Arquivo para 11 de novembro de 2008

GABARITO DO ENADE

O Gabarito do Enade 2008 (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), realizado nesse domingo, já está disponível no site do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

O Enade avaliou 23 cursos diferentes de um total de 24.842 cursos de graduação de 2.367 universidades. A prova foi aplicada em 2.274 locais, contando-se mais de 18 mil salas, participando, entre coordenadores e fiscais, cerca de 38 mil profissionais, e teve inscritos 564.415 alunos.

Confira seu desempenho no endereço:

http://www.inep.gov.br/superior/enade/2008/resultados.htm

QUILOMBOLAS E O DIREITO À TERRA

A comemoração do Dia da Consciência Negra, que ocorrerá na próxima semana (20), traz um tema de forte magnitude para essa etnia nacional, dado os seus signos valorativos democráticos. Trata-se da luta pela demarcação das terras dos quilombolas, que vem recebendo grande resistência por parte daqueles que são contrários a essas políticas.

Consciente desta realidade étnica-social, o ministro da Secretaria Especial de política de Promoção da Igualdade Racial, Edson Santos, afirmou ser um desafio às terras para os quilombolas. E para confirmar sua atuação na luta pelos direitos dos negros, declarou: “Nós temos uma declaração de inconstitucionalidade do decreto que Regulamenta Ação do governo nas comunidades quilombolas, incluindo aí a demarcação das terras. Essa ação de declaração de inconstitucionalidade está tramitando no Supremo Tribunal Federal – STF, e esperamos a manutenção do decreto”, finalizou.

AGENDA SOCIAL QUILOMBOLA

Segundo a Secretaria de Igualdade Racial, a Agenda Social Quilombola se apresenta como realidade fundamental das políticas raciais, como pode ser visto em seu corpo constitutivo.

Objetivo – Colocar em prática políticas de assistência em 1.739 comunidades remanescentes dos quilombos.

– Instalar 22 comitês gestores até 2010.

– Cada comitê discutirá formas de viabilizar o acesso à terra, saúde, educação e construção de moradias.

– As lideranças dos comitês serão indicadas pelos próprios quilombos.

A força democrática negra. O que já está ocorrendo com os quilombolas de Alcântara, município do Maranhão, com a regularização de suas terras.

Valeu, Zumbi!” Mas a luta é constitutiva!

LULA NA ITÁLIA: AÇÃO INTEGRADA E REALIDADE INTEGRAL

Lula chegou domingo à Itália para uma visita de cinco dias, que terminará na próxima quinta-feira. Ontem houve o encontro com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, e o presidente da Câmara dos Deputados, Gianfranco Fini, hoje será o encontro com o primeiro-ministro “Il Caimano” Silvio Berlusconi, depois empresários, banqueiros e, finalmente, seu último encontro será com o papa homogenista Bento XVI. O principal tema do encontro é o “aquecimento” da relação comercial entre os dois países como parte de uma ação integrada para conter avanços da falsa crise financeira mundial.

Entre abraços e apertos de mão de Lula e Berlusconi hoje, parece apenas um visita protocolar de chefes de estado. Mas dadas as disparidades biográficas/políticas entre os dois, é preciso ver a partir de uma análise radical, à maneira de Baudrillard/Marx, num vídeo chamado Carnaval Canibal, que ele enviou a Porto Alegre, para ser projetado no seminário “Metamorfoses da Cultura”, ocorrido em 2005, e que se encontra traduzido e transcrito no CMI Brasil.

TODOS NO MESMO BARCO. MESMO?

Diferentemente do crash da bolsa de Nova York em 1929 e até mesmo da quebradeira brasileira durante os (des)governos de Fernando Henrique —, já não há tantos traços de dominação, que instituía uma relação de subjugação do Brasil aos países aos países europeus e, principalmente, aos Estados Unidos.

A hegemonia começa aí, neste desaparecimento da relação dual, pessoal, conflituosa, em proveito de uma realidade integral: a das redes, do virtual e de uma troca integral, onde não há mais dominantes nem dominados.”

É por isso que Lula, que faz um governo de afirmação democrática, conseguindo estabilizar a economia brasileira, agora tem de sentar à mesa com Il Caimano, com quem em outros tempos estaria em embate, para tentar entrar em um “consenso” outra faceta de comprovação da hegemonia.

A FRÁGIL FORMA METASTÁVEL

Acontece que a hegemonia somente é hegemonia se absorver tudo, inclusive, em metástase, aquilo que lhe é negativo: Lula, um torneiro mecânico se torna presidente do Brasil, Obama, um negro na presidência dos Estados Unidos, são exemplos. Mas tudo na hegemonia é ambíguo, ela está sempre tentando falsear as singularidades “até se tornarem uma paródia de si mesmas”. Lula disse recentemente que há uma torcida para que a chamada crise afete o Brasil. A direita, canhestra que é, com sua interface, a mídia seqüelada, ressentiu-se; mas a questão não é só do ponto de vista econômico, passa por uma deculturação generalizada, “rebaixamento dos valores”, adesismo igualitário, etc. É esse simulacro, essa repetição da história como farsa (Marx) que a direita brasileira, americana, européia, Silvio Berlusconi tenta segredar/segregar. No mais, na passagem de Lula pela Itália, ele prefira o encontro aí sim, finalmente um encontro — com o cineasta Nanni Moretti, e oxalá as impressões de Baudrillard sejam afirmadas:

Todos aqueles países que se quer aculturar à força aos princípios de racionalidade econômica e política, ao mercado mundial e à democracia, a um princípio universal e a uma história que não é a deles, da qual não têm nem os fins nem os meios (e aliás será que nós, os ocidentais, os donos do mundo, ainda estamos à altura desse empreendimento universal de domínio, que parece hoje nos ultrapassar por todos os lados e funcionar como uma cilada cujas primeiras vítimas somos nós mesmos?) ? todos esses países que são o resto do mundo nos dão a impressão (o Brasil, por exemplo) de que jamais serão aculturados a este modelo exógeno de cálculo e de crescimento, que são profundamente alérgicos a ele.”

AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA MUNICIPAL VAI DISCUTIR PASSAGEM DE ÔNIBUS

Por iniciativa do vereador José Ricardo (PT), a Câmara Municipal de Manaus – CMM – irá realizar na próxima quarta-feira, 12, uma audiência pública para discutir o reajuste do valor da passagem de ônibus do transporte coletivo urbano.

O SINETRAM – Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo – que representa somente a Transmanaus, de Acir Gurgacz, o campeão de processos no STJ, entrou com um pedido de aumento da passagem por parte dos vereadores, que pode acontecer, mesmo que o prefeito Serafim tenha afirmado à imprensa que vetaria o aumento enquanto estivesse em sua gestão. É bom lembrar que houve, no final do ano passado, durante a polêmica do vírus IMTU/SINETRAM, um acordo entre a prefeitura e o SINETRAM de que não haveria aumento do preço da passagem até as eleições municipais. Findo o processo eleitoral, independente do resultado, o empresário quer fazer valer o acordado.

O atual preço da passagem em Manaus é de 2,00 Reais. O SINETRAM quer um aumento de 25%, que elevaria para 2,50 Reais o valor da tarifa, sem que a qualidade do serviço de transportes tenha melhorado sequer 0,25%.

OBSCENATÓRIO DA IMPRENSA

UMA SACADA FORA (OB) DA CENA (SCENUS) DO LUGAR DA AÇÃO (TORIUS) DA IMPRENSA

–> A BONDADE, A JUSTIÇA E A CARIDADE MIDIÁTICAS NO CASO ELOÁ.

A mídia necrófila suga até a última gota dos fatos, transformando-os em notícia. Até uma palavra, uma gota de sangue, se “bem” aproveitados, dão meia hora de “notícia”. Algumas vezes, a mídia deliberadamente e sem escusas, sai da sua condição de autodefesa, a de que pretende informar com isenção, para abraçar certas campanhas ditas de caridade. Após explorar até o último filão do caso Lindemberg/Eloá (ao menos até o próximo espirro de Lindemberg na cadeia, ou a próxima revelação bombástica da sobrevivente sequestrada), a mídia agora ataca de transformar a dor em esperança. Mostra os beneficiários com a decisão da família da moça em doar os órgãos, e aponta um aumento do número de doadores, desde que começou esse filão benemerente. Crente que elogio em boca própria é vitupério, a mídia apenas joga a linha, noticiando o aumento, esperando que o esperto telespectador-videota fisgue o anzol e reconheça que ela, a mídia, tem responsabilidade neste aumento, como divulgadora e propagadora da atitude do Bem. Seria a tal responsabilidade social? De qualquer sorte, o preconceito contra a doação de órgãos quase sempre tem origem na ignorância, no desconhecimento, no enunciado supersticioso das igrejas. Enunciado repetido à exaustão pela mídia, através de suas corruptelas, o culto ao simulacro do corpo, o consumismo constante, o individualismo como modo de existir. A caridade só tem razão de existir em um mundo onde a miséria seja a regra. Se o que move os doadores de órgãos que aumentaram as estatísticas da saúde é a compaixão, então nada mudou, e teremos que sacrificar uma nova Eloá por semana para que os índices de doação não voltem aos anteriores. A mídia apenas embarca no plano da espetacularização da dor. Como diz Saramago, direto da Ilha de Lanzarote, mas vendo o mundo com maior acuidade que os arautos da opinião pública: “a caridade é o que resta quando não há bondade nem justiça”.

–> OS INTERESSES DA MÍDIA APARECEM NAS MANCHETES (I)

A linguagem, do ponto de vista da chamada comunicação de massas, é simples: como seu objetivo não é comunicar, mas ordenar, ela está sempre numa figuração imperativa, mesmo que o modo verbal seja outro. Quando se trata de uma chamada para uma matéria cujo objetivo é fazer crer, a linguagem é objetiva: “Fulano Fez”, “Cicrano Afirmou”. Quando se trata de confundir (o efeito negativo do imperativo, o “não”, usam-se dos mesmos recursos. A manchete de notícia da Folha de São Paulo do último dia 06 é um exemplo disso: “Delegado Afirma Ter Sofrido ‘Violência’ em uma ‘Trama’”. Assim mesmo, sem nomes, sem referências. Quem quiser saber de que delegado se trata, e de que “trama” – as aspas fazem a diferença, ainda que para destacar a fala atribuída a outrem – ele está falando. A Folha de São Paulo avisou a Daniel Dantas, meses antes de sua prisão, que uma investigação estava ocorrendo. Tem, portanto, ligações íntimas com o acusado pela operação Satiagraha. Quando a notícia não é lesiva ao inimigo, não se usa o nome dele nas manchetes. O texto da notícia é igualmente evasivo, evita tomar posições, como se as acusações de Protógenes fossem apenas dele. Aridez informativa. Fosse DD o falante, certamente a notícia teria mais destaque. Não por acaso a mesma operação anti-Satiagraha que prendeu, violentou e tramou (sem as aspas, assim mesmo) contra Protógenes, De Sanctis e Lacerda evitou citar jornalistas judicialmente envolvidos na investigação, e de veículos envolvidos, como a própria Folha. Advogam em causa própria, e não é no editorial do jornal.

–> OS INTERESSES DA MÍDIA APARECEM NAS MANCHETES (II)

Quando o governo ajuda, a manchete fica mais fácil ainda de se fazer. É o caso da atuação pífia do Ministro da Justiça, Tarso Genro, na condução da Polícia Federal e a sua facção pró-Daniel Dantas. O colunista Kennedy Alencar deita e rola, primeiro elogia o ministro na sua atuação contra o abafamento dos casos de tortura durante a ditadura, para em seguida chamá-lo de ditatorial na operação que invadiu a casa de Protógenes e pode levá-lo à prisão. O título da nota: “Os Polêmicos Tarso e Protógenes”. Esquece-se, no entanto, de Daniel Dantas, aquele cujos tentáculos organizacionais incluem o jornal onde ele trabalha. Discutir a amplitude da operação Satiagraha, e o porquê do abafamento multinstitucional do caso (PF, STF, Ministério da Justiça, Grande Mídia), nem pensar. Alencar somente cita DD de passagem, como o acusado na operação que não deu certo. Enquanto Protógenes pode ser preso, o delegado Bruno, aquele que vazou a foto do dinheiro dos “aloprados” para a rede Globo continua delegando. E a mídia favorável a Dantas continua atuando, ainda mais quando facilitada pela atuação pífia, para não dizer conivente do governo brasileiro.

–> A MÍDIA NÃO QUER INFORMAR; QUER PROTAGONIZAR (I)

Tempos sombrios para a arte, quando o artista é mais importante que a obra, ou quando a visibilidade social se presta menos ao conhecimento que ao panoptismo travestido de fascinação vouyeurística. O mesmo vale para o jornalismo: quando o repórter é mais importante que a notícia, então já não há mais jornalismo. Na rede Globo, no último dia 04, em plena eleição estadunidense, o repórter e dublê de erudito Pedro Bial, teve um ataque de ódio com a equipe técnica do Jornal Nacional. Tudo porque ele era o escalado para trazer notícias dos EUA, e na hora, por problemas técnicos, quem entrou para dar as notícias foi outra apresentadora. O que vale mais, a notícia ou o noticiador? Para Bial, vítima do simulacro do reality show televisivo, mais vale o ideal dele mesmo. Ainda que como espectro, ele desapareça na telinha tão rápido quanto a informação que trouxe, e tenha tanta importância quanto ela.

–> A MÍDIA NÃO QUER INFORMAR; QUER PROTAGONIZAR (II)

Se o espetáculo translúcido do desaparecimento de Bial provocou uma crise agressiva do intemperado jornalista, é quase certo que ele ficaria felicíssimo se fosse ele o protagonista do mais recente “boom” telemático da tevê estadunidense, vanguarda mundial (inclusive na desfaçatez nas práticas politicofastras). Na cobertura das eleições presidenciais, a CNN colocou em seu estúdio, em Nova Iorque, imagem holográfica da repórter Jessica Yellin, que estava em Chicago. Uma dúzia de câmeras em HD filmaram a repórter de vários ângulos e sua imagem foi reproduzida no estúdio. O hiper-real se fazendo hiper-ultra real na sociedade midiotizada. A mídia holográfica não se diferencia da mídia analógica: não houve nenhuma mudança na forma como a notícia é produzida. Pouco importa aos iraquianos que a CNN, em consonância com o governo Bush, afirme a existência de armas de destruição em massa no Iraque com uma repórter holográfica ou com uma nota em papel lida pelo apresentador: os efeitos catastróficos de um terrorismo de Estado já se instalaram por lá. Quanto ao repórter, que já não existe como corpo-potência produtor, já o era exatamente por isso, espectral. A tecnologia apenas se encarregou de dar forma perceptiva ao que já, há muito, é um telejornalismo holográfico, espectral, inexistente.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.828 hits

Páginas

novembro 2008
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos