Arquivo para 19 de setembro de 2010

!!!!! O MUNDO É GAY !!!!!

A candidata eliminada no Miss Itália por ser transexual e o fim do eterno feminino

Chamam-me Agrado, porque a vida inteira só aprendi a tornar a vida dos outros agradável. Além de ser agradável sou muito autêntica. Olhem só que corpo! Tudo feito sob medida. Olhos amendoados: 80 mil. Nariz: 200 mil. (Jogados no lixo; no ano seguinte ficou assim depois de outra surra. Sei que me dá personalidade, mas, se soubesse antes, não mexeria neles.) Vou continuar. Peitos, dois, (porque não sou nenhum monstro): 70 mil cada um; mas eles já estão superamortizados. Silicone nos lábios, testa, maçãs do rosto, quadris e bunda. O litro custa uns 100 mil. Calculem vocês, porque eu já perdi as contas. Redução da mandíbula: 75 mil. Depilação definitiva a laser (as mulheres também vêm do macaco. Até mais do que os homens): 60 mil por sessão. Depende da cabeluda que se é. O normal é entre duas e quatro sessões. Mas, se é uma diva do flamenco, precisará de mais, claro. Bem, como eu estava contando, sai muito caro ser autêntica. E, nestas coisas, não se deve ser avarenta. Porque nós ficamos mais autênticas quanto mais nós nos parecemos com o que sonhamos que somos.

No clássico Tudo sobre minha mãe, de Pedro Almodóvar, a travesti Agrado faz uma descrição da preparação de seu corpo para se tornar uma bela travesti. Almodóvar, ao mesmo tempo que debocha da sociedade de consumos e seus padrões de beleza, faz uma demonstração simples da vida de uma travesti. Isso em 1999, mas até hoje as travestis continuam causando emoções extremadas de fascínio e ódio. Não é à toa que é o grupo LGBT que mais sofre com a homofobia. No entanto, um grande campo de prostituição se abriu para as travestis, sendo seus clientes, como demonstram diversas pesquisas em todas as regiões do Brasil, homens classe-média, casados e que querem, na maioria dos casos, ser também ou, às vezes, somente passivos na hora da transa. O segredo do fascínio das travestis, e da prostituição das travestis, estaria aí, escondido sob o biquíni. O que causa a homofobia contra as travestis, na maioria dos casos, é o sentimento de culpa, após o gozo, de homens falso-moralistas que não suportam terem desvelado sua tara secreta.

No caso das transexuais, em duas situações nos últimos anos tem havido controvérsias: no esporte e nos concursos de beleza. A questão é se as trans podem ser consideradas mulheres. Sabe-se que a diferença genital não é mais problema para a medicina pós-moderna. Um pênis pode ser transformado numa vagina e vice-versa numa cirurgia de mudança de sexo que, no Brasil, pode ser agendado no próprio Sistema Único de Saúde (SUS). Que glória! É o respeito à diversidade no governo Lula.

Mas o entendimento moral capitalístico não suportou sua exacerbação. Já houve alguns casos de esportistas que foram eliminadas por serem transexuais. Quanto ao outro caso, já os houve também, sendo o mais recente da candidata a miss Itália, Alessia Mancini, representante da cidade de Lazio, que foi eliminada do concurso para eleger a italiana mais bela por ter sido descoberto que ela seria transexual.

Alessia chorou aos borbotões, mas seu choro não foi ao chão em vão. A cada destes casos vai-se colocando cada vez mais o conceito de beleza feminina clássica.

As mulheres já haviam inventado todas as formas de ficarem “belas” a partir de truques cirúrgicos. Grande parte, pode-se dizer, para adaptar-se justamente aos padrões falocráticos de beleza. Exacerbaram-se todos os fetiches. Antes alguns homens tinham fetiche por pés, outros por seios, por pescoço, joelho… no Brasil, nada como a bunda. Devido a plásticas, silicone, lasers, aparelho, cremes, lipo… uma só mulher pode adaptar no corpo todos os objetos fetichizantes masculinos. Se o nariz é oblongo, plástica; se o seio é pequeno, silicone, se o arcada dentária é arqueada, aparelho; se a bunda é reta… Se assim é, por que aquelas que resolveram operar uma verdadeira mudança completa, mudando seu próprio gênero, não podem participar?

A resposta é simples. Porque acabariam com o lucrativo jogo em torno da manutenção do eterno feminino. Mas, em seu choro, Alessia é na verdade a única vencedora. Mesmo que a miss Itália seja eleita a miss Universo, não será reconhecida em sua beleza como foi Alessia Mancini. E não faltam candidatos no mundo todo interessados em enxugar suas lágrimas e apresentar à bela seu ombro largo e seu amoroso coração.

Por trás e pela frente, uma boa notícia: O eterno feminino não existe mais!

Beijaço Gay na esquina da Paulista com a Augusta

Desejoso, amado e prolongado Beijaço. Um ato produzido pelos militantes do Movimento Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgêneros (LGBTs), ontem, domingo, nas esquinas da Avenida Paulista e Rua Augusta, em São Paulo, contra a discriminação da igualdade civil no casamento.

Ato para estimular os candidatos dessas eleições em se comprometerem com esta causa que envolve toda a sociedade brasileira.

Para que serve essa sua “realidade”?
Raso realismo, o de vocês.
O argumento da experiência reservada
…………………….é um mau argumento
reacionário.
…………………….…..Gilles Deleuze

O GUETO NAZISTA NA PERVERSA CAMPANHA DE ALGUNS CANDIDATOS

Freud diz que a perversão é o desvio do desejo de seu objeto. Um deslocamento de direção ao corpus essencial que é substituído pelo fetiche. Um outro que simula a satisfação como se fosse o singular. Marx conceitua o fetiche como o absurdo do capitalismo travestido como dinheiro. O valor da mercadoria que oculta, por supressão, a exploração da força de produção. Ou seja, na perversão o que é manifesto nunca é o real.

Como na democracia o Direito Comum é o resultante da produção de todas as potências dos cidadãos dirigidas como desejo à satisfação de todos, o pletos, a perversão da democracia se manifesta onde alguns procuram usufruir do que é de todos em benefício próprio. No caso, os ditos políticos que enriquecem e garantem suas sinecuras, armando armadilhas para o povo (Spinoza), usando o nome democracia como desejo de todos para ocultar suas perversões. Um culto pervertido dos candidatos que carregam corpus corrompidos. Seus estados de degeneração.

Mas os candidatos pervertidos não alcançam seus objetivos espúrios se não se dedicarem ao compulsivo ritual de manutenção de seu objeto de satisfação. Se não mantiverem a parcela necessária aos seus interesses de sujeitos no imóvel estado de sujeitados. Vítimas sempre dispostas a serem usadas como objetos de seus lucros. O estado de gueto. Não o gueto como apenas um território perceptivo onde se encontram indivíduos privados de bens necessários. Mas gueto no sentido nazista, onde os indivíduos condenados ficam à espera da hora da execução. O território onde acabam todas as perspectivas do homem. Onde seu olhar tem apenas uma dimensão: a morte. Para Marx, o lupemproletariado.

Esse, o gueto onde atua a perversão desses candidatos. Situação ontológica de total malogro existencial. Topos que abastece continuamente a sanha perversa desses candidatos que para serem eleitos alimentam todos os dias esses aprisionados com migalhas para que eles se mantenham esperançosos e em todas as eleições sejam usados através de seus votos como forma de pagamento.

Vários são os instrumentos usados por esses candidatos pervertidos para vitimar seus eleitores. Vai desde uma simples promessa em forma de uma palavra de um esperançoso alento até o uso de dinheiro. Entretanto, existem dois instrumentos que são usados todos os “santos” dias como forma de manutenção do gueto. As pseudo- igrejas e os meios de comunicação, principalmente a televisão. Igrejas que não se sustentam na mais simples análise teológica e que, além de usarem seus pastores como candidatos, servem de cabo-eleitoral àqueles candidatos, também pervertidos, que não são de suas igrejas, mas são de suas confianças.

Adaptando a palavra bíblica para suas condições particulares de ganância, esses disangelistas – os que trazem a má notícia, a notícia de suas satisfações – usam o nome Deus desativado de seu real significado teológico promovendo o medo, a culpa, a punição e a acomodação nos fiéis para que eles, em seus guetos, se submetam as imposições desses disangelistas com pavor do castigo e da recusa da recompensa.

A mesma enunciação de dominação pervertida é encontrada nos apresentadores de programas de TV que exploram candidamente os habitantes dos guetos. Com uma programação recheada de signos/indicadores – os mais pobres na comunicação -, esses pervertidos oferecem uma gama de elementos hipnóticos capazes de manter essas pessoas na mesma condição de condenados em que se encontram. Elementos esses que inebriam a percepção e impedem a ação cognitiva dos telespectadores. Uma prática televisa da dor que também é usada pelas igrejas tele-disangelistas. As igrejas que propagam a sua fé particular através da janela mágica do inebriamento que proporciona a TV, transformada em perverso corpus doméstico de embrutecimento pelos pervertidos que se desviaram do desejo democrático real da amizade racional da existência em comunalidade, a subjetividade composta por todas as potências dos cidadãos.

A VEZ E A VOZ DE LULA E SUAS REVERBERAÇÕES

Imagem: www.dilma13.com.br/

A ‘oposição’, não essa essa galeria patética de ambiciosos, torpes e imprestáveis políticos que peleiam melhor entre si do que com seus adversários, são os meios de comunicação. A direita não tem pensadores, tem jornalistas audazes, agressivos. E a mentira ou a deformação pura e plena de toda notícia é sua metodologia.”

No trecho acima, de um texto publicado no Página 12 e na Carta Maior, José Pablo Feinmann analisa o poder midiático na Argentina. O que não é diferente no Brasil e talvez na maioria dos países do mundo. Mas as semelhanças ficavam aí, pois na Argentina, “CFK manejou a temática com precisão e com uma audácia” que, segundo ele, nunca vira em presidente algum. Enquanto que, ao menos no Brasil, acrescentaríamos, nunca houve esta atitude ante às tramas fascistas da mídia sequelada.

Em duas eleições, os golpes da mídia fizeram Lula despencar nas pesquisas e perder as eleições. O Partido dos Trabalhadores não abriu sequer um processo contra tais descalabros. Não adiantava enfrentá-los da coxia. Lula ganhou, apesar dos descalabros. Era preciso consolidar o governo. Veio a campanha da reeleição, e mais descalabros que levaram ao segundo turno. Lula ensaiou aqui e ali uma posição mais como afirmação de seu governo do que cobrança da lisura democrática da imprensa. Durante todo o segundo mandato, os descalabros foram constantes e intensos. Lula optou apenas em realizar um governo que tocasse mais ainda a grande maioria dos brasileiros que nunca tiveram contato com qualquer programa social do governo federal sem se preocupar com essas iniquidades.

Quer dizer, nem sempre foi bem assim. Às vezes, Lula, numa entrevista com uma Carta Capital, com uma Caros Amigos, quando solicitado, analisava lucidamente os descalabros. Mas somente agora, com a arremetida facínora da mídia contra Dilma, Lula resolveu usar sua voz contra a sequelada mídia, que culminou com o mais contundente discurso proferido até agora.

A importância do discurso proferido ontem em Campinas pode ser fundamental por duas questões. Primeiro, Lula sabe que a mídia não pode nada contra um governo genuinamente democrático – a primeira vez na História do Brasil – e apenas auxilia no seu declínio que a sequelada mesmo se encarrega de levar a bom termo, encontrando ele apenas um conceito para seus descalabros: “ilações”. Segundo, intencionalmente ou não, Lula abre a possibilidade para Dilma se irmanar com Cristina e, além de ser a primeira mulher presidenta do Brasil, vir a ser também a primeira a fazer a mídia, por sua falta de ética e incompreensão do que seja concessão e serviço público, responder por suas ilações.

De uma ou de outra forma, o discurso de Lula de ontem reverbera e vai reverberar que a mídia sequelada nada pode diante da inteligência, o humor, a suavidade e a potência do Sapo Barbudo.

Veja só alguns trechos:

“Eu queria pedir para você Dilma e para você Mercadante, não percam o bom humor, deixa eu perder. Eu já ganhei. Se mantenham tranquilos porque outra vez nós não vamos derrotar apenas os nossos adversários tucanos, nós vamos derrotar alguns jornais e revistas que se comportam como partido político e não tem coragem de dizer que têm partidos políticos, que tem candidatos que não tem coragem de dizer que candidatos, que não são democratas e pensam que são democratas. Democrata é este governo que permite que eles batam.”

“Tem dia que determinados setores da imprensa brasileira chegam a ser uma vergonha. Se o dono do jornal lesse o seu o seu jornal ou o dono da revista lesse a sua revista, eles ficariam com vergonha do que eles estão escrevendo exatamente neste momento. E eles falam em democracia. A democracia que eles não suportam é dizer que a economia brasileira vai crescer mais de 7% neste ano.”

“Não sou eu que vou censurá-los, é o telespectador, é o ouvinte, e é o leitor que vai medir aquilo que é mentira e aquilo que é verdade. Essa gente da imprensa não me tolera. É por isso que essa gente, mesmo lendo nas pesquisas de opinião pública e vendo que tem apenas 4% que acham o governo ruim e péssimo. Deve ser na casa do Serra e na casa do Alckmin. Essa gente não tolera.”

“O que eles não se conformam é que um metalúrgico fez mais universidades que todos os presidentes elitistas que passaram por este país e geramos quase 15 milhões de empregos com carteira profissional assinada. O que eles não se conformam é que os pobres não aceitam mais o tal do formador de opinião pública. Eles não se conformam é que os pobres estão conseguindo enxergar com os seus olhos, pensar com a sua cabeça, pensar com sua consciência, andar com as suas pernas e falar com sua boca. Não precisam do tal de formador de opinião pública. Nós somos a opinião pública e nós mesmo nos formamos.”


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.795 hits

Páginas

setembro 2010
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos