Arquivo para 21 de setembro de 2009

A PARADA PARADA GAY DE MANAUS

O Movimento é a produção existências alegres

O Movimento é a produção de existências alegres.

A “Parada Gay”, como é do conhecimento internacional, não é um movimento com um único sentido de lutar pelos direitos eróticos/sexuais, visto que práxis sexuais, sejam homo ou hétero, são sempre realizadas, sem que ninguém possa impedi-las. A “Parada Gay” é essencialmente um ato político/social semelhante a outros movimentos de entidades que também tentam produzir suas próprias singularidades, como os negros, os índios, as mulheres, entre outras chamadas minorias.

Entendido desta forma – como reflexão de uma condição representada -, o ato político/social da “Parada” também não se restringe apenas às atuações dos adesivados de Gay. É também um processual coletivo que envolve todos que democraticamente tentam produzir uma sociedade em que cada um possa com sua singularidade ser agente histórico desta sociedade como liberdade de todos.

Daí as pessoas engajadas no ato político/social da “Parada” se recusarem à participar do confinamento imposto pelos governantes ao movimento – aceito candidamente pelos seus organizadores – excluindo-o das ruas, palco onde a história é produzida, aprisionando-o no interior de uma zona cinza, onde a alegria é substituída pela formalidade oficial, como qualquer evento empresariado com objetivo massificante definido. Mercadoria à ser consumida como objeto de entretenimento.Tudo que o Sambódromo proporciona como território de imobilização. Armadilha que parou o movimento gay que vinha de um crescente político/social nos desejos da população manauara. Quando se fazia visível no “Espaço da Aparência”, na fluidez contínua das ruas sob os olhos reveladores que não ocultam “o amor que não diz seu nome”.

De uma festa singular, metamorfoseou-se em um caricata alegoria desbotada cujos brilhos, os tons, os sons da alegria de uma mundo criativo, foram substituídos pela palidez da subserviência alienada. Nada de sonho, psicodelismo e realidade vivificante. Só temor, preocupação, deboche e violência. Nada que reflete o “Mundo Gay” que todos constituímos com sua turbulência e exuberância ativa.

Ao contrário do “Grito dos Excluídos”, que não se exclui das ruas (embora por uma vez tenha se excluído), a “Parada Gay”, ao se confinar não só agiu contra si mesma, mas também contra todos que sabem que a liberdade se produz nos territórios abertos dos diálogos políticos: as ruas. Territórios onde os preconceitos e os medos não podem se esconder para agirem ocultamente protegidos pela invisibilidade impulsionados por suas patologias.

Nisso, fica ecoando o brado de grande parte dos agentes/atuantes: “Lugar da “Parada Gay” é na rua! É na rua que a voz se faz e ecoa!”

CONCURSO PÚBLICO RECEITA FEDERAL – AUDITOR FISCAL

A Receita Federal publicou hoje, no Diário Oficial da União, edital de abertura do concurso público que visa preencher vagas para o cargo de auditor fiscal.

Sonho dos chamados ‘concurseiros’, a vaga para auditor fiscal da receita federal não requer especialidade. Com qualquer diploma de nível universitário pode-se assumir, em caso de aprovação em concurso.

A remuneração inicial para o cargo, neste concurso, é de R$ 13.067,00.

O concurso terá âmbito nacional, e a distribuição dos aprovados para atuarem irá ser determinada na segunda etapa, portanto os aprovados devem estar preparados para mudar de cidade.

A organização do concurso está a cargo da ESAF (Escola Superior de Administração Fazendária). Em breve, a RF também deve lançar edital para o cargo de analista-tributário.

Concurso Público – Auditor Fiscal da Receita Federal

Inscrições: 28 de setembro a 13 de outubro, no site da ESAF.

Número de vagas: 450, sendo 23 para PNE.

Data das provas: 05 e 06 de dezembro.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O EDITAL

CLIQUE AQUI PARA FAZER A INSCRIÇÃO NO SITE DA ESAF.

VEREADOR JOSÉ RICARDO CONVIDA PARA REUNIÃO SOBRE ORÇAMENTO PÚBLICO

Recebemos do gabinete do vereador José Ricardo (PT), da Câmara Municipal de Manaus, um convite para discussão sobre o Orçamento Público para o ano 2010 desta cidade. Aos interessados em contribuir e participar na tentativa de democratização do dinheiro público, deixamos o convite, que apresenta local, data e horários, de acordo com cada zona da cidade.

CONVITE – ORÇAMENTO PÚBLICO

Você sabe onde serão gastos os R$ 2,25 bilhões do Orçamento da Prefeitura para 2010???

Você pode e deve participar com sugestões sobre o que consideramos urgente e prioritário para nossa cidade e para os cidadãos.

Estamos na fase de discussão do Orçamento Público para o ano de 2010. Podemos e devemos indicar à Prefeitura como queremos que sejam aplicados os recursos públicos.

Para isso, convidamos você para uma reunião onde será discutido o orçamento e as prioridades para o seu bairro e sua cidade.

ZONA OESTE E CENTRO-OESTE

Data: 24 de setembro de 2009.

Local: Centro Social Santa Terezinha.

End.: Rua 09, nº. 155 – B – Alvorada.

Horário: 19:30h às 21h.

ZONA SUL E CENTRO-SUL

Data: 25 de setembro de 2009.

Local: Escola Alternativa/Igreja São Francisco.

End.: Praça Coari, s/nº – São Francisco.

Horário: 19:30h às 21h.

ZONA LESTE

Data: 26 de setembro de 2009.

Local: Igreja de Cristo Rei.

End.: Rua Penetração s/n – São José II (ao lado da passarela , na rua do semáforo)

Horário: 09h às 12h.

ZONA NORTE

Data: 26 de setembro de 2009.

Local: Igreja São Bento (Salão Paroquial).

End.: Av. Noel Nutels, s/n – Cidade Nova (Próx. Terminal 3)

Horário: 15h às 18h.

Informações e Sugestões

Fone – 3303-2842-2843

SAUDAÇÕES DEMOCRATIZANTES AO POVO DE COARI

A confirmação da vitória de Mitouso nas eleições para prefeito em Coari faz passar um sopro rumo à democratização do poder público em um dos municípios fundamentais no estado do Amazonas, devido à sua densidade eleitoral e à sua importância econômica devido à extração de gás natural.

Mesmo para quem observe que o prefeito eleito faz parte de um grupo político da direita – Mitouso é do PMN, mesmo partido do vice-governador Omar Aziz -, e que tenha visto em seu palanque políticos de um histórico nada ético, nada confiável democraticamente, mesmo assim é um corte nos desmandos do grupo de Adail Pinheiro, ex-prefeito, atualmente preso por pedofilia e acusado por diversos outros crimes, como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e evasão de divisas.

Foi esse o entendimento que fez o deputado federal Francisco Praciano (PT), conhecido por sua integridade e eticidade, também subir no palanque de Mitouso, e é esse o entendimento que leva este bloguinho intempestivo a saudar o povo coariense em sua caminhada democrática.

Mas o trabalho de Mitouso na verdade começa agora, pois a força do grupo de Adail ainda é muito grande, basta ver que o segundo colocado, Manuel Vicente (PR), apoiado por Adail, obteve 14.427 votos, contra 16.256 de Mitouso; ou seja, uma diferença de apenas 1.829 votos.

Mas essa votação não reflete a realidade eleitoral, pois houve ainda muitas fraudes, como a disseminação de boato que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia reconduzido o prefeito cassado, Ridrigo Alves (PP). Houve também muitas ameaças levadas a cabo por um grupo de policiais militares reformados contratados como cabos eleitorais e até a forjação de pesquisas que apontavam Manuel Vicente como vitorioso. Durante a apuração foram constados votos até de pessoas já mortas.

Depois de confirmada a vitória de Mitouso, o prefeito eleito enfatizou que sua primeira ação é a imediata entrada na justiça pelo trancamento das contas do município. Diz-se também que, entre os vereadores da Câmara Municipal de Coari, a maioria é voto certo de acordo com os interesses do ex-prefeito preso.

Todo esse quadro aponta para o início de uma democratização do poder público em um dos municípios atualmente, do ponto de vista econômico, mais ricos do estado do Amazonas.

Por isso, nossas saudações democratizantes ao povo de Coari!

A REAL BELEZA DE MANUELA D’ÁVILA E A FEIÚRA DE KENNEDY ALENCAR

Manuela D'Ávila

Ontem à noite, dando umas voltas pelas superfluidades televisivas, deparamo-nos com um programa de entrevistas da Rede TV apresentado por Kennedy Alencar, que também é colunista da Folha de São Paulo, e que tinha como convidada a deputada federal Manuela D’Ávila (PC do B-RS).

Manuela é considerada uma das mais belas parlamentares mundiais; mas aqui não nos referimos à beleza no sentido objetal do olhar machista falocrático de uma definição instituída pela indústria de consumo, mas sim à beleza de atuação democrática no mundo. O que faz uma pessoa bela independente de estar ou não dentro dos padrões de beleza. Essa sim, a real beleza de Manuela, que nos importa.

Por outro lado, há também pessoas que, pela prepotência, covardia, corrupção e tantas outras viciações antidemocráticas – mesmo com seu nariz afilado pela plástica, silicone nos seios e glúteos, chapinha, roupas, jóias e tantos outros badulaques -, carregam uma feiúra que transparece na artificialidade de sua existência banal. Esta a feiúra de quase todos os midiotizadores do globo; entre estes, Kennedy Alencar.

A CAPCIOSIDADE NÃO CAPTURA A LUCIDEZ

Demos somente uma olhada para ver como Manuela se saía diante das capciosas perguntas do entrevistador atucanado. Ele falava sobre a posição política do partido da deputada, mas ela nem deixou ele terminar e colocou a palavra que ele titubeava em dizer: “Eu sou comunista.” E explicou com alegria o que significava para si ser comunista, no sentido de afirmação democrática de fato e de direito. Acrescentou que seu partido era tão democrático que tinha uma deputada federal com 25 anos, o que só é possível nos partidos da direita para os filhos dos caciques (é claro que existem as exceções localizadas, como no caso do casal híbrido Vaneron no Amazonas). O capcioso prosseguiu na rasteirice mais tacanha do senso comum, falando em “ditadura do proletariado”, e pegou uma aula sobre o significado marxiano dessa expressão. Calmamente e com simplicidade, Manuela explicou-lhe que “ditadura do proletariado” não tinha nada a ver com o sentido senso comum da palavra “ditadura”, e que as transformações reiais e necessárias para a sociedade, de acordo com seu partido, era de natureza pacifista. Desligamos a tv.

Uns 20 minutos depois, ligamos novamente, dessa vez o capcioso tentou pegar Manuela pelo preconceito ao indagar sobre seu jeito alegre “de ser”, quando ela falou sobre um cronista gaúcho que toda pessoa que foi gorda um dia, que é seu caso, “é sempre ex-gordo”. Prontamente Alencar atalhou, dizendo que se agora ela era magra é porque ser gorda a incomodava. Ela, por sua vez, atalhou-o, explicando que não, que ela se referia à alegria, ao fato dos gordos geralmente serem risonhos, brincalhões, e mesmo depois que, por ventura, emagrecessem continuariam com essas características, que eram saudáveis em qualquer pessoa. Disse ainda que não estava ligada a padrões de beleza, que emagreceu sem recorrer à paranóia de dietas milagrosas, e o que importava na verdade não era se a pessoa era gorda ou magra, e sim sua participação ativa no mundo. Desligamos a tv de novo.

Quando ligamos de novo, no finalzinho, Alencar perguntou sobre o uso que ela fazia da internet, tendo um blog muito acessado, se era realmente ela quem respondia as perguntas e comentários. Manuela respondeu que, assim como seu mandato era autêntico, e que ela presta contas regularmente com a sociedade, assim também todas as atitudes de sua vida. Que sempre arranja tempo para usar a internet como ferramenta de comunicação política, que tem o hábito de atualizar seu blog, sempre arranja um tempo para isso, às vezes até do celular no carro.

E assim terminou o embate, onde a, democraticamente bela, deputada Manuela D’Ávila, com sua alegria e lucidez, conseguiu discutir questões fundamentais para o país e demonstrar a autenticidade de sua existência, mesmo com a obviedade-capciosa do entrevistador. Desligamos definitivamente a tv.

POR FORA DE FUTEBOL

Por fora de futebol “Eu entro em campo para ser feliz.”

Valdivia, craque chileno.

/////////////////////Se o jogador de futebol profissional fosse amador, talvez amasse o futebol.

Trave ########## BRASILEIRANÇA AAABBBA B A B A B

Era sábado, mano. Como dizia o poeta, “Porque hoje é sábado”, tem peleja futebolística. Enfrentaram-se Vascão e Bugre? Não! No sentido de se enfrentar, não se enfrentaram. Partida de corrida, mas não aguerrida. Já o Vitória, aguerrido, não deu pelota para o Vermelhaço, com suas atuações de altos e baixos. Mais baixos que altos. Viva os baixos! Uelliton e Roger. Para o Vermelhão, nenhum sabor de primeira colocação. O Vi vem por duas semanas sentando a pua nos maiorais, Palmeiras e, ontem, Vermelhoso. Mas se não fosse o artilheiro Elton, o Vascão estaria na mesma posição, como ficou. Uma vitória só para dizer que participou de uma partida. Já em sua arena baixada, o Atlético Paranaense dedecou uma única vez o finalista Sport, cujo nome não está ajudando. É nome, mas Sport nada.

ROGÉRIO E O RANCOR DE SÃO PAULO

No evangelho de São Paulo, rancor é pecado. Mas sem pecado quem vai para o céu? É preciso cultuar o rancor, já que o rancor é irmão da dívida. Por tal realidade metafísica, Rogério, goleiro do São Paulo, ao ser entrevistado, depois do fim da partida contra o Santo André, afirmou que o gol dos operários foi um acaso. “Tiveram a felicidade” de fazer o gol. Entenda-se, felicidade para o simulado goleiro tem o sentido de ajudado pela sorte. Entretanto, o rancoroso não percebe que o André, em 90 minutos, só fez um gol, a quantidade de gol que ele fez. Ora, se foi sorte do Santo, porque o Paulo não fez mais gols, já que não precisa de sorte para ganhar. Como diz o Alambradô, “coisa de despeitado”.

FLUZÃO É SÓ DEPRESSÃO

Está certo que esta coisa de se classificar é um engodo que pegar o incauto. O incauto gosta. Sabe-se que não existe diferença entre ser da primeira divisão ou segunda no futebol brasileiro. A pelada é a mesma. Só que os cartolas fazem questão que os jogadores e dirigentes acreditem que tem diferença. E eles acreditam. Depois do 4 a 1 contra o Grêmio, com dendecadas de Souza 2, Theco e Cássio, contra, para os pampeiros, e Keize, para o Fluzão, os jogadores do Fluzão, respondendo a hipnose da classificação, eram só depressão. “Está difícil”. Difícil para eles é permanecer na série A. Os incautos não entendem que A é B. Assim, sofrem sem motivo real. Não sabem que é tão bom ser último. Pelo menos não há ninguém atrás.

DEPOIS DA ONZÉZIMA

O Avaí estava estancado na onzézima partida sem perder. Daí perdeu duas seguida e permaneceu na onzézima rodada. Ontem pegou o Baru e saltou da onzézima. Agora está em paz com a vitória e tenta se aproximar dos quatro primeiros colocados. William, Eltinho, Muriqui e Léo Gago dendecaram para o ex-onzézimo. E para o Baru? Ninguém. Mas o Baru vai bem.

MENGÃO MOSTRA MENGÃO

Mengão não quis saber se o Vascão já está na primeirona e mandou ver. Pegou, em dia inspirado, o Coritiba, que vinha crescendo na competição, mas esqueceu tudo diante do Mengão. Tudo começou com Pet, cobrando falta. Depois Adriano, recebendo uma baba servida por Pet, aproveitou, deu brilho na dendeca e realizou um golaço. Fechando o três, Williams fez a Dendeca dormir confortável no fundo da rede, para felicidade das Urubuzudas.

Enquanto isso, um dos seus rivais, o Fogão, não passou da nulidade com o peixe: zerô por zerô. O carvão não estava para fogo, assim como o mar não estava para peixe. Mas estava para Luxembuste. O mesmo zerô a zerô dos aflitos com o Galo, que perdeu a posição para os pedras preciosa, Goiás. É triste, duas equipes ditas futebolísticas entram em campo e durante mais de 90 minutos não conseguem dendecar uma só vez. É doloroso.

JACA SE APRESENTA, MAS É TEMPO DE VERDE

Os adereços estavam bem postos para a festa da volta do Jaca que cai. Torcida organizada e desorganizada em vibração para o futuro festivo com a vitória do Coringão. Não teve festa, mano. Quer dizer: houve, mas para os verdes, do técnico homofóbico, Hélio dos Anjos (toma cuidado sol, o mundo é gay).

Mano, o Jaca só caiu. Em casa, total humilhação. Humilhação 1: Iarley. Humilhação 2: Fernandão. Humilhação 3: Iarley novamente. Humilhação 4: João Paulo. Tentativa de dês-humilhação ficou por parte de Dentinho, que não mordeu a partida para melhorar a atuação do Timão. Quer saber, mano? Foi triste o espetáculo visto da Fiel.

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,PERNADAS DO FUTEBOL

O técnico do Goiás, amparado em sua psicologia troglodita, buscou solucionar a animosidade instalada entre alguns jogadores de sua equipe, que, segundo ele, andavam com ciúmes do Fernandão, recorrendo ao argumento homofóbico de que em sua equipe não jogam homossexuais.

Diante da reação dos movimentos pelos direitos iguais, ele tentou se desculpar, dizendo que não foi bem isto que falou. Argumentou que o que tinha dito era que em seu time não tinha que haver “viadagem”. Não colou. Foi então que um cartola do Goiás resolveu resolver. Disse que não era nada disso, e que ele, Hélio dos Anjos (agora imagina os anjos), certa vez já havia sondado contratar jogadores que apresentavam sinais homossexuais.

Enquanto isso, o pessoal da Parada Gay realizada ontem, aqui em Manaus, aceitou fazer a Parada no Sambódromo, local imposto pelos governantes da cidade. E ainda se tomam com o direito de protestar contra Hélio dos Anjos.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.587 hits

Páginas

setembro 2009
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos