Arquivo para 11 de junho de 2010

COPA DO MUNDO ÁFRICA NÓS!

África do Sul x México

No primeiro jogo da Copa do Mundo África Nós!, ao dodecafônico som das vuvuzelas, embateram-se zapatistas e mandelenses . Quer dizer, não foi nenhum embate. Pelo primeiro tempo, Sócrates tinha cantado a pedra. Só correria, nenhuma bela jogada, nenhum tento. Nenhuma comemoração pelos ‘patrióticos de chuteiras’ que torciam pelo Brasil no México por causa de Giovani dos Santos, filho do craque Cicinho, nem pelos que torciam pelo Brasil na África do Sul por causa do técnico Parreira. O primeiro gol da Copa 2010, no primeiro time – Vela, aos 38 min. -, foi anulado por impedimento.

Mas quem marcou primeiro foi o mandelense de belo rastafári, Siphiwe Tshabalala, aos 8 min. da segunda etapa. A partir daí, os mandelenses tiveram várias oportunidades de gol, inclusive com Modise aos 24 min., que caiu na área, mas o árbitro Ravshan Irmatov não marcou. Mas quem fez foram os zapatistas, que empataram o certame com Marques, aos 32 min. Ainda teve a bola na trave do mandelense Mphela, aos 44 min. E assim a última vuvuzelada encerrou o destino do certame.

Chamou a atenção o técnico zapatista Javier Aguirre (que só não parece mais com o manauense Bosco Saraiva, porque não carrega os imbróglios judiciais deste), e seu auxiliar-filósofo que falou durante os 90 minutos e mais os acréscimos ao ouvido do parceiro bem alinhado ao paletó.

Daqui a pouco tem o Uruguai, de Eduardo Galeano, e a França, da dupla Deleuze/Guattari….

SÓCRATES DIVULGA PROJETO SOCIAL, CRITICA CBF, DIZ QUE BRASIL NÃO PASSA DA PRIMEIRA FASE E GRITA “SOUTH AFRICA!”

“Provavelmente no Brasil vai ser muito pior, porque está na mão de gente que não tem compromisso com nada, só com interesses pessoais.” (Sócrates)

Os brasileiros que assistiam a abertura da Copa ontem talvez tenham se surpreendido com a presença aí do ex-jogador da seleção brasileira e do Corinthians, cracaço de bola e de palavras, conhecido internacionalmente como Dr. Sócrates, devido à formação em Medicina. Os brasileiros, sim; os africanos, não. Sócrates, que é atualmente embaixador brasileiro da organização Atletas Pela Cidadania não estava lá pela seleção brasileira e, sim, por causa de seu projeto 1 Gol, desenvolvido de longa data na África do Sul, que faz um trabalho pedagógico de aproximação entre futebol e educação. Por isso, seu grito foi em alto e bom som pra todo mundo ouvir: “South Africa!”

Para quem, iludido que Sócrates estava lá pela seleção brasileira, ficou meio sem entender, em entrevista à BBC Brasil, em Johanesburgo, ele disse que o Brasil joga feio e que provavelmente não passará da primeira fase. O ativo craque falou ainda que a organização da Copa 2014 no Brasil deverá ser bem pior do que a da África, pois “está nas mãos de que não tem interesse com nada”.

BBC Brasil – Quais são as suas expectativas para esta Copa do Mundo?

Sócrates – Espero que, pelo menos, o mundo se dê conta dos problemas africanos, principalmente os dos países da zona equatorial. A grande vantagem de se realizar uma Copa aqui é tentar levantar as questões da realidade africana para que o desenvolvimento chegue aqui de uma forma mais agressiva. Este continente foi extremamente explorado por colonizações extrativistas. Destruiu-se muito da estrutura cultural e social de vários países.

BBC Brasil – Sempre que se realiza uma Copa do Mundo ou uma Olimpíada se fala muito em legado. No caso da África do Sul e no caso do Brasil, para 2014, há muita gente criticando a realização desses eventos. Qual é a sua opinião?

Sócrates – Existe um interesse comercial muito grande em eventos desse tipo, mas também é algo que vai atrair praticamente todos os seres humanos do planeta. Então, os países precisam saber utilizar um grande evento esportivo direito.

Por exemplo, por que os países-sede não exigem determinadas coisas, em vez de aceitar ingenuamente aquilo que vem de fora, tanto do COI (Comitê Olímpico Internacional) como da Fifa? A Fifa chega aqui, toma todo o dinheiro de um povo, exige que não haja impostos, e o legado não é prioridade para ela. Porque a Fifa não tem nada a ver com a África do Sul, ou com o Brasil daqui a pouco.

Mas os países têm que exigir isso. Agora, se o país não se coloca, o problema não é da Fifa. O problema é da questão política e social que está em um projeto como este. É possível deixar um grande legado, desde que haja interesse.

BBC Brasil – E como você espera que seja no Brasil, em 2014?

Sócrates – Provavelmente no Brasil vai ser muito pior que aqui, porque está na mão de gente que não tem compromisso com nada, só com interesses pessoais. Ou seja, quem vai gerir a estruturação da Copa do Mundo no Brasil não tem nenhuma preocupação com a nação brasileira, querem é captar recurso para sei lá o quê.

Nós vamos fazer estádios desnecessários, em locais que não têm estrutura esportiva adequada, não têm política pública de esporte. Tomara que a linha se modifique. Mas até lá não teremos condições de formar recursos humanos, porque nunca nos preocupamos com isso.

Se for investido nisso, será um grande ganho para o país. É uma oportunidade única, temos dois eventos com dois anos de diferença e temos até seis anos para realizá-los. Será que vão investir nisso?

BBC Brasil – Passemos ao futebol. Quem, na sua opinião, são os favoritos para ganhar esta Copa?

Sócrates – Em primeiro lugar, o futebol está muito feio. Não tem mais espetáculo, não tem mais arte. É uma correria desenfreada, muito contato físico. E existe extremo equilíbrio em relação a isso (entre as seleções).

Existem ainda grandes jogadores que definem. Hoje, muito mais que há 40 anos, as equipes dependem de uma estrutura coletiva, mas têm que ter alguém que se destaque nessa estrutura.

Então acho que quem tem chances são: a Argentina, se o Maradona conseguir montar um time para o Messi; a Inglaterra, se o Rooney estiver bem; a Holanda, se o Robben estiver bem; e a Espanha, que tem um grande time, mas precisa de alguém de destaque.

BBC Brasil – O Brasil não está na sua lista?

Sócrates – Eu não estou gostando do Brasil. Estou extremamente preocupado. Acho que o time está muito mal fisicamente, neste momento. Acho que o Brasil vai ter até dificuldade de passar da primeira fase. Isso não quer dizer que não tenha condição de ganhar. Se ele andar e a condição física dos atletas melhorar durante a Copa, a seleção tem grandes chances de brilhar. É a que tem mais jogadores que podem definir isso.

BBC Brasil – Como você vê o estilo do técnico Dunga, que é considerado muito diferente do estilo da seleção nas décadas de 70 e 80?

Sócrates – O estilo do futebol brasileiro hoje é uma agressão à nossa cultura. Está voltado para a competitividade, que é uma coisa que não tem nada a ver com a gente. Nossa cultura é extremamente liberta, criativa, voltada para o talento individual, para a habilidade. Hoje se joga por resultado. O Brasil pode até ganhar, mas eu não tenho prazer nenhum em ver um time jogar assim.

BBC Brasil – Dunga também foi muito criticado por ter deixado de fora os novos talentos do Santos e Ronaldinho Gaúcho. O que você acha?

Sócrates – Além desses que você mencionou, tem outros também. O Alex (do Fenerbace, da Turquia) é um grande jogador. O Pato é muito melhor que todos os outros que estão aí. Acho que ele (Dunga) talvez tenha optado por jogadores que sejam mais fáceis de manipular.

BBC Brasil – A seleção de 1982 é chamada, fora do Brasil, do “time dos sonhos” do futebol. Que equipe deste Mundial de 2010 tem o estilo mais parecido com aquele?

Sócrates – Ninguém. Não tem ninguém que hoje faça o futebol-arte. Os africanos perderam a ingenuidade a partir do momento em que começaram a atrair treinadores europeus. Eles apareceram para o futebol mundial como o Brasil fez décadas antes. Mas depois que começaram a importar técnicos estrangeiros – com a filosofia extremamente burocrática – eles ficaram presos. E o ser livre quando preso, não consegue expressar sua arte.

LULA DIZ NÃO TEMER COMPARAÇÃO DE SEU GOVERNO COM OUTRO

Podem escolher o que quiserem: investimento em educação, quilômetros asfaltados, megawatt instalado, podem comparar os oito anos de nosso governo com 20 anos dos outros governos”, discursou Lula em Aracaju.

Lula afirmou também que seu governo faz política para todos. “Vá a São Paulo e pergunte ao Kassab, que é do DEM, ou ao Serra que é o nosso adversário.” Depois disse que antes de seu governo nenhum prefeito e governador foi tratado com dignidade como em seu governo.

A gente pode fazer política sem perder o caráter ou a vergonha. A política não é um clube de amigos. É uma política civilizada, não é pessoal, não é entre entes federados. Não quero saber se o Deda gosta de mim, mas se o povo gosta de mim.”

Lula também afirmou que o Brasil se tornou conhecido por sua produção e seu povo, e não pela imprensa, que quase nada divulga dos feitos do governo federal.

Este País é que está dando popularidade ao governo. Não é o País dos formadores de Opinião Pública. Esse País não aparece na imprensa, na TV.”

Sobre sua saída do governo, o que fará depois, Lula disse: “Eu quero acabar meu governo, quero descansar, quero ir à praia, tomar uma cervejinha sem ninguém me enchendo o saco, dizendo: “O presidente está bebendo. Vou continuar fazendo política porque está no sangue.”

Comentando sobre sua política de habitação, e o tamanho das casas que estavam sendo entregues, Lula falou: “Eu estava P da vida quando fui visitar uma casa de 38,39 metros quadrados e chegou a dona da casa e falou para mim. “Não fica nervoso, eu estou no céu, presidente, isso aqui é um palácio. E eu quero pedir desculpa ao senhor porque nunca votei no senhor, porque achava que o Lula era o demo, tinha barba e era analfabeto.”

TSE AFIRMA FICHA LIMPA PARA ESSAS ELEIÇÕES E ENTIDADES APLAUDEM

A Lei da Ficha Limpa, antes um Projeto de Lei Popular que nasceu com as assinaturas de 1,6 milhão de pessoas comprometidas com a democracia que sabe que ela não pode existir junto com a corrupção, depois de ser aprovada no Congresso Nacional, foi sancionada pelo presidente Lula, seguindo depois para apreciação do Tribunal Superior Eleitora (TSE) para avaliar se ela poderia ser válida ainda para essas eleições.

Ontem, dia 10, em sessão plenária, os ministros dessa Corte decidiram que a Lei da Ficha Limpa deve ser válida para essas eleições de 2010. Com a decisão do TSE, todos que estão envolvidos na luta pela democracia sem corrupção ficaram contentes em ver já a aplicação da Lei em alguns candidatos com crimes abrangidos por ela, e por isso não poderão participar desse pleito. São corruptos a menos no Legislativo e no Executivo.

Como grande acontecimento para democracia brasileira, a decisão do TSE foi comentada por muitas entidades. A diretora da secretaria do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Jovita Rosa, disse: “Tenho certeza que somente podemos comemorar a decisão de hoje porque a sociedade abraçou essa causa”.

Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcanti, “a sociedade quer mais ética na política, e sai vitoriosa após a noite de hoje. Esse é um novo momento na política brasileira”.

Falando sobre a abrangência da Lei e sua possível retroatividade, Ophir afirmou que acha “difícil que se mude um entendimento sobre um assunto que foi corroborado pelo Legislativo e pelo Executivo.

Já o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), entidade que divulgou a lista com os nomes dos parlamentares com processos, Mozart Valadares Pires, disse: “A sociedade exige políticos mais éticos, e decisão de hoje está em consonância com que a magistratura pensa sobre o assunto”. Perguntado se a AMB iria divulgar outra lista agora em 2010, com nomes de envolvidos em processos, Mozart respondeu que o TSE fará essa divulgação.

Qualquer pessoa que queira saber sobre processos que respondem os candidatos basta acessar o site do Tribunal, cujos dados estarão disponíveis após o dia 5 de julho, que é o prazo final para os registros dos candidatos.

JOSÉ RICARDO ESTUDA INGRESSAR COM NOVA AÇÃO CONTRA AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS

do sítio do vereador José Ricardo

O vereador José Ricardo Wendling (PT) está indignado com a forma como a Prefeitura trata o transporte coletivo da cidade, deixando o prejuízo sempre na conta da população. Ele estuda ingressar com nova ação no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA) contra o novo aumento da passagem que ônibus, que passará de R$ 2,10 para R$ 2,25, a partir da 0h desta sexta-feira (11), além de cobrar da Justiça celeridade na ação impetrada em agosto do ano passado.

José Ricardo e o deputado federal Praciano ingressaram em 2009 no TJA contra o então reajuste da passagem que ônibus, que passou de R$ 2 para R$ 2,25. Eles também representaram no Ministério Público do Estado (MPE) para que haja o cumprimento dos artigos 181 e 158 da Lei Orgânica do Município (Lomam), ou seja, que as empresas apresentem os balanços analíticos do transporte. “E percebemos o quanto a Justiça é lenta para julgar esse tipo de assunto, de tão relevância para a sociedade”.

Para o vereador, somente com a diferença de R$ 0,15 cobrados a mais no preço da tarifa do transporte – entre julho de 2009 a fevereiro de 2010, período em que a tarifa era de R$ 2,25 -, gerou uma receita de R$ 20 milhões para os empresários. “Mesmo com essa arrecadação adicional, nenhum investimento foi feito no transporte coletivo”, afirmou ele, lembrando ainda que a redução da passagem para R$ 2,10, em fevereiro deste ano, não foi justificado por nenhum estudo da tarifa.

O parlamentar recorda que após essa redução da tarifa os empresários alegaram perdas diárias de R$ 84 mil, o que motivou três reuniões conjuntas na Comissão de Transporte da Câmara Municipal, mas em nenhuma delas as empresas apresentaram números ou dados que justificassem o prejuízo. Na CMM, José Ricardo apresentou Projeto de Lei para que em todo reajuste da tarifa de permissionários ou de concessionários municipais seja obrigatória a apresentação da planilha de custo. “Defendo equilíbrio financeiro das empresas e do Município. Mas não se pode tomar decisões sem que a ‘caixa preta’ do transporte seja aberta”, declarou.

De acordo com José Ricardo, não se pode aceitar esse novo reajuste do transporte, sem um estudo da planilha de custo e com um serviço de péssima qualidade. “Os empresários já tiveram reajuste e, portanto, receita para iniciar as mudanças necessárias no sistema. O prefeito tem que ter mais pulso para cumprir suas promessas de campanha, afinal, ele é o responsável legal pela gestão do sistema. Enquanto isso, o povo é quem sofre com ônibus caindo aos pedaços e com uma das passagens mais caras do País”.

MPE/AM REPRESENTA CONTRA GOVERNADOR DO AMAZONAS POR PROPAGANDA ANTECIPADA

do sítio do MPE/AM

Governo distribuiu 300 mil sacos de pão com impressos referentes a programas governamentais; governador Omaz Aziz é candidato a reeleição

O Ministério Público Eleitoral no Amazonas (MPE/AM) representou junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE/AM) contra o governador Omar Aziz por propaganda eleitoral antecipada. O governo do Amazonas, cujo titular é candidato à reeleição, distribuiu 300 mil sacos de pão com impressos referentes a programas do governo estadual.

Além do governador, a representação eleitoral foi formalizada contra o Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Amazonas, que distribuiu o material para 75 padarias de Manaus; as empresas S. de F. Noronha Publicidade ME e VT Quatro Produções e Comunicações Ltda., que produziram os sacos com a publicidade; e o titular da Agência de Comunicação do Estado do Amazonas (Agecom) à época dos fatos, Hiel Levy, que firmou os contratos com as empresas.

Os sacos de pão contêm impressos a respeito dos principais programas do governo estadual, dentre eles, o Programa Zona Franca Verde, o Programa Água para Manaus, Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) e o Monotrilho. Os programas representam a plataforma de campanha do pré-candidato Omar Aziz e o material caracteriza propaganda eleitoral extemporânea, já que está sendo realizada antes do dia 6 de julho.

De acordo com o MPE/AM, o resultado da prática gera proveitos psicológicos mais significativos do que a própria propaganda eleitoral direta, na época oportuna e permitida, por proporcionar a aceitação inconsciente, por parte dos eleitores, do nome do governador e pré-candidato Omar Aziz, com a associação da pessoa dele aos referidos programas, desequilibrando a disputa e ferindo o princípio da isonomia que deve orientar o processo eleitoral.

Na representação, o MPE/AM pediu que a Justiça Eleitoral determine, em medida liminar, que o presidente do sindicato recolha e encaminhe à Justiça os sacos de pão distribuídos às panificadoras, no prazo de 72 horas. Além disso, o MPE/AM pediu ainda a aplicação de multa no valor de pelo menos R$ 85 mil – valor da propaganda – contra cada um dos representados.

Confira aqui a íntegra da representação

MARINA TEM CANDIDATURA LANÇADA

Em convenção realizada ontem, dia 10, em Brasília, o Partido Verde lançou a ex-ministra e senadora, Marina Silva, como sua candidata para disputar o cargo de presidenta da República.

Em seu discurso, Marina foi clara, sincera, singela, contou parte de sua biografia no Acre, sua saída aos 16 anos para ir estudar, ser alfabetizada. Falou de sua vontade de ser a primeira mulher negra a ser presidenta do Brasil, e reconheceu os feitos sociais do governo Lula que participou com muita dedicação.

Ainda há erros a ser corrigidos. Eu sei o que é ver pela metade, eu sei o que é ouvir pela metade. Me lembro o que senti ao chegar a Rio Branco com 16 anos e ficar cerca de 15 minutos olhando para o lado para perguntar onde que eu pegava um ônibus para estação Experimental. Havia uma placa lá, mas quem é analfabeto placa e nada é a mesma coisa. Hoje eu estou aqui, graças a Deus, aos que me ajudaram e à educação”.

Ao seu pai de 82 anos, que se encontrava na plateia, Marina saldou por tê-la deixado sair de casa para estudar. Marina pediu para ir estudar, e o pai, que era seringueiro, respondeu: “Você quer ir agora ou na semana que vem quando a gente vender a borracha, para você levar o dinheiro?”

Marina agradeceu ao presidente Lula por permitir que ela participasse de seu governo, e fez comentário positivo sobre as mudanças que o país sofreu depois que Lula assumiu o governo.

Temos 25 milhões de pessoas que deixaram a linha da pobreza. Não preciso negar: esse é um feito do sindicalista. Não preciso fazer o bolo crescer primeiro para depois distribuí-lo. O Lula mostrou que o bolo foi distribuído e que continuamos crescendo.”

Por último, comentou as mudanças apresentadas na relatoria do deputado do PC do B, Aldo Rabelo, no Código Florestal. “Não é um problema natural, ligado ao meio ambiente. Isso é falta de estratégia, de visão, de comportamento ético dos dirigentes. As pessoas estão discutindo como flexibilizar o Código Florestal para perdoar 40 milhões de áreas degradadas ilegalmente”, finalicou.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.959 hits

Páginas

Arquivos