Arquivo para 10 de julho de 2009

SARNEY NÃO PARA DE SER LEMBRADO

Para um homem religioso, moralista e impoluto como o senador Sarney, presidente do Senado, o entendimento de sua angústia parlamentar reduzido no termo “baixo-astral” não soa conveniente. Melhor seria usar via-sacra. Só um homem ‘santificado’ tem o interesse de ser parte da memória coletiva. Só um homem ‘santificado’ vivendo sua vaidade na terra, institui uma Fundação com seu nome para servir de lembrança de seus feitos enquanto presidente da República (que República foi esta?) e de seus feitos literários.

Fundação José Sarney! Boas lembranças. Boas lembranças de seu governo. Boas lembranças para uma minoria. Entre esta minoria, uma menor minoria: a mídia. Esta construiu, com os privilégios angariados nesta personal-história, a memória dos feitos ‘sarneyzantes’. Ironia: esta parte da memória de Sarney, hoje, encontra-se em posição de ataque contra o maranhense/amapaense senador. Coisa da mídia de mercado: estar onde se encontra o lucro. Nunca teve idéias democráticas.

Mas Sarney encontra-se coberto de razão em querer ser lembrado pelo presente/posterior/passado. É direito de todos. Só que como Sarney é um amante do sistema capitalista, da propriedade privada, ele deveria fazer uso de sua própria fortuna para manter a imagem-dilatada de seu próprio narcisismo político, e não fazer uso de verba pública para manutenção de seu tamanho ego-colonizado. Esta verba bem poderia ter sido usada, principalmente, em produções artísticas de entidades amadoras que tantas criações têm colocado como novas formas de percepções e saberes no corpus do Brasil.

Mas Sarney, em seu umbigo ‘santificado’, não entende desta realidade artística-política. Só de sua realidade personalista que hoje, dia 10, levou o senador Cristovam Buarque, seu par no Senado, afirmar que “está faltando credibilidade na direção do Senado”, e que para o processo de investigação correr livremente é preciso seu afastamento da Presidência.

E como se não bastasse, o grupo de parlamentares que se encontra pleiteando seu afastamento entrou com pedido no Ministério Público, para opinar sobre o caso. Querendo, também, a participação da Ordem dos Advogados do Brasil e da Associação Brasileira de Imprensa na luta, além de outras autoridades.

E, por sua vez, aproveitando a ‘santidade’, o senador “Orgulho do Amazonas”, Arthur Neto, entrou com pedido de investigação na Procuradoria-Geral da República contra o diretor de sua Fundação José Sarney, Raimundo Quintiliano, além de um pedido de investigação a ser feito pela polícia.

É, mano. Como é concreto ser imortal.

ENCONTRO NACIONAL SOBRE HIV/AIDS

Realiza-se em Curitiba, do dia 9 ao dia 12, o Encontro Nacional sobre HIV/AIDS. O Encontro, que conta com a participação de 90 jovens nas idades de 15 a 25 anos que vivem ou convivem com HIV/AIDS, provenientes de vários Estados, tem como tema básico a “Qualidade de Vida”.

Além de várias entidades relacionadas com o tema, participam também representantes da Secretaria Nacional da Juventude e Rede Nacional de Grupos, Movimentos e Organização de Juventude.

Sendo uma realidade da sociedade pós-moderna, o HIV/AIDS ocupa um dos principais territórios sociais como tema de interesse geral. Desta forma, encontros como este, que no momento se realiza em Curitiba, é de precípua importância, não só do ponto de vista médico e afetivo, como também do ponto de vista político. Visto que esta enfermidade tem relação, tanto em seu aparecimento, quanto sua prevenção e tratamento, implicação política no mundo que nenhuma enfermidade teve, ou tem dado a sua força contemporânea no conceito de doença que vai além do conceito bio-médico tradicional. Trata-se de uma acontecimento implicante dos discursos político, moral, religioso, genético, biológico, farmacológico, cultural, antropológico, etc, que mudou todas as enunciações do conceito de doença e cura, principalmente na sociedade capitalista.

Com informações da Agência Brasil.

PROCESSO SELETIVO FEDERAL: CONCURSOS

O Diário Oficial da União publicou hoje, dia 10, a Portaria Interministerial 189, autorizando a Previdência Social, o Ministério da Saúde e o Ministério do Trabalho a realizarem Processo Seletivo para preenchimentos de vagas nestes órgãos.

O Edital, que está sendo elaborado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf) será apresentado ao público na semana que vem em publicação no Diário Oficial da União. Nele constará informações sobre as inscrições, números de vagas, descrição das atribuições, remuneração e o tempo de contrato previsto no Artigo 6º do Decreto nº 4.748, de 2003. Segundo as necessidades dos órgãos, o contrato será de no mínimo 1 ano, podendo, se preciso, ser estendido até no máximo 5 anos.

A seleção constará de prova escrita.

VAGAS PARA FUNASA

A FUNASA selecionará 54 profissionais, sendo 44 engenheiros covil ou sanitaristas, para os Estados do Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Sergipe e São Paulo.

Hidrogeologia e Geologia, 3 vagas para os Estados Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Maranhão.

Bioquímica ou Biologia, 2 vagas analistas, Amazonas.

Engenheiro Civil ou Engenheiro Sanitarista, 3 vagas para o Distrito Federal.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE PRODUÇÃO MINERAL

O Ministério do Planejamento autorizou concurso público para o Departamento Nacional de Produção Mineral, para preenchimento de 256 vagas.

Vagas para o Nível Superior: 182, analista ambiental e especialista em recursos minerais.

Vagas para o Nível Médio: 74, técnicos em atividades minerais e técnicos administrativos.

Quando da seleção: Segundo semestre.

Salários: R$ 1,7 mil a R$ 5 mil.

Informa-te, mano. Não perde esta convocação para o ‘trampo’. Se é da tua área, vai lá, mano.

Com informações da Agência Brasil.

ADESÃO DA VENEZUELA AO MERCOSUL: “CHANCE HISTÓRICA DE INTEGRAÇÃO” vs. “BIZARRICES POLÍTICAS”

Em certa medida, pode-se dizer que o maior intento do presidente venezuelano Hugo Chávez foi desterritorializar a América Latina, por isso toda a ojeriza do chefe do terrorismo de Estado, Bush Jr., contra ele e vice-versa. Em tempos de Globalitarismo, não era apenas um confronto ideológico a lá Guerra Fria, mas a partir de Chávez, principalmente para a América Latina, tornou-se perceptível mais do que nunca a ruptura definitiva com o padrão dominado/dominador para uma nova organização geopolítica, que afeta tanto os Estados Unidos, quanto a Europa, Oriente Médio, Ásia, em suma, todo o globo.

É claro que Chávez sozinho não faria tudo isso, mas a questão não é meramente individual, mas de ordem subjetiva; pois, pelas bandas de cá, foram insurgindo-se outros muito próximos ideologicamente e outros abertos ao diálogo político-econômico como Rafael Correa, Evo Morales, os Kichner, Lula, Daniel Ortega, Tabaré Vasquez, Michele Bachelet, Lugo. Mas Chávez, ou no que se tornou simbolicamente Chávez, continuou sendo uma espécie de mediador das práticas reais no Mundo Global.

CHANCE HISTÓRICA DE INTEGRAÇÃO”

Há muito se desenvolve uma das questões mais importantes para a América do Sul: a adesão ou não da Venezuela ao Mercosul. O Brasil tem um papel, devido a autoridade internacional de Lula e o fortalecimento da economia brasileira, fundamental nessa escolha. E essa escolha aponta para que lado, ou melhor, lados apontam os diversos dedos da classe política brasileira.

Assim, segundo a Agência Brasil, para o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, em audiência na Comissão de Relações Exteriores do Senado, a adesão da Venezuela ao Mercosul é “uma oportunidade histórica de consolidar o processo de integração da América do Sul”. No que alguns senadores, como Eduardo Suplicy (PT-SP) e Cristovam Buarque (PDT-DF), mesmo não tão amantes à figura de Chávez, concordam.

BIZARRICES POLÍTICAS”

Mas, ainda segundo a Agência Brasil, alguns senadores se apresentaram com argumentos contrários à adesão, entre eles, nada menos que Fernando Collor (PTB-AL), Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) e, como não podia faltar, o 5,5% “Orgulho do Amazonas”, Arthur Neto (PSDB). Bem, não foram exatamente argumentos, mas irracionalidades verborrágicas. Os dois últimos, Collor e Mozarildo, disseram “não ter pré-disposição definitiva para rejeitar o ingresso venezuelano no Mercosul, mas sim a preocupação em saber se este é o momento mais propício para a concretização da medida”. Que disposição teriam Collor, com seu histórico impeachment, e o tacanho Mozarildo? Mas Arthur, mesmo estando à frente do governo neoliberal de Fernando Henrique, que quebrou o Brasil três vezes, aumentou o nível, fazendo das suas bizarrices costumeiras, disse que Hugo Chávez é marcado por suas “bizarrices políticas”, que “não gostaria de ver um palanque antiamericano estudantil”, e fechou demonstrando toda verve reacionária que lhe escorre: “Não consigo pensar em aliança melhor para o Brasil do que a que passa pelo eixo dos Estados Unidos e Europa.” Maravilha! Quem sabe nosso “Orgulho do Amazonas”, com reduzido coeficiente eleitoral, ainda não fica conhecido internacionalmente por suas bizarrices políticas?

OPOSIÇÃO TRAZ ADVERSÁRIOS DE CHÁVEZ”

O portal Vermelho, que enfatizou no título a chamada acima, pautou-se nos 8 convidados que deveriam debater de forma técnica as questões em torno da adesão venezuelana. Mas a a-posição trouxe, entre seus quatro convidados, o escritor escritor Gustavo Tovar-Arroyo e o ex-prefeito da cidade de Chacao, Leopoldo López, ferrenhos opositores de Chávez.

Já no lado da defesa da adesão, o principal convidado foi o empresário Darc Costa, presidente da Federação das Câmaras de Comércio e Indústria da América do Sul, que deu ênfase às questões conjunturais: “A elite brasileira tem o mesmo projeto para o país. Não podemos deixar que a nossa elite se divida por causa da divisão das elites dos outros.”

O único convidado pró-Chávez, o embaixador da Venezuela no Brasil, Julio Garcia Motoya, recusou o convite em uma carta em que afirma os senadores brasileiros “limitarem a discussão e a análise do tema ao jogo de interesses de particularíssima condição política”.

Se os senadores brasileiros acharam as palavras de Motoya ofensivas, imagine-se o que acharão os venezuelanos da verborragia de Arthur. Nada, os venezuelanos saberão diferenciar lucidez de paroxismo retórico/mental.

SUBJETIVAÇÃO POLÍTICA DO EVENTO

Tanto Chávez quanto o governo Lula sabem que não há isenção e imparcialidade técnica no debate, mas um enfrentamento político em todas as frentes e costas. Só faltou à a-posição convidar Fernando Henrique; mas é que a imbecilidade não chega a tanto. Não fosse Lula ter impedido a progressão da direita e se empenhado no fortalecimento do Mercosul, para o qual a Venezuela é de fundamental importância, a dupla PSDB-PFL teria há muito colocado o Brasil em regressão, promovendo a privatização generalizada dos maiores patrimônios nacionais, como fez com a Vale do Rio Doce e as Telecomunicações, e aderindo à Área de Livre Comércio das Américas (ALCA), da qual se tem notícias no Peru através da chacina de dezenas de indígenas. É aí que reside o impulso da a-posição em forjar uma suposta crise no Senado; não tem nada com vontade democrática, mas tão somente tentar impedir o movimento da democracia. Mormente é uma questão que diz respeito a todos, pois se já não existe dentro e fora, as lutas estão em todos os lugares: lá, aqui, ali, acolá, alhures…

POR FORA DE FUTEBOL

Por fora de futebol

“Eu entro em campo para ser feliz.”

Valdívia, craque chileno

Trave ////////// RECOPA SUDAMERICANA

4 a Zerô. 1 na ida e Zerô na ida. 3 na vinda e Zerô na vinda.

Quando o São Paulo goleou o Internacional, disseram que o ex-time do Muricy era o bicho. Quando o Corinthians ganhou do Colorado em São Paulo, e empatou com o Colorado em Porto Alegre, disseram: “O Timão é que é o tal”. Agora, o esquadrão equatoriano empurrando duas derrotas nos gaúchos, a balela paulista foi desmontada. Nenhum dos dois times paulistas são bons, é o Internacional que é ruim.

Todas as partidas jogadas pelo time Colorado foram semelhantes: não tem defesa, o meio não arma e o ataque é inoperante. O time, com esta face, pega uma LDU bem distribuída em campo, concatenada, movimentada, ousada, aguerrida, confiante e arrojada, só tinha que levar couro.

A LDU, na peleja da noite passada, entrou em campo, e com 5 minutos se percebeu e entendeu, que do jeito que estava jogando, qualquer momento poderia fazer uma gol. Aos 8 minutos do primeiro ‘time’, corner pela direita, cobrança, Dendeca sobe, cai no meio da grande área na cabeça do velho — velho para o futebol, mas novo para o Rock —, Espínola, não deu outra: Dendeca se arreganha na rede.

Estava facílimo, talvez, neste momento, nem torcedor Colorado, apaixonadíssimo, acreditasse que a coisa mudaria. O time não acertava uma. A LDU só… Ataque da turma do Correa pela esquerda, Vera cruza quase no mesmo lugar do primeiro do desespero inicial, e Belier sobe de cabeça, e lá vai a Dendeca para onde gosta de penetrar. Estávamos aos 39 minutos.

Intervalo. Hora dos reclames. Hora de líquido por cima, e líquido por baixo, mais fala do professor. O segundo ‘time’ não será como o primeiro, imaginam os Colorados, em máxima ‘heraclitiana’. Claro que não foi: piorou.

A LDU nem lembrou que estava ganhando de 2. Aos oito, jogada alçada para a grande área do Internacional, a Dendeca sobra para o pé de Vera, que chuta no lado direito de Lauro, mas a trave é grande demais. Os equatorianos comemoram, na noite, pela terceira vez. Estádio lotado, afirmando a força do futebol embaixo da Linha Equatorial. Zona quente demais para o Internacional.

Com a entrada de Alecsandro, depois do terceiro tento, o Colorado melhorou uma pouco, mas como diz o credo socialista: futebol é coletivo, meu. Não deu.

Pois é, seu Zé! Imagine, seu Zé, um time vampirizado. Imaginou? Agora, imagine os vampirizados perambulando pelo campo. Imaginou? Pois foi este o Internacional da noite passada, seu Zé. ‘Míngüem’ escapou na perambulação. O chamado craque argentino, D´Alessandro? Tremendo blefe. Negas de pitibiriba de futebó. E o ausente Nilmar? Distante.

Perguntaram para o Nilmar se ele tem algum jogador que lhe serve de inspiração, e ele respondeu que até 2008 era o Romário, mas que a partir de 2009 passou a ser o Ronaldo jaca que cai. Ele tem razão. O púbere está seguindo fielmente seus dois ídolos: passa a partida toda na banheira. E ninguém sabe como ele não pega um resfriado.

No mais, foi só festa bolivariana. A Sudamericana ficou no lugar certo, com a equipe certa. Jogou, jogou, jogou… ganhou. Vai que é tua, Equador!

Trave OOOOOO CREDO DO CRAQUE

Creio no craque

Que amacia a Dendeca no peito

Deixa ela deslizar em seu corpo

Correr leve na grama

E a embala suave na rede.

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,Um menino estava, triste, sentado em uma calçada. De repente ele viu um caroço de tucumã, e o mundo se transformou em uma só alegria. GOOOOOL!

SECRETARIAS IGNORAM DECRETO MUNICIPAL E MANTÊM FUNCIONÁRIOS EM REGIME DE TRABALHO IRREGULAR

Servidores de algumas secretarias municipais estão apreensivos. É que em algumas delas, já há algum tempo, a carga horária de trabalho, que era de 6h diárias e 30 semanais, passou arbitrariamente para 08h. Inclusive, em algumas situações, irregularmente, como o caso dos técnicos da assistência social (assistentes sociais e psicólogos) que atuam nos CRAS, cujos contratos especificam 06h de trabalho diárias e que já, há mais de 3 meses, atuam em regime de 40h (08h diárias), e com o pagamento irregular. Servidores em regime RDA também têm sua rotina alterada em virtude do vai-e-vem da carga horária de trabalho, que varia de acordo com cada secretaria.

No entanto, na última quarta-feira, foi publicado no DOM o decreto No 0203, que regulamenta a jornada de trabalho dos servidores municipais. Nesta, fica claro que, à exceção dos cargos de chefia, de confiança, comissionados, direção ou assessoramento, todos os outros devem cumprir carga horária diária de 06 horas.

DOM, de 07 de julho de 2009 – clique na foto para ir à edição eletrônica. O decreto está na página 21.

Qualquer pessoa sabe que um decreto publicado no diário oficial deve ser imediatamente colocado em prática, mesmo que tenha sido editado por uma gestão sub judice. No entanto, na Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, por exemplo, já são 72 horas do decreto, e nem sinal dos servidores com o direito à redução da jornada serem sequer informados da mudança.

Se se trata de mais uma evidência da debilidade institucional da gestão Amazonino/Souza, incapaz de comover como outrora os ‘nichos’ da força microfascista que se fazem presentes desde o gabinete do prefeito até o atendimento ao público em alguns setores municipais, ou se a questão é de desrespeito ao trabalhador, como um atavismo de uma prefeitura que não se ocupa das questões públicas por inapetência cognitiva.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.246.601 hits

Páginas

Arquivos