Arquivo para 7 de novembro de 2009

CAETANO VELOSO CHAMA MARINA DE “MEIO PRETA”

Quando Caetano Veloso deu a nazista declaração estigmatizadora, dizendo que Marina Silva “não é analfabeta como o Lula”, blogueiros, artistas, jornalistas, todos passaram a analisar, ironizar, execrar ou, ao contrário, justificar – toda justificativa é pior do que a sentença – a declaração caenazista em relação a Lula. Todos estão certos, como diria o filósofo Rui Brito. Mas não se observou que a discriminação de Caenazista começara já quando, antes de Lula, ele descrevera Marina. Eis o trecho tantas vezes repetido, mas não observado em sua totalidade:

Marina é Lula e é Obama ao mesmo tempo. Ela é meio preta, é uma cabocla, é inteligente como o Obama, não é analfabeta como o Lula que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro.”

Nesse jogo das palavras vazias próprio de Caenazista – lembrando que até a sequelada Globotárica tinha uma personagem de humor reto-imóvel que caricaturava essa característica dele -, ele junta e distancia Marina e Lula, utilizando-se de “Obama ao mesmo tempo”. Observe-se que ele explica que Marina é Obama pela inteligência, mas não diz porque Marina é Lula. Ao contrário, diz porque Marina não é Lula. Nessa jogada de não-jogar, todos acabaram saltando as palavras grifadas acima e foram direto para a palavra “analfabeta” em referência a Lula.

Um professor de Língua portuguesa faria a pergunta: “Onde está o erro de concordância do inteligente Caetano?” Um estudante sorridente também colocaria sua questão para eliminar essa pergunta: “O uso da palavra meio não está incorreto do ponto de vista gramatical – o que seria apenas um equívoco -, mas do ponto de vista semiótico, alguém já ouviu essa expressão ‘meio preto’? Ou é preto ou não é preto.”

E a ignorância de Caenazista se torna racista devido ao uso étnico da palavra “preta”. Preto é cor. Todo agente do IBGE, e também toda mãe ou pai ou responsável que faz matrícula de um filho em uma escola sabe que não existe essa raça. Como Caetano não é o único – e por isso percebe-se que o famoso intelectual não sai da doxa (mera opinião) senso comum – a cometer tal erro, sabe-se que ele se referia à raça negra. Mas se não existe “meio preto”, “meio negro” é que não existe mesmo. Marina é negra ou não é negra. Quereria o poetastro dos “Quereres” dizer que Marina é mestiça? Existe “meio mestiça” por ‘acausos’?

Mas, Caenazista – como a emenda em relação ao soneto – acrescenta que Marina é cabocla. Baiano de sucesso, que só viu a Ipiranga e a Av. São João, Caenazista não viu a Sampa real onde o metalúrgico Lula trabalhou e, ao contrário da esposa de Ló, não precisou olhar para o sal do nordeste, muito menos ao norte. Caetano sempre soube as notas de seu norte imaginário exótico europeizado em séculos atrás, por isso não sabe que na abstração da ‘mestiçagem’ de Marina surge outra contradição: enquanto o mestiço vem da união de branco com negro, o caboclo é o descendente de branco com índio. Portanto, ou Marina é mestiça (“meio preta”?) ou é cabocla.

Perguntemos novamente a Caenazista: “Você já viu algum nortista usar a palavra “caboclo”. Só se for algum querendo, como você bem faz, tirar proveito do exotismo intelectual, porque aqui somos cabocos e cabocões. E, é bom que se diga, estamos respaudados por nada menos que o maior folclorista brasileiro, Câmara Cascudo, que explica que a palavra “caboco” (sem “l”) vem de tupi caa-boc (“o que vem da floresta”) ou de kari’boca (“filho do homem branco”). Nos cultos afro-indígenas temos diversas demonstrações do uso da palavra (Você já foi realmente a um terreiro de Candomblé, Umbanda, Mina Nagô, Umolocô?): Caboco Jacaúna. Caboco Jatapequara. Caboca Brava. Caboca Jandira. Caboca Jussara. Caboca Mariana. Caboco Gira Mundo. Caboco Corisco. Caboco Lage Grande. Caboco Pena Branca, Preta, Dourada… São tantos. Te cuida Caetanazista. E não vem dizer que aqui não cabe a próclise, que Oswald de Andrade já sabia que existiam esses falsos intelectuais. “Deixa disso, camarada. Me dá um cigarro.”

Talvez Caenazista quisesse misturar a mestiça (“meio preta”, não esqueça) com a cabocla. Perguntemos: “Caenazista, qual é para você a raça de Lula?” Só não perguntamos porque sabemos que não importa. Em sua posição elitista, de direita, psdbista, Caetano só se utiliza de Marina para sacanear o “nordestino” Lula, porque “narciso acha feio o que não é espelho”. E Marina, que só foi alfabetizada aos 15 anos, também não percebeu o engodo da declaração caenazística.

Então, freudianamente, o rasteiro narcisismo de Caenazista é apenas a inveja de que um nordestino, Lula, tenha vencido os obstáculos da miséria – inclusive preconceitos dessa ordem – e se tornado um presidente “como nunca houve na história desse país”, enquanto Caenazista posava de outsider anárquico, sendo apenas um porra-loca que usava capitalisticamente a marca Tropicalismo em viagem pela Europa. Ao contrário de um Tom Zé, que precisou agir com inteligência, como artista, para fugir à censura e à prisão, encarando no gogó censores e delegados.

Mas talvez a inveja de Caetano seja mais velada. Seria porque Gilberto Gil, este, sim, negro, que se tornou um ministro da Cultura “como nunca na história desse país”? E justamente neste momento Caenazista perdeu os privilégios personalísticos que sempre alcançara com a direita que se instalou no país desde a Abertura, lucrando individualmente com falsos projetos sem alcance para a coletividade. Nesse caso, a fala preconceituosa de Caetano seria apenas merchandising, já que seus últimos projetos, inclusive um CD, não tiveram a menor repercussão. Qual mesmo o título?

Caenazista não sabe que todos temos intelecto e que, por isso, somos intelectuais. Ele não sabe, com Guattari e Deleuze, que a linguagem, antes de ser coisa de linguística, é coisa de política. E, por isso, utiliza-se do discurso autoritário, tirânico, nazista, tão óbvio, tão ululante. Favor não confundir com lulante.

Ele não sabe a diferença entre “analfabeto” e “iletrado”. Dona Damiana, na zona Leste de Manaus, dar-lhe-ia (gostou da mesóclise?) uma aula de política, mas como ela já é falecida, os alunos do Curso de Alfabetização – Enunciações Intensivas das Palavras, que a Afin promove, podem dar o toque: “O pior analfabeto é o analfabeto político” (Bertolt Brecht).

Pior, porque pode saber ler e escrever, e até falar tagarelice tatibitate, mas não vê, não ouve, tem menos sensibilidade do que uma múmia ambulante de filme hollywoodiano. Como te disse o, como tu, nordestino Belchior na Fotografia 3×4:

Veloso o sol não é tão bonito pra quem vem
do norte e vai viver na rua
A noite fria me ensinou a amar mais o meu dia
e pela dor eu descobri o poder da alegria
e a certeza de que tenho coisas novas
coisas novas pra dizer
a minha história é ... talvez
é talvez igual a tua, jovem que desceu do norte
que no sul viveu na rua
e que andou desnorteado, como é comum no seu tempo
e que ficou desapontado, como é comum no seu tempo
e que ficou apaixonado e violento como você
Eu sou como você. Eu sou como você. Eu sou como você
que me ouve agora. Eu sou como você. Como Você.

Mas, como você, Caenazista?!

i iNDA TEM FRANÇÊiS Qi DiZ Qi A JENTi NUM SEMO SERO

inda

@ “TEM GENTE QUE PENSA QUE A INTELIGÊNCIA ESTÁ LIGADA À QUANTIDADE DE ANOS DE ESCOLARIDADE que você tem. Não tem nada mais burro que isso. A Universidade te dá conhecimento, aperfeiçoamento. A inteligência é outra coisa. A política é uma das ciências que exige mais inteligência do que conhecimento”, analisou Lula no Congresso Nacional do PC do B. Ao comentar que só fez até a quarta série do Ginásio, irônico, disse: “Eu compreendo o ódio que isso causa”. Uma sutileza às opiniões de Fernando Henrique e Caetano Veloso, que, ao chamá-lo de analfabeto para elogiar Marina, como inteligente comparada a Lula, discriminou a ex-senadora do PT, chamando-a de preta em entrevista ao jornal Estadão. I inda têm françêis qui diz…

@ MADONA VAI AO RIO SE ENCONTRAR COM ANDERSON SÁ DA BANDA AFROREGGAE. O encontro foi proposto por Madona depois que ela assistiu o documentário, “Favela Rising”, de 2005, dirigido e produzido pelos cinegrafistas ingleses Jelf Zimbalist e Matt Mochary. O documentário mostra a forte atuação do movimento negro da ONG AfroReggae na comunidade de Vigário Geral, e como o cantor escapou de ser recrutado pelo tráfico, e, ainda, como ele viu seu irmão ser assassinado na chacina de 1993, em que foram mortas 21 pessoas da comunidade. A cantora-dançarina pretende no encontro com o vocalista Anderson Sá, conversar sobre os projetos desenvolvidos na favela Vigário Geral pelo pessoal do AfroReggae, e tirar elementos importantes para seu projeto desenvolvido no Malauí. Madona será a produtora do documentário a ser realizado pela Channel Four e a BBC, em que Anderson Sá falará da função da música como arte capaz de auxiliar as crianças a saírem da miséria. I inda têm françêis qui diz…

@ “QUALQUER PESSOA MEDIANAMENTE INFORMADA COMPREENDE de imediato que o açucarado ‘Acordo Complementar para a Cooperação e Assistência Técnina em Defesa e Segurança’ equivale à anexação da Colômbia pelos Estados Unidos”, afirmou Fidel Castro, incorporado ao protesto dos líderes da esquerda latino-americana contra o Acordo. Para Fidel Castro, o Acordo, que permite os soldados americanos a usarem as bases militares da Colômbia, visa derrubar “a revolução venezuelana”, e propagar ameaça às outras nações da América do Sul. I inda têm françêis qui diz…

@ “NENHUM EMPATE NESTE CAMPEONATO É BOM, pois você não sai do lugar. É claro que dentro das circunstâncias, pode ser um pouco diferente, como o empate do São Paulo contra o Grêmio, no Olímpico. Mas não podemos pensar nisso contra o fluminense. Para ganharmos o Brasileiro, temos que ganhar fora”, afirmou Muricy, técnico do Palmeiras, muito preocupado com a atuação de seu time que enfrenta domingo no Maracanã a equipe do Fluminense que vem de um portentoso crescimento. I inda têm françêis qui diz…

@ HOMEM SE PASSA POR LULA E CONCEDE ENTREVISTA À IMPRENSA ESTRANGEIRA. Agendado por Caio Martins, que se apresenta como assessor da Presidência da República, as entrevistas são agendadas via e-mail. A informação das ocorrências foi divulgada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República, que, de acordo com ela, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República encontra-se analisando quais as formas de providências que tomará contra o falso Lula. Segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência, o falso Lula teria concedido entrevista para uma rádio Australiana se compromissando com a segurança dos turistas nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. I inda têm françêis qui diz…

@ “É UMA INJUSTIÇA, UMA PERSEGUIÇÃO. SOU PERSEGUIDO PORQUE FAÇO O CAMBATE À CORRUPÇÃO”, desabafou o delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz, ao ser notificado que havia sido demitido pela Polícia Federal da corporação. O delegado Protógenes, sentindo-se injustiçado, disse ainda que a PF usa suas participações em eventos públicos para intimidá-lo. E que o motivo de sua demissão foi sua suposta participação em um comício do candidato a prefeito de Poços de Caldas. Referindo-se ao episódio, afirmou: “Essa é mais uma prova da perseguição que sofri. Uma prova de injustiça, um ato de tirania, um atentado à democracia”. Todavia, segundo informação do Ministério da Justiça, Protógenes não foi demitido. De acordo com a instituição da Justiça, ele responde a diversos procedimento administrativo na Polícia Federal e, em um deles, foi suspenso por 60 dias. I inda têm françêis qui diz…

@ FILME DE CHAPLIN ENCONTRADO EM LATA COMPRADA PELA INTERNET. Segundo o jornal inglês The Independent Um internauta britânico chamado Morace Park, da cidade de Henman, pediu uma lata para guardar filmes. Só que dentro da lata veio o exemplar de um filme, curioso, ele mostrou ao seu amigo John Dwyer, que é ex-membro do Conselho Britânico de Classificação Cinematográfica, e qual não foi sua surpresa ao saber que ele recebera como brinde um filme ao que tudo indica desconhecido de Charlie Chaplin. “A filmagem, intitulada “Charlie Chaplin in Zepped”, mostra imagens de um zepelim sobrevoando a Inglaterra durante a Primeira Guerra Mundial e Chaplin a expressar seu desejo de voltar dos EUA para a Inglaterra para dar seu apoio aos soldados.” Park diz que a fita apoia os soldados ingleses na Primeira Guerra (1914-1918) e foi realizada pelo cineasta em 1916. Segundo Park, é uma fita de 1916 destinada a apoiar os esforços britânicos na guerra (1914-1918). Juntamente com Dwyer, Park resolveu fazer um documentário chamado The Lost Film Project, que já se encontra em filmagem. I inda têm françêis qui diz…

Vamos que vamos!

Mas nunca vamos!

Quando acreditamos que vamos

Já não vamos!


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.871 hits

Páginas

novembro 2009
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos