A JUÍZA E A CIDADE SEM VOZ ATIVA

A sentença judiciosa da Juíza Maria Eunice Torres Nascimento, cassando o candidato à prefeitura de Manaus, Amazonino Mendes (PTB) mais seu vice, Carlos Sousa (PP) representantes da direita tradicional que domina o Amazonas, embora tenha sido um atitude jurídica insigne na dolorosa história da “política” telúrica, não excitou a inteligência e os princípios éticos das instâncias tidas como mais interpretantes das enunciações sociais. Intelectuais, artistas, jornalistas, juristas, parlamentares, religiosas, professores, estudantes, e outras categoriais, se mantiveram como sempre se mantém: calados. Omissos, para não dizer, indiferentes. Salvo alguns comentários elogiosos sobre a decisão da Juíza Maria, nesse bloguinho intempestivo, o resto (nessa passividade democrático, só pode ser resto) se manteve na cena de Shakespeare: “O resto é silêncio”.

Patético silêncio destes que embora tenham por natureza um aparelho fonador, e por cultura, uma realidade social, matéria produtora de consciências, atrofiam suas pregas vocais quando elas, socialmente, são convocadas a se expressarem “em alto e em bom som”.

IRÔNICA AFONIA-SOCIAL

E são esses afônicos-sociais que em seus balbucios-individuais, exigem segurança pública. Comentam entre si que a cidade não oferece segurança a ninguém. Quanta estupidez, quanta insensatez, destas almas individuais aprisionadas. Não compreendem que a insegurança das ruas encontra-se urdida nas administrações públicas, nas determinações dos governantes. Certo que ninguém é espelho-reflexo social de ninguém para ninguém, mas produtos desse emaranhamento político/social. E nesse caso o fio de maior força é o do executivo. Quando uma cidade têm governantes limitados intelectualmente e sem comunidade (o meu desdobramento no outro), a insegurança absoluta habita a cidade – e não só a insegurança criminal – , aí surge a necessidade da voz ativa de seu povo. Principalmente da parte da população que possui mais facilidade de fazer circular seus códigos lingüísticos críticos. Os hierarquizados socialmente pelas posições que ocupam em seus territórios de atribuições profissionais.

CADÊ NOSSA RETÓRICA?

Mais qual o quê! A insensibilidade áudio-cognitiva censura seu légein, dizer, e a artrose-gestual trava seu vigor, práxis. Assim, os princípios democráticos, Aidós, “o respeito da opinião pública”, ou “sentimento de respeito humano” , e Dikê, “eu mostro”, “regra, o uso, a norma pública de conduta”, como afirma a filósofa Bárbara Cassin, são desrealizados como potências sociais fundadoras da democracia. E outra realidade-muda se manifesta: Ausência da Retórica Pública, o que une os homens e constrói a democracia. Logo, um povo sem voz. Logo, um povo sem democracia.

ACIRRANDO INVEJAS

Tivesse a decisão da Juíza Maria ocorrido em outra capital (Rio Branco/Acre, Belém/Pará, São Luiz/Maranhão), as reações publicas seriam outras: Maria seria homenageada como defensora pública com todas as honras que seu ato merece. Seria convidada para dar entrevistas em todos os meios de comunicação, convidada para fazer palestras em cursos universitários, principalmente de Direito, falar sobre sua condição de mulher na magistratura, sobre a Lei Maria da Penha, e em diversos territórios falantes. No Rio de Janeiro, a juíza Denise Frossard, porque mandou prender uns bicheiros, foi transformada em heroína, e depois foi eleita deputada federal. Alguns dirão: “Mas o Rio é o Rio!”. Isso não diz nada. Não precisamos de heroína, mas precisamos da visibilidade de alguém que cortou nas juntas, como diria o filósofo Platão, o corpo dominante de uma “política” retrógrada, anêmica, que vem desfazendo a história do Amazonas há décadas. A visibilidade de alguém que promoveu a cidade a condição de conhecedora de seu corpus jurídico/político social: um curso que não se aprende em nenhuma aula de Moral do Direito. Mudos, ainda queremos ser a Princesinha do Norte. Da nossa audição/visão, nunca vimos uma Princesinha sem voz. Nem em contos de fadas.

Certa vez, o teatrólogo alemão Brecht, disse: “Realmente a vida num país sem senso de humor é insuportável; mas muito mais insuportável ainda é a vida num país que tem necessidade de humor”. Parafraseemos Brecht: “Realmente a vida numa cidade sem voz ativa é insuportável; mas muito mais insuportável ainda é a vida numa cidade que tem necessidade de voz ativa”.

Tristes invejosas classes opinantes de Manaus que não opinam, pois não têm Retórica. Só suas indiferenças-egoistas.

3 Responses to “A JUÍZA E A CIDADE SEM VOZ ATIVA”


  1. 1 Pedro Ayres segunda-feira, 1 dezembro, 2008 às 7:30 pm

    Meu caro filósofo
    Só hoje,no Arlesophia é que conheci o seu blog. Como paraense, logo um antigo vizinho, fiquei curioso para saber o que acontece numa cidade que conheci e gostei muito, foi em 1964, uma semana antes do golpe de Estado, durante o ISEA (I Seminário de estudos da Amazônia) promovido pela UNE. Naqueles dias convivi com alguns companheiros bem interessantes em termos de curiosidade e preocupações sobre tudo, como o poeta Felix Valois, o Botinelli, a Belém, etc..
    Juro que fiquei entristecido em saber da pouca ou nenhuma repercussão dessa sentença da Juíza. Esperava que as coisas fossem de outra maneira, que o ato de pensar ainda se mantivesse como uma arte e ciência às margens do rio Negro. Enfim, como a vida é um sempre desilusionamento, mais uma que se desfaz, embora ainda tenha a esperança de que os novos tempos de recessão e depressão econômicas possam nos reensinar velhos jogos e artes, sinto-me no dever de ser solidário com o seu desabafo.

  2. 2 Anônimo segunda-feira, 1 dezembro, 2008 às 10:57 pm

    Bons dias meu caro paraense: algumas pessoas que você citou já se foram e os que ficaram andam por aí advogando, poetando uma poesia que não diz muita coisa não. No mais, temos uma juíza que diz tudo. Setenciou contra o homem mais trabalhador do Amazonas, se não me engano já na cabanagem ele remava em algum batelão, porque tudo que existe no Amazonas foi ele que fez. Amazonas-Amazonino.E a cidade continua calada. Mas eles estão comedidos.O Amazonino não é o prefeito eleito de Manaus ele está cassado e quem cassou foi a juíza Maria e nós estamos dando repercussão à medida que ela tomou. Filosofo não desabafa ele cria novas formas de análises, ele pensa – e todos nós somos filósofos. Valeu camarada paraense. Amazônonimo de Manaus.

  3. 3 Anônimo segunda-feira, 1 dezembro, 2008 às 11:28 pm

    A juíza Maria já sabendo o que vai acontecer se o Mau menino assumir, achou melhor cortar o mal pela raíz,cassou,e amanhã o puxa saco Valdir Correa vai preparar o bote para levar o mal menino,o Carlos Souza para o balatal lá reinar.Meus parabéns à juíza Maria que com sua decisão inédita baseada em provas inquestionáveis decretou a cassação da dupla Amazonino e Carlos Souza.Anônima daqui.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.602 hits

Páginas

dezembro 2008
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: