Arquivo para março \20\-04:00 2009



TRÊS NOTAS CURTAS DO MICROFASCISMO ANTIFUTEBOLISTA

QUANDO A BOLA MURCHA, O CORPO SOCIAL PADECE

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, mostrou o quanto entende de futebol ao tratar sobre uma partida do campeonato paulista em que o tricolor enfrentará o São Caetano. O time interiorano quer transferir a partida para a cidade de Presidente Prudente, e o cartola tricolor “ameaçou” colocar os juvenis do clube para jogar a partida. Juvêncio afirmou que o time prioriza a Libertadores, e que não coloca os juvenis “em respeito ao torcedor, à mídia e às empresas que investem dinheiro”. Faltou falar do (des)respeito aos futuros profissionais do clube, que são usados como arma de vingança, evidenciando o aspecto mais marketista do que futebolista do clube. O “patrão” Juvenal, com sua atitude, além de evidenciar a ignorância sobre futebol, comete assédio moral, já que deprecia a qualidade ou o trabalho de seus subordinados. Caso para para a Delegacia Regional do Trabalho paulista. Ou o time juvenil do São Paulo é tão ruim quanto o adulto?

O Corinthians também anda usando técnicas de marketing de guerra para sobreviver no deserto futebolístico brasileiro. Mas o alvinegro paulista, diferente do irmão siamês tricolor, não ameaçou: já colocou em prática o seu plano antifutebolístico. O clube anda cobrando “couvert” artístico para colocar Ronaldo em campo. Contra Itumbiara e Palmeiras, foram 450 mil reais a mais nos cofres, graças à presença estática do ex-jogador em campo. Mas do que um sintoma de que no futebol brasileiro, fala-se de tudo, menos de futebol, a atitude é no mínimo engraçada. Resta saber se a atração bisonha vai arrastar multidões curiosas com o inusitado mais tempo do que o artista da fome de Kafka… Na ficção, o artista foi substituído por uma pantera. E no hiper-real, quem substituirá o artista do fastio futebolístico?

Restou à psicanálise explicar porque meandros a homossexualidade latente, o desejo refreado e interdito pela Lei e pela ordem da moral social, se manifesta inconscientemente no plano consciente. A homofobia é um deles. Bate-se num homossexual não pelo ódio ao outro, mas pela impossibilidade de suportar a homossexualidade mal resolvida em si. O futebol, que pode ser entendido como uma sublimação dos investimentos libidinais homossexuais, já que promove a confraternização entre homens tendo a bola como efêmera justificativa, não por acaso, é palco-mor da homo e da xenofobia. Assim, o machão, machinho, machasso técnico do Figueirense, de Santa Catarina, Roberto Fernandes, usa um vestido cor-de-rosa como método (anti)pedagógico de punição. O jogador que treinar e apresentar baixo rendimento deve usar durante todo o dia um vestidinho rosa, e ser vítima de achaques e chistes de seus colegas. Considerações analíticas à parte, trata-se de uma evidência de estreiteza epistemológica. Fosse em uma escola, seria passível de processo. Já que se trata de futebol (tratar-se-á?) a questão é de ordem intelectiva: ou como afirma o ditado popular dos tempos de guerra: amedronta o inimigo com aquilo que a ti causa pavor.

ÍNDIOS COMEMORAM PLACAR FINAL DE BASQUETE: 10X1

O Supremo Tribunal Federal decidiu, em votação de onze ministros, a favor da demarcação contínua das terras da reserva indígena Raposa Serra do Sol. Um placar digno de uma partida de basquetebol.

Em decisão que levou a discussão para outros casos de demarcação no Território Nacional, até o presidente do Superior Tribunal Federal, Gilmar Mendes, votou a favor dos habitantes da reserva.

Com a decisão do Supremo, os não-índios, leia-se, principalmente os arrozeiros, terão que deixar o território indígena.

Como se diz, no popular: “Agora é pra valer!”. É só correr para o abraço e dançar com a Raposa, até enquanto o Sol pintar a Serra.

Parabéns à justiça brasileira, e principalmente aos índios às ONGs, aos religiosos, aos antropólogos, parlamentares, todos que tiveram durante toda essa jornada demarcação à dentro, envolvidos para que os verdadeiros proprietários do Brasil tivessem seus corpos resguardados em suas terras tecida por seus elementos incorporais, sua expressão cultural.

A FESTA NA RAPOSA SERRA DO SOL PODE SER HOJE

Neste momento, 15:30h, faltando apenas o voto do presidente do Supremo, ministro Gilmar Mendes, que fez comentários contrários a forma de demarcação das terras indígenas, é quase certo que a festa na Terra Raposa Serra do Sol, reserva indígena em Roraima, aconteça.

Com a confirmação da votação de 9 a 1 a favor da demarcação contínua, voto contrário do ministro Marco Aurélio, os índios já se põem em pé de festejo.

Durante o processo de analise e votação do tema, muitos foram os comentários, principalmente a favor da demarcação contínua, mas não faltaram opiniões contra que tentaram mudar o resultado. Uma delas foram os argumentos usados pelo ministro Marco Aurélio de Mello, para confirmar porque era contra. Para ele a demarcação deveria passar por um amplo debate envolvendo todas instâncias implicadas. Fato atualmente impossível de ser realizado, já que a demarcação ocorreu há anos passados.

Já o ministro Gilmar Mendes orientou seu comentário em direção da FUNAI. Assim, o ministro afirmou: “O processo de demarcação é muito sério para ser tratado pela FUNAI. Tem que ter audiência com os mais diversos entes”. E concluiu: “Nós estamos pela primeira vez deixando uma orientação para a questão de demarcação, com todas as suas orientações”.

Por sua vez, o presidente da FUNAI, Márcio Meire, respondeu: “A prova é que a própria identificação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol hoje foi consagrada pelo Superior Tribunal Federal – STF, por 9 a1 até agora, dos votos já eximidos”. Para manifestar que o trabalho da FUNAI em seus 42 anos é correto, disse: “Nosso trabalho é adequado, correto, feito com bases técnicas e que o resultado dele á a quantidade e a qualidade das terras indígenas existentes no Brasil”. Correspondendo, segundo ele, a 13% das terras nacionais mais protegidas ambientalmente.

DECISÃO JURÍDICA SOBRE A SAÍDA DOS ARROZEIROS

Falando em entrevista, sobre a saída dos arrozeiros da reserva indígena, o ministro do STF, Carlos Ayres Brito, afirmou: “Vai ser decidida hoje se será a partir da publicação do acórdão, ou a partir de hoje mesmo, ou se o tempo mais será concedido”. Sobre se a indenização dos arrozeiros pode ser decidida no judiciário, o ministro afirmou: “O campo da indenização neste momento é exclusivamente do Poder Executivo. Ele entra direto em contato com as partes, faz sua proposta conforme o caso, só há indenização quando há ocupação de boa-fé. Se não houver o consenso é possível que sim”.

18 FESTIVAL DE TEATRO DE CURITIBA, APESAR DO GLAMOUR, VAI À RUA

Com uma programação variada de encenações que vai do dia 18 até o dia 29 deste mês, o Décimo Oitavo Festival de Teatro de Curitiba começou mostrando algumas contradições. Primeiramente, a conhecida manifestação de teatro relacionado diretamente ao fator econômico, dificuldades para produções. Segundamente, o desconforto sentido por seus organizadores pela diminuição da verba destinada ao evento que ano passado fora de R$ 2,8 milhões, e, agora, 2009, baixou para R$ 2,4. Pouco diferença, mas para quem tem produção artística como exclusivamente financeira, a “arte” que deve seguir às leis do mercado, foi grande a perda.

Entretanto, lamentações de lado, o fundamental é que o Festival está “insistindo”, acontecendo para alegria dionisíaca dos artistas e do público que vê uma Curitiba festeira como pede Sátiro.

Se por um lado há encenações que em função das atitudes existenciais de alguns personagens, fora do teatro, como Jô, José Wilker, etc, agentes da maior fábrica de alienação midiática que é a Globo, que não tem nenhuma semelhança com o Festival de Teatro em seu eidos dionisíaco, por outro lado há encenações de grupos e companhias saltimbancos, mambembes, Commédia Dell´Arte, com espetáculos que carregam o espírito dionisíaco como disjunções dos pontos molares dos espetáculos comerciais na orientação de um Jô.

São estes grupos e companhias que estão dando ao Festival o seu movimento de arte transfiguradora. Encenações realizadas nas ruas, estão possibilitando entrelaçamentos lúdicos entre os atores e o público como composição de novos campos de enunciações afetivas e cognitivas. Multiplicidades de idéias como coexistências de novas palavras e novos movimentos. Tudo que o teatro de mercado não carrega. O teatro glamour, prolongamento da semiótica/teratológica da programação televisiva. O mesmo ponto molar, modelo da imobilidade alienadora que carregava Jô com seu “humor” burguês malsão, “Viva o Gordo, Abaixo o Regime”. Em plena ditadura. Enquanto muitos eram presos, torturados e assassinados, este mesmo gordo que se encontra hoje em Curitiba se dava bem com suas “gracinhas” que ainda embalam os pútridos bocejos da classe média e da elite carcomida.

Dizem que o Festival encontra-se sem força. Não tem mais o ímpeto político que apresentava nos primórdios de sua história. É uma pura inverdade. Enquanto o teatro estiver nas ruas, aí se encontra sua potência política. E o teatro encontra-se junto ao Povo de Curitiba. Sem força, ou anêmico, encontra-se aquele que nunca teve ânimo: o teatro, no Brasil, imitação da Broadway, os corrompidos pelos signos da televisão, os rígidos afásicos.

Enquanto o teatro estiver nas ruas haverá o espírito político, o devir democrático. O Canto do Bode, o Tragos, a potência do trágico: o Riso e o Siso. A potência da turbulência poiética.

*……….::::: CHAGÃO! :::::……….*

LIBERTADORES DA AMÉRICA 2009

Aqui você acompanha os resultados, às quintas e domingos, grupo a grupo, rodada a rodada, jogo a jogo. Resultados e enquete:

Grupo 1:

.

Colo Colo – 06

Sport Recife – 06

LDU Quito – 03

Palmeiras – 00

.

LDU Quito 3–2 Palmeiras

Colo Colo 1–2 Sport Recife

Palmeiras 1–3 Colo Colo

Sport Recife 2–0 LDU Quito

Colo Colo 3–0 LDU Quito

Sport Recife – Palmeiras – 08/04

LDU Quito – Colo Colo – 09/04

Palmeiras – Sport Recife

Palmeiras – LDU Quito

Sport Recife – Colo Colo

LDU Quito – Sport Recife

Colo Colo – Palmeiras

.

Grupo 2:

.

Boca Juniors – 09

Deportivo Cuenca – 06

Deportivo Táchira – 06

Guaraní – 00

.

Guaraní 1–2 Deportivo Táchira

Boca Juniors 1–0 Deportivo Cuenca

Deportivo Cuenca 4–0 Guaraní

Deportivo Táchira 0–1 Boca Juniors

Deportivo Táchira 0–0 Deportivo Cuenca

Deportivo Cuenca 3–1 Deportivo Táchira

Guaraní 1–3 Boca Juniors

Boca Juniors – Guaraní – 09/04

Deportivo Táchira – Guaraní – 16/04

Deportivo Cuenca – Boca Juniors

Guaraní – Deportivo Cuenca

Boca Juniors – Deportivo Táchira

.

Grupo 3:

.

Nacional – 06

Universidad San Martín – 06

River Plate – 03

Nacional (PAR) – 00

.

Nacional 2–1 San Martín

River Plate 1–0 Nacional

Nacional (PAR) 1–3 Nacional

San Martín 2–1 River Plate

San Martín 2–1 Nacional (PAR)

Nacional – River Plate – 19/03

Nacional (PAR) – San Martín – 07/04

River Plate – Nacional

San Martín – Nacional

Nacional (PAR) – River Plate

Nacional – Nacional (PAR)

River Plate – San Martín

.

Grupo 4:

.

São Paulo – 07

Independiente Medellín – 04

Defensor Sporting – 04

América de Cáli – 02

.

Defensor Sporting 1–0 América de Cáli

São Paulo 1–1 Independiente Medellín

Independiente Medellín 0–0 Defensor Sporting

América de Cáli 1–3 São Paulo

América de Cáli 1–1 Independiente Medellín

Independiente Medellín 0–0 América de Cáli

Defensor Sporting 0–1 São Paulo

São Paulo – Defensor Sporting – 09/04

Independiente Medellín – São Paulo – 15/04

América de Cáli – Defensor Sporting

Defensor Sporting – Independiente Medellín

São Paulo – América de Cáli

.

Grupo 5:

.

Cruzeiro – 10

Deportivo Quito – 05

Estudiantes – 03

Universitario de Sucre – 01

.

Univ. Sucre 1–1 Dep. Quito

Cruzeiro 3-0 Estudiantes

Dep. Quito 1–1 Cruzeiro

Estudiantes 1–0 Univ. Sucre

Univ. Sucre 0–1 Cruzeiro

Dep. Quito 1–0 Estudiantes

Cruzeiro 2–0 Univ. Sucre

Estudiantes – Dep. Quito – 19/03

Estudiantes – Cruzeiro – 08/04

Dep. Quito – Univ. Sucre

Univ. Sucre – Estudiantes

Cruzeiro – Dep. Quito

.

Grupo 6:

.

Chivas Guadalajara – 07

Everton – 07

Caracas FC – 06

Lanús – 02

.

Lanús 1–1 Chivas

Everton 1–0 Caracas

Caracas 3–1 Lanús

Chivas 6–2 Everton

Caracas 2–0 Chivas

Everton 1–1 Lanús

Chivas 1–0 Caracas – 14/04

Lanús 1-2 Everton – 14/04

Caracas – Everton

Chivas – Lanús

Everton – Chivas

Lanús – Caracas

.

Grupo 7:

.

Boyacá Chicó – 06

Grêmio – 04

Universidad de Chile – 04

Aurora – 00

.

Aurora 0–3 Boyacá Chicó

Grêmio 0–0 Univ. Chile

Univ. Chile 3–0 Aurora

Boyacá Chicó 0–1 Grêmio

Boyacá Chicó 3–0 Univ. Chile

Aurora – Grêmio – 25/03

Grêmio – Aurora – 07/04

Univ. Chile – Boyacá Chicó

Univ. Chile – Grêmio

Boyacá Chicó – Aurora

Aurora – Univ. Chile

Grêmio – Boyacá Chicó

.

Grupo 8:

.

Libertad – 12

Universitario – 04

San Lorenzo – 03

San Luis – 01

.

San Lorenzo 4–1 San Luis

Libertad 2–1 Universitario

Universitario 1–0 San Lorenzo

San Luis 0–1 Libertad

Libertad 2–0 San Lorenzo

Universitario 0–0 San Luis

San Lorenzo 0–1 Libertad

San Luis – Universitario

Universitario – Libertad – 07/04

San Luis – San Lorenzo – 08/04

San Lorenzo – Universitario

Libertad – San Luis

.

COPA DO BRASIL

Rodada desta quarta-feira. E hoje tem o Fast Clube tentando se segurar:

Ceará/CE 1×1 Central/PE
América/RN 0x0 Confiança/SE
Vitória/BA 1×1 P. (5×4) ASA/AL
Juventude/RS 2×0 Atl. Sorocaba/SP
Brasiliense/DF 3×1 Cristal/AP
Ponte Preta/SP 6×1 Vilhena/RO
Santos/SP 4×0 Rio Branco/AC
CSA/AL 3×1 Serra/ES
Remo/PA 2×0 Barras/PI
Náutico/PE 2×0 Moto Clube/MA
.

Jogam hoje:
América/MG x Ág. de Marabá/PA
Botafogo/RJ x Dom Pedro II/DF
ABC/RN x Fast Clube/AM
Bahia/BA x Potiguar/RN

ÍNDIOS DA RAPOSA SERRA DO SOL REALIZAM CULTOS

ENQUANTO ESPERAM DECISÃO DO TSF

Enquanto os ministros se reúnem no Tribunal Superior Federal, pela terceira vez, para julgar a constitucionalidade, ou não, da demarcação contínua das terras indígenas Raposa Serra do Sol, no estado de Roraima, os índios encontram-se, executando ritos singulares que expressam a originalidade de sua cultura, esperando o resultado do julgamento que já conta com o voto de alguns ministros a favor.

Segundo últimas informações, o ministro Marco Aurélio, em seu discurso, deixou evidência que votará contra.

De acordo com as palavras do cacique Martinho Macuxi, representante do Conselho Indígena de Roraima- CIR, espera-se um resultado favorável. Para confirmar seu otimismo, Martinho Macuxi, disse: “Temos 35 anos de luta. Conseguimos que limitassem, demarcassem e homologassem a terra. Acreditamos que tudo isso deva ser confirmado como está.” Neste otimismo, os índios acreditam que a cerimônia de comemoração pela decisão favorável será realizada ainda hoje, como uma grande festa.

Enquanto isso, por sua parte, os arrozeiros, e os que são contra a demarcação contínua, afirmam que vai haver muito conflito.

DELEGADO PROTÓGENES É INDICIADO PELA POLÍCIA FEDERAL

O delegado da Polícia Federal, Protógenes, responsável pela Operação Satiagraha, que investiga o banqueiro, Daniel Dantas, em suposto envolvimento em crime financeiro, entre outros, foi indiciado pelos crimes de violação de sigilo funcional e da Lei de Interceptação, pelo delegado da Polícia Federal Amaro Vieira, que investiga a atuação do delegado Protógenes na Operação Satiagraha.

Com inquérito aberto para investigar se o delegado Protógenes permitiu durante a Operação Satiagraha, o monitoramento clandestino de políticos e autoridades e uso irregular de servidores da Agência Brasileira de Informção- ABIN, a Corregedoria da Polícia Federal ouviu o depoimento do delegado Protógenes, ontem, dia 17.

O RASTRO PARLAMENTAR DE CLODOVIL

O Projeto de autoria do ex-deputado, falecido ontem (dia 17), Clodovil Hernandes, que autoriza o enteado e a enteada a adotar o nome do padrasto foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado, e ainda hoje seguirá ao plenário para ser votado.

Segundo os parlamentares, é um homenagem ao deputado.

AUDIÊNCIA PÚBLICA NO TJ-AM SOBRE TENTATIVA DA CMM EMPRESARIAL EM REDUZIR MEIA-PASSAGEM

É hoje (18), às 11h da manhã, o debate que ocorrerá na sede do Tribunal de Justiça do Amazonas como “resposta ao mandado de segurança impetrado pelo vereador José Ricardo Wendling (PT) e por entidades estudantis, no dia 23 de dezembro de 2008”, quando o TJ-AM “concedeu liminar suspendendo os efeitos do Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município de Manaus (Lomam) nº 010/2008”.

É o desenrolar da rasteira que a gestão passada da Câmara Municipal de Manaus (CMM) tentou dar nos estudantes de Manaus, no episódio que ficou conhecido como Natal dos Pintados, quando, depois de a Emenda 10 ser votada e aprovada pelos vereadores, reduzindo de 120 para 50 o número de passes estudantis, numa violentação aos direitos dos estudantes, estes conseguiram penetrar na plenária e arremessaram contra os vereadores balões com tinta e outras substâncias.

RETROCESSO LEGISLATIVO-EXECUTIVO E RESISTÊNCIA ESTUDANTIL

Dizem boas línguas democráticas que a gestão presente da CMM é ainda mais reacionária do que a anterior, e também um pouco mais submissa à Prefeitura. Quanto à atual gestão à frente desta, não há dúvida nenhuma de que é ainda muito mais reaça. Não bastando a fatídica Emenda 10 tentar reduzir a cota para 50 meias-passagens estudantis, o prefeito cassado em exercício, Carlos Souza (enquanto Amazonino estava em Brasília, sua perdição), defendeu que “40 meias passagens mensais eram suficientes para os estudantes de Manaus”. Por isso os estudantes de toda Manaus estão alerta para os debates que recomeçam para eles nas decrépitas gestões atuais do Executivo e Legislativo municipais.

PAI JOEL DE OGUM CONVIDA

ze-malandro-convite

FESTA DE SEU ZÉ MALANDRO

No próximo sábado, Seu Zé Malandro completa 18 anos na cabeça de Pai Joel de Ogum, por isso ele convida babalorixás, filhos de santo, adeptos das religiões afro ou simpatizantes, enfim, a comunidade em geral para participar dessa maravilhosa festa.

Endereço: Rua São Marçal, nº 619 Cidade de Deus (Manaus-AM)

(Por trás da Pousada Laser)

Data: dia 21/03 (próximo sábado), às 20h

Telefones: (92)9155-3632 // 8146-8237

A EDUCAÇÃO DO GOVERNO DE SÃO PAULO E OS “DOIS PARAGUAIS”

Um saber é constitutivo de uma potência-ativa quando seus elementos semióticos transportam territorialidades que permitem um movimento intensivo que permita às pessoas alcançarem um grau mais alto de potência: somente um saber que liberta é saber.

A função educativa, quando se faz num plano democrático (de outra forma não é educação), estabelece nas territorialidades construídas a possibilidade de transbordar numa outra existência, ampliando a consciência e compreendendo melhor o mundo ao redor. Daí um saber desconectado da realidade coletiva não ser mais que um recurso patológico da sociedade de consumo.

Tal como a educação de governo amazonense (que só encontra elogios na pariceira Istoé, amiga do governo Braga), a educação paulista vive mais do vazio do marketing do que de produções intensivas materiais e imateriais. Rescaldo da política governamental de esvaziamento da escola pública – com uma pausa na gestão de Marta Suplicy – as escolas paulistas, de modo geral, não traduzem para seus alunos a sociedade onde eles vivem.

O grau de desterritorialização do real (quando um signo se desprende daquilo que o torna coletivamente inteligível, e só resta uma imagem sem referente) chega a tal ponto na produção do hiper-real na educação paulista, que alunos das escolas públicas receberam material de ensino de geografia onde a representação gráfica da América do Sul mostra Paraguai e Uruguai em posições invertidas, além de um “clone” do país de Fernando Lugo.

Fosse um requinte educacional, para falar de um Paraguai “pré-Lugo” arrasado pela economia de mercado do consenso de Washington, e um outro, que elegeu o presidente-bispo e pretende acabar com décadas de domínio monopartidário, até estaria valendo. No entanto, a questão é mesmo de ordem do erro factual.

Mais revelador da (des)educação paulista do governo Serra é o grau de alienação dos agentes envolvidos no imbróglio: enquanto a secretaria estadual de educação culpa a fundação que produziu o material, enquanto mantém no seu site uma nota de errata que só pode ser acessada pelos diretores de escola, a fundação responsável pela confecção do material rebate, afirmando que os professores que elaboraram o material foram indicados pela própria secretaria. No meio deste empurra-empurra, perdida mesmo, fica a educação.

A mesma educação que passou pelas mãos da iniciativa privada de forma predatória na gestão Paulo Renato de Souza, no octênio FHC, e que, não por acaso, numa gestão tucana no Rio Grande do Sul, pretende desmontar as escolas do MST, por disseminarem “perigoso conteúdo marxista”.

O que é assustador no caso do Paraguai invertido não é o fato do mapa estar de ponta-cabeça, mas da educação de governo paulista não conseguir perceber que ela própria está fora do mapa da existência de seus estudantes.

CLÔ, ALÉM DOS ÍNTIMOS

O deputado federal pelo PR de São Paulo, Clodovil Hernandes (que em uma de suas faces/biográficas foi Clô, para os íntimos) ao sofrer um grave AVC – Acidente Vascular Cerebral, na madrugada de segunda, dia 16, encontra-se neste momento, 14:50h do dia 17, em estágio profundamente preocupante. De acordo com boletim médico, hoje o deputado sofreu uma parada cardíaca, mas foi reanimado. Ainda, segundo o boletim, em razão da forte pressão craniana, ser submetido a uma cirurgia é demais perigoso. Espera-se o desenrolar de seu estado clínico.

O ESTILISTA, A TV E A POLÍTICA

A TESOURA, O CORTE, A LINHA E A COSTURA

Em seus percursos de homem do Show das variedades: costura, televisão, e agora política. Clodovil apresenta duas faces antagônicas que servem para um entendimento quanto à difusão de seu nome. A primeira é a que mostra o grau de consciência progressista referente à moda. O que lhe permitiu a posição que ocupou até o momento, mesmo afastado da alta produção. Diante de um estilista da alta costura como Denner, que lhe antecipou no universo da moda paulista e carioca, Clodovil teve que criar um estilo próprio para poder construir seu espaço no gosto da classe média alta e da elite, tendente aos modos dos talhos de Denner, que, além de ocupar o gosto da maioria no mundo do glamour com sua costura, também era admirado pela pose que vendia como ‘aristocrata’.

Diante deste panorama da costura, Clodovil, afiou sua tesoura e produziu seu estilo na moda tido por muito como mais vanguarda que o estilo de Denner. Talvez aí o motivo dos comentários de que ambos não se toleravam. Caso depois desmentido pelo próprio Clodovil. Mas de qualquer entendimento, o certo é que Clodovil criou a fama de um transformador da moda brasileira, pelo menos lá para as bandas do sudeste.

A TV COMO PASSARELA

Clodovil adentrou nos estúdios no misto de estilista e colunista social. Na tarefa áudio-visual proporcionada por seus talhos e costuras, manteve o patrimônio trazido de seu atelier. Chegando mesmo até a desenvolver um estilo considerado mais popular. Um estilo que agradava as telespectadoras de todas as classes. Soube unir seus conhecimentos de costureiro com a economia doméstica que podia ser aplicada à costura.

Entretanto, quando exercia seu papel de colunista social televisivo, aí a cobra pegava o rato. Era um Show de coragem desnecessária. Verdadeiras lantejouladas de substantivos e adjetivos lançadas contra seus supostos desafetos, do tipo, “esta que é a verdade”, o que, para alguns, não combinava com sua costura.

Mas foi nas várias passagens pelos estúdios das TVs que ele pode cunhar seu mais famoso bordão: “Clô, para os íntimos!” Certamente seus íntimos são os que lhe aceitam com todas suas contradições estilísticas do Show business da sociedade psicodélica de consumo.

O PARLAMENTO

Com uma votação grandiosa promovida pelo eleitor do estado de São Paulo, que chegou a servir de zombaria para muitos, Clodovil chegou à Câmara expelindo toda força de seu reacionarismo de representante da direita rancorosa. Destilou comentários raivosos contra o governo Lula, discutiu com ala feminina do parlamento, que lhe moveu uma ação, e, por fim, teve seu mandato sob pedido de perda pelo partido que foi eleito, PTC. Todavia, no fim da semana passada teve seu mandato garantido por decisão do TSE, que não encontrou nenhuma ilegalidade nos motivos alegados pela direção do PTC, que o levaram a ir para o PR.

Agora, mais afeito ao governo Lula, menos reacionário, já que começou a entender os meandros das relações parlamentares, teve este acidente grave, que segundo as últimas informações deste momento, 16h, foi diagnosticado com morte cerebral.

Desta forma, pode-se considerar, por seus percursos ontológicos, “Clô, Além dos Íntimos!”

ONGS QUESTIONAM HOSPITAL TROPICAL SOBRE RELAÇÃO PACIENTE/AIDS

ONGs que trabalham diretamente com pacientes acometidos do vírus HIV internados, ou freqüentadores ambulatoriais do Hospital Medicina Tropical estão questionando junto ao corpo-médico da Fundação Medicina Tropical, sob a direção do médico dermatologista, Sinésio Talhari, o tratamento que vem sendo direcionado aos pacientes com AIDS.

A preocupação das ONGs começou no momento em que pacientes se queixaram do tratamento quem têm recebido na instituição hospitalar. Além dos números de óbitos que ocorreram de janeiro até este mês de março para eles muito preocupantes.

Em acordo com a diretora clínica do hospital, a médica Lucilaide Oliveira, os representantes das ONGs prometeram não tomar nenhuma medida enquanto não houvesse uma reposta do corpo médico responsável envolvido no tratamento dos pacientes.

REUNIÃO PARA DISCUTIR A QUESTÃO

Segundo informações, hoje pela manhã ocorreu uma reunião para discutir o tema e daí será tirada uma resposta a ser entregue às ONGs. Na reunião, abordou-se todos os componentes humanos, técnicos, científicos e administrativos que poderiam estar produzindo o objeto das queixas dos pacientes. Entre outros, comentou-se sobre a distância que a direção da Fundação Medicina Tropical tem tomado em relação ao que deve ser realmente feito quanto ao caso específico da AIDS.

Para alguns membros que participaram da reunião faltam investimentos em estudos sobre a enfermidade, aparelhos laboratoriais, mais dinâmica nos ambulatórios e maior esforço administrativo. E que, segundo comentam internamente, o diretor da FMT, Sinésio, tem se apegado a enunciação que AIDS é um caso dermatológico.

Não ficando somente na esfera médica, o caso também é visto pela esfera política/social. Para alguns a situação tem a ver com a retirada da Gerência da AIDS do hospital. O que causou uma nesga de personalismo afetado. Para outros, a saída da Gerência do Hospital foi bom, pois tratava-se do interesse de membros que estão comprometidos com o fator HIV além dos objetivos resumidamente médicos.

ATENÇÃO! ÚLTIMOS DIAS PARA INSCRIÇÃO NO CONCURSO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA

Atenção companheirada que procura um concurso público! Quem ainda não fez a sua inscrição para disputar as vagas de Assistente Técnico-Administrativo do Ministério da Fazenda.

São 2000 vagas para todos os Estados do Brasil. Para o Amazonas, por exemplo, são 31 vagas, sendo 2 para portadores de necessidades especiais.

Para disputar uma vaga, é preciso ter nível médio, e se inscrever via internet até às 18 horas do dia 20, próxima sexta-feira. O valor da inscrição é de 62 reais. A inscrição, bem como o acompanhamento do concurso deve ser feito através do site da Escola Superior de Administração Fazendária (www.esaf.fazenda.gov.br).

O cascalho? Mais de R$ 2.500,00!

Aproveite e corra! São os últimos dias para disputar essas vagas e garantir um emprego público. Desde que, é claro, não se esqueça de levar também o espírito público republicano e democrático para o local de trabalho, e exercê-lo como cidadão. No mais, é estudar e boa sorte!

Baixe aqui o edital!

DELEGADO PROTÓGENES VAI À CPI DOS GRAMPOS COM FORTES PROVAS

Discursando no Primeiro Encontro Estadual do Movimento Terra, Trabalho e Liberdade – MTL, o delegado da Polícia Federal, responsável pela Operação Satiagraha, Protógenes, que investiga atos de corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, entre outros crimes executados pelo banqueiro Daniel Dantas, afirmou que vai à CPI dos Grampos levando provas irrefutáveis contra a atuação criminosa do banqueiro.

DA IDA À CPI

Vou poder explicar aos representantes do povo brasileiro, e até mesmo ao povo brasileiro de forma direta, como se deu a participação de cada personagem ou indivíduo que tem relação espúria, corrupta, criminosa com o banqueiro bandido Daniel Dantas. As condutas serão facilmente compreendidas, porque eu vou explicar de forma individual.”

DAS AUTORIDADES BRASILEIRA E DANIEL DANTAS

Essa quadrilha merece punição exemplar, como os Estados Unidos agora recentemente deram exemplo ao mundo: algemado de mão para trás o banqueiro bandido (Madoff). E o nosso banqueiro bandido aqui tem que ser homenageado, tem de ser cortejado. Esse estado de coisas nós temos que reverter, e não exigir e subjugar aquele servidor público federal que cumpriu com seu dever.”

DOS SINAIS DE MUDANÇAS JURÍDICAS

Nós já temos a sinalização de uma mudança de comportamento e de consciência jurídica juntos ao Superior Tribunal Federal mais responsáveis. Todas as decisões do STF elas são respeitadas gostando ou não delas, nós temos de respeitar. Agora, já está havendo uma mudança de comportamento. Mais recentemente do ministro Carlos Direito (o ministro do STF, Carlos Alberto Menezes Direito, decidiu que membros da Agência Brasileira de Inteligência – ABIN podem ter acesso a dados de outros órgãos, inclusive da Polícia Federal), traz aí o cunho da legalidade, o cunho da legalidade dessa ação policial, que foi necessária para poder revelar para o Brasil e ao povo brasileiro os meandros do submundo da corrupção.”

“CÓDIGOS” DE RIQUELME MOSTRAM QUE TORCIDA DO BOCA JUNIORS NÃO SABE O QUE É O FUTEBOL

Um código é um signo usado pelo emissor para tentar substituir/ocultar outro signo. Pelo princípio da contiguidade ou equivalência, procura-se carregar elementos de significação de um elemento ausente, fazendo-o presença através de outro, o qual precisa ser lido e interpretado pelo receptor.

Assim, soa falsa a polêmica no futebol argentino entre Riquelme, atual 10 do Boca Juniors, e Diego Maradona, El Diez.

Riquelme, na semana passada, afirmou que não mais servirá à seleção, por que o atual técnico não possui os mesmos “códigos” que ele. Não é a primeira vez, diga-se de passagem. Alguns anos atrás, Riquelme, a pedido da mãe, também ameaçou abandonar a seleção. Faz-se necessária uma pergunta ao jogador, ao que parece, não formulada pela inteligente impresa argentina, em geral anos-luz à frente da brasileira: quais são estes códigos?

Neste domingo, aponta a agência Reuters de notícias, a torcida do Boca Juniors, enredada no engodo futebolista do hiper-real, saudou o atual Dez, e criticou o atual técnico, com cantos ofensivos e com uma faixa onde se lia “não se quebram os códigos”. Mais uma vez: quais códigos?

Seriam os tais “códigos” o apoio de Maradona ao conjunto dos jogadores, que não gostam de se sacrificar em campo para que Riquelme passeie em campo e ocasionalmente bata uma falta ou faça um lançamento, o que há muito ele não faz com destreza? Ou a opção d`El Diez em ver em Messi um líder mais democrático e compromissado com a Albiceleste que o jogador boquense?

É sabido que Riquelme, que quando quer é craque, demonstra em campo há algum tempo que não tem condições de vestir a camisa sequer do Boca. Os códigos que ele exprime em campo são claros. Lento, sem vontade, sem criatividade, sem envolvimento com a partida e com os colegas de time. São códigos que, para que sejam compreendidos pela torcida, é preciso que esta carregue os elementos necessários à decodificação: o conhecimento do que é o futebol. Não possuem.

Enquanto isso, a torcida do Boca aproveita para exprimir o ápice da paranóia de ultra-direita xenofóbica: briga entre si, deixando um torcedor em estado crítico e ferindo uma mulher de 85 anos. Não por acaso, Maurício Macri, ídolo da direita portenha, fez carreira política no clube de La Boca.

O futebol argentino é, em linhas gerais, superior ao brasileiro, quando o assunto é inteligência, exuberância e criticismo. Porém, neste aspecto, tem se comportado de forma semelhante aos seus “irmãos” amarelo-Nike: com insuficiência epistemológica.

JORNAL A CRÍTICA USA O “CRÉÉÉU”, MULHER OBJETO, À COPA

É do entendimento de grande parte dos habitantes, e flutuantes, da cidade de Manaus que o jornal A Crítica está empenhado na campanha da sede da Copa 2014 em Manaus. Para isso, até amenizou sua oposição(?) ao governador Eduardo Braga, para se tornar seu cúmplice neste objetivo, o que para o entendimento de ambos do que seja progresso e saúde citadina é tão importante, mas tão desastroso e irônico para os lúcidos manauaras. Tamanho seu denodo para que Manaus venha a sediar a Copa fantasiosa que chegou a implicar seu torneio “Peladão”, tão benéfico eleitoralmente ao seu “pré-histórico” (pré-histórico, porque a história ainda não aconteceu em Manaus, como diria Marx) condutor Messias Sampaio, como vitrine para mostrar que aqui há futebol.

Para “ativar” mais seu intento Copa 2014, com a orientação do bispo Edir Macedo, passou a transmitir, aos domingos, os jogos(?) do campeonato amazonense(?). Então, neste seguimento, recorre a todos signos alienantes (talvez sem saber o que seja alienação) para alimentar seu ufanista propósito. Foi assim que, neste entendimento, ontem, dia 15, publicou como chamada de capa o jogador Evandro de Souza, do Rio Negro, junto, como diria o filósofo Baudrillard, com dois simulacros da sexualidade (onde existe tudo, menos sexo), representantes do “Peladão”, em pose clichê “erótico”, a chamada mulher objeto, mercadoria cujo valor não é tão somente um fetiche, no caso, ente sem realidade essencial e existencial, mas que serve ao sistema capitalista em sua pulsão de lucro.

Talvez tudo fosse até desconsiderado pelos menos incautos não fosse a postura “de mãos dadas com o povo” — comprometimento democrático — que o jornal alardeia. Um jornal familiar, cristão, sagrado, temente a Deus. Defensor intransigente dos princípios morais como forma de avaliar e agir em defesa da honra e da proteção do cidadão. Um faz de conta que “jornalismo é serviço público”, como sentencia o insigne juiz De Sanctis. Entretanto, para seus leitores, por opção do jornal que se encontra aprisionado no ufanismo telúrico, está valendo tudo, até recorrer à vulgaridade do impotente “créééu”. A narrativa do quando é impossível realizar o concreto, recorre-se ao abstrato. O fálico, como diria Freud. Ou, transferência do “caneco” para outro. Aí, adeus Copa.

*……….::::: CHAGÃO! :::::……….*

o..CAMPEONATO PARAENSE 2009..o

Duas rodadas, uma no meio da semana, outra neste final de semana, adiantaram o segundo turno do Papa-Chibé 2009. Na segunda rodada, na quarta e quinta-feira, Remo, Paysandu e São Raimundo, os melhores do primeiro turno, continuaram dando as cartas. Venceram seus confrontos. Já na terceira rodada, o Papão foi à Ipixuna e empatou com o Time Negra, 3 gols pra cada lado, enquanto Remo e a Pantera Santarena se aproximaram. Os três estão empatados na tabela, com sete pontos ganhos.

Resultados e enquete:

Segundo Turno – Taça Estado do Pará

Segunda Rodada – 11 e 12/03:

Remo 2-1 Time Negra

Ananindeua 0-0 Vila Rica

São Raimundo 2-1 Águia de Marabá

Paysandu 3-2 Castanhal

.

Segundo Turno – Taça Estado do Pará

Terceira Rodada – 14 e 15/03:

Vila Rica 0-2 Remo

Águia de Marabá 3-1 Ananindeua

São Raimundo 3-1 Castanhal

Time Negra 3-3 Paysandu

.

CAMPEONATO AMAZONENSE 2009

Segunda rodada completa neste final de semana. Holanda (Rio Preto da Eva) e Penarol (Itacoatiara) se enfrentaram no Vivaldão, em clima de pelada. Logo aos 5 minutos, Marcos Pezão até se livrou da marcação, mas entregou a bola nos pés do adversário, que lançou o atacante Kitó, na esquerda da grande área. Ele ensaiou um sem-pulo e venceu o goleiro, marcando um golaço. Quatro minutos depois, passeio auriazul na área laranja, e Kitó novamente, desta vez quase errando, para desespero dos dirigentes do Ajax da Holanda, que vieram estabelecer parceria com o clube da terra da laranja. De lá, quem sabe, se aproveitem as frutas, porque craque mesmo…

Penarol e CDC Manicoré lideram com seis pontos cada, enquanto Rio Negro, Holanda e Sulamérica amargam a lanterna. Resultados e enquete:

CAMPEONATO AMAZONENSE 2009

2a Rodada – 14 e 15/03

Fast 2-0 Sulamérica

América 2-2 Nacional

São Raimundo 0-0 Princesa do Solimões

Manicoré 2-0 Rio Negro

Holanda 0-2 Penarol

.

CAMPEONATOS AMÉRICA DO SUL

CLAUSURA ARGENTINO 2009

Mais uma tragédia envolvendo torcidas marca a rodada no torneio argentino. Os barras bravas do Boca Juniors se enfrentaram em um parque próximo ao estádio La Bombonera, e deixaram um homem de 55 em estado crítico, com traumatismo craniano, além de ferir com arma de fogo uma senhora de 85 anos. Onde a bola rolou, e predominou o futebol à truculência, a beleza se fez. O Racing conseguiu uma importante vitória, enquanto o Lanús se consolidou na liderança. Confira os resultados:

6a Rodada – Clausura Argentino 2009

Gimnasia Jujuy 4-1 Independiente

Arsenal 0-5 Rosario Central

Gimnasia La Plata 0-1 Tigre

San Martín 1-0 Estudiantes

Lanús 2-1 Colón

San Lorenzo 3-1 Banfield

Vélez 1-1 River Plate

Newell`s 2-2 Huracán

Racing 1-0 Godoy Cruz

Boca 3-0 Argentinos Jrs

.

Classificação:

Lanús – 15

Vélez Sarsfield – 12

Colón – 11

River Plate – 11

Huracán – 10

Gimnasia La Plata – 10

San Lorenzo – 09

Newell`s Old Boys – 09

Boca Juniors – 09

Arsenal FC – 09

San Martín – 08

Rosario Central – 07

Tigre – 07

Banfield – 07

Independiente – 07

Godoy Cruz – 07

Gimnasia Jujuy – 04

Estudiantes La Plata – 04

Argentinos Juniors – 04

Racing Club – 04

* * *

CLAUSURA URUGUAIO 2009

Mais uma rodada do Clausura, e agora temos dois líderes. O Defensor Sporting e o Peñarol dividem a ponta, com dez pontos cada. Bem na Libertadores, mal em casa, o Nacional amarga o fim da tabela, com apenas 4 pontos ganhos. Confira os resultados:

4a Rodada – Clausura Uruguaio 2009

Juventud 1-5 Danubio

Defensor Sporting 3-2 River Plate

Racing 4-1 Nacional

Wanderers 1-2 Cerro

Tacuarembó 1-2 Liverpool

Cerro Largo 0-2 Peñarol

Rampla Jrs 1-1 Bella Vista

.

CAMPEONATOS EUROPEUS

Ligue 1 Temporada 2008-2009: Rodada 28, os cinco primeiros são: Lyon (53), Marseille e Paris Saint-German (52), Bordeaux (50), Toulouse (49). Resultados: Lyon 0-2 Auxerre, PSG 1-3 Marseille, Bordeaux 2-1 Nice.

* * *

Bundesliga 2008-2009: Rodada 24, os cinco primeiros são: Hertha Berlin (49), Bayern Munique, Wolfsburg e Hamburg (45), TSG Hoffenheim (43). Resultados: Hertha Berlin 1-0 Bayer Leverkusen, Bochum 0-3 Bayern Munique, Wolfsburg 4-3 Schalke 04.

* * *

Premier League 2008-2009: Rodada 29, os cinco primeiros são: Manchester United (65), Liverpool (61), Chelsea (61), Aston Villa e Arsenal (52). Resultados: Manchester United 1-4 Liverpool, Chelsea 1-0 Manchester City, Arsenal 4-0 Blackburn.

* * *

Liga Sagres 08/09: Rodada 22, os cinco primeiros são: FC Porto (48), Sporting Lisboa (44), Benfica (43), Sporting Braga (37), Nacional (35). Resultados: Porto 2-0 Naval, Sporting 2-0 Rio Ave, Benfica 0-1 Vitória de Guimarães.

* * *

La Liga BBVA Espanha 2008/2009: Rodada 27 os cinco primeiros são: Barcelona (66), Real Madrid (60), Sevilla (51), Villareal (45), Atletico de Madrid (43). Resultados: Almería 0-2 Barcelona, Athletic 2-5 Real Madrid, Málaga 2-2 Sevilla.

* * *

Série A Itália Calcio 2008/2009: Rodada 28, os cinco primeiros são: Internazionale (66), Juventus (59), Milan (54), Genoa (48), Roma (46). Resultados: Inter 2-0 Fiorentina, Juventus 4-1 Bologna, Siena 1-5 Milan.

* * *

Eredivisie Holanda 2008/2009: Rodada 27, os cinco primeiros são: AZ Alkmaar (69), FC Twente (58), Ajax (55), SC Heerenveen (54), PSV Eindhoven (46). Resultados: Utretch 0-1 Alkmaar, Willem II 0-2 Twente, Ajax 3-0 De Graafschap.

SE MANAUS FOSSE SEDE DA COPA 2014

O que faz um homem ser autoridade é o uso de sua principal faculdade humana: a Razão. É o que pensa o filósofo Bertrand Russel. O que ele desdobra para o significado de autoridade de um governante. Governar de forma que as afecções estejam entrelaçadas com a cognição. O que impede que os impulsos sejam superiores às decisões racionais.

O ufanismo telúrico é um preconceito. Uma opinião concebida sem passar pela suspeita que leva à posição racional. Um impulso. É o que se tem visto nas posições do governo do Amazonas, parlamentares, empresários, e outros seguimentos. Um preconceito matizado de vaidade, produto da insegurança. Mater e Pater da má administração.

O gasto que se teria com os preparativos para que Manaus fosse sede da Copa seria tão exorbitante, diante da pobreza que mostra a realidade de Manaus, além do supérfluo que resultaria do ufanismo comprometedor, que o governo atual, e o posterior, seriam mais lembrado, de acordo com o pensamento do filósofo Russel, de um governo carente de autoridade do que um governo democrático. O lamentável que não seria apagado. O uso de uma quantidade exorbitante de dinheiro, que bem poderia ser aplicado na saúde e educação, instâncias sociais da cidade profundamente atingidas pela ausência de políticas reais que confirmam que a democracia ainda não se fez na Cidade.

Se Manaus fosse sede da Copa 2014, nenhuma taça pagaria a dor da população, já que ilusão não cura, e muito menos produz saberes coletivos.

!!!!! O MUNDO É GAY !!!!!

COMENTÁRIOS SOBRE A ORIENTAÇÃO SEXUAL, EROTISMO E IDENTIDADE

Sou homem? Mulher? Sou hétero? Homo? Bi? Pan? Quantas denominações, palavras que pretendem dar conta de um multiverso de dizeres e fazeres com relação ao corpo e ao sexo, seriam necessárias para cobrir toda a gama do fazer humano em relação ao seu sexo?

Uma identidade, uma palavra que define, que diz e estipula o estatuto do ser. Ainda que consideremos uma identidade em constante mudança (existirá realmente isso?), ela tende à imobilidade: capturação de um conjunto de códigos produzidos por um modo de ser, e que precisa, para o bem da sociedade de controle, ser segregado, identificado, classificado e rotulado.

Daí a identidade não ser filosófica. Sartre, em sua filosofia existencialista, afirma que a identidade é um dispositivo de cerceamento das liberdades: clivagem das produções estéticas. Deleuze e Guattari, os filósofos d`O Anti-Édipo, afirmam: “não, nunca vimos homossexuais”. Desespero e grita geral de alguns grupos gays! “Querem nos apagar! Eliminar o gay da face da terra!”. Ou o mesmo que afirmam certos etnólogos ao confundir a palavra “índio” – e suas implicações com o imperialismo mercantilista – com a complexa, rica e superior existência e produção coletiva dos povos indígenas. Um exemplo simples: uma pedra deixará de ser pedra se lhe chamemos por outro nome? Certamente não, mudará o nosso estatuto. Experimente chamar de árvore uma pedra perto de um psiquiatra…

Daí a identidade não ser o foco do problema da orientação sexual. Primeiro, não se trata aqui de argumentar de onde vem esta orientação: isso não importa, posto que ela existe e ponto. Importa estabelecer linhas de atuação para que elas possam, sejam quais forem, transbordar no coletivo como produções estéticas autônomas.

Certa vez, nas andanças pela cidade de Belém, encontramos um amigo homoerótico que colocou a situação nos seus devidos termos: “existem homens que gostam de homens, homens que gostam de mulheres, homens que gostam de homens que gostam de homens, homens que gostam de homens que gostam de mulheres, homens que gostam de homens e de mulheres, homens que gostam de receber o pau, homens que gostam de colocar o pau, homens que gostam de nada disso, homens que gostam de muitos homens… o mesmo valendo para as mulheres”. Listinha incompleta, diga-se de passagem. Há ainda muito o que colocar, mas já dá conta do multiverso erótico. Um multiverso menos focado na identidade sexual (homem/mulher) do que no uso do corpo (macho/fêmea). Onde entra exatamente o homossexualismo aí?

A própria sociedade burguesa implode esta classificação: quantos pais de família justos e honrados se contaminaram com o HIV numa “aventura” homossexual e depois contaminaram suas esposas?

Acreditamos que a identidade sexual interessa somente às instâncias de controle social. Igualmente, cremos que as produções eróticas interessam somente àqueles que as praticam, desde que de comum acordo, em sociedade.

Portanto, baby, não se submeta à ditadura da identidade. Não assuma, ou assuma se quiser, mais sem grilos, sem broncas, sem procurar se adequar ao leito de procusto que a sociedade impõe. Uma atitude individual é também política, quando dá um passo em direção a uma liberdade engajada. E se for com amor e tesão, hmmmm…

Ui! E agora vamos ver outros sopros gays (ou não) que passaram no nosso Mundico! A Louca!

Φ CASAL DE LÉSBICAS DE SÃO PAULO TENTARÃO REGISTRAR FILHA. Será que as leis brasileiras permitirão que os pequenos Eduardo e Ana Luísa tenham os sobrenomes de suas mães? É o que tentarão fazer Munira Khalil El Ourra e Adriana Tito Maciel, companheiras que fizeram inseminação artificial para serem mães. Os óvulos fecundados eram de Munira, e foram depositados na barriga de Adriana. Pela lei brasileira, mãe é quem carrega a criança. A expectativa do casal é de que o exame de DNA permita mostrar que as crianças carregam traços genéticos das duas. Aí, é esperar o choque de dois enunciados: o da ciência e o do direito. É Michel Foucault, o delicioso carequinha, pintando pelo Brasil. De qualquer sorte, o que valerá é que essas crianças serão bem criadas, com amor e carinho, para que se veja que o que vale são os afetos, e não a identidade dos pais. Desta forma, o casal estará contribuindo para a causa LGBT de forma bela e produtiva. Sentiu a brisa, Neném?

Φ PARADA GAY DE SIDNEY FOI UM SUCESSAÇO. Desde 1978 que rola a parada gay da cidade australiana de Sidney. Este ano, entre muita alegria e ativismo político, uma ala de pessoas vestidas de padres e freiras agitou o babado, dando um toque de fina ironia na Santa Sé, que se estremece mas não assume. A parada foi puxada pelo delicioso campeão olímpico Matthew Mitcham, e convenhamos, onde ele for a gente vai atrás, né. Lindo, efusivo, maravilhoso. Não ficou nada a dever e superou as expectativas desta que é uma das mais tradicionais paradas gays do mundo. Ano que vem, se o grande amor do capital permitir, esta colunéeeesima estará lá, in loco, para conferir o que só os australianos conhecem… Tá pra ti? Sentiu a brisa, Neném?

Φ ABGLT MOBILIZA O POVO PARA O 17 DE MAIO. Você sabe o que se comemora no dia 17 de maio, morena? Não? Te orienta, louca! Em 17 de maio, comemoramos o Dia Internacional de Combate à Homofobia. O belo e engajado Toni Reis, da ABGLT conclama: “Gays do mundo! Uni-vos!”, e convida os movimentos sociais das cidades a realizarem manifestações locais, numa grande movimentação nacional. E pergunta: “Qual seria a principal reivindicação?”. Ele pede ainda que as ONG`S que tiverem atividades planejadas, enviem por emeio para a a ABGLT. É importante no sentido de fortalecer a rede de aliados, e corporificar o movimento. Em breve, nesta colunéeeesima, iremos divulgar o trabalho que será realizado pela AFIN. Preparem-se monas afinadas! Sentiu a brisa, Neném?

Beijucas, até a próxima, e lembrem-se, menin@s:

FAÇA O MUNDO GAY!


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.988 hits

Páginas

Arquivos