Arquivo para 29 de dezembro de 2008

DESUMANIZAÇÃO E HUMANITARISMO NA FAIXA DE GAZA

“Se um indivíduo morre, sua morte é um acontecimento considerável, enquanto que se mil indivíduos morrem, a morte de cada um é mil vezes menos importante.” (Jean Baudrillard)

Não é que a comunidade internacional ignore a tragédia em Gaza, é que o Ocidente nada pode fazer com sua ausência de valores. Nos últimos tempos, não houve cenas mais patéticas do que o moribundo João Paulo II e a ONU se posicionando contra o massacre americano no Iraque. A nossa piedade impotente com os palestinos não se apresenta nem como “princípio de ação nem de liberdade”. Desde a Guerra do Golfo, depois Bósnia, Afeganistão, Iraque…, Palestina, assistimos pela televisão os últimos alvos atingidos, vemos amontoar-se não os milhares de cadáveres, mas sua numeração estatística, tudo se passando em TV a cabo, sinal aberto, internet, nas salas em meio à falsa crise de toda a Europa, nos guetos americanos, em Wall Street, nas favelas do Brasil. Não há os palestinos na tela total do monitor, não há sequer israelenses. Ao contrário, é nesses locais onde existe o que o filósofo Jean Baudrillard chama de “últimas reservas de sentido”. É lá que as coisas são reais, para além da realidade objetiva, essa que causa piedade, mas como ação e como destino.

Todos esses “corredores” que abrimos para lhes enviar nossos víveres e nossa cultura são na verdade corredores de aflição por onde importamos as forças vivas e a energia da infelicidade dos outros.”

Todos sabemos o que está acontecendo e vemos o número de mortos avolumar-se dia-a-dia: 90, 150, 200, mais de 300 mil mortos. Já que a metade da população palestina é composta de crianças e adolescentes, quantos cadáveres de “inocentes”? Apenas detalhes; e detalhes como esse servem para aumentar ainda mais a covardia globalitarizada, que se torna consenso em unanimidade na ordem “democrática” mundial. É que os microfascismos cotidianos, como diria Michel Foucault, estão na mesma linha do terrorismo de Estado. Não os judeus, mas existe um pequeno Estado judeu por toda a parte do mundo onde se instauraram suas sagradas leis, inclusive no Cristianismo.

O totalitarismo de Hitler é obsoleto perto do totalitarismo praticado pelo Estado judaico. Hitler era totalitário, mas numa velha ordem hierárquica de força e relações, mas não conseguia a manipulação dos regimes de signos que o Estado judaico consegue universalizar. O arremesso de mísseis e o ataque de tanques e soldados contra palestinos com pedras e pedaços de pau é apenas outro detalhe. A dominação já se estabeleceu em outra ordem, em outro lugar: por todo o mundo ocidental.

Assim como os bósnios, os palestinos sabem que estão “condenados pela ordem ‘democrática’ internacional”. Quanto mais proliferam os discursos sobre “democracia”, parece que mais a democracia se degrada. Para acontecimentos radicais assim, diria Baudrillard, é preciso uma análise radical, que, talvez não mude a ordem das coisas, mas também não compactua com a desumanização, o que só é possível fazendo a distinção fundamental entre humanismo e humanitarismo:

Eis toda a diferença entre o humanitário e o humanismo. Este era um sistema de valores fortes, atrelado ao conceito de gênero humano, com sua filosofia e sua moral, caracterizando uma história em construção. Enquanto o humanitário é um sistema de valores fracos, ligado à salvaguarda da espécie humana ameaçada característica de uma história em desconstrução — sem outra perspectiva que a, negativa, da administração com aproveitamento ótimo dos dejetos, os quais, como sabemos, não se degradam.”

AS ILUSIONADAS FELICITAÇÕES DE FIM DE ANO DOS PARLAMENTARES AMAZONENSES

Como em anos anteriores, outdoors em toda a Manaus, de diversos parlamentares, oferecem ao cidadão os votos de bom natal e esperanças de um 2009 melhor. Marcelo Serafim, por exemplo, usa uma frase cheia de “amor”, enquanto o eleito sub judice, Henrique Oliveira, deseja 33 mil e tantos votos de natal e de bons anos. E assim vão, na mesma balada, outros votos aqui e acolá, apregoados nas placas publicitárias da cidade.

Em uma democracia real, o novo surge como engendramento desejante das ações dos seres humanos em sociedade. Práxis coletiva num plano de coletividade: ao invés de individualidades, singularidades – talentos, capacidade dialógica e razão em função do Bem Comum. Nada que passe pela atuação parlamentar de nenhum dos “votantes” de fim de ano.

No caso de Marcelo Serafim, a ausência do tônus existencial e do amor afectivo-afectante: o amor de Marcelo, como o do pai, é familial. Fechou-se nas relações entrincheiradas da neurose familiar, daí a impossibilidade de fazer transbordar neles o amor que “constrói comunidades de saberes e dizeres” (Toni Negri). Como corpo social-político, não tiveram o tônus para fazer-passar em si o fluxo intensivo, e portanto, neste caso, afirmar o querer de um amanhã melhor é apenas uma idéia falsa, advinda não do exame dos elementos materiais e imateriais que compõem a realidade social, mas a partir das imagens fantasmáticas que eles carregam.

O Feliz Natal e o Ano Novo da dupla serafinesca, como de todo o de 99,99998% dos parlamentares amazonenses, é uma ilusão fantasmática que não se mantém. Inclui-se aqui a “mesa farta”, conceito burguês usado pelo comunista Eronildo Bezerra para mostrar o trabalho da Sepror que, no passado, deu até na BandNews.

AH, ESSES MARKETEIROS…

De resto, um comentário sobre os votos festivos do vereador sub judice, Henrique Oliveira. Afirma ele 35 mil e tantos votos de Feliz Natal e Próspero Ano Novo:

  1. Ou quererá Henrique afirmar que deseja o bem somente daqueles que votaram nele, afinal, são 35 mil e poucos votos, contra 2 milhões e poucos de cidadãos, entre eleitores e não-eleitores, igualmente moradores de Manaus, evidenciando a ausência da democracia na prática do edil provisório.

  2. Ou, num laivo de humor involuntário, Henrique quis mostrar uma coisa e acabou evidenciando outra: como não poderia ser candidato – apesar da sentença patológica do TRE/AM – e muito menos ser eleito, possivelmente, através do TSE, sua candidatura seja cassada e os 35 mil e poucos votos tornem-se nulos. Automaticamente, anulando também os 35 mil e poucos votos de Feliz Natal e Próspero Ano Novo.

De nossa parte, sem superstições, mas numa aliança com as forças intempestivas da natureza, engendradas na cosmosofia das religiões afro, preferimos esta mensagem de fim de ano:

– 2009 –

ANO DE IANSÃ (ORIXÁ DA NATUREZA PHYSYS, DO CLIMA)

ANO DE XANGÔ (ORIXÁ DA JUSTIÇA)

Os poderes de Xangô estão no trovão, na rocha, então é aí que estão os poderes do Xangô. Ele é o deus do fogo. Ele ajuda as pessoas na forma do espírito, dos pedidos, das súplicas que são feitas a ele, que dizem respeito a ele, no que a pessoa quer. Ele é dono da justiça, que tá por dentro de todas as causas que existem, dentro dos tribunais, delegacias, causas impossíveis” (Pai Ribamar de Xangô).

QUE XANGÔ REINE SOBRE OS TRIBUNAIS BRASILEIROS E FAÇA VALER A JUSTIÇA DEMOCRÁTICA

PARLAMENTARES PROVISÓRIOS, QUE TÊM DÍVIDAS COM O TSE, TREMEI!!!

JUIZ DE SANCTIS PARA KENNEDY ALENCAR: “JORNALISMO É SERVIÇO PÚBLICO!”

É impossível que ainda exista alguém que tenha dúvida que exista diferença entre as formas de mídias. “Não, a mídia impressa é mais inteligente que as outras!” “Não, inteligência está na TV!” Não, não existem estes crédulos. Toda mídia não é nada mais do que a confirmação da ressonância da mediocridade. O império do mesmo. A ecolalia triunfante.

Você, se teimar em ser o último dos midiotários, pretende a asseveração da harmonia dos afásicos? Ligue nas noites de domingo na RedeTV, no programa de “entrevistas” do serviçal da Folha de São Paulo, o borbulhante Kennedy Alencar. Lá você vai encontrar a verdade crua da mídia despudorada de mercado.

FAÇO DE VOLTAIRE MINHAS PALAVRAS”

O funcionário da folhatinesca, Kennedy Alencar, que de Kennedy tem o talento da intriga, levou o jus juiz Fausto De Sanctis ao seu programa para entrevistá-lo. Nada de entrevista. Só inquirição mesclada com tentativa de frutrica própria da Folha. Mas De Sanctis é um lorde que escapa da colônia. Não caiu nas borbulhanças folhatinescas.

Nem o midiotário acreditou que Alencar estava diante de um dos homens mais insignes da colonizada justiça brasileira. O folhatinesco tentou conduzir a inquirição para seu lado Daniel-Mendes. O insigne não derivou. Manteve o prumo da justiça. Melhor nível: Alencar parte para defesa de sua comparsa, a jornalista que vazou a investigação que a Polícia Federal fazia sobre Daniel Dantas, e sua prisão.

O folhatinesco defendeu o desbotado senso comum dos tiranos: a liberdade de imprensa. A liberdade para escamotear e tramar contra os que pretendem justiça. De Sanctis afirmou que era defensor da liberdade de imprensa, mas que era preciso o jornalista compreender que uma investigação de interesse público é mais importante para a sociedade do que o manjado (o manjado é nosso) furo de reportagem. E que o jornalismo não pode estar acima da lei a ponto de prejudicar um trabalho de tamanha importância social.

Alencar, com um sorriso em um rosto de seminarista que acreditou que a verdade da existência irrefutável de Deus encontra-se na Patrística de Santo Agostinho e no Tomismo de Thomas de Aquino, portanto o jornalismo é dogmático, nada esta além dele, nem a justiça, tentou de várias formas defender a ação anti-democrática e social da comparsa, mas não deu outra, De Sanctis desteologizou a pretensão do jornalismo de mercado. Com uma inflexão nobre e decidida, demonstrando uma cumplicidade com o filósofo/jornalista Ignácio Romanet, para quem o jornalismo é uma disciplina cívica, pôs sua Retórica, o logos democrático, to pletos, a pluraridade das diferenças sobre a intriga do folhatinesco: “O jornalismo é serviço público!”

Antes da ambição do proprietário de qualquer mídia, encontra-se o direito social, para quem desejar, institucional, do cidadão. A condenação de alguém como Daniel Dantas é mais importante para a sociedade brasileira que o lucro que qualquer mídia possa conseguir com informações tendenciosas que visam mais auxiliar o réu do que contribuir para que a justiça prevaleça.

Guardado em seu sorriso dogmático, Alencar, tentou mais borbulhanças: “Dizem que lhe viram no Show da Madona.” De Sanctis: “Fui ao Show e fiquei na pista, algumas pessoas me reconheceram e conversaram comigo. Gosto da Madona.”

Para os midiotários: Madona é uma das poucas do psicodelismo Pop que luta pela liberdade dos povos. Em Israel, encarou os reacionários do poder judaico. Ninguém gosta da ativista Madona inutilmente. Talvez, Alencar. Mostrando um jornalismo colegial, fez um tal de “Pinga Fogo”: perguntas rápidas e curtas. Entre elas, o pedido para De Sanctis dizer uma frase que mais gostava. Talvez, surpreso com o tipo de infantilismo midiótico, o insigne juiz fez uma pausa e depois citou Voltaire, afirmando que não lembrava toda a máxima, mas que se tivesse que fazer para ele uma frase baseada na do filósofo francês, intelectual da Revolução Francesa, ele diria…, e disse finalizando, que tinha fé na justiça e era contra a corrupção.

*……….::::: CHAGÃO! :::::……….*

LINHA DE PASSE

ARGENTINA PRETENDE MUDAR FÓRMULA DO CAMPEONATO NACIONAL

A partir da temporada 09/10, o formato do campeonato argentino deve mudar. A informação foi dada pelo presidente da AFA, Julio Grondona, em entrevista a uma rádio. A idéia, segundo ele, é que haja somente um campeão nacional por ano no país. Mas as discussões sobre como seria este torneio ainda devem ocorrer no primeiro semestre de 2009. Grondona afirmou que o formato só mudaria para o campeão nacional, não se alterando os critérios para classificação dos representantes argentinos para a Libertadores e a Sulamericana, nem os de rebaixamento e acesso. Atualmente, na Argentina, disputam-se dois torneios: o Apertura, no segundo semestre, e o Clausura, no primeiro semestre. Em ambos, sai um campeão, e não se sagra – como acontece no Uruguai – uma finalíssima para ver quem leva o título. A Argentina já teve um torneio anual, e a última edição foi em 1990, quando o River Plate levantou o caneco. O maior receio da AFA, no entanto, é que o formato de campeonato longo, com rodadas em ida e volta, façam com que o atual equilíbrio do certame se perca. Basta lembrar que o Apertura 2008 encerrou-se somente após um triagular entre Boca Juniors, San Lorenzo e Tigre, que terminaram empatados na classificação geral. O medo dos argentinos é que lá, como cá, apareça um São Paulo para ganhar tudo, e o efeito Bundesliga chegue finalmente aos portenhos. Economicamente, pode ser uma evolução, pois obriga os clubes a investirem cada vez mais em projetos de médio e longo prazo. Esportivamente, cederia à pasteurização internacional dos certames regionais, que cada vez mais copiam o formato europeu. Mas que pontos corridos, quando há equilíbrio, é bom, isso é.

MUDANÇAS DEVEM SACUDIR O FUTEBOL URUGUAIO

O futebol charrua não terá um campeão no segundo semestre de 2008. A derradeira rodada, que aconteceria, já com atraso, neste fim de semana, foi suspensa pela AUF, e só deve ocorrer no início de fevereiro. Até lá, os clubes já se modificaram, jogadores se foram, outros chegaram, e o título será decidido sem o calor da continuidade do certame. Esta edição do Apertura Uruguaio entra para a história como uma das mais conturbadas: teve árbitro que deu WO por conta de atraso de cinco minutos de um dos times, teve invasão de torcida, suspensão parcial do campeonato, time perdendo pontos por conta de torcida, partida anulada sendo remarcada, ameaça do Peñarol de se desfiliar da AUF, e agora, a suspensão, por conta das precárias condições dos estádios e da insegurança que ronda as torcidas organizadas dos clubes. O caso levou o presidente da AUF, José Luis Corbo, pediu aos clubes que lhes dessem atribuições especiais, a fim de que uma comissão seja formada, para analisar os problemas ocorridos e tentar buscar uma solução definitiva. Os clubes aceitaram, mas o clima não melhorou, já que tradicionalmente, os clubes uruguaios dizem que sim, mas fazem que não. No entanto, a situação é tão grave economicamente no futebol charrua, que até o governo federal esboça uma intervenção, com o objetivo de diluir o poder dos agentes de jogadores, únicos que lucram com a exportação das commodities (o pé-de-obra) para o exterior. Enquanto o maior deles, Paco Casal, nada em dinheiro, os clubes vivem na penúria. O ministério dos esportes do Uruguai apresentou um projeto de lei que condiciona a venda de jogadores a se realizar entre clubes, com a supervisão do Estado. Assim, se eliminariam os atravessadores, agentes e agências. O projeto já foi aprovado pelo presidente, Tabaré Vazquez, e agora passa pelo crivo dos outros ministros, para que possa ser sancionado. Ao mesmo tempo, os clubes terão de se adaptar às normas do direito comercial, transformando-se em empresas, e abandonando o amadorismo das gestões fraudulentas e danosas aos clubes. É possível que a lei seja o início da transformação do futebol charrua, e o leve novamente a ser uma das grandes potências do futebol mundial, como sempre foi.

Impossível não perceber que as transformações no extremo sul contrastam com a tendência do futebol brasileiro, que é cada vez mais transformar os clubes em mera vitrine açouguística para a exposição dos jogadores, para lucro de empresas e empresários. Vide o caso Traffic-Palmeiras. A agência tem jogadores espalhados por vários clubes brasileiros, ao ponto de ter, como no próprio verdão, mais jogadores da empresa do que do clube. Enquanto isso, o São Paulo, que tem estrutura, planejamento, responsabilidade, vai só acrescentando estrelas ao escudo.

PRIMEIRA FASE DO CAMPEONATO PARAENSE JÁ TEM CLASSIFICADOS

Desde o ano passado, o campeonato paraense tem uma edição pré-classificatória para o torneio propriamente dito, a fim de nivelar os participantes do torneio principal. Este ano, a disputa envolveu dez times, que brigaram para ter direito a participar da Taça Cidade de Belém (primeiro turno) e Taça Estado do Pará (segundo turno). Participaram: Tiradentes, Pedreira, Pinheirense, Bragantino, Tuna Luso, Sport Belém, São Raimundo, Time Negra, Vila Rica e Castanhal. Após nove rodadas, os classificados para o torneio principal são: Castanhal, Vila Rica, Time Negra e São Raimundo. O destaque negativo é a ausência da tradicional Tuna Luso, que vai assistir em casa o torneio. Os quatro classificados se juntam a Remo, Paisandu, Ananindeua e Águia de Marabá, que se garantiram pela boa campanha no Parazão 2008. E você vai acompanhar tudo sobre o Campeonato Paraense 2009 a partir de fevereiro nesta coluna.

BOAS VINDAS AO “OVACIÓN”

Na esteira do jornalismo esportivo sulamericano, que conta com grandes jornais esportivos em cada país, faltava o representante uruguaio. Agora, na internet, o leitor intempestivo que quiser se informar sobre o futebol, o automobilismo, o basquetebol ou qualquer outra modalidade esportiva do Uruguai, pode acessar o Ovación. O jornal é do mesmo grupo do El País, em versão charrua. O site pode ser acessado aqui. Torceremos para que o jornal se aproxime da prática do jornalismo engajado de outras publicacões da Sul América.

CAMPEONATOS EUROPEUS

Ligue 1 Temporada 2008-2009: Próxima rodada, dia 10 de janeiro.

* * *

Bundesliga 2008-2009: Próxima rodada em 30 de janeiro.

* * *

Premier League 2008-2009: Rodadas 19 (dia 26) e 20 (ontem), os cinco primeiros são: Liverpool (45), Chelsea (42), Aston Vila, Manchester United e Arsenal (35). Resultados: Rodada 19: Liverpool 3 – 0 Bolton, Chelsea 2 – 0 West Albion. Rodada 20: Newcastle 1 – 5 Liverpool, Fulham 2 – 2 Chelsea.

* * *

Liga Sagres 08/09: Próxima rodada em 04 de janeiro.

* * *

La Liga BBVA Espanha 2008/2009: Próxima rodada em 04 de janeiro.

* * *

Série A Itália Calcio 2008/2009: Próxima rodada em 11 de janeiro.

* * *

Eredivisie Holanda 2008/2009: Rodada 17 os cinco primeiros são: AZ Alkmaar (41), Ajax (38), FC Twente (34), PSV Eindhoven (30), NAC Breda (29). Resultados: AZ Alkmaar 1 – 0 NEC Nijmegen, Ajax 3 – 0 ADO Den Haag, PSV 0 – 0 FC Twente.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.413 hits

Páginas

dezembro 2008
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos