Arquivo para 15 de julho de 2010

JUIZ CONFIRMA AFASTAMENTO DE CARLOS E FAUSTO SOUZA DA PMM E DA CMM

Ontem o juiz da 2ª Vara Especializada de Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (2ª Vecute), Mauro Anthony, seguindo o entendimento da ação movida pelo Ministério Público do Estado (MPE), determinou o afastamento do vice-prefeito de Manaus, Carlos Souza (PP), e do vereador Fausto Souza (PRTB) dos cargos que ocupam, respectivamente, na Prefeitura Municipal de Manaus (PMM) e na Câmara Municipal de Manaus (CMM), por entender que os dois irmãos de Wallace Souza, processados juntamente com este por associação ao narcotráfico, entre tantos outros crimes, maculam a imagem e a credibilidade das instituições que representam.

Hoje pela manhã apareceu rapidamente na mesa do juiz Mauro Antony uma petição da defesa, assinada pelo advogado Lino Xíxaro, protocolada no dia 11 de junho na 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes, requerendo improcedência no pedido de afastamento dos irmãos vice-prefeito e vereador, ao dizer que ambos só podem ser afastados mediante processo de impeachment (os quais foram negados mesmo de se iniciar na CMM em dezembro do ano passado).

Mauro Antony criticou, o que chamou de “desídia cartorária” – negligência ou corruptela judicial? -, o fato de ter recebido tal petição hoje pela manhã, mas afirmou que ela não apresenta motivos suficientes para revogar seu pedido de afastamento da dupla.

A íntegra do documento do juiz Mauro Antony:

Vistos e examinados.
Comigo hoje.
Os doutos advogados de defesa dos acusados Carlos Alberto Cavalcante de Souza e Fausto de Souza Neto, atravessa petição protocolada dia 11 de junho e, por inconcebível e inaceitável inércia cartorária abriu-se conclusão a este magistrado apenas no dia de hoje, requerendo a improcedência do pedido feito pelo Ministério Público com atribuição nesta 2a VECUTE, de afastamento cautelar dos réus acima nominados.
Alega em síntese que os acusados não são considerados funcionários públicos, pois exercem “mandato eletivo”.
Apesar da petição ingressada em juízo pelo douto e culto advogado trazer argumentos bem fundamentados, e por flagrante desídia cartorária só ter chegado ao conhecimento deste magistrado posteriormente à decisão emanada, a mesma não tem o condão de mudar meu posicionamento.
O Código Penal é claríssimo com relação ao conceito de funcionário
público: Art. 327 – Considera-se funcionário público, para os efeitos penais, quem, embora transitoriamente ou sem remuneração, exerce cargo, emprego ou função pública.
§ 1o – Equipara-se a funcionário público quem exerce cargo, emprego ou função em entidade paraestatal, e quem trabalha para empresa prestadora de serviço contratada ou conveniada para a execução de atividade típica da Administração Pública.
Segundo dispõe o artigo 327, “caput”, considera-se funcionário público, PARA EFEITOS PENAIS, quem exerce, transitoriamente ou não, remuneradamente ou não, “cargo, emprego ou função pública”.
Como citado na decisão de afastamento, o direito penal foge do administrativo na conceituação do que seria funcionário público. Na seara penal, o conceito é mais amplo, vasto, abrangente, ao passo que, no outro ramo do direito o raio de incidência é muito menor, pois o direito penal consagra como servidor público qualquer atividade realizada com fins próprios do Estado, independendo do recebimento de pecúnia.
Foi o próprio legislador tratou de conceituar o que é funcionário público para os efeitos penais, assim, a expressão “funcionário público” contida na lei de drogas (lei de caráter “híbrido”, pois possui matéria processual e penal ao mesmo tempo) deve ser entendida em harmonia com o conceito já delineado no Código Penal no art.327, essa interpretação é chamada, “INTERPRETAÇÃO AUTÊNTICA CONTEXTUAL”.
Repito, sem qualquer medo de errar, que os réus Carlos e Fausto Souza são “funcionários públicos” para fins penais.
Ademais, o afastamento cautelar está disciplinado também na lei de improbidade administrativa, ilícito de índole civil, cabível perfeitamente na seara penal, pois “quem pode o mais pode o menos”. Aniquilada a dúvida e presentes os pressupostos da cautelar, outro caminho não há que a manutenção da decisão.
Por todo exposto, indefiro o pedido do douto causídico e mantenho a decisão em todos os seus termos.
Intimem-se.

Manaus, 15 de Julho de 2010.
MAURO MORAES ANTONY
Juiz de Direito titular da 2ª VECUTE

Leia matéria relacionada:

VICE-PREFEITO DE MANAUS, CARLOS SOUZA, DA GESTÃO AMAZONINO MENDES, É PRESO

SERRA PRECISA DE AMIGOS

Leandro Fortes*

Ao acusar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ter transformado o Brasil em uma “república sindicalista”, José Serra optou por agregar a seu modelito eleitoral, definitivamente, o discurso udenista de origem, de forma literal, da maneira como foi concebido pelas elites brasileiras antes do golpe militar de 1964. Não deixa de ser curioso ouvir essa expressão, “república sindicalista”, vinda da boca de quem, naquele mesmo ano do golpe, colocava-se ao lado do presidente João Goulart contra os golpistas que se aninhavam nos quartéis com o mesmíssimo pretexto, levantado agora pelo candidato do PSDB, para amedrontar a classe média. Jango, dizia a UDN, macaqueavam os generais, havia feito do Brasil uma “república sindicalista”. Ao se encarcerar nesse conceito político arcaico, preconceituoso e, sobretudo, falacioso, Serra completou o longo arco de aproximação com a extrema-direita brasileira, iniciado ao lado de Fernando Henrique Cardoso, nos anos 1990. Um casamento celebrado sob as cinzas de seu passado e de sua história, um funeral político que começou a ser conduzido sob a nebulosa aliança de interesses privatistas e conveniências fisiológicas pelo PFL de Antonio Carlos Magalhães, hoje, DEM, de figuras menores, minúsculas, como o vice que lhe enfiaram goela abaixo, o deputado Índio “multa-esmolé” da Costa.

Pior que o conceito, só a audiência especialmente convidada, talvez os amigos que lhe restaram, artistas e intelectuais arrebanhados às pressas para ouvir de Serra seus planos para a cultura brasileira: Carlos Vereza, Rosa Maria Murtinho, Maitê Proença, Zelito Viana, Ferreira Gullar e Marcelo Madureira – este último, raro exemplar de humorista de direita, palestrante eventual do Instituto Millennium, a sociedade acadêmica da neo UDN. Faltou Regina Duarte, a apavoradinha do Brasil, ausente, talvez, por se sentir bem representada. Diante de tão seleta platéia, talvez porque lhe faltem idéias para o setor, Serra destilou fel puro contra as ações culturais do governo Lula, sobretudo aquelas levadas a cabo pela Petrobras, a mesma empresa que os tucanos um dia pretenderam privatizar com o nome de Petrobrax. Animado com o discurso de Serra, o humorista Madureira saiu-se com essa: “Quero que o Estado não se meta na cultura e no meu trabalho, como está acontecendo”. Madureira trabalha na TV Globo, no “Casseta & Planeta Urgente”. Como o Estado está se metendo no trabalho dele, ainda é um mistério para todos nós. Mas, a julgar pela falta de graça absoluta do programa em questão, eu imagino que deva ser uma ação do Ministério da Defesa.

O que José Serra não confessou a seus amigos artistas é que a “república sindicalista” saiu-lhe da boca por despeito e vingança, depois que as maiores centrais sindicais do país (CUT, CGT, CTB, CGTB, Força Sindical e Nova Central) divulgaram um manifesto conjunto no qual acusam o candidato tucano de mentiroso por tentar se apropriar da criação do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e por “tirar do papel”, seja lá o que isso signifique, o Seguro-Desemprego. “Serra não fez nenhuma coisa, nem outra”, esclareceram as centrais. O manifesto também lembra que, na Assembléia Nacional Constituinte (1987-1988), o então deputado federal José Serra boicotou inúmeros avanços para os trabalhadores e o sindicalismo. Serra votou contra a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, a garantia de aumento real do salário mínimo, a estabilidade do dirigente sindical, o direito à greve, entre outras medidas.

Desmascarado, Serra partiu para a tese da “república sindicalista” e, apoiado em apenas uma central que lhe deu acolhida, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), chamou todas as outras de “pelegas” e as acusou de receber dinheiro do governo federal para fazer campanha para a candidata Dilma Rousseff, do PT. Baseado nesse marketing primário, ditado unicamente pelo desespero, Serra mal tem conseguido manter firmes seus badalados nervos de aço, que logo viram frangalhos quando defrontados por repórteres dispostos a fazer perguntas que lhe são politicamente inconvenientes, sejam os pedágios de São Paulo, seja sua falta de popularidade no Nordeste.

Sem amigos e, ao que parece, sem assessores, Serra continua recorrendo ao tolo expediente de bater boca com os jornalistas. Continua, incrivelmente, a fugir das perguntas com outras perguntas, a construir na internet, nos blogs, no youtube e nas redes sociais virtuais uma imagem permanente de candidato à deriva, protagonista de vídeos muitíssimo mais divertidos que, por exemplo, as piadas insossas que seu companheiro de artes cômicas, Marcelo Madureira, insiste em contar na televisão.

*O íntegro jornalista Leandro Fortes movimenta o blog Brasília, eu vi e escreve na revista Carta Capital.

TODOS OS DIREITOS CIVIS AOS GAYS ARGENTINOS! VIVA!

Foto: Leo la Valle/EFE

Ainda há pouco, na madrugada, o céu de Buenos Aires ficou belissimamente colorido. Depois de 15 horas de debates ininterruptos, e “depois de três meses de discussão em comissões, depois de três anos de campanha da comunidade gay-lésbica”, como observou o Página 12, por 33 votos a favor, 27 contra e 3 abstenções, a democracia prevaleceu em toda a sua potência no Senado argentino.

Não foi somente o casamento gay que se aprovou, mas sim toda uma modificação no Código Civil, que alterará os termos “marido e mulher” por “contratantes”, e também foram garantidos aos casais gays os direitos civis fundamentais de adoção, herança e todos os benefícios sociais.

Com a aprovação no Senado, a decisão seguirá imediatamente ao Executivo, que terá imediata assinatura da magnífica presidenta Cristina Kirchner, uma das maiores entusiastas da proposta. Assim, a Argentina se consolida como o primeiro país da América Latina a aprovar o casamento gay e os demais direitos civis aos homossexuais.

A manhã vai raiando, e o sol da bandeira hermana desponta e preenche toda a Latinoamérica em risos e abraços, pois amanheceu mais suave, distanciando-se de toda a violentação histórica que mutilou corpos e afetos, arrefecendo a capacidade de amar.

Este bloguinho intempestivo parabeniza todo o povo argentino, hermanos!, pela afirmação do Mundo Gay!

COLUNISTA DA FOLHA, FERNANDO RODRIGUES VAZA PESQUISA INTERNA DO PT: DILMA CHEGA AOS 43%

Fernando Rodrigues, jornalista da Folha de São Paulo, inimiga de qualquer candidatura que não tenha o cheiro da elite parasita paulistana, vazou e divulgou, no Portal UOL, pesquisa interna do Partido dos Trabalhadores realizada com 3.000 entrevistas domiciliares, onde a candidata do povo brasileiro, Dilma Rousseff, aparece com 43% de intenções de votos, enquanto o candidato da própria Folha, Serra, aparece com 36%, e Marina com 8%.

Como a Folha prima pela verdade eleitoral a favor de Serra, o vazamento causado por Fernando Rodrigues tem todas as notas da pesquisa ser verdadeira. Razão pelo qual Serra, ontem, dia 14, ter aumentado sua exasperação e acusações contra Dilma.

SERRA NÃO CONSEGUE SE LIVRAR DE SI MESMO

O candidato da direita obscurantista, a burguesia ignara, José Serra – conhecido até por seus companheiros de partido e de outras instâncias de suas relações como um homem avesso à cortesia, à solidariedade, e muito distante da alteridade -, tenta mais uma vez se livrar de si mesmo, mas não consegue.

Serra se sabe comprometido – como o ex-senador Toninho Malvadeza – com todos os recursos inaceitáveis em uma eleição para ganhar uma disputa. Sabe-se capaz de tramar todas as formas capazes de alijar seus reais adversários e os possíveis. Foi assim que ele destruiu a candidatura de Roseana Sarney para à Presidência da República. Foi assim que ele tentou elaborar um dossiê para eliminar de vez a ameaça da candidatura do ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves. Foi assim que Serra sempre enveredou pelos caminhos tortuosos das conspirações contra seus adversários. Daí, que são poucos que acreditam em Serra quando ele tece comentários sobre possíveis dossiês fabricados para prejudicar sua candidatura.

Além de que, quem iria no grupo da candidata do presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores, dos partidos aliados e da maioria do povo brasileiro, Dilma Rousseff, na altura da campanha eleitoral para a Presidência da República, onde Dilma se encontra quase como eleita no primeiro turno, já no mês de julho, construir dossiês contra uma candidatura que já desde seu início tinha malogrado? Só um alucinado que visse na candidatura de Serra um perigo de sua vitória.

Nisso que, como Serra não consegue se livrar dele mesmo, ele recorre ao velho chavão do vazamento de dados fiscais do vice-secretário do PSDB, Eduardo Jorge, no interior da Receita Federal, acusando o grupo de Dilma, quando se sabe em todo Brasil que, desde o fim da década de 90, Eduardo Jorge já era personagem que frequentava as páginas de jornais como suspeito de enriquecimento ilícito e por isso se encontrava em observação pela Receita Federal. O próprio jornal braço da direita, e eterno cabo eleitoral de Serra, Folha de São Paulo, desfilou inúmeras matérias sobre esse caso Eduardo Jorge.

Por isso, quando Serra, aproveita um momento, e, em tom de desespero, afirma que o Partido dos Trabalhadores é responsável pela quebra de sigilo que não existe, é de confirmar que ele, Serra, está condenado a não se livrar de si mesmo. Se livrar da personagem cruel que criou para si mesmo e colou em si como sua verdade manifesta e latente. Impossibilitado de guardar qualquer segredo de sua pessoa, visto que, contrariando a dialética freudiana, seu consciente é seu inconsciente.

Serra pode gritar: “Uma coisa ficou caracterizada: foi usado o aparato governamental para espionagem”. Espionar o que já é público? O caso Eduardo Jorge tem seu interior – sigilo – como seu exterior – revelado. E pode gritar: “Um partido pega informações sigilosas e usa na política, desrespeitando os direitos dos cidadãos, que tem direito a seu sigilo”. Serra tem razão em que alguém quebrou o sigilo de Eduardo Jorge – que ele mesmo guarda em casa – e publicou no fim de 90 e durante anos de 2000. Mas Serra sabe quem, e por que, nesses anos passados, entregou para a Folha de São Paulo escrever matérias sobre o assunto.

O filósofo Karl Marx diz que quando os homens põem os fatos históricos pela primeira vez, eles põem como tragédia, como Novo. Quando repetem, põem-nos como farsa. Serra já repetiu tanto seu chavão dossiê que ele elevou a farsa à categoria transcendental da obviedade de sua inútil candidatura. Serra é o candidato a-histórico. O transcendental-velho.

Enquanto isso, sem ironia transcendental, em Pernambuco, em pesquisa divulgada ontem, dia 14, pelo instituto Nassau, Serra aparece com 23%, Dilma com 52%. Não esquecer, Pernambuco tem o 7º indicador eleitoral: 6,2 milhões de eleitores.

MINHA CASA, MINHA VIDA CONSTRUIU MAIS DE MEIO MILHÃO DE MORADIAS

Com o objetivo de atingir a meta de 1 milhão de moradias até o fim do ano 2010, a presidenta da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Ramos Coelho, informou que o programa Minha Casa, Minha Vida recebeu a proposta de 945 da construção de mil moradias, sendo que já foram iniciadas a construção 542 mil unidades.

De acordo com Maria Fernanda, quando em 2009 o programa Minha Casa, Minha Vida foi lançado ainda não havia uma meta determinada para um período especial.

O Minha Casa, Minha Vida ajudou a Caixa a cumprir a função social de fornecer crédito para habitação neste país”, afirmou Fernanda.

A Caixa concedeu R$ 47 bilhões em financiamentos habitacionais em 2009. O volume atingiu R$ 37 bilhões nos seis primeiros meses de 2010, e o programa habitacional foi determinante para o aumento do crédito imobiliário.

É um aumento impressionante, principalmente se levarmos em conta que em 2003 a Caixa concedeu apenas R$ 5 bilhões em crédito habitacional”, considerou Maria Fernanda.

O crescimento do país no longo prazo será consolidado com a evolução do programa Minha Casa, Minha Vida. É o que acredita o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Esse é um programa cujos resultados levarão 20 anos para serem avaliados. Vários países ricos passaram por uma revolução na habitação antes de se desenvolverem”, afirmou o ministro.

CE DA CÂMARA APROVA PEC DA OBRIGATORIEDADE DO DIPLOMA DE JORNALISMO

Depois o Supremo Tribunal Federal (STF) entendeu que a exigência do diploma de jornalismo para o exercício da profissão era inconstitucional, e em junho 2009 determinou o fim de sua obrigatoriedade, criando uma forte reação organizada tanto pelos próprios jornalistas como também por outros setores da sociedade, representantes dos legislativos passaram a discutir o tema como de interesse nacional.

Assim, o deputado federal Hugo Leal (PSC/RJ) elaborou o substitutivo que exige obrigatoriedade para o profissional exercer sua profissão a propriedade do diploma e do registro.

Desta forma, ontem, dia 14, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados aprovou a Proposta de Emenda à Constituição (386/09), estabelecendo a exigência do diploma de nível superior em jornalismo para o exercício da profissão.

Agora, a proposta será votada em dois turnos no plenário da Câmara, e caso seja aprovada será enviada para o Senado.

CURETAGEM É A CIRURGIA MAIS REALIZADA PELO SUS

Entre os anos de 1995 e 2007, de acordo com levantamento realizado pelo Instituto do Coração (Incor), da Universidade de São Paulo, através de dados apresentados pelo Ministério da Saúde, a curetagem decorrente de aborto provocado é a cirurgia mais realizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Com os dados apresentados pelo Ministério da Saúde, os pesquisadores analisaram mais 32 milhões de casos nesse período. Ficando de fora cirurgias cardíacas, partos e pequenas intervenções.

Procuramos analisar o perfil epidemiológico das cirurgias que tinham um porte médio ou grande e, portanto, potencial maior de complicações”, afirmou a responsável pela pesquisa, a médica Pai Ching Yu.

Na abordagem dos procedimentos avaliados correspondentes a 1.568 tipos, as curetagens aparecem na frente com 3,1 milhões de registros. Em seguida, cirurgias de correção de hérnia com 1,8 milhão, retirada de vesícula com 1,2 milhão, plástica de vagina e períneo com 1,1 milhão, e, por último, retirada de apêndice com 923 mil.

Tomando como referência a informação do Ministério da Saúde de que as curetagens são decorrentes de abortos provocados, o coordenador do grupo de estudo sobre o aborto da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, médico Thomas Gollop, concordando, disse: “A maior parte dos abortamentos espontâneos não exige internação. As complicações são quase absolutamente resultantes de abortos provocados. Isso mostra que a lei vigente é completamente ineficaz. Além de não coibir, faz com que o SUS gaste uma fortuna com abortos mal-assistidos”.

GERADOS 1,5 MILHÃO DE EMPREGOS NO PRIMEIRO SEMESTRE

Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de junho que se encontram em fase de finalização para serem divulgados na quinta-feira, dia 15, segundo o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, devem considerar a criação de 1,5 milhão de empregos no primeiro semestre.

Seguindo a demonstração de outros meses, em que houve aumento no número de empregos formais, o ministro Carlos Lupi acredita que no ano de 2010 serão criados 2,5 milhões de empregos formais.

Com 298.041 de empregos gerados em maio, o acumulado foi para 1.260.369 empregos gerados.

Quando os dados do semestre estiverem sido todos calculados, o ministro divulgará na quinta-feira, às 11h, os números oficiais.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.828 hits

Páginas

Arquivos