Arquivo para 27 de janeiro de 2009

SALÁRIO MATERNIDADE EM 30 MINUTOS

O ministro da Previdência Social, José Pimentel, afirmou em entrevista que a partir de agora o salário maternidade pode ser recebido em apenas 30 minutos. Para que a mãe que trabalha como autônoma receba esse benefício, é necessário que ela tenha contribuído para o Instituto de Nacional de Seguro Social – INSS, pelo menos dez meses. A mesma vantagem do benefício em 30 minutos ocorre também com a mãe que tiver carteira assinada.

Para participar do programa salário maternidade em dez minutos a trabalhadora autônoma deve apresentar na agência da previdência a carteira de identidade e o carnê da contribuição. Quem tem carteira assinada deve apresentar a identidade e a carteira profissional.

A trabalhadora pode requerer sua participação no programa usando o sistema 135 para marcar o dia e a hora de seu atendimento. Segundo o ministro, o atendimento em 90% dos casos ocorre em 48 horas.

Vamos nessa, trabalhadora!

Ser mãe (não só) é desdobrar fibra por fibra o coração/ Passar a noite inteira no serão”, como canta o poeta. Ser mãe é ser partícipe das transformações sociais com sua inteligência e força de produção. Recebendo o seu salário em 30 minutos, o resto do tempo que você ganha, você realiza a idéia de liberdade do trabalhador que Marx falava: o uso do tempo livre do trabalhador para um atividade não alienada.

FÓRUM MUNDIAL MÍDIA LIVRE

Midia Livre 01 por você.

Midialivristas de todo o mundo, uni-vos! No antigo NPI, atual Escola de Aplicação da UFPA, ativistas de mídias alternativas do mundo inteiro se encontram para discutir e disseminar modos alternativos de informar e de produzir informação e conhecimento. Na manhã de hoje, duas mesas temáticas trataram da situação da mídia tradicional e apresentaram os eixos que serão levantados pelos midialivristas no fórum. À tarde, uma grande roda viva onde todos puderam participar e dar a sua contribuição.

No horário da manhã, as mesas de convidados fizeram a animação, tratando das questões relativas ao desenvolvimento do midialivrismo e da mídia e sua posição em relação à crise.

Na mesa que tratou da relação entre mídia e crise, os convidados Luiz Hernandez Navarro (La Jornada), Sandra Russo (Página 12), Pascual Serrano (Rebelión), Marcos Dantas (PUC-RJ), Joaquim Palhares (Carta Maior), Altamiro Borges (Vermelho), Joaquín Constanzo (IPS), Bernardo Kucinski e Ignácio Ramonet, traçaram um preciso e profundo quadro da mídia em relação à chamada crise, e mostraram que esta não se reduz ao seu viés econômico, mas é um crise do próprio jornalismo, além de responsabilizar diretamente a mídia pelo clima de horror que toma conta do cenário econômico.

Ignacio Ramonet, sempre lúcido, apontou os destroços do chamado neoliberalismo a partir da crise financeira. Para ele, a crise afeta não somente o espectro econômico, mas principalmente a credibilidade e força dos meios de comunicação, em estreita relação com as instâncias responsáveis pela irreponsabilidade do mercado. Ele pontou que o clima de desespero da mídia não vai muito longe, bastando para isso que o leitor perceba que a própria mídia, ela mesma participante da rede do sistema financeiro, está em ruínas. Ele apontou o surgimento de governos pró-esquerda na América Latina como uma evidência do enfraquecimento da mídia oficial, o qual deve ser aproveitado pelos midialivristas.

Silvia Russo, do periódico argentino Pagina 12, destacou o surgimento de um sentimento de cidadania e protagonismo na América do Sul. Ainda, para ela, o martírio da linguagem é o grande inimigo da comunicação. A expropriação da palavra pela grande mídia é um das armadilhas que existe contra a comunicação, e é neste campo que a mídia alternativa pode e deve atuar.

Midia Livre 03 por você.

Marcos Dantas, da PUC-RJ, salientou que a palavra mídia pode carregar um equívoco. Por detrás do termo mídia existem pessoas, profissionais, e mais, um patrão, que não é jornalista, e que pauta o jornal de acordo com os seus interesses. Ele cita o exemplo de Chico Mendes, que quando ganhou um prêmio internacional da ONU, foi notícia de pé de página no Jornal do Brasil, mas que, quando faleceu, o mesmo editor do jornal desengavetou uma entrevista feita por um jornalista e que, à época, não foi aproveitada. A lógica do mercado no jornalismo midiático. Dantas salienta que esta estrutura de mídia precisa ser enfraquecida, já que submeter a notícia à lógica do mercado é inverter o sentido público do jornalismo.

Para o combativo jornalista espanhol Pascual Serrano, a mídia deve ser responsabilizada não apenas por noticiar a crise com histeria, mas por fazer parte do sistema econômico-financeiro que a causou. Para ele, houve uma verdadeira expulsão do jornalismo pensante da grande mídia. A orientação mercadológica, ele sublinha, permite apenas aos analistas favoráveis ao discurso do patrão emitirem sua opinião em rede nacional. Ele cita o exemplo de um noticiário cubano, muitos meses antes da deflagração da queda das bolsas, onde vários jornalistas e analistas já anunciavam o que estaria por vir.

Midia Livre 05 por você.

O professor Bernardo Kucinski aponta o predomínio de um discurso genérico da mídia sobre a crise, procurando fazer prevalecer a tese da “naturalidade”, como se os resultados da temeridade dos financistas fosse algo natural. Ele sublinha por exemplo, que a crise sequer é mundial (nenhum banco na Índia faliu, nem no Japão, nem no Egito, por exemplo). Apontou ainda o viés político que a mídia nacional carrega em transformar a crise em algo maior do que ela é, com o objetivo de atingir o governo Lula. Citou ainda uma pesquisa sobre a financeirização da mídia econômica. Segundo ele, o trabalho citado mostra que os bancos investem desde muito tempo em departamentos de assessoria técnica econômica, que se transformaram em “fontes obsequiosas”, ávidas de transformar a versão do patrão em verdade factual. Para ele, paradoxalmente, quem melhor cobriu a crise americana foi a própria mídia Americana.

Para o periodista Joaquím Constanzo, a profissionalização da mídia alternativa é necessária para que se possa disputar em termos de audiência e amplitude. Ele cita o exemplo do IPS, onde trabalha, e que tem uma grande estrutura de jornalismo internacional, e mesmo assim “é uma gota no oceano” da informação. Segundo ele, a mídia, com seu alarmismo, tenta ocultar que a crise financeira significa o fim do modelo financista predatório.

Altamiro Borges, do site Vermelho, responsabiliza a mídia não apenas por criar um clima de terror econômico, mas de ser, ela mesma, a origem de toda a onda especulativa. Para ele, é preciso fortalecer a mídia alternativa, disputar as verbas governamentais em condição de igualdade com a mídia oficial, montar fóruns regionais de mídia e criar uma pauta nacional, sem subtrair a diversidade que caracteriza a mídia alternativa.

Para o argentino Luiz Hernandez Navarro, do La Jornada, a mídia mergulha numa crise sem ter resolvido a sua própria crise: a diminuição massiva do consumo de jornais e, menos massiva, mas significativa, da tevê, a deteriorização da profissão jornalística, a falta de sintonia com a atualidade e a transformação da informação em mercadoria. Na sua visão, a mídia alternativa deve focalizar a luta para que a informação continue sendo um bem público, e procurar impor a sua própria agenda em relação à mídia oficial.

Midia Livre 07 por você.

Joaquim Palhares, da Carta Maior, observou que o cenário da América do Sul é a prova de que o Fórum Social Mundial, oito anos atrás, já tinha a leitura do que hoje ocorreria. As mudanças no mundo tem uma forte relação com a circulação alternativa de informação, sobretudo na internet, e que permitiu o alinhamento mais à esquerda da América do Sul e a eleição de Obama nos EUA, por exemplo.

RODA VIDA DA LIVRE-MÍDIA

Midia Livre 11 por você.

No horário da tarde, fez-se uma grande roda, onde as temáticas eram apresentadas pelos próprios participantes do fórum. Dentre várias verbalizações, idéias e alternativas apresentadas nos segmentos de rádio comunitária, software livre, produção independente de informação, tevê e WebTV, internet e outros, este Bloguinho bateu um papo com a moçada da rádio 103 FM – A Voz da Resistência, de Belém:

O que vivemos aqui no Pará em relaçào a radios comunitárias é uma discriminação, somos chamados de marginais, de derrubadores de aviões, e esperamos que com esse fórum possa mudar essa situação. Denunciamos a truculência da polícia federal, e já fomos presos, certa vez, por 19 agentes da PF, 05 agentes da anatel, fortemente armados. Neste dia, na outra sala estava um dos mandantes da morte da irma dorothy, falando ao telefone calmamente enquanto os integrantes das rádios eram coagidos a dedurar os colegas. E na última terça-feira, na semana passada, novamente outra batida da PF ocorreu, levando todo o nosso material.”

Também registramos o toque da moçada do Fórum de Tevê Alternativa, Documentaristas e WebTV:

A tevê alternativa tem como objetivo o registro das lutas sociais e a memória histórica, além da diversidade cultural, além do uso para informação das populações e dos movimentos sociais, indígenas, negros, estudantes, fazendo com que a câmera e a linguagem da produção de informação na tevê fosse apropriado pelos movimentos sociais. O audivisual é absolutamente pssível quando os movimentos sociais se apropriam da linguagem da tevê e constrói novas linguagens.”

Ao mesmo tempo, o companheiro Jacinto Mango, da Rádio Sol Mansi, de Guiné-Bissau, na África, nos falou sobre a potência-democrática das ondas de rádio por lá:

Trabalhamos no que era uma rádio comunitária católica, e que agora se transformou em tevê. São jovens que trabalham com vídeos, rádio e cinema, com o objetivo de transmitir valores culturais e educacionais da nossa sociedade, o objetivo é dar voz a quem não tem voz.”

Diretamente do Fórum de Produção de Conhecimentos Livre, o companheiro Marcos, do Intervozes, nos fala sobre o seu trabalho:

O processo de amadurescimento do laboratório está ligado à apropriação do conhecimento e a descentralização do conhecimento. Troca de experiências, e reflexão sobre as patentes do conhecimento, na arte, na literatura, na música, na cultura digital. O laboratório é o espaço de convergência de tudo isso. Estamos amadurescendo este espaço na UFPA, com cinema, grafismo digital, espaço que preserva o software livre.”

O movimento falou ainda sobre o perigo da Lei Azeredo e a vigilância na internet, lembrando que na frança o usuario que baixa conteudo em copiright é banido da internet, por que lá tem 4 provedores somente, e que a lei deveria virar-se ao contrário e trabalhar as licenças livres, já que atualmente tudo o que é colocado em sites como you tube, google, yahoo, pertence a eles, e não ao autor. Propriedade intelectual, modelo de licenciamento inaceitável da parte das gravadoras, o patenteamento dos transgenicos que transformam a vida em propriedade, e a discussão deve continuar nas oficinas de mídia livre do fórum.

Midia Livre 14 por você.

MIDIALIVRISTAS NA CAMINHADA DA ABERTURA DO FSM

O Fórum Mundial de Mídia Livre continua suas atividades na manhã de hoje, a partir das 9h, e às 15h, todos se dirigem para a Escadinha, ao lado da Estação das Docas, para a Marcha de Abertura. O FMML está acontecendo no antigo NPI, atual Escola de Aplicação da UFPA, à Av. Tancredo Neves (Perimetral), 1000 – Terra Firme.

NÃO PERCA DE VISTA O FSM AMAZÔNIA 2009

MARCHA DE ABERTURA

Da África para a Amazônia”

O Fórum Social Mundial convida toda a cidade de Belém para participar da grande caminhada de abertura simbolizando o encontro dos participantes com a cidade que acolhe o evento.

O ponto de partida será na praça Pedro Teixeira (Escadinha) ao lado da Estação das Docas, na qual, representando a vinda do FSM da Àfrica para a Amazônia, os Povos  Indígenas habitantes natos, serão presenteados pelos povos da africanos e afrodescentes e juntos  compartilharão uma Ceia Sagrada.

A celebração representa as boas vindas dos amazonidas aos africanos e a passagem do espírito do último FSM centralizado, em Nairobi, no Quênia, para a cidade de Belém, representando toda a Pan-Amazônia.

A despedida dos africanos será ritimada ao som de atabaques e berimbaus. Em seguida, os indigenas darão início a marcha que passa pelas avenidas Presidente vargas, Nazaré e Almirante Barroso até a Praça do Operário no bairro de São Brás, onde uma programação cultural será promovida exclusivamente por dezenas de etinias indígenas que vieram participar do FSM 2009. A expectativa é de que mais de 100 mil pessoas participem desta caminhada pela paz

FÓRUM PAN-AMAZÔNICO

O Dia da Pan-Amazônia

O segundo dia do FSM, 28 de janeiro, será dedicado a Pan-Amazônia e terá como tema “500 anos de resistência, conquistas e perspectivas afro-indígena e popular”.
No dia 28 de janeiro de 2009, segundo dia do FSM 2009, ocorre o Dia da Pan-Amazônia. Será um dia inteiro dedicado à temática regional, no qual os povos e movimentos da Pan-Amazônia poderão dialogar com o mundo e tecer alianças planetárias, em busca de uma outra Amazônia.

O Dia da Pan-Amazônia estará dividos em eixos temáticos que abordarão:
Mudanças Climáticas e Justiça Ambiental; Direitos Homanos, Trabalho, Migrações e o Fim da Criminalização dos Movimentos Sociais; e Terra, Território, Identidade, Soberania Alimentaria.

CONTINUAM O CREDENCIAMENTO E NOVAS INSCRIÇÕES

Credenciamento e novas inscrições de imprensa

O credenciamento para quem ja fez a pre-inscrição online e novas inscrições ocorre até o dia 30 de janeiro, das 8h às 20h no ginásio de esportes da UFPA, onde foi montada a Casa da Comunicação.

IMPORTANTE: Excepcionalmente, no dia 27 de janeiro, em razão da marcha, o credenciamento de imprensa será das 9 às 12 horas.

Todos os profissionais comunicadores devem apresentar um documento de identidade ou registro profissional ou oficio da empresa, assessoria de comunicação ou veiculo para o qual trabalha.

Profissionais Free-lancers devem apresentar documento de identidade e comprovante de alguma publicação.

Fonte: Organização do FSM.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.795 hits

Páginas

Arquivos