A “NÃO CASSAÇÃO DE AMZONINO” — UMA TESE IMPROVÁVEL

A política é estabelecida na forma de cidade. Esta é produzida a partir das várias atividades, materiais e imateriais, que seus moradores efetuam transformando as suas dimensões espaços-temporais. Deste modo a cidade passa a ser organizada em diferentes segmentos responsáveis por preservar a existência de sua estrutura física, econômica, social e afetiva. Através das ações e falas dos que vivem na cidade é criado o espaço público onde todos podem fazer valer ativamente suas opiniões a fim de fazer com que esta estrutura produzida seja desenvolvida de forma a efetivar o bem comum como principal objetivo para todos. Portanto, a cidade é uma movimentação ético-política-estética. Negar a cidade como esta potência é se negar a expor a sua fala e ação de modo ativo e participar diretamente de sua produção e se mostrar como uma “doença da cidade”.

Em Manaus, após a decisão da juíza Maria Eunice de cassar o prefeito eleito, Amazonino Mendes (PTB) e o seu vice, Carlos Souza (PP), desta movimentação pode ser extraído um sentido que se desdobra em dois outros sobre alguns fatos que surgem e fazem gerar algumas sensações.

Pessoas que se dizem não sabedoras da cassação de Amazonino e seu vice, mas que quando ficam sabendo não perdem tempo em expor a proposição de que eles (leia-se Amazonino, quase nada falam sobre seu vice), não serão cassados. Insistem que por mais que possa ser verdade o que estão dizendo deles não haverá uma condenação e eles se livrarão das acusações. Além de sustentarem suas vozes passivas em meio aos acontecimentos, agem defendendo uma tese improvável por dois motivos.

MOTIVO I: LÓGICO-JURÍDICO

Uma proposição que diga que a cassação de Amazonino Mendes, junto com o seu vice, não será confirmada constitui-se como a defesa de uma tese improvável, porque seria colocar em suspeição o sentido e entendimento lógico-jurídico do fato embasado nos códigos legais assegurados por uma constituição. Códigos esses que só foram possíveis graças a um regime democrático representativo constituído onde se encontram os representantes da cidade que projetam e aprovam leis, portanto, produção daqueles que vivem na cidade. Ainda que caiba recurso, este não se constitui como uma provável absolvição, assim como a cassação ainda não é definitiva, contudo, o que foi determinado, provisoriamente, pela juíza Maria Eunice, carrega consigo a força da lei que é construída a partir de preceitos lógicos que asseguram a decisão. Portanto, neste sentido, deriva-se desta suspeição como conseqüência o absurdo. Pois colocar em dúvida a decisão judicial de maneira alheatória é colocar a própria justiça em suspeição. Ainda aí caberia o argumento de que a justiça pode ser colocada em dúvida, sim. Fato este que não faz com que a decisão seja apagada da realidade. Cabem, sim, contra-argumentos que sejam tão bem fundamentados racional e logicamente quanto foi os que possibilitaram a cassação.

MOTIVO II: ÉTICO

O sentido do absurdo não é somente pôr em suspensão o sentido lógico-jurídico do fato. Ele é também ético por contrariar o sentimento das pessoas honestas. E honestas não somente no sentido de caráter reto, mas de pessoas que se colocam na existência de modo autêntico como responsáveis por preservar uma vida sem privações para todos e não deixar se desenvolver as condições de miserabilidade que conservam o povo sob exploração. Esta condição de miserabilidade toma força quando as pessoas não impulsionam as suas vozes e ações de modo ativo na cidade. Ao invés de produzirem suas opiniões a partir do que vem de fora de si (ou seja: fora da cidade), procurando endossar as discussões que produzem problemas, procurando as suas respostas, vivificando assim o exercício da produção da cidadania, elas preferem se esquivar ao longe deste exercício. Assim, apenas pensam com a barriga e refletem a partir de si próprios (e não da cidade). E sentem na pele aos ossos as dores dos corruptos como se fossem suas. Estas pessoas, constituem a “doença da cidade”, posto que se calam quando falam. Enquanto isso, até os advogados de Amazonino já dão bandeira…

0 Responses to “A “NÃO CASSAÇÃO DE AMZONINO” — UMA TESE IMPROVÁVEL”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.795 hits

Páginas

dezembro 2008
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: