COPA DO MUNDO ÁFRICA NÓS

URUGUAI À SOMBRA DO SOL-LARANJA DO FUTEBOL

No enviscamento ressentido da torcida irracional, muitos brasileiros torceram nesta primeira partida das semifinais da Copa do Mundo África Nós para um e outro time por duas paixões tristes. Alguns torceram para o Uruguai simplesmente porque a Holanda eliminou o Brasil nas quartas. Outros torceram para a Holanda devido ao bairrismo com o país vizinho sulamericano Uruguai.

Em campo o que se viu foram duas boas equipes jogando bem e seguindo as características com as quais chegaram até esta etapa da competição. O Uruguai, time do filo-literato Eduardo Galeano, autor do célebre Futebol Ao Sol e À Sombra, armando um impávido meio de campo, inclusive com Cavani, que é meia-armador jogando como atacante e, principalmente, dependendo de um daqueles chutes de fora da área que nos acostumamos a ver o mago Forlán fazer dos seus.

Foto: Terra

Pelo lado da pátria de Spinoza e Van Gogh, a questão sempre foi fazer boas composições para, fazendo com que os craques Robben e Sneijder limem o muro das limitações das quatro linhas e imprimam o vivo alaranjado no gramado.

Mas quem começou a pintura no primeiro tempo foi Giovanni van Bronckhorst, que aos 18′ marcou o primeiro com um golaço de fora da área lá onde teria acordado a coruja se ela lá dormisse, um dos gols mais bonitos deste certame. Mas ainda no primeiro tempo, aos 41′, Diego Forlán fez brilhar o sol Uruguaio.

Foto: Terra

O segundo time começou com ensolarada indo pra cima, mas quem acabou marcando foi a Laranja Mecânica, primeiro com o craque Sneidjer, aos 35′, e aos 38′, numa magnífica cabeçada, Robben ampliou. Para muitos, o placar estava fechado, principalmente quando um minuto depois do terceiro gol alaranjado o técnico Oscar Tabárez, que já tinha colocado “El Loco” Abreu, tirou Forlán e colocou o jovem Sebastian Fernandez. Apesar de assistirmos futebol sempre sem som, é certeza que os incautos comentaristas tenham dito, principalmente depois da saída de Forlán, que o técnico já tinha jogado a toalha. Ao contrário, o que se viu, com El Loco enfiado e Fernandez avançando, foi o Uruguai indo ao ataque como ainda não se tinha visto outro time nesta Copa do Mundo África Nós. Já nos acréscimos, Maximiliano Pereira ainda marcou um segundo gol iluminador, mas apesar de ter realizado o maior número de ataques possíveis em um minuto de jogo, o placar se fez definido ao apito do árbitro. Assim como definido está a Holanda na final e Uruguai decidindo o 3º lugar, ambas as equipes há décadas não iam tão longe num certame mundial.

No caso do Uruguai, aproveitamos para reproduzir aqui a entrevista do filo-literato Eduardo Galeano ao jornalista Gerhard Dilger, publicada hoje na Agência Carta Maior.

***********************************

“A camiseta celeste tem muita energia”

Em entrevista ao jornalista Gerhard Dilger, correspondente para a América do Sul do jornal “taz, die tageszeitung, de Berlim, Eduardo Galeano fala sobre o Mundial de Futebol da África do Sul, o desempenho sulamericano frente aos europeus e as chances de seu Uruguai. “Não sei se chegará a final, mas volta a ser milagrosamente certo que um país com menos habitantes que um bairro de Buenos Aires pode ser capaz de conquistar o troféu mundial. Festejamos isso, os poucos que somos, porque o Uruguai é um país muito futebolizado e aqui todos os bebês nascem gritando goooooool!!! A camiseta celeste tem muita energia dentro”, diz Galeano.

Dom Eduardo, quem será campeão deste mundial – e por quê?

Sou um péssimo profeta. E além disso, para completar, te confesso que não quero conhecer o futuro. Quando uma cigana pega a minha mão e me oferece lê-la, eu rogo: “Senhora, por favor, não seja cruel”. Eu não quero saber o que ocorrerá, nem sequer pressenti-lo, por que o melhor da vida está sempre esperando à volta da próxima esquina. E te acrescento algo mais: por sorte. Os prognósticos falham. O tempo brinca com quem pretende adivinhá-lo.

Qual sua opinião sobre a equipe alemã?

Assombrosa. Tem a força e a velocidade dos velhos tempos, mas uma elegância e uma alegria que talvez seja o aporte de tantos jovens incorporados em suas fileiras, em sua maioria imigrantes ou filhos de imigrantes. No futebol, como na vida, a mestiçagem melhora.

Por que os argentinos não conseguiram, finalmente?

Eles brilharam em várias partidas da Copa e agora se foram, humilhados por uma goleada. Isso me entristece, ainda que a vitória alemã tenha sido totalmente justa. Em que falhou a Argentina? Obviamente não cuidou do meio campo, faltou articulação entre a vanguarda e a retaguarda e Messi foi limpamente bloqueado, na boa lei, pela defesa alemã. Talvez isso tenha algo a ver com a “messidependência”. Quando há um jogador de qualidade tão extraordinária, inevitavelmente se produz uma realidade assim. De todos os modos, diga-se de passagem, Messi jogou, durante toda a Copa, muito melhor do que outra superestrela, Cristiano Ronaldo, que esteve no Mundial mas ninguém viu.

Pelé disse que Maradona não é um bom técnico: Está de acordo?

No futebol atual, o treinador desempenha um trabalho insalubre. Altamente tóxico, eu diria: é o bode expiatório das derrotas, e o mesmo povo que o eleva aos céus, num momento, o expulsa para o inferno logo em seguida. Há alguns anos, as pessoas sequer sabiam qual era o nome do treinador, que depois passou a ser chamado de diretor técnico.

A grande maioria das estrelas sulamericanas está jogando na Europa. Há chances de que essa exportação de recursos futebolísticos seja revertida?

Não. Nós, dos países do sul do mundo, seguiremos exportando mão de obra e pé de obra para o norte do mundo.

Qual é o seu balanço do mundial, até agora?

Meu bom amigo Pacho Maturana, que foi diretor técnico de duas seleções e de várias equipes de diversos países ,costuma dizer, e não se equivoca: “O futebol é um reino mágico, onde tudo pode ocorrer”. Nós, latinoamericanos, estávamos felizes, pois pela primeira vez na história quatro seleções nossas chegavam à antepenúltima etapa e, subitamente, paf, ficou o Uruguai solito contra a Europa. E, salvo essa exceção,o Mundial se converteu em uma eurocopa. Um pouco antes, já não havia africanos competindo. Toda África ficou fora neste Mundial que é o primeiro Mundial africano da história. Os irmãos Boateng brindam a dramática metáfora do que ocorreu: um Boateng se foi, o que jogava em Gana, e ficou o Boateng que joga na Alemanha.

Foi justamente a Celeste que acabou com o sonho africano. Como viveu os momentos finais da partida contra Gana?

Foi um filme de Hitchcock. Me cortou a respiração. A minha e a de todos que assistiram à partida mais emocionante deste mundial. Ganhou o Uruguai, como se sabe, e assim ficou selada a derrota de toda a África. Eu festejei e, ao mesmo tempo, senti uma funda tristeza. No futebol, como na vida, há alegrias que doem.

O Brasil, com sua “receita Dunga” fracassou. Que conselho daria a seus vizinhos com vistas a 2014?

Eu não gosto de dar conselhos, nem de recebê-los, mas nós, latinoamericanos, não vamos bem quando copiamos as receitas do êxito europeu. Nem no futebol, nem em nada. E não precisamos copiar. Li e escutei várias vezes, a propósito desta seleção alemã, a que compete agora, o seguinte elogio: “Parece uma equipe sulamericana”. A receita Dunga não era a melhor para o mais sulamericano dos sulamericanos: de que estava doente o Brasil para precisar desse tipo de remédio?

E por que a seleção uruguaia está tão forte?

Por que acredita no que faz, e o entusiasmo compensa o que lhe falta. Não sei se chegará á final, mas volta a ser milagrosamente certo que um país com menos habitantes que um bairro de Buenos Aires pode ser capaz de conquistar o troféu mundial. Festejamos isso, os poucos que somos, porque o Uruguai é um país muito futebolizado e aqui todos os bebês nascem gritando goooooool!!! A camiseta celeste tem muita energia dentro. E a história também ajuda. Este nosso paisito soube ganhar duas Olimpíadas de futebol, quando o Mundial ainda nem existia, e dois campeonatos mundiais, o primeiro aqui em Montevidéu, e o de 1950, quando derrotamos o Brasil na estréia do maior estádio do mundo, o Maracanã, diante do rugido de duzentos mil torcedores.

Eduardo Galeano, 69 anos, é o autor de “El fútbol a sol y sombra” y de “Espejos – Una historia casi universal”.

Gerhard Dilger é correspondente para América del Sur do diário “taz, die tageszeitung”, de Berlim.

1 Response to “COPA DO MUNDO ÁFRICA NÓS”


  1. 1 Ajuricaba Jr. terça-feira, 6 julho, 2010 às 7:40 pm

    O Candidato Mais Ético (2006)

    Vi essa peça com enorme satisfação e fiquei feliz em saber que um grupo se reunia com o intuito, despojado, de levar com humor a critica política até a periferia. Recentemente soube, por um amigo, que este mesmo grupo estava na internet, por isso cá estou. Mas confesso que fiquei muito assustado, pois, este espaço, em nada me lembra o grupo que parecia não ter vínculos de interesse afetivos-ideologicos-partidarios. O confronto com a esta realidade me deixou por deveras angustiado, pois não consigo saber em quem de fato acreditar” se no presente ou no passado –Se no grupo que vi anos atrás ou se no grupo que vejo hoje? Se eles são o mesmo grupo, por que saíram de um extremo a outro (da liberdade ideológica/partidária para o servilismo)? Ou se são os mesmos e tudo não passou de um simulacro retórico e de uma simulação moral? Ou simplesmente, como diria o nome da peça, o Candidato mais ético é o de vocês? E se o candidato mais ético é o de vcs como pode ser ante tantos acontecimento negativos? Ou todos esses acontecimentos são invenção da oposição ($ na cueca, mensalão,o filho do lula, dossiê dos aloprados como disse o Presidente etc,etc,etc)? Se essa miríade de coisas for invenção da oposição então temos um porque, uma razão em defende-lo, mas se não forem uma invenção então pq pessoas tão esclarecidas o defendem como que defende seu time de futebol? Nesse caso só a paixão explica ou existe o interesse e a vergonha de admitir que se foi enganado?

    Estou realmente confuso!
    esperando uma resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.058 hits

Páginas

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: