Arquivo para 21 de julho de 2009

QUILOMBOS AMEAÇADOS, INCRA E A AGU SE POSICIONAM

O instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) entrou no Supremo Tribunal Eleitoral (STF) com pedido de amicus curiae: amigo da Corte, e não amigo das partes em disputa em uma questão jurídica. Cujo sentido do amicus curiae é chamar atenção da Corte para fatos ou circunstâncias que de qualquer sorte poderiam não ser observadas. Com este pedido, o INCRA pretende garantir o Decreto 4887, que regulamenta o Artigo 68 da Constituição e estabelece procedimentos para a titulação de terras às comunidades remanescentes dos Quilombos, que se encontra ameaçado pela ação direta de inconstitucionalidade (Adin) do DEM, e que tem como relator o ministro Cezar Peluso, e ainda pode ser julgada ainda em 2009.

O amicus curiae, para a assessora da Procuradoria do INCRA, Renata Cedraz, pode permitir os ministros conhecerem os procedimentos de regulamentação e titulação aplicados pelo órgão, como também as implicações que podem decorrer da derrubada do documento, além das titulações baseadas no decreto poderem ser questionadas e o processo de regulamentação poder ficar sem regras.

Ainda para a assessora da Procuradoria, Renata Cedraz, a derrubada do decreto poderá acarretar preocupações internacionais. Já que, segundo ela, “a defesa do Estado se sustenta no decreto. Sem ele, a situação internacional do Brasil pode ficar comprometida”.

Postando-se também neste interesse, a Advocacia Geral da União (AGU), depois das reivindicações dos militantes do Movimento Quilombola e de entidades dos Direitos Humanos, pediu uma audiência pública à Corte Suprema para aprofundar discussões sobre o tema e apresentar aos ministros o entendimento do assunto das comunidades.

O decreto é coroação da política pública do governo federal para Quilombolas. Elenca princípios básicos a auto-identificação, assegura que a terra ocupada não é o espaço meramente destinado à habitação, preserva o espaço para o desenvolvimento econômico, cultura e social das comunidades, além de caracterizar a propriedade como coletiva e não alienável”, afirmou o consultor-geral da AGU, Ronaldo Jorge Araujo.

Existem no Brasil 5 mil comunidades Quilombolas, mas somente 80 conseguiram o título de propriedade, documento que assegura soberania dos Quilombolas sobre seus territórios, garantindo condições de existência, afirmam os representantes dos Movimentos Quilombolas. Aí uma causa que devem todos os brasileiros se engajarem para que os direitos históricos de um povo sejam constituídos. Nisto, a demonstração da inutilidade da ação do PFL, auto-intitulado de Democratas.

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TEATRO DO OPRIMIDO

Com o objetivo de reunir pessoas de várias partes do mundo e culturas diferentes que trabalham com a dramaturgia do Teatro do Oprimido, criada pelo teatrólogo, Augusto Boal, que morreu em maio do presente ano,  para discutir idéias, criar novas parcerias, pensar metas para o futuro, e como avançar com o movimento mundial, segundo afirmação da coordenadora do Centro do Teatro do Oprimido, Helen Sarapecki, está sendo realizado no Rio de Janeiro, em três espaços no Centro do Rio: Caixa Cultural RJ (Teatro Nelson Rodrigues e Teatro de Arena) e no Centro de Teatro do Oprimido, com a participação de representantes de seis continentes, e dezesseis estados brasileiros, a Conferência Internacional do Teatro do Oprimido, cuja duração vai do dia 20, até o dia 26. De acordo com a programação até quinta-feira a participação é aberta ao público em geral, mas a partir de sexta-feira até domingo, a participação estará restrita aos 80 adeptos do Teatro do Oprimido que irão discutir proposta para serem levadas, em julho do ano 2010, em Belém, no encontro internacional do Congresso Mundial da Associação Institucional  de Drama/Teatro e Educação.

DO MÉTODO DO TEATRO DO OPRIMIDO

O Teatro do Oprimido, eminentemente de rua, criado pelo teatrólogo Augusto Boal, vem das observações políticas e sociais de Boal, sobre a condição da sociedade brasileira oprimida, principalmente no período da ditadura, mais seus estudos sobre o método de Distanciamento, no teatro do alemão Bertholt Brecht.

Como trata-se de uma pedagogia teatral socialista de tentativa de libertação das classes oprimidas sob os interesses das classes opressoras, várias vezes seu criador, Augusto Boal, foi detido pela repressão militar no tempo da ditadura. Chegando mesmo a ser torturado. Tal a força de sua dramaturgia como vetor educacional dos pobres e oprimidos.

Carregando códigos capazes de fazer emergir formas de existências livres, o método do Teatro do Oprimido, é aplicado em várias instâncias sociais. Nas escolas, nas igrejas, nas fábricas, hospitais psiquiátricos, centros comunitários, sindicatos de trabalhadores… sempre em territórios onde a falta de liberdade imprimi no sujeito as enfermidades. Principalmente as enfermidades econômicas-políticas-sociais.

Daí que este encontro, não se reduz apenas aos interessados pela arte dramática, mas à todos que querem, e, exercitam a estética do filos político: o amor a democracia. A sociedade dos amigos.

O Teatro do Oprimido só faz afirmar que o Teatro, como arte coletiva, carrega a potência das transformações sociais. Dado o seu grau pedagógico de análise política.

Nos links abaixo:

Leia o Release……………………………..Confira a Programação

OBRIGAÇÃO E SAÍDA DE OGANS NO TERREIRO DE MÃE VALKÍRIA

Wagner-Junior 01 por você.
Clique nas imagens para ampliá-las.

No sábado (11) e segunda-feira (13) tivemos uma obrigação de três anos, do garoto Wagner de Oxóssi, e uma saída, de Junior de Oxaguiã, no terreiro de Mãe Valkíria.

WAGNER DE OXÓSSI, ALAGBÊ DE IANSÃ

Wagner-Junior 02 por você.

Conversamos com o alegre garoto Wagner, que nos falou que desde os seis anos participa dos cultos afro no terreiro de Mãe Valkíria, que é sua avó carnal, e que aos sete anos fez sua saída como Alagbê de Iansã. Aqui ele, junto a Iansã, sendo conduzido por Pai Gilmar de Yemonjá, faz sua obrigação de três anos.



Mãe Valkíria acrescenta algumas histórias a respeito da trajetória do pequeno Wagner no Candomblé em seu terreiro:

Wagner-Junior 05 por você.

O Wagner é alagbê de Iansã. Ele é meu neto. Foi feito pelo Pai Gilmar de Iemanjá, confirmou ele pra minha Iansã. Ele é de Oxóssi. Então Oxóssi confirmou ele pra entregar pra minha Iansã. Sábado ele pagou obrigação de três anos. Apesar de ele ter dez anos de idade, ele já faz a obrigação de três anos, porque ele foi feito bem novo, com sete anos. Graças a Deus, hoje ele é uma pessoa sadia, é uma criança meiga, uma criança boa. Em vista do que ele era nós podemos dizer que tivemos um grande sucesso com o Wagner, que só no fato de que ele vivia doente, Oxóssi acolher ele e hoje ele não ter mais os problemas que ele tinha já é uma vitória.


Ele é filho do meu filho Nato, também de Oxóssi, também ogan confirmado. No dia que o pai dele tava fazendo sete anos de santo ele foi confirmado. Hoje ele tem três anos de santo, quando o pai dele fizer quatorze anos de santo ele faz sete. Vão dar obrigação juntos mais uma vez. Dentro da minha casa Oxóssi é tudo, por isso pra mim é uma satisfação.

Wagner-Junior 11 por você.

Wagner-Junior 10 por você.

Wagner com Brasinha, erê de Iansã.

JUNIOR DE OXAGUIÃ, AXOGUM DE IEMANJÁ

Na continuação na segunda-feira (13), houve a saída de mais um ogan da casa de Mãe Valkíria, Junior de Oxaguiã, axogum de Iemanjá, um rapaz ativo e envolvido em diversas atividades religiosas e comunitárias.

Wagner-Junior 21 por você.

Conversamos com Junior, que além de candomblecista, cultua outras religiões e outras práticas, faz parte de uma banda heavy metal, publica com outro parceiro um zine na zona Leste de Manaus e já tem publicada uma novela literária. Deixamos aqui esta conversa, entremeada com imagens de sua saídaWagner-Junior 18 por você.

Faz cinco anos que eu convivo com a religião, e faz alguns meses que eu aderi como minha religião. Mais uma religião que eu participo, não propriamente religiões, mas práticas. Eu ainda tenho ligação com o hinduísmo. Eu resolvi adentrar ao Candomblé pela paixão que eu comecei a sentir pelos orixás e a grandeza que é tudo isso. Então eu quis participar não só de fora, mas dentro da religião.

Wagner-Junior 12 por você.


Wagner-Junior 19 por você.

Afora isso, eu tenho um zine também que trabalha com heavy metal, no meio underground. Foi desse meio justamente que me veio a curiosidade de conhecer o Candomblé. Foi ao contrário do que geralmente o pessoal vê de fora, com preconceitos. Eu comecei a ver de outro lado. E eu vou continuar com a Umbanda, todas as minhas práticas, eu participo também de alguns rituais, como o Calendário da Paz, que é do Tizoco Maia. Uma coisa não impede a outra, o Candomblé é uma religião pagã, sem preconceitos.

Wagner-Junior 13 por você.

Wagner-Junior 16 por você.

Wagner-Junior 20 por você.

Vou procurar me desenvolver, porque eu gosto muito de ser radical, no sentido de na raiz das coisas, e misturar o que eu consigo, indo buscar os panteões de antigas religiões, um pouco de cada, procurando sempre ascender. Eu procuro conhecer um pouco e ver se tem alguma coisa a ver comigo. Eu conheço um pouco de Umbanda, e conheço um pouco de Candomblé, e pretendo conhecer mais ainda agora que eu confirmei a entrada na religião.

Wagner-Junior 22 por você.


Wagner-Junior 17 por você.

Mãe Valkíria falou-nos também de suas espectativas quanto à saída desse novo babá de corte de sua casa, Junior de Oxaguiã, axogum de Iemanjá:

Pra mim é uma satisfação eu ter o Junior como meu ogan, de minha Iemanjá. É uma honra ter mais um ogan na minha casa. Cada filho de santo que a gente tira na casa da gente é uma satisfação. O Junior, em especial, é uma pessoa muito cativa à religião, é uma pessoa muito sábia. Eu espero que ele leve à frente, com cada vez mais gosto. Esta é uma obrigação que ele fez com muito sacrifício, que todo mundo que passa pelo roncó sabe que é muito sacrificante. E ele venceu, e por isso eu espero que, por ele ser uma pessoa muito dedicada e sendo uma pessoa meiga, como ele é, uma pessoa boa, ele entenda que a lei do santo é essa. Às vezes a gente sofre um pouco, mas depois a gente vence e é recompensado. Tudo que a gente faz pros orixás, a gente tem recompensa. Orixá não é riqueza; “eu vou fazer um santo hoje, amanhã tô rico”. Ele dá luz, dá proteção, prosperidade, abre os caminhos da gente, e a gente trabalha e vai pra frente. Só desejo pra ele muita saúde, muita paz, prosperidade, caminhos abertos pra ele e pra todos que estiverem na minha casa.

Wagner-Junior 26 por você.


Wagner-Junior 29 por você.

Wagner-Junior 30 por você.

●●● MÃE VALKÍRIA DE IANSÃ ●●●

Rua Coiama, nº 20 — João Paulo II (Manaus-AM)

Telefone: (92) 9117-3545

RÉU. ESTA A CONDIÇÃO, AGORA, DO BANQUEIRO DANIEL DANTAS

Os resultados das investigações feitas pela Operação Satiagraha, da Polícia Federal, sobre a atuação criminal do banqueiro Daniel Dantas, do grupo financeiro, Opportunity, se materializam, ontem, dia 20, quando foi publicada a decisão da Justiça Federal de acatar a denuncia feita Ministério Público Federal de São Paulo contra o grupo financeiro.

Assim, sendo, o banqueiro, Daniel Dantas, deixa a condição de suspeito para ocupar a condição de réu. Como réu, Daniel Dantas, respondera pelos seguintes crimes:

– Lavagem de dinheiro.

– Gestão fraudulenta de instituição financeira.

– Evasão de divisas e crimes de quadrilha.

– Organização criminosa.

Além de Daniel Dantas, foram também à mesma condição mais treze denunciados arrolados como supostos financiadores do “Valerioduto”. Esquema de corrupção cognominado por “Mensalão”.

A materialização do efeito investigado pela Operação Satiagraha, da Polícia Federal, passou pela determinação do Juiz  da 6º Vara Criminal de São Paulo, Fausto de Sanctis, que recebeu todas as acusações feitas pelos procuradores, e, ainda, pediu para serem abertos três novos inquéritos. Entre eles um, para aprofundar a participação de elementos investigados no começo, mas não denunciados neste momento. Como são os casos do ex-deputado federal, pelo PT, Eduardo Greenhalg e do presidente do setor agropecuário do grupo Opportunity, Carlos Rodembur.

As denúncias afirmam que tanto Daniel Dantas, sua irmã, Verônica Dantas, e Dori Ferman, presidente do Opportunity, teriam cometido fraudes na direção do Oppotunity Fund e no banco Opportunity.

Um verdadeiro grupo criminosos empresarial, cuja característica mais marcante fora transpor métodos empresariais para perpetração de crimes, notadamente delitos contra o sistema financeiro, de corrupções ativa de lavagem de recursos ilícitos”.

Afirmou o procurador da República, Rodrigo De Grandis. Para, ele, fatos constatados pelas investigações realizadas pela Operação Satiagraha, realizada pela Polícia Federal.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.165 hits

Páginas

Arquivos