Arquivo para 2 de julho de 2009

OS ÍDOLOS SÃO IMORTAIS

Em uma sociedade traçada e pontuada por um plano de dominância, existem dois tipos de ídolos. Um ídolo saído de um Eu que se idealiza como Outro-Eu em função de malograr o projeto original de si mesmo. Daí ter que existir em insuportável transcendência como Outro sem nenhuma responsabilidade existencial com o Eu. Existindo assim, o Outro é ídolo do Eu que se satisfaz na distância como um mero observador.

O outro ídolo é o que sai das perspectivas e interesses materiais/econômicos da sociedade de consumo capitalística. Este é um ídolo fabricado nos modelos da sedução e do lucro. Mercadoria produtora de desejos supérfluos. Sua performance visa sempre atingir e capturar todo sujeito como fonte de prazer/lucrativo. Seu Eu é mero observador do invólucro que se apresenta como Outro diante de um público. Todas as honrarias e glórias pertencem ao ídolo, não ao Eu de onde brotou este Outro-Ídolo.

Embora o primeiro seja uma produção individual, e o segundo uma produção social, ambos estão na condição social de alienação de si mesmos. Não podem nunca existir em suas próprias vontades, visto terem que satisfazer as perspectiva daqueles que os mantém atuando como espectros de si mesmos. Angústia paranóica do medo de não realizar estes Outros. Decorrência fatal: se dormem, nunca dormem consigo. Embora os sonhos possam atravessar rastros de si. O que torna mais angustiante o despertar para um mundo esperado em objetividade com suas marcações e pontuações. Terrível representação duplicada.

EVIS, LENNON E MICHAEL JACKSON

O que é próprio do ídolo é sua impessoalidade. Mesmo tendo como suporte um Eu, um nome, um sujeito social, o ídolo, em sua representação capitalística consumista, realiza-se junto ao público por sua espécie despersonalizada e descorporificada: não tem voz nem corpo. Aí o que sustenta sua imortalidade, porque seu segredo é não existir em um tempo e um espaço definido, e em uma única imagem. Por isto, sua capacidade de multiplicar-se em várias representações. Pelé, Sena, Dean, M. Monroe, Greta Garbo, Elvis, Lennon, Jackson…

Por força desta transexistência é que a mídia manipula os adereços que a sociedade de consumo adesivou em um Eu e transformou-o em ídolo. O nome é nada diante do lucro que estes adereços podem proporcionar. A morte de Michael Jackson, neste momento, é rica nesta prática. A Folha de São Paulo anuncia: “Michael Jackson vendeu mais discos depois de morto que Elvis e Lennon”. Nada de Jacson. Só o lucro. Este é o deus que rege os ídolos e alimenta a mídia. O Eu, Jackson, escafedeu-se, mas ficou a fonte lucrativa para os que dela sempre usufruíram. Os vampiros invertem o sentido social do texto do samba e adaptam aos seus propósitos vampirizantes: “Morre o corpo, fica a fama”.

Dançou o Michael? Nada de desespero. A linha de produção já lançou outros no mercado da transcendência alienada do Eu. Não esqueçamos: o Ídolo é imortal.

POR FORA DE FUTEBOL

Por fora de futebol

“Eu entro em campo para ser feliz.”

Valdívia, craque chileno

Trave …………##### “Quando ela, gritou:”Mengo

………..#####………….No segundo gol do Zico

………..#####…………. Tirei sem pensar o cinto

………..#####…………. E bati até cansar

………..#####…………. Dois anos vivendo juntos…

………..#####…………. (…)

………..#####…………. Eu aprendi que alegria

………..#####………….De quem está apaixonado

………..#####………….É como a falsa euforia

………..#####………….De um gol anulado.”

E existe gol anulado? Claro que não, Aldir Blanc.

Como o futebol é igual a todos os esportes, tem seu corpus de regras que segmentam todos os lances de uma partida. Desta forma, todos os lances são observados, interpretados e julgados por estas regras. Não importa se elas são aplicadas devidamente, ou não. O que importa, para quem as pratica, é que no final elas prevalecem.

O tal gol anulado cai bem neste julgamento. Como o gol é a essencialidade do futebol, quando em um lance a bola ultrapassa as divisórias consignadas como colunas e travessão, e o juiz da partida tem do lance uma interpretação legal, ele é julgado como gol. Mesmo que o lance tenha sido em impedimento, ou com outra infração qualquer. O que conta é a decisão do juiz em dar ao lance o caráter de gol. Assim, nunca um gol é anulado. Gol é gol, ninguém anula.

O que causa perturbação nas torcidas é o fato da bola ter ultrapassada as divisórias, e o juiz ter impugnado o lance. Se impugnou, mesmo com a bola lá no cantinho, dengosa, embrulhada na rede, não houve gol. O gol é a lógica maior do futebol: ninguém tem poder de anulá-lo. Anula-se o lance, jamais o gol.

“Estava mais angustiado

Que um goleiro na hora do gol…”

Aí o Belchior diz quase bem. Quase, porque o goleiro não se angustia na hora do gol. O gol não tem hora. Ele é um quase presente passando para um futuro-angústia que se tornará passado. Assim, o goleiro se angustia depois do gol.

Trave oo OO 00…….. CORINTHIANS GANHA COPA EM PARTIDAS “DUNGAS”

Desculpe-me! Eu estou escrevendo uma tese para meu doutorado em Antropologia Urbana, cujo título é “A Decadência do Futebol Brasileiro nos Últimos 20 Anos”, e estou entrevistando pessoas que entendem um pouco de futebol. Como estou vendo que aqui em sua banca de vender bombons o senhor tem um aparelho de TV, eu gostaria de saber se o senhor assistiu ao jogo de agora há pouco do Corinthians e Internacional pela decisão da Copa Brasil. E, se o senhor assistiu, eu gostaria de ouvir seu comentário sobre o jogo. O que deve ser fácil para o senhor, já que dizem que todo torcedor brasileiro é um técnico.

Eu sou torcedor, mas não sou técnico. Não dou opinião sobre o que os times devem fazer para vencer. Eu apenas comento partidas de futebol aqui na minha banquinha até enquanto o prefeito cassado não me tirar dizendo que é preciso limpar Manaus para a Copa. E, para seu governo, assisti às duas partidas finais. Para iniciar, tenho duas observações. Uma, que tenho certeza que vão dizer que o Corinthians se sagrou campeão já na primeira partida quando ganhou com um gol de Jorge Henrique e outro do Ronaldo Jaca. Você já viu uma jaca madura caindo? Não? Olhe quando o Ronaldo cai. E como pode uma jaca fazer gol? E fez, dando o drible mais velho do futebol no Índio, zagueiro do Internacional. Outra, que gente supersticiosa vai dizer que o Internacional perdeu porque jogou com uniforme branco, quando o original é o vermelhaço, o de guerra; e por isto não teve torcida. A torcida estava de vermelho e o time de branco, alma em enterro.

Quanto às partidas em si, foram do jeito que é o futebol para o Dunga: horrível! Monstruoso! Nenhum time tem jogadas encantadoras que afetem de alegria as torcidas. Tudo que se vê são uns caras correndo, maltratando a Dendeca sem nenhum pudor. Os gols são ocorrências banais de uma partida qualquer. No comecinho, o Internacional foi para cima, mas logo mostrou a inércia de futebol. Nilmar, um grande embuste, produto claríssimo de marketing, não corria, não brigava. D’Alessandro, armador que arma muito bem jogadas para os adversários, abusou de dribles improdutivos. Taison, que no primeiro jogo se revelou craque, desapareceu. Correndo sozinho, queria resolver a parada só com a intenção. Não fosse a determinação de jogada e a raça de Alecsandro, autor dos dois gols do Inter, o horroroso teria ficado nos 4 a 0 agregados.

Do lado do Corinthians, o velho futebol que se defende, fingindo atacar com Dentinho e o Jaca. Com um único personagem futebolístico: Jorge Henrique. Este quer futebol. Quando não, catimba. Como aconteceu na falta que fez no Índio, e o juiz não marcou, e desdobrou no primeiro gol, feito por ele mesmo. Ele tem o dom da ubiquidade: está em todos os lugares. O segundo gol foi a cara cuspida e lambida do Dunga. Correria de André Santos pela esquerda, o Magrão vacilando na marcação, o goleiro Lauro ausente. Por fim, pelada em grande estilo futebol brasileiro ‘dungado’.

Notas de destaque: A confirmação da suspeita que a diretoria do Inter tinha sobre o juiz da partida: cristalina tendência pró Timão. E a confirmação que Cristian, do Corinthians, é uma rapaz não confiável. Não carrega a honestidade necessária para participar de um enlace coletivo. A paralisação da partida com tumulto foi obra do seu sentimento de inferioridade, que o faz agir com raiva e desdém contra os que toma como rival. A vitória para si não é um acontecimento feliz, é um momento para manifestar ao outro seu ódio. É um rapaz perigoso para o futebol comunhão coletiva.

E então, gostou? Quer saber qual o time que torço? América, que foi campeão domingo com 3 gols no Nacional. Só não fez mais porque Deus teve pena do Naça.

Trave oooOOOO…….. LIBERTADORES?

Pela Libertadores, que entristece o futebol sul-americano, teve o entrave Nacional do Uruguai e Estudiantes da Argentina.

Precisando apenas de uma empate, o time argentino meteu dois de autoria de Besolli. O primeiro um belo chute cobrindo o goleiro, depois de receber um presentaço da zaga. O segundo, depois de receber na frente da pequena área um cruzamento da esquerda, dominou a Dendeca, esperou o goleiro, meteu-lhe um drible e mandou a beleza dos estádios se aconchegar nas redes.

Já o do Nacional, depois de pressionar o time do Estudiantes, um lançamento da frente da grande área pegou Medina disputando a bola com a zaga, levando-a de vencida e… pronto. Agora o time argentino espera um dos brasileiros, Cruzeiro ou Grêmio, para decidir a triste Libertadores temporada 2009.

Trave O ###…….. AMANHÃ TEM….

No Beira-Rio, em Porto Alegre, Grêmio e Cruzeiro. O time pampeiro precisa ganhar com diferença de 4 gols para levar a classificação.

*$&¨#)@§.!”%(_+-=¢¬;>…{°I£

Trave + + +….. Cristiano Ronaldo, em terras lusas, foi intimado a comparecer ao Distrito Policial para depor sobre agressão em jovem lusitana de 17 anos.

Cristiano, o educado jogador do Real Madrid, conhecido como baladeiro, ia orgulhoso em sua Ferrari, acompanhado com de sua mater, Dolores, quando ao lado de seu humilde carro parou outro carro com uma adolescente pedindo um autógrafo. Cristiano, o sensível educado, em seu estilo, “porque eu sou é homem”, sentou chutes no carro onde se encontrava a jovencita produto do show das amenidades, quebrando os vidros, que caíram sobre a jovem menina-moça, ferindo-a. Coisas do futebol gueto.

TRANSPARÊNCIA DA TIRANIA DA PMM NO TRANSPORTE COLETIVO DE MANAUS

Quando o vice-governador Omar Aziz (PMN) foi acusado na CPI da Pedofilia, um conhecedor da história da política amazonense analisou não apenas este acontecimento, mas a mudança subjetiva que permitia, “moralmente”, atos considerados imorais, ou mesmo amorais, a serem observados apenas do ponto de vista jurídico. E só. Por exemplo, não interessa mais ao vice-governador prestar qualquer tipo de “contas” a sua mãe, seu pai, sua família, esposa, amigos, por exemplo; interessa apenas defender-se judicialmente. Não fosse o desconforto causado pela memória da opinião pública, o professor Gilson Monteiro nem sequer tinha sido violentado pelos irmãos do vice-governador. Não havendo mais lugar para a moralidade moderna, resta apenas o recurso da transparência pós-moderna. O que gestão à frente da atual Prefeitura de Manaus vem se utilizando de forma plena, isto é, totalitária. Maior exemplo disso são os últimos decretos da Prefeitura Municipal de Manaus (PMM), que são as maiores violências contra a população manauara, mas estão muito bem respaldados pela Câmara Municipal de Manaus (CMM), indiscutivelmente publicados no Diário Oficial do Município (DOM) e, transparentemente, divulgados pelo site da PMM.

CADASTRAMENTO – Decreto 0189, DE 30/06/2009

Cadastro das Instituições de Ensino 02 a 10 de julho no site da Prefeitura

De acordo com o Decreto, para garantir ao estudante a meia- passagem, todas as instituições de ensino devem preencher um cadastro (formulário eletrônico) no site da Prefeitura de Manaus (www.manaus.am.gov.br) , entre os dias 02 a 10 de julho. As instituições devem ser reconhecidas pelo Conselho Educacional correspondente. Entre vários campos do cadastro, as instituições devem fornecer informações como nome da razão social, CNPJ, número de alvará, nome do proprietário etc. (ver Art. 3º Parágrafo único do Decreto 189).

Entre os dias 11 de julho a 16 de julho, o Instituto Municipal de Transito e Transportes (IMTT) irá checar os dados junto aos órgãos competentes e validar o credenciamento das instituições de ensino.

Cadastro dos estudantes 18 a 31 de julho no site da Prefeitura

Para fazer uso do benefício da meia passagem, o estudante deverá se cadastrar no site da Prefeitura de Manaus (www.manaus.am.gov.br) no período de 18 a 31 de julho. Será necessário informar os dados indicados no §3º do artigo 5º. Terminado o prazo de cadastramento, as informações fornecidas pelos estudantes serão encaminhadas para as instituições de ensino, que farão a confirmação e validação dos dados. Caso o estudante perca o prazo de cadastramento, ficará impedido de fazer novas aquisições de passes, podendo apenas usar créditos já existentes no cartão.

Quantidade de passes

Após fazer o cadastro, o estudante recebe uma senha para acompanhamento do processo de seu pedido de concessão da meia passagem. Por meio do sistema eletrônico, o estudante poderá saber, automaticamente, a quantidade final de passes a que terá direito, considerando, inicialmente o que foi informado.

No dia 18 de agosto, após a checagem feita pelas escolas, será disponibilizado no sistema a quantidade de passes final a que o estudante terá direito. Caso o cadastro do estudante não tenha sido validado, ele deve dirigir-se à sua instituição de ensino para questionar a nulidade da validação.

MEIA PASSAGEM – Decreto 0190, de 30/06/2009

Terão direito ao passe-escolar os estudantes das escolas de ensino fundamental, médio, pré-vestibulares, cursos supletivos, universitários, de graduação e pós-graduação, e aos cursos livres, técnicos e de língua estrangeira, reconhecidos pelo conselho educacional competente, com carga horária mínima de 200 (duzentas) horas/aula ao ano.

A partir de agora só terá direito ao benefício o estudante que residir a mais de um quilômetro da instituição de ensino. Inicialmente a aferição será auto-declaratória, e o estudante será responsável pela informação.

A partir de 1º de janeiro de 2010 a apuração das distâncias será feita por meio de sistema tecnológico, que já está em desenvolvimento.

A aquisição da meia passagem deve ser feita de forma antecipada. O estudante deverá adquirir os créditos via Internet, no endereço passafacil.sinetram.com.br, onde poderá gerar boleto de cobrança no valor correspondente ao número de passes que pretende comprar. Esse processo poderá ser feito até o limite de passes a que tem direito. O pagamento do boleto poderá ser feito em toda a rede bancária, lotéricas e agências dos Correios até o dia do vencimento. Após a compensação bancária (entre 24h) o estudante poderá carregar os créditos em um dos 70 pontos de recarga já existentes.

O controle da freqüência escolar, para fins de acompanhamento do uso do benefício, será feito apenas a partir de janeiro do próximo ano.

A emissão da primeira via do cartão do passe-escolar será gratuita.

GRATUIDADE – Decreto 192, de 30/06/2009

A gratuidade do transporte coletivo urbano continuará a contemplar os beneficiários definidos nos artigos 258, XV e 261 da Lei Orgânica do Município, incluindo os trabalhadores do sistema de transporte coletivo urbano da capital, portadores de necessidades especiais e com elevado grau de deficiência; pacientes com câncer; AIDS e hipertensão maligna, em tratamento e comprovadamente carentes.

O acesso ao benefício será feito por meio do uso do Cartão Gratuidade, para o qual será necessário cadastramento. O cadastramento e o recadastramento serão feitos no período de 1º de agosto a 31 de dezembro. A partir dessa data esses beneficiários passarão a utilizar a catraca dos coletivos. A exceção é para os idosos acima de 60 anos, que poderão ter acesso ao transporte gratuito apenas com a apresentação do documento de identidade.

Os carteiros e os policiais militares, que também têm acesso ao Sistema gratuito durante a execução das atividades profissionais, também serão cadastrados. O cadastro será feito a partir de convênio a ser firmado entre o IMTT e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios), e entre o IMTT e a Polícia Militar.

VALE TRANSPORTE/PASSA FÁCIL – Decreto 0191, de 30/06/2009

Entre os critérios que estabelece o uso do Cartão Inteligente Vale Transporte (Passa Fácil), o decreto municipal determina que os validadores para a utilização do cartão, na modalidade de descarga de crédito, deverão estar instalados exclusivamente no interior dos veículos do sistema de transporte coletivo convencional e alternativo.

Os validadores instalados em outros pontos que não sejam no interior dos veículos serão retirados entre os dias 7 e 10 de julho.

Essas medidas foram tomadas pela Prefeitura com o objetivo de regular as atividades de resgate de vales transporte perante o órgão gerenciador e de comercialização de crédito.

Não restam dúvidas sobre a transparência da PMM. A violentação foi consolidada pela via jurídica-administrativa. Não é possível interpor argumentos inteligíveis na mesma ordem do Executivo e do Legislativo municipais. Como já dissemos aqui outras vez neste bloguinho, o significante foi separado do significado e opera o totalitarismo do significante pelo significante: a Lei escrita e publicada.

Todos os decretos publicados no site da PMM servem ao Sinetram e ao seu presidente, Acyr Gurgacz, aquele dos mais de duzentos processos, “vitalício prefeito de Manaus”, principalmente o que se refere ao decreto 0190, à absurda, atualmente aprovada, Lei da meia-passagem. No entanto, todo argumento-práxis serve para dissolver a tirania da atual gestão de Amazonino cassado na PMM. Assim é que as autênticas entidades estudantis (UEA, UEE, UMES, UESA, UBES), juntamente com o vereador José Ricardo (PT) e o deputado federal Francisco Praciano (PT), estão tentando reverter do ponto de vista jurídico (com liminares), assim como a aprovação popular de um novo projeto que garanta o direito integral dos estudantes (ao menos como era antes) e, além disso, estão realizando mobilizações cotidianamente para, no retorno às aulas, depois do recesso, pressionar com passeatas e paralisações em toda a cidade, como ocorreu nos meses anteriores.

Tudo indica que até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) resolver confirmar ou não a cassação de Amazonino e Carlos Souza, o transporte coletivo de Manaus continuará, “transparentemente”, conforme os ditames totalitários do empresariado, em detrimento da população.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.205 hits

Páginas

Arquivos