SORTE DE SERRA: NÃO HOUVE DEBATE, E HOUVE LIBERTADORES

O significado político do conceito debate está diretamente ligado aos movimentos da dialética. As matérias são apropriadas pelos sujeitos do debate, analisadas em formas de diálogos opostos, e sintetizadas para, então, como ideias, serem conhecidas. Ou seja, há sempre necessidade de ideias opostas para servirem de revelação do que se esconde nos discursos. Principalmente falsos discursos dominantes que se pretendem ser tomados como verdadeiros. Dessa forma, o debate é sempre revelação de conhecimento. Aí seu princípio epistemológico.

Outro princípio do debate é o da temporalidade. Como as ideias são matérias constituídas historicamente através das experiências políticas (Política como devir criador) dos sujeitos, a temporalidade por si mesma desfigura a força cerceadora do tempo pulsado. Significa que o tempo do debate não pode ser submetido ao tempo pulsado dos afazeres ordinários dos sujeitos/debatedores. Pois a temporalidade é fluir livre para que o conhecimento se manifeste depois de sucessivas alternâncias de ideias como oposições de proposições.

Carregando esses dois princípios do conceito de debate, pode-se afirmar, sem nenhum medo de equívoco ou erro, de que há muito tempo no Brasil não existe debate entre candidatos aos cargos eletivos promovidos pelos meios de comunicações como eles alardeiam. O que há é uma exposição de tendências em que, dependendo do candidato, podem ser tomadas pelo público como verdadeiras ou não, necessárias socialmente ou não.

A PROPAGANDA ENGANOSA DO DEBATE

No caso específico da Rede Bandeirantes, que alardeou um debate entre os candidatos à disputa ao cargo de Presidência da República, o que ocorreu foi exatamente não mais do que uma exposição de tendências entre os candidatos controladas nos momentos de suas enunciações pela limitação do tempo imposta pelos organizadores do evento.

Assim, empobrecidos nas exposições das tendências, por não carregarem os princípios dialéticos, e limitados pela opressão do tempo pulsado, o que configura a inexistência do debate, quem mais perdeu foi o candidato que mais precisava – coisa que se houvesse debate verdadeiro seria pior -, o candidato da lupem-burguesia, José Serra. Como Serra tem dificuldade de encadear conceitos que possam forçar a emergência de corpos epistemológicos que ao serem ouvidos pelos adversários possam criar dificuldades de decodificação/intelectiva, ele fez uma péssima exposição de suas tendências. Uma verdadeira exposição do já sabido que não chega no público como vontade. Ou seja, como necessário. Logo ele que precisa de um milagre.

Mas não foi só essa entropia/intelectiva que Serra apresentou que serviu para ser tido como um malsucedido, foi também sua facilidade para se acomodar no tempo pulsado imposto pelo programa. Pobre em encadeamentos das ideias, Serra se afundou no tempo limitado, o que ficou bem visível ao público. E que possibilitou a esse público confirmar sua decisão em não tê-lo como candidato, visto que nada foi apresentado por ele. Nada que pudesse ser tido como verdadeiro. Piorando mais ainda quando ele apelou para sua filha, a lembrança de sua família e seu passado, ensaiando um choro que, por não ser real, desenhou um figura caricata de um afeto sem nenhuma importância para os eleitores.

Já no caso da candidata do presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores, dos partidos aliados, e da maioria do povo brasileiro, Dilma Rousseff, se deu exatamente o contrário. Dominando o conceito do que vem ser debate na TV, e o conceito de tempo/opressor/empresarial, Dilma mostrou suas tendências só para confirmar o que já é real como política no governo Lula, e tentou considerar algumas de suas opiniões quanto à subjetividade econômica/social fundamental à vontade do povo brasileiro, sem se preocupar com a tirania do tempo pulsado imposto pelo canal de televisão. Dilma foi tão somente uma candidata leve, posto que só se preocupou em ser honesta no papel que estava apresentando no pseudo debate.

Quanto à candidata Marina Silva, do Partido Verde, pode-se também afirmar que foi convicta no que acredita e expôs suas tendências sem nenhuma exacerbação fraseológica. Usou o tempo que lhe fora dado para se mostrar mais aos eleitores com fidelidade.

Por seu lado, o candidato do Partido Socialista e Liberdade, Plínio de Arruda Sampaio, um homem íntegro, detentor de uma inteligência ímpar, e perseguição moral chegando quase à compulsão, fez sua exposição de tendências muito próximas do que lhe fez fundar seu ex-partido, PT.

Convicto do valor do sistema socialista como a única via para socialização popular, Plínio de Arruda também foi honesto e tratou o evento como boa oportunidade para divulgar seu partido e os candidatos que disputam os poderes Legislativo e Executivo.

No mais, embora sendo o que levou a pior, Serra teve sorte não só porque não houve debate, mas também porque houve transmissão direta da partida entre as equipes do São Paulo e do Internacional pelas Libertadores. Como a emissora patrocinadora do evento teve baixa audiência, Serra foi visto por poucas pessoas, assim se livrou de ser avaliado por essa parte do público como um candidato que não pode saber que o Brasil pode mais.

Ademais, como a maior parte dos eleitores do Brasil sabe o que Dilma pode, para ela nada importou se houve ou não Libertadores.

3 Responses to “SORTE DE SERRA: NÃO HOUVE DEBATE, E HOUVE LIBERTADORES”


  1. 1 ex-aluno sexta-feira, 6 agosto, 2010 às 8:34 am

    Marcos José,

    AHAHAAHAHAHAAHH sem sombra de duvidas vc é muito engraçado, faz uma opinião baseada em uma paixão partidária, que analisa os fatos sempre com tendência de ver o opositor como derrotado e inimigo a ser aniquilado e a sua candidata como a santa que nunca erra, parecer verdade….acho que isso se chama vontade de verdade.( essa é uma característica da Intelectu-alha que vendeu a crítica intelectual a paixão de ser pai de um partido).

    Apesar do treino de Dilma, ela gaguejava sem para (éé´´eééeééé´) trocava palavra, parava no tempo e passava do tempo e tropeçava no tempo pulsado (que é regra do programa). Mas o que mais me impressiona é a desfaçatez com que a candidata da Lupem-burguesia-partidaria-sindical Dilma usa e lança, quando esta perdidinha da silva, números falsos. Como por exemplo, no caso da eletrificação e da valorização do salário mínimo, por isso far-lhe-ei um favor mandando os dados VERDADEIROS, fornecidos pelo IBGE.

    índice de lares com energia elétrica, segundo o IBGE:
    1996-79,9%
    2002-90,8%
    2008 – 96,2%

    Em 1996, segundo ano do governo FHC, a luz chegava a 79,9% dos lares brasileiros; quando o tucano deixou o poder, a 90,8%: um avanço de 12,64% em seis anos. Também em seis anos, o avanço no governo Lula foi de 5,94%

    O aumento real do salário mínimo não foi de 74%, como afirmou Dilma no debate, repetindo mentira de Lula no discurso do Primeiro de Maio. O aumento real foi de 49,5%. Nos oito anos do governo FHC, numa conjuntura internacional adversa e com a economia crescendo menos, o aumento real do mínimo foi de 47,4%. A política de aumento real TAMBÉM começou no governo passado!!!

    Parece que esse abraço do carrasco é por traz e que só muda, para melhor, o mundo, pessoal, dos ptstas.

    Obs. O lema do pode mais é do cândida oposto…ou já estão se apropriando dele também?

    Abraço

  2. 2 Nem aluno nem professor sexta-feira, 6 agosto, 2010 às 2:12 pm

    Não conheço nem o ex-aluno nem o professor
    Nunca fui no Amazonas. Um dia, quem sabe!
    Também não conheço muito de números
    O que sei é que nosso país não é mais submisso ao FMI
    Que em todos os pontos e lugares o Brasil está muito, mas muito mesmo, melhor do que naquele tempo da quebradeira (é não de coco) do Fernando Henrique
    Só o meu estado, São Paulo, que não está tão melhor porque o Serra e sua turma estão aqui faz quase 20 anos
    Se ele ganhar, ou melhor, se ganhasse ia serrar o Brasil
    Bjus aos dois e a todos…………..

  3. 3 pos-aluno sexta-feira, 6 agosto, 2010 às 3:17 pm

    O FMI nada é de que um banco onde se pede dinheiro, em contra partida o banco pede que vc tenha mais juízo com os gastos público (vide lei de responsabilidade fiscal) e sem duvida estamos melhores,sim, mas em virtude do que…de uma coisa chamada estabilidade monetária (plano real) e a domesticação da inflação.

    Quanto a economia de hoje ser melhor que a de ontem pode ser explicada pela biologia e pelo simples fato de que vc já foi uma criança pequena e frágil e que com o passar dos anos, uma boa alimentação e um pouco de juízo…vc se tornou um adulto capaz…..mas é engraçado Ptista dizendo que já nasceu adulto…que não teve de passar pela faze de estruturação (estabilidade monetária)….mas no fundo no fundo estou torcendo para a Dilma e os petistas…eles são mmuuuuuuuuuuito engraçados e me fazem rir a beça…
    abraços


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.092 hits

Páginas

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: