Arquivo para 11 de setembro de 2009

MANAUS QUEIMADA

Nos últimos dias, os moradores da cidade de Manaus voltaram a presenciar um fenômeno físico-químico-cultural que anos passados já haviam presenciado. Uma espessa camada cinza sobre a cidade. Elemento inquietante produzido pelo intenso calor (Manaus: Zona Equatorial, clima quente e úmido), queimadas e El Niño (fenômeno produzido pelo aquecimento do oceano, efeito das experiências científicas).

Passando por um verão que nem o filósofo argelino/francês Camus suportaria, grande parte dos moradores de Manaus vivenciam este inimigo aéreo conhecendo sua causa terrestre, mas que seu páthos da distância ecológica os livra de qualquer implicação. Como um bom vivente indiferente ao que ocorre em seu redor, preocupado apenas com que está centrado em si mesmo, seus interesses privatistas, esta parte da população, ao olhar para o alto, não se vê na camada cinza sobre a cidade. Não vê suas experiências irracionais, não vê as suas ambições.

Os técnicos dos institutos responsáveis pela análise da situação e aferição das temperaturas, cumprindo suas funções, informam o tempo em que não chove na cidade (30 dias), os graus de temperatura nos pontos da cidade pela escala Celsius (variações de 40 a 35 graus), as causas do intenso calor e da camada cinza sob a cidade, levando a população ao entendimento do que ocorre com Manaus, só que esta população, indiferente, mantém-se apenas neste ponto didático, sem saltar ao ponto onde se encontra bem posicionada sua participação na produção do inimigo aéreo das altas temperaturas e, consequentemente, na camada cinza.

Ela é capaz de ver Deus sobre a camada cinza, mas não é capaz de ver suas irresponsáveis ações sob Deus, na camada cinza. Não vê suas queimadas, as poeiras de suas construções, elementos físicos-químicos expelidos no espaço mononiquim pelos megas empreendimentos dos governos, os gazes de seus veículos, corpos produtores de uma forma entrópica de existência urbana metastática. Uma Biosfera degradada ocultada pelo ufanismo telúrico estimulado por forte carga de marketing governamental. “Orgulho de ser amazonenses”, parido por um certo “Manaus, meu ciúme”, cujo perfume é negado pelo voo do último urubu, que preferiu a estratosfera a ter que vagar moribundamente pelo espaço de Manaus, esperando o fim de uma era.

Daí, com os pés escaldando e todo o não-querer sob a camada cinza, que encobre o sentido de Manaus como cidade que serviu para o poeta compor seu ufanismo-telúrico de que “a gente” não mora em Manaus, é “Manaus que mora na gente”, tudo se traduz em uma soberba ironia.

SERVIÇO PÚBLICO COMUNITÁRIO REVELA O VAZIO DA PREFEITURA DE MANAUS

Rio Jaú Esgoto

Praticamente todos os serviços públicos indispensáveis para o conforto da população de uma cidade, em Manaus, encontram-se depauperados ou inexistentes: transporte coletivo, abastecimento de água, energia elétrica, situação das ruas, saúde pública, educação, saneamento, etc.

Entre os diversos problemas de infraestrutura básica, praticamente não há uma rua plana em toda a cidade. Além disso, quase todas estão totalmente recobertas por buracos e imensas valas. Enfim, todas as ruas sofrem com a falta de saneamento básico adequado.

Um caso particular, entre tantos, é a rua Rio Jaú, no Novo Aleixo, bairro que fica entre as duas maiores zonas de Manaus, Norte e Leste; justamente as mais utilizadas eleitoreiramente pelos demagogos que se utilizam da miséria material e imaterial para se eleger, quase todos apoiados pelos programas miserabilistas de rádio e tv. Pois bem, há muitos anos que o asfalto papelinho que existia na citada rua se desmanchou. Há alguns anos atrás, a prefeitura colocou aí uma rede de esgoto, que ficou a céu aberto, gerando dois problemas: primeiro, a possibilidade de entupimento por intempéries ou conscientização de pessoas que despejam lixo nas entradas e saídas; segundo, o perigo de uma pessoa, uma criança cair nas aberturas, como já ocorreu. Foi por esses motivos que os moradores, sabendo o descaso da prefeitura com o problema, resolveram fazer uma cotização e fabricar tampas para os bueiros.

Segundo os moradores, uma próxima cotização será para arrecadar cerca de 2.400 reais para comprar 8 toneladas de asfalto e mais outros materiais para o asfaltamento da rua. Segundo eles, entrarão com pedido para que a Prefeitura de Manaus ceda pelo menos as máquinas para o serviço. Caso nem isso consigam, farão outra cota para empeleitar a obra.

Há quem se pergunte: “Se isso acontecer, seria o caso de, juntamente com a consolidação sempre iminente da cassação do prefeito Amazonino, extinguir a própria Prefeitura de Manaus, já que dessa forma ela não está tendo serventia nenhuma para a população, que tem de arcar com planejamento urbano, verbas e trabalho para realizá-lo?”

E assim a comunidade de Manô, em ações como essa, vai ridiculariazando o vazio do poder, com seus governantes bfões, e assumindo o comando das políticas públicas depois de tantas décadas/séculos de desmando.

PARA MINISTRO ITALIANO, BATTISTI SERÁ EXTRADITADO

Ao tomar conhecimento que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, relator do processo que analisa a extradição, ou não, do escritor e ativista político Cesare Battisti, negou o pedido do Ministério da Justiça e acatou o julgamento do foragido italiano, o ministro de Defesa da Itália, Ignácio La Russa, afirmou que acredita na extradição de Battisti, preso no Brasil em 2007, acusado de quatro homicídios na década de 70, quando militava pelo grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC).

Mesmo diante do pedido de vista do ministro Marco Aurélio Mello, que suspendeu o julgamento, levando-o para data ainda não definida, no momento em que sete ministros já haviam anunciados seus votos, sendo quatro pela extradição, Elenn Gracie, Ayres Brito, Lewandowsky e Peluzo, e três pela não extradição, Eros Graus, Cármen Lúcia e Joaquim Barbosa, para quem Battisti, encontra-se preso injustamente, o ministro da Defesa do Estado italiano manteve o otimismo.

Estamos absolutamente conscientes que um país importante, um país amigo como o Brasil, não pode sequer imaginar negar que a Itália seja um Estado democrático, que a nossa magistratura respeite as normas do Estado de Direito e, portanto, vá deixar de extraditar Battisti”, afirmou o ministro.

TV DEVE SEGUIR CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA NO HORÁRIO DE VERÃO

Em decisão unânime, a Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a permissão concedida pelo Ministério da Justiça para que, no Horário de Verão, as emissoras de TV seguissem um horário único nas transmissões de seus programas para todo o Brasil, sem levar em conta a classificação indicativa.

Para o Ministério Público Federal (MPF), que ajuizou e acolheu o mandado de segurança contra a decisão do ministro Tarso Genro, determinando o cumprimento da portaria que regulamenta o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a não atenção às diferenças de fusos horários, levando as emissoras a apresentarem suas programações em um único horário, exporia 26 milhões de crianças e adolescentes a cenas de violência e sexo.

Ressaltando a importância do cumprimento institucional da classificação indicativa para as programações nas TV’s, o relator da ação, ministro Teori Albino Zavascki, afirmou:

O cumprimento desta norma não pode deixar de ser exigido durante o período de vigência do horário de verão, especialmente nos estados onde sequer vigora o referido horário.”

ARTIMANHAS DA DIREITA QUE TENTA SE PASSAR POR ESQUERDA

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), como efetivo membro da direita, não se furta a cometer atos em sua gestão típicos das práticas administrativas e ditas políticas que caracterizam a direita, enquanto força que defende interesses particulares em detrimento do coletivo. Atribuiu os estragos da inundação que assolou a capital paulista a “um problema na natureza”, e alegou como única saída possível para evitar calamidades semelhantes o poder da oração.

Serra, que se diz o mais preparado para governar o país, e efetivamente já é, para a mídia domesticada, como Folha, Estadão e Globo, o presidente do Brasil pós-2010, não titubeia em argumentar com o aparato midiático a seu favor, e usa uma argumentação típica da direita epistemologicamente reduzida.

Uma cidade é efeito do trabalho de seus habitantes. É concatenação, inteligência coletiva e efetivação desejante do trabalho produzindo modos de existência. Nada que passe sequer pelo conceito antropológico de natureza, o que dirá que atravesse seus fluxos e intensidades. História e Natureza não se relacionam desta maneira, já dizia o sociólogo. Assim, não se trata de outra coisa que não um truque de linguagem, quando governantes afirmam que a natureza ou algum deus é responsável pelas tragédias humanas, demasiado humanas. Trata-se de um recurso semântico que busca capturar o ouvido capturado pela semiótica da interdição e envolvê-la pela má-fé. Serra não sabe, mas prega para os convertidos. Entre aqueles que sabem que “a César o que é de César, a Deus o que é de Deus”, o argumento pseudo-naturalizante não adesiva.

Igualmente, no governo do Amazonas e sua campanha de tristes afetos, “Orgulho de Ser Amazonense”, ocorre um equívoco semelhante.

É que o secretário de produção rural, Eron Bezerra, filiado ao PCdoB, outrora crítico dos programas governamentais que prometiam “milagres desenvolvimentistas”, como Terceiro Ciclo, Nova Veneza e iguais, já há algum tempo caminha pelas fileiras do governo Braga, defendendo a mesa farta da burguesia em detrimento do trabalho efetivando o mundo e o desejo efetivando o trabalho.

Eron é secretário da Sepror, secretaria de produção rural, que através do IDAM – Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas, promove o fantasioso programa “Zona Franca Verde”. Dentre outros atos, o comunista Eron já demonstrou desconhecer o conceito de Cultura – caro a qualquer socialismo que se queira engajado, quue dirá ao comunismo -, já aderiu ao “jeito Braga de governar”, e recentemente realizou doação de rabetas pelos interiores economicamente atrofiados, bem ao estilo que seu até então adversário político e governador, Amazonino Mendes, fazia. Naquele tempo, sob pesadas críticas do casal comunista.

Eron, enquanto expressão do governo Braga, exalta pelo marketing aquilo que não existe. Enquanto propagandeia o Zona Franca Verde como a salvação da lavoura, Manaus convive com a inflação da cheia – Tiquinho e Seu Pixa que o digam -, com a ausência de produção de insumos básicos para a alimentação e a produção agrícola, e com a dependência de outros estados. Se você, leitor intempestivo, está comendo um belo jaraqui com molho vinagrete, arroz e farinha, saiba que nem mesmo o jaraqui é daqui. Com todos os componentes desse prato típico da culinária manoniquim vindos de fora – o cheiro-verde é cearense, o arroz, a farinha, vêm de outros estados da região Norte, tomate e cebola vêm de fora – ou encarecidamente atravessado da insuficiente agricultura local, onde o tomate chega mais caro que aquele vindo do sul, não adianta falar em prato amazônico. A “globalização” aqui revela o engôdo.

Como comunista, Eron desconhece que a condição social é resultado do trabalho coletivo, e que, sem um trabalho que efetive um mundo justo, resta como efeito a pobreza, a violência, a discriminação. E nenhum governo de marketing pode modificar esta realidade.

Daí, tanto para o governo Braga quanto para o comunismo do casal Eron/Vanessa, a palavra orgulho se encaixa perfeitamente: acham-se mais e maiores que aquilo que realmente são. Um equívoco epistemológico nocivo à democracia.

Mas o povo, que não come marketing e não vive do orgulho, sabe de onde vem o peixe, a farinha, a banana… E diz: “a minha miséria não foi Deus quem quis / Muito menos eu”.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.895 hits

Páginas

setembro 2009
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos