Arquivo para 7 de outubro de 2010

CENSURA DA FOLHA DE SÃO PAULO SOBRE O BLOG FALHA DE SÃO PAULO EXPÕE SUA LINHA DITATORIAL

O jornal que emprestou seus veículos para transportar presos no período da ditadura militar que prevaleceu no Brasil entre os anos de 1964 e 1985, Folha de São Paulo, da família Frias, tem se mostrado nessa campanha eleitoral da mesma forma que em outras campanhas: sempre defendendo abertamente seus interesses econômicos através das candidaturas reacionárias que lhes são semelhantes em ideias contrárias ao desenvolvimento e à autonomia do Brasil.

Tentando simular uma linha editorial de um jornalismo independente e imparcial, a Folha de São Paulo tem continuamente mostrado que seu vício anti-jornalístico encontra-se bem alimentado contra tudo que parece perigoso aos seus mesquinhos interesses. Um deles, querer eleger Serra para compensar o desejo de seu patrono, Otávio Frias, que dizia não querer morrer antes de ver Serra presidente. Por obra dos acasos da existência, o velho Otávio Frias morreu e não viu Serra presidente. E agora, para sua maior angústia, se estivesse vivo, também não iria ver, mesmo com todas tramas promovidas por sua empresa de produção de mendacidades, mentiras como as que tem divulgado contra o governo Lula e a candidata do povo brasileiro, Dilma Rousseff.

Agora, o jornal que é um primor em pregar liberdade de expressão, principalmente para atacar o governo Lula, que nunca se pronunciou contra esse valor democrático, resolveu através de sua acessoria jurídica censurar e processar o blog Falha de São Paulo*, dos irmãos Lino e Mário Bocchini, que com suas verves criativas e humor debochante fragmentam os conteúdos postos pelo jornal da imprensa fria. Em sua ação contra os autores do Falha de São Paulo, o jornal da mendacidade midiática, além de fechar o blog, ameaçou o mesmo com uma multa de 1mil reais se o blog permanecesse no ar.

Uma ação aviltante contra a liberdade de expressão que o jornal tanto propaga, mas só prega para si. Um ato calhorda que despertou os companheiros blogueiros que já se posicionaram contra a atuação da linha ditatorial do jornal de linha fria sobre o Falha de São Paulo. Assim, o jornalista Fausto Salvadori Filho, do blog Sujo já criou o movimento “Censura eu, Folha”. O objetivo é veicular em outros blogs as imagens que foram proibidas no blog Falha de São Paulo. “A Folha vai ter muito trabalho se quiser censurar a internet”, afirmou Fausto Filho.

A Folha de São Paulo comprova que é um jornal medíocre e que não faz serviço público e muito menos jornalismo disciplina cívica, como consigna o insigne jornalista Ignácio Romannet.

* Clique aqui para ter acesso ao endereço com printscreens do site para impedir que a Folha, com sua liminar absurda, tire do ar toda referência a ele. Não à censura!!

O REACIONÁRIO MARIO VARGAS LLOSA GANHA O DECADENTE NOBEL DE LITERATURA

Vargas Llosa de mãos dadas com o facínora Alan García.

Praticamente todas as premiações são dadas a algo que está estabelecido pelo status quo e é tido como unanimidade pelos detectores cerebrais de gênio, como diria Deleuze. O Nobel, desde sua origem, embora tenha atribuído prêmios a escritores que forçaram a linguagem para criar outros mundos – entre eles Henri Bergson, Jean-Paul Sartre (que o recusou) e, claro, José Saramago (que sempre o ironizou) -, ateve-se constantemente ao óbvio e consensual.

Se se observar as premiações, não só de literatura, observar-se-á que o Nobel está sempre atrelado aos valores capitalísticos, mesmo quando premia autores, cientistas que fazem a análise e desconstrução do sistema capitalístico. Mas às vezes ele age abertamente por uma causa, digamos, capitalizante.

Talvez parecesse, do ponto de vista da evidência, que a Academia Sueca resolva entregar seu cheque a um autor da América Latina – justamente quando a Europa e a América do Norte estão em uma forjada e interminável crise – no momento em que esta está em evidência por sua capacidade de contestação e avanços democráticos do ponto de vista econômico, cultural, político. Mas é evidente que o decadente, desde sua origem, Prêmio Nobel, em sua conformidade programática com o sistema capitalista, só poderia agir em contrário a estes avanços. Por isso, ao anunciar hoje o Nobel de Literaura, a Academia Sueca proclama o mais reacionário dos escritores sul-americanos, o peruano Mario Vargas Llosa.

Mario Vargas Llosa sempre esteve envolvido com as questões políticas e ferrenho defensor do neoliberalismo. Inclusive, a busca pela liberdade individual que caracteriza seus principais personagens não é a tentativa de uma construção de singularidade em contato com uma coletividade democrática, mas tão somente as ideologias burguesas pós-modernizando-se.

Mario Vargas Llosa, do FREDEMO (partido de centro-direita no Peru), que se aliou ao facínora Alan García, amigo de Fernando Henrique, que odeia Lula, Chávez, Kirchner, que se opõe a todos os avanços democráticos na América Latina…

É este escritor de letras decadentes que o reacionário Nobel resolve bajular quando a América Latina se movimenta para outras letras e outras práticas.

MARIA RITA KEHL DIZ QUE FOI DEMITIDA DO ESTADÃO POR “DELITO DE OPINIÃO”

Fui demitida pelo jornal o Estado de S. Paulo pelo que consideraram um “delito” de opinião (…) Como é que um jornal que anuncia estar sob censura, pode demitir alguém só porque a opinião da pessoa é diferente da sua?

A psicanalista Maria Rita Kehl, que foi censurada e demitida do Estadão devido ao artigo Dois pesos…, no qual analisa a torpe desqualificação que a direita canhestra, a mídia sequelada e a elite ignara fazem dos votos da classe C e D quando não conseguem ‘acabrestá-los’, concedeu hoje entrevista ao jornalista Bob Fernandes, do Portal Terra.

Abaixo a íntegra da entrevista.

*****

Terra Magazine – Maria Rita, você escreveu um artigo no jornal O Estado de S.Paulo que levou a uma grande polêmica, em especial na internet, nas mídias sociais nos últimos dias. Em resumo, sobre a desqualificação dos votos dos pobres. Ao que se diz, o artigo teria provocado conseqüências para você…

Maria Rita Kehl – E provocou, sim…

– Quais?

– Fui demitida pelo jornal O Estado de S.Paulo pelo que consideraram um “delito” de opinião.

– Quando?

– Fui comunicada ontem (quarta-feira, 6).

– E por qual motivo?

– O argumento é que eles estavam examinando o comportamento, as reações ao que escrevi e escrevia, e que, por causa da repercussão (na internet), a situação se tornou intolerável, insustentável, não me lembro bem que expressão usaram.

– Você chegou a argumentar algo?

– Eu disse que a repercussão mostrava, revelava que, se tinha quem não gostasse do que escrevo, tinha também quem goste. Se tem leitores que são desfavoráveis, tem leitores que são a favor, o que é bom, saudável…

– Que sentimento fica para você?

– É tudo tão absurdo… A imprensa que reclama, que alega ter o governo intenções de censura, de autoritarismo…

– Você concorda com essa tese?

– Não, acho que o presidente Lula e seus ministros cometem um erro estratégico quando criticam, quando se queixam da imprensa, da mídia, um erro porque isso, nesse ambiente eleitoral pode soar autoritário, mas eu não conheço nenhuma medida, nenhuma ação concreta, nunca ouvi falar de nenhuma ação concreta para cercear a imprensa. Não me refiro a debates, frases soltas, falo em ação concreta, concretizada. Não conheço nenhuma, e, por outro lado…

– …Por outro lado…?

– Por outro lado a imprensa que tem seus interesses econômicos, partidários, demite alguém, demite a mim, pelo que considera um “delito” de opinião. Acho absurdo, não concordo, que o dono do Maranhão (senador José Sarney) consiga impor a medida que impôs ao jornal O Estado de S.Paulo, mas como pode esse mesmo jornal demitir alguém apenas porque expôs uma opinião? Como é que um jornal que está, que anuncia estar sob censura, pode demitir alguém só porque a opinião da pessoa é diferente da sua?

– Você imagina que isso tenha algo a ver com as eleições?

– Acho que sim. Isso se agravou com a eleição, pois, pelo que eles me alegaram agora, já havia descontentamento com minhas análises, minhas opiniões políticas.

*****

Leia também neste bloguinho:

ESTADÃO CENSURA A INTELIGÊNCIA DE MARIA RITA KEHL

DILMA ENCONTRA O POVO DA BAIXADA FLUMINENSE

A candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff, candidata do presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores, dos partidos aliados e da maioria do povo brasileiro, deu início a sua campanha eleitoral no segundo turno na Baixada Fluminense, no estado do Rio do Janeiro.

Acompanhada dos deputados e senadores eleitos como o bispo Marcelo Crivella e o ex-prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, eleito senador pelo PT, e candidatos não eleitos, Dilma, junto com o governador do Rio de Janeiro, reeleito, Sérgio Cabral, fizeram uma participativa e entusiasmada carreata junto com a presença do povo que a aplaudiu durante todos os percursos por onde passou: Duque de Caxias, Belford Roxo, Nova Iguaçu, São João do Meriti, Mesquita e Nilópolis.

“Eu quero começar aqui pela Baixada, porque iremos priorizar duas questões importantes. O tratamento de água e o esgotamento sanitário. Gostaríamos de assumir o compromisso com a Baixada, que o mesmo que assumimos no Rio de Janeiro”, afirmou Dilma. A candidata se referia à criação das Unidades de Polícia Pacificadoras (UPPs) implantadas nas favelas.

A escolha da Baixada Fluminense para iniciar a campanha decorreu do fato de ser a região do Rio de Janeiro com a maior densidade demográfica e que vive com grandes conflitos econômicos e sociais, necessitando de políticas exclusivas para modificar o quadro que preocupa profundamente seus habitantes. Além de que, possui um grande contingente de eleitores.

Na ocasião, Dilma comentou o sofrimento em que vivem seus moradores e as mudanças que ocorreram na região através das políticas sociais do governo federal e do governo estadual. E se comprometeu em aumentar a atuação do governo federal na região.

Momentos antes da carreata na Baixada Fluminense, a candidata Dilma deu entrevista comentando sobre a desvalorização do cambio e um eventual ajuste fiscal. “O ajuste fiscal não tem uma relação direta com o câmbio. A questão do câmbio diz respeito, no caso dos Estados Unidos e dos países desenvolvidos, ao fato deles estarem numa crise profunda.

Nós precisamos aumentar a competitividade das indústrias através da reforma tributária e da melhoria do endividamento público. Quando chegamos ao governo, 60% do Produto Interno Bruto (PIB) era dívida pública. Hoje chegamos a 40%. Isso vai permitir que a gente reduza os juros e, com isso, a relação com o câmbio vai melhorar.”

QUANDO MARINA DECIDIR SEU APOIO OS ELEITORES JÁ SE DECIDIRAM

A candidata do Partido Verde, Marina Silva, terceira colocada nas eleições do primeiro turno para a Presidência da República, e que elevou o candidato da direita, elite-parasitária, José Serra, para o segundo turno, afirmou que só vai definir quem apoiará no dia 17.

Envaidecida e cheia de pose, Marina, crente que é o peso da balança, o elemento definidor da eleição no segundo turno, encontra-se escotomizada e não vê que os eleitores estão acima de suas decisões como é possível ouvir já nesse momento eleitores que votaram nela declararem voto em Dilma. É o caso aqui em Manaus onde eleitores votaram em Marina apenas por um falso entendimento sobre o tema ambientalismo. Confundiram a candidata, que nasceu na Região Norte – estado do Acre, onde perdeu –, com engajamento ecológico em defesa da Amazônia.

A liberdade desses eleitores se mostrará já nas primeira pesquisas. Embora não sejam tão confiáveis, principalmente dos institutos representantes da direita lupem-burguesia, Datafolha e Ibope. Em seu charme de se querer importante politicamente, Marina, não vê o óbvio. Não vê e nem entende que os votos que recebeu não saíram de uma profunda reflexão feita pelos eleitores. Mas de uma decisão saída da ordem do impulso, nada que represente racionalidade. Daí que se trata de um voto volátil, que se desloca de uma território a outro, tal sua falta de consistência e propriedade.

No dia 17, Marina, confirmará a afirmação do ex-governador de São Paulo, Cláudio Lembo, que se surpreendeu com a ida de Serra para o segundo turno, e afirmou que os votos de Marina não lhes pertencem, mas aos eleitores.

SERRA E A TFP: O TERRORISMO DA EXTREMA DIREITA

A Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição, Família e Propriedade (TFP) é, segundo Paulo Henrique Amorim, “a mais reacionária instituição filo-católica de São Paulo”.

Segundo a revista Nova E, “esta organização prega, entre outras coisas, que seja proibido o uso de camisinha, que seja revogada a lei do divórcio, que só seja praticado sexo para fins reprodutivos, que as mulheres sejam submissas ao homem por lei, que cultos religiosos de origem africana sejam proibidos no Brasil. A TFP também dissemina preconceito contra as demais religiões não católicas, defende que o ensino religioso seja obrigatório no ensino público. (…) No campo econômico-social a TFP defende abertamente a desigualdade de classes. Eles consideram as questões quilombola, indígena e ambiental como ataques ao direito de propriedade”.

Foi essa instituição que o jornalista Fernando Rodrigues percebeu, durante a reunião da cúpula de José Serra ontem (6), distribuindo um panfleto onde atacava a candidata Dilma a partir de “críticas” ao PNDH-3 (Programa Nacional de Direitos Humanos).

O extremismo comunicacional

Tendo a grande mídia sequelada levado a maior goleada nestas eleições, a direita canhestra se junta agora a grupos conservadores quase-fascistas, neo-franquistas, agressivos, como diria PHA. Neste caso, um segmento que a Igreja Católica afastou de suas prelazias, como nota a Nova E: “Em 1985, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) declarou que em razão das ‘características esotéricas e fanáticas, e da idolatria ao seu fundador‘ a TFP não estava em comunhão com a Igreja Católica. Os bispos pediram aos católicos que não se juntem ou colaborem com essa organização.”

Eis a íntegra do panfleto:

Você sabe o que é o PNDH-3? Se você é uma pessoa que pensa em votar na Dilma, conheça bem este projeto antes de votar.

O PNDH-3 é um projeto de lei que tem por objetivo implantar em nossas leis a legalização do aborto, acabar com o direito da propriedade privada, limitar a liberdade religiosa, perseguir cristãos, legalizar a prostituição (e onde fica a dignidade dessas mulheres?), manipular e controlar os meios de comunicação, acabar com a liberdade de imprensa, taxas sobre fortunas o que afastará investimentos, dentre outros. É um decreto preparatório para um regime ditatorial.

O que podemos esperar de um governo que tenta atropelar a sua constituição, tratados e convenções internacionais? Não duvide da veracidade dessas informações, pesquise a respeito e voto consciente!

No próximo dia 3 de outubro, você pode mudar radicalmente o campo de batalha contra o PNDH-3. Para o bem ou para o mal… Tudo vai depender de como se comporá o novo Congresso Nacional depois do resultado das urnas. Mas e muito grande o número de pessoas que ainda não se conscientizaram do momento que atravessamos.

Se você não fizer nada agora, não adiantará chorar sobre o resultado das urnas. E prepare-se para assistir nos próximos 4 anos uma transformação radical do País. Pense na sua família! O direito de votar é seu, o dever de promover a vida é do povo brasileiro. É através do voto que demonstramos o nosso poder!

Passe essa informação adiante, não se omita, lute pelos nossos direitos! Depois pode ser tarde demais!

Vamos eleger os políticos “Ficha Limpa de PNDH-3”. Veja as propostas dos seus candidatos, fique alerta! Divulgue esta informação através das redes sociais da internet (blogs, Orkut…)

Acesse HTTP://www.ipco.org.br/home/ – Envie o seu cartão amarelo de alerta as deputados e senadores. Faça você também a sua parte, não se omita! Se puder faça cópias deste texto e ajude-nos com este trabalho, imprima os cartazes disponíveis neste site.

Jesus disse: ‘Eu vim para que todos tenham vida!’.

Uma democracia sem valores converte-se facilmente num totalitarismo aberto ou dissimulado, como a história demonstra’. João Paulo II”.

Após a reunião, um maço desses panfletos foi deixado perto do cafezinho, para que os presentes e a imprensa tivesse acesso. Fernando Rodrigues indagou à cúpula tucana reunida sobre o panfleto e “segundo as assessorias do PSDB nacional e do candidato José Serra, a confecção do panfleto não tem relação com o partido nem com a campanha tucana”. Um pouco depois, disfarçadamente com certeza, o material foi, sorrateiramente, retirado.

Quando a cúpula se reúne, já que não tem nenhum projeto para o país, é assim, o objetivo é tramar contra a democracia.

Esclarecimentos da Secretaria de Direitos Humanos

Após a notícia, o Departamento de Divulgação da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República pediu ao Blog que fizesse a postagem de alguns complementos sobre o que é o PNDH-3:

Link atualizado do PNDH-3 http://portal.mj.gov.br/sedh/pndh3/pndh3.pdf

Cinco pontos referidos no panfleto:

Aborto: O PNDH-3 não trata da legalização do aborto. Sua redação sobre o tema é: “Considerar o aborto como tema de saúde pública, com garantia do acesso aos serviços de saúde” (Diretriz 9, Objetivo Estratégico III, ação g);

Propriedade: O PNDH-3 trata apenas da questão da mediação de conflitos agrários e urbanos, dentro da previsão legal e procedimento judicial. Eis a redação: “Propor projeto de lei para institucionalizar a utilização da mediação das demandas de conflitos coletivos agrários e urbanos, priorizando a oitiva do Incra, institutos de terras estaduais, Ministério Público e outros órgãos públicos especializados, sem prejuízo de outros meios institucionais para a solução de conflitos” (Diretriz 17, Objetivo Estratégico VI, ação d);

Religião: O PNDH-3 preza pela liberdade e tolerância religiosa. A redação do capítulo sobre o tema diz: “Respeito às diferentes crenças, liberdade de culto e garantia da laicidade do Estado” (Diretriz 10, Objetivo Estratégico VI);

Mídia: O PNDH-3 garante a liberdade de expressão e de comunicação, respeitando os Direitos Humanos. A principal ação prevista neste tema tem a seguinte redação: “Propor a criação de marco legal, nos termos do art. 221 da Constituição, estabelecendo o respeito aos Direitos Humanos nos serviços de radiodifusão (rádio e televisão) concedidos, permitidos ou autorizados” (Diretriz 22, Objetivo Estratégico I, ação a). Vale lembrar que o PNDH-2, elaborado em 2002 propunha o controle social dos meios de comunicação.

Impostos: O PNDH-3 observa a Constituição Federal, neste caso o art. 153, VII*. Propõe em seu texto: “Regulamentar a taxação do imposto sobre grandes fortunas previsto na Constituição Federal” (Diretriz 5, Objetivo Estratégico II, ação d).

* Art. 153, VII – Compete à União instituir impostos sobre: (…) VII – grandes fortunas, nos termos de lei complementar.

COMISSÃO BRASILEIRA JUSTIÇA E PAZ DIVULGA NOTA CONTRA RELIGIOSOS QUE ATACAM DILMA PARA FAVORECER SERRA

Preocupada com a posição de alguns membros da Igreja Católica em se posicionarem de forma torpe contra a candidata Dilma Rousseff, usando o próprio templo da igreja para lançarem aleivosias, difamações e perjúrios contra a candidata para beneficiar o candidato Serra, a Comissão Brasileira Justiça e Paz da Comissão Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota se posicionando contra a atitude anticristã desses religiosos. Principalmente o bispo de Guarulhos, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, que no domingo, dia das eleições, distribuiu panfletos aos fiéis para que eles não votassem em Dilma.

Em sua posição, o secretário-executivo da Comissão Justiça e Paz, Daniel Veitel, afirmou que o candidato “José Serra não tem posição clara” sobre os temas propostos pela Igreja Católica, ao contrário da candidata Dilma, que se posicionou decididamente em favor da vida.

Aqui a nota da Comissão Justiça e Paz.

O MOMENTO POLÍTICO E A RELIGIÃO

Amor e Verdade se encontrarão. Justiça e Paz se abraçarão.” (Salmo 85)

A Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP) está preocupada com o momento político na sua relação com a religião. Muitos grupos, em nome da fé cristã, têm criado dificuldades para o voto livre e consciente. Desconsideram a manifestação da presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil de 16 de setembro, “Na proximidade das eleições”, quando reiterou a posição da 48ª Assembléia Geral da entidade, realizada neste ano em Brasília. Esses grupos continuaram, inclusive, usando o nome da CNBB, induzindo erroneamente os fiéis a acreditarem que ela tivesse imposto veto a candidatos nestas eleições.

Continua sendo instrumentalizada eleitoralmente a nota da presidência do Regional Sul 1 da CNBB, fato que consideramos lamentável, porque tem levado muitos católicos a se afastarem de nossas comunidades e paróquias.

Constrangem nossa consciência cidadã, como cristãos, atos, gestos e discursos que ferem a maturidade da democracia, desrespeitam o direito de livre decisão, confundindo os cristãos e comprometendo a comunhão eclesial.

Os eleitores têm o direito de optar pela candidatura à Presidência da República que sua consciência lhe indicar, como livre escolha, tendo como referencial valores éticos e os princípios da Doutrina Social da Igreja, como promoção e defesa da dignidade da pessoa humana, com a inclusão social de todos os cidadãos e cidadãs, principalmente dos empobrecidos.

Nesse sentido, a CBJP, em parceria com outras entidades, realizou debate, transmitido por emissoras de inspiração cristã, entre as candidaturas à Presidência da Republica no intento de refletir os desafios postos ao Brasil na perspectiva de favorecer o voto consciente e livre. Igualmente, co-patrocinou um subsídio para formação da cidadania, sob o título: “Eleições 2010: chão e horizonte”.

A Comissão Brasileira Justiça e Paz, nesse tempo de inquietudes, reafirma os valores e princípios que norteiam seus passos e a herança de pessoas como Dom Helder Câmara, Dom Luciano Mendes, Margarida Alves, Madre Cristina, Tristão de Athayde, Ir. Dorothy, entre tantos outros. Estes, motivados pela fé, defenderam a liberdade, quando vigorava o arbítrio; a defesa e o anúncio da liberdade de expressão, em tempos de censura; a anistia, ampla, geral e irrestrita, quando havia exílios; a defesa da dignidade da pessoa humana, quando se trucidavam e aviltavam pessoas.

Compartilhamos a alegria da luz, em meio a sombras, com os frutos da Lei da Ficha Limpa como aprimoramento da democracia. Esta Lei de Iniciativa Popular uniu a sociedade e sintonizou toda a igreja com os reclamos de uma política a serviço do bem comum e o zelo pela justiça e paz.

Brasília, 06 de Outubro de 2010.

Comissão Brasileira Justiça e Paz,

Organismo da CNBB”

OEA AFIRMA QUE EQUADOR SOFREU GOLPE DE ESTADO

Os conflitos ocorridos nas duas semanas passadas no Equador, quando policiais da Guarda Nacional tomaram a capital Quito afirmando que estavam reivindicando direitos salariais que, segundo eles, o presidente Rafael Correa havia suprimido, foi analisado pela Organização dos Estados Americanos (OEA), que chegou à conclusão que o presidente do Equador e todos presidentes da América do Sul já haviam chegado: houve uma tentativa de golpe no país equatoriano.

Estou convencido de que, provavelmente, uma parte importante do contingente policial que se rebelou pode ter sido levado a esse motim por argumentos econômicos, mas não há como duvidar que a intenção dos outros, que provavelmente não foram vistos na primeira fila, era levar a rebelião até a ingovernabilidade”, afirmou o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza.

O secretário-geral, ao viajar no dia 1º para Quito, ao ver a situação do Equador, e a posição do presidente Rafael Correa em defender o Estado, afirmou que é preciso que os governos sul-americanos estejam sempre atentos para impedir que a democracia seja ameaçada por outros golpes.

Temos a obrigação de apoiar plenamente a existência de regimes democráticos, porque qualquer derrota em qualquer parte do hemisfério é um grave dano para todos. Isso aconteceu em um país onde o presidente Rafael Correa goza de forte apoio popular, o que mostra que no nosso continente há aqueles que, mesmo quando em minoria, estão disposto a tirar vantagem das circunstâncias para desestabilizar um regime democrático. É por isso que devemos estar alerta, não só no Equador, mas em todo hemisfério”, afirmou José Miguel Insulza.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.452 hits

Páginas

outubro 2010
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos