Arquivo para 15 de maio de 2010

PESQUISA VOX POPULI: DILMA 38% E SERRA 35%

Na pesquisa Vox Populi divulgada há pouco, em todas as possibilidades Dilma está à frente de Serra.

Na “pesquisa estimulada”, aquela na qual é dito o nome dos candidatos, considerada a principal forma de medida eleitoral:

  • Dilma Rousseff (PT): 38%
  • José Serra (PSDB): 35%

Na “pesquisa espontânea”, que a pessoa fala em quem votaria sem que nenhum nome lhe tenha sido apresentado:

  • Dilma Rousseff (PT): 19%
  • José Serra (PSDB): 15%
  • Lula: 10%
  • Marina Silva (PV): 8%

Para o segundo turno, quando ficariam apenas dois candidatos:

  • Dilma Rousseff (PT): 40%
  • José Serra (PSDB): 38%

Onde se segura a direita? Nos 2,2 pontos da margem de erro, que, segundo a mídia sequelada, dão empate técnico. Mas quando? Ao contrário, a tendência desde a primeira pesquisa apresentada, foi sempre a subida de Dilma, enquanto a tendência de Serra foi sempre cair. Quanto mais que, levando-se em conta o reconhecimento dos candidatos pelos eleitores, 75% dizem conhecer Serra e 54% dizem conhecer Dilma. Ou seja, entre esses eleitores há uma chance muito maior de que eleitores venham a conhecê-la e confirmar nela seu voto quando a campanha oficial começar.

Assim, há quem diga que quando a campanha oficial começar a luta de Serra será ao menos para sonseguir levar a eleição para o segundo turno, embora não venha a ter chance nenhuma com isso.

Comemoremos a continuidade democratizante do governo Lula! Comemoremos a vitória de Dilma!

A IDA DE LULA AO IRÃ E O OLHO-GORDO DA MÍDIA SANGUINÁRIA

Lula e o presidente russo, Medvedev.

A cada prêmio internacional que Lula recebe, a cada tentativa de fortalecer a democracia em todo o mundo, a mídia sequelada lança seu olhar de peixe-morto, cheio de bílis, de pânico, da mais torpe inveja. E todo invejoso tenta minimizar os feitos, as conquistas de outrem numa igualdade impotente. Assim ocorre com todos os grandes e decadentes jornalões brasiniquins e suas reproduções fajutas.

Vejamos duas demonstrações (no Estadão e na Folha de São Paulo) destas ditaduras editoriais visíveis durante a estadia de Lula na Rússia, onde o principal assunto foram as últimas tentativas de diálogo com o Irã para evitar as sanções do Conselho de Segurança da ONU (encabeçadas como sempre pelos Estados Unidos) a este país devido a sua busca pela produção de energia nuclear.

ESTADÃO QUERIA UM LULA CONCORDINO

Segundo o Estadão, Lula cometeu gafe ontem quando, ao lado do presidente russo, Dmitri Medvedev, comentou que passou “grande parte da sua juventude sendo contra a invasão da Rússia no Afeganistão”, acrescentando que está enviando técnicos brasileiros ao país historicamente mais invadido do Oriente Médio depois de ler um artigo do ministro da Agricultura afegão dizendo que “a paz no Afeganistão chama-se Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária)” porque “no dia que existir uma empresa agrícola como esta, que produza alimentos para aquele povo, haverá paz no Afeganistão”. E isso Lula falava descontraidamente quando a cerimônia já chegava a quase uma hora a mais que o previsto.

Ora, quem comete a gafe é o Estadão, por reducionismo ou mau-caratismo epistemológico – provavelmente ambos -, querendo que Lula levasse na bagagem diplomática de estadista a mediocridade do brasileiro cordial, conforme o conceito de Sérgio Buarque. Ou seja, queria um Lula concordino. Lula não poderia jamais desempenhar esse papel para o Estadão, primeiro porque sabe que a diplomacia tipo vaselina serve apenas para suavizar o massacre; segundo porque porque, como indivíduo, pela sua história como retirante e operário, jamais foi um concordino; terceiro, como estadista que recebeu o prêmio de personalidade mais influente no mundo, não o quer como um símbolo personalístico pendurado na parede, mas como uma possibilidade-real de palavras e ações em todo o mundo, a fim de fortalecer a democracia, onde quer que seja, por isso, chega dentro da Rússia e tem coragem e hombridade para, olhando nos olhos de Medvedev, cobrar ali reforma do Sistema Financeiro.

Apenas um detalhe, para aumentar um pouco a inveja ignara do Estadão e afins, o primeiro-ministro russo Vladimir Putin, que não tinha encontro agendado, fez questão de encontrar e conversar com o Sapo Barbudo.

FOLHA: A DIVERGÊNCIA ENTRE A MANCHETE E O TEXTO

Na competição pela anulação da ética e da imparcialidade jornalística, o jornal Folha de São Paulo (versão impressa) deturpa-se a si mesmo. A manchete diz que “Rússia e Brasil divergem sobre acordo com o Irã”. Mas vejamos no texto qual é essa divergência. É que Lula, otimista, afirmou que, de 0 a 10, tem 9,9 pontos de chances de sair do Irã com um acordo firmado que evite as sanções; enquanto que, para o presidente russo, Lula tem apenas 30% de chances para que isso aconteça, mas sem deixar de enfatizar que a ida do presidente brasileiro é a única e última chance para o país do Oriente Médio evitá-las.

“Espero que a missão do presidente do Brasil termine com êxito. É talvez a última possibilidade antes da adoção de medidas que todos os membros do Conselho de Segurança conhecem. Desejo sinceramente a meu colega e amigo, o presidente brasileiro, êxito em suas negociações em Teerã e peço ao presidente Ahmadinejad que escute os argumentos de Lula”, foram as palavras de Medvedev.

Portanto, a divergência não é entre Brasil e Rússia, para os quais não haveria concordância maior. A divergência se dá apenas entre a manchete e o texto da tacanha notícia da Folha.

O IMPULSO TANÁTICO DA MÍDIA SEQUELADA

Pelas crendices populares, o olho-gordo de um vizinho em rusga contra outro, por este ser bem-sucedido, por exemplo, pode representar um atraso de vida deste. Numa questão entre nações, geralmente significa sanções, massacre, espoliação. Chechênia, Iraque, Afeganistão.

Popularmente, pode ser resolvido com um banho de sal grosso e uma seção de descarrego por um forte pai-de-santo e um caboco trabalhador. No caso da política internacional, o uso da razão de uma potência democrática como Lula pode ser suficiente. Mas a mídia, assim como a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, que disse que “o desafio de Lula no Irã é do tamanho de uma montanha” – em se tratando de política internacional, não há diferença entre Obama e Bush -, talvez prefira o massacre. É o que Freud chamou de “impulso tanático”. Mas a mídia não quer morrer sozinha, quer carregar outros em sua morte. Como diria Sartre, uma consciência padecida quer sempre fazer padecer outras consciências.

Contra o mau-olhado e o olho-gordo da mídia sequelada, que não quer ver o mundo melhor, Lula usa seu humor, bons afetos e sua inteligência. E desembarcará no Irã amanhã para falar com os aiatolás acompanhado do nego Zé Pelintra e do índio Sete Flechas. Salve, seu Tranca-Rua! Saravá, dona Jurema! Sai, olho-gordo!

O PORQUÊ DE TANTOS HOMICÍDIOS EM MANAUS

Numa dessas tardes, em um programa de televisão em rede nacional, um apresentador vociferava que o índice elevado de violência no Brasil era por falta de religiosidade do povo, que o povo não ia à igreja, não tinha Deus no coração.

O apresentador deve estar enganado. O Brasil não é o país do povo hospitaleiro, cordial, religioso?

O Brasil não é o país onde em cada esquina, rua, becos e vielas existe uma igreja, quer católica ou dita evangélica, bradando o nome de Jesus e às vezes muito mais o nome do Diabo, que não tem nada haver com as atitudes humanas?

O Brasil não é o país que tem o maior número de emissoras de rádios e canais de televisão mantidas por congregações religiosas, pregando 24 horas os ensinamentos cristãos?

Manaus não é a cidade que possui um programa numa dessas emissoras evangélicas chamado “Polícia Presente”, apresentado pelo Comandante da Polícia Militar do Estado do Amazonas e outros oficiais da corporação?

Apesar de tudo isso, a violência urbana domina a cidade de Manaus e o interior do Amazonas e a polícia não está presente.

No dia 12 de maio, quarta-feira, os matutinos locais divulgaram informações repassadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros – (Dehs) que de janeiro a abril deste ano houve uma média de 60 homicídios por mês na cidade de Manaus, destacando-se como zonas mais violentas a Norte, com 83 mortes, a Leste, com 82, nos últimos quatro meses. A zonas Oeste teve 37 casos e a zona Sul, 39.

O que impressiona é um fato desastroso desses que parecem estar se tornando normais e ninguém questiona o porquê de tantos homicídios envolvendo, principalmente, jovens na cidade de Manaus, sede da copa do mundo de 2014. Índices de mortes tão elevados só ocorrem em conflitos bélicos, guerras civis e atentados. Pelo que se vê, a cidade de Manaus está envolta numa verdadeira guerra civil, não deixando a desejar nada para a Palestina, atacada pelos judeus, Paquistão, Afeganistão, com os talibãs e afins.

Qual a causa? São muitas. Mesmo assim, jingles ufanistas maltratam nossos ouvidos com “tenho orgulho de ser amazonense”. Esse ufanismo vem para mascarar que tudo isso começou lá pelos idos de 1964, 1967, até 1985, período em que a dita brava dominou nosso país e impôs sobre as famílias mais pobres a condição de miséria, tendo muitas delas, por necessidade, abandonado suas cidades e vindo em busca do Eldorado chamado, na época, Zona Franca de Manaus.

A partir de 1982, com o falecido ex-governador, um grupo de políticos da direita rasteira se apossaram de governos, poderes e provocaram isso que acontece na cidade de Manaus. Mortes, homicídios, tráfico de drogas e, o que é pior, um número muito grande de adolescentes servindo de “teteco” e consumindo entorpecentes contribuem para o aumento de viagens ‘aléns’ e “pulações de muros”. Já se passaram mais de trinta anos e a morte com sua espada está só a espreitar por toda a cidade.

Nem Manaus nem um município no interior do Amazonas oferece segurança para se viver. A vida no interior, como nos relata uma entrevistada do médio Amazonas, é triste. As cidades não possuem uma atração. Não há casas onde se projetem cinemas, não há teatro, salões de festas. Como não há nada disso, quando acontece algum evento, no mínimo dois adolescentes ficam estirados no chão sem vida.

Se passaram mais de 500 anos que o patronato brasileiro comandou política, ideológica e economicamente este país. Não é em oito anos que tudo isso vai se resolver, mas que uma mexida nessa irracionalidade política foi dada nesses anos de governo do nosso íntimo Lula, isso foi, e esperamos que essa onda de mudanças continue com a eleição da presidenta Dilma para continuar o projeto iniciado pelo grande estadista, que esteve ontem na Rússia.

Não queremos que a morte enlute, entristeça mais casas na cidade de Manaus, no nosso Estado, no nosso Brasil.

i iNDA TEM FRANÇÊiS Qi DiZ Qi A JENTi NUM SEMO SERO

@ “FAREI MEU MELHOR PARA CONVENCER MEUS PARCEIROS SOBRE A NECESSIDADE DO DIÁLOGO”, afirmou Lula, em Moscou, sobre sua ida ao Irã para conversar com o presidente Ahmadinejad, sobre política nuclear. “Vou ao Irã com a convicção que chegaremos a uma acordo. Se não conseguirmos, voltarei feliz, porque pelo menos não fui negligente.

No encontro com Lula, o presidente Russo, Dmitri Medvedev, ao ouvir Lula afirmar que tem, em uma contagem de 0 a 10, 9,9 de chances para que seu diálogo seja positivo, disse: “Espero que a missão do presidente do Brasil termine com êxito. É talvez a última possibilidade antes da adoção de medidas que todos os membros do Conselho de Segurança conhecem. Como Lula é otimista, serei também. Acho que ele tem 30% de chances de êxito”. I inda tem françêis…

@ “FÉ NA FESTA” É O NOVO CD DE GILBERTO GIL QUE SERÁ LANÇADO NO INÍCIO DE JUNHO, que terá seu show de lançamento no dia 29, na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro.

Fé na Festa”, que marca o 56º da carreira de Gil, traz 13 canções inspiradas no universo musical nordestino, com suas expressões de xotes e baiões, sendo que 9 dessas canções são inéditas.

Gil assinou contrato com a gravadora Universal Music para o lançamento de seu novo projeto. I inda tem françêis…

@ DEZ MÃES DE SANTO ABENÇOAM DILMA. “A ministra virá acompanhada de yalorixás para que venha receber o Axé da forma que negros e negras fazem no Brasil e que a gente acredita que vai defender e que vai se tornar forte essa campanha”, narrou Macota Celina, apresentando Dilma.

Em seguida, depois dos rituais de proteção à Dilma realizados pelas yalorixás, Macota Celinha continuou sua narração. “Em sua mão dirigente está um projeto de emancipação popular. Sua eleição como forma de manter o que sempre buscamos, uma sociedade livre de toda e qualquer forma de racismo, de discriminação e de intolerância religiosa”. I inda tem françêis…

@ “WALL STREET: O DINHEIRO NUNCA DORME”, DE OLIVER STONE, com Michael Douglas como protagonista principal, teve sua apresentação ontem, sexta-feira, dia 14, no 63º Festival de Cannes, a maior e selecionada ocorrência cinematográfica do mundo. Apesar de se encontrar no Festival, a sequência filmada por Stone não concorrerá à Palma de Ouro que será anunciada no dia 23 de maio.

Falando o motivo que o levou a filmar o antigo clássico do cinema americano, que tem como máxima “a ganância não apenas é boa, mas legal”, Stone disse: “Em 1987, acreditava que o capitalismo iria melhorar, corrigir-se, mas isso não aconteceu. Piorou. Parece que se tornou louco. O capitalismo piorou desde 1987”. Para o cineasta, o filme traz um “enfoque novo”. “Trata não apenas do mundo das finanças, mas também da busca de equilíbrio na vida. É uma história sobre família. Fala das pessoas que estão tentando encontrar um equilíbrio entre o amor pelo poder, pelo dinheiro e pela família. Não repete o arquétipo”.

Stone dedicou o filme a seu pai, que foi um operador em Wall Street. Falando sobre esse assunto, asseverou: “Mas ele foi um homem honesto”. I inda tem françêis…

@ “A TÁTICA DELES É TIRAR O PRESIDENTE LULA DA ELEIÇÃO”, analisou o secretário de comunicação do Partido dos Trabalhadores (PT), André Vargas, ao ser informado da posição da direita em atacar Lula por seu pronunciamento em favor de Dilma no programa do partido veiculado na noite de quinta-feira em cadeia nacional de rádio e TV.

A oposição quer confundir o eleitor e dizer que é igual ao Lula. Mas o Serra atrapalhou o governo. Se estão fazendo essa gritaria, eles não têm convicção que estão na frente.

O programa político tem que discutir o mundo real e não o estatuto do partido”, considerou André Vargas. I inda tem françêis…

@ “VEMOS UM FUTEBOL POBRE. FAZ ALGUM TEMPO QUE O FUTEBOL ARGENTINO ESTÁ ASSIM. Os dirigentes focam mais no dinheiro que no futebol. Estão fazendo as coisas más, e dentro de alguns anos o futebol argentino vai piorar mais ainda”, afirmou o jogador argentino do clube inglês Manchester City, Carlitos Tevez, em entrevista concedida a uma rádio em Buenos Aires.

Falando sobre a Seleção Argentina, sua convocação, e dos jogadores que vão compô-la, Tevez disse que os jogadores são honrados e jogam sem pensar em dinheiro. “Não me sinto titular de nada. Dou bronca nos que criticam a seleção e não os dirigentes, que são os que ficam com o dinheiro”, afirmou Carlitos Tevez. I inda tem françêis…

@ CONSCIÊNCIA SUPERSTICIOSA DO COMITÊ DE SERRA MUDA NÚMERO DO ENDEREÇO. Por total convicção na força da superstição, membros responsáveis pela campanha de Serra pediram para o prefeito de São Paulo, Kassab, mandar trocar o número do edifício onde funciona o comitê de campanha.

Crentes na força da numerologia, mandaram mudar o atual número 184, que somado corresponde a 13, número do PT, para 182. E tem mais. O 13, separado em 1 e 3, ao ser somado fica 4, que no simbolismo chinês corresponde à morte. I inda tem françêis…

@ “O LEOPARDO”, DE LUCHINO VISCONTI, que foi exibido pela primeira vez em 1963, com elenco formado por Alain Delon, Burt Lancaster e Cláudia Cardinale, foi exibido ontem, sexta-feira, dia 14, em Sessão de Gala, no Festival de Cannes, com tapete vermelho para comemorar a restauração da fita original quando contou com as presenças de celebridades.

Como toda obra cinematográfica de Visconti tem como temática sua posição política na sociedade burguesa industrial, e suas formas de aspirações sociais e decadências em tramas morais, o Leopardo trata da existência fútil de um príncipe siciliano que vê sua segurança de nobre decair para se tornar um burguês da revolução industrial, no século XIX, na unificação política da Itália. I inda tem françêis…

Vamos que vamos!

Vamos, vamos que vamos!


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.895 hits

Páginas

Arquivos