Arquivo para 2 de novembro de 2009

Kinemasófico: “A Pequena Banda”

pequena banda

Associação Filosofia Itinerante – Afin

Kinemasófico apresenta: “A Pequena Banda”

Atores: Andrew Chandler, Hélène Dassule, Nicole Palmer, Hamish Scrimgeour, Katherine Scrimgeour, Nicolas Sireau

Diretor: Michel Deville

Duração: 85 minutos

Ano/País: 1983/ /França

Nome Original: La Petite Bande

Sinopse (resumo da história do filme): Um grupo de crianças inglesas que decidem embarcar em uma aventura sozinhas e se metem em diversas confusões. Nestes percursos percorridos as crianças acabam descobrindo um grupo de pessoas que estão tramando algo maligno e que podem por um fim a esta aventura. E somente estas crianças que estão livres de qualquer disciplina podem desafiar estes perversos.

O Kinemasófico é um vetor cinematográfico que a Afin realiza todos os domingos à boca da noite, contando com um curso artístico (teatro, cinema…), sempre com a apresentação ao final da atividade de um cinema. Mais informações, clique aqui.

AOS FINADOS EM TODOS OS SANTOS

“Que os vivos enterrem seus mortos.”

Os vivos não podem enterrá-los,

pois como diz o poeta Epicuro:

Quando estamos vivos não existe a morte,

e quando estamos mortos não existe a vida.

Portanto, nenhum vivo pode

enterrar um morto.

14ª PARADA GAY DO RIO DO RIO DE JANEIRO

“PELO DIREITO DE VIVER E AMAR LIVREMENTE.

DIGA NÃO À HOMOFOBIA”

A chuva que caiu na cidade do Rio de Janeiro ontem à tarde não impediu que o arco-íris da 14ª Parada Gay do Rio preenchesse Copacabana com o colorido da luta LGBT contra a homofobia.

Durante o evento, os eventos mais lembrados foram algumas posições recrudescentes homofóbicas de retrógrados políticos brasileiros.

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, a respeito do episódio recente envolvendo a declaração injustificável do governador do Paraná, Roberto Requião, que associou o câncer de mama masculino às paradas gay, disse: “Quero mandar um recado para o governador do Paraná. Senhor governador, preconceito é que dá câncer. Faz mal à saúde e pode matar”. E, como não poderia esquecer a homofobia que ele próprio, Minc, sofreu do governador do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, a ele assim referiu: “Outro governador ficou chateado comigo porque eu queria defender o Pantanal e disse que ia me violentar. É uma cabeça troglodita de quem pensa como se estivesse na época da Inquisição.”

O governador fluminense Sérgio Cabral, acompanhado pela primeira-dama, Adriana Anselmo, também condenou as declarações homofóbicas dos políticos: “Não há nada mais nojento do que o preconceito. Eu saí de casa e o meu filho de sete anos perguntou aonde eu ia. Disse que ia na parada gay e expliquei a ele. Qual é o problema de um homem gostar de outro homem e uma mulher de outra mulher? É a opção sexual de cada um. Isso é tão atrasado, tão medieval. Eu lamento que haja político atrasado”, disse.

Em referência aos dois governadores, e acrescentando José Camilo Zito, prefeito de Duque de Caxias, que proibiu a realização da Parada Gay no município, o coordenador de Direitos Individuais e Difusos do governo do Rio, que também é um dos fundadores da Parada Gay do Rio, Claudio Nascimento, afirmou que tais posturas auxiliam no aumento de crimes homofóbicos: “Posturas como a dos governadores Requião e Puccinelli e do [prefeito] Zito não só ajudam a firmar a intolerência, como são a mão que empurra o punhal no coração dos homossexuais.”

No mais, foi uma movimentação afetiva política amorosa, uma festança de cores e sons, que entrou noite adentro e transborda numa eterna posição atuante de todos que são livres na autenticidade de suas relações…

POR FORA DE FUTEBOL

Por fora de futebol

“Eu entro em campo pra ser feliz.” (Valdivia, craque chileno)

°°°°°°°°°°°°°°° Em casa ele chutou uma bola de papel. No quintal um caroço de tucumã. Na rua uma bola de sernambi. Na escola uma bola de couro. Então ele disse: “Chegou a hora! Estou pronto para ser um craque! Não passou de um perna de pau. Foi ser professor de Educação Física.

Trave ############BRASILEIRANÇA B B A BA B A B A

JACA CAI SOBRE PERIQUITO

Em uma partida em que o Periquito parecia ter desaprendido a jogar. Esquecera do futebol contra o Goiás, em que ganhara de 4×0, com três de Obina, o Periquito pegou um Coringão “Tô nem aí”, levou duas dendecadas do Jaca Que Cai, e ainda teve o goleiro Marcos expulso.

Segundo aqueles por dentro de futebol, foi uma partida triste. Sem lances “emocionantes”, sem jogadas de craques. Um futebol mais para professor de Educação Física do que para craque. Por tal, acabou em 2×2.

Segundo aqueles por dentro de futebol, uma partida sem comentário de tão infrutífera. Negação de um campeonato que se encontra apenas a cinco rodadas para encerrar.

Tomando o Brasileirança, Periquito está mais para Dia de Finados do que para domingo gordo de carnaval.

FLUFLUZÃO! UMA RAPOSA SEM MINERÃO

Fred

Meu, a parada começou só de azul. Para Tim Maia, “azul da cor do mar”. Para a Raposa, azul da cor do céu. Céu das estrelas do Cruzeiro. Primeiro ‘time’, 2×0. “Vai ser goleada”, os raposeiros clamaram. O Fluzão era cara de quem ia ser desclassificado. Qual o quê. Se aprumou e foi em frente. Se postou em campo e agiu de igual para igual. Quer dizer. De igual para igual em um determinado momento. Depois se cobriu de pó de arroz e foi à luta.

O Mengão, que chegara no sábado ao ponto G, com ajuda do Peixe, que perdera dois penais, diante dos 2×0 já se conformara com a volta à volta da posição fora do ponto G. Mas eis que o Flufluzão, sabendo da vitória dos paulinos com uma dendecada contra nenhuma do Baru, mais a posição embranquecedora do Vermelhante diante do Fogão, recebendo uma dendecada, entrou na peleja, virou o revés e ganhou com três dendecadas contra as duas da Raposa, que já sabia que seu rival, o Galo, se mantinha em terceira posição ao meter três dendecas no Goiás, que só retribuíra com duas.

Então, assim se fez o Fluzãozão, que saiu dos 30 pontos da posição para um pequeno conforto dos 33, que podem aumentar nas próximas cinco rodadas.

A ZONA FRIA NAS MOBILIDADES

Começo de semana que não só mexeu com os do ponto G. Os da zona fria também sentiram a mobilidade mesmo só nas vitórias. Os operários vislumbraram o paraíso ao dendecarem por duas vezes os gaúchos, que sentiram a força da atraca para trás, ficando mais distante do ponto G.

Por seu lado, no clássico Ariano Suassuna, os dois frequentadores da zona fria, Náutico e Sport, ao se enfrentarem proporcionaram aos seus torcedores uma partida sportivamente aflita. Um fato contagiante que de contágio em contágio levou à melhor o mais aflito. Náutico meteu três dendecadas no Sport, enquanto seu conterrâneo meteu só duas nos aflitos.

Enquanto isso, na zona intermediária da ansiedade e da dor, local dos que não sabem se vão para cima ou para baixo, o azulão Avaí meteu duas dendecadas nos da Arena da Baixada, Atlético Paranaense, e o Coxa saiu vitorioso contra o Vitória com uma dendecada.

E por aí vai!

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,Enquanto isso… Vai, Jackson do Pandeiro!

Eu quero ver como é

Didi, Garrincha e Pelé,

Dando um baile do bola.”


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.871 hits

Páginas

novembro 2009
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos