Arquivo para novembro \30\-04:00 2009

BRASIL E ARGENTINA JUNTOS CONTRA A DENGUE

Foi publicado hoje no Diário Oficial da União de hoje as intenções dos governos brasileiro e argentino para a implementação de ações de combate à dengue.  Com programas sólidos no combate a doença, os dois paises com esta União pretendem fortalecer ainda mais o combate a doença feito pela Comissão Interna de Controle da Dengue do Mercosul.

O Brasil vai auxiliar no envio de equipes com médicos e sanitatistas para a fronteira com a Argetina para que assim como já havia feito com a Bolívia, onde buscou combater os focos de propagação da doença. No caso da Argentina destacasse principalmente a região do Iguaçu.

(Adaptação de Agência Brasil)

Kinemasófico: Artista da fome e Vizinhos Vigilantes

Diretor:Tom Gibbons

Duração:16 minutos

Ano: 2002

Nome Original: The Hunger Artist (baseado na Obra de Franz Kafka)

Sinopse (resumo da história do filme):

O artista, criador de novas idéias e formas, vai contra todas as vantagens e melhores julgamentos, recusando a proposta de abandonar sua habilidade artesanal e deixar o mundo com a mesma forma sempre.

———————————————————————————————

Diretor:Buster Keaton

Duração:18minutos

Ano: 1920

Nome Original: Neighbors

Sinopse (resumo da história do filme):

Dois vizinhos de uma vila se apaixonam, mas as famílias dos apaixonados não parecem se dar muito bem o que faz todos passarem por grandes confusões e marmotagens dignas da comédia de Keaton.

O Kinemasófico é um vetor cinematográfico que a Afin realiza todos os domingos à boca da noite, contando com um curso artístico (teatro, cinema…), sempre com a apresentação ao final da atividade de leitura seguida de um cinema. Mais informações, clique aqui.

ARRUDA É FILMADO RECEBENDO PROPINA

Não matei, não roubei, não desviei dinheiro público”, proferiu Arruda, chorando na tribuna do Senado, tentando se defender quando foi acusado junto com Antônio Carlos Magalhães – o Toninho Malvadeza, uma das personagens mais grotescas produzidas pela ditadura – de fraudar o Painel Eletrônico do Senado.

Passados alguns anos, Arruda, agora como governador do Distrito Federal pelo DEM, partido remanescente da ditadura, afirmou em entrevista que, na época do Painel, era um ingênuo, não entendia nada da política brasileira, mormente de Brasília. Mostrou-se um homem honesto que havia sido surpreendido pelas adversidades das tramas dos crápulas que infestam o Congresso Nacional.

Mas eis que vem a público um contagiante episódio de corrupção em seu governo, mostrando não só seus secretários recebendo propina, mas também o próprio “ingênuo” Arruda. Vídeo mostra o bom pefelista se locupletando com dinheiro público.

Agora, pego com a mão na grana, será que Arruda vai recorrer ao chavão “Não matei, não roubei, não desviei dinheiro público” para provar sua inocência?

E saber que arruda é uma planta tão eficiente para o tratamento de diversas enfermidades, mas que é ineficaz para tratar quem carrega seu nome. Coisas dos homens que invejam as potências dos vegetais.

MUJICA, AOS 74 ANOS, É OUTRO PRESIDENTE DA ESQUERDA NO URUGUAI

Foto: Iván Franco/EFE

No domingo, no Uruguai, o ex-guerrilheiro Tupamaro, José “Pepe” Mujica, de 74 anos, foi eleito o novo presidente do país. Com sua eleição, fica confirmado o segundo governo de esquerda no Uruguai.

Mujica é um homem com o talento do lutador das liberdades sociais. Militante desde a década de 60 contra as perversas entreguistas oligarquias uruguaias, foi por várias vezes preso e cruelmente torturado pelos inimigos da democracia. Nos períodos mais violentos que passou, o continente sul-americano era tido e exibido como o maior líder da esquerda revolucionária do cone sul. Com o transcurso da história política do continente, Mujica passou a ter outras formas de combate até se tornar articulador político do Movimento de Participação Popular.

Diante dos resultados das eleições disputadas em dois turnos, que lhe conferiram duas vitórias, Mujica afirmou que não há vitoriosos nem vencidos. Prova de sua vocação para compor forças para uma vivência democrática capaz de elevar o Uruguai à posição de uma grande potência no continente sul-americano. Uma potência latina americana.

Sua vitória é mais uma confirmação de que o mundo pretende outras formas de experiências políticas que fujam aos velhos modelos reacionários que predominaram durante séculos, principalmente, no mundo ocidental.

ABSTENÇÕES NAS ELEIÇÕES EM HONDURAS CONFIRMAM A FORÇA DE ZELAYA

Embora o candidato do Partido Nacional, Porfiro Lobo, considerado opositor dos golpistas, tenha obtido 55% dos votos nas eleições desse domingo em Honduras, e seja tido como eleito, o grande vencedor foi Zelaya, pois seus adeptos conseguiram mais de 65% de abstenções de eleitores, confirmando a força do presidente deposto em Honduras.

Enquanto Porfiro afirma que vai procurar apoio de Lula, que não reconhece as eleições em Honduras como legal, o presidente deposto, Zelaya, comenta: “Hoje derrotamos Micheletti nas urnas, derrotamos a violência nas ruas. O povo hondurenho não aceitou esse processo eleitoral como válido, não o sentiu como seu”.

Para Zelaya, o que confirma mais ainda que as eleições não são legais é a ausência de observadores internacionais e da Organização dos Estados Americanos (OEA) durante a realização das eleições.

POR FORA DE FUTEBOL

“Eu entro em campo para ser feliz.” (Valdivia, craque chileno)

§§§§§§§§ §§§Com quantos chutes se faz um gol? Com uma bola!

################ BRASILEIRANÇA B B B A BA B B A

SE A SUBIDA É MENGÃO, A DESCIDA É FLUZÃOZÃO

Te balança que eu me balanço!

Como diria a mãe do Abdiel: “Não deu para cochilar. Era dendeca por cima de dendeca”. Coisa de mãe? Não. Mãe é mãe. Sabe de futebol. Uma rodada de deixar cardíaco e hipertenso em festa. Toma lá e toma lá.

Uns querendo subir, outros querendo descer. O Mengão subiu e o Fluzãozão desceu. É quando descer não é derrota, fracasso. É quando descer é alegria. O Fluzãozão saiu da zona fria com sua vitória de 4 dendecadas no Vitória, que só tem o nome. Agora o Fluzãozão está na 16ª posição. Mas nada está garantido. Há uma disputa com o Fogão, que levou duas dendecadas do Atlético Paranaense e subiu para a zona fria. E Coritiba, o bom Coxa, que se encontra na zona de fronteira da zona fria depois de tomar 4 dendecadas da Raposa contra uma. Fica tudo para a última rodada. Mais uma cena para a mãe do Abdiel.

Fred, mais um coração Fluzãozão.

Já o Mengão levou a melhor contra o ausente Coringão – vergonhoso –, confirmando que quem ganha as partidas é o bom Zumbi do Futebol Andrade. O Mengão não apresentou qualquer futebol que pudesse agradar suas Urubuzudas, mas ganhou. Teve Edu, sem coração de Leão, saindo contundido, Jaca caindo, saindo, expulsão, penal, exibição de capoeira do bandeirinha, deboche do goleiro Felipe, Pet sem brilho, mas subiu para o primeiro lugar, se preparando para a festança do campeonato no domingo que vem contra o desfalcado Grêmio no Maracá.

Para melhorar o astral do Mengão, teve um santo despencando por 4 dendecadas contra duas no Serra dourada. O time do Raimundo, que começou a rodada com o primeiro lugar, terminou em quarto, apesar de uma boa partida, e muito bem disputada.

E havia qualquer coisa de diferente nas asas do Periquito diante das penas do Galo. O Galo queria bicar o Periquito para se aproximar do primeiro lugar. Não deu. O Periquito meteu 3 dendecadas contra uma do Galo, com direito à gol do meio do campo do confuso Diego Souza. Mostrando que os penas verde-amarelada ainda se encontram na disputa. Só que o Vermelho também está mais vivo. Com duas dendecadas no Sport, mostrou que tem segundo porte para ganhar o campeonato.

Do meio do campo, o invejoso Pelé não fez, Maradona acertou a trave, mas, no susto, Diego Souza fez.

No mais, além da festança do Mengão, que subiu, e a festança do Fluzãozão, que desceu, teve o Baru dendecado pelo seu sósia Grêmio, os operários empurrando cinco dendecas nos aflitos contra duas, o azulão duas dendecadas contra duas do Peixe.

Agora é a hora do vamos que vamos. Quem for, vai. Quem não for, não foi. Para o presidente de futebol do São Paulo, não vai. Acabou, Arnóbio!

!!!!! O MUNDO É GAY !!!!!

Realmente muitos venenosos cristãos [não todos] estão em pane com a aprovação dessa lei [PEC 122], pois isso mexerá no seus preconceitos e falirá suas atitudes condenatórias; e assim eles não poderão ficar vociferando nas tribunas por aí ódios e condenações. Criminalizar os outros é fácil; agora quando eles serão averbados como antidemocráticos e fascistas gritam por “não”. – …Que o cu de Sillas pegue fogo!… – E, se esses conservadores calassem a boca, muitos homossexuais estariam mais felizes. Lembrem-se que Jesus disse “amai uns aos outros e não condenai”. Amor pra todos!” (Kaltheman)

Frente Blogueira Pela Cidadania LGBT

É com imensa satisfação que convidamos você para participar de FRENTE BLOGUEIRA PELOS DIREITOS E CIDADANIA LGBT. A participação na Frente constitui-se na ideia de uma movimentação e trânsito de informações coletivas que possam levar, especificamente, ao público LGBT e àqueles que se interessarem. Informação: estas das mais variáveis fontes. Seu blog ficará com endereço e logo disponível no diretório www.frentelgbt.com.br.

Ao participar da Frente Blogueira seu compromisso será a inserção da LOGO em seu blog particular, a qual após sua confirmação enviaremos o código fonte. Um e-mail para contato que ficará disponível no diretório da Frente e a plena liberdade de convidar cada vez mais integrantes para nossa Frente. Lembramos que a Frente Blogueira possui caráter apartidário e, enquanto esforço coletivo por direitos e visibilidade não se responsabilizará por opiniões pessoais de qualquer integrante. Propomos, assim, um trabalho conjunto por nosso espaço e direitos que nos são negados. Aguardamos sua resposta. Desde já agradecemos a atenção e sua participação nesse projeto.”

Para você inscrever seu blog, clique na imagem ou no link acima ou, ainda, procure na barra lateral o logo da FBC LGBT.

Proximidade LGBT: Kaltheman

Há um mês, desde o final de outubro até hoje, no poste sobre convocação ABGLT da PEC 122 no Senado, um participante deste bloguinho que assina Kaltheman vem colocando diversos dizeres que vão desde comentários lúcidos sobre questões ligadas a questões LGBT a delírios poemáticos carregados de sensibilidade, no sentido gideano, de aproveitar todo instante da existência como VIDA em toda a intensidade da palavra. Kaltheman é na verdade a assinatura de Antonio Carlos Altheman, do blog-livro virtual Cu da Filosofia, “poeta e amante de negros amorosos”, que distribui suas análises, seus desenhos e sua poesia fundamentais a todos que lutam por um mundo sem qualquer possibilidade de difusão de preconceitos, seja sexual, racial, classista ou qualquer outro. Valeu, Kaltheman!

Fazer liberdade aos LGBT, por quê? E por que não? No sim e no não o absurdo, mas no SIM um movimento que traz outros entendimentos e ações. São as possibilidades de transbordamentos que pedíamos. Eles não dão $, mas são canal para trazermos para o exterior as forças inconscientes que se agitam em nós, e na ação centramento/distanciamento dos traumas etcetcetc. Há que se perseverar como a citação do livretinho budista que copiei para ti e deve chegar logo. Não esmoreçamos já, que ainda nos resta viver, que seja que nem a festa que você foi dia 22. Isso é milagre e não esqueça do que te disse: “O demônio só devolve o que lhe damos”. Portanto, não dê nada a ele. Que demônio? As figuras instituídas, as projeções que colocamos nos outros, somos nosso próprio e mais implacável algoz, único condenador.” (Kaltheman)

ABGLT PEDE OBSERVAÇÃO SOBRE PLANO DE ENFRENTAMENTO DA AIDS

No domingo passado, publicamos o Plano de Enfrentamento da Epidemia de Aids e das DST entre gays, HSH e travestis, que consiste em “políticas públicas de prevenção e controle das DST/Aids em contextos de vulnerabilidade acrescida”. No final do texto, dizíamos: “Observe se seu estado está entre os que estão desenvolvendo o Plano ou não e o motivo. Se não há “vulnerabilidade acrescida” ou negligência acrescida em demasia”. No meado da semana, nosso presidente da ABGLT, Toni Reis, lançou o pedido a tod@s:

Gostaria que todas as pessoas interessadas entrassem e conferissem o seu estado.

Vamos colocar também no site da ABGLT, para acompanhar passo a passo.

Gostaria de receber sugestão de como podemos fazer advocacy para que saiam do papel o mais rápido possível os planos que não estão saindo.

Como podemos fazer o controle social dentro da lei já estabelecida?.

E como poderemos fazer avaliação e monitoramento dos 27 planos das 27 unidades da federação?

Gostaria de receber sugestões de perguntas que devemos fazer para ter um questionário que mandaremos a cada seis meses para fazer este acompanhamento público, que seja preenchido pela sociedade civil e pelos gestores responsáveis, para que possamos ter um panorama real da situação com a nossa comunidade.

E para apresentar em todas as instâncias: Conselho Nacional de Saúde, CNAIDS, CAMS, Congresso, Assembleias. Fóruns nacionais e internacionais.

Também gostaria de ter nomes em todos os estados de quem se propõe a nos ajudar neste trabalho. Precisamos também nos mobilizarmos e pedir às autoridades competentes para que elaborem os planos de enfrentamento da epidemia entre gays, outros HSH e travestis nos municípios que tenham PAM.

Juntas e juntas vamos fazer um excelente trabalho, com diálogo, seriedade e competência.

Um abraço,

Toni Reis

Presidente da ABGLT

TEATRO OFICINA “O BANQUETE” JOSÉ CELSO

Adaptação de “O Banquete”, de Platão, realizada pela encenação do lendário José Celso Martinez Correa, volta aos palcos paulistanos para uma temporada até o dia 12 de dezembro. Aproveite! Espalhados em almofadões pelo meio da plateia, os atores a envolvem e levam-na a participar do colóquio amoroso, enquanto todos vão degustando vinhos e frutas, transformando a peça num verdadeiro banquete coletivo artístico-dionisíaco. Como diz Zé Celso: “É sobre o amor de qualquer tipo, porque para mim não há o amor hetero ou o amor homo, é apenas amor. No entanto não pode existir liberdade em nenhum sentido, principalmente amoroso, se qualquer forma de amor for cerceada, demonizada não existe razão de ser..”

Teatro Oficina Uzyna Uzona

O Banquete” – sextas (22h) e sábados (20h), até 12 de dezembro

Sessão extra no dia 23, às 14h30, dia dos 22 anos de Ethernidade de Luis Antônio

Rua Jaceguai, nº 520, Bixiga

Telefone: 3106-2818 / 3106-5300

Ingressos antecipados: (11)3104-0678
www.teatroficina.com.br

ÚLTIMO DIA DE DE INSCRIÇÃO PARA A 5ª CONFERÊNCIA REGIONAL ILGA-LAC

Até hoje para se inscrever na V Conferência Regional ILGA (Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersex), a ser realizada em Curitiba-PR, Brasil, de 26 a 30 de janeiro de 2010.

A ficha de inscrição, os critérios para concessão de bolsas e demais informações estão disponíveis em:

www.ilgalac.grupodignidade.org.br

Ilga-Lac

TRANSEXUAL É A MULHER DO ANO ARGENTINA

Seu nome era Marcelo Romero, e ela enfrentou uma longa batalha na Justiça argentina para colocar um “a” no lugar desse “o” no seu documento de identidade. Ela também não concluíra os estudos por ter sido rejeitada pelo sistema educacional quando resolveu tornar-se mulher. Finalmente ela se tornou plenamente Marcela Romero, por isso a Comissão da Família e da Mulher da Câmara dos Deputados a escolheu como Mulher do Ano.

Segundo o portal da revista A Capa, “aproveitando a nomeação, Marcela reivindicou ao Parlamento a aprovação ‘o mais rápido possível’ de uma lei que garanta os direitos civis das pessoas cuja identidade de gênero não corresponde com o sexo e o nome com que foram registradas”.

É claro que um fonema não é a partícula irredutível da linguagem, como querem os linguistas, mas sim o enunciado, como dizem Deleuze e Guattari, e ocorre que a prevalência autoritária de um “o” sobre um “a” pode ser um abismo intransponível para uma existência. Por isso, uma pequena luta, pequeno no sentido de minoria, é uma luta fundamental por liberdade e autonomia. Por tal, valeu, Marcela!

No olhar de uma criança,

Num simples abraço,

Numa palavra de carinho,

Na luz do sol,

No vento que anuncia a chuva,

Nas flores, nos pássaros

No céu, na lua e nas estrelas…

A felicidade está em todo lugar.

Mas somos cegos, surdos e mudos

Para poder percebê-la.

Preste atenção na vida

E colha todo dia:

Pedacinhos gays não podem sofrer.

Kaltheman

MAIS POLÍTICAS PÚBLICAS AOS JOVENS GAYS CARIOCAS

Foi o principal pedido do 1º Encontro Carioca de Jovens LGBT, realizado pelos projetos Entre Garotos e Laços e Acasos do Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT nos dias 26 e 27 passados.

O pedido é reforçado pelo estudo do Ministério da Saúde divulgado no dia 26 que diz terem aumentado os casos de Aids entre homossexuais de 13 a 24 anos, sendo resultado da falta de campanhas e ações públicas direcionadas especificamente para adolescentes e jovens, conforme alertou Cléber Gonçalves, integrante do grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT: “A principal diferença [na abordagem entre as faixas etárias] é a linguagem e as estratégias que se utilizam para a prevenção. Pessoas mais velhas têm uma taxa de infecção declinante, enquanto que os jovens têm esse índice ascendente. Isso exige metodologias alternativas e inovadoras que revertam esse quadro.”

Segundo Cléber, o aumento também se dá porque os jovens não presenciaram o início assustador da Aids e acreditam que os coquetéis podem torná-la quase inofensiva, por isso não se previnem. Ele disse que, embora os coquetéis até prolonguem a vida de uma pessoa, os efeitos colaterais são severos e duradouros, influindo negativamente na qualidade de vida das pessoas.

Entre as mulheres jovens, segundo Marcelle Esteves, coordenadora do projeto Laços e Acasos, que reúne lésbicas e bissexuais, também ligada ao grupo Arco-Íris: “Existe essa falácia de que lésbicas e bissexuais são super-mulheres, que não transam com homens na maioria das vezes, e se sentem livres de todas as doenças. Isso não é verdade, porque elas também se contaminam.”

REVISTA ROLLING STONES NA CAPTURA DA SEXUALIDADE DE TAYLOR LAUTNER

Na entrevista que a revista Rolling Stones fez com o ator Taylor Lautner, do filme hollywoodiano Lua Nova, sequência da série Crepúsculo, chamou atenção a tentativa de capturar a sexualidade do rapaz, ao que ele respondeu com reticências e evasivas, mas racionalmente colocadas. Você pode conferir sobre estas respostas no portal AthosGLS, de onde retiramos esse trecho:

Quando perguntado se está namorando alguém ele respondeu: “possivelmente.”

Sobre essa namorada ser a jovem atriz Taylor Swift, ele desconversou. “Ela é uma garota incrivel. Além de ser bonita, ela é extremamente engraçada, carismátia e é divertido estar perto dela” disse o ator.

O ator disse também que não é promíscuo. “Sim, eu preciso conhecer a pessoa” (para ficar com ela) respondeu Taylor.

A revista quis saber se ele ainda estava descobrindo a sua sexualidade, já que tem 17 anos.

“Outra possibilidade é que talvez você esteja apenas tendo a sorte de descobrir a si mesmo” perguntou o jornalista. “Certo” disse Taylor.

“…Como um jovem tentando descobrir sua identidade sexual no mundo” insistiu o entrevistador. “Ok. Eu vejo onde quer chegar” rebateu o ator.

“Escolha interessante” completou Taylor. A revista continuou: “é uma possibilidade”. E ele: “existem muito rumores por aí”, Taylor finalizou.

TABARÉ VÁZQUEZ E OS AVANÇOS LGBT

O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, passará no dia 1º de março de 2010 o governo para o próximo presidente – e torcemos por Tupamaro Mujica. Democraticamente, o governo tabareano impulsionou o Uruguai: “Segundo dados oficiais, durante os quase cinco anos do governo de Tabaré Vázquez, que assumiu a Presidência em 2005, o Produto Interno Bruto (PIB) do Uruguai cresceu mais de 30%, a pobreza passou de 31,9% para cerca de 20%, e o desemprego caiu de 13,1% para 7%”. Daí os seus 80% de apoio popular.

Para o segmento LGBT uruguaios, entre várias, duas leis vazquezanas foram fundamentais: uma foi a autorização para casamento de pessoas do mesmo sexo e a outra foi a que permite, e até incentiva a adoção de bebês por casais gays. E assim, as outras cores do arco-íris vão se juntar e colorir o azul e branco da bandeira uruguaia.

CASAMENTO GAY NA ILHA DE FIDEL

A sexóloga Mariela Castro, filha do presidente de Cuba, Raul Castro, e sobrinha do lendário Fidel Castro, que é diretora do Centro Cubano de Educação Sexual (Cenesex), afirmou que “o parlamento da ilha caribenha estudará a possibilidade de legalizar a união civil entre homossexuais e a adoção de crianças por casais do mesmo sexo”.

Segundo a Agência Ansa, Mariela Castrou falou durante um evento em Havana sobre a prevenção na luta contra a Aids. De acordo com ela, o Cenesex pede a introdução de um novo texto “para legitimar os direitos dos homossexuais”. As modificações, que seriam introduzidas no Código de Família, são uma iniciativa da Federação de Mulheres Cubanas (FMC), organização da qual o Cenesex participa.

A filha de Raul Castro é um dos grandes nomes do combate à homofobia em Cuba. Devido a seu trabalho, o governo da ilha aprovou há cerca de um ano a realização de cirurgias para troca de sexo.

Mariela assegurou que seu pai é totalmente favorável à ação.

INCESTO GAY EM “DO COMEÇO AO FIM”

.
Gênero: Drama
Duração: 90 min.
Origem: Brasil
Estréia 27 de Nov de 2009
Direção: Aluizio Abranches
Roteiro: Aluizio Abranches
Produção: Downtown Filmes
Censura: 18 anos
Ano: 2009
.

Estreou nessa sexta-feira um filme que seria, ao que tudo indica, mais uma historinha de amor para casais que vão ao cinema pra namorar, é claro. Mas o problema é que o filme apresenta duas questões tabus ainda em pleno século XXI: o incesto e a homoeroticidade. Além disso, em Do Começo ao Fim, do diretor Aluísio Abranches, funde essas questões: incesto gay. Por isso, Abranches teve dificuldade em conseguir patrocínio para realizá-lo, pois empresários sugeriam sempre que um desses tabus fosse extirpado. Se mantinham o incesto, queriam-no heterossexual; se mantinham a homossexualidade, queriam-na no máximo entre primos, e assim por diante. Mas Aluízio perseverou e estreou nessa sexta-feira (27) para você assistir e compartilhar suas impressões…

Alguns cristãos perseguem e descriminam roqueiros,tatuados, ateus, sem-religião, budistas, hinduístas, judeus, adeptos do Camdomblé/Umbanda/Macumba/espiritismo, homossexuais, bissexuais, travestis/transsexuais, lésbicas… Enfim, perseguem todos aqueles que não compartilham de suas crenças ou não se enquadram no seu modo de vida “cristão”. E quando surge uma lei gay eles ficam furiosos. Dê um basta nesse preconceito!!!!! E paz aos cristãos que nos amam.” (Kaltheman)

MÃE INTERNA FILHO POR SER GAY

Um jovem mineiro de 21 anos acusa sua mãe de interná-lo à força numa clínica de Piedade, cidade no interior de São Paulo. O motivo seria o fato de não aceitar a opção sexual do filho.

“Não faço e nunca fiz mal a ninguém. Beber e fumar maconha não faz de ninguém um criminoso que tem que ser privado do convívio dos amigos e familiares, a minha mãe não aceita a minha opção sexual (sic)”, falou o rapaz ao jornal O Tempo, de Belo Horizonte.

O rapaz afirma que foi apanhado e sedado por enfermeiros quando dormia em sua casa na cidade de Belo Horizonte. “Três homens me cercaram e me aplicaram uma injeção. Quando acordei, já estava neste lugar”. O garoto diz que é maltratado e que já ficou 25 dias em uma solitária. “Temos que fazer o que eles querem, do contrário, os castigos são aplicados sem piedade”.

Ana Luiza Castro, coordenadora da Comissão Nacional de Direitos Humanos do Conselho Federal de Psicologia, disse que o local onde o jovem está internado apresenta fortes indícios de violação dos direitos humanos.

“O que pudemos perceber é uma infinidade de grades, cercas elétricas e um número excessivo de seguranças. Fica evidente o uso abusivo da força. Essa clínica não tem características de uma casa de saúde, mas, sim, de um presídio que mantém as pessoas em cárcere privado”, disse.

A respeito do jovem que está internado, ela disse que o menino está encarcerado indevidamente. “Trata-se de um jovem que está totalmente lúcido, consciente e saudável. Vamos acionar a Justiça imediatamente para que ele seja liberado”, contou.

O cronômetro é moderno
tenso é underground
Pretensões de um terreno mais elevado
solo alto
introspectivo paraíso encontrado

Atomos de gay permanecem…

Economia da natureza
mortos e as sepulturas rasas
as partículas de felicidade
iludir-nos de seus nomes
Uma reflexão psychosymbiotical
nas ondas
Eterno é o dia e noite
Noite e dia
Onipresença está a perder a fé

Átomos de gay permanecem…

A oposição justo
levou-nos a todos
De um lado contra o outro
se perde uma recuperada
E se a reconciliação
ilude-nos todos os dias
Então, vamos sempre encontrar uma maneira
Encontre uma maneira
Não com um olhar religionious

Átomos de gay permanecem…

Átomos de gay permanecem…

Kaltheman

FÁBULA DE GRACIÁN TOCANDO BREVE NA DEMOCRACIA MANAUARA

Das patologias afetivas produzidas pelo homem, a que mais causa dor, desespero e destruição é a inveja. Como phatos-humano, a inveja, por sua força de destruição, já foi estuda, analisada e apresentada por vários vetores da expressão humana. Romance, conto, poesia, pintura, cinema, teatro, dança, todas enunciações com sentido de mostrar sua crueldade. Shakespeare foi sábio em tratar dessa afecção dolorosa sempre responsabilizada pela dor do sujeito-invejoso. O artista inglês, com seus personagens, mostrou a força de destruição de existências inteiras operadas pela alma no espírito tanto do invejoso quanto do objeto de sua inveja, o outro, tomado como causa de sua infelicidade.

A psicanálise, tanto a freudiana mais ortodoxa, como a lacaniana, mostram a inveja como o desejo desviado do invejo projetado na imagem do outro acusado como alguém que se apossou de algo que pertencia ao sujeito invejoso. Como se trata de uma projeção do invejoso, ele jamais possuiu o que outro tem. Se o quer, quer como delírio.

A FÁBULA DE GRACIÁN E A DEMOCRACIA MANAUARA

Foi exatamente preocupado com a força destrutiva da inveja que o filósofo, escritor e jesuíta espanhol, Baltazar Gracián, que viveu entre janeiro de 1601 e dezembro de 1658, escreveu sua obra fabulosa O Homem Universal. Nesse escrito, Gracián narra e analisa a fábula em que conta o processo que os animais desenvolveram contra o Pavão. Cuja acusação base do processo encontra-se no fato do Pavão ser uma ave, segundo seus acusadores, detentor de uma plumagem que, ao ser exibida oculta todas as aparências dos que moviam o processo, membros do Partido da Inveja. As águias, por sua vez, negam-se a participar de tal ação. Já a Raposa, escolhida pelo leão para arbitrar o processo, sintética, diz que fechar a plumagem do Pavão é negar seu próprio ser. “É tão impossível ao Pavão não parecer Pavão quanto não o ser”, sentencia a Raposa, olhando para o Corvo, o que mais carrega a afecção vingativa.

Mas o que Gracián pretende mostrar é o quanto a pessoa invejosa é ressentida. Como ressentida, é mais perigosa que a pessoa que odeia. Uma pessoa que odeia outra odeia porque foi ofendida, ou talvez violentada fisicamente por esta. Mas quando a vingança se consome, o ódio desaparece. Já a pessoa ressentida, existe envolvida em uma eterna busca imaginária do carrasco. Como não sabe lidar com o que é, atribui ao outro a responsabilidade pelo que é como sofredora. Daí nunca se integrar ao real, dado a força imaginária de sua inveja. A sua máxima, como Corvo, é: “Devolva-me a bela aparência que nunca tive e que, por sua culpa, não posso ter”.

Gracián é grande quando mostra que certas aparências quando fazem sombras sobre outras não são produto de uma conspiração, mas tão somente em função das circunstâncias e dos olhares que lhe são dirigidos. Nenhum bicho é mais belo que outro. Ocorre, porém, que alguns fazem de seus estilos, que são suas singularidades, modos de ser produzidos por seus talentos e seus gostos. Nada que os coloque propositadamente para ofuscar os outros. Cada um é sua própria aparência. As diferenças estão nas direções em que as singularidades e notabilidades se encaminham. A inveja é perceber essas singularidades e notabilidades nos outros, quando não as temos, e não fazemos nada para tê-las como condição natural do existir.

Em Manaus, nos últimos meses, depois que a insigne juíza Maria Eunice Torres do Nascimento cassou em primeira instância a candidatura de Amazonino, essa fábula do filósofo Gracián se revelou contagiante. Inúmeras pessoas rangeram os dentes de inveja pela bela plumagem democrática exibida pela juíza. Despojadas dessa plumagem, essas pessoas passaram a invejar a atitude democratizante como se fosse um mero exibicionismo, como que dizendo com o Corvo: “Devolve-me a bela aparência que nunca tive…” Maria Eunice, como diz Gracián, só moldou seu estilo ao seu talento singular e sua linha notável como ser democrático. O que outro estilo pode fazer, mas sem inveja.

E como se não bastasse a inveja projetada em Maria Eunice, agora se materializou a inveja contra os ilustríssimos juristas procurador-regional Edmilson Barreiros e juiz federal Márcio Luiz. Ambos exibidos no dia do julgamento de Amazonino. A partir desse momento, a inveja se mostrou despudoradamente contra os jovens éticos do Judiciário. Entretanto, como a inveja é uma projeção da dor do invejoso, que, em sua insegurança, renuncia à singularidade da existência, nenhuma partícula desse corpo invejoso atinge os dois reais juristas, posto que os mesmos são protegidos por suas belas plumagens, assim como a juíza Maria Eunice.

Triste sina da inveja, ter que se satisfazer com sua zona cinza enquanto o Pavão se mostra policromo em si mesmo.

DISTINGUIR O HOMEM DE PALAVRAS DO HOMEM DE AÇÕES

Baltazar Gracián

É uma diferença única, como que há entre o amigo da pessoa e o amigo do cargo, que são muitos diferentes. Palavras maldosas, mesmo sem más ações, já são bastantes ruins. Mas é pior usar boas palavras e agir mal. Não se vive de palavras, que são ventos, nem de cortesias, o que é engano. Só presunçosos se satisfazem com vento. Para ter valor, as palavras devem ser acompanhadas de ações. As árvores que não dão frutos, só folhas, não costumam ter coração. Convém conhecê-las para saber de quais se obtém proveito e de quais somente sombra.”

i iNDA TEM FRANÇÊiS Qi DiZ Qi A JENTi NUM SEMO SERO

inda

@DEPOIS QUE A OPERAÇÃO CAIXA DE PANDORA, da Polícia Federal, pôs às claras o esquema de distribuição de recursos ilegais organizados pelo governo de José Roberto Arruda (DEM-PFL) no Distrito Federal, o governador, que, conforme gravações, comandava pessoalmente o esquema de compra de deputados, passou a demitir secretários e assessores envolvidos. O primeiro foi Durval Barbosa, que já carregava inúmeras denúncias do governo de Joaquim Roriz (PSC), mas que, pelo apoio à campanha de Arruda, ganhou o cargo de secretário de Relações Institucionais, e por redução de pena, resolveu denunciar e até fazer gravações de Arruda em ação. Além de Barbosa, o governador, para quem o impeachment já vai sendo preparado, Arruda afastou de seus cargos o secretário de Educação, José Luiz Valente; o chefe da Casa Civil, José Geraldo Maciel; o chefe de gabinete da Governadoria, Fábio Simão; e o assessor de imprensa Omésio Pontes. Há quem diga que na lista de afastamento de Arruda só faltou um nome que ele gostaria de afastar e não pode: José Roberto Arruda. I inda tem françêis…

@LULA DISSE QUE O GOVERNO DE FERNANDO HENRIQUE acreditava ser o Estado um entrave para a economia brasileira: “O governo anterior achava que o Estado atrapalhava o desenvolvimento do País, e fez tudo para desmontá-lo. Para eles, o mercado era um deus. A crise financeira internacional, que nós superamos com elogios do mundo inteiro, mostrou que estávamos certos ao recuperar a capacidade do Estado ser um indutor e organizador do desenvolvimento”. O trecho, alçado do Blog do Planalto, está na entrevista publicada no jornal Metro (São Paulo e ABC), que analisa a forma como o Brasil saiu da suposta crise mundial e faz um painel dos principais projetos na área econômica pelo governo Lula. Para ler a entrevista completa, baixe aqui. I inda tem françêis…

@ADRIANO DESFALCA FLAMENGO CONTRA CORINTHIANS, no domingo, devido a queimadura na perna. Segundo o médico do clube, José Luiz Runco, Adriano até poderia jogar, mas será poupado para estar em toda condição de jogo no dia 6 de dezembro contra o Grêmio. Há quem diga que os são paulinos receberam bem a notícia do mal de Adriano. Mas no jogo contra o Goiás Adriano não estava em sua plena forma e com perna sã? Para os Por Fora de Futebol deste bloguinho, Adriano é um dos jogadores, talvez o único, que não entrou na serenidade da equipe comandada por Andrade. E se Bruno Mezenga resolve derrubar um imperador, já que nem o marketing da Globo acredita em qualquer semelhança entre o romano e este. Para os são paulinos, uma lembrança aflitiva: foi o Goiás que empatou com o Flamengo com Adriano e mais dez. I inda tem françêis…

@CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC), foi divulgado ontem e revela “os dados mais recentes da educação superior no Brasil”. O Censo faz um estudo detalhado, anualmente, sobre “as instituições de educação superior (IES) em suas diferentes formas de organização acadêmica e categorias administrativas; os cursos de graduação presenciais ou a distância; os cursos seqüenciais; as vagas oferecidas; as inscrições; as matrículas; os ingressos e concluintes, além de informações sobre as funções docentes”. Entre as boas notícias deste, estão as de que o número de ingresso de alunos cresceu 8,5% em 2008 e que as universidades federais superaram as previsões de oferecimento de vagas. “O objetivo era chegar a 146 mil vagas ofertadas em 2008, mas o número ultrapassou a meta e chegou a 147.277, em comparação às 132.451 de 2007”. Para baixar detalhadamente o estudo, vá à página do INEP. I inda tem françêis…

@E A DITADURA PROSSEGUE EM HONDURAS, pois o golpista Roberto Micheletti postergou a volta do presidente usurpado Manuel Zelaya, e só entrou em acordo para que a Comunidade Internacional viesse a legitimar as eleições de 29 de novembro. Neste acordo, a decisão foi passada ao Congresso Nacional, mas nem Micheletti saiu nem o Congresso decidiu. Em mais uma artimanha eleitoral, o ditador abandonou a presidência usurpada até dia 2, após as eleições desse domingo, quando está previsto o julgamento no Congresso se Zelaya retorna ou não até o dia 27 de janeiro, final do mandato. Enquanto os Estados Unidos – demonstrando que a política de Obama para a América Latina segue na mesma linha da instauração das ditaduras nestas bandas – apoia a legitimidade das eleições, os países da Unasul não pretendem reconhecer as eleições. Apenas três dos doze países pretendem seguir a posição norte-americana: Peru, Colômbia e Panamá. Enquanto Brasil, Uruguai, Paraguai, Venezuela, Bolívia, Argentina, Chile, Equador e Nicarágua não reconhecerão as eleições. Como afirmou o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, “o golpe de Estado não pode ser legitimado como forma de mudança política. Essa é a nossa visão”. I inda tem françêis…

Vamos que vamos

Pois se já fomos

Já não vamos!

OPERAÇÃO “CAIXA DE PANDORA”, EM BRASÍLIA, INVESTIGA DEPUTADOS, SECRETÁRIOS E CONSELHEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO DF

A capital do Brasil amanheceu em festa republicana, quando a Polícia Federal, tendo em mãos mais de 20 mandados expedidos pelo ministro Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça, a partir da Operação Caixa de Pandora, fez uma varredura de buscas e apreensões em gabinetes e casas de deputados, secretários de governo e de um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Brasília.

O primeiro alvo foi o gabinete do presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente (DEM), de onde, prudentemente, a PF levou documentos e computadores do chefe de gabinete da presidência e do chefe do gabinete pessoal de Prudente. Também nos gabinetes dos deputados Eurides Brito (PMDB), líder do governo, Rogério Ulysses (PSB), presidente da CCJ da Câmara, e do suplente Pedro do Ovo (PRP) foram apreendidos vários documentos.

Também o secretário de Educação, José Luiz Valente, perdendo a valentia, teve de entregar documentos e um notebook. Além deste, a Polícia Federal também realizou busca e apreensão na casa de José Geraldo Maciel (secretário-chefe da Casa Civil do Distrito Federal), Durval Barbosa (secretário de Relações Institucionais) e Omézio Pontes (assessor de imprensa do governador José Roberto Arruda).

Foram apreendidos ainda documentos do recém-empossado conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal, Domingos Lamoglia, que era chefe de gabinete do governador.

Segundo a Agência Brasil, “procurada pela reportagem, a PF informou que o processo corre em segredo de Justiça e que, portanto, os detalhes sobre a operação não podem ser divulgados”.

TODOS NO ENTORNO DE ARRUDA

A assessoria de imprensa do governador José Roberto Arruda (DEM-PFL) informou que a PF não deu buscas e apreensões na casa do governador, mas apenas em um anexo da residência oficial do governador, onde fica Fábio Simão, chefe de gabinete da Governadoria.

Segundo a nota, o governo quer colaborar com as investigações, mas só poderá se manifestar quando tiver informações dos motivos da ação da PF. O que se pode informar, e que Arruda já sabe, as investigações ocorreram devido a repasses de recursos de origem ilícita, os quais foram comprovados pela delação de um ex-secretário de Estado do Distrito Federal, “que aceitou que fosse instalado em suas roupas equipamentos de escuta ambiental”. Segundo fontes na Câmara Legislativa, o delator seria o ex-secretário de Relações Institucionais do DF, Durval Barbosa, que estaria em programa de proteção de testemunhas da Polícia Federal.

Para que a operação, começada no dia 24, ocorresse sem interferências e com maior êxito, Fernando Gonçalves impediu qualquer eventual vazamento de informações para a imprensa. “Do mesmo modo, nas diligências foi proibida a utilização ostensiva de vestimentas da Polícia Federal, assim como a exposição desnecessária de armamentos pesados”, informou o STJ.

Os mandados de busca e apreensões de hoje foram realizados simultaneamente em 24 locais, sendo 21 no Distrito Federal, um em Goiânia (GO) e dois em Belo Horizonte (MG). “A medida visa descobrir provas e indícios de eventual vínculo mantido entre os investigados e a suposta participação de cada um em atos ilícitos”, diz a nota do STJ.

Após a frutífera busca, Gonçalves retirou o segredo de justiça imposto ao inquérito. E assim Arruda já sabe que a população já sabe o que ele já sabia: a corrupção de seu governo.

Segue a nota do STJ:

Nota à imprensa: STJ autoriza busca e apreensão no Distrito Federal

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou operação de busca e apreensão pela Polícia Federal em residência, local de trabalho ou sede de 16 pessoas físicas e jurídicas, com o objetivo de coletar provas sobre suposta distribuição de recursos ilegais à “base aliada” do governo do Distrito Federal. A determinação se deu em inquérito policial que apura a possível participação de autoridades com foro privilegiado no STJ nessas atividades.

As buscas e apreensões decorrentes da autorização foram acompanhadas por procuradores do Ministério Público Federal nos 24 locais indicados, sendo 21 no Distrito Federal, um em Goiânia (GO) e dois em Belo Horizonte (MG). A medida visa descobrir provas e indícios de eventual vínculo mantido entre os investigados e a suposta participação de cada um em atos ilícitos.

O despacho do ministro relator, acolhendo pedido do Ministério Público, determinou que as buscas fossem feitas com discrição, de modo a assegurar a intimidade e preservar os direitos subjetivos dos investigados. Nesse sentido, “as diligências deverão ser realizadas com absoluta discrição”, “de modo a causar o menor incômodo às pessoas envolvidas” e “a causar o menor dano possível aos bens dos investigados”.

Para manter o sigilo da operação até que fosse deflagrada, determinou o ministro relator que não seria permitido que se informasse ou que se convocasse a imprensa. Do mesmo modo, nas diligências foi proibida a utilização ostensiva de vestimentas da Polícia Federal, assim como a exposição desnecessária de armamentos pesados.

As investigações sobre suposto repasse de recursos de origem ilícita foram reforçadas pela delação de um ex-secretário de Estado do Distrito Federal, que aceitou que fosse instalado em suas roupas equipamentos de escuta ambiental. Em função disso, foi aberta a ele a participação em programa de proteção de testemunhas da Polícia Federal. Concluída a operação, o relator retirou o segredo de justiça imposto ao inquérito.

MARCHA MUNDIAL PELA PAZ E PELA NÃO-VIOLÊNCIA – MANAUS

28 de Novembro

Passagem da Marcha Mundial pela Paz

e Não-Violência na cidade de Manaus

Sello oficial MM-PORT-4409

No sabádo, 28 de novembro a partir das 15:00 horas será realizada uma caminhada simbólica.

A concentração será na praça da Igreja Matriz e seguirá pela Avenida Eduardo Ribeiro no centro de Manaus, com destino à Praça do Congresso, onde será estruturado o palco para apresentação da marcha.

Um ato ecumênico dara início ao evento representando o respeito à diversidade cultural e religiosa, o percurso será animado por artistas regionais, grupos culturais de música e teatro, será apresentada a Marcha Mundial, distribuiremos balões brancos como símbolo do desejo da construção da paz.

O evento terá como objetivo a produção da reflexão e conscientização da sociedade no repúdio a todas as formas de violência e a necessidade da construção de modelos de paz, a responsabilidade de cada cidadão nessa construção e a necessidade da participação de todos os setores nesse processo.

Esperamos todos vocês!

Uma caminhada não terminará com a violência, mas ela sinalizará e manifestará o desejo da sociedade construir a PAZ.

Compareça e contribua com um ato e uma palavra pela construção de uma paz real e pela diminuição das forças massacrantes, fazendo com que os corpos possam se movimentar livres e atuantes no mundo. Até lá!

Informações:

Comitê Regional Marcha Mundial / Manaus – AM

(92) 8175-0200 / 8838-1399 / 8235-7449 / 8414-8405

marchamanaus@yahoo.com.br

AÇÃO CIVIL DO MPF/SP CONTRA MALUF, TUMA E OUTROS POR OCULTAÇÃO DE CADÁVERES NA DITADURA

O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP) entrou hoje na Justiça Federal com duas ações civis públicas para responsabilizar pessoas por ocultação de cadáveres de militantes políticos em São Paulo na época da Ditadura Militar e outras, após à Ditadura, por negligenciar a identificação de cadáveres da época.

A primeira, de nº 2009.61.00.025168-2, sendo distribuída à 4ª Vara Federal Cível de São Paulo, responsabiliza cinco autoridades civis públicas na época da Ditadura. São elas: delegado Romeu Tuma, atualmente senador por São Paulo, que foi chefe do Departamento Estadual de Ordem Política e Social, o Dops, entre 1966 e 1983; médico legista Harry Shibata, ex-chefe do necrotério do Instituto Médico Legal de São Paulo; ex-prefeitos de São Paulo, Paulo Maluf (gestão 1969-1971), atualmente deputado federal, e Miguel Colasuonno (gestão 1973-1975), e Fábio Pereira Bueno, diretor do Serviço Funerário Municipal entre 1970 e 1974.

O MPF pede a perda do cargo público ou aposentadoria. Nesse caso, os mandatos atuais de Maluf e Tuma não seriam afetados, já que, constitucionalmente, não é permitida a perda de cargo em ação civil pública.

Além disso, o MPF pede que sejam imputadas multas de no mínimo 10% do patrimônio pessoal de cada um dos citados na ação, os quais serão empregados em campanhas de esclarecimento quanto a violações dos Direitos Humanos na época da Ditadura.

REVELAÇÕES – O MPF sugere na ACP a possibilidade de o juiz diminuir eventual pena em dinheiro se os réus, antes da sentença, declararem publicamente, em depoimento escrito e audiovisual, os fatos que souberem ou de que participaram durante a repressão política no período de 1964 a 1985, mas que ainda não sejam de domínio público.

A segunda ação, de nº 2009.61.00.025169-4, sendo distribuída à 6ª Vara Federal Cível de São Paulo, trata do retardamento de reconhecimento da identidade de cadáveres da vala de Perus, cemitério de São Paulo, por agentes públicos contratados para executar a tarefa.

Esta segunda ação surgiu de uma representação do grupo Tortura Nunca Mais, sendo aberto pelo procurador Regional da República, Marlon Alberto Weichert, e sendo ainda assinada pelo Procurador Regional dos Direitos do Cidadão, Jefferson Aparecido Dias, e a procuradora da República Adriana da Silva Fernandes.

A ação do MPF em busca da Memória e a Verdade não se concentra apenas em São Paulo. No Distrito Federal tramita ação, com atuação do MPF-DF e do MPF-PA, para identificar guerrilheiros e moradores da região do Araguaia, mortos na ofensiva do governo para exterminar a guerrilha, na década de 70. No Rio Grande do Sul, o MPF abriu ICP para que sejam apuradas as reais circunstâncias da morte do presidente João Goulart, na Argentina, em 1976.

Leia a notícia completa na página do MPF – Procuradoria da Justiça em São Paulo

Saiba mais sobre a atuação do MPF-SP clicando em Ditadura Militar – Ações e Representações

Para que não se esqueça. Para que nunca mais aconteça.”

ENERGIA LIMPA NO AMAZONAS EM MEIO À POLUIÇÃO POLÍTICA

A mudança da mudança da matriz energética no Amazonas, de fontes combustíveis poluentes para fontes limpas, até setembro do próximo ano, cobrada por Lula na inauguração do gasoduto Urucu-Manaus fez o albatroz que passava altaneiro pousar numa mangueira ali perto, enquanto o presidente continuava:

Vamos deixar claro que não vamos chegar ao dia 1º de outubro de 2010 e dizer que não deu para fazer a mudança. A produção da energia no Amazonas vai ter que mudar de óleo combustível para gás até setembro do ano que vem.”

Sabe-se, com o pássaro planador, que os maiores entraves da construção desta importante obra do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), que liga Urucu, no município de Coari, a Manaus, sempre foram, desde o início, antes mesmo de Lula assumir seu primeiro mandato presidencial, as corrupções que envolvem o ex-prefeito Adail Pinheiro, amigo do atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Ari Moutinho “Filho”, ambos amigos do governador Eduardo Braga, fato comprovado desde a Operação Albatroz, da Polícia Federal Republicana, e, principalmente, consolidando-se com a inesquecível Operação Vorax, que desbaratou o esquema de fraude em licitação, formação de quadrilha, pedofilia, entre outros perversos crimes.

Hoje, após tantos desvios, o gasoduto Urucu-Manaus foi finalmente inaugurado, mas Lula sabe que para que em 2010 a meta venha a ser cumprida para americano ver, é necessária fiscalização: “Queremos mostrar aos nossos amigos americanos e europeus que a gente fala menos e faz mais”, disse.

Segundo notícia na Agência Brasil, “a partir de agora, o gás natural que virá de Urucu, no município de Coari, começará a ser distribuído gradativamente para as sete usinas geradoras de energia no Amazonas, fazendo com que o estado deixe de usar óleos diesel e combustível e passe a consumir gás natural para gerar, sobretudo, a energia elétrica de que precisa”. Além disso, a própria tarifa de energia elétrica pode baixar até 75% do custo atual.

Segundo alguns que ouviram a cobrança enérgica do presidente, não se sabe se Lula estava se utilizando de um argumento para implicar responsabilidade dos gestores públicos ou se ele está antecipando-se a novas higienizações democráticas, como foi e é a Vorax…

A DEMOCRACIA DA MÍDIA FRENTE À PROBA JUÍZA MARIA EUNICE

A história da mídia brasileira pela perspectiva empresarial é tristemente deplorável. Seus transcursos pontuados pela subserviência ao capital das grandes empresas e dos governos ditatoriais, mesmo os ditos democráticos, ofende a dignidade daqueles que se querem cidadãos brasileiros. Não fossem alguns jornalistas engajados que fizeram – e fazem – de sua profissão uma disciplina cívica, nada se poderia examinar como ação comunicativa democrática nesse serviço de informação pública.

Hoje, como nunca, em função do governo Lula, a mídia nacional situada no Sudeste exemplifica essa histórica máxima. Os jornais Folha de São Paulo, Estadão, Globo, revistas Veja, Época, IstoÉ, e a TV Globo, notabilizam-se nessa prática financeira. Sem deixar em segundo plano sua verve conspiratória. É o capital dando a pauta nas redações. Implicações perigosas para a constituição de uma sociedade democrática. Não fossem alguns micros periódicos e os vetores da internet, como alguns blogs e sites, engajados na construção de uma democracia cujo processual seja uma estética constitutiva das potências de cada cidadão, e os posicionamentos de alguns artistas, cientistas, políticos, religiosos, operários, entidades de classes, profissionais liberais, etc, a síntese midiática estaria sepultada na oralidade dessas mídias milícias empresariais do capitalismo patogênico (Tautologia, o capitalismo em si é patogênico).

A MÍDIA MANAUARA NA PRÁXIS DA JUÍZA

Pesando e medindo o corpo da mídia manauara, e tomando suas devidas proporções, em princípio, a mídia manauara tem por conceito, semelhança, analogia e predicado o Mesmo das mídias portentosas. A mídia ajuricabana também sempre esteve urdida com os governos e os empresários, historicamente nunca engendrou uma cartografia jornalística cuja enunciação fosse a atualização do serviço público como disciplina cívica comunicacional. Nunca a democracia como processual ético de produção comunalidade lhe serviu de discurso jornalístico. No máximo, a democracia foi sempre simplificada no conceito de democracia representativa que já lhe garantia disposição para servir os governantes. Some-se a isso a limitação intelectual de seus jornalistas e o atavismo telúrico para subserviência salarial, prostrando-os como profissionais ilustrativos de crônicas de boi e futebol, o mais pobre jornalismo. Além da indiferença de classe com a potência democrática conjugada com anemia dos chamados artistas, intelectuais, poetas, sociólogos, romancistas dos “mormaços” da cidade do “faz escuro, mas” eu durmo.

Foi nessa bem composta cena que surgiu a insigne juíza Maria Eunice Torres do Nascimento, cassando em primeira instância o mais famoso representante da direita amazonense, Amazonino Mendes. Esse, bem promovido e laureado pela mídia, o ato revolucionário da juíza, fez estremecer a dedicação desses mídias. “O que fazer? Deve-se entrevistar a juíza? Sim, é matéria, é mercadoria, é pra vender, mas sem tocar no cassado. Informa-se sem opinião. Aliás, somos uma mídia independente”. Foi assim que trataram o caso. Nada de tocar no inusitado em uma terra dominada perversamente durante toda sua história pelas classes predadoras da democracia. Nada. Esperar posição dos articulistas? Qual? São articulistas da natureza abstraída sem homem real, homem social. Isso os fazem colaboradores dessas mídias. Fechados na gramática, nunca desconfiaram que o pensamento encontra-se embaixo dela (Nietzsche). Daí a força indiferente de seus escritos e dizeres. Quase um ano passou e a indiferença continuou a predominar. Tudo como se fosse algo misterioso, pecaminoso, que ninguém poderia comentar. Ironizando, diria o alemão Brecht: “E assim passou o tempo que lhe foi dado viver sobre a Terra”.

Agora, em um rito em que as opiniões proferiam “Eu já sabia!”, parte dos juristas do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) absolveu Amazonino Mendes, contentando a mídia servil. Então revela-se uma questão: o que essa mídia poderia pretender com a ilustríssima juíza Maria Eunice Torres do Nascimento se conseguisse entrevistá-la, usando o surrado bordão do “ouvir o outro lado”? Breve resposta para um inocente inútil. Ela pretenderia tão somente usar os dizeres da juíza como mercadoria/jornalística para auferir seus a-éticos lucros. Nada mais que isso, já que seu jornalismo não é disciplina cívica e muito menos serviço público. E nunca se posicionou, nem veladamente, como examinadora da decisão democrática/jurídica/política da ínclita juíza Maria Eunice Torres do Nascimento.

Governo anuncia novo benefício enquanto mídia delira

Foi anunciado ontem pelo Ministro da Fazenda Guido  Mantega, a redução a zero da alíquota do Imposto sobre  Produtos Industrializados (IPI) para vários tipos de  móveis de vários tipos principalmente em madeira  certificada.

Além disso o Ministro ainda falou da prorrogação de  imposto zero para materiais de construção, que acabaria no  fim do ano e continuará até 30 de junho de 2010. O prazo  redutor dos imóveis é até 30 de março de 2010.

Na terça-feira Mantega já havia anunciado incentivos  tributários para carros e caminhões nessa mesma linha de  prorrogação até março próximo.

A MÍDIA IRRACIONAL NÃO ENTENDE O BRASIL

Quando o governo federal tentou aprovar uma continuidade  do IPMF, a mídia junto com a direita retrô brasileira  falaram que era um absurdo, pois iria sobrar mais pra  bandalheira de um governo que não preza pelo povo(?). Com  o fim do IPMF eles se acharam que havia uma grande vitória  contra o governo.

Agora com o anúncio destas medidas e para um movimento e  valorização da economia o governo deixou de arrecadar  cerca de R$ 900 milhões de reais. Qual a logica que está  em jogo? O governo quer ou não beneficiar o povo  brasileiro?

NOVAS ACUSAÇÕES INFUNDADAS

Após a anunciação do Ministro da Fazenda, vários programas  da grande mídia atiraram para todo lado com o seguinte  argumento: A escolha do governo federal pela indústria de  móveis e construção é na verdade uma jogada política para  aproximar a candidata Dilma da região Sul, a grande  produtora de móveis. Enunciados vazios como”É puro jogo  político”, ou “lobby político” como se ouviu em vários  telejornais. O próprio ministro já tinha dito na  entrevista sobre os MÓVEIS:

“O setor de móveis está se recuperando mais lentamente que  o conjunto da indústria. Depende de exportações, que ainda  não se voltaram aos níveis de antes porque a renda dos  outros países ainda não se recuperou”

Sobre a construção:

“O cidadão toma a decisão de fazer uma reforma, mas só  compra os materiais ao longo do tempo. Por isso,  entendemos que a desoneração para o setor deve ser  estendida até junho, quando as obras estiverem sendo  concluídas”

Além disso os falsos comunicadores esqueceram que a Região  Sul é uma das que mais sofreram com a crise e continua  sofrendo com a baixa progressiva do dolar, pois de lá se  situa uma das grandes forças exportadoras do Brasil, com o  mercado de de calçados, fibras e roupas, carnes,  hortifruti, entre outros.

E ainda tem mais… Todos estes projetos fazem parte integrada de um investimento público no setor de construção (vide Minha Casa, Minha Vida , Luz para todos) e de consequências de uma maior divisão de renda e por isso não pode ser encarado como um agrado a população com outros fins.   Como diria Itamar Assumpção: “Isso vai dar repercursão. E o povo em 2010 só…

BOLSAS E INSTITUIÇÕES DO PROUNI SÃO ALVOS DO MEC

Depois da Secretaria de Educação Superior (Sesu) encontrar irregularidades na oferta e no preenchimento das bolsas, o Ministério da Educação (MEC), resolveu suspender 1.766 bolsas de estudo e desvincular quinze instituições privadas de ensino superior ligadas ao Programa Universidade Para Todos (ProUni).

A causa foi o fato de ser detectado que alunos tinha renda incompatível com o programa que concede bolsas para estudantes cuja família tenha renda baixa. Par chegar à irregularidade, o ministério fez cruzamento do CPF dos bolsistas com a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e bases de dado de universidades públicas. No final, encontrou-se o seguinte demonstrativo: 598 eram proprietários de veículos caros, 34 tinham curso superior, 631 eram matriculados em universidades públicas, 561 tinham empregos com renda superior à permitida.

O nome dos bolsistas serão encaminhados à Advocacia Geral da União (AGU) para que seja instaurado processo, além de terem que devolver o dinheiro que receberam como bolsistas. De acordo com Maria Paula Bucci, secretária de Educação Superior, todos os anos, o MEC realizará essa “malha fina”. Para a secretária, a fraude é pequena frente ao número de bolsistas. “O percentual é de 0,4% dentro dos 396 mil bolsistas ativos. Toda regra tem um certo índice de cumprimento”, afirmou Bucci.

Quanto às instituições desligadas, elas ofereciam bolsas em menor quantidade do que deveriam. Como essas instituições recebem isenção fiscal para receberem as bolsas do programa, a Receita Federal poderá pedir ressarcimento. Mas não são só essas instituições que se encontram nessa situação. Mais trinta e uma instituições encontram-se no mesmo caso, mas fizeram um termo de saneamento com o ministério. Deverão oferecer 5% a mais de bolsas para compensar o que deixaram de oferecer.

CHÁVEz DIZ QUE COM LULA BRASIL DEIXOU DE SER “SUBIMPERIO”

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou no palácio presidencial de Miraflores, no momento da visita do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, que o presidente Lula tirou o Brasil da condição de “subimpério”.

O Brasil não é mais o que era, uma espécie de subimpério ajoelhado ao império ianque, até que chegou Lula, o companheiro, impulsionado pelos trabalhadores, pelos camponeses, pelos jovens, pelo povo desta grande nação que é o Brasil”, afirmou o presidente da Venezuela.

Chávez também comentou para Ahmadinejad a condição da Bolívia, que antes era “uma colônia ianque, até que brotou da terra o povo Boliviano”. E, entusiasmado, disse: “Somos livres. Apenas um continente livre pode receber-te como recebe”.

Depois de discursar por muito tempo, Chávez ouviu do presidente iraniano seu conhecimento de anfitrião. “Vamos estar juntos com dignidade, resistência, consciência e inteligência. Dou graças a Deus por estar aqui, entre meus irmãos, com um grande povo resistente. Estamos no início do caminho para o topo”, disse Ahmadinejad, concluindo, “Viva a Venezuela, viva Chávez!”

POR FORA DE FUTEBOL

“Eu entro em campo pra ser feliz.” (Valdivia, craque chileno)

§§§§§§§§§§§§§§§§ SUDAMERICANA

FLUZÃOZÃO DESAPARECEU NAS ALTURAS

Quando o Mengão foi desclassificado da Sudamericana, seus torcedores disseram: “Bem, ele agora pode se dedicar só ao Brasileirança”. Deu certo: o Mengão tá que tá, apesar do Goiás. Já o Fluzãozão, que naquele tempo era Fluzinho, foi em frente e aos poucos foi que foi, e foi chegando até a final. Entretanto, tanto a comissão técnica como jogadores e torcedores passaram a comentar sobre o cansaço do time em função da disputa dos dois campeonatos.

Ora, todos sabiam que ia acontecer esse transfutebolístico, pois sempre acontece, e não é só com times brasileiros. São os ossos do futebol mal administrado que nunca mudam, porque tem o beneplácito dos clubes a mídia e, além, é claro, do torcedor.

Ontem, dia 25, pela noite, o Fluzãozão desapareceu nas alturas equatorianas, tomando cinco dendecadas contra uma em plena primeira partida. Não jogou nada. Estava irreconhecível. Não havia Fred, Conca, e muito menos goleiro. Um verdadeiro frangalhão. Foi uma equipe totalmente equivocada – por cortesia, para não dizer errada – sem qualquer jogada conhecida de seus torcedores apresentadas nas últimas partidas disputadas com denodo, talento e garra. Foi um verdadeiro Fluzinho.

Agora, jogadores e comissão culpam as alturas e o cansaço. Pobre argumento que não o livra de possíveis derrotas. Espera-se que não. Mas é preciso saber lidar com o real e não ficar culpando aquilo que, pelo menos, não vai mudar. Mas é preciso ir em frente lutando para reverter o placar, que é difícil, e deixar a zona fria do Brasileirança definitivamente. Em frente, Flu! Volta a ser Fluzãozão!

AMÉRICA F.C. DO RIO ESTÁ DE VOLTA À PRIMEIRONA

Romário, seus companheiros de equipe, mais o espírito de seu pai, conseguiram o prometido: Soerguer o América F.C. e levá-lo à primeira divisão do campeonato carioca. Pelo feito do time rubro capetista, parabéns!; mas pela realidade do futebol carioca da primeira divisão, lamentos. O campeonato carioca é horrível de ruim e desorganização. Só não é o pior do Brasil, porque existe o Amazonas, que não tem futebol e ainda quer ser sede da Copa de 2016. Só tomando o fato como caso de delírio.

De qualquer sorte, vamos para cima, Diablos Rublos! Vamos pelo menos lembrar pela imaginação os bons tempos do América de Pompéia, um dos melhores goleiros do futebol brasileiro. Famoso guarda-meta do América, “no tempo que Dondon jogava no Andaraí”.

############ Um craque se conhece pela bola e não pelo pé. Quando ele se confunde com a bola, devir-bola, como Maradona. Em campo o adversário não podia segui-lo: era total dissipação. A enésima potência do gol. #############

PSDB QUER FHC ATRÁS DO MURO DO MURO PSDB

O PSDB, partido-mor da corretíssima direita – burguesia-floral -, anda expressando incômodos, agora, quanto à persona non grata, Fernando Henrique, ícone da erudição inútil, por sua proximidade de Serra, eterno candidato da retrógrada reação.

Diante de publicações de institutos de pesquisa que afirmam ser a presença de Fernando Henrique, ligado a Serra, o motivo de sua queda vertiginosa, os psdbistas se reuniram para encontrar uma forma de afastar o Príncipe da Sociologia Fóssil, dos lugares por onde possa transitar Serra. Mesmo que seja só em forma de marketing partidário: “Olha, gente, o Fernando Henrique não tem mais nada a ver com o Serra”. Ou seja: uma fórmula de concretizar a lei do murar em Fernando Henrique. Já que, referente às questões políticas-sociais, o PSDB sempre foi visto como um partido do muro, dado seu talento de equilibrista quando colocado frente a frente com o capitalismo e o socialismo.

Uma ‘muridade’ ofensiva à combatente da Social Democracia, Rosa Luxemburgo, cuja morte revolucionária foi enterrada embaixo do muro, nicho do PSDB.

Todavia, esta tentativa de ocultar Fernando Henrique, ao invés de resolver a situação do partido serrista, piora, já que os próprios membros do partido clamam aos quatro cantos – embora fantasiosamente – que os governos dele foram os mais produtivos da história do Brasil. Mais do que o de JK. E que o governo Lula está apenas colhendo os frutos plantados por ele. Aí a incoerência dos muristas em querer murar o Príncipe da inutilidade política. Se ele é tão produtivo, por que murá-lo? Seria lógico que o usassem como garoto propaganda da campanha Serra. O que já garantiria Serra, pelo menos no segundo turno das eleições de 2010.

Mas segundo observadores situados no phatos da distância, as despencadas de Serra não tem nada com o Príncipe da velhice sabotada. O responsável pelos despencas é Serra com seu sabor amargura/rancor. Amargura contínua semelhante à que passa, no momento, seu Palmeiras, em que os próprios jogadores estão saindo no braço. Assim como os braços que querem esconder Fernando Henrique.

Mas, de qualquer sorte, se se concretizar a ‘muração’, nada como aproveitar a sombra do muro e ficar calmamente lendo o livro de contos do filósofo Sartre, “O Muro”, principalmente o conto “A Infância de Um Chefe”. Que saudade, hein, direita!

TRE-AM ABSOLVE AMAZONINO EM MEIO A OPINIÃO “EU JÁ SABIA”

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), reuniu ontem, dia 24, seu pleno para julgar o prefeito cassado em primeira instância, Amazonino Mendes, pela ilustre juíza Maria Eunice Torres Nascimento. Um processo em trânsito em julgado que por si só não poderia ter outro resultado senão o proferido em primeira instância. O que não ocorreu. Com uma votação que adentrou à noite, e que terminou com quatro votos a favor da não cassação e três a favor da cassação, o prefeito cassado foi absolvido da acusação de abuso de poder e compra de votos.

O resultado só veio corroborar com a opinião que se ouvia em Manaus por aqueles que estavam interessados no acontecimento. Para eles, o TRE-AM iria absolver Amazonino. Alguns chegando mesmo a fazer uso do refrão usado pelas torcidas dos times de futebol: “Eu já sabia”. Mas ao contrário das torcidas, que fazem uso desse refrão para confirmar a vitória de seus clubes, os eleitores manauaras usaram o refrão para antecipar sua opinião sobre a votação de forma irônica.

Durante a sessão, observou-se a superioridade intelectual e profissional do procurador-regional Edmilson Barreiros, que proferiu um discurso livre, contagiante e respaldado, tanto em enunciações técnicas, como democráticas. Uma performance jurídica que envolveu a maior parte dos presentes. Uma postura própria de uma magnífica aula para os que pleiteiam uma carreira proba no direito, tendo a democracia como modelo a ser seguido.

Por sua vez, o relator do processo, juiz federal Márcio Luiz Freitas, com visível domínio da jurisprudência democrática, discorreu sobre sua tese de defesa de cassação, elucidando todos os pontos que mostravam o crime eleitoral encontrado no processo de cassação de Amazonino, realizado pela magnânima juíza Maria Eunice Torres Nascimento. Sua erudição jurídica e sua leveza em mostrar os fundamentos da cassação foram tão convincentes que ocorreu, em alguns momentos, nos presentes a certeza que prevaleceria a penalização imposta pela insigne juíza Maria Eunice Torres Nascimento. Momentos claramente expressos nos que pretendiam a cassação e confusos nos que pretendiam votar pró Amazonino. A superioridade do juiz Márcio Luiz, como um homem engajado na práxis do direito democrático, era vista na postura daqueles que depois, no momento da votação, decidiram pela absolvição de Amazonino. Prevaleceu o dito do filósofo Alemão: “É impossível incomodar quem não quer ser incomodado”.

Durante a votação, ocorreram dois fatos hilariantes, além-jurídicos. Um proporcionado pelo jurista Antônio Barros de Carvalho. Quando apresentando as provas das notas frias usadas pela coligação de Amazonino, Barros de Carvalho disse que isso era comum, referindo-se ao uso de notas frias. O outro fato hilariante foi proporcionado pela juíza Joana Meirelles, que ao votar confundiu o artigo 41-A e o 30, sendo ambos artigos que propõem cassação e multa. Confusa, não sabia que tinha votado pela cassação de Amazonino, empatando a votação. O que levou o procurador-regional Edmilson Barreiros dizer à desembargadora Graça Figueiredo, que presidia a sessão, que ela era o voto de Minerva. E não deu outra: o voto de Minerva era Amazonino.

Ainda houve o fenômeno do déjà vu na sessão. A desembargadora Graça Figueiredo, o juiz Mário Augusto, o juiz Elci Simões e a juíza Joana Meirelles, que votaram pró Amazonino, foram os mesmos que em sessão no começo do ano, pediram o afastamento da ilustre Juíza Maria Eunice Torres do Nascimento da presidência do pleito de 2008. Fato depois anulado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), reconduzindo a ilustre juíza ao cargo, afirmando ter sido um ato arbitrário praticado pelos magistrados contra a ilustre juíza.

Nos transcursos jurídicos, a absolvição de Amazonino foi só um alento momentâneo para si e seus correligionários. Nada está decidido definitivamente. O ínclito procurador-regional Edmilson Barreiros vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, território com estado de coisas e enunciação diferente do TRE-AM, principalmente por ser instância superior à estadual.

Recorrendo à história, pode-se comparar que a vitória de Amazonino e seus votantes do TRE-AM é apenas vitória de Pirro. Mesmo não tendo tanta comemoração por seu lado.

Para aqueles que sofrem de amnésia política-jurídica, aqui fica um bom memorial.

Estes são os que votaram pela absolvição de Amazonino:

  • Jurista Barros de Carvalho
  • Juiz Elci Simões
  • Juiz – indicado pela OAB – Mário Augusto
  • Desembargadora Graça Figueiredo

Estes pela cassação de Amazonino:

  • Juiz Federal Márcio Luiz Freitas
  • Desembargadora Socorro Guedes
  • Juíza Joana Meireles – que votou pela cassação, mas em estado de confusão

USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.172 hits

Páginas

novembro 2009
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos