastar nada menos que 700 bilhões de dólares na compra de títulos podres dos bancos falidos. Os mesmos que, diga-se de passagem, são responsáveis pela atual crise. Para conter os ânimos dos eleitores que se opuseram em massa ao pacote, foi incluída também uma ajuda ao contribuinte médio. Mas nada de auxílio à população pobre, que corre o risco de perder a moradia graças à impossibilidade de pagar as hipotecas (a chamada falta de liquidez), como chama a atenção o engajado cineasta Michael Moore. O pacote foi comemorado apenas em Wall Street e nas bolsas de valores. O setor produtivo estadunidense e toda a Europa lamentaram o socorro aos (ir)responsáveis pela crise. No Brasil, os pseudo-econojornalistas de plantão seguem a orientação da matriz e pregam o caos e o fim do mundo como inexorável futuro do governo Lula. Torcem, na realidade, para que os índices econômicos derrubem os índices de popularidade do Sapo Barbudo. Mas, segundo os economistas Delfim Netto e Maria da Conceição Tavares, não há razão para desespero: a economia braziniquim vai bem, apesar de alguns solavancos inevitáveis, mas contornáveis pela ação da competente equipe econômica. Resta saber se o empresariado brasileiro vai ouvi-los ou preferir o apocalipse financeiro de Mirian Leitão, Dora Kramer, Joelmir Beting e outros profetas do The End. Em outro plano de imanência, tão vivo quanto era quando existia, ele, que foi motivo de piadas por parte do stablishment do chamado neoliberalismo mundial, coça a barba e sorri. Nunca foi tão atual. I inda tem françêis…

@ A ATITUDE DO GOVERNADOR DO AMAZONAS, EDURADO BRAGA, é um exemplo em prática de como funciona um enunciado e as formas de atualizações de linhas de resistência ao signo autoritário/despótico. Braga inaugurava a Esc. Estadual Áurea Braga, na Zona Leste de Manaus, aproveitando para criticar, mesmo sem citar o nome de Serafim Corrêa, a atual gestão da Prefeitura de Manaus. Tudo conforme o combinado. Mas eis que no final do evento armado, o governador é convidado para ouvir a fanfarra ensaiada da escola, que toca uma música denominada “Renata”. Braga, sem conseguir esconder o descontentamento, rapidamente se retira. É que no enunciado não importa o significado original; o que vale é a posição, o tempo, o espaço, a serialidade onde se encaixa o dizer. Nesse caso, uma música de viés alienado/alienante, sem nenhuma pretensão política, trouxe de sopetão a Renata Barros, que denunciou Braga por fraude em licitações, ameaça de morte, violência contra a mulher, entre tantos outros crimes constantes no vídeo que ela gravou e que se encontra disponível no youtube. Neste caso, Braga, que sempre contou com a palavra de ordem instituída pelo signo significante em seu favor, viu desmoronar sua rosticidade autoritária pela inteligência de algumas crianças e adolescentes, que souberam bem escolher o repertório. I inda tem françêis…

@ ACESSO À INTERNET CRESCE 78% NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS. Pesquisa realizada pela empresa NetRatings mostra que o acesso residencial à internet cresceu 78% no Brasil, nos últimos dois anos. Em agosto deste ano, o número de domicílios onde há pelo menos um computador conectado à rede chegou a 36,3 milhões. O Brasil é ainda o campeão em permanência de usuários na Web, com 23 horas e 50 minutos, à frente de ingleses e alemães, por exemplo. Um dado a se comemorar, pois evidencia a melhoria das condições econômicas da população, que já pode se dar ao luxo de consumir o que, na chamada pós-modernidade (ironia de quem sequer foi moderno), é considerado item de necessidade básica: informação pela rede mundial de computadores. Do outro lado, pode demonstrar também uma não-modificação dos hábitos do brasileiro, à medida em que ele migra da tevê e do jornal para a rede, mas continua a se informar pelas mesmas empresas de comunicação, ou por outras com a mesma semiótica, a da Direita. Mas ao menos, na internet, é possível “tropeçar” e cair num bom blogue de informação de mídia alternativa. I inda tem françêis…

@ XUXA FAZ EXAME PSICOLÓGICO POR NUDEZ NA TEVÊ. Xuxa, a rainha-infantilóide da infantilizada Globo, vai ter que fazer um exame psicológico para comprovar que sofreu trauma ao ver fotos suas in natura exibidas em programa de amenidades da rede Band. A loiraça entrou com um pedido de indenização, no valor total de 5 milhões de Reais, alegando ter tido um choque psicológico ao ver-se nua na emissora concorrente. Pode a Xuxa ficar traumatizada ao ver a xana da Xuxa na tevê? Será que a rainha do consumo infantilizado, que violentou toda uma geração de crianças com um entretenimento domesticador e laminador do movimento-intensivo do devir-criança, a serviço da sociedade de consumo da qual a Globo é senhora/escrava, não se olha no espelho quando está com cólicas pré-TDPM? Quanto à invasão de privacidade, só pode ocorrer quando a privacidade é um bem íntimo, o que no caso da apresentadora, desde antes das fotos, décadas atrás, já não o era. Já que ela mesmo comercializou, fetichizando o produto xana-da-xuxa, não pode agora processar alguém por lucrar sobre o produto que ela vendeu, e, portanto, não mais lhe pertence. Além do óbvio capitalista, a rainha das crianças de cabelos brancos ainda pode ser vítima de seu próprio estratagema: dessexualizada pelo hiper-real da sociedade de consumo, Xuxa jamais poderia ter sofrido trauma, e pode ser processada pela emissora concorrente por calúnia. Igualmente, não fossem iguais na redução epistemológica videotas e emissora, estes poderiam processar aquela por oferecer em horário de exibição de programa de interesse público um produto de segunda mão e com o prazo de validade vencido: propaganda enganosa. I inda tem françêis…

@ SUICÍDIO NOS EUA POR CAUSA DA CRISE HIPOTECÁRIA. Uma mulher de 90 anos do estado de Ohio, nos EUA, tentou o suicídio após as ameaças de perder a casa onde mora há 38 anos. Quando a policia entrou na casa para entregar a ordem de despejo a senhora Addie Polk, ela estava no chão com um tiro no ombro. A senhora Addie Polk faz parte dos muitos estadunidenses que não estão conseguindo acompanhar o aumento dos juros ajustáveis das prestações dos imóveis em que vivem. Esta situação ilustra o quanto a crise nos EUA afeta diretamente a população mais pobre que, no entanto, é também a responsável por manter o crescimento econômico deste país. E confirma o quanto a crise hipotecária é responsável pela crise financeira nos EUA. A questão que salta, após estes acontecimentos, é o fato da existência das pessoas serem comprometidas, a ponto delas optarem pelo suicídio, por um governo que não preza pelo bem comum (democracia), mas, ao contrário, segue a consciência capitalista favorecendo a conservação de privações sociais. I inda tem françêis…

@ ENTREGUE A PRIMEIRA PRODUÇÃO COMERCIAL DE BIODIESEL. Os 44,78 mil litros de biodiesel, que fizeram parte da primeira produção comercial deste produto, saíram da Usina de Candeias, na Bahia, segundo a Agência Brasil, a primeira de propriedade estatal construída no Brasil. Esta usina tem capacidade de produzir 57 milhões de biodiesel por ano. Estima-se que, junto com a Usina de Quixadá (Ceará) e a Usina de Montes Claros (Minas Gerais), a Petrobras Biodiesel poderá alcançar uma produção de 170 milhões de litros por ano. Esta entrega fez parte dos 8 milhões de litros de biodiesel da produção vendida nos leilões de biodiesel da ANP (Agência Nacional do Petróleo). O biodiesel é mais um dos produtos que nasceram das tecnologias desenvolvidas a partir de uma política de sustentabilidade. Enquanto produtos ou tecnologias limpas seus efeitos na sociedade não são somente de uma arraigada preocupação com o meio ambiente ou com a preservação da natureza, mas do entendimento de que os termos natureza e sociedade não designam apenas seres no mundo, mas pelo contrário, uma preocupação com a organização pública, com a produção de um espaço público. Assim, o Governo Federal demonstra a sua inclinação democrática quando transforma os chamados recursos naturais em recursos públicos para a continuidade de políticas públicas favoráveis ao coletivo. I inda tem françêis…

@ VOTO DOS PARAENSES RESIDENTES NO AMAZONAS vai ser fundamental para as escolhas no pleito de amanhã em todo o estado. É que 133.336 eleitores oriundos do Pará transferiram, segundo dados do TRE-AM, seus títulos para o Amazonas. Constando que, ao todo, no Amazonas são 1.907.842 eleitores, essa quantidade fica ainda mais considerável quando tomada enquanto numeral, sabendo-se da vivacidade da comunidade paraense. Como nômades, eles têm de observar/analisar atentamente as circunstâncias/situações para poder agir, levando em conta sua comunidade, seu povo. Assim, o voto dos paraenses tende a ser democrático e coletivo, um voto nômade, que movimentará a cidade de Manaus para longe das in-gestões de décadas passadas e da quadra atual. I inda tem françêis…

@ TEMPORÃO ELEITO PRESIDENTE DO SONSELHO DIRETOR DA OPAS. Quinta-feira passada, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão foi eleito presidente da Organização Pan-Americana de Saúde – OPAS, e recebeu, segundo os Amigos do Presidente Lula, uma nota de médicos de diversos países, reunidos em Paris, que saúdam a eleição de Temporão para o posto: “Parabenizamos a Opas pela sábia decisão e temos a certeza de que o Dr. Temporão, com sua competência, contribuirá para o aperfeiçoamento das políticas de saúde no continente americano, assim como está fazendo no Brasil”. Na hierarquia burocrática da OPAS, o Conselho Diretor está “abaixo” apenas da Conferência Sanitária Panamericana. Contudo, com sua eticidade como médico e como ministro da Saúde no Brasil, Temporão auxiliará na produção Sul-Americana de uma medicina democratizada. Saúde, Temporão! I inda tem françêis…

Vamos que vamos

Porque se alguém não viesse

Ninguém poderia ir

Para onde todos estarão…


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.871 hits

Páginas

Arquivos