Arquivo para 29 de dezembro de 2009

O SERVIÇO PÚBLICO A SERVIÇO DA DOR DO CAPACHO

No conceito de corrompido concebido pelo filósofo Nietzsche, para quem o corrupto é um degenerado, aquele que optou pela existência enferma, o capacho encontra-se bem ajustado nessa série. O filósofo Sartre diria que o capacho sempre está em Má-Fé. Nunca é um homem livre. É um malogrado, um frustrado, que, em razão de seu medo, produzido por um profundo sentimento de inferioridade, se submete a todos que acreditam ser detentores do poder – sem nunca suspeitar que o poder não existe – para, assim, pela fantasia, também se sentir importante diante daqueles que ele considera seus subalternos. Uma espécie de imagem emprestada.

Com uma infância malograda, capturada pela interferência alienada de seus pais, e uma adolescência confusa, onde exercita os primeiros passos da submissão, ele entra na existência adulta pronto para sua patológica missão. Seja representando um personagem tímido, ou um personagem colérico. Não importa a personagem, o certo é que sua existência é uma insuportável sensação de fracasso, que ele alimenta com a ilusão de ser amado por aquele que toma como poderoso, e por aquele que ele toma como seu subalterno. Sim, porque embaixo de um capacho há sempre outro capacho. Aliás, a sociedade não é formada só de capacho, mas que ele está espalhado por toda sociedade, está. Em casa, na escola, no trabalho, em todos os quadrantes sociais. É por isso que é difícil produzir uma democracia constitutiva. O capacho é de direita, de centro, de esquerda, e de outros lados, justo porque ele é produto/produtor de uma cadeia viral. Como a democracia é a sociedade dos homens livres, e sendo o capacho um escravo, é difícil ela se tornar uma práxis ontológica. Vejamos o caso do Amazonas, mormente Manaus, no que tange ao que se convencionou, eufemisticamente, chamar de política.

UM CASO EXPLÍCITO DE CAPACHO NO SERVIÇO PÚBLICO

Dia 24, véspera de Natal, ponto facultativo nas repartições públicas. Funcionários contentes pela efeméride cristã, e também contentes pelos dias de folga, que ninguém é de ferro para suportar a temporalidade sujeitante da mais-valia expressada no limitado salário. Em casa, os planejamentos para a ceia, ou, quem sabe, aquela visita “serra” à casa de um parente, ou amigo, ou talvez uma descansada em uma boa rede ouvindo os fogos lá fora, imaginando um amor.

Pois bem, seguros pelo feriado oficial, funcionários de uma instituição estadual passaram a ter suas seguranças comprometidas. Motivo: o diretor dessa instituição pública recebeu um comunicado que o governador Eduardo Braga iria fazer uma visita nas instituições do Estado. Azáfama, corre-corre! “Chama os funcionários para vir para cá!” E tome telefonadas intranquilizadoras para os servidores envoltos na paz natalina. O diretor, personagem colérico, queria por tudo mostrar ao governador – que estava mais para Robério Braga do que para a instituição do tal diretor – que ali na “sua” instituição se trabalhava com denodo, até nos dias de Cristo.

Como diria o pedagogo-teatrólogo Abdiel, “resulta, resultado”, alguns servidores servis (quem sabe também capachos) foram, outros não deram bolas, ficaram nos seus envolvimentos natalinos. E o personagem central causador da cena capachista, o governador, necas de aparecimento. Não deu as caras. Enquanto, por seu lado, o ‘concordino’ diretor, ficou com aquela cara do tipo, “o que foi que eu fiz para não ser amado?”.

Na segunda-feira, na dita instituição, um funcionário, aos risos debochados, disse: “Lembra daquele fim de ano que a direção deu um almoço pra gente dizendo que o governador viria visitar a instituição, e a gente ficou quatro horas esperando, olhando para comida que não era servida, e ele não apareceu? Pois é, eu lembro. Por isso não vim dessa vez. Não sou otário e nem moleque para ser tratado desse jeito.

Moral do fato: o diretor-capacho sofreu, mas não desesperou. Ele terá outros momentos para exibir sua submissão. Assim como a maioria que exerce funções semelhantes a dele, e que são institucionalmente enfermos como ele. Aliás, o que é a regra nos cargos indicados. Perdulariamente, comissionados.

ADAIL ESTÁ SOLTO! TE SEGURA,COARI!

Ontem à noite o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, que em meados do ano havia dado nada menos que três habeas corpus que blindaram o ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro, para que pudesse ficar calado, quiçá até usando walkman, na CPI da Pedofilia, agora mandou mais um, providencialmente antes do réveillon, suspendendo os efeitos da ordem de prisão preventiva de Adail.

Investigado em 2008 pela Polícia Federal na Operação Vorax, juntamente com toda a cúpula de sua administração municipal por desvio de verbas, fraudes licitatórias, formação de quadrilha, por fomentar grupos de extermínio, pedofilia e prostituição infantil, dentre outros crimes, tido como intocável pelas ramificações palacianas, Adail teve, a 14 de setembro de 2009, a prisão preventiva decretada pela juíza Ana Paula Braga, da 2ª Vara da Comarca de Coari, por ele ter se mudado do município sem comunicar a Justiça.

No habeas corpus deferido, Gilmar Mendes ordenou ainda “urgência, ao Juízo de Direito da 2ª Vara da Comarca de Coari, ao Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas e ao Superior Tribunal de Justiça, para que seja o paciente posto em liberdade, caso por outro motivo não esteja preso”.

Conhecido como o homem dos habeas corpus que tanto favoreceram o megaempresário Daniel Dantas, Gilmar Mendes não fugiu à regra, já que Adail é uma espécie de DD amazoniquim.

NA ARGENTINA, PRIMEIRO CASAMENTO GAY NA AMÉRICA LATINA

Ontem à tarde raiou um arco-íris ao redor do sol em Manaus. Eram as notícias novas e boas, multicoloridas, que vinham de outras terras. Na cidade de Ushuaia, no estado de Tierra del Fuego (e não havia lugar de nome mais sugestivo), na Argentina, Alex Freyre e José María Di Bello se tornavam, como diz o Página 12, “marido e marido”. Foi o primeiro casal homoerótico a realizar um casamento, oficialmente perante o registro civil, em toda a América Latina.

Alex e José já haviam tentado a façanha por duas vezes este ano. A primeira tentativa frustrada foi em abril na capital Buenos Aires. Persistindo na ideia, em novembro passado, conforme noticiamos aqui neste bloguinho, a juíza Gabriela Seijas deu seu parecer favorável, destacando que os artigos 172 e 178 do Código Civil argentino, que proíbem a união civil homossexual, são inconstitucionais. Mas o casório, marcado para o dia 1º de dezembro, Dia Mundial da Luta contra a Aids, acabou não ocorrendo, pois outra juíza ordenou a suspensão do casamento como medida cautelar.

Mas o casal não se acautelou, interpondo um recurso extraordinário junto à governadora de Tierra del Fuego, Fabiana Ríos: “Sabíamos que a governadora Fabiana Ríos é uma pessoa simpática à causa”, disse José. E realmente a democrática governadora resolveu por autorizar o casamento mediante um decreto que reconhece a falha da juíza portenha e faz uma leitura esclarecedora da Constituição Nacional Argentina.

Alex observa que sua luta é coletiva, é a luta de todos que buscam escapar à homofobia, por isso ele e seu esposo darão hoje pela manhã, em Buenos Aires, uma conferência sobre a importância da liberação e legalização do casamento gay:

Queremos contar, educar, informar e também alentar a todas os casais de gays y lésbicas. Queremos que vejam que é possível, que nossos direitos valem, que não somos cidadãos de segunda. Que não se deixem convencer de que é amoral ou imoral isto; porque, ao contrário, não é.”

É, companheiro, parece que esse casamento, além da segurança jurídica legal dos casais homossexuais, é fundamental também, pedagogicamente, para os casais ditos heterossexuais. Um casamento que não se restringe “ao casal ou à família”, como diz Toni Negri, aberto a “comunidades mais vastas”…

FUNAI REESTRUTURADA

Com o objetivo de proteger as áreas indígenas, no caso específico, as áreas do Norte do país, o presidente Lula assinou ontem, dia 28, decreto para re-estruturar a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) a partir de 2010.

Composta atualmente por 2.400 funcionários, o decreto vai possibilitar a instituição aumentar o número de funcionários para 5.500.

Fora os 85 cargos de “livre provimento” que são indicações de políticos, os novos funcionários serão admitidos na instituição através de concurso. Serão 425 funcionários contratados em 2010, e um total de 3.100 em 2012. Os servidores com nível superior terão salário inicial de R$ 4.000,00. Os contratados sem concurso terão salários, como gratificação, dos níveis DAS 4, 3, 2, variando de R$ 2.500,00 mil, chegando a R$ 600,00.

Falando sobre a condição de uma instituição esquecida durante muitos anos, o presidente da FUNAI, Márcio Meira, afirmou: “A FUNAI é uma instituição que durante muitos anos foi esquecida e sucateada. Agora, há esforço de se fortalecer essa instituição, já que 13% do território nacional é formado por terras indígenas. Vamos ter várias frentes de trabalho. A re-estruturação cria condições para a FUNAI exercer a proteção dos índios em terras demarcadas, homologadas. 90% dos novos servidores vão trabalhar próximo às áreas indígenas.

Não só a Raposa vai ser fortalecida com a nova estrutura, mas todas as reservas de Roraima vão ganhar peso na nova estrutura.”

Ainda dentro da nova estruturação da instituição, no âmbito do Ministério da Saúde, será criada a Secretaria de Saúde Indígena, cujo objetivo de melhorar as políticas de saúde indígena.

BRASILEIROS DESAPARECIDOS NO SURINAME

Segundo o padre José Virgílio da Silva, diretor da rádio Katólica, existem sete brasileiros desaparecidos depois do ataque dos quilombolas em Albina. O padre que registrou o que restou depois da destruição causada pelos surinameses no bairro dos estrangeiros, afirmou: “Afirmo que há sete desaparecidos porque eu ouvi inúmeros relatos de pessoas e tomei vários depoimentos de pessoas quem vivem na região e dizem que há pelo menos sete desaparecidos”.

Um dia após o ataque em Albina, o padre José Virgílio foi até o local e constatou a destruição. O que ele viu, segundo seu relato, foram casas destruídas, objetos pessoais avariados pelo chão, além de perceber as pessoas tomadas pelo terror como resultado da violência.

Para ele, as pessoas presas ontem, dia 28, em número de 35 supostos envolvidos no ataque, demonstram o interesse das autoridades surinamesas em pegar os culpados e puni-los. Por parte do governo brasileiro, a situação está sobre controle. Os brasileiros que foram feridos não correm risco de morte.

O Brasil e o Suriname mantém forte e tranquila relação diplomática e econômica.

2º OPEN MANAUS DE CAPOEIRA REGIONAL

Capoeira 2º Open 01 por você.

Este é o segundo ano que o Grupo Marabaiana de Capoeira realiza, aos cuidados de Mestre Ferreirinha, presidente do grupo em Manaus, nesta cidade um torneio de capoeira regional.

Enquanto era aguardado o início do torneio, crianças e adultos de diversos grupos jogavam livremente como aquecimento e pelo gosto de jogar a capoeira em movimentos livres e potentes do corpo e da alma.

Capoeira 2º Open 02 por você.

Capoeira 2º Open 05 por você.

E o torneio, que contou com a participação de diversos grupos, foi bastante disputado, como demonstra a fala do professor Wigson, do Grupo Gunga Brasil de Capoeira:

É a segunda vez que eu participo e o grupo está aqui pela primeira vez. A garotada treinou bastante, principalmente nos últimos dois meses, especialmente para esse torneio, e também incentivando a prática do esporte e sempre levando em conta a filosofia do grupo. Não tem violência banal. A violência que tem é dentro do jogo da capoeira. Queda vai ter, chute à altura do rosto vai ter, tesoura, mas dentro da capoeira, com respeito ao oponente, e não por raiva. É um trabalho com consciência, porque você vê que é um trabalho que a gente faz com muitas crianças, tentando auxiliar para que elas cresçam fortalecidas, não caindo tão facilmente em vícios e armadilhas que não são saudáveis para a vida delas.”

Capoeira 2º Open 08 por você.

Capoeira 2º Open 17 por você.

Enquanto entremeamos algumas imagens do movimentado torneio, Mestre Ferreirinha nos fala um pouco da história do Marabaiana, de suas atividades na cidade de Manaus, assim como sobre o objetivo do 2º Open Manaus de Capoeira Regional:

O Grupo Marabaiana de Capoeira filiado à Confederão Brasileira e à Federação Amazonense de Capoeira. Funcionamos no Brasil em quatro estados: no Pará, no Ceará, Maranhão e Bahia. O grupo foi criado pelo Mestre Jair, da Bahia, e a central do grupo fica em Fortaleza. Foi trazido aqui pra Manaus pelo Mestre Coló, que é o nosso Grão-Mestre aqui em Manaus.

Capoeira 2º Open 10 por você.

Aqui em Manaus, o Marabaina tem núcleos em quatro bairros: um no Zumbi, no Mutirão, Colônia Antônio Aleixo, e agora nós abrimos um núcleo novo no Puraquequara. O Marabaiana já foi um dos maiores grupos de capoeira daqui de Manaus, já teve 700 alunos; houve uma diminuição nas atividades durante um tempo, hoje estamos com cerca de 200 alunos, e a tendência é crescer junto com a capoeira aqui na cidade.


O objetivo do campeonato é mostrar, tirar essa visão que o povo tem, que é muitas vezes passada de que a capoeira é uma dança. O Marabaiana não ensina capoeira dessa forma, como se fosse uma dança. O Marabaiana ensina uma arte de lutar, e é isso que o evento quer demonstrar para o público. O evento foi muito bom. O que falta é apoio e patrocínio, pois tudo tem que sair do bolso do capoeira.

Capoeira 2º Open 20 por você.

Capoeira 2º Open 18 por você.

Capoeira 2º Open 21 por você.

Após o término do torneio, com distribuições de medalhas por desempenho individual e troféus para as participações dos grupos, onde todos comemoraram com alegria, não podia faltar uma bela roda aberta livre no final.

Capoeira 2º Open 23 por você.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.110 hits

Páginas

dezembro 2009
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos