Arquivo para 25 de agosto de 2009

CONSELHO NACIONAL DA INDúSTRIA CONTRA REDUÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO

Enquanto trabalhadores concentrados na frente da Câmara dos Deputados faziam manifestação em favor da votação da Proposta da Emenda à Constituição (PEC) 231/95, que trata da redução da jornada de trabalho de 44 horas semanais para 40 horas, sem redução salarial, o deputado Armando Monteiro (PTB-PE) presidente do Conselho Nacional da Indústria (CNI), na comissão geral da Câmara, defendia a posição de sua instituição, afirmando que a discussão do tema, redução da jornada de trabalho, fosse discutida entre os empresários e os trabalhadores e não por uma determinação legal.

Rebatendo o argumento dos trabalhadores de que a redução da jornada de trabalho vai aumentar a contratação de pessoal, o presidente do CNI afirmou:

Isso é uma falácia. A hipótese de que a redução induz a empresa a contratar mais foi rejeitada de forma unânime por estudiosos do assunto. Não há evidência empírica ou teóricas para comprovar esta hipótese. É muito fácil prometer o céu e o paraíso, mas sabemos que não corresponde ao mundo real.”

NOS CAMINHOS DE MARX

O deputado empresário, como patrão, afirma que “não há evidência empírica” para comprovar a hipótese. Lógico que, sendo hipótese, não pode ser comprovada cientificamente como materialidade. Daí que urge a necessidade de uma experiência para se ter uma confirmação, ou não, que a redução de jornada aumenta a contração de pessoal. Assim, após a experiência positiva, ter-se-á a comprovação do céu e do paraíso no mundo real. Quer dizer, nem tão real, já que o real, para Marx, acontecerá quando acabar a mais-valia, o que fará o Homem entrar na História como sujeito de produção do seu próprio destino.

Assim, se ficar apenas na enunciação abstrata patronal como defesa unilateral de seus interesses de lucro, nunca se conhecerá se essa mudança contratual trabalhista pode, ou não, ser profícua ao acordo patrão-empregado.

Com o poder de mudança constitucional, os parlamentares!

SENADORES LEVAM PEDIDOS CONTRA SARNEY AO STF

Em reunião no gabinete do senador José Nery (P-OL-PA), com as participações dos senadores Cristóvam Buarque (PDT-DF), Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), Demóstenes Torres (PFL-GO), JÉFERSON PRAIA (PDT-AM) e Renato Casagrande (PSB-ES), parlamentares da oposição, sem as presenças de Agripino e Arthur, decidiram ingressar até amanhã, dia 26, ao Supremo Tribunal Federal com um mandado de segurança e uma Ação Direta de Descumprimento de Preceitos Constitucional, apresentados pelo PSOL, para que o plenário do Senado vote todos os pedidos de investigação arquivados pelo Conselho de Justiça.

Negando tratar-se de só mais um gesto político, ao ingresso do pedido no STF, o senador Casagrande afirmou que o debate já ocorreu no Senado, e que agora “a expectativa é de que o Judiciário faça uma avaliação técnica do assunto”.

Enquanto isso, Sarney, depois de se recusar, em tom decisivo, a atender pedido do senador Suplicy (PT-SP), para se permitir ser investigado, não deu atenção à decisão dos senadores oposicionistas.

PAÍSES LATINOS TRAÇAM POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO, ESPORTE E LAZER

Os países Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai e Estados Unidos vão discutir até amanhã, dia 26, na Academia de Tênis de Brasília, metas para a educação, esporte e lazer, com o objetivo de criar uma plataforma de comunicação, cooperação, integração e intercâmbio entre os países da América Latina e os Estados Unidos.

Fazem parte deste discussão de metas políticas para escolha da formulação de políticas públicas integradas, educadores, pesquisadores, gestores e especialistas, que irão elaborar as bases para realização de um seminário internacional no ano vindouro, com a participação de todos os países que compõem a América Latina.

Falando sobre o objetivo real do evento latino-americano, a diretora de Educação Integral, Direitos Humanos e Cidadania do Ministério da Educação, Jaqueline Moll, afirmou:

Procurar tornar realidade a utopia de se construir um mundo melhor para todos, dentro de uma nova mentalidade a partir do prisma da democracia, para o oferecimento do esporte, educação e lazer. Que coisas concretas sejam construídas.”

O 13° COMEÇOU A SER PAGO HOJE, APOSENTADOS!

Atenção, amigos aposentados! O 13º salário começou a ser pago hoje. Pegue seus documentos, certifique-se de seu número, coloque um sorriso nos lábios, e parta para a agência em que você recebe os proventos de sua aposentadoria. Hoje, terça-feira, o pagamento será para quem recebe até um salário mínimo e tem o cartão com final 1.

Aproveite que a antecipação do pagamento de 50% do 13º só vai até o ano de 2010, com o fim do governo Lula.

Vá lá. É pouco, mas faz parte – mínima parte – do que você produziu para este Brasil varonil se desenvolver. Com todos os percalços trabalhistas, ele está contido em sua força de produção como sujeito que faz história com seu trabalho.

O que você vai fazer com ele é você quem sabe.

Valores – Aposentados e pensionistas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Os segurados que estão em auxílio-doença também recebem uma parcela menor que os 50%. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período. Por exemplo, um benefício iniciado em janeiro e ainda em vigor em agosto terá o 13º terceiro salário calculado sobre oito meses. O segurado receberá, portanto, metade deste valor. Em dezembro, caso ainda esteja afastado, o segurado irá receber o restante. Se tiver alta antes, o valor será calculado até o mês em que o benefício vigorar e acrescido ao último pagamento do benefício.

Por lei, não têm direito ao 13º salário os seguintes benefícios: amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio-suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora e salário-família(INSS).”

PROUNI: CONCESSÃO DAS BOLSAS REMANESCENTES JÁ TEM NOVA REGRA

Da Agência Brasil:

Christina Machado

Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Ministério da Educação definiu em portaria publicada hoje (25) no Diário Oficial da União as etapas para a concessão de bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni). As bolsas que não foram preenchidas durante o processo seletivo regular pelas instituições de ensino superior que aderiram ao ProUni são referentes ao segundo semestre de 2009.

A concessão das bolsas deve seguir os critérios de classificação e as normas da instituição. No caso de optar pela concessão das bolsas remanescentes, a instituição deverá oferecê-las em todos os turnos e cursos, no período de 31 de agosto a 18 de setembro. As bolsas não terão efeitos retroativos.

INSS PAGA PRIMEIRA PARCELA DO 13o

A partir de hoje o Instituto Nacional de Seguridade Social, INSS, passa a depositar na conta de seus beneficiários a antecipação do décimo-terceiro salário. Serão mais de 22 milhões de aposentados e pensionistas que devem receber a primeira parcela, juntamente com o mês de agosto, e será pago de acordo com o calendário até o dia 08 de setembro.

O Ministério da Previdência calcula que serão injetados na economia brasileira quase R$ 8 bilhões. A segunda parcela deverá ser paga junto com os rendimentos do mês de dezembro.

Fonte: Agência Brasil.

LULA: “PREFEITOS PRECISAM APRESENTAR PROJETOS. DINHEIRO, TEM”.

Em um encontro realizado hoje pela manhã entre os prefeitos da região do ABC paulista e o governo federal, o presidente Lula falou sobre o PAC e, em seu discurso, destacou uma das diferenças do seu governo em relação aos antecessores.

Lula afirmou que o governo federal está preparando um novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que compreenderá os anos 2011-2012, e que envolverá prioritariamente as cidades que serão subsedes da Copa 2014, e que terá como foco a mobilidade urbana.

Ele destacou ainda que o governo federal tem cofinanciado – e algumas vezes financiado quase que integralmente – obras e projetos em todas as cidades do país. Ele citou o exemplo do governo de São Paulo – cujo governador é José Serra (PSDB) – e sua capital, do prefeito Kassab (DEM). Ambas tem recebido maçiça quantidade de recursos federais, ainda que isso não seja destacado na propaganda.

Lula afirmou que nenhum prefeito, de nenhuma região, cidade ou partido político, que venha ao governo federal com um bom projeto para sua cidade, volta sem uma resposta positiva. “Durante os vinte anos que o Brasil deixou de crescer, criou-se esta cultura de que o governo federal não tinha recursos, e por isso, os prefeitos não trabalhavam com projetos”. Ele salientou ainda que um projeto bom não pode contemplar apenas uma necessidade básica imediata, como apenas um conjunto habitacional. É preciso pensar em projetos que, a longo prazo, constituam um caminho para o desenvolvimento e para a redução das desigualdades sociais.

Tudo o que a mídia com partido não compreende, e que faz do governo Lula, a despeito de seus equívocos, de longe a melhor opção para governar o país.

O GOLPE DO FALSO SEQUESTRO PELO CELULAR DESLIGADO

Você se movimenta por aí, numa boa, em casa, na rua, igreja, no trabalho, em uma praça, hospital, escola, esperando um ônibus, no carro, em qualquer território social e, de repente, seu celular recebe uma ligação. Você atende. Alguém na linha se apresenta como funcionário de uma destas empresas de telefonia, e diz que a empresa está fazendo um serviço de manutenção e precisa que você desligue por uma hora seu aparelho. O funcionário agradece, e você, como nunca experimentou tanta cortesia destas empresas, surpresa, também agradece. Embora, neste espaço de tempo, você esteja esperando uma ligação importante.

No mesmo momento o funcionário, que na verdade não é um funcionário, mas sim, um golpista, liga para sua casa, algum parente atende, e ele anuncia seu seqüestro. Você foi seqüestrada por ele, ou seu bando. Sua família ainda desconfiada, liga para seu celular várias vezes, não recebe resposta, começa, então, a entrar em desespero. Está configurado o golpe do falso seqüestro que tem sido real quando a vítima cai, e vai ao encontro dos falsos seqüestradores, é dominada, e paga o resgate, que é real.

Então, mano, se você tem celular, de olho nestes bons serviços prestados por estas empresas de telefonia. De saída não acredite, pois elas não carregam esta intenção de lhe prestar bons serviços a não ser lucrar. Não é a toa que elas são campeãs de multas no Procom. Atento, esteja sempre ligado em sua família.

Não caia nesta. Se cair levante.

OBRIGAÇÕES NO CENTRO DOS TAMBORES DE MINA JEJE NAGÔ TOY LISSÁ/AGBÊ MANJÁ

Dinho e Flor 01 por você.
Da esquerda para a direita: Pai Lairton da Oxum, Mãe Emília de Toy Lissá, Pai Dinho (Júlio César) de Azaá Ká, Floriza de Navé, Pai Brasil de Lissá, Simone (esposa de Pai Brasil), Pai Miguel de Vondoreji, Ivaneide de Badé.

Essa foi uma grande e maravilhosa festa no terreiro de Nochê Hunjaí Emília de Toy Lissá, ocorrida nos dias 31 de julho e 01 e 02 de agosto passados, nos quais se comemorava o aniversário do Centro dos Tambores de Mina Jeje Nagô Toy Lissá/Agbê Manjá e sendo também realizadas as obrigações de dois filhos da casa, Pai Dinho (Júlio César) de Azaá Ká e Floriza de Navé.

Dinho e Flor 04 por você.
Clique nas imagens para ampliá-las.

Dinho e Flor 06 por você.
Pedro Nunes e família, presidente da Federação Amazonense de Pugilismo.

Dinho e Flor 05 por você.

Dinho e Flor 07 por você.

E quem nos fala sobre os preparativos anteriores e os significados desses três dias de festa é sua maior responsável, Mãe Emília de Toy Lissá:

Faz 26 anos que eu vim da Praça 14 pra cá, 26 anos que esse terreiro foi inaugurado aqui. E teve também a obrigação de dois filhos, meu filho carnal, o Dinho (Júlio César) de Azaá Ká, que estava atrasada, e a Floriza, que está se preparando pra noviça, está iniciando, dando as primeiras obrigações. Mesmo ela sendo noviça, ela já tinha várias atividades, já era oborizada. E dentro da Fucabeam ela é meu braço direito, é como uma guia da casa. O Dinho é meu filho carnal, e é a segunda pessoa dentro desse terreiro. Ele está pagando a obrigação dele de anos e anos que estava atrasada. A primeira obrigação ele deu em São Luís do maranhão, com Jorge Itaci de Oliveira. Ano que vem ele dá outra obrigação, aí terminam os graus dele.

Dinho e Flor 11 por você.

Dinho e Flor 10 por você.


Dinho e Flor 08 por você.

Antes dos três dias de festa pública houve sete dias de preparação interna, só com os da casa. São as oferendas, são as obrigações que se faz. Durante estes sete dias, é só pra fazer isso dentro de casa. Tem que fazer antes de começar as festas maiores. Depois se toca três dias. No primeiro dia toca-se pra Lissá, que é Oxalá; no segundo dia é pros voduns; no terceiro dia, pros encantados. Quando vem pais de santo de outras nações, nesse último dia é liberado pra eles cantarem pras nações deles.

Dinho e Flor 19 por você.Dinho e Flor 15 por você.

Dinho e Flor 18 por você.

Dinho e Flor 20 por você.

Veio muita gente, irmãos de santo do Maranhão, de Belém, sobrinhos, vieram participar da festa. Pai Brasil, que é de Lissá também, filho também de Dom Jorge, como eu. Pretendo ir no Pará conhecer a casa dele. Pai Miguel, irmão de santo, que conheço há muitos anos. Ele vem toda festa de aniversário do terreiro, desde que inauguramos, ele sempre vem, sempre ele está presente.


Dinho e Flor 23 por você.


Pai Brasil de Lissá, da casa Mawukwê (“O Sopro da Vida”), de Belém-PA, irmão de Mina de Mãe Emília também estava presente e nos falou do que viu e sentiu no terreiro de sua irmã:

A Mãe Emília é do vodun Lissá, da família de Kevê Ossô, e, por coincidência, eu também sou untó e vodunon desse mesmo vodun. Então, a energia já soma duas vezes, não só por ela ser uma irmã minha, de descendência de uma mesma casa, que é a Casa da Fé em Deus, de São Luís, no Maranhão, como do próprio vodun que a gente carrega, que é o mesmo vodun. Logicamente que existem em cada região algumas diferenciações no toque, nas cantorias, devido ao próprio linguajar e tudo. Mas a essência, o contexto de uma maneira geral, na forma ritualística que aconteceu o toque para o vodun é o que acontece no meu axé, é o que acontece no axé do meu pai de santo, e aqui eu também tive a alegria e o prazer de ver um Tambor de Mina, ver um orixá, que foi a Oxum, ver o vodun Azaá Ká, ter o meu irmão comigo, Pai Miguel, que veio de São Luís pra comandar esse tambor.


Dinho e Flor 22 por você.

Dinho e Flor 38 por você.
Mestre Cristiano, da capoeira Legião Brasileira.

Enfim, eu acho que isso que o Tambor de Mina está precisando, é isso que a afro-religiosidade está precisando, é de unir. Se não existir união, os evangélicos cada vez mais vão se fortificando, cada vez mais vão se unindo, e nós afro-religiosos brigando até por um poder – acredito que cada um tem o seu axé, cada um tem sua força -, então, em cima dessas coisas, em cima dessa fala é que eu acredito que há necessidade de unir. Tendo união, vai ter paz, e, tendo paz, com certeza o Tambor de Mina, não só no Maranhão, como também no Pará, como também no Amazonas, só vai evoluir cada vez mais. Mãe Emília está de parabéns por tudo aquilo que eu vi, e hoje ainda é a primeira noite, vão haver mais duas noites, eu tenho certeza que vai ser tudo como manda o figurino do Tambor de Mina.

Dinho e Flor 32 por você.

Dinho e Flor 33 por você.

Dinho e Flor 34 por você.


Dinho e Flor 37 por você.

Pai Dinho, que é filho carnal de Mãe Emília, e que, segundo ela, é a segunda pessoa dentro do terreiro, demonstra na conversa que nos concedeu uma vida de envolvimento com as religiões afro:

Dentro de qualquer nação, cada obrigação tem um propósito, cada obrigação tem um grau, ou seja, aumenta o conhecimento da gente. Então, na minha nação, Mina Jejo Nagô, aumentam os meus conhecimentos, confirma os meus voduns, os meus orixás, porque eu paguei a minha última obrigação, de deitar, foi em 1989, em São Luís do Maranhão, com Dom Jorge. Como eu não tinha mais feito nenhuma obrigação, agora essa obrigação é pra confirmar tudo o que eu já fiz, ou seja, pra me atualizar. Daqui a um ano eu vou fazer uma outra obrigação, que é mais um outro grau que eu vou receber dentro da nação Mina.

Dinho e Flor 39 por você.



Devido à experiência que eu tenho, devido ao tempo que eu tenho de nação, é necessário eu fazer essa obrigação pra serem confirmados os meus orixás, serem confirmados os meus voduns, pros meus voduns poderem trabalhar e aumentar meus conhecimentos. A única coisa que a gente leva é o nosso conhecimento e a nossa experiência, isso nunca vai se acabar. É uma obrigação muito valorizada pra mim, principalmente porque eu sou a raiz da casa da Mãe Emília, que é minha genitora, e eu sou o herdeiro nato desse terreiro de Toy Lissá/Agbê Manjá. Então, isso tudo faz parte do tempo da Mina, do tempo da minha Mãe de Santo.

Dinho e Flor 46 por você.


Dinho e Flor 47 por você.

Então veio um dos momentos mais bonitos da festa, o momento que Azaá Ká liberta os pássaros que estavam presos. Pai Dinho fala sobre o significado desse ritual:

A cerimônia dos pássaros simboliza o quê? Prosperidade. Do meu vodun, Azaá Ká, qual é a palavra principal? “Não prenda os animais! Deixem soltos para que eu possa caçar.” É até uma mensagem ecológica, em um ritual que simboliza prosperidade. E a gente pede para as pessoas que pegam no terreiro pra não prender, para soltar.

Dinho e Flor 51 por você.


Dinho e Flor 54 por você.

Também Mãe Emília nos falou desse belíssimo ritual:

Essa foi uma saudação de liberdade de soltar os pássaros, por Azaá Ká. Os pássaros estavam presos, e ele veio e soltou todos. É como se fosse um abrimento de caminhos, uma luz que libertou as vidas daqueles pássaros. Isso faz parte de Oxóssi, de Azaá Ká. Significa o quê? Que eles não matam, só matam por necessidade, o que tem que comer. Mas os pássaros devem continuar soltos. Se estão presos, eles libertam, eles não gostam de ver bichos presos. Fizemos simbolicamente o ritual das matas.

Dinho e Flor 55 por você.

Dinho e Flor 57 por você.

Dinho e Flor 60 por você.

Dinho e Flor 62 por você.

E já ia pelo segundo dia de festa, então colocamos aqui a continuação da conversa com Pai Dinho sobre seu vodun, Azaá Ká:

Essa obrigação não deixa de ser um casamento confirmado. Toy Azaá Ká já era fundamental pra mim, e passa a ser mais fundamental ainda. Toy Azaá Ká pra mim hoje é tudo. É uma lição de vida, é uma lição de comportamento, é uma transmissão de poder pra eu poder ajudar muita gente, poder transmitir a calma, poder ajudar as pessoas a resolver alguns problemas através da mão dele. Ele é um vodun da linha de Oxóssi, que é um caçador, e eu espero prosperar muito com ele, que é um vodun das matas, e por isso veste o verde – suas cores são verde, vermelho e branco.

Dinho e Flor 72 por você.

Dinho e Flor 64 por você.



Dinho e Flor 66 por você.

E também Floriza de Navé, conhecida no terreiro de Mãe Emília simplesmente como Flor, também nos falou de sua obrigação, de sua vodun, Navé:

Eu tenho quatro anos na casa, mas a obrigação de vodun é a primeira. Eu passo a receber um vodun, no caso, Nochê Navezuarina, que no Candomblé chamam Oxum. Hoje é como se fosse o meu batismo, é a confirmação, é um renascimento. A gente cresce dentro da religião, tendo um costume de tudo, é todo um aprendizado que a gente recebe aqui dentro, mediunicamente, espiritualmente. Eu já recebo, com isso, um grau dentro da casa, e assim vou poder participar de rituais que eu não podia. Na minha família, a religião vem de berço, veio de minha avó, de minha mãe, meus filhos, tá no sangue. Navê pra mim é tudo, ela é dona das riquezas, é uma grande mãe. Ela é superprotetora, ela é graciosa. Com a presença dela eu passei a ver de outras formas as coisas.

Dinho e Flor 74 por você.


Dinho e Flor 78 por você.

Dinho e Flor 77 por você.

Tanto Mãe Emília quanto Pai Dinho e Floriza teceram elogios ao papel fundamental de Jéssica de Iemanjá (ao centro na foto abaixo), como guia da casa, em conduzir as obrigações com o empenho e a dedicação exigidos, como salienta Mãe Emília:

A Jéssica é uma guia da casa, cumpre o seu dever, respeita a religião. E tem aquele amor, aquela dedicação, filha de Iemanjá, como ela é.

Dinho e Flor 112 por você.

Dinho e Flor 79 por você.


Dinho e Flor 80 por você.

Pai Dinho, em mais uma fala sua, deixa uma mensagem para todos que cultuam os cultos afro, seus irmãos e a todos que simpatizam com essas fundamentais religiões, que fazem parte da história de nosso povo:

Uma coisa que eu digo pra todos que frequentam nosso culto, que todas as nações se possam dar as mãos, procurar ser diferente, porque é uma coisa que falta ainda, a gente ainda é carente disso, a gente ainda é carente de vestir a camisa, de dizer eu faço parte dos cultos afro, sem vergonha e sem demagogia, com peito aberto, de cabeça erguida. Temos que estudar bem nossos orixás, nossos voduns, se aprofundar, levantar essa bandeira, não só de cultuar, mas mostrar pra sociedade, fazer um trabalho social também.

Dinho e Flor 82 por você.

Dinho e Flor 83 por você.

Dinho e Flor 89 por você.


Dinho e Flor 90 por você.

Dinho e Flor 91 por você.

Dinho e Flor 92 por você.

E Mãe Emília, com sua serenidade e sua sabedoria, deixou mais uma vez seus votos de amizade, esperança, todos os bons afetos, bons fluidos para todos os adeptos e gostam da proximidade com as religiões afro:

Que esses 26 anos sejam de muito axé, de muitas forças de Toy e Lissá, de Agbê Manjá, de luz para todos aqueles que participam do culto. Daqueles que vem em busca de uma paz, que eles sempre batam nessa casa. Que Lissá, que é o próprio Deus, nos dê força, luz, muito axé pra eu continuar por muitos e muitos anos junto com meus irmãos, com os visitantes, é o que eu desejo a todos, paz, amor, esperança.

Dinho e Flor 100 por você.

Dinho e Flor 93 por você.

Dinho e Flor 94 por você.

Dinho e Flor 97 por você.

Dinho e Flor 102 por você.


E deixamos aqui mais algumas imagens dessa imensa e magnífica festa, com suas cores, seus sons, suas comidas singulares, contagiantes aos olhos e ao espírito…

Dinho e Flor 104 por você.

Dinho e Flor 106 por você.

Pai Edson de Codoense e seu Zé Raimundo (Pai Válter).

Seu Baianinho (Pai Miguel) e Pai Tota.

Pai Tota incorporado e Pai Lala.

Dinho e Flor 115 por você.

Dona Chica Baiana (à esquerda).

Dinho e Flor 120 por você.

Dinho e Flor 84 por você.

Dinho e Flor 86 por você.
Dinho e Flor 87 por você.

CENTRO DOS TAMBORES DE MINA JEJO NAGÔ TOY LISSÁ/AGBÊ MANJÁ

– Mãe Emília de Toy Lissá –

Rua Pintassilgo, nº 100 — Cidade Nova II – Núcleo II (Manaus-AM)

Telefone: (92) 9995-3894


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.452 hits

Páginas

Arquivos