Arquivo para 23 de agosto de 2009

NOVO SISTEMA DE MONITORAMENTO DO BOLSA FAMÍLIA É AVANÇO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

O governo federal acrescentou mais uma ferramenta à rede de monitoramento do Programa Bolsa Família. Com o auxílio do TCU (Tribunal de Contas da União), o Ministério do Desenvolvimento Social vai criar um banco de dados online para que as prefeituras tenham acesso à informações adicionais sobre as famílias beneficiárias.

O TCU realizou um levantamento que detectou políticos, pessoas com bens incompatíveis com a renda per capita que exige o programa (R$ 137), como veículos, além daqueles que declaram na hora do cadastro ter uma renda inferior à que efetivamente movimentam no sistema financeiro.

O objetivo é diminuir o número de fraudes no sistema. As prefeituras receberão a lista de famílias que tiveram irregularidades detectadas pelo TCU (mais de 1,4 milhão no cadastro único, e mais de 800 mil recebendo o benefício), e terão até outubro para realizarem a verificação in loco das irregularidades. Caso sejam confirmadas, o cadastro será suspenso imediatamente. Os casos em que as prefeituras não realizarem a verificação serão excluídos do sistema em fevereiro de 2010.

Com este monitoramento, o governo federal evidencia a preocupação com uma assistência social que efetivamente trabalhe cientificamente na diminuição das desigualdades econômicas, evitando as fraudes, e colaborando com a onda democratizante que tem crescido no país.

Boa notícia para quem defende o bom funcionamento da assistência social e luta para que o SUAS (Sistema Único de Assistência Social) seja implantado como lei federal. Má para quem tenta se aproveitar do cadastro federal e usar o cadastro como plataforma eleitoral, comprovadamente ou não, como foi o caso de fortes rumores no início da (indi)gestão sub judice em Manaus.

Com o desmonte dos programas sociais do governo federal realizados pela dupla sub judice Amazonino e Souza, principalmente o PAIF (praticamente sem técnicos nos CRAS) e o Bolsa Família (com as filas quilométricas para o recadastramento), há que se observar de que maneira será feita essa verificação das famílias detectadas pelo TCU, ou mesmo se o será. Para uma gestão atávica no quesito irregularidade, vale o receituário médico: em caso de suspeita, o Ministério Público Federal deverá ser acionado.

!!!!! O MUNDO É GAY !!!!!

@ bel@ Clara Choveaux, atriz do longa Tiresia, de Bertrand Bonello

A FEMINIDADE E A ORDEM SOCIAL

O que faz com que agentes públicos, que deveriam garantir a ordem social, espanquem e tratem como ameaça iminente um travesti que estava desfilando numa parada gay?

Na cidade de Penedo, em Alagoas, um travesti foi brutalmente espancado e arrastado pelo chão por dois policiais, que alegaram desacato e obscenidade. A travesti foi duas vezes jogada no asfalto, arrastada pelos cabelos e agredida inúmeras vezes de forma brutal.

O que nos leva à questão: qual a ordem social que protegiam estes agentes públicos? E de que esta ordem social precisa ser protegida?

A mesma “ordem social” que determina um modo de existir em detrimento de outros, e que, numa ordem paranóide preserva a si mesma consumindo os desvios e tentando domesticar os fluxos distoantes é aquela que não suporta uma travesti “nos saltos”.

A ordem é exatamente isso, uma ordem, uma serialidade, seriedade. Um roteiro, algo que identifica, classifica, impõem uma sequência e um juízo de valor, determinando o que é ou o que não é, e o que vale e o que não vale. Aponta para um caminho, acredita numa universalidade. A universalidade para o consumo. Um atrás do outro, como numa fila, e não olhe para trás, nem para frente, chame isso de seguir, chame isso de ir em frente. O vazio do poder que tenta instaurar uma ordem no real e do real.

Mas o homo, o trans (o travesti, por excelência), aqueles que não foram capturados por essa ordem e não estão bem definidos pelos seus signos escapam. Sem o trans-bordamento do real, não existiria real. Sem declinação, não existiria o movimento.

A ordem social é masculina, hominista (homem=cultura, produção), e para isso, precisa de um espectro, um fantasma que se oponha a si como farsa: o feminino, a feminilidade. Mas o feminino só se opõe ao masculino quando se submete à sua ordenação, se coloca sob o jugo de seus signos. A feminilidade que se vê no feminismo, em setores do feminismo, é tão masculina quanto o “machismo” (mas é o homem, não o macho, o inimigo) que combate.

A feminidade (Baudrillard) não se opõe ao masculino, porque não carrega com este nenhuma relação, seja de similitude ou oposição. Simplesmente não são da mesma ordem. A feminidade seduz, desvia (se-ducere: afastar, desviar-se do caminho), não pertence a uma ordem, mas ao jogo. É do simbólico, e não lhe interessa o real. Por isso, é incapturável pelas diversas instâncias do poder. No entanto, assim como o capitalismo se alimenta das suas contradições, o masculino precisou inventar uma oposição a si: o feminino. Quantos caíram neste engôdo?

Talvez, nesta chamada pós-modernidade, que de moderna não tem nada, a feminidade ainda exista como manifestação do surreal, do jogo, da subversão dos signos, do desvio à verdade (a quem interessa a verdade, senão ao real?), apenas nos trans: os travestis. “Não sou homem, nem mulher”, cantava o falecido poeta. Quem sois, portanto? – a pergunta fica no ar, não interessa respondê-la, mas brincar com os signos do sexo.

Incapturável, a feminidade, como desvio, como fluxo selvagem, transborda o travesti, que encarna a metástase de uma sociedade assexuada. Desafio à ordem, o travesti é a anomalia que faz algo pior do que negar a ordem social: evidencia-a inexistente. Não é o batom rouge que simboliza o falo, mas o falo é que é confrontado com o seu vazio quando o travesti passa o batom, não inscrevendo uma ordem, mas apagando tudo, até a existência, e envolvendo tudo num jogo de perversão dos signos.

Mas não esperem encontrar isso na homossexualidade asséptica, bem curada de seus “males”. O beijo-gay da Globo jamais carregará nada da feminidade, assim como a sexualidade bem definida e em consonância com a ordem do real e do social também é inócua. Por isso o interesse do capital em “converter” o homoerotismo em mais um tentáculo da sociedade de consumo. Daí manifestações como o da psicóloga missionária Rozangela Justino assombrarem também a boa ordem da moral sexual embotada. A teologia apocalíptica é tão hiperbólica no seu senso persecutório, que corre o risco de colocar abaixo toda a trama para capturar o homoerotismo à boa ordem do capital.

Daí o riso, o louco, o nu, o glamour, o transbordamento dos sentidos estarem do lado do travesti, e incomodar a ordem social, bem como seus agentes. Um travesti nu em frente a dois policiais expõe de maneira inequívoca a trasparência do uniforme dos policiais (o que ele esconderá?), e é uma ameaça iminente e invencível. Daí, resta recorrer à violência infantilizada que, pela força física, tenta aniquilar o inimigo.

Essa é a força que pode aniquilar a homofobia: desviar os signos, brincar com a ordem como se emaranham os cabelos, desmontar a serialidade/seriedade da ordem social vigente. Eis uma sugestão, não de caminho, mas de desvio. Quem vai?

Muáh!!! pra vocês! Se joguem nas news!

Φ PESQUISA MOSTRA PREDOMINÂNCIA GAY NO FUTEBOL AMERICANO. Pense num esporte coletivo que expresse o ideal do homonismo: força, vigor, combate, disputa, rivalidade, hierarquia, dominação. Talvez o futebol americano (como de resto os esportes inventados na terra da paranóia, os EUA) seja a maior expressão do chamado “esporte pra macho”. Mas, como sempre, a ilusão que era doce acabou-se. Mostrando-se mais corajosamente aberto que o seu primo pébol, o futebol americano se mostra predominantemente gay. Uma pesquisa realizada pela ESPN mostra que 49,4% dos jogadores possuem ao menos um colega gay. Este número chega a 70% quando a pesquisa é feita entre os membros da associação dos jogadores de futebol americano. Quando teremos uma pesquisa semelhante no país do futebol? Sentiu a brisa, Neném?

Φ PENSÕES A HOMOSSEXUAIS NO BRASIL ESTÃO EM RISCO. Desde 2001, graças a uma liminar concedida a partir de uma ação civil pública movida pelo ministério público do Rio Grande do Sul, o INSS está obrigado a conceder pensão para cônjuges que perderem o parceiro em relações estáveis homossexuais. No entanto, no último dia 18, o ministro Og Fernandes, do STJ, cassou a liminar, entendendo que o Ministério Público não pode propor ações civis públicas. Decisão técnica que pode modificar a condição de pensionistas em todo o país. Um retrocesso na conquista dos direitos LGBT. Ainda é possível recorrer, no entanto, imediatamente, o INSS deve suspender pensões em todo o país. É hora das associações se mobilizarem para pressionar o governo federal a modificar essa tendência do INSS em não considerar casais homos com os mesmos direitos dos heteros. Sentiu a brisa, Neném?

Φ OFICINAS DE CAPACITAÇÃO EM PROJETOS CULTURAIS LGBT CHEGAM À REGIÃO NORTE. O Grupo SOMOS, do Rio Grande, em parceria com o grupo DIVERSIDADE, responsáveis por promover em todo o país oficinas para capacitação de grupos locais a apresentarem projetos culturais e obterem verbas federais, estão em Boa Vista para promover a oficina para toda a região norte. Esta é a quarta edição da oficina, e deve acontecer entre os dias 18 e 20 de setembro. Poderão se inscrever grupos do Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia, Amapá, Tocantins e Pará. Para garantir que os projetos estejam em conformidade com a Lei Rouanet, e fique mais fácil garantir um din-din para pagar as iniciativas de mobilização política e engajamento existencial, é bom fazer a oficina. Te interessou, Borboletinha? Então segura aí os toque e retoques para ficar por dentro de tudo:

Inscrições até o dia 7 de setembro

Oficinas De 18 a 20 de setembro de 2009

Local: Boa Vista/RR

Inscrições: capacitacaocultural.lgbt@hotmail.com

Informações:

Grupo DIVERSSIDADE (Coordenação Regional)

(95) 3623 8392 – silviareis.roraima@yahoo.com.br

Somos – Comunicação, Saúde e Sexualidade (Coordenação Geral)

(51) 3233 8423 – capacitacaocultural.lgbt@hotmail.com

www.somos.org.br

E não se perca na balada, querida! Para entender o que as bees estão falando, confere aí embaixo as principais gírias do mundo LGBT! Aloka! Hihihi…

VOCABULÁRIO LGBT

– LETRA “C” –

Caçação: ato de caçar, de fazer pegação

Caçar: procurar alguém para fazer sexo

Cachorra: pessoa que troca muito de parceiro e transa muito

Cacura: gay idoso

Caixa de surpresas: pênis que quando mole é pequeno mas que cresce sem parar e surpreende no final

Caminhoneira: lésbica bem masculina

Cascaboi: usada por gays mais velhos, designa aquele ser meio carrancudo, chato.

Caso: namorado

Carão: fazer carão=fazer pose, esnobar/ ter carão= ser bonito

Caricata: pessoa engraçada, cômica

Charuf: coisa ou pessoa ruim, burra (charufinácia: coletivo de charuf)

Cheque: fezes na ponta do pênis após a penetração anal. Checar: Passar cheque.

Chochar: falar mal de alguém ou de algo

Chuchu: sinônimo de barba (expressão usada por drags e travestis)

Chuca: limpeza interna do ânus. Para evitar o cheque, faça a chuca.

Close: dar pinta.

Coió: agressão homofóbica. Tomar um coió, ser agredido por causa da homossexualidade.

Confirmou: designa opinões coincidentes.

Cockie: lésbica refinada.

Colocada: alguém que abusou de drogas ou álcool.

Colocón: sinônimo de álcool, drink ou produtos ilícitos.

Cona (ou conam): derivado de maricona, é o gay mais velho.

Cunete: o famoso cunnilingus.

Cyber-mano: jovem da periferia influenciado pela cultura clubber.

.

Beijucas, até a próxima, e lembrem-se, menin@s:

FAÇA O MUNDO GAY!


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.824 hits

Páginas

Arquivos