Arquivo para 21 de março de 2010

GOVERNADOR DO AMAZONAS DIZ NO MÉXICO QUE A MÍDIA SÓ REPRODUZ, SOBRE A AMAZÔNIA, O NEGATIVO:”ASSASSINATO DA IRMàDOROTHY

         Em seu aforismo 109 de sua obra A Gaia Ciência, o filósofo alemão Nietzsche, mostrando que a Natureza não possui propriedades ou atributos humanos que nada na Natureza reflete valores estéticos e morais, mas que tudo é uma infinita Vontade de Potência, ao ver o homem atribuir à Natureza uma criação da providência divina, pergunta:”Quando deixaremos de ser obscurecidos por estas sombras de Deus? Quando teremos completamente “desdivinizado” a Natureza? Quando nos será permitido, em fim, começarmos nos tornar naturais, a “naturalizarmo-nos”; nós, homens, com a pura Natureza, a Natureza reencontrada, a Natureza liberta?”. 

       Essa inquietação do filósofo Nietzsche, reflete os pensamentos de filósofos antigos que trataram da Natureza como Potência material produtora do mundo, entre eles Demócrito, Epicuro e Lucrécio, e posteriormente, no século XVII, Spinoza. E na modernidade, Marx, para quem a divinização da Natureza era o trunfo do capitalista para poder explorá-la sem qualquer culpa. “Deus criou o mundo para servir o homem”. Nada mais do quê a consciência abstrata do burguês para quem os conteúdos de sua consciência são produtos “divinizados”. A mesma consciência-alienada da maior parte dos que hoje se tomam como ambientalistas. Tanto capitalista predadores, como abstratos defensores do meio-ambiente.

       Seguindo essa “divinização” da Natureza, o governador do Amazonas, Eduardo Braga, se auto-promoveu o ecólogo da Amazônia por excelência. Um ambientalista “deificado” com direito à publicidade em revistas abstratas como a IstoÉ. E foi nessa névoa “divinizada” da Natureza, que ele foi participar no México do seminário:”A Caminho do México: Desafios e Oportunidades para um Acordo Global”, promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Cancun.

      Lá, movido pela sua doxa “divinizada” o governador Eduardo Braga, talvez, acreditando que os presentes também estavam acreditando que ele é o ecólogo da Amazônia por excelência, despejou seu sentido “humano” de política de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia, afirmando que há um grande desconhecimento do mundo de como vive a população da Amazônia, e disse que “ grande mídia, infelizmente, só reproduz a pauta negativa, como o assassinato da irmã Dorothy Stang ou o massacre de Eldorado dos Carajás”.

      O governador do Amazonas em suas afirmações telúricas-ufanistas só confirmou o quanto sua percepção encontra-se abstraída da real Natureza. A irmã Dorothy Stang, cuja morte não é negativa como quer o governador, foi assassinada exatamente porque seus assassinos e mandantes têm os mesmo sentidos da Natureza “divinizada”: feita para ser explorada pelo homem. E sua morte, apesar de ser uma religiosa, foi produzida pela sua percepção e entendimento real do homem rural, sem qualquer modismo de Desenvolvimento sustentável da Amazônia, como abstrai Eduardo. Eldorado dos Carajás tem o mesmo sentido. Dois casos em que pessoas reais são assassinadas por terem um entendimento do mundo fora das alucinações impostas pelo capitalismo, como a moda festiva do frisson da defesa da Amazônia que participa o auto-promovido ecólogo por excelência governador.

       E maior demonstração de que o governador do Amazonas nunca viu empírica-epistemologicamente uma árvore real foi expressada no momento em que ele recorrendo à um enunciado mistificado disse que quando em conversa com uma senhora no Amazonas pediu que ela não cortasse árvore, ouviu essa resposta:”Governador, eu não faço isso porque quero, mas porque é triste ouvir meu filho chorando de fome”. A fome é real. O que não é real é a política de Desenvolvimento sustentável da Amazônia defendida “divinamente” pelo governador. Ainda mais quando se sabe que esse colóquio foi no Amazonas, estado que a quase trinta anos é governado(?) pelos dois ídolos políticos de Eduardo Braga: Gilberto Mestrinho e Amazonino Mendes, esse seu tutor, e por ele, em fim de segundo mandato.

       Trinta anos é tempo mais do que suficiente para essa senhora ter uma vida sustentável sem precisar derrubar árvores para sub-viver, e ainda servir de tema para o governador fazer  gênero em um seminário promovido logo pelo BID, um banco, como os outros, que tem sua existência sustentada pelo lucro de um trabalho morto, como disse Marx.

        A “divinização” da Natureza por estes ambientalistas, como o governador do Amazonas, é tão nociva ao meio-ambiente, como a dos conhecidos predadores que fazem clara da Amazônia sua fonte de lucro, visto que nos dois casos a Natureza surge para eles como um fetiche. Absurdo objeto que ela não é.

12° FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA AMBIENTAL

Tido como o maior e melhor festival que trata do tema ecológico, o 12° Festival Internacional de Cinema Ambiental (FICA)  será realizado entre os dias oito e treze de junho na Cidade de Goiás e já conta com as inscrições, na primeira etapa, de 44 países em total de 209 filmes, tendo o encerramento das inscrições no dia 26 do mês corrente.

       Com direito de participação aos profissionais e amadores, o Festival é composto de documentários, obras de ficção, obras para televisão e animação cuja tema é o meio-ambiente, e que seja produção realizada a partir de janeiro de 2008.

      De acordo com avaliação de críticos das produções, o Festival proporciona aos ganhadores uma premiação substancial. Serão distribuído R$ 240 mil em prêmios em sete categorias. A principal categoria, que será o destaque, ganhará R$ 50 mil.

     Ano passado o diretor Vicent Carelli, com o documentário Corumbiara, que trata do massacre, na década de 1980, de um grupo de índios de Rondônia isolados na gleba Corumbiara, foi o vencedor.

     Para participar do Festival o interessado pode fazer sua inscrição pelos Correios. Já quanto o regulamento e ficha de inscrição estão disponíveis na página  da internet, no endereço www.fica.art.br


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.536 hits

Páginas

Arquivos