Arquivo para julho \27\-04:00 2010



BANCÁRIOS ASSUMEM APOIO A DILMA

Reunidos no Rio de Janeiro, na 12ª Conferência Nacional dos Bancários, para definir pauta de reivindicações que serão entregues à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) no mês de agosto, 628 delegados assumiram a posição da categoria em favor da candidatura de Dilma Rousseff, candidata do presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores, dos partidos aliados, e da maioria do povo brasileiro.

A pauta apresenta às reivindicações de reajuste de 11% – 5% de aumento real mais a inflação projetada de 5,71% -, participação nos lucros ou resultados (PLR) de três salários mais de R$ 4 mil, vale-refeição e vale-alimentação no valor de um salário mínimo, fim do assédio moral e das metas abusivas, mais seguranças e empregos.

Falando sobre o teor da pauta, a presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, Juvandia Moreira, afirmou: “A pauta que será entregue aos banqueiros é resultado de um amplo debate e da defesa das diferentes necessidades dos trabalhadores que além da valorização salarial, em um dos setores mais lucrativos, querem melhores condições de trabalho, principalmente em relação à saúde e à segurança.”

O apoio da categoria à candidatura de Dilma Rousseff saiu em nota entregue à imprensa e aos filiados, afirmando que a escolha de Dilma está ligada às políticas executadas pelo governo Lula, diferente das posições do candidato da direita, que é elitista, centralizadora e privatista. Assim a categoria pretende “dar continuidade à atual política do governo federal, já que na avaliação dos participantes há dois projetos antagônicos em disputa, um privatizou e reduziu postos de trabalho, e outro que gerou emprego e renda, representado pela candidata Dilma Rousseff”.

MARINA DIZ SER FAVORÁVEL À COMISSÃO DA MEMÓRIA E VERDADE E ELOGIA DILMA

Fonte da imagem: Portal Terra. Foto: Ivan Pacheco/Terra

Imagem: Ivan Pacheco/Terra

Em sabatina promovida pelo Portal Terra, que durou uma hora e meia, ontem, dia 26, em que respondeu várias perguntas feitas pelos internautas, a candidata do Partido Verde à Presidência da República, senadora Marina Silva, falou com desembaraço e alegria sobre os temas que lhe foram oferecidos, como Saúde, Educação, Política Externa, Aborto, Ambiente, além de comentar sobre o Bolsa Família, e a atuação da candidata do presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores, dos partidos aliados, e da maioria do povo brasileiro, Dilma Rousseff, na luta contra a ditadura militar que se apossou do Brasil entre os anos de 1964 a 1985.

Sobre o Bolsa Família, contestando aqueles que dizem ser assistencialismo, Marina rebateu, afirmando: “Assistencialismo era o que tínhamos antes, o sacolão.”

Falando sobre a posição estúpida tomada pelo candidato da direita parasitária José Serra, seu vice, em total desespero, e alguns deploráveis neo-nazistas que tentam, no desatino, denegrir – sem conseguir – a performance ontológica da candidata Dilma Roussef, acusando-a de terrorista, Marina considerou, envolvida pela lógica democrática: “Acho que Dilma lutou pela democracia, naquela época tínhamos um grupo de jovens que lutou pela democracia. Não acho que seja correto chamá-la de terrorista.”

Marina também falou sobre a importância da criação e atuação da Comissão da Memória e Verdade, que investiga crimes praticados por agentes contra presos políticos durante o regime de ditadura, se mostrando favorável à criação da Comissão.

A DÍVIDA DO BRASIL COM OS NEGROS NÃO PODE SER PAGA COM DINHEIRO

Não é tudo o que a gente quer. Ainda faltam coisas para a gente fazer, mas é importante que a gente tenha a clareza de hoje. Nós temos o Estatuto da Igualdade Racial, nós temos uma lei que dá mais direitos, que recupera a cidadania do povo negro brasileiro”, disse o presidente Lula, ao comentar a importância histórica e moral da sanção do Estatuto da Igualdade Racial, e que segundo o valor histórico do resgate da dignidade do negro não pode ser paga com qualquer soma de dinheiro. Visto que a dívida do Brasil com os negros é muito grande.

O Estatuto da Igualdade Racial promove os direitos de garantias de políticas públicas e valorização dos negros do Brasil, que formam um contingente de mais 90 milhões de pessoas.

Ainda falando sobre a criação da Universidade Federal de Integração Luso-Afro-Brasileiro (Unilab), o presidente Lula afirmou que é um pagamento de tributos aos povos africanos. “É o Brasil assumindo sua grandeza, assumindo a condição de um país, que, a vida inteira, foi receptor e, agora, é um país doador. Nós queremos ajudar os outros a se desenvolverem”, afirmou Lula.

CENTRO DE CRIAÇÃO DE GESTORES DO PATRIMÔNIO É CRIADO PELO MINISTÉRIO DA CULTURA E UNESCO

O centro vai reunir gestores para capacitá-los para administração do patrimônio. Outro objetivo do centro é ser um espaço de investigação e de pesquisa sobre o patrimônio cultural”, afirmou o diretor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Luiz Fernando de Almeida, depois que o ministro da Cultura, Juca Ferreira, e a diretora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, assinaram o protocolo que cria Centro Regional de Formação para Gestores do Patrimônio, que funcionará na sede do Palácio Capanema no Rio de Janeiro, cuja função é oferecer cursos para gestores do patrimônio cultural, como também para outros profissionais, cursos que terão seu início no começo de 2011.

A criação do centro saiu das ações determinadas pela 34ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da UNESCO, promovido pelo Centro Mundial do Patrimônio que se encontra reunido em Brasília e conta com a participação de 187 representantes de todos os estados do Brasil, e que no momento discutem a possibilidade de incluir 41 novos patrimônios mundiais, entre eles a Praça de São Francisco, em São Cristóvão, em Sergipe.

O único traço desse momento histórico importante é a Praça São Francisco, que tem as características das cidades filipinas, com as marcas todas dos fundamentos das cidades espanholas. Ela tem um valor importante por essa influência, por essa marca, esse registro, de um momento histórico importante para a colonização das Américas”, afirmou o ministro da Cultura, Juca Ferreira.

A UNESCO já criou em todo mundo cinco centros: na China, Noruega, México, África do Sul e Bahrein. Opinando sobre a criação do centro no Brasil, a diretora da UNESCO, Irina Bokova, disse: “Acredito que o centro se torne um parceiro, no futuro, importante para UNESCO.”

APAGÃO EM MANAUS APAGA OUTROS SERVIÇOS

No último domingo (25), a cidade de Manaus virou durante todo o dia um pisca, com dezenas de quedas súbitas do fornecimento de energia. A primeira ocorrência se deu por volta das 4h da madrugada. A partir de então, muitas outras se seguiram. Algumas foram por apenas alguns poucos minutos, outras entre 20 minutos, 1 hora; mas houve também variação desse tempo de bairro pra bairro, havendo bairros onde os moradores reclamam da ocorrência de apagões desses que duraram várias horas.

As interrupções dificultaram as atividades em diversos órgãos públicos, como hospitais que não têm sistema elétrico alternativo e delegacias. Também boicotaram a produção intempestiva afinada Kinemasófico, que ocorre todos os domingos à boca da noite na sede da Afin, no bairro Novo Aleixo, zona Leste de Manaus, que precisou ser interrompida por causa do pisca-pisca energético.

APÓS O APAGÃO, A FALTA D’ÁGUA

Sempre que ocorrem esses piscas-piscas produzidos pela Manaus Energia, um dos riscos é o prejuízo com aparelhos eletrônicos “queimados”, principalmente quando as fases não caem todas de uma vez. Por isso muitas pessoas desligaram condicionadores de ar, geladeiras, televisores, etc.

No caso do supracitado bairro Novo Aleixo, as consequências do pisca-pisca foram maiores e mais generalizadas.

O bairro é um dos poucos que tem o fornecimento de água advindo de um poço da Águas do Amazonas no próprio bairro, sendo que a água só é fornecida alguns minutos pela manhã e outros pela tarde, quando as pessoas enchem suas caixas, bacias, camburões, baldes, cuias, etc. Acontece que o pisca-pisca da Manaus Energia fez queimar a bomba do poço da Águas do Amazonas, deixando o povo sem água.

A Manaus Energia não deu qualquer explicação para a população sobre o ocorrido, mas toda a população, como o companheiro Zé Apagon falou há quase três anos, há mais de uma década que tais acontecimentos ocorrem de vez em quando.

No caso da Águas do Amazonas, segundo moradores que foram até o poço, receberam de funcionários apenas a desesperadora informação que provavelmente o fornecimento de água ao bairro somente será regularizado (aos minutos diários) no final desta semana.

Leia também:

MANAUS ENERGIA COLOCA MANAUS SOB PISCA-PISCA APÓS O NATAL. MAS NA CASA DO GOVERNADOR…

UM CASO PARA QUEM NÃO ACREDITA QUE FALTA ÁGUA EM MANAUS

SEGUNDA-FEIRA DOMINICAL

Dias das boas almas

£ A pesquisa sobre intenções de voto ao cargo de presidente da República publicada pelo instituto Datafolha na madrugada do sábado, que mostra o absurdo empate técnico entre o candidato da direita, Serra, com 37%, e a candidata da maior parte dos brasileiros, Dilma Rousseff, com 36%, teve ontem mais uma revelação do desconhecimento do tal instituto quanto aos saberes apresentados pelo filósofo Pitágoras e o matemático Malba Tahan.

Ontem, dia 25, o Data fora de validade publicou outra parte de sua pesquisa. Uma manifestação que enterra de vez qualquer possibilidade do instituto ser tomado como eficiente. A pesquisa afirma que 41% dos eleitores do Brasil acreditam que Dilma será eleita, enquanto 30% acreditam que será Serra.

Como dizem os reducionistas: sem comentários!

£ Em jogo pálido, próprio do atual futebol brasileiro, o Santos venceu a equipe do São Paulo por 1 a 0. O São Paulo, com seu técnico Ricardo Gomes, escorregando para degola, mostrou que não tem ímpeto para imaginar a conquista do campeonato, visto defender um invencibilidade de fracassos em que em quatro partidas não conseguiu vencer nenhuma.

Por sua vez, depois de perder três partidas seguidas, o time do Santos confirmou que o verão dos chamados “meninos do Santos” já caminhou para um tenebroso inverno.

£ Hoje, dia 26 de julho, a população cubana comemora 57 anos da Revolução da Rebeldia Nacional simbolizada na tomada do Quartel Moncada, pelos rebeldes comandada pelo líder Fidel Castro, e o médico argentino Ernesto Che Guevara.

As comemorações não estão reduzidas apenas às lembranças do feito revolucionário que mudou o conceito de política do mundo nas Américas, dominadas pela tirania capitalista dos Estados Unidos, como afirmou o filósofo francês Jean-Paul Sartre, que esteve visitando a Ilha logo após o acontecimento, mas também servirá para que o governo anuncie possível abertura econômica, constituindo novas relações com países interessados.

Nos atos comemorativos, é esperada a participação do líder Fidel Castro, que durante meses se submeteu à convalescença, mas que já tem aparecido em público.

£ O Love Parade, a maior manifestação popular ao ar livre, que teve seu início em 1989, em Berlim, com uma proposta de promover a paz através de encontros de participantes de todas as idades, e de várias partes do mundo, deve ter seu fim anunciado.

O motivo do encerramento foram os acidentes ocorridos no fim de semana na cidade de Duisburg, na Alemanha, onde o evento era realizado e que deixou 19 pessoas mortas, e mais de 350 feridas. Os acidentes ocorreram pelo fato da área do desfile apresentar uma única entrada, segundo o criador do Love Parade, Dr Motte. “Os organizadores não mostraram qualquer responsabilidade pelas pessoas. Uma única entrada através de um túnel leva ao desastre. Estou muito triste”, afirmou Motte.

£ O jovem de 18 anos Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães, da classe média do Rio de Janeiro, passeava, na madrugada de terça-feira passada, de Skate em um túnel em que estava proibida a passagem de veículos quando foi atropelado por um carro que não atendeu à proibição.

Em seguida, o carro atropelador, que era dirigido pelo jovem Rafael Bussamra, foi abordado por uma viatura da polícia militar, e logo depois foi liberado. Segundo o pai de Rafael, o que atropelou, Roberto Bussamra, ao falar com os militares eles lhe pediram R$ 10 mil para liberar o seu filho. Roberto chegou à pagar R$ 1 mil, mas ao saber que o jovem atropelado havia morrido e era filho da atriz Cissa, ele resolveu fazer a denúncia da extorsão que os policiais lhe aplicaram.

Agora, o Comando da Corregedoria Interna da Polícia Militar vai se reunir com a juíza da Auditoria de Justiça Militar e o Ministério Público para pedir a prisão preventiva dos militares que participaram do ocorrido, sargento Marcelo Leal de Souza e o cabo Marcelo Bigen.

Essa é mais uma das muitas acusações de extorsões praticadas por policiais no Brasil, no exercício de seu dever público. Um caso atípico, visto que mostra a vítima da extorsão aceitando a extorsão para logo em frente denunciar o autor da extorsão.

UM SILOGISMO ARISTOTÉLICO E O CANDITADO AO SENADO ARTHUR NETO

Durante os oito anos de desgoverno do PSDB sob o comando de Fernando Henrique, o estado do Amazonas, no plano administrativo/econômico/social, conseguiu se manter como um estado empobrecido que é, sem ter qualquer política especial que pudesse lhe auferir mudanças. Não fosse a ilusão da Zona Franca, esses oito anos não teriam sequer sido sentidos pela população. Embora o governador do estado, Amazonino Mendes, hoje prefeito cassado, fosse aliado de Fernando Henrique.

Ao contrário do desgoverno do PSDB, o governo do presidente Lula conseguiu auferir ao estado do Amazonas parcelas de desenvolvimento que nenhum presidente conseguira. O que significa que a presença do governo federal no estado foi muito mais importante do que a do governo estadual, que somente se aproveitou das políticas federais.

Em sua política para o Amazonas em nenhum momento o presidente Lula levou em conta os ataques irracionais do senador Arthur Neto, do Amazonas, que extrapolavam as relações políticas, chegando às ameaças pessoais, quando ele afirmou que iria dar uma surra em Lula.

Nesse quadro, que demonstra a inexistência do PSDB para o Amazonas, e as violências do senador Arthur Neto contra Lula e seu governo, pode-se, nessas eleições, se construir um silogismo para Arthur Neto, tendo como suporte a lógica do filósofo Aristóteles. Um Silogismo Menor. O mais baixo grau de raciocínio.

Demonstração aristotélica.

Todo homem é mortal.

Pedro é homem.

Logo, Pedro é mortal.”

Demonstração aristotélica para a candidatura à reeleição ao Senado de Arthur Neto.

O PSDB é um partido que não serve ao Amazonas.

Arthur Neto é candidato ao Senado pelo PSDB.

Logo, a candidatura de Arthur Neto não serve ao Amazonas.”

PASSAGEM MAIS CARA. MENOS ÔNIBUS NAS RUAS DE MANAUS*

Os empresários do transporte não-coletivo provaram que mandam na Prefeitura de Manaus, na Câmara Municipal e no Judiciário. Subiram o preço da passagem com o tremendo bafo do autoritarismo, que até agora está entranhado na pele, de forma imediata e sem aviso prévio. Para reduzir a dignidade do povo, reduziram a quantidade de ônibus. Os anti-coletivos que tentam trafegar nas ruas não aguentavam, ficando no prego, para desespero da população, que já paga uma tarifa cara para um não transporte sem qualidade. Vejam só, os terminais estão cheios de gente em estado terminal. Pessoas que esperam sem esperança o ônibus chegar, mais ele não chega. Quando aparece, vem com a cara mais amassada do que a cara do Alfredo Nascimento. É quando todos começam a empurrar uns aos outros no empurra-empurra que chega a violentar no esmagamento solidário as idosas, mães com crianças no colo, deficientes e grávidas. Ainda tem gente que grita pendurada na porta do veículo, dizendo: “Umbora, pessoal, lá atrás tá vazio”. Quem estava vazio era eu, que saí de uma escola no bairro da zona Leste para ir para outra escola lá no bairro Santa Etelvina, zona Norte. Para isso, esperei o 064 desde às 17h. Passei no T.4 às 18h e cheguei no T.3 às 19h para esperar o 029, que só chegou as 20:30h. E eu, que cheguei às 21h, sentindo-me irresponsável e com muita vergonha, tendo que justificar-me pelo atraso dos ônibus de nossa não-cidade. No T.3 não passava ônibus, isto é observando o cronômetro do relógio do seu Cronos, constatei que não passou ônibus durante quatro e até seis minutos. A multidão ficou sem ver a cor dos ônibus por todo esse tempo. O povo aguardava em silêncio, acostumado com este fato, sentindo-se impotentes diante da situação. Subtraídos pela arrogância dos empresários e cumplicidade dos vereadores e prefeito omissos. Os manauaras e manauenses pagam muito caro para sofrerem os abusos cometidos pelos desgovernos de Manaus. Sou professor de escola pública, sentindo-me prejudicado-prejudicante-prejudicador. O responsável por sentir-me irresponsável é essa empresa Transmanaus/União Cascavel, que monopoliza o transporte com ônibus em estado terminal, sempre quebrados no meio da rua. Quebrados não pela população, mas por si mesmos. Meu tempo está se esgotando, e o ônibus nesse será que chega não chega. Somente a indignação. Os responsáveis: prefeito cassado Amazonino Mendes e seus vereadores.

*Relato do educador-chargista Marcos Ney, membro da Afin, a partir do acontecido consigo na sexta-feira passada (23), data em que a passagem de ônibus mais uma vez aumentou em Manaus.

NA TERRA ONDE O “CARA” NASCEU, DILMA TEM 60%

Já é conhecido até dos minerais – como diz o ilustre jornalista/filósofo Mino Carta – que os institutos de pesquisas eleitorais Datafolha/Direita e Ibope/Direita, no que tange à democracia, não carregam qualquer signo de honestidade quanto ao devir/político coletivo do movimento democrático. Todas as pesquisas que estes institutos realizam, onde a democracia, como Subjetividade/Popular, está em plano primeiro, são sempre tendenciosas, viciosas, escamoteadas e direcionadas para o gáudio da direita.

A última pesquisa – pesquisa? – do Datafolha – o Data fora de validade – confirma o que os minerais sabem e até o mais estúpido alienado político. Enquanto o Brasil torna-se a passarela da moda Dilma/Pop, o Data fora de validade tenta mostrar, como evidência, uma costura eleitoral de alta moda. A tal moda cheiro. O que não veste o povo brasileiro, visto a moda pop exalar um odor democrático agradável ao olfato, o que a alta costura não expressa.

Assim, já circulando no entendimento da população, como institutos desonestos, os dois arautos da direita, a lúpen-burguesia, desapareceram para surgirem, nacionalmente, os institutos Sensus e Vox Populi, onde suas pesquisas estão entrelaçadas com a democracia.

Desta forma, é possível encontrar uma mensuração de opiniões eleitorais do Vox Populi, em Pernambuco, terra de Lula, o “cara”, onde Dilam/Pop, aparece com 60%, enquanto Serra – encerrando a carreira -, com 24%. Tudo que o data fora de validade não percebeu e entendeu.

O que confirma os versos imortalizados pelo rei do Samba de Breque, o malandro Morengueira:

Pernambuco

Cidade pequena,

Porém descente!”

Claro, Pernambuco não é uma cidade, é uma estado, um estado democrático que transpira a alma do Povo, o que lhe faz ser decente.

SE ELEIÇÕES NO AMAZONAS FOSSEM OPOSIÇÕES DE IDÉIAS NÃO HAVERIA ELEIÇÕES PARA GOVERNO

O Amazonas nunca foi um Estado em que sua história política demonstrasse claramente diferenças de ideias políticas entre os candidatos ao cargo de governo. Por mais que apresentassem diferenças de siglas partidárias, o cerne, tanto dos partidos como de seus membros, encadeavam-se no princípio do mesmo. Uma espécie de boa vizinhança.

A partir do pós-ditadura, os fatos não mudaram. Mesmo quando em alguns momentos eleitorais se apresentavam siglas de partidos chamados de oposição como o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Comunista do Brasil (PC do B). Esses tidos como os grandes diferenciadores do que estava constituído como poder governamental reacionário. A direita amazoniquim. Daí ser possível se encontrar um candidato do PT, como o Dr. Marcus Barros, ou a professora Marilene Correa, aliado ao “jovem” representante da direita, Eduardo Braga, que se tomava como o novo político. O político da modernidade (sem saber que jamais fomos modernos, como diz o filósofo Bruno Latour). Coisa de Collor.

Sempre houve a eliminação da alteridade, a redução do outro como diferente. Sempre predominou a lógica da igualdade. Nada de disjunção, nada de corte nas forças reacionárias sempre em voga na cena política amazoniquim. Assim que hoje, com duas candidaturas iguais, se completa o desaparecimento da democracia como regime político das ideias no Amazonas. Não há ideias capazes de se manifestarem como antagônicas. Como discurso diferencial. Tudo foi dissipado pela imagem referencial como igualdade.

São dois candidatos ao governo do Amazonas, Alfredo Nascimento e Omar Aziz, duas candidaturas que representam a eterna situação política do Amazonas. A ideia retrógrada de governar. Nenhum difere do outro. A igualdade é tamanha que além de saírem do mesmo nascedouro político, a mesma fonte reacionária da direita nas pessoas dos ex-governadores Gilberto Mestrinho e Amazonino Mendes – esse cassado pela insigne juíza Maria Eunice Torres do Nascimento -, disputam o mesmo palanque junto à candidata do presidente da República, Lula, Dilma Rousseff. Sem nenhum deixar evidenciado qualquer sinal relativo às políticas sociais do governo Lula, visto que ambos seguem a mesma ordem da consciência limitada de “fazer política” no Amazonas. Ou seja, visando os grupos mais próximos. No caso de Omar, fica mais concreto, posto que afirma que vai dar continuidade à forma de administração que seu autor, ex-governador Eduardo Braga, pregou. Nada que elimine o entendimento de que Alfredo também fará o mesmo. A certeza se encontra na evidência de que nenhum dos dois nos últimos anos expressou qualquer mudança em suas vivências ontológicas. Permanecem com a mesma postura que durante anos vêm cultivando, muito bem expressas em suas relações com membros reacionários da chamada comunidade política do Amazonas.

Daí que se houvesse uma lei democrática como condição para realização de eleições nos estados, a existência de ideias políticas/partidárias antagônicas, no Amazonas, não haveria eleições para governador. Dado a igualdade de princípio entre todos os membros tidos como candidatos. E, nesse quadro, também os seus aliados. Por isso ser possível encontrar o deputado estadual, que se auto-cognomina de esquerda, Eron Bezerra, e família, aliado com o orgulhoso direitista Omar Aziz. E a única representação da esquerda do PT aliada com Alfredo. O candidato que levava tucumã para o prefeito assado, Amazonino. Talvez por imposição das alianças, mas, de qualquer sorte, também aliado.

Diante da situação – nos dois sentidos -, salta uma certeza. Se todos os eleitores do Amazonas soubessem dessa igualdade, nenhum dos dois seria eleito governador. Aí seria preciso o povo criar um candidato. Então, o Amazonas teria “O Candidato Que Saiu do Povo”*.

* O Candidato Que Saiu do Povo é a nova peça que o Teatro Maquínino da Associação Filosofia Itinerante (AFIN), está apresentando nas comunidades distribuídas em escolas, centros comunitários, igrejas, hospitais, terreiros de macumba, botecos, becos, ruelas, feiras, etc, onde o teatro se fizer possível como arte-dionisíaca libertadora. Ou turbulento.

ERRAMOS. NA PESQUISA VOX POPULI/BAND A DIFERENÇA DE DILMA PARA SERRA NÃO É DE 6 PONTOS, MAS 8, EMBORA O DATAFOLHA QUEIRA EMPATE

Esse Bloguinho Intempestivo havia publicado que a pesquisa a ser divulgada pela Rede Bandeirantes traria Dilma com 43% e Serra com 37%; portanto, uma diferença de 6 pontos a favor da candidata do presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores, dos partidos aliados, e da maioria do povo brasileiro.

Todavia, ao divulgar a pesquisa na noite de ontem, dia 23, a Rede Bandeirantes mostrou que esse Bloguinho Intempestivo havia errado. A diferença é de 8 pontos a favor de Dilma. O que significa que Dilma tem 41%, e Serra, o velho candidato da direita, tem 33%.

DATAFOLHA EXPURGA PITÁGORAS E MALBA TAHAN

Acontece que mesmo sem nenhuma intimidade com o samba, o Datafolha, “só pra contrariar”, divulgou sua pesquisa na madrugada de sábado, onde acontece um empate técnico entre os dois candidatos. Serra tem 37% e Dilma tem 36%. Lógico que só a direita iludida leva em consideração às pesquisas do Data fora de validade para continuar fazendo turismo de um lado a outro por via de sua imaginação supersticiosa.

E o que confirma a ilusão da direita alucinada são os números do Data fora de validade. Na pesquisa forjada dos dias 30 junho e 1 de julho, a forja do Data fora de validade forjou o seguinte resultado. Serra 39% e Dilma 37%. Delírio total. Pique de campanha, os candidatos viajando, aparecendo nos meios de comunicações, dando entrevistas, fazendo comícios, aparecendo até nas decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que é uma forma de marketing, e não é que os dois caíram na contagem do Data fora da validade.

Serra tinha 39%, caiu para 37%. Desceu 2 pontos. Dilma tinha 37%, caiu para 36%. Desceu 1 ponto. Coisa de louco, seu Fóstenes! Para ser tomado como válido, o Data fora de validade usou a Marina, que é evangélica, para Cristo. Fez ela subir 1 ponto. Na pesquisa anterior, Marina tinha 9%, passou para 10%. Na delirante lógica do Data fora de validade, Marina só não vai ganhar as eleições porque o Data fora de validade vive sob a maldição do velho Otávio Frias, patrono da Folha, que só queria morrer depois que visse Serra como presidente. Morreu e não viu, e, se ressuscitasse, não veria.

Mais delírio do Data fora de validade revelado nessa pesquisa. Dilma, que aparece abaixo de Serra, na margem de erros, segundo o desvalidado, na pesquisa espontânea, e em um possível segundo turno – que não vai haver -, Dilma se encontra na frente.

Na pesquisa espontânea anterior, Dilma tinha 22%, caiu para 21%. Serra tinha 19%, caiu para 16%. Diferença a favor de Dilma, 5 pontos. É coisa de louco, seu Fóstenes! Segundo turno, seu Fóstenes? Dilma tem 46% e Serra 45%. Alucinação, delírio, piração total, seu Fóstenes!

Seu Fóstenes, contra o Data fora de validade, não há Pitágoras e Malba Tahan que vença. Acredite quem não souber nenhuma das operações.

Mas o pior, seu Fóstenes, é alguns blogueiros pró Dilma ainda considerarem que a pesquisa mostra Dilma com vantagem. O que significa validar o Data fora de validade. O Data fora de validade está descartado. Não tem nenhuma função para a saúde democrática.

i iNDA TEM FRANÇÊiS Qi DiZ Qi A JENTi NUM SEMO SERO

@Lembro que quando discutíamos, ainda em 2004, a criação de um programa para baratear o uso de computador, a ideia era que um companheiro pudesse entrar em uma loja e comprar pagando R$ 50, R$ 49, R$ 30 por mês. Porque, até então, computador era coisa que só atendia a parte mais rica da população. Os pobres não tinham dinheiro para comprar computador nesse país.

Vocês não sabem, mas o computador virou uma paixão e, sobretudo, entre criança e adolescente. Não tem uma criança nesse país que não queira um computador. Não tem um adolescente que não queira um computador. O computador virou um instrumento muito importante para aumentar o aprendizado da sociedade brasileira e das crianças.

As crianças desistiam de ir para a escola. Cem crianças começavam o ano e 70% terminavam. Depois do computador, cem começam o ano e todas terminam. As crianças levam o computador para casa e na escola fazem um círculo e conversam entre elas, via computador e aprendem muito mais”, discursou o presidente Lula, em Pernambuco, no município de Caetés, na entrega de computadores para crianças, pondo em prática o Programa Um Computador por Aluno.

Lula esteve ontem, dia 23, no estado de Pernambuco, inaugurando obras, e entregando chaves de casas populares. Em sua cidade natal, Garanhuns, Lula fez entrega de moradias para a população inscrita no Programa Minha Casa, Minha Vida. I inda tem françêis…

@ CBF CONVIDA MURICY RAMALHO PATA TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA, mas o técnico do Fluminense, hoje ocupando o primeiro lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, não aceitou. Preferiu continuar no time “Pó de Arroz”, onde assinou contrato até o ano de 2012.

Como Muricy não aceitou a indicação, agora a CBF convidou o técnico do Corinthians, Mano Menezes. Segundo especulações, o técnico corintiano, que também tem um contrato assinado com o clube para realizar um projeto vencedor, vem se mostrando com tendência a aceitar a oferta. I inda tem françêis…

@ DECLARAÇÃO DE VIENA COBRA MAIS RECURSOS DE PAÍSES RICOS PARA COMBATER A AIDS. Essa a conclusão que chegaram os participantes da Conferência Internacional sobre AIDS, realizada durante toda semana, em Viena, na Áustria, e que levou a elaboração do documento Declaração de Viena, assinado por 12.725 participantes que exigem mudanças nos atendimentos nos presídios, onde está constatado grande incidência de AIDS. Todo ano 30 milhões de pessoas entram e saem das prisões, sendo que dessas uma parte significativa infectada pelo vírus da AIDS.

O desafio não é encontrar dinheiro, mas mudar as prioridades. Quando há uma emergência no mercado financeiro ou uma crise energética, bilhões e bilhões de dólares são rapidamente mobilizados. A saúde das pessoas também merece um financiamento semelhante e ter prioridade”, afirmou Júlio Montaner, presidente da Conferência. I inda tem françêis…

@ O TEMA DA LEGALIZAÇÃO DO ABORTO PODE IR PARA PLEBISCITO, foi o que sugeriu a candidata à Presidência da República, pelo Partido Verde, senadora Marina Silva, entrevistada no Programa 3 x 1, apresentado pela TV Brasil.

Defendo o plebiscito para que haja o debate e para que as pessoas possam se colocar sobre a questão. Defendo isso, mas todos sabem que minha posição é contrária”, respondeu a candidata Marina, quando perguntada sobre sua posição em relação ao tema. I inda tem françêis…

@ “CANDELÁRIA NUNCA MAIS”, foi o tema da caminhada promovida pela Pastoral do Menor da Arquidiocese do Rio de Janeiro, para lembrar dos 17 anos da chacina da Candelária, quando oito jovens foram assassinados enquanto dormiam próximo à Igreja da Candelária.

O ato, que contou com 20 entidades e parentes das vítimas, protestou contra a violência dirigida às crianças, a impunidade e o descaso dos governos pelo não cumprimento do Estatuto da Criança e Adolescente. “Não estão respeitando a Constituição Federal no Artigo 227, que diz que a criança é prioridade absoluta. Há orçamento para outras denominações do governo, mas a criança está sempre em último plano”, protestou a coordenadora da Pastoral do Menor da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e representante do Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente, Maria de Fátima Pereira da Silva.

Por sua vez, afirmando que a violência contra a criança está institucionalizada, Pedro Pereira, coordenador executivo do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente, disse: “Para uma criança fazer um processo de volta a sua comunidade ou para a rua, requer uma metodologia, um processo pedagógico. Não é simplesmente recolhendo crianças da rua, que em muitos casos ocorre com violência policial, ou do Choque de Ordem, feito pela Guarda Municipal. As crianças ficam com medo de denunciar porque elas depois retornam às ruas”, afirmou Pedro.

Também participando do ato de protesto, a ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Márcia Lopes, afirmou: “Hoje, felizmente nós podemos destacar, nesses 20 anos de Estatuto da Criança e do Adolescente, grandes avanços na redução dos índices, que nós sempre tivemos no país, de trabalho infantil e o abuso de exploração sexual, a violência e a permanência das crianças nas ruas. Sabemos que ainda há um caminho longo para que possamos aprimorar cada vez mais”. I inda tem françêis…

@ “VOCÊS PODEM EXPLODIR O PAÍS INTEIRO E ELES DIZEM, “OBRIGADO e aqui está um macaco para você levar com você para casa”, disse o ator dos filmes de violência, Silvestre Stallone, sobre o Brasil.

As declarações causaram uma onda de protestos em todo o Brasil, e parte do mundo. Então o ator do Rambo voltou a público para desdizer o que havia dito. “Toda minha experiência no Brasil foi fantástica e eu disse a todos os meus amigos que valia apena filmar no País. Ontem, eu estava tentando fazer graça, mas meus comentários escaparam de uma maneira infeliz. Eu não tenho nada além de respeito pelo grande país que é o Brasil. Novamente, eu peço desculpas. Amor, Sly”. I inda tem françêis…

@ “NO NORDESTE ESTÁ PROIBIDO O FORRÓ PÉ DE SERRA. AGORA, SÓ O PÉ DE DILMA”, brincou Lula ao ser informado da pesquisa do Instituto Vox Populi/BAND/IG, em que Dilma aparece com 41% das intenções votos, e Serra com 33%.

A brincadeira se deu no momento em que Lula encontrava-se em sua cidade natal, Garanhuns, município de Pernambuco, e tomou ciência da Pesquisa do DataFolha, que dava empate técnico entre os dois candidatos, onde Serra aparece com 37%, e Dilma cm 36%, a pesquisa que causou risos na comitiva presidencial. I inda tem françêis…

Vamos que vamos!

Vamos, vamos, que vamos, vamos!

CUMPRIDO AFASTAMENTO DE CARLOS E FAUSTO SOUZA DA PMM E DA CMM

A decisão do dia 14 desse mês tomada pelo juiz da 2ª Vara Especializada de Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (2ª Vecute), Mauro Anthony, de afastar os irmãos Carlos Souza (PP), vice-prefeito, e Fausto Souza (PRTB), vereador, da Prefeitura Municipal de Manaus (PMM) e da Câmara Municipal de Manaus (CMM), por entender que os dois irmãos do ex-deputado Wallace Souza, processados juntamente com este por associação ao narcotráfico, entre tantos outros crimes, maculam a imagem e a credibilidade das instituições que representam, foram cumpridos, respectivamente, pelos órgãos anteontem (21) e hoje (23).

O primeiro a ser afastado foi o vereador Fausto Souza, na quarta-feira, conforme anunciou a assessoria de imprensa da CMM. Além do afastamento, a Justiça exigiu a apresentação de seu suplente imediato num prazo de 72 horas. A assessoria informou também que os vereadores decidirão na segunda-feira se convocarão ou não, havendo alguma possibilidade legal, o suplente. Caso decida afirmativamente, o ex-vereador Fabrício Lima e atual secretário municipal dos Esportes, na in-gestão de Amazonino cassado, deve assumir a vaga deixada por Fausto.

Hoje foi a vez de Carlos Souza ser afastado da PMM, que anunciou o cumprimento da decisão, faltando apenas entregar o documento oficialmente às mãos do vice-prefeito, que não compareceu à prefeitura, situada no bairro da Compensa.

Com estas decisões, o afastamento do clã Souza da vida pública vai se tornando definitivo. Eleitos com votações expressivas, sempre entre os primeiros, tendo o programa Canal Livre, na TV Rio Negro, de Chiquinho Garcia, como alavanca eleitoreira e controle do tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, entre tantos outros crimes, desde a queda do ex-deputado Wallace Souza, os outros dois tinham os dias contados. Com certeza, ainda haverá outros lances judiciais, mas o fim parece iminente.

TARIFA DE ÔNIBUS SOBE MAIS UMA VEZ EM MANAUS

Já não causa mais surpresa, pois desde o início de 2009 – início da in-gestão de Amazonino cassado -, já é a quinta vez que a passagem muda de preço na cidade de Manaus segundo os ditames judiciais. Um juiz dá parecer para que fique em R$ 2,10, outro para que suba a R$ 2,25.

Ainda que à população seja mais conveniente arcar com a tarifa menor, ambas as tarifas são igualmente arbitrárias, uma vez que as empresas de ônibus não prestam quaisquer contas sobre os serviços prestados na cidade, demonstrando a falta de autoridade e inexistência de qualquer controle por parte da Prefeitura Municipal de Manaus (PMM), deixando a população à mercê do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Estado do Amazonas (Sinetram) e dos empresários, tendo à frente o atual senador biônico Acir Gurgacz.

Não causa surpresa, mas sempre pega muitas pessoas desprevenidas, como o rapaz Jefferson, da rua Rio Jaú, onde se situa a sede da Afin, que saiu para receber seu PIS na Caixa Econômica Federal apenas com os R$ 2,10 e somente na hora de rodar a catraca soube do aumento. Sorte que contou com a compreensão de uma companheira que lhe doou os R$ 0,15.

MPE PEDE NOVAMENTE A REDUÇÃO DA TARIFA

O Ministério Público do Estado (MPE) ontem mesmo (22) entrou com um pedido junto ao Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) para que o valor da tarifa seja novamente reduzido para R$ 2,10 conforme a juíza Ida Maria havia decidido, pedindo ainda a revogação da liminar concedida à Empresa de Transportes Urbanos de Manaus (Transmanaus), que proporcionou a autorização para mais uma vez aumentar o preço da tarifa, penalizando ainda mais a população.

Há quem diga e com muito acerto que a pendenga vai longe, pois, na inoperância do poder municipal, o sistema de transporte coletivo de Manaus é tratado como por compadres que jogam amigavelmente uma partida de carteado em uma mesa viciada. Quem sofre é a população, que, além do preço exorbitante da tarifa, padece de um dos mais péssimos serviços do Brasil. E também quem diga que isso vai longe enquanto as retrógradas oligarquias que se alojaram no poder público há três décadas persevere na cidade de Manaus, no estado do Amazonas.

PT GANHA NO TSE DIREITO DE RESPOSTA CONTRA O DÉJÀ-VU DO VICE DE SERRA

O deputado federal do Dem, do Rio de Janeiro, Índio da Costa – cujo nome é uma ofensa para todas as nações indígenas -, movido por profundo impulso de irracionalidade, próprio de quem não experimentou em seus percursos alteridades de encontros para se tornar um ser socialmente cívico, proferiu que o Partido dos Trabalhadores (PT), partido da candidata que se encontra disparada nas pesquisas de intenção de votos, Dilma Rousseff, tem ligações com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e é ligado ao narcotráfico. Sendo logo seguido pela trupe reacionária, tendo como encenador o próprio Serra, vindo em seguida o presidente do PSDB, Sérgio Guerra, e parte do Dem, entre eles, o latifundiário, deputado do Dem, Ronaldo Caiado.

Na ordem da alucinação e do delírio, os acusadores, desesperados com a certeza da eleição já perdida, não lembraram que o “Orgulho do Amazonas”, senador Arthur 5,5% Neto, já havia, no tempo em que Fernando Henrique era desgoverno, dialogado com líderes da mesma Farc.

Na época, fim da década de 90, e posteriormente no começo de 2000, ninguém insinuou que o “Orgulho do Amazonas” tinha ligação com o grupo armado colombiano, e muito menos, sutilmente, afirmou que o senador do Cartão/Paris tinha ligação com o narcotráfico.

Provavelmente porque se sabe que o “Orgulho do Amzaonas”, criado como um satisfeito burguês, com direito a veraneios no sul maravilha, jamais teria tônus (Potência) para ser um guerrilheiro, ou mesmo um revoltoso contra os militares como fora o amazonense portuário Antogildo Paschoal Viana, morto na ditadura.

O “Orgulho do Amazonas” teve muitas oportunidades de sê-lo quando a ditadura militar que se apossou do Brasil entre os anos de 1964 a 1985. Foi muito tempo para se tornar pelo menos um líder estudantil do colégio particular salesiano Dom Bosco. Mas Arthur tinha outras “guerrilhas”. As amenidades da classe média indiferente. E, parafraseando a música do poeta-cearense Belchior, Arthur “sonhava” enquanto as “Dilmas” desesperavam.

O certo é que, sem Farc, ou Athur 5% Neto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu direito de resposta ao Partido dos Trabalhadores pelas acusações irracionais feitas pelo de “costa para a democracia”.

Agora, o site da direita da lúpen-burguesia, Mobiliza PSDB, terá que publicar durante dez dias a resposta escrita pelo Partido dos Trabalhadores. O PT havia pedido apenas seis dias de resposta, mas o ministro Henrique das Neves, do TSE, autor da decisão, resolveu dar dez dias em decorrência do fato de que nas eleições de 2002 o próprio PSDB, da coligação Grande Aliança, comandada pelo atual candidato derrotado por Dilma, Serra, haver usado a mesma prática de associar o PT às Farc e ao narcotráfico.

Naquele período eleitoral, o programa da direita obscurantista divulgava nas rádios e televisões que o candidato do povo brasileiro, Lula, fugia dos debates porque tinha medo de explicar os envolvimentos do seu partido com as guerrilhas colombianas, e o TSE proibiu a veiculação.

Hoje, da mesma forma que a direita geral que parasita o Brasil alucina dossiês do tipo Eduardo Jorge, conhecido da mídia desde o fim da década de 90, o vice de Serra, e a trupe macabra direitona, alucina o mesmo tema.

O déjà-vu da direita retrógrada, como já visto pelo povo brasileiro, só confirma a vitória de Dilma. Quando foi usado pela direitaça nas eleições de 2002, teve como elemento propulsor o desespero dela, que percebeu a derrota lhe engolindo. Da mesma forma como agora ocorre.

Se em 2002 não mudou o rumo da vitória de Lula, hoje, em 2010, jamais mudará a solidez da vitória de Dilma. “Que venham os impropérios e as sordidezas!”, proclama o eleitor democrata.

CORRUPÇÃO É COMBATIDA COM APOIO POPULAR

Participando da Conferência Latino-Americana sobre Responsabilidade Corporativa na Promoção da Integridade e no Combate à Corrupção realizada pela Controladoria-Geral da União (CGU), em São Paulo, especialistas representantes de governos latino-americanos que trabalham no combate à corrupção afirmaram que o combate à corrupção não é consumado apenas com a punição dos corruptos, mas, principalmente, com a participação ativa da força popular.

O governo sozinho não tem condições de dar grandes passos. É necessário a ajuda da comunidade”, considerou Carolyn Ervin, diretora de Assuntos Financeiros e Empresariais da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Para ela, é difícil para qualquer país conter a posse do dinheiro público sem a participação do apoio público.

Todos acreditamos que a corrupção deve ser combatida e erradicada, mas poucos se constrangem ao dar 10 dólares para um policial quando é pego sem um documento qualquer”, observou o secretário de Transparência, o equatoriano Juan Sebastián Roldán, para quem só desenvolvendo o sentido social crítico da população é possível acabar com a tolerância à corrupção.

O grande problema da corrupção ocorre no momento em que a população a toma como um fato comum, e a partir de então torna-se resignada, visto que para ela a corrupção passa a ser normal. Essa a opinião de Salvador Vega-Casillas, ministro da Administração Pública do México.

No Chile, pesquisa realizada entre empresários mostrou que as principais causas para condutas desonestas são: sistema judicial ineficiente, sanções irrisórias, falta de transparência em decisões públicas, procedimentos administrativos inadequados e baixos salários dos funcionários.

Também os empresários acreditam que as causas para impunidade são: complexidade do tipo de crime que muitas vezes é difícil encontrar provas, a demora na apuração, a irresponsabilidade de chefes e superiores, a falsificação de documentos, sanções leves e a falta de denúncias.

Para a advogada Paola Callieri Larrañaga, da Superintendência de Valores e Seguros do Chile, que entende que é mais barato controlar a corrupção que investigação de atos ilícitos, “apenas 15% dos casos são denunciados e, desses, apenas 50% resultam numa penalidade. Por medo de represálias ou por não terem provas”.

HUGO CHÁVES ROMPE COM A COLÔMBIA

Não nos resta, por dignidade, mais do que romper totalmente as relações diplomáticas com a Colômbia e isso nos corta o coração. Eu anuncio com uma lágrima no coração que rompemos todas as relações com a Colômbia”, declarou o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

Chávez anunciou o rompimento com a Colômbia depois que soube que o embaixador colombiano, Luis Hoyos, afirmou em reunião da Organização dos Estados Americanos (OEA), que mil e quinhentos guerrilheiros se encontram em acampamentos no território venezuelano e todos armados.

Apresentando fotos, afirmando serem dos guerrilheiros das Farc na Venezuela, o embaixador da Colômbia pediu que uma comissão internacional visite o que ele acusa de ser acampamento de guerrilheiros.

Por sua vez, o embaixador da Venezuela, também participando da reunião, Roy Chaderton, protestou, dizendo que as fotos não podem comprovar se se trata de território da Venezuela ou da Colômbia. Depois pediu que outra comissão visite as bases militares dos Estados Unidos na Colômbia.

UMA “PESSOA FANTÁSTICA” E UM “DEFENSOR DO SUL”

Quando Chávez fez o anúncio do rompimento de relações com a Colômbia uribista (há que se diferenciar as colômbias), quem estava do lado dele era nada mais nada menos que o craque Diego Armando Maradona, que está, como Chávez afirmara domingo passado em seu programa de televisão, em visita ao país bolivariano.

Comprometido com as mesmas lutas, dentro e fora dos campos, os afetos alegres liberados no abraço fraterno e nas palavras trocadas foram intensivos para ambas as singularidades.

El Díez disse que Chávez é “uma pessoa fantástica” e que o “admira desde sempre”. “Para mim é realmente um orgulho poder estar ao lado do presidente Chávez, porque ele luta pela gente, por seu país, por seus ideais e estou com ele até a morte.”

O bolivariano presidente, por sua vez, estendeu a importância da visita de Dieguito para toda a coletividade venezuelana. “Todo o povo venezuelano te admira desde sempre, você é um defensor do sul.”

Maradona, que ia para uma rápida visita, apenas para cumprimentar o amigo, a pedido de Chávez, permanecerá esta semana na Venezuela a fim de acompanhar o início do torneio de futebol feminino dos Jogos da América Central e do Caribe Mayaguez 2010.

Em agradecimento, Chávez agradeceu bem humorado: “Te consideramos venezuelano, Diego. Argentinos, não fiquem com ciúmes.”

Há poucos dias, dizíamos neste bloguinho que Maradona está um homem jovem, íntegro, bonito, inteligente, alegre e amoroso. Acrescentamos agora mais três: lúcido, ético e politicamente engajado.

PESQUISA VOX POPULI/BAND CONFIRMARÁ PESQUISA DO PT

A pesquisa contratada pela Rede Bandeirantes ao instituto Vox Populi para ser divulgada no jornal da noite, ou amanhã, foi vazada e já se encontra na rede e na consciência e boca do povo.

Segundo o instituto Vox Populi, a candidata do presidente do Brasil, Lula, do Partido dos Trabalhadores, dos partidos aliados e da maioria do povo brasileiro, Dilma Rousseff, aparece com 43% das intenções de voto, Serra com 37% e Marina com 8%.

Dessa maneira, a pesquisa Vox Populi/Band, como primeira pesquisa oficial da campanha, confirma a pesquisa interna realizada pelo Partido dos Trabalhadores, onde Dilma Rousseff, candidata do povo brasileiro, aparece com 43% e Serra com 36%. A diferença de 1 ponto em relação à pesquisa do Vox Populi/Band, em Serra, é respondida pela margem de erro.

Foram entrevistados 3.000 eleitores entre os dias 17 e 20 de julho. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual.

A ESTUPIDEZ DA EXACERBAÇÃO DISCIPLINAR NAS ESCOLAS DE MANAUS

O indivíduo não cessa de passar de um espaço fechado a outro, cada um com suas leis: primeiro a família, depois a escola (“você não está mais na sua família”), depois a caserna (“você não está mais na escola”), depois a fábrica, de vez em quando o hospital, eventualmente a prisão, que é o meio de confinamento por excelência.” (Sobre as Sociedades de Controle, Gilles Deleuze)

Qualquer pessoa, como se diz, em sã consciência, que se deparar com uma lei contra indisciplina e violência aprovada no sentido de coibir o uso de “aparelhos eletrônicos estranhos à rotina”, “telefones celulares”, “palm tops e similares, bem como os aparelhos receptores de rádio e outros sonoros afins” e até “o porte de armas de qualquer natureza” acreditará que se tratará de uma lei destinada a uma instituição prisional. Poderiam ser códigos de conduta para Bangu I e II (não confundir com o time de futebol carioca), por exemplo?

Errado. São prescrições constantes no Projeto de Lei nº 311/2009, do vereador Massami Miki (PSL), aprovados pela Câmara Municipal de Manaus (CMM) na segunda-feira (19), determinando a “adoção pelo município de medidas preventivas para deter a indisciplina e a violência escolar na rede municipal de ensino”.

Certo. Poderiam ser, pois como demonstra Michel Foucault sobre os “grandes meios de confinamento” da sociedade disciplinar – a partir do qual Deleuze inferiu o enunciado-epígrafe acima -, seus visíveis códigos podem até sofrer uma pequena variação de grau, mas são de mesma essência. (Com isso, este bloguinho intempestivo não quer de forma nenhuma paliar a estupidez de Massami e de todos os vereadores, uma vez que o projeto foi aprovado. Ao contrário, deixar claro, além da estupidez, a paliação retrógrada generalizada na CMM.)

Acontece que os dois amigos filósofos sabiam que essa sociedade disciplinar, com suas “máquinas energéticas” (corpo e maquinaria), seriam apenas um entreato entre as antigas sociedade de soberania (“máquinas simples, alavancas, roldanas, relógios”) e as sociedades de controle, que “operam por máquinas de uma terceira espécie, máquinas de informática e computadores”.

Na sequência da linha: celular, iPod, mp3, mp4, blutuf, infra-vermelho, iPhone, PC… Cada um com milhões de modelos e zilhões de funções. Hoje, na periferia da periferia do Terceiro Mundo, Manaus, um garoto de 12 anos em duas semanas monta e desmonta e ‘incrementa’ e opera um computador diante dos olhares estupefatos de seus pais tal qual os pais destes viram pela tv o homem pisar na Lua.

Muito reproduzido entre os deleuzianos, poucos observaram a forma como Deleuze faz o poder provar de seu próprio veneno como uma cobra que morde o próprio rabo, quando ele acrescenta à sociedade de controle que o “perigo passivo é a interferência, e, o ativo, a pirataria e a introdução de vírus”.

Algum leitor intempestivo, sorrindo, pode perguntar: “Mas o bloguinho quer que os vereadores de Manô compreendam esse papo filopedagógico?” Em sua inteligência intempestiva, sorrindo mais ainda, saberá: “Este bloguinho não mantém nenhuma expectativa quanto aos vereadores de Manô, e é evidente que não faz qualquer composição com estes medíocres edis. Quanto mais que está nas ruas, nas escolas, comunidades, no mundo inteiro, cosmicamente, onde é possível fazer alegres composições democráticas.”

A VOLTA DO CIPÓ DE AROEIRA NO LOMBO DE QUEM MANDOU DAR

Afora a exacerbação das estupidezas do projeto do vereador Massami – por exemplo: em que situações era permitido antes de seu projeto o porte de armas de fogo no ambiente escolar? -, sabe-se que não são poucos os sistemas educacionais que apelam para a normatização disciplinar como forma de tentar proibir o que compreendem menos do que aqueles que não acreditavam que o homem chegara à Lua, com a diferença que a Lua estava a uma considerável distância, enquanto os misteriosos aparelhinhos estão ali no quarto do filho, na carteira do aluno. Mas se a maior distância é a daquilo que estamos próximos e não compreendemos.

Muitos dizem que a escola não deu certo. Vamos além: ainda bem que não deu certo. Sabe-se que a escola, enquanto instituição, sempre foi um meio de confinamento do Estado, onde se forjavam, a partir da planificação de corpos e mentes, suas verdades e realidades. Quando a multidão escapou/escapa, heterogeneamente, da sociedade disciplinar, a escola tentou/tenta, em uma nova sociedade, de controle, segundo Deleuze, implementar novas formas de dominação e outras adaptadas das velhas sociedades de soberania: “as formas de controle contínuo, avaliação contínua, e a ação da formação permanente sobre a escola, o abandono correspondente de qualquer pesquisa na Universidade, a introdução da “empresa” em todos os níveis de escolaridade”.

Quando a instituição escolar, em sua impotência, falha nessa sociedade, não conseguindo manter o seu papel juramentado com o deus Mercado, é preciso retroceder covardemente às formas disciplinares. (Por que não impediram a venda dos aparelhinhos? Porque tinham um pacto na mesma ordem.) Se pudessem, voltariam aos tempos da palmatória e do cipó de aroeira, que estão, neste retrocesso, apenas disfarçados. Cadê o Conselho Tutelar, o Juizado da Infância e Adolescência? Ou isso não é caso de violência contra a infância e a adolescência?

Mas esse tipo de transposição da responsabilidade do Executivo (prefeitura) para o Legislativo (câmara municipal), no caso da aprovação de uma lei já contemplada em outros dispositivos legais que não lhe conferiram cumprimento, serve mais para uma visibilidade da Lei a fim de fortalecer os métodos de coerção do Estado. No entanto, é provável (apenas para não dizer com certeza) que seja inócuo pelo menos por dois motivos.

Primeiro porque toda Lei que atinja uma grande coletividade – mesmo que seja para o seu “mal” -, em Manaus, acaba por não ser cumprida. A inobservância da lei se observa, por exemplo, na quantidade de passageiros que podem transitar, legalmente, em um ônibus coletivo. Só que os passageiros suportam (suportar é estar em conivência); as crianças e adolescentes, não. Além de que estarão apoiadas por seus pais, que usam celulares, por exemplo, e os têm como aparelhos utilitários, e que compram os aparelhinhos para presentear seus queridinhos nos seus aniversários.

E segundo, porque as punições, se ocorrerem, acabarão por ser insustentáveis, embora saibamos que os enunciados de violência possam se repetir. Quais as penas previstas? Advertência, suspensão, reprovação, transferência, expulsão, confinamento… É até uma incongruência num momento em que os próprios os governos reclamam a melhoria dos índices educacionais, principalmente no tocante à grande evasão, principalmente como forma de auferir maiores verbas para a área educacional.

Além de não conseguir, pois a disciplina foi suplantada, vão levar no lombo o cipó da aroeira. A não ser que seja apenas que a “nova” Lei sirva apenas como paliativo para disfarçar alguma irresponsabilidade em modernizar a educação no estado do Amazonas (Braga/Omar), na cidade de Manaus (Amazonino) até segunda ordem, mantendo o decadente sistema educacional ainda na forma disciplinar.

CARCEREIROS VS. EDUCADORES

No caso do projeto de Massami, sua desatualização é tal que a justificativa mais convincente que ele encontrou foi uma “pesquisa realizada [provavelmente pelo “insuspeitíssimo” instituto de Montenegro] no Estado de São Paulo onde, por conta de iniciativa como essa, a indisciplina em sala de aula diminuiu 26,4% e a criminalidade dentro das unidades e no entorno caiu cerca de 20%”. Por tal, o vereador afirma que “há como reverter os índices da violência escolar. Fortalecer a comunidade e promover sua participação social e política pode ser o primeiro passo na resolução de muitos conflitos”.

Levando-se em conta tão desbaratada e alienígena justificativa, parece que a condição de refém em que a dupla PSDB/DEM, em 16 anos de des-governo no estado e na cidade de São Paulo, foi colocada perante o PCC é apenas peça de ficção da oposição, que tem na insegurança aí instalada justamente um dos maiores trunfos de campanha eleitoral atualmente contra Serra e Kassab.

Mas aqui, assim como em muitos outros lugares onde aprovam projetos tão estúpidos quanto este, ao contrário do que se espera, a violentação maior não é contra os alunos-infratores, mas na arregimentação dos professores para atuar como carcereiros nas escolas municipais. Afinal, quem vai cumprir a ordem de vigilância integral? Por acaso a Prefeitura de Manaus vai arcar com o soldo de um segurança especializado em cada porta de sala de aula? Ainda que pareça absurdo, para o poder instituído – não somente em Manaus – isso não ocorre devido aos dispêndios salariais, senão… Senão no capítulo O Carcerário, o último da quarta e última parte do seu conhecido Vigiar e Punir, Foucault diz que, na sociedade disciplinar, quanto à função do “arquipélago carcerário, ele transporta essa técnica penal para o corpo social inteiro” e, segundo o filósofo, sua “extensão bem além da prisão legal é que ele consegue tornar natural e legítimo o poder de punir”. A CMM quer, dessa forma, transformar os professores municipais em carcereiros pós-modernos por métodos ultra-retrógrados. Aceitarão?

Para os educadores, não interessam as superfluidades das novas mídias – assim como das antigas/antiquadas -, assim como não se submeterão às “novas” regras carcerárias. Um educador afinado, por exemplo, fez uso de celulares com câmera, há dois anos atrás, para fazer um atividade científica/social/política sobre as condições dos igarapés do bairro Monte Sião, na zona Leste de Manaus. Assim como atualmente um outro educador está utilizando estes aparelhos (celular, mp3, entre outros) para realizar atividades práticas a partir dos entendimentos sobre as vanguardas europeias. O próprio cantor/educador (bem distante do alienado Caetano) Gilberto Gil, quando ministro da Cultura, utilizou apenas um celular para fazer clip de uma de suas músicas. São infinitas as possibilidades.

Só quem quer que as coisas continuem do mesmo jeito, uma vez que não percebem a inteligência dos alunos e não acreditam na existência de professores-educadores são a Prefeitura de Manaus e o Governo do Estado, que estão preocupados apenas no alavancamento disciplinar dos índices do Ideb e do Enem sem que isso comprometa ao mínimo o orçamento educacional, e ainda querendo, mesmo que à força, aumentá-lo.

O que tanto os gestores governamentais quanto os possíveis “novos” carcerários não verão é que nenhuma violentação conseguiu, em qualquer época, tolher o movimento intensivo, a criatividade das crianças, devir-criança, e nunca capturarão a elas e aos educadores em suas proximidades com elas, criando, com inteligência e ternura, no espaço escolar possibilidades constituintes incapturáveis, coisa que os adultos instituídos de poder e corrupção não compreendem.

DILMA MOSTRA INTELIGÊNCIA E TERNURA EM ENTREVISTA NA TV BRASIL

Dilma Na TV Brasil

A candidata do presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores, dos partidos aliados e da maioria do povo brasileiro, Dilma Rousseff, em entrevista na noite do ontem, dia 21, no Programa 3 a 1 da TV Brasil, mostrou porque encontra-se na preferência do eleitor brasileiro como a mulher que deve governar o Brasil.

Em total descontração e mostrando fino trato com os entrevistadores, respondendo às perguntas, fazendo inferências com clareza sobre temas vários, Dilma Rousseff se mostrou uma mulher profundamente conhecedora dos temas políticos do Brasil e do mundo globalizado, ao mesmo tempo que apresentou novas formas de criar outras expressões políticas necessárias ao desenvolvimento do país.

Dilma Rousseff falou sobre educação, mídia, carisma de Lula, política tributária, as potências das mulheres, entre outros temas. Aqui alguns trechos de sua entrevista.

SOBRE A EDUCAÇÃO

A educação será um dos fatores de maior inclusão daqui para frente. É com a educação de qualidade, que está baseada na valorização do professor, que está baseada em salários decentes para o professor e em formação continuada. O que eu acho é que o Brasil pode ser uma economia desenvolvida nessa década que começa em 2011. Para isso quero ser presidente do Brasil.

Não dá para falar da qualidade de educação e não dar formação continuada para os professores, não dar, uma coisa que eu acho gravíssima, a valorização da profissão. Como é que um jovem que está estudando matemática vai ser professor se, por exemplo, no estado mais rico do país ele ganha R$ 1.800. Nós precisamos de professores de matemática, física, biologia e de química. Nós precisamos capacitar nossos professores. O salto que nós podemos dar de agora para o futuro e nos transformar em um país efetivamente desenvolvido passa por uma valorização social do professor. Só tem um jeito de fazer isso: pagar salários adequados.

Não se faz educação de qualidade só com laboratório, só com prédios melhores. Só se faz de um jeito, valorizando o professor. Primeiro, formando-o bem. Segundo, pagando bem para atrair as pessoas mais capacitadas para começar a formar os jovens e as crianças deste país”.

SOBRE ESTRUTURA TRIBUTÁRIA

Temos uma estrutura tributária caótica. Acho que o Brasil está na faixa média de carga tributária. No entanto, a gente tem que procurar a melhoria da relação entre serviços prestados e tributos cobrados. Ela ainda não saiu inteiramente, mas está saindo de forma acelerada dessa questão da crise fiscal, que, em 1982, levou a uma política fiscal de aumento de imposto forte nas despesas e baixíssima qualidade do gasto público.

Basta dizer que o Brasil perdeu a cultura do investimento. Temos de atender às necessidades de uma parte da população que foi condenada à exclusão social e que recém começa a sair e necessita de serviços públicos de qualidade para sair completamente. Você precisa garantir o aumento de produtividade sistêmica em relação ao setor privado. A questão de você reduzir um imposto sobre investimentos é uma questão da melhoria da competitividade do Brasil, vai resultar em um aumento da base de arrecadação. Muitas vezes, ao desonerar, você amplia a arrecadação, você diminui.”

SOBRE MÍDIA

É inadmissível a censura à imprensa. Alguém usar de sua posição para telefonar para diretor de jornal para pedir para punir jornalista é censura [ela se referia ao Serra que tem este costume]. Sou rigorosamente contrária a isso. Não existe controle social no conteúdo. O que há hoje no Brasil é controle do que é público. Há uma legislação sobre cabo, sobre telefonia, há decreto sobre TV digital baseado em uma lei. O que se discute ainda é se a telefonia participa ou não da rádio difusão.”

SOBRE O CARISMA DE LULA

O presidente é um homem muito especial. Não é à toa que no meio de tantas lideranças internacionais ele foi considerado pelo presidente dos Estados Unidos como “o cara”.

Eu tenho certeza que, comparativamente, o menor carisma que eu tenho em relação a ele, eu tentarei compensar com muito trabalho. Vou trabalhar dia e noite. Ele tem uma imensa capacidade de envolvimento, de persuasão, ele é uma pessoa que sabe escutar.

Eu quero te dizer o seguinte: aprendi muito com ele nessa trajetória. Eu trabalhei ao lado dele diuturnamente, muitas vezes até altas horas da noite, nesses sete anos e meio. Não tenho a menor pretensão de substituir o presidente. Ele é único. Eu sou outra pessoa. Tenho as minhas características. Agora, acredito que vou poder dar uma contribuição muito grande, porque eu vou honrar o legado dele para mim. Qual é o legado dele? É o que ele mais ama na vida, que é o povo brasileiro. Vou cuidar do povo brasileiro. Eu vou fazer isso. Esse é meu compromisso.”

A entrevista em sua íntegra pode ser assistida em vídeo do Programa 3 a 1 da TV Brasil.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.103 hits

Páginas

Arquivos