Arquivo para 1 de outubro de 2009

WALLACE CASSADO NA ALE-AM

Terminou agora há pouco o julgamento do deputado Wallace Souza (PP) na Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM).

No total, foram 16 votos a favor da cassação, 04 contra e 03 abstenções.

Com o democrático placar, Wallace deixa de ter foro privilegiado e perde os direitos políticos por 8 anos.

Além disso, agora como cidadão (?) comum, Wallace poderá ser julgado pela justiça comum contra as diversas acusações que correm no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), entre elas formação de quadrilha e associação para o tráfico, coação de testemunhas, porte ilegal de armas e exploração sexual infanto-juvenil.

Segundo comunicado, a decisão acertada da ALE-AM será publicada amanhã no Diário Oficial do Estado (DOE).

Acostumada a acordos tácitos na ALE amazoniquim, esta cassação só ocorreu devido a pressão popular. E a população aguardou ansiosa a decisão, como pode-se inferir de um comentário neste bloguinho minutos após o anúncio da cassação.

Oliveiras Democráticas

Exercemos o magistério. Como cidadão acompanhamos o caso Wallace pare- passo. Eis que chegou o grande dia. Esperamos a manhã toda deste 1º de outubro de 2009 e nada da sessão da ALE-AM iniciar. Quando começou já era 12:45h e chegava a hora de ir para a escola. A espectativa era grande. Ao entrarmos na sala uma aluna que, descumprindo proibição de uso de telefone na escola, escutava uma rádio e disse que estavam debatendo sobre a cassação do Deputado Wallace. Ela me emprestou o telefone/rádio e por volta das 14:45h o veredito era dado e o deputado foi cassado. Retornei às salas dando a boa nova e a gritaria de contentamento era enorme. Numa das salas gritaram alunos e o professor que passou a ministrar sua aula com mais alegria depois de nossa sociedade se ver livre de um capo.

E a pressão da população deve continuar, para que o caso Wallace não tome os mesmos rumos da cassação do deputado Antônio Cordeiro, que perdeu o mandato em 2004, após a Operação Albatroz, da Polícia Federal, desbaratar um esquema de fraude em obras públicas comandado por ele que teria desviado R$ 500 milhões, e pela qual Cordeirinho nunca sofreu condenação nenhuma na Justiça manoniquim.

ECONOMIA DOMÉSTICA ― NO BALANÇO DOS PREÇOS

TOSTADO O PREÇO DA FARINHA

Dona Irene (chamando a Juracy no quintal): Juracy! Jura! A Jacira taí?

Vó Juracy: Tava, mulher. Foi na feira com o Tiquinho comprar farinha. Eles estavam querendo tomar o “caribé”!

Dona Irene: Então vou ficando por aqui para tomar o mingau feito pela farinha fina, de curimã, que dá um delicioso “mbeiu” ou “beiju’. No período da nossa infância, fomos também alimentados com bolos de carimã. Esses dois não se largam, os laços de amizade entre eles é muito forte.

Vó Juracy: É mesmo. Você lembra com muito gosto dessa culinária nativa do nosso Amazonas. Eles contaram que a merenda anda ralada, ralada… Diz que ultimamente a merenda e só picadinho escaldado, e sem tempero. Pode?

Dona Irene: E Jacira disse que a diretora estava ajudando a fazer a merenda, pois não há merendeiras para fazer, diz que ela dava tão irritada com tal situação que a senhora que estava ajudando pediu para comprar tempero senão iria azedar o picadinho para o pessoal da noite. Ela disse que se estragasse a merenda, que ela não tava nem aí. E o direito à merenda onde fica?

Vó Juracy: Fica só na “Constituição”, Por isso que devemos continuar a ler para os meninos os Direitos que regem nossa vida Civil e depois discutirmos com eles, como fazemos com as lendas, contos e histórias do nosso folclore.

Dona Irene: Falando em “Constituição”, a Jacira leu para mim o Capítulo XIV Dos Sistemas de Transporte.

Vó Juracy: Esse Capítulo tem sido o um dos mais lidos por eles, porque estão preocupados com a questão do transporte coletivo na cidade, para discutir com seus colegas, como o problema da merenda. E o que a Jacira leu para você?

Dona Irene: Ela leu o Art. 255, que diz: “São isentos do pagamento de tarifas nos transportes coletivos,fluviais e terrestres:

Caput’ com a redação dada pela Emenda Constitucional nº 10/91.

I – as pessoas portadoras de deficiência com reconhecida impossibilidade de locomoção;

II – policiais em serviço;

III – idosos maiores de sessenta e cinco anos;

IV – durante o período letivo, o aluno da rede escolar oficial devidamente uniformizado e identificado;

V – crianças menores de até 10 (dez) anos de idade, devidamente acompanhadas de um responsável.

Inciso acrescentado pela Ementa Constitucional nº 03/91.

Parágrafo único. Cabe aos proprietários de transportes coletivos urbanos e fluviais, a fixação nestes do teor do “caput” deste artigo e seus respectivos incisos, em local visível para o conhecimento dos usuários.

Parágrafo acrescentado pela Emenda Constitucional nº 03/91.”

Vó Juracy: Manaus! Manaus! Manaus não é uma cidade! Uma cidade tem que ter os elementos básicos para sê-la: moradia digna, sistema de saúde coletivo eficaz, um sistema educacional que produza no educando novas formas de dizeres, um sistema de transporte coletivo que preserve a vida humana.

Dona Irene: É mesmo! E as crianças tem que ser envolvidas nas questões sociais desde pequeninas, para que possamos criar espaços em que todos tenham voz ativa. Como é essa situação da isenção, porque os estudantes tem direito a passagem livre, e de alguma forma deram apenas a meia-passagem. Como pode isso?!

Vó Juracy: E se deixar vão tirar também esse direito. Isso só vai mudar quando mudarmos esta condição de privação, que oferece essa “Não-Cidade”.

Tiquinho e Jacira (aparecem correndo no quintal): Vó! Vó! Oh, vó! Não vai ter “caribé” na merenda não!

Vó Juracy: Não tem farinha? Nem para comer Jaraqui frito?

Tiquinho: Ter tem, o problema é que a cheia se foi, mas o preço continua subindo.

Dona Irene: E quanto tava a farinha fina de curimã, vocês encontraram na feira?

Jacira: Ninguém fornece mas essa farinha na feira, tem a de cururi, que vai de 2 e 50 a 5 tocos, isenta do preço baixo…

Dona Irene: E a farinha ova, como tava no preço?

Jacira: A farinha ova só no tamanho, porque no preço tá de R$ 4,00, de R$ 4,50 e chega a R$ 5,00. Vamos nos isentar do seu sabor.

Vó Juracy: E a farinha ovinha, deu pra comprar?

Tiquinho: A ovinha? Tinha de 4,50, de 5,00, de 5,50, e chega a 6,00 paus, isenta do preço baixo…

Dona Irene: A farinha do Uarini, como tava o preço?

Jacira: A Uarini tem de 4,00, de 4,50, e quem pode comprar de 5,00 tocos?

Vó Juracy: Ai, meu “caribé”, vou ficar sem seu sabor? Deu para trazer a farinha d’água?

Tiquinho: Ih, vó!, se depender do preço que está a gente vai ter que começar a fazer uma roça, e plantar mandioca, que nem a banana… Tinha de 1, de 2 e de 3 tocos, isenta do preço baixo e no sabor também… Tinha também uma farinha d’água grossa, de 2,25, mas de grosso já basta o preço.

Dona Irene: Onde a gente vai chegar com esses preços? Vamos ficar sem o “caribé” na merenda e no peixe frito. A farinha de Curuaru, tava de quanto?

Jacira: Essa farinha tá para sumir da feira, e no preço. Só tinha em uma banca, de 2 a 3 paus. Peixe frito, sem farinha, nem pensar!

Vó Juracy: A farinha branca, nem ela dava para comprar?

Tiquinho: Até dava, vó, tinha de R$ 2,00, de R$ 2,50 e R$ 3,00. O problema era o sabor que ela não tinha, tava um verdadeiro talco! Aí a gente andou…, andou… e encontramos uma farinha boa de preço: 1,90 a 2 reais, mas sem sabor e suja como o chão do mercado. Como comprar, não é, vó?

Vó Juracy: Nem pensar em comer uma farinha como essa! Por hora, vamos preparar outra merenda, vamos ao pomar pegar uns cajus e umas goiabas que vi hoje de manhã.

Dona Irene: Eu deixei a massa do pão caseiro descansando, essa hora já tá no ponto para o preparo.

Vó Juracy: Então eu vou acender o forno de barro agora mesmo.

Jacira: E nós vamos logo pegar o caju para fazer um suco e a goiaba para fazer um doce, não é, Tiquinho?

Tiquinho: O que a gente tá esperando! Vamos logo, que a gente aproveita e já come algumas no pé da goiabeira!

CURTAS SOBRE A VOTAÇÃO DO “CASO WALLACE” NA ALE/AM

Atualizado em 14:05h:

  • Mais um dos que querem melhorar o quociente eleitoral, deputado Arthur Bisneto pede que votação seja aberta. Chico Preto volta atrás e diz que não vai revelar teor do voto.

  • Wallace faz defesa “metafísica”, se compara a Maria Madalena, cita todas as doenças das quais sofre, se diz vítima de perseguição política e usa o nome de Deus em cinco de cada quatro palavras que profere.

  • Wallace faz último apelo, ocupando ele mesmo os últimos 15 minutos do seu direito à defesa.

  • Neste momento, o advogado de Wallace, Francisco Balieiro, apresenta a defesa, que deve durar por volta de 45 minutos

  • Com 15 minutos de atraso, começou o julgamento de Wallace Souza.

  • Com a galeria totalmente lotada, Wallace chega ao plenário, vestido todo de branco (candidato(?), e é aplaudido pelas duas mulheres que carregam cartazes de apoio. Todo o restante é de vaias.

  • Como a votação será em regime secreto, alguns deputados já se aproveitam para fazer uso eleitoral da situação. Visceralmente ligado ao governo Braga, o deputado Chico Preto, envolvido com a Albatroz, afirmou que irá revelar o teor do seu voto, favorável ou não à cassação.

  • Marcada para as 12:30h, a votação do relatório do conselho de ética da Assembléia Legislativa do Amazonas, sobre a quebra de decoro parlamentar do deputado Wallace Souza (PP), atraiu manifestantes, a maioria favorável à cassação.

  • Estudantes de uma escola próxima à ALE foram até o local para protestar e pedir a cassação do deputado, acusado de formação de quadrilha e grupo de extermínio, porte ilegal de arma, tráfico de drogas e armas. Foram impedidos, no entanto. A diretora da escola os obrigou a retornar à sala de aula. É a orgulhosa educação do Amazonas em ação.

  • Detectores de metais foram instalados na entrada do acesso exclusivo aos deputados.

  • Cerca de 150 estudantes da UEA e UFAM estão no local, para acompanhar a votação e pedir a cassação de Wallace. No entanto, poucos foram autorizados a entrar.

  • Belarmino Lins, presidente da ALE, conhecido como Belão-Balão, informou que não dará entrevistas ao final do processo, seja qual for o resultado.

  • Dos 23 deputados presentes à sessão, Wallace precisará de pelo menos 13 votos a favor, se quiser manter seu mandato.

  • Apenas duas mulheres seguram um cartaz pedindo aos deputados que absolvam o deputado.

Fonte:agências de notícias no Twitter.

STF JULGA HOJE COMPETÊNCIA DO TSE SOBRE CASSAÇÕES

Da Agência Brasil:

Brasília – O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) adiou para a sessão de hoje (1º) a decisão de manter ou cassar a liminar do ministro Eros Grau que suspendeu a tramitação de todos os recursos contra expedição de diploma, decorrentes de eleições estaduais e federais, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A sessão está marcada para as 14h.

Os ministros vão decidir se os processos continuam suspensos no TSE até a decisão final do STF sobre o mérito da ação, protocolada pelo PDT. Na ação, o partido questiona a competência do TSE para julgar processos de cassação de mandato de governadores, vice-governadores, senadores, e deputados federais e estaduais sem que tenham sido analisados pelos tribunais regionais eleitorais.

A CONDIÇÃO DO IDOSO NA SOCIEDADE DE CONTROLE: SEIS ANOS DE ESTATUTO

Hoje comemora-se o Dia Internacional do Idoso. Pontuação burocrática temporalizante, armadilha da sociedade de consumo, atribuir um dia especial a uma categoria social que, se bem capturada, enredada na teia da semiótica capitalística, cai, e se acredita especial nesta data, ignorando que os outros 364 dias do ano – igualmente uma pontuação burocrática! – também serão especiais se eles assim o fizerem.

Idoso é todo aquele que possui idade. Uma criança de um ano é idosa, pois possui já na contagem cronológica uma idade. A sociedade do consumo e do culto à um ideal de vida que nada tem da Vida, mas que é uma caricatura tanática, criou modos de ser cujas expressões anulam a potência de agir e transformam o corpo em dócil produtor do que interessa aos ditames desta sociedade.

Daí a chamada “terceira idade” ser o retrato da passividade e da morte-em-vida no plano político, social, e principalmente ético-estético, nas produções coletivas do corpo. Uma velhice apassivada, triste, que não tem envolvimento com a coletividade, e que concentra a existência no consumo, comprando e aceitando docilmente o mote “saúde é o que interessa”, é o efeito de uma existência dentro da estratificação sócio-temporal que se produz na sociedade burguesa: nesta chamada terceira idade, cuida-se das mazelas adquiridas nas décadas anteriores, de exploração absoluta da força de trabalho.

Resultante de uma existência falhada na sua potência de agir, o idoso que cai no engôdo da terceira idade cultua um corpo destroçado por décadas de trabalho explorado e improdutividade existencial, e só não é descartado imediatamente porque ainda têm capacidade de consumo. A indústria de fármacos que o diga.

Ao contrário, a velhice como efeito de uma existência ativa e produtiva é apenas uma mudança, sutil mudança nos modos de sentir e perceber. É, como afirma o filósofo Deleuze, uma outra suavidade, um modo diferente de sentir a existência. Plenitude e beatitude, um corpo ativado pelo aumento da potência de agir, e que não aceita a passividade e o lugar que lhe destina a sociedade de controle. Daí outro filósofo, Toni Negri, afirmar ser inaceitável a aposentadoria, já que ela não coaduna com os fluxos criadores da vida. Se não sabemos do que um corpo é capaz (Spinoza), em termos de produção de afetos (modos de existir), também não podemos lhe determinar um “prazo de validade”, nem mesmo do ponto de vista biológico.

Ainda que produtivo, é evidente que do ponto de vista físico/fisiológico, as relações são outras. E numa sociedade que privilegia a produção extensiva e a exploração da força de trabalho em todos os sentidos possíveis, é preciso, do ponto de vista do direito, garantir a essas pessoas a possibilidade de exercer sua cidadania de forma equitativa. Daí a importância do Estatuto do Idoso, que completa hoje seis anos, garantindo direitos básicos dentro de uma sociedade que é feita para uma velocidade extensiva, mas que não carrega nada de produção intensiva. Coisa que somente uma existência suave poderia trazer. Esta sociedade precisa da velhice mais do que a velhice precisa dela.

ENEM CANCELADO

Em notícia veiculada há poucos minutos atrás (às 2:44h) na Agência Estado, diz que a prova do Enem foi cancelada nesta madrugada devido ao vazamento das questões que constariam no exame que ocorreria no próximo sábado e domingo.

Consta na notícia que “na tarde de quarta-feira, 30, o jornal foi procurado por um homem que disse, ao telefone, ter as duas provas que seriam aplicadas no sábado e no domingo. Propôs entregá-las à reportagem em troca de R$ 500 mil”. Consta ainda que o homem enfatizou: “Isto aqui é muito sério, derruba o ministério”.

O jornal, segundo consta, encontrou o homem, acompanhado de outro, ontem à noite, que apresentou trechos da prova, dizendo ter recebido o material “de Brasília, de gente do Inep, do MEC”, revelando que existem cinco pessoas no esquema de vazamento. Acrescentou ainda não ter motivação política, apenas vendo como uma oportunidade de ganhar dinheiro.

Segundo ainda a notícia, o Estadão, “sem se comprometer com a compra”, entrou em contato com o ministro Fernando Haddad via telefone e enviou via e-mail os trechos. O ministro, a quem também é vedado o conhecimento das questões, entrou em contato com técnicos do Inep, que verificaram a veracidade das questões e, por isso, o MEC cancelou as provas a serem realizadas no próximo final de semana.

No exame que o Estado teve acesso, a prova de linguagens e códigos, que seria aplicada no domingo, tinha na questão número 1 uma tira da personagem de história em quadrinhos Mafalda. Na folha seguinte, o exame reproduzia uma bandeira do Brasil com a área verde parcialmente suprimida, simbolizando o desmatamento. A imagem lembra uma campanha publicitária famosa da organização não governamental SOS Mata Atlântica. Embaixo dela, a prova tinha a seguinte frase: “Estão tirando o verde de nossa terra.” Em outro trecho do exame, também no alto, à esquerda, os examinadores usaram no enunciado o poema Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, aquele que começa com os versos “Minha terra tem palmeiras/onde canta o sabiá”. As questões da bandeira e do poema foram confirmadas pelo MEC como originais.

Outro trecho literário usado no Enem tinha o verso de Carlos Drummond de Andrade: “No meio do caminho tinha uma pedra/tinha uma pedra no meio do caminho”. Mais adiante, a prova reproduzia um texto da revista Veja sobre o filme Touro Indomável, de Martin Scorsese. Outro personagem usado no Enem era o gato Garfield. O programa de mensagens instantâneas MSN é mencionado em uma das questões.”

Por telefone, o presidente do Inep, Reynaldo Fernandes, afirmou que “há fortes indícios de que houve vazamento, 99% de chance”. A previsão é que ocorra um novo exame dentro do prazo de 45 dias.

CONFERÊNCIA PARA DISCUTIR DOENÇA MENTAL NO BRASIL

Os representantes da Marcha Pela Reforma do Sistema Psiquiátrico no Brasil, que se realizou ontem, dia 30, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, onde os participantes exigiram a humanização das políticas públicas para o tratamento de 23 milhões de brasileiros com distúrbios mentais, receberam do chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho, a notificação de que o presidente vai convocar a 4ª Conferência Nacional de Saúde Mental do Brasil, para tratar dos principais temas que tocam na Saúde Mental do país.

Na ocasião, os representantes da Marcha entregaram a Gilberto Carvalho um relatório que descreve as mortes de pacientes com transtornos mentais nas unidades de internação por uso de medicamentos. Segundo Nelma Melo, secretária executiva da Rede Nacional Internúcleos da Luta Antimanicomial (Renila), o chefe de gabinete, Gilberto, entendeu a urgência das medidas para combater os problemas das mortes nos hospitais psiquiátricos. Para Nelma, a Conferência deve ocorrer em 2010, já que a última ocorreu em 2001.

POR FORA DE FUTEBOL

Por fora de futebol “Eu entro em campo para ser feliz”.

Valdivia, craque chileno.

_________Que importância tem para economia brasileira e para inteligência da população as narrações e os comentários dos profissionais da mídia futebolística? Me responde, Onofre, se tu for craque.

Trave ############# SUDAMERICANA

ELES JOGAVAM BRINCANDO

Toque de bola, matada no peito, rosca, saca-rolha, drible, deslocamento desconcertante, chute em gol, passada de pé sobre a bola, bola colada nas curvas dos pés, calcanharzada, alegria, brincadeira, coisa de futebol moleque. Molecagem. Sabe o que é isso, brother? Sabe? É o time da Universidade do Chile. A dendecada de Oliveira, cabeceando entre os zagueiros adversários, dentro da área numa cobrança de falta que resultou no placar do jogo, foi só um signo a mais no que aconteceu na peleja entre os chilenos e os gaúchos.

Eles jogavam brincando, brother. Sabe o que é isso? O Vermelhaço, de equipamento amarelão, não amarelou. A questão é que os chilenos brincavam em campo, brother. Eles jogam brincando, brother, sabe lá o que é isso? Talvez seja, no momento, o único time da América do Sul que joga futebol na acepção do jogo. Brincar. É o que eles sabem fazer. Um bando de moleques brincando alegres.

O FOGÃO PERDEU, mas ganhou. Depois de ganhar em casa por um escore confortável, o Fogão, foi encarar o Emelec, no seu quintal. André Lima dendecou para o Fogão e José e Carlos Qiñonez para os de casa, mas não classificaram seu time. Fogão segue na peleja Sudamericana, já que na Brasileirança a coisa está cinza.

VITÓRIA EMPATA e deixa a competição. Depois de perder na casa do adversário River, do Uruguai, o Vitória não viu a vitória em seu Barradão: foi barrado. Uma dendeca para cada lado. O River, que não é da Argentina, continua.

Trave ///////////////////////////BRASILEIRANÇA

Aflito, mais do que aflito, o Náutico, nos Aflitos, levou duas dendecadas do São Paulo, que se aproximou mais do líder Periquito.

Bruno Moreira para o aflitos e Hernandes e Hugo para o santo paulista. O aflito fica cada vez mais aflito, ameaçando Fogão e Fluzão na ponta da tabela de cima para baixo.

PERNADAS DO FUTEBOL

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,O Comitê Olímpico para as Olimpíadas de 2016 notificou que o Rio de Janeiro é a pior cidade para sediar as Olimpíadas. E para zombar ainda mais, afirmou que Tókio é muito melhor.

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,A Seleção Argentina de futebol só faz quando não precisa. Jogando amistoso contra a Seleção de Gana, os argentinos ganharam de 2×0, com dois gols de Palermo. Talvez tenha sido vibrações de Messi, que também fez o gol que classificou o Barcelona, seu time, para continuar na Liga dos Campeões, mas na Seleção Argentina nada de necas.

:::::::::::::::::::Time que não chuta, não joga futebol.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.536 hits

Páginas

Arquivos