Arquivo para 17 de fevereiro de 2009

AVISO AOS PROFFESORES DA 1ª CHAMADA DO PROCESSO SELETIVO SEDUC

Devido às perguntas constantes neste bloguinho, entramos em contato com a Gerência de Promoção e Valorização do Servidor (GERVS), da SEDUC-AM, no telefone (92)3237-2042, e obtivemos as seguintes informações:

  • Para os que foram chamados na 1ª lista de convocação (que é diferente da lista de aprovação), o prazo para se apresentar começou ontem (16/02) e vai até amanhã (17/02), no horário das 8 às 12h, na GERVS, que fica na matriz da SEDUC-AM, no bairro do Japiim.

  • Não saiu nenhuma listagem para o interior;

  • Não há previsão para a 2ª chamada.

Para os que já foram chamados, este bloguinho deseja uma engajada atuação com a totalidade educacional. Para os que ainda não foram chamados, fiquem atentos e se demorar mais do que tem demorado, uma vez que as aulas já vão pelo primeiro mês, este bloguinho está aberto a denúncias e reclamações, devido à importância desse serviço público que é a educação.

PONTOS DO BURACO NEGRO

Buraco Negro em Esquizo-Análise é um sistema que captura corpos para se alimentar

  • Manaus é, talvez, a única capital do Brasil que os programas esportivos dominicais da mídia nacional não comentam seu futebol.

  • Enquanto em outros estados os campeonatos chegam ao fim, em Manaus nada.

  • Governador reza para Deus interferir nos negócios dos homens: Copa em Manaus.

  • Escritor amazonense que escreveu carta em defesa da filha de Amazonino acusado de nepotismo é agraciado a ministrar curso de teatro pela prefeitura.

  • Jornal pretere matéria democrática para privilegiar matéria policial.

  • Jornal publica matéria democrática  descartando jornalismo marrom.

  • Reforma de Centro de Atendimento à Criança-CAIC custa à prefeitura R$ 452 mil.

  • Quase dois meses da gestão “Futuro Melhor”, e o transporte coletivo continua no mesmo.

  • Buracos continuam atentos aos pedestres e carros.

  • Depois de ser visto saindo de um restaurante em Florianópolis triste, Serafim aparece alegre em Banda.

  • Depois de mostrar pessimismo quanto à justiça eleitoral, ex- secretário municipal vibrou com recondução da ilustre juíza Maria Eunice.

  • Disputa pela Reitoria da UFAM mostra candidatos comprometidos com a direita manauara.

    Cortar o Buraco Negro só a Linha-Devir-Potência…

MAIS UMA PROMESSA CUMPRIDA: ESTAGIÁRIOS DEMITIDOS DA PREFEITURA

Ontem pela manhã, nas secretarias municipais da Prefeitura de Manaus, os estagiários em regime remunerado e voluntário (carga horária acadêmica) foram informados pelos respectivos chefes que o seu estágio está cancelado.

Na secretaria municipal de assistência social, por exemplo, houve setor que perdeu mais de 80% da capacidade de atendimento com a saída dos estudantes. Pela manhã, a fila de pessoas para atendimento no Cadastro Único se confundia com a fila dos ônibus dentro do Terminal 1, que fica a mais de 200 metros da sede da secretaria, e segundo fontes intempestivas, havia menos de 10 atendentes, após a dispensa dos estagiários.

Alguns deles, ouvidos por este bloguinho, que não cita nomes, disseram ter ouvido dos chefes que só receberão meia bolsa referente a fevereiro, apesar de somente ontem terem sido informados do desligamento. Em determinados setores, a justificativa foi a de que a Uninorte teria solicitado o cancelamento do convênio com a prefeitura de Manaus.

É bom lembrar que, no início do mandato sub judice de Amazonino, foi informado que a prefeitura teria 5000 estagiários. Informação desmentida pelo ex-prefeito, Serafim, que revelou o erro: só haviam 2000 estagiários, e capacidade para mais 3000. O funcionário, nada afeito ao uso de planilhas eletrônicas, somou tudo e deu a informação errada. De qualquer sorte, agora a conta é exata: não existem mais estagiários nas secretarias, seja remunerados, seja voluntários.

Às vésperas da cassação, Amazonino continua cumprindo, à sua maneira, as promessas de campanha.

PELO DIREITO AO BANQUETE NA MESA DO POBRE

Os Comedores de Batata - Van Gogh

Os Comedores de Batata - Van Gogh

Fartura é um bichinho que anda lentamente e juntando restos de comida. É muito comum nos interiores do Amazonas. Pela crença popular, quando a fartura passa é que tempos de vacas gordas estão chegando. Infelizmente, nos interiores abandonados dos estados e nas grandes e pequenas cidades, nem vacas magras chegam. Às vezes, a mesa do pobre é que nem uma longa noite sem sonhos. O problema é que os pobres estão acordados e muitas vezes não lhes resta nem pesadelos, apenas vareação, pilora, piripaque nas crianças raquíticas e adultos esquálidos. Realidade objetiva imposta violentamente pelo banquete indigesto dos poderes.

É justamente esta realidade objetiva que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e representantes estaduais do Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea), reunidos ontem e hoje em Brasília na oficina Construindo o Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan), tentam modificar, discutindo “medidas para assegurar o direito humano à alimentação adequada”. Nada contra o tradicional chibé, mas é que são necessárias muitas outras proteínas para que uma criança cresça saudável e um adulto sinta-se sadio do que as encontradas no pirão de farinha, água e sal.

Banquete de domingo, na rua Rio Jaú, zona Leste de Manaus.

Banquete de domingo, na rua Rio Jaú, zona Leste de Manaus.

No encontro será discutida a implementação do sistema, criado pela Lei de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan) em 2006, que atribuiu ao Sisan a competência de articular e coordenar as políticas públicas e a ação do Estado para assegurar o direito humano à alimentação adequada. (Agência Brasil)

Para a fenomenologia, a realidade humana é ôntica e ontológica; ou seja, para realizar suas ações necessárias ativamente no mundo (ontologia), preservando seu ser, o homem necessita antes preservar seu ente, a partir das contingências comer, dormir, transar, vestir, beber, etc. É nesse sentido que Lula criou provavelmente o mais importante programa social em execução atualmente no mundo, o Bolsa-Família. Não apenas abundante, o banquete na mesa do pobre tem de conter variedades de alimentos e seguir um número adequado de refeições, e não apenas quando a criança berrar.

A partir daí, é só inventar outras fomes, a de justiça, por exemplo se são mesmo os pobres que tudo inventam , como tão bem sacou o de-compositor Tom Zé e o lançou no seu Desafio

Meus senhores, vou lhes apresentar

A figura do homem popular,

Esse tipo idiota e muquirana

É um bicho que imita a raça humana.

.

O doutor exagera e desatina

Pois quando o pobre tem no seu repasto

O direito a escola e proteína

O seu cérebro cresce qual um astro

E começa a nascer pra todo lado

Jesus Cristo e muito Fidel Castro

.

Refrão:

Africará mingüê e favelará

mérica de verme que deusará

Iocuné Tatuapé Irará

.

Veja o pobre de hoje: quer tratar

Do direito, da lei, ecologia.

É na merda que eles vão parar

Ou na peste, maleita, hidropisia.

.

Mas o Direito, na sua amplitude

Serve o grande e o pequeno também.

Além disso quem chega-se à virtude

E da lei se aproxima e se convém

Tá mostrando ao doutor solicitude

Por querer o que dele advém.

.

Refrão

TEATRO UNIVERSITÁRIO NOS ANOS 100 ‘UFAMNISMO’

Teatro Cabocão 2 por você.

Uma Universidade é um corpus sistemático de ensino cujo objetivo social é difundir e preservar os saberes que constituem a imagem do pensamento do estado. Para tal, ela põe em atuação agentes, métodos, normas e crenças.

Como uma instituição social, para alguns; aparelho ideológico, ela carrega um organismo dividido em três partes pragmáticas:

Primeira Parte — A parte administrativa-jurídica, composta pela Reitoria, com suas sub-instâncias responsáveis pelo funcionamento técnico da administração, cujos métodos e estratégias são utilizados para fazer vigorar o pensamento do estado por meio dos conteúdos programáticos. Enunciação disciplinar.

Segunda Parte — A parte docente, com seus departamentos-administrativos, responsável pela aplicação, junto aos discentes, dos saberes instituídos como conteúdos programáticos disciplinares. Em relação à imagem do pensamento do estado, é a parte mais comprometida da instituição, já que para realização necessita tanto da crença do corpo docente como do corpo discente quanto às disciplinas. Pois, sabe-se que sua função pragmática visa unicamente disciplinar as mentes através dos saberes postos como verdades necessárias à preservação da sócio-cultura.

Terceira Parte — A parte discente, em quem a imagem do pensamento do estado procura ser refletida como verdades materializadas através dos conteúdos programáticos via atuação do corpo docente confirmadas no momento da diplomação.

SABER FORA DA CELEBRAÇÃO

Os saberes são corpos-signos instituídos como formas a serem tidas como verdadeiras. Se são necessários à preservação sócio-cultural, entretanto, não mais liberam potências criadoras em razão de se encontrarem tematizados como instrumentos à serviço da objetividade. Seus significados fazem parte da ordem dos clichês cotidianos. Servem para garantir o salário profissional, mas não servem para as transformações contínuas que a sociedade historicamente necessita.

Teatro Cabocão 1 por você.

Foi exatamente com o entendimento de que uma Universidade não deve ser apenas a transmissora inquestionável dos saberes imagem do pensamento do estado, onde os conceitos se encontram esvaziados de potências criadoras, que um grupo de estudantes criou em outubro de 1973 o GRUTA – Grupo Universitário de Teatro do Amazonas*. Uma potência/criativa/coletiva, tendo como principal fonte de produção os enunciados teatrosóficos políticos do alemão Brecht, que insistiu até os meados dos anos 80.

Com suas produções cênicas em cumplicidade com autores variados como Sófocles, Brecht, Gheon, Domingos Pelegrini, entre outros, o GRUTA, a revelia da inércia da Universidade, conseguiu estabelecer junto ao público uma textualidade social capaz de enredar a arte teatral em sua vida cotidiana como instrumento pedagógico de análise de sua condição no mundo. Mesmo sendo em tempos de ditadura. Um engajamento estético como Teatro de Encontro ao Povo. Um teatro que muito antes de Milton Nascimento, ia onde o povo estava nos passos e descompassos do Rui Brito, Marcos José, Marco Aurélio, Aparício Moraes, Dinair, Eurico Tadeu, Dinho, Socorrinho, Luis Marreiro, Ricardo Parente, Deise, Greco, Nonato Pereira, Humsilka, Luiza, Badejo, David Guarda-Belo, Silvio-Fuinha… Um grupo que se honrasse o tempo/cronos, com suas celebrações-pulsações, poderia afirmar que foi o único vetor da Universidade que levou seu nome junto ao povo como estética constituinte de novos desejos coletivos. Mas o GRUTA era intempestivo. Seus membros não eram simples alunos — sem luz —, simples crentes dos credos saídos das vozes de comando dos professores. Eram estudantes que acreditavam junto a Nietzsche, que de sua GRUTA poderia sair a potência da terra. 100 UFAMnismo, é claro.

_____________________________

* A linha de atuação do GRUTA se encontra relatada no livro A Flecha do Teatro Cabocão, escrito por Marcos José e publicado pela Editora Universitária.

OPINE VOCÊ TAMBÉM PARA MUDAR AS BULAS DE REMÉDIO, AINDA DÁ TEMPO!

Atenção hipocondríacos e amantes das bulas de remédios que já não aguentam aquelas letras miúdas e a enorme quantidade de termos técnicos, que às vezes nem os próprios médicos entendem! A Anvisa — Agência Nacional de Vigilância Sanitária está aceitando sugestões para mudar o formato das bulas. Sua opinião vai ser aceita até o dia 24 deste mês. Pode propor mudanças de todos os tipos: desde que sejam para facilitar o entendimento dos consumidores.

Então, sugestões para que os textos sejam menos técnicos, as letras sejam maiores, que o papel não seja tão fino ao ponto da transparência, que os parágrafos sejam mais separados uns dos outros e qualquer outra informação que trate o consumidor com respeito, será bem vinda.

A sua importante opinião pode chegar até a Anvisa por meio do endereço http://www.anvisa.gov.br/, por carta ou fax.

Segundo a Agência Brasil, a gerente de medicamentos da Anvisa, Nur Shugaír, deu alguns toques dizendo que o objetivo da consulta é melhorar a vida do consumidor. Saque capitalístico necessário, uma vez que, ainda que os capitalistas e os grandes laboratórios de remédios se limitem apenas em suas próprias barrigas, “a mão invisível do mercado” força-lhes a distribuição de informação que deve facilitar em tudo o acesso do consumidor aos produtos oferecidos.

Nur Shugair explicou ainda que haverá duas bulas disponíveis para o mesmo remédio: uma para o paciente e outra para o médico:

A bula do paciente será disponibilizada na caixa do medicamento de acordo com as suas necessidades. O paciente tem que ler e entender o que está escrito. Já para o uso dos médicos, a bula estará disponível no site da Anvisa e também poderá ser acessada pelos consumidores.

Segundo a Agência Brasil, “o prazo para que as novas regras sejam aplicadas ocorrerá depois do resultado da consulta pública, que deverá ser publicado no início de maio. A partir desse período as empresas terão 180 dias para se adaptarem e até o final do ano para que todos os medicamentos estejam disponíveis com a nova bula”. Após esse período, se as empresas não obedecerem, ficam sujeitas a multas e interdição dos produtos.

Agora é opinar para que os remédios possam funcionar mais para a saúde do que para a doença.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.859 hits

Páginas

Arquivos