Arquivo para junho \26\-04:00 2009



POR FORA DE FUTEBOL

Por fora de futebol“Eu entro em campo para ser feliz.”

Valdívia, craque chileno

___

| ° |_________Dendeca, minha Dendeca

| ° |_________Dendeca do meu coração

| ° |_________Transforma este pênalti em gol

| ° |_________Que nunca mais te dou chutão.

Última volta do ponteiro maior. Silêncio no estádio. Pênalti. Lá estava ele ajoelhado beijando a Dendeca, na marca terminal. Fez seu pedido. Levantou, tomou distância, parou, respirou profundamente e correu em direção à Dendeca. Ela fez uma diagonal e foi bater no ângulo do poste esquerdo com o travessão. A torcida adversária foi ao delírio. Não há gloria maior para uma torcida do que ver seu time ser classificado com a perda de um pênalti pelo rival no tempo esgotado.

Cabisbaixo, ele seguiu em direção à Dendeca, pegou-a, olho-a de frente e falou baixinho em sua orelha esquerda, tão castigada pelos pernas-de-pau:

Eu sei por que tu não te fizeste gol. Não estou com raiva. Te compreendo. Na hora em que te chutei não pensei em ti. Pensei em minha noiva.”

____

_ | | ° ____ LIBERTADORES

___PELEJA DE ESTUDIANTES E NACIONAL CONTRA A BOLA___

Não porque Maradona é Boca, mas por que Maradona é bola. Como deve ter sofrido Don Diego vendo, na noite de ontem na Argentina, sua cara metade sendo violentada pelos times do Estudiantes e Nacional em pleno estádio argentino lotado.

Que aberração, meu! Nós do Brasil não nos surpreendemos, porque estamos acostumados com estes shows horrorosos. Coisa tenebrosa. Maltrataram sem dor nem piedade, por tabela, Maradona. Para piorar, o gol saiu na metade do primeiro ‘time’. O pior estava apenas começando. 90 minutos e alguma coisa de abuso de poder.

Cruz credo! Dendeca no meio do campo, jogador argentino domina sem fino trato, cruza para patrício na esquerda, patrício cruza na pequena área, na frente do goleiro do Nacional, Galván mergulha de peixinho – nem por isto baixou o preço do peixe -, e a Dendeca foi se esconder envergonhada lá nos segredos dos nós da rede.

O resto da peleja? Tome falta de respeito com a Clota. Por tantos maltratos, vamos criar o MDB. Movimento em Defesa da Bola.

____

___|  °  |###° ° ° ° °  °…..RECOPA SULAMERICANA

___INTERNACIONAL E O JANTAR DA LDU___

Sabe daquelas ilusões, “Porra, cara, este vai ser o jogo”. Pois bem, foi essa, meu. Começo de partida. Uba lá lá! Estádio lotado até o toco da bandeira vermelhaça. Os dois times não estão de brincadeira. Coisa de gente enfutebolistizada. Primeiros momentos, começa a valorizar o ingresso. Começa a valorizar o ingresso… Começa a valorizar… Começa… Com… Cadê o ‘futêbo’, chê? O Inter é uma desarrumação geral. Tá quase completo. Tem D’Alessandro, Taison, Bolívar…, mas nenhum deles está em campo. Por seu lado, a LDU, em seu show universitário: se neste circuito der, eu beijo a Dendeca. Limite do primeiro ‘time’. Hora de falar com os professores, beber água, mijar, e pegar aquela esculhambação.

Sabe daquelas ilusões, “Porra, cara, agora vai ser melhor”. Pois não é que foi. Para a LDU. Depois de passar o primeiro ‘time’ conhecendo os pampas ciceroneada pelo Inter, ela gostou, seu 10 disputou a Dendeca pela esquerda, próximo ao vértice da grande área, ganhou a batalha, desceu, foi à linha de fundo, próximo do poste esquerdo, jogou a Dendeca na zona do agrião, foram pernas entrelaçando-se, chuta, o goleiro defende, chuta que eu gosto, Bieler chutou. “Que tristeza que nóis sintia”, contava no futuro passado a torcida do Inter no bar da esquina. Relembrando a peleja.

Agora, mano, só dia 2. Partida de volta. Como quem volta é a LDU, ela volta com um gol a seu favor. Se a matemática, por fora de futebol, estiver certa, a LDU já tem dois gols: 1 na ida e leva mais na volta. Chega em sua terra com dois. Chimarrão bem quente, que a temperatura tá baixíssima.

………….___

……__|  |___°° °  °  ° °………. FUTEBOL DE MERCADO

Para não perder o pique físico e técnico, os jogadores do time do Mercado Municipal de Manaus vão se encontrar para realizar um match treino já de mutuca no próximo Peladão. Esperam, desta vez, não ficar com o vitalício vice.

……………… ____

……. ##|   |### T##T##T…….DUNGA E SEU CABALISMO

Que Dunga é a cara da seleção brasileira, até os que são por dentro de futebol sabem. Que em campo são onze dungaclonados, idem e ibidem. Agora, que o Dunga ia ter coragem de afirmar que na falta de conhecimento de futebol ele apela para as forças ocultas, essa ninguém sabia.

Taí, mano velho! Quando a cara do Dunga leva, não é ela quem lava, quer dizer, não é ela quem leva, são os poderes transcendentais. Ouviu o que ele falou? Colocou o Daniel Alves porque sabia que iria haver uma falta e o irritado Dani cobraria e faria o gol. Que triste, torcida brasileira. Para ganhar da África do Sul e do inglês do Joel, foi preciso se pegar com o sobrenatural. Que coisa horrorosa, Dunga. Não precisava. A seleção já é sobrenatural.

……………………… ___

…………..________|  |

……………….. ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨ ABRE AS PERNAS QUE EU EMPURRO

Meia noite de lua serena. O cara passava apreensivo na calçada do cemitério, quando de repente ouviu uns murmúrios vindo de dentro do campo santo. De início tremeu, quis correr, mas a coragem o deixou fixo na calçada. Se balançou todo, disse para ficar tranquilo, e conseguiu. Tranquilo, pôs-se a escutar os murmúrios. Murmúrios que nada, era uma cara dizendo: “Abre as pernas que eu empurro”. A curiosidade sensual subiu pelas pernas e se alojou no baixo ventre. Disse para si, em balbucio: “Vou subir o muro para ver a parada ‘pernosa’. Subiu, foi visto e ouviu alguém perguntar” Tá afim?” Ele desceu do muro muito puto e picou a mula.

Eram os coveiros que estavam em arretada pelada, e um deles ia bater uma falta e, por isso, dizia para o colega do seu time catimbando, na barreira: “Abre as pernas que eu empurro”.

CONVITE CANDOMBLEZÍSTICO

alessandro_capa

A Federação de Umbanda e Cultos Afro Brasileiros do Estado do Amazonas (FUCABEAM) e a Associação de Umbanda, Cultos Afro-Brasileiros e Ameríndios (ABUCABAM) convida a todos os adeptos das religiões afro para o lançamento do CD – Alessandro de Ogum Canta aos Orixás.

Local: Rua Pintassilgo,100 – Núcleo 2 – Cidade Nova 2, Manaus, AM – sede da Fucabeam

Data: 27.06.09

Horário: 20h

Colktail e apresentações culturais (balé afro e roda de capoeira)

TODOS SERÃO BEM VINDOS…

alessandro_capa_interna

Fonte: ArtFolk

LEMBRANÇA DE TOCANTINS PARA OS NOSSOS CASSADOS DE MANAUS

TSE cassa o governador do Tocantins por abuso de poder político

26 de junho de 2009 – 01h42

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou na sessão plenária desta quinta-feira (25) o mandato do governador do Tocantins Marcelo Miranda (PMDB) e de seu vice Paulo Sidnei (PPS), por abuso de poder político praticado em 2006.

O Tribunal decidiu, no entanto, que a saída de Marcelo Miranda do cargo somente será efetivada após a Corte julgar os eventuais recursos (embargos de declaração) que podem ser apresentados contra a cassação.

Os ministros também decidiram que a eleição de 2006 está prejudicada e, portanto, deve haver novas eleições no estado. O relator destacou que esse caso é diferente dos julgados anteriormente, em que o TSE cassou os governadores do Maranhão e da Paraíba. Isso porque esta eleição foi decidida em primeiro turno.

As novas eleições serão indiretas e o novo governador será eleito pela Assembléia Legislativa do estado. Marcelo Miranda e Paulo Sidnei não poderão concorrer.

Acusação
O pedido de cassação foi apresentado por seu adversário nas eleições, Siqueira Campos. De acordo com a acusação, Marcelo Miranda teria utilizado programas sociais do estado como “Governo Mais Perto de Você”, sem a devida autorização legislativa e previsão orçamentária, com a finalidade de distribuir a possíveis eleitores recursos públicos, por meio da entrega de benefícios, bens, brindes, prêmios, casas, óculos, cestas básicas, realização de consultas médicas, entre outros.
Acusou ainda o governador de ter utilizado a máquina pública para criar mais de 35 mil cargos, fazer nomeações irregulares e movimentar servidores públicos estaduais, em uma clara violação das proibições contidas na legislação eleitoral. Além disso, acusa-o de ter doado lotes em ano eleitoral com claro intuito de ganhar o voto dos beneficiados.

Por fim, argumentou que a diferença foi de pouco mais de 30 mil votos e se excluindo os votos de Marcelo Miranda poderia se concluir que Siqueira Campos teve 96,65% dos votos remanescentes, o que justificaria sua posse no cargo no caso de cassação.

Defesa
Por sua vez, a defesa do governador sustentou que o processo “é uma manipulação de discursos políticos”. Relatou que as famílias dos dois candidatos sempre foram parceiras na política do estado, mas Siqueira Campos rompeu com Marcelo Miranda quando ele lançou sua candidatura à eleição.

Sustentou também que os programas sociais questionados foram necessários no entendimento do governador em benefício da sociedade e que o fato de o governador falar de suas ações durante a campanha não justifica a cassação.

É inerente ao sistema da reeleição que um chefe do Executivo, a partir do primeiro dia de governo programe a sua reeleição”, afirmou a defesa, para quem também é natural que na propaganda do segundo mandato ele faça referência às ações do primeiro mandato.

Com relação aos cargos comissionados, a defesa alega que eles foram criados com amparo na lei criada pelo governador anterior, Siqueira Campos, autor da ação, que em 2002 também criou 6.484 cargos de comissão.

Já as vagas criadas no governo atual, alega, teriam sido para suprir as vagas, por exemplo, de professores não preenchidas em concurso público. A medida se justificaria para garantir aula aos estudantes da Universidade.

Em relação à doação de lotes, afirmou que todos foram feitos com processos legislativos específicos e eram para pessoas que não conseguiam pagar R$ 18,00 por mês para ter a propriedade do lote. “O governo verificou que era mais barato fazer o processo legal de doação dos lotes”.

Segundo eles, o “Governo Mais perto de você” não era um programa e sim uma concentração de prestação de serviços públicos que nunca foram condicionados a entrega do voto.

No caso do Balcão da Cidadania, diz que não é um programa novo e conta com parceria do Poder Judiciário para prestar assistência judiciária de forma mais rápida e eficaz. No local, havia prestação de serviços como expedição de carteiras de identidade, orientação jurídica, consultas, cortes de cabelo, casamentos realizados por juízes de paz, entre outros, o que não teria nada a ver com programa eleitoral.

Os advogados negaram todas as outras acusações e afirmaram que além de não serem reais não teriam potencialidade para influir no resultado das eleições.

O parecer do Ministério Público foi no sentido de cassar o governador.

Voto
Ao apresentar seu extenso voto, o ministro relator do caso Felix Fischer votou pela cassação no que se refere às acusações de distribuição de mais de 80 mil óculos a eleitores e doação de lotes. Ao votar pela cassação, o ministro Fischer enfatizou que não se pode permitir que os candidatos transformem a administração pública em verdadeiro palco eleitoral.

Ele observou que além da doação de lotes em período vedado, o governador e sua esposa entregaram pessoalmente os títulos dos imóveis no Jardim Taquari.

Entendo que as irregularidades das práticas encontram-se especialmente reveladas pelo objetivo de conquistar o eleitor ás vésperas da eleição colocando qualquer outro candidato em desvantagem”, destacou.

Para o ministro, “mesmo se tratando de campanha para governador, fica evidente a vantagem que a prática irregular imprime em favor dos candidatos”. Assim, entendeu que ficou configurado o abuso de poder político em relação aos fatos delineados nos termos do Código Eleitoral.

Quanto a acusação de uso abusivo dos meios de comunicação e propaganda antecipada, o ministro considerou que não havia provas suficientes que justificasse a cassação.

Também no tocante a acusação de criação de cargos, ele entendeu que não há prova de que foram criados diretamente em troca do voto. Além disso, entendeu que os cargos eram meramente técnicos, não eram cargos de chefia ou de qualquer relação com o que se poderia chamar de cargo de confiança.
Processo relacionado:

RCED 698

Fonte: sítio do TSE

MICHAEL JACKSON: 50 ANOS NA PÓS-MODERNA SOCIEDADE DO ESPETÁCULO

Michael Jackson 02

Quando a imagem já não pode mais encerrar-se numa existência individual, mas carrega elementos que, biograficamente, servem para perceber um tempo e, principalmente, um processual de subjetivação, já não contam mais o tempo cronológico e os ritos particulares. Assim, morreu ainda há pouco um dos maiores “ídolos” pop de todos os tempos: Michael Jackson. Mas tivesse isso ocorrido há 20 anos passados ou daqui a 80 anos, o importante são os entendimentos que se pode tirar para fazer ver aquilo que muitas vezes está invisível numa existência superexposta pela mídia paparazzi em redundâncias e clichês, como a desse “astro” pop.

Michael Jackson 04SINOPSE BIOGRÁFICA

Michael Jackson nasceu em 29 de agosto de 1958, em Gary, cidade do estado norte-americano de Indiana. Começou a cantar e dançar profissionalmente ainda criança, aos 6 anos, juntamente com os irmãos Jackie, Tito, Jermaine, Marlon, que formavam o grupo Jackson Five, que tinha supervisão do tirânico pai, explorador sádico do talento das crianças. Segundo se conta, Michael às vezes vomitava somente de vê-lo e carregou traumas por toda a existência provenientes dos abusos paternos que sofreu.

A partir de 1972, passou a apresentar-se sozinho, numa carreira cada vez mais conhecida e promissora, até culminar com o disco Thriller, em 1982. Somente nos Estados Unidos o álbum vendeu 21 milhões de cópias, e mais de 27 milhões em todo o mundo. Dessa época ficou famoso também o passo de dança com o qual ele desliza para trás arrastando a ponta dos pés.

Em 1994, Michael Jackson casou-se com Lisa Marie Presley, a filha única do roqueiro Elvis Presley. O casamento durou apenas dois anos. Mas, ainda em 1996, ele se casou novamente, agora com Debbie Rowe, com quem teve dois filhos até a separação em 1999.

Ao todo, Michael Jackson teve três filhos: Michael Joseph Jackson Jr., Paris Michael Katherine Jackson e Prince “Blanket” Michael Jackson II.

Ultimamente, ele tinha um contrato para 20 shows, que deveriam ocorrer entre 8 de julho deste ano e 24 de fevereiro do ano que vem, no 02 Arena, em Londres. Apesar dos preços caríssimos, a procura era tamanha que ele já havia programado estender a temporada para 50 shows.

AS METAMORFOSES DE MICHAEL JACKSON

Michael Jackson 05Principalmente a partir da década de 80, a existência do “ícone” pop foi, esmiuçadamente, perseguida pela mídia e envolta em diversos escândalos, que vão desde conflitos com a gravadora Sony, a cena surrealista do pop perseguir uma galinha no Cenral Park, até acusações de fraudar o INSS e pedofilia. Mas nada sofreu tanta especulação quanto a mudança na cor da pele, que se esbranquiçava cada vez mais. Para quem observa a sociedade de controle, sociedade do espetáculo, a metamorfose – que Michael Jackson chegou a confirmar ser vitiligo, mas a mídia mundial nunca deu crédito, publicando sempre novas desconfianças sobre a tentativa deliberada do astro em tornar-se branco – aparece como uma ridicularização às avessas do racismo baseado na superioridade da cor branca da pele. Ele, de certa forma, sabe disso, tanto que faz uso disso no mais famoso vídeo-clip de sua carreira, transmitido simultaneamente para 27 países, com audiência de mais de 500 milhões de pessoas ao mesmo tempo: Blck or White. A indústria de consumo sendo levada ao extremo por seu próprio produto.

INFANTILISMO MENTAL X PEDOFILIA

E quanto mais ele se isolava em Neverland, mais os escândalos proliferavam. Em 1993, repercutiu em todo o mundo a acusação de pedofilia feita por um garoto de 13 anos. Ao final, Michael fez um acordo secreto milionário com o pai do garoto, e o caso, que não chegou a tramitar legalmente, foi encerrado. Mas, em 2003, Jackson foi novamente acusado de pedofilia. Elisabeth Taylor, que esteve junta com o cantor e o garoto, saiu em sua defesa: “Não houve nada anormal nisso. Nós rimos como crianças, assistimos um monte de filmes da Disney. Não havia nada de estranho nisso.” (Com certeza, assistir filmes da Disney não tem nada de estranho, só imagens-decalques para infantilizações prosopopéicas.) Um certo doutor Stan Katz foi chamado, e conversou durante horas com o cantor e também com o acusador, chegando à conclusão que Michael era mentalmente infantil e não agia de acordo com a conduta de um pedófilo. Em junho de 2005, muito abalado física e emocionalmente, Jackson foi absolvido, por falta de provas, de todas as acusações.

AO FINAL, HUMANITARISMO PÓS-MODERNO

Em 2002, como sempre envolto em escândalos midiáticos, Michael teve o terceiro filho, do qual dizia ser a mãe anônima e afirmando que o filho nascera de inseminação artificial, levando mais uma vez ao ápice as possibilidades pós-modernas.

303547FAo mesmo tempo, passou, progressivamente, como querendo preservar um humanismo em outros lugares, típico do humanitarismo pós-moderno, a fazer doações para entidades humanitárias de todo o mundo, tanto que chegou ao Guinness devido à quantidade de pessoas que ajudou a partir da Dangerous World Tour. Em 1999, doou ao então presidente da África do Sul, o líder africano Nelson Mandela, um cheque de $ 1.000.000. A lista de doações em cheque, de artigos seus para leilão, de shows beneficentes é imensa. Ultimamente, ele havia, inclusive, manifestado desejo de encontrar-se com Lula para contribuir com os trabalhos sociais em efetivação pelo governo democrático do Sapo Barbudo. Mas o encontro fica pra próxima, pois hoje, 25 de junho de 2009, aos 50 anos, Michael Jackson cumpriu sua pendência existencial. Mas as mutações continuam, pois ele, que levou às vezes além do limite a própria pós-moderna sociedade do espetáculo que o produziu, não será tão cedo abandonado por ela, em que pese a volatilidade desta.

SELEÇÃO BRASILEIRA LEVOU, MAS NÃO MOSTROU

Diante da alegre torcida africana, a África do Sul perdeu a semifinal da partida para a África do Sul. O Brasil dunguiano, de golas altas, continuou Branca de Neve: apático e medíocre. Durante todo primeiro e segundo tempos, o selecionado africano jogou o jogo bonito como uma boa pelada. Mas a vitalidade dos jogadores africanos não combinava com o futebusiness, e aí, como se não desse a menor importância para o grande momento – o gol -, os africanos entregavam a pelota aos brasiniquins, que ainda, embora sem nenhum ímpeto, tentaram marcar, mas o goleiraço Khune tinha passado sernambi nas mãos e a bola grudava e não desgrudava. Destaque para a defesa que fez do chute de Ro(bo)binho, cara a cara, na meia-cancha. Tá certo que o juiz já havia marcado o impedimento, mas para quem vê o futebol como “jogo de se jogar”, não importa, valeu a beleza do lance.

Pois bem, a África do Sul jogava como se joga na várzea contra time ruim, até que nos minutos finais, o insípido Ramires recebe uma bola na entrada da área, coloca o corpo diante da bola como quem diz: “Me derruba, por favor!” O zagueiro mui amigo africano fez o favor, e o árbitro sósia do Evandro Mesquita, da banda Blitz, Massimo Busacca (SUI) marcou a falta. Daniel Alves, que acabara de entrar, foi lá e fez. Comemorou como supersticioso acreditando que o milagre se fez, e só se tocou que era verdade quando o árbitro levantou-lhe um amarelo por levantar a camisa na comemoração.

Se Joel Santana não ficasse só montado nos petrodólares, como falso pinguço ‘injuado’ de ressaca moral, lambendo os beiços, talvez a África do Sul tivesse marcado uma meia dúzia de golaços. Do jeito que foi, predominou a verdade do futebol de Mercado. Mas há quem quisesse ver futebol, e aí, nesse quesito às vezes tão distantes dos grandes campos, só deu África do Sul.

CASSADOS PREFEITO E VICE DE JURUÁ

Distante de Manaus 674 quilômetros, a pacata, mas vivaz Juruá, teve hoje a confirmação das cassações de seu prefeito, Edézio Ferreira da Silva, e seu vice, José Roberto Ribeiro, ambos acusados, julgados e condenados por corrupção eleitoral.

Café, óleo, arroz, , medicamentos e passagem de barcos foram os elementos materiais usados por Edézio e José, segundo a Justiça Eleitoral, para conseguir boa votação e serem eleitos. Estes elementos materiais eram pagos com requisições assinadas pelo próprio prefeito.

Com as provas confirmadas, que inclui os atos no Artigo 41-A da Justiça Eleitoral, como corrupção eleitoral, o Ministério Público Eleitoral do AM (MPE/AM) pediu ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TER/AM) a cassação dos dois. Pedido atendido.

Para confirmar a visível violação da Lei, o procurador regional eleitoral substituto Athayde Ribeiro Costa assim argumentou:

Não se pode formar outro juízo senão o do real oferecimento de vários tipos de gratificações a dezenas de eleitores, para que votassem no candidato Edézio, este fazendo uso da máquina pública, uma vez que assinalou excessivas requisições.”

TABOSA NÃO É MAIS VEREADOR. EU, HEIN, ROSA!

Acusado, julgado e condenado por fraude eleitoral, vereador Jander Tabosa (PV) foi cassado e obrigado a deixar o cargo, para a posse do suplente, por determinação do Tribunal Regional Eleitoral do AM (TRE/AM), que acatou o pedido do Ministério Público Eleitoral do Amazonas (MPE/AM).

A partir deste momento, o vereador Jander Tabosa passa a ser conhecido como ex-vereador. Sua cassação é produto de toda uma orquestração fraudulenta comandada por seu pai, Ronaldo Tabosa, que durante a campanha eleitoral se fazia passar como candidato, quando em verdade era seu filho, Jander, o próprio candidato. O objetivo era fazer o eleitor acreditar que ao votar estava votando no pai.

Sobre a aceleração da cassação, a presidente em exercício do TER-AM, Graça Figueiredo, falou:

O postergamento da execução dos acórdãos em questão, ofende o princípio da celeridade, que informa todo o Direito Eleitora. Não pode a ação da Justiça Eleitoral ser morosa e superveniente em demais aos fatos ensejadores do controle judicial.”

Confira a decisão do TRE/AM e o pedido do MPE/AM.

FERNANDO PESSOA: O GUARDADOR DE PAPÉIS

pessoaguardadordepapeisMultipliquei-me para me sentir,

para me sentir, precisei sentir tudo.”

É o que diz Fernando Pessoa, poeta polipartido, uma multiplicidade, um devir-poetizante. E é assim que a editora portuguesa Texto Editores lança este Fernando Pessoa: O Guardador de Papéis, volume foi organizado pelo colombiano Jerónimo Pizarro, contendo 8 conferências do ciclo de conferências homólogo sobre diversos aspectos da obra do poeta português.

A parte do que teve maior repercussão é o final, que traz uma “edição crítica do texto ‘Associações Secretas’, com notas e observações de José Barreto e alguns textos inéditos de Pessoa, que estão na posse da família, editados por Jerónimo Pizarro”.

As informações são do excelente blog Um Fernando Pessoa, onde você pode encontrar mais informações sobre esse livro e sobre a obra pessoana.

CARTA ABERTA DE TONI REIS, PRESIDENTE DA ALGBT, CONTRA HOMOFOBIA TELEVISIVA

Carta Aberta ao apresentador Fausto Silva

Programa Domingão do Faustão

Fausto Silva,

Tomo a liberdade de me dirigir publicamente a você, infelizmente ao que parece meus e-mails anteriores não chegaram até você.

Sou paranaense, professor, tenho 45 anos e vivo há 19 anos como meu companheiro David. Ano que vem completamos nossas bodas de porcelana.

Geralmente assisto a seu programa, principalmente às vídeos cacetadas. Te admiro pela inserção no seu programa de matérias e quadros de cunho social e principalmente pelo seu bom humor. Enfim, Faustão você é gente boa. Sabemos por sentir isso e por declarações de muita gente que fala de você como alguém muito generoso com todos.

Seu programa é muito assistido e admirado por milhões de brasileiros e de brasileiras. Você é referência nacional,como apresentador.

Com certeza suas opiniões influenciam no comportamento dos seus(as) telespectadores(as).

Dirijo-me a você Faustão de uma forma, amistosa e gentil para falar do meu descontentamento sobre a forma como você aborda a homossexualidade no Domingão do Faustão. Esse é nosso papel na luta pela inclusão social e respeito à nossa forma de ser.

Veja uns exemplos:

10/05/2009 – você referiu um “suposto” homossexual pelo termo GAZELA

17/05/2009 – você refere-se a um “suposto” homossexual pelo termo BOIOLA

17/06/2009 – diz que um “suposto” homossexual MORDE A FRONHA

17/06/2009 – No programa leva ao ar o comentário do participante Leandro Hassun : ISTO É UMA BICHONA!

2009 – refere-se ao suposto homossexual pelo termo LIBÉLULA

2009 – ao ver dois homens se cumprimentando, diz: ISTO É COISA DE BOIOLA!

Estes são alguns poucos exemplos durante os quais a platéia ri de uma situação que é muito triste no Brasil e no mundo: a Homofobia.

Fausto Silva, você sabia que em sete países há pena de morte para os homossexuais e 80 países criminalizam os atos homossexuais? Que no Irã gays são enforcados em praça pública?

Que na pesquisa da UNESCO publicada em 2004 consta que 40% dos adolescentes não gostariam de estudar com um gay, uma lésbica ou uma pessoa trans? Que se utilizam dos mesmos adjetivos listados acima para nos designar? Inclusive eu mesmo já fui taxado assim na escola nos velhos tempos. No programa Profissão Repórter do competente Caco Barcelos (exibido no dia 19/05/2009) a reportagem apresentou a triste história de Iago um adolescente de 14 anos que se suicidou porque era discriminado na escola.  Infelizmente isso é muito comum.

Faustão, você sabia que na última Parada LGBT (conhecida como parada Gay) de São Paulo 22 pessoas foram feridas com uma bomba que uma pessoa jogou de um prédio, e que numa Rua próxima a Praça da República -no final da parada – um gay de 35 anos apanhou tanto que sofreu traumatismo craniano e morreu?

Fausto Silva, você sabia que a maioria dos pais não gostariam que seus filhos fossem gays, lésbicas, travestis ou transexuais porque temem que seus filhos e filhas sofram violência, discriminação e por serem motivo de piadas de mau gosto e assédio moral?

Aqui em Curitiba, cidade em que vivo, no ultimo mês 6 travestis e um gay foram barbaramente assassinados. E aqui e outras cidades somos perseguidos por grupos de extermínio como skinheads. Nos últimos 20 anos 2992 pessoas LGBT foram barbaramente assassinadas pelo simples fat ode serem LGBT, segundo pesquisa do Grupo Gay da Bahia.

O Código de ética dos jornalistas, (artigo n° 10, item d), a Resolução nº 489 do Conselho Federal de Serviço Social e Resolução nº 001/99 do Conselho Federal de Psicologia, todos determinam que os respectivos profissionais dessas áreas devam respeitar a orientação sexual e a identidade de gênero de todas as pessoas. Lutamos para que sejamos respeitados como cidadãos com direitos e sem medo de viver.

Atualmente são realizadas no Brasil 150 Paradas LGBT, esses eventos têm como objetivo pedir respeito e consideração a nossa condição de cidadãos e cidadãs. Inclusive, o próximo domingo – 28 de Junho – é o Dia Internacional do Orgulho LGBT, e será comemorado em várias cidades no Brasil e no mundo inteiro.

O atual governo federal elaborou o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT, com 180 ações contra a homofobia e a favor do respeito à diversidade humana, fruto de conferências LGBT nas 27 unidades da federação e da 1ª Conferência Nacional LGBT, cuja abertura foi prestigiada pelo presidente da república.

No Congresso Nacional existe uma Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT com 250 parlamentares (deputados(as) e senadores(as)) participantes que querem a criminalização da homofobia.

Neste sentido, Faustão, gente boa, gostaria muito que ao se referir a LGBT ou pessoas supostamente LGBT, você se dirigisse com mais respeito, na boa mesmo. Sem ressentimentos.

Piadas e chacotas podem levar adolescentes a cometer suicídio, podem levar pais e mães a expulsarem seus filhos de casas, podem reforçar atitudes violentas contra LGBT.

Faustão é triste e é dolorido ser discriminado. Sei que você nunca quis fomentar a violência, por isso Faustão nos ajude a diminuir a discriminação no Brasil. Não encare isto como censura ou policiamento do politicamente correto.

Afinal, nossa constituição é clara nos seus artigos 3º e 5º quando diz todos são iguais e não haverá discriminação de qualquer natureza.

Vamos construir um Brasil em que caibam todas as cores.

Vamos viver em harmonia como as cores do Arco-íris.

Se a cultura é adquirida, conforme definiu Lévi-Strauss, também pode ser mudada. Nos ajude a mudar essa cultura homofóbica.

Para citar também Nelson Mandela:

Ninguém nasce odiando outra pessoa

pela cor de sua pele,

ou por sua origem, ou sua religião.

Para odiar, as pessoas precisam aprender,

e se elas aprendem a odiar,

podem ser ensinadas a amar,

pois o amor chega mais naturalmente

ao coração humano do que o seu oposto.

A bondade humana é uma chama que pode ser oculta,

jamais extinta.

Por meio desta carta aberta peço que de uma forma cidadã e divertida nos ajude a combater a violência, a discriminação, preconceito e principalmente as mortes contra a comunidade LGBT.

Conto com você e ajude-nos a divulgar a campanha www.naohomofobia.com.br que pede pela aprovação da Lei que criminaliza a Homofobia.

Um abraço,

Toni Reis

Professor, Especialista em Sexualidade Humana, Mestre em Filosofia em ética e sexualidade e Doutorando em Educação.

Presidente da  ABGLT – Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

ENQUANTO O RESULTADO DO PROCESSO SELETIVO DA SEC-AM NÃO SAI…

PARA QUEM ESTÁ PROCURANDO O RESULTADO DO PROCESSO:

Clique nos links abaixo para acessar o resultado do processo seletivo para a SEC – Secretaria Estadual de Cultura do Amazonas, que finalmente foi divulgado.

Ensino Fundamental

Ensino Médio

Ensino Superior

******************************************************

Enquanto o resultado do Processo Seletivo da Secretaria Estadual de Cultura do Amazonas (SEC) não sai, diversos comentários são feitos cotidianamente aqui neste bloguinho sobre desconfianças quanto à lisura do processo. Trazemos aqui um destes comentários, feito pelo blogante Carlos Magno como resposta ao blogante Diego, que não é apenas um simples comentário, mas pontua certas questões que quase sempre rondam processos seletivos e concursos públicos no Amazonas.

Sou também funcionário público, do CETAM (concursado), e a bancada está sofrendo pressão para colocar na lista de seleção alguns nomes, já previamente escolhidos pela SEC. Se isso for acatado, mais de 85% dos classificados já estão nos seus postos de trabalho. Nada vai mudar. Exemplo, a profissão de guia de turismo é regulamentada desde 1983 por lei presidencial, isto é, só pode exercê-la quem tem curso de guia de turismo e for cadastrado no Ministério do Turismo. O CETAM fez o último curso de guia de turismo do estado do Amazonas, mais de 60 alunos concluíram e hoje estão habilitados a exercer a profissão. Há 32 vagas a serem preenchidas, nós do CETAM sabemos que deveríamos selecionar somente os concorrentes certificados e habilitados, mas chegou uma lista onde somente há uma pessoa certificada e habilitada. As outras são estagiários que estão nos centros culturais exercendo a função sem habilitação, só que no edital pede certificação na área e selecionar estes concorrentes é ilegal, mas vai falar isto para uma secretaria de Estado. Outra coisa, que lugar é este que os concursos e seleções são assim verificados, de acordo com os jornais locais, os setores (gabinetes, secretarias) estão cheios de sobrenomes dos políticos que nós, infelizmente, votamos. Nos jornais nacionais, idem. Último caso, SENADO. Quase todos os cargos foram seleções curriculares e alguns foram concursos públicos. Você é mais funcionário público do que eu? Se você se candidatar não voto em você. Você é concursado (cargo comissionado, estagiário, regime suplementar) ou selecionado curricular?

Se, quando sair o resultado, algum dos participantes que, por ventura venham a denunciar alguma falseação neste ou em outro processo seletivo, e quiser estabelecer seus direitos de forma jurídica, este bloguinho se dispõe a publicar a questão como forma de minar essa prática tão antiga e danosa de lesa cidadania, e assim preservar um processo democrático.

A todos os que aguardam o resultado do processo seletivo da SEC

Segundo informações publicadas na imprensa, o edital foi publicado antes da aprovação, por parte da ALE/AM, dos recursos necessários para a contratação e pagamento destes profissionais. Na prática, estas contratações não haviam sido aprovadas pelo executivo e pelo legislativo. Daí que os resultados, que já estariam concluídos, terem de aguardar o posicionamento da Assembléia e do governador, que pode, inclusive, anular o certame.

É preciso se mobilizar para evitar mais uma edição dos desconcursados, agora em versão “desprocessados”.

Qualquer nova informação, o bloguinho intempestivo estará divulgando neste local.

ZONA LESTE ROCK FESTIVAL

Para a moçada que curte o rock pauleira, vai aí o convite para comparecer ao Zona Leste Rock Festival, que ocorrerá nesta sexta (26), na quadra da Escola de Samba Grande Família, localizada no São José I, zona Leste de Manaus. Então, é só mandar ver com as bandas Experimento Zero, Homicide, Psycho, Disritmiaa, Black Shadow e Fluxo…

ZL Rock

POR FORA DE FUTEBOL

Eu entro em campo para ser feliz.”

Valdívia, craque chileno

Se corres por fora é bem provável que cortes defesas. É bem provável que no primeiro ponto comece o gol que termina feito um sorriso no fim da linha.

CRUZEIRO SE ORIENTA EM CRUZAMENTO

Foi uma boa partida, apesar de meu time ter perdido”, disse o gremista. Foi uma partida. Dois bons times que sabem dá o trato na dendeca. Era Libertadores. Valia primeiro lance para a final. Cruzeiro no Mineirão, sua casa. Grêmio visitante cortês, mas valente.

Primeiro tempo, os dois rivais se observam. Quem vai para cima? O Grêmio vai! O Cruzeiro vai! O Grêmio ataca, tudo é Brasil. O Cruzeiro se defende e ataca, tudo é Brasil. E vão rolando os ponteiros. 37 e tal, Kleber desce pela direita, com Wellington Paulista, acompanhando pelo centro… Primeiro Cruzamento do Cruzeiro: Kleber, cruza, Wellington apanha a dendeca, imprensado por um gremista, e canta loas. A dendeca se cobre nas redes. Não quer dormir. A partida está apenas começando seu fogo.

Segundo tempo, enfrentamento aberto. Passa o começo meio que… Segundo Cruzamento do Cruzeiro: Wágner cruza, dendeca caprichosa bate em Theco, e muda de opinião quanto para onde ir. Vai visitar, em forma de gol – quem sabe por pirraça -, a rede que Maxi Lopes, atacante dos pampas, não conseguiu, cara a cara com o goleiro, visitá-la. O Cruzeiro orquestra a partida. O Grêmio quer ruídos na harmonia. A partida é melodiosamente caliente. Terceiro Cruzamento do Cruzeiro: escanteio pela ponta esquerda. A cobrança é feita não para área, mas para o lado. Agora, sim, o cruzamento. E não é que sobe Fabinho, aos 22 minutos e qualquer coisa, afaga a dendeca com a cabeça, e ela, bela amante, se esparrama na rede em jeito gracioso de gol.

Foi, então, que aos 27 minutos e alguma coisa, aconteceu o quase inusitado: o árbitro da peleja, o chileno Enrique Osses, começou a caxingar. Quis continuar, mas pediu arrego. Pediu atendimento médico: estiramento na panturrilha direita. É substituído por outro chileno, Jorge Osório, que entrou como uma azougue querendo jogo. Quis tanto jogo, que aos 32 minutos, e alguma coisinha, Kleber, bom amante, acaricia com a mão a dendeca. Falta próxima da grande área, de frente pro ninho. Souza cobra aos 34, e coisinha qualquer, e marca. Uma parábola, canto da bola, de cobrança. O Grêmio, como o juiz, Osório, também queria jogo, e foi para o embalo. Todavia, aconteceu o que era para acontecer: aos 50 minutos, e coisa alguma, Osório decretou o final da boa peleja. Agora, dia 2, o Cruzeiro cruza o Sul para jogar nos pampas por uma derrota com diferença de 1 gol. Vamos ver por quem a dendeca estará apaixonada neste dia.

NA PELEJA TEVE DISCRIMINAÇÃO RACIAL

Segundo o jogador Eliscarlos, do Cruzeiro, que é negro, ele fora chamado de macaco por Maxi Lopes, do Grêmio. Ele promete denunciar na justiça comum o preconceito racial que sofreu. Que horror, meu! A moda européia esta chegando nos campos brasileiros. Corta, essa! Vamos para o jogo!

HOJE TEM A LIBERTADORES CASTELHANA

Estudiantes, da Argentina, e Nacional, do Uruguai, jogam logo mais a noite na terra de Gardel, disputando o primeiro lance para a final. O time argentino tem Veron, mas dizem os uruguaios que uma andorinha só não faz Veron.

Fazer o quê? Vê ou ouvir, que o resultado é o mesmo.

**********************************************

A dendeca protegida entre os pés, uma gingada para esquerda, e lá vai, Mané, correndo pela direita. Quem ficou para trás ficou. Ficou no chão olhando. Quem sabe gargalhando com o gol do Mané, seu Zé.

Este amor que eu não esqueço, e que teve seu começo em uma festa de São João”, Ontem foi dia de São João padroeiro dos ‘Joãos’ de Mané. Muitos fogos e comilanças para eles. E Mané, é claro.

PREFEITO INTERINO FAZ HUMOR INVOLUNTÁRIO COM A MEIA-PASSAGEM

Na prática, é mais fácil chegar ao colégio à pé do que esperar meia-hora ou mais por um ônibus em uma parada”. (Amazonino Mendes, prefeito sub judice de Manaus).

A sentença proferida pelo prefeito in sursis de uma cidade sem prefeitura é uma pérola do humor involuntário. Não fosse produto do entendimento real do sujeito Amazonino Mendes, facilmente passaria como textualização humorística reveladora do engôdo e das contradições de uma gestão mais afeita à lógica do capital e da submissão do que à democracia. Em outra perspectiva, a quem interessa a doutrina psicanalítica, por exemplo, poder-se-ia atribuir à frase do prefeito a condição de ato falho – enunciado que carrega, para além da significação semântica do emissor, uma outra, na expressão, e que revela o que o emissor gostaria de ocultar.

De qualquer sorte, poucos tiveram a chance de resumir, em uma frase, décadas de submissão aos interesses empresariais, cujo resultado é a ausência do transporte coletivo efetivo na cidade de Manaus. Se Amazonino afirma querer que os estudantes andem até a escola, é porque lhes retira o direito à meia-passagem, sem a necessária – e inexistente, na realidade – argumentação técnico-científica que justifique a subtração do direito adquirido. Do mesmo lado, se afirma que é melhor andar do que esperar “meia-hora ou mais”, é porque o sistema de transporte coletivo não existe como efetividade do movimento extensivo coletivo, necessário à dinâmica econômico-social de uma cidade. Amazonino, para justificar a armadilha atual contra os estudantes, apela para outra armadilha, igualmente atual em seus efeitos, mas muito mais antiga em sua confecção: o desmonte gradual, na sua gestão e de seus iguais, do sistema de transporte coletivo da cidade de Manaus.

“TE AMO, ESPANHOLA SE FOR CHORAR, TE AMO”

TE AMO, ESPANHOLA.

SE FOR CHORAR, TE AMO”

Sá e Guarabyra

A disputa da partida entre as seleções espanhola e norte-americana, que terminou com a vantagem da segunda com dois gols contra nenhum da seleção da terra de Dali, pode ser vista por duas perspectivas de dois torcedores por fora de futebol.

Uma, do torcedor que acredita que se ganha uma partida antes do futebol. Para este torcedor a seleção espanhola perdeu ontem, quando o técnico ianque, Bob Bradley, afirmou que o time espanhol tem “capacidade para abrir e jogar em espaços curtos é maravilhoso, mas sabemos como detê-los”. Com força atlética, fôlego, posicionados em contra-ataque e fechados compactamente, meteram duas bolas, transformadas em gols nos dois tempos. Altidore, no primeiro, e Dempey no segundo. Detiveram os espanhóis.

Outra, a perspectiva do torcedor que acredita que os ianques ganharam hoje, com ajuda dos próprios espanhóis. O primeiro, um desconhecimento do zagueiro que não entende de física. Depois de se colocar por trás do atacante americano, na grande área, resolveu tira-lhe a bola circulando para sua frente, o que facilitou a “volta do anzol” do americano, no corpo do espanhol, e conseqüentemente ficar de cara com o goleiro, e aí, foi chuá, meu. Nada a questionar. “Ta lamentado o quê?” O segundo, contra-ataque do Tio Sam pela direita, cruzamento na frente das traves, Ramos, pára a bola em desequilíbrio, e Dempsey, que vinha ao seu lado, virou, agradecendo a física, e empurrou. Pique foi lamentar abraço com a trave que é um bom lugar para chorar e consolar. A física demonstrando o que é está por fora de futebol.

Para o torcedor da segunda perspectiva, a seleção espanhola perdeu, mas continua “maravilhosa”. Joga bem, trama bem, desliza em campo, faz lançamento em profundidade, mas comete um pequeno/grande equívoco, para perturbar o “maravilhoso” de Aragon: não chuta em direção do território onde nasce o gol. E nesta partida, quando chutou, lá estava o keeper da meta ianque. E como dizem os que estão por dentro de futebol: futebol é gol, galera! Assim futebol não é uma caixinha de surpresa.

WALLACE E MOA DISPUTAM DEUS

A imaginação é uma das potentes faculdades humana. Elaa, dependendo da situação, entrelaça-se com a inteligência produz , ou afirma saberes. Em alguns momentos de vigília ela flui sem rédeas. Outras ela é dirigida pela vontade. “Eu estava pensando em ti”. “Não, tua estavas imaginando”. “Tenho pensado muito no nosso amor”. “Não, tem imaginado nosso amor”. É a imaginação se mostrando com objetividade, mesmo quando alheia. De qualquer porto a imaginação deixa navegar névoas de imagens-lembranças, nada nocivas.

Todavia, há um momento em que a imaginação é nociva para seu possuidor. É quando ela está confluída em afetos prenhes de dores. Culpa, inveja, ressentimento, rancor, ódio, como forma de superstição. Aí a imaginação é o mais baixo grau  da faculdade humana, visto que ela desloca o sujeito para uma transcendência persecutória. Sujeito-perseguido. É aí que um deus falseado é nomeado pelo supersticioso para se mostrar como Deus-Juiz que livra seu usuário das acusações fazendo-o personagem acima e abaixo de qualquer suspeita. Pela imaginação-supersticiosa, é claro.

COM QUEM DEUS ESTÁ?

O deputado estadual, Wallace, investigado e indiciado pela Justiça do Amazonas acusado de autorias de vários crimes, juntamente com seu filho, Rafael, em discurso na Assembléia do Estado para os seus pares, com o propósito de atingir alguns membros da CPI, e assim melhorar sua situação diante com possíveis beneplácitos, afirmou, em lágrimas, que tudo que fez Deus estava consigo. Foi um discurso, teologicamente, todo pontoado de Deus. Se alguém tivesse que afirmar que um sujeito é crente de acordo com a quantidade de vezes que este sujeito profere a palavra Deus, ali estava um insuspeito crente: o deputado.

Por sua vez, o ex-policial, ex-guarda-costas e ex-amigo do deputado, Moacir, ou Moa para os íntimos e a imprensa, testemunha chave de acusação que abriu o leque de denúncias contra Wallace e seu filho, depois de voltar do presídio em Catanduva, no Paraná, para novos depoimentos, afirmou que aceitou Jesus. Filho de Deus, para muitos, o próprio Deus.

Agora, o dilema teológico foi levantado. Wallace fala o nome de Deus e sempre se reporta a seu passado de próximo da igreja católica. Por seu novo lado, o teológico, Moa, afirma que Deus está consigo. Dois rivais em uma mesma imaginação-supersticiosa.

Wallace, que afirmou, no começo das investigações, que não conhecia Moa, diz que tudo que seu ex-guarda costa disse à polícia é mentira. Já, Moacir, em seu novo depoimento, pós-encontro com Cristo, reafirmou tudo que falou e ainda apresentou novos sinais incriminatórios contra o deputado. Desta forma, salta a pergunta que quer ser calada: Com quem Deus está?

Bem, quanto ao caso de quem tem a verdade para realizar a justiça democrática, o Poder Judiciário do Amazonas pode, através de seus Códigos de Leis, mostrar para sociedade. Mas quem tem poder de afirmar com quem Deus está, é que é o fundamento do dilema. A sociedade tem que recorrer às igrejas com seus padres e pastores? Mas aí salta a certeza para a sociedade: “Tem tanto religiosos envolvido com falcatruas, delitos leves e pesados”. Neste caso, sendo o Brasil uma democracia, e a democracia o governo de todos, e sendo Deus um espírito para os bons, e sendo o Povo uma potência boa, só cabe ao Povo sentenciar em sociedade os desígnios democráticos de Deus.

POR FORA DE FUTEBOL

Eu entro em campo para ser feliz”

Valdívia, craque chileno.

Encontrar-se fora é não possuir nenhuma semelhança com o que encontra-se dentro. É escapar de todas formulações e designações que identificam os objetos e os sujeitos que habitam a esfera das relações constituídas como realidade inquestionável.

Estar fora é se mover em evanescências, sinuosidades, variações, intensidades nômades. Escapar, não poder confirmar o que se tem como conhecido. No caso do futebol, bem sistematizado em linhas, pontos e regras, é nada poder sentenciar. É ser mudo por falta da linguagem tornada muro fixo de obviedade que se mostra como futebol. O que serve para o lucro. A mercadoria-fetiche do reino desencantado do lúdico criativo. O ‘desGARRINCHAmento” da Alegria do Povo.

Estar Por Fora de Futebol é uma condição dantesca: Perder todas esperanças de poder sobre o que não se vê.

* * * * * * A bola rolou como um ouriço: * * * * * *. Ela subiu, caiu no peito, desceu pelo corpo, correu na grama… Deus nos acuda! Que birranho: derrubou a panela com feijão da D. Leocádia, que estava sobre o fogão. Nem gol, nem comida. Mas havia bebida. Hurra!

SÉRIE B DE BRASILEIRÃO REBAIXADO. DE QUÊ?

Duas partidas realizadas ontem pela partezinha da noite.

Oh, mana deixa eu ir

Oh, mana, eu vou só

Oh, mana, deixa eu ir

Para o sertão do Caicó”.

América de Natal e Ponte Preta. 2 para o segundo, e 1 para o primeiro.

No grupo escolar, série B, é superior a série A. Mas no futebol é tudo do contra. Fosse tudo normal, o futebol do Amazonas que encontra-se na série D, seria o bicho.

A partida corria nos equilíbrios. América atacava, Ponte atacava. Eis que na metade do primeiro tempo, uma bola lançada do campo potiguar, para direita, pegou o lateral Thoni – que H, hein, Toni? – com sua camiseta n°2, e ele mandou bronca: a clota bate na parte superior do metal da direita, atravessa o metal frontal, bate por dentro no metal da esquerda, e atende o desejo do time natalino: primeiro gol no Machadão.

O Machadão vai ser demolido para ser transformado em arena para Copa 2014.

No segundo tempo de tantos “macacos me mordam”, aos 23 minutos, uma descida veloz pela esquerda até a linha de fundo, um cruzamento em diagonal, lá estava o Fabiano Gadelha… Mandou ver: gol da “macaca”. Foi então que aconteceu: refletores apagados. Longa espera noite a dentro. 62 minutos passados: recomeço. “Vai acabar!” Falta longe, distante da grande área. Lá vai Edilson bater, pela Ponte. Não deu outra: ajumentou, e Gol. 74 minutos não há nada o que fazer.

Foi uma partida quente como a temperatura de Natal em tempo de São João. Houve até cena de strip-tease: jogador da ‘macaca’ teve sua camiseta rasgada do pescoço ao umbigo. Uma partida da Série B para causar inveja na A.

Na outra partida Ipatinga e Fortaleza, o único gol para o fortaleza foi uma beleza.

O fortaleza desce pelo centro, entra na pequena área pela esquerda, o jogador alencarino perde a bola, dá por finalizada a jogada, e vai saindo. O zagueiro do Ipatinga, como diria o senador Arthur Neto, em uma “besteira”, crente que tem a bola sob controle, escorrega. O atacante de Padim Cícero, vê a “besteira”, volta, pega a Clota, e a coloca na rede. Ela o que ela queria: fica dormindo.

Fim de espetáculo. Ipatinga parece dizer “Minas não é mais”!

COPA DAS CONFEDERAÇÕES E OS SENÕES

Sabemos o que temos que fazer para pará-los. O estilo da Espanha é manter a posse da bola e fazê-la se movimentar. Sua capacidade para abrir e jogar em espaços curtos é maravilhoso, mas sabemos como detê-los”.

Quem afirmou esta verdade que o futebol da Espanha é maravilhoso? Não, não, nada de queimar neurônios. Foi técnico da seleção dos Estados do Tio Sam: Bob Bradley. Hoje, dia 24 de junho, no calor de São João, ele terá a oportunidade de colocar em prática o disse à imprensa:”Sabemos como detê-los”. Dizem os surrealistas da lavra de Aragon, que o maravilhoso é inapreensível.

JOEL SANTANA VIRTUAL

Hit de Joel Santana é sucesso na Internet. Mas ele não está gostando nada. Uniformizado de seleção sulafricana, de olho em sua prancheta, não ver nada de engraçado no sarro que estão tirando do seu inglês de cais do porto. Por isto, mandou protesto: “Brasileiro gosta disso, de tirar sarro. Tem cara fazendo um monte de besteira, mas usa gravatinha tem uma pastinha na mão, como brasileiro gosta”. Lhe conte: Joel disse o quê? Lhe conte. Joel, meu…

E NADA DE GOL: Sai do chão petróleo! Gruda, catarro! E nada de gol.

SE A BOLA NÃO ENTRA, NÃO TEM GOL, ORAS!

Se tiver três bolas para mim na cara do gol e eu perder as três, aí pode me cobrar. Eu mesmo vou lá e peço para sair. Me coloca as bolas na cara do gol e pode cobrar de mim. Não tenho má fase aqui, não estou mal. Se o time estiver em bom momento e começarem a chegar as bolas, o centroavante vai fazer gol”.

Fala, Washington! Três bolas na cara do gol? Três bolas na cara do gol é gol. Gol é quando a bola entra, não a frente da trave, Washington. Três bolas? Até o Romário faz.  Não há fase, mas o Muricy, e nem é tempo de murici, para cada um cuidar de si, amadureceu e caiu. Três bolas na cara do gol e nenhum gol. Quantos gols foram perdidos?

INTERNACIONAL CONTINUA INTERNACIONAL

Bolívar, lateral, ou melhor, coringa, do Internacional, renovou contrato até 2012.

Quinta-feira pela Recopa Sul Americana, tem Internacional e LDU.

NO PALMEIRAS CORTE NÃO PEGA LUXEMBUSTE

Presidente Belluzzo disse que é preciso fazer corte nos gastos do Palmeiras. Coisa de 15%. Mas nada de tocar na comissão técnica: Luxembuste, continua prestigiado. A diretoria diz que é um técnico de ponta. O último também é ponta.

Temos que cortar sem perder a qualidade”. Palavra de economista. Coisa de Belluzzo.

CLÁUSULA CRISTIANO RONALDO

16 bilhões de euros, coisa como R$ 2,7 milhões, é o montante da cláusula de ressarcimento de contrato caso algum clube imagine tirar Ronaldo do Real Madrid. A diretoria diz que é para se proteger do incerto futuro. Claro que no futebol de mercado não existe futuro. Olha Kaká. Olha Robinho. Olha, olha…

BOCA É SÓ SORRISO

Nesta quinta feira Alfio Basile, ex-técnico do time de Maradona, vai se apresentar no Boca.

HOJE TEM!

Logo mais, a noite: Cruzeiro e Grêmio, pela Libertadores.

Uma bola no pé e o chute, Mané!

E NEM POR ISTO BAIXOU O PREÇO DO PEIXE

feira-do-peixe

} Exuberante em seu manancial verborrágico estereotipado, o senador Arthur ‘5,5%’ Neto, “Orgulho do Amazonas”, não se fez econômico em clichês e preconceitos ontem, dia 23, na tribuna do Senado. Entre tantas tentativas de amostragem de indignação com o que esta ocorrendo no Senado, afirmou estar sendo chantageado e ameaçado por sua posição contra os atos administrativos secretos. Disse que recebera ligação telefônica de uma voz afeminada. E para se sentir crente de sua coragem, considerou que não tinha medo, pois se assim fosse, quando morresse e encontrasse seu pai no purgatório, ele não iria aceitar que o filho, ele, tivesse tido medo, ou tivesse sido morto por alguém de voz afeminada. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} O presidente dos Estados Unidos, Obama, que não vem descumprindo o que prometera quanto sua política dos Direitos Humanos, afirmou que está “indignado” com a violência no Irã. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} O professor Odenildo Sena, um dos protegidos auxiliares do governador do Amazonas, Eduardo Braga, depois de afirmar, convicto, de que o homem conhece através da sentença, “é fato óbvio: só se tem poder sobre aquilo que se conhece”, escreveu em ufanismo telúrico sobre a condição do Amazonas no cenário científico, na força de sua imaginação, o seguinte texto: “No caso particular do Amazonas há uma revolução silenciosa em processo que, em apenas seis anos, colocou-o numa privilegiada posição de destaque ao lado dos Estados que têm longa tradição de investimento em ciência e tecnologia como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais”. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} O Sistema Brasileiro de Televisão, SBT, afirmou que gastou R$ 30 milhões na disputa por personagens do entretenimento contra a TV Record. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} A Mesa Diretora do Senado divulgou que anulou um ato administrativo secreto. São 663 atos. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} Depois de sete horas prestando depoimento sobre acusação de vários crimes, Rafael, filho do deputado Wallace, também acusado de autoria de vários crimes, disse em entrevista: “Vou provar minha inocência. Não sou bandido. Sou cidadão de bem”. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} O deputado Gabeira (PV-RJ) afirmou que para contratar a empresa de Produções de sua mulher, em 2004, usou R$ 20 mil de verba indenizatória. Para asseverar sua sinceridade, disse: “Desde que nossa relação mudou de patamar não a contratei mais com verba da Câmara”. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} Sem nenhuma autorização de nenhuma associação psiquiátrica para diagnosticar qualquer pessoa, o disciplinado servidor do jornal Folha de São Paulo, Kennedy Alencar, em sua tara por denegrir o governo Lula, fez sua transferência, afirmando: “A popularidade subiu à cabeça de Lula”. E nem por isto baixou o preço do peixe.

MULTIPLICIDADES DISJUNTORAS DO CAPITALISMO

Deleuze, Foucault e Sartre

2009. Neoliberalismo e suas antinomias cíclicas/catastróficas.

Pior seria sem 68. Pior seria sem os filósofos Sartre (ao fundo, no centro), Deleuze, de perfil-esquerdizado, apesar do polícia roçando nas costas, e Foucault desestruturando a direita com sorriso. Deve-se contar, também, com os glamourosos destas ocasiões. Cultuadores do gênero: “Eu quero é brlhar. Mesmo que a luz seja alheia à mim”.

TRANSPORTES DEVEM MELHORAR PARA OS DEFICIENTES

No 1° Seminário de Acessibilidade nos Transportes Coletivos Rodoviários e Aquaviário realizado hoje, dia 23, em Brasília o Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (Inmetro) juntamente com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), anunciaram as novas propostas regulamentadoras dos setores de transportes rodoviário e aquaviário.

MEDIDAS DO DECRETO

As medidas propostas no decreto determinam as normas gerais e os critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas deficientes, ou com mobilidade reduzida, quando do uso destes meios de transportes coletivos. As medidas determinam que estes veículos adaptem suas estruturas físicas para conferir segurança e conforto à estes usuários. Todas as adaptações devem acontecer até 2013.

Esta nova regulamentação dos transportes coletivos obriga os veículos novos a terem assentos preferenciais para estes passageiros:

Portador de deficiência física.

Idosos.

Obesos.

De baixa estatura.

Mais ainda: devem haver rampas e elevadores para cadeirantes. Devem possuir, junto aos assentos para deficientes visuais, espaços liberados para os cães-guia.

DATAS PARA ADAPTAÇÕES

– Ônibus fabricado em 1996 devem ser adaptados até julho de 2009.

– Ônibus interestaduais devem ser adaptados até 2010.

– Embarcações até janeiro de 2013.

– Para os novos até 2011.

PALAVRAS DO DIRETO DO INMETRO, ALFREDO LOBO

O Brasil tem propiciado condições de mobilidade para um número de cidadãos com dificuldade de mobilidade”.

Coisa do governo Lula.

APOSENTADOS EM MARCHA PELO PL 001

513 placas com fotos dos deputados federais cravadas no gramado do Congresso Nacional, mais a promessa de às 19 horas de hoje, dia 23, acenderem velas junto das fotos dos deputados, 520 aposentados, provenientes de vários estados do Brasil, encontram-se acampados, na frente da Esplanada dos Ministérios, exigindo a votação do Projeto de Lei 001/2007 que prevê o mesmo índice de reajuste do salário mínimo para aposentadorias e pensões- o índice que reajusta aposentadorias e pensões é de 5 % – e mais a aprovação da proposta que acabe com o teto previdenciário, já aprovado no Senado.

A FORÇA DA MANIFESTAÇÃO

Só iremos embora depois de aprovado o PL, ou pelo menos após ele ser colocado em pauta para votação”

Palavras de Warley Martins Gonçalves, presidente da Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (COPAB), depois de ver não cumprida a promessa do presidente da Câmara do Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), que segundo, Warley, havia prometido colocar em pauta para votação quando as medidas provisórias destrancassem a pauta.

Tem duas semanas que abriu a janela para votação e nem na pauta a nossa está. Estamos pedindo que votem o PL como prometeram”.

Warley tem toda razão. Se prometeram votar é porque, aos olhos e entendimento da Câmara, é constitucionalmente legal. E se é legal, tem que ser votada.

É isso aí, manos! Aposentado não significa ser despolitizado. Por tal, a luta é contínua.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.022 hits

Páginas

Arquivos