Arquivo para 19 de novembro de 2010

UMA GENEALOGIA E ESCAMOTEAÇÕES DO RACISMO NO BRASIL

Aqui no Brasil o problema do racismo é mais social.” O enunciado foi proclamado em 1979 advindo nada menos do que da verve do Rei do Futebol e remete a uma ideologia americanizada.

Los brasileños dirão: “Lá vem sacanear Pelé esses cabeludos da Afin, esses fãs de Maradona, aquele cheirador.” Está claro que existe um preconceito de estratificação social senão não existiria um adjetivo nefasto como “pobretão”. Sim, e também há o de localização geográfica, como o dos amazonenses contra os paraenses, dos paulistas contra os nordestinos. Há o preconceito devido à diferença de crença religiosa, que analisaremos com profundidade em outro texto. Há ainda o preconceito que opera na ordem da sexualidade, entre várias outras formas de manifestação do estatuto da intolerância.

Todas as formas de preconceito operam a partir da fantasia, do irracional, do fascismo, em suma, a partir do “mais baixo grau de entendimento”, como diria Spinoza. Esses são os pontos molares que ligam as diversas formas de discriminação.

Mas há também pontos de distinção entre essas diversas formas de segregação. Sem nos ater a cada uma delas, distingamos na prática em que consiste o racismo. Tomemos o jogo ocorrido anteontem em que a Itália empatou em 1 a 1 com a Romênia, quando os italianos passaram a xingar com enunciados racistas o jogador Mario Balotelli. Não é a primeira vez que Balotelli sofre este tipo de ataque nazista. Pelo mundo, e mesmo no Brasil, onde os jogadores negros são em sua maioria, isso é um problema recorrente.

Acontece que nunca se viu algum fanático torcedor xingar um jogador chamando-o, por exemplo, de “branquelo”, enquanto há infindáveis exemplos de termos e expressões ofensivas contra jogadores negros. Ou seja, se um torcedor for xingar um jogador branco, fará de uma forma localizada e particular e não de uma forma universal e totalitária. É nisso que se constitui o racismo, ele ataca toda uma raça em todos os tempos e lugares. No Brasil há outras formas, mormente aos casos ligados à xenofobia, mas nada se compara ao racismo contra os negros.

Tomamos aqui o futebol para uma demonstração de como se preenche o abominável imaginário do racismo, assim como tomaremos para análise outros temas e áreas ligadas a questões em torno do Dia da Consciência Negra. Este dia, assim como toda a Lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece “História e Cultura Afro-Brasileira” nas escolas, se faz fundamental na medida que o racismo é provavelmente a prática mais violenta arraigada historicamente no Brasil. Para tornar o racismo mais pernicioso ainda, há formas de escamoteação veiculadas às vezes até por cidadãos negros desavisados.

Muitos sociólogos e filósofos já estudaram essa questão, como a engajada literata Heloisa Buarque de Hollanda, que aponta essa forma “americanizada” que diria não haver racismo para um negro bem-sucedido. Ora, um negro conhecido mundialmente, que tira suas “casquinhas” com uma modelo loirinha e de olhos azuis que, após uma temporada como atriz pornô, viria a tornar-se a “Rainha dos Baixinhos”, só poderia oferecer o tri-campeonato mundial da seleção brasileira para as “criancinhas do Brasil”, enquanto entidades de Direitos Humanos pediam que ele o oferecesse aos negros e pobres. O enunciado proferido por Pelé não se esconde: “Não há racismo no Brasil” é sua verdadeira face. Dessa forma, não há racismo no Brasil e em lugar nenhum. Pelé pode até ser o Rei do Futebol, mas nas escamoteações do racismo não é o único. Outros negros vestiram o anátema da americanização, como o tresloucado Wilson Simonal, de quem se dizia ter sido informante da ditadura, e Toni Tornado, que se tornaria alienado ator globólico.

Em outras áreas, como na política, por exemplo, a situação é ainda pior. Depõem hoje contra essa “americanização do negro” a luta que Obama teve enfrentar para ser eleito. E podemos dizer que os argumentos torpes contra ele, mesmo após sua consolidação nas urnas (isso antes das últimas eleições parlamentares), não advém apenas de sua ineficiente, até então, política econômica.

Balotelli tem razão quando percebe que a questão não é individual. “Eu estava muito decepcionado ontem (quarta-feira) e não quis dizer nada. Sei apenas que não posso fazer nada sozinho. Todos precisam ajudar na luta contra o racismo”, diz ele. Assim é que todos os dias, negros “bem sucedidos” ou “homens simples do povo” lutam contra ofensas que, além de serem calúnias e difamações individuais, estigmatizam toda sua raça, todos os seus irmãos.

No Brasil, em todas as áreas, em toda a sua história, sempre houve resistência de muitos negros que não iam pelo viés americanizado. Para citar um exemplo apenas, desde a juventude até os dias de hoje, Paulo César Caju, craque do Botafogo e da seleção de 1978, sempre disse que os jogadores brasileiros são alienados, indiferentes e não sabem a força que tem.

E as questões da negritude são questões de todas as minorias. Assim, compañeros, Maradona, que, por sua ações, não se deixa estigmatizar pelos apedrejamentos moralistas e sempre salta das quatro linhas para a política e para a vida, está sempre, ao contrário de Pelé, engajado na liberdade e defesa dos direitos da pessoa humana. As outras formas de preconceitos não devem servir como escamoteação do racismo, mas sim para apresentar com mais clareza suas entranhas e criar a possibilidade de fissurá-lo no Brasil e em todo o mundo.

LULA VAI RECEBER O PRÊMIO INDIRA GANDHI. E COMO FICA A INVEJA DA DIREITA?

Lula é um brasileiro simples, modesto, que experimenta o povo em sua concreta originalidade e não como abstração da forma que fazem os abstratos intelectuais. Daí, Lula se sentir afetado de alegria por sua indicação ao “Prêmio Indira Gandhi para Paz, o Desarmamento e o Desenvolvimento”, mas sem nenhum orgulho ou soberba.

Entretanto, nesse momento, quem se encontra mais afetada com essa indicação, é a direita invejosa. Uma afetação dolorosa, despeitada, rancorosa. Mas quem está mais afetado ainda de dor invejosa, é o príncipe da inveja direitista de Fernando Henrique, que deve estar se perguntando: “Por que não eu!?” Porque não é Lula. Porque nunca experimentou o mundo como matéria fora, mas tão somente como fabulação alienante interior. Nisso, jamais ter percebido a fome e a miséria extrema que passava o povo brasileiro e o povo do mundo inteiro. A não ser como pressupostos mecânicos. Onde não existe o sistema nervoso central, afetos, razão, homem econômico, social, cultural, histórico, estético e ético.

Lula foi indicado para ganhar o Prêmio Indira Gandhi “pelo reforço das relações entre as nações em desenvolvimento, e em particular por seu importante apoio à cooperação” entre o Brasil e a Índia, segundo o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, que presidiu o júri internacional que escolheu o presidente Lula. Também porque ainda segundo o primeiro-ministro da Índia, Lula criou políticas sociais para combater a fome e o desenvolvimento do Brasil.

Antes de Lula, receberam o Prêmio Indira Gandhi, que foi instituído em 1969, o Mikhail Gorbachev, ex-presidenta da União soviética, em 1987; Václav Havel, primeiro presidente da República Tcheca, em 1993; Jimmy Carter, ex-presidente dos Estados Unidos, em 1997; e Mohamed Elbaradei, em 2008.

A direita e seu representante-mor Fernando Henrique, deve estar rezando para que termine logo o mandato do arigó Lula, senão ele vai acabar com todos os prêmios internacionais dignos e ilustres.

DILMA SE REÚNE COM A EQUIPE DE TRANSIÇÃO E CONVIDADOS PARA DISCUTIR A ERRADICAÇÃO DA POBREZA

Em um clima de alegria e entusiasmo político, a presidenta eleita, Dilma Vana Rousseff, se reuniu ontem, dia 18, com os coordenadores da equipe de transição e convidados para discutir as estratégias para criação de um programa de erradicação da pobreza extrema e a miséria no Brasil.

O encontro, que durou mais de três horas de discussões e exposições, foi realizado no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, e contou com a participação da ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Márcia Lopes, e dos dois maiores especialistas sobre desenvolvimento social, os economistas Marcelo Neri e Ricardo Paes de Barros, que apresentaram propostas para os próximos quatro anos.

Diante do contágio da reunião, os participantes sugeriram a criação de um fórum permanente para tratar da forma de combater a miséria, e avançar com os programas criados pelo governo Lula, que hoje são referência nacional e internacional como o Bolsa Família. Falando sobre a criação do fórum e sua importância, a ministra Márcia Lopes defendeu a criação de um fórum só para combater a pobreza. “Um espaço de discussão específico envolvendo as três esferas do governo é fundamental. Nós temos nos dedicado a perseguir estas realidades regionais e tem sido objeto de muita dedicação e esforço, mas precisamos avançar ainda mais”, disse a ministra.

Diante da sugestão para a criação do fórum permanente, a presidenta Dilma Vana Rousseff comentou o que pretende fazer e aventou uma reunião antes de tomar posse.

Eu pretendo ter uma relação sistemática e ir além do que já foi feito no governo Lula. Nós queremos desenvolver uma relação com os atores envolvidos nesse assunto e criar fóruns específicos para elucidar questões específicas que vão ser colocadas necessariamente diante de nós. Temos que ser inovadores e não repetitivos”, afirmou a presidenta.

Para a presidenta, a criação do fórum permanente irá colocar sempre em questão a erradicação da pobreza extrema. “Como aconteceu com a inflação, por exemplo, agora temos que fazer a mesma coisa com a pobreza extrema”, considerou Dilma Vana Rousseff.

Segundo a presidenta, o desafio maior não se resume em construir o perfil das famílias em situação de pobreza extrema recorrendo a métodos, mas construir meios para cumprir essa missão. “Se a gente for olhar bem em algumas regiões do País, vamos ver que o problema não é só o territorial, mas falta de oportunidade. E o lado da pobreza mais violento, é a criança”, analisou a presidenta.

LIMINAR QUE DETERMINAVA REAPLICAÇÃO DO ENEM PARA TODOS É DERRUBADA PELO TRF DA 5ª REGIÃO

A liminar que foi concedida na quarta-feira, dia 17, pela juíza Karla Maia, da Justiça Federal do Ceará, determinando a reaplicação da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para todos os candidatos que se sentissem prejudicados pelas falhas na aplicação das provas amarelas e folhas de respostas foi derrubada ontem, dia 18, pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF/5), Luiz Alberto Gurgel de Faria.

O desembargador Luiz Alberto Gurgel de Faria tomou essa decisão levando em conta a iminência do dano à ordem pública na possibilidade da realização de novo exame. Para ele não há controle objetivo por parte da Administração Federal do efetivo prejuízo sofrido pelos candidatos, o que deixa a avaliação “à mercê, portanto, da vontade dos mesmos”.

Ainda para o desembargador a alteração do cronograma determinado pelo Ministério da Educação (MEC) provocaria atraso na conclusão do Enem 2010, “circunstância demais relevante, visto que outras instituições do ensino superior usarão as notas para seleção dos alunos. Para ele é “inadmissível que paixões a teses jurídicas venham aflorar e contaminar o Judiciário, a ponto de se pretender a reforma da decisão anteriormente proferida por quem não possui competência para tanto, trazendo insegurança jurídica para milhões de jovens atônitos à espera da definição das respectivas situações escolares”, considerou o desembargador.

Agora, com a decisão, a medida do MEC de reaplicar as provas apenas para os candidatos que receberam os cadernos de provas amarelos que não continham todas as 90 questões volta a valer.

DIA DA CONSCIÊNCAI NEGRA: ATIVIDADE DA AFIN EM ESCOLA DE MANAUS

foto

Como se sabe, um dos trabalhos mais conhecidos e mais acessados deste bloguinho intempestivo é o trabalho realizado em torno das religiões afro-brasileiras. Daí que, em suas atividades em torno do Dia da Consciência Negra, a Escola Municipal Francisco Guedes de Queiroz, situada no bairro Tancredo Neves, na zona Leste de Manaus, convidou a Associação Filosofia Itinerante – AFIN para movimentar ontem (18) questões junto aos estudantes do turno noturno dessa escola. Um trabalho que a Afin vem realizando regularmente.

foto

Pra começar a atividade, foi exibido o curta-metragem Vista a Minha Pele, filme do diretor Joel Zito Araujo, realizado pelo Ministério da Educação (MEC) para auxiliar educadores no debate contra o preconceito racial. Causa estranhamento ao apresentar uma sociedade brasileira invertida, onde a classe dominante é a dos negros, sendo que os brancos foram escravizados e a grande maioria é pobre.

foto

A história gira em torno de Maria, uma menina branca e pobre, que estuda num colégio particular devido devido a uma bolsa concedida pelo fato de sua mãe ser faxineira da escola. Maria sofre muitas discriminações e segregações por parte dos colegas, menos de Luana, filha de um diplomata que viveu em países pobres, como a Inglaterra e a Alemanha. Uma das falas enunciativas do filme temos a que o pai de Maria diz: Há 500 anos seguramos esse país nas costas…

foto

A partir daí passou-se a uma conversa sobre as diversas formas de preconceito e discriminação apresentadas na sociedade brasileira e mundial, observando-se a linha dura que permeia todas elas e os pontos molares de distinção. Fixando-se uma conceituação clara sobre o que é e como se caracteriza o racismo.

Desmistificações e Afirmações das Religiões Afro-Brasileiras

Após a discussão sobre vários exemplos de discriminação racial, centramo-nos no debate em torno das religiões afro-brasileiras, detalhando algumas experiências nesses mais de três anos de trabalho deste bloguinho intempestivo sobre os diferentes tipos de cultos afro e as mistificações que muitas vezes sofrem.

Várias pessoas interviram com questionamentos e posições em todos os momentos, como o companheiro José: “Qual a forma de as religiões afro-descendentes cultuarem? Existe um local no qual as religiões afro cultuam suas entidades?

Conversamos sobre supostos motivos que podem levar uma pessoa à religiosidade, seja ou não de uma religião. Fizemos uma explanação da grande quantidade de formas de culto afro, que vão desde pessoas que cultuam individualmente em suas residências, outras que tem pequenas bancas, além de milhares de terreiros e barracões espalhados por toda a cidade de Manaus e todos os interiores do Amazonas. Citamos diversos exemplos na própria zona Leste, onde estávamos.

Outra questão importante foi a levantada pela companheira Sônia: “Eu gostaria de saber porque muitas pessoas dizem que os adeptos da Umbanda, do Candomblé vão para o inferno. Por quê, se somos todos filhos de Deus?”

Aproveitamos para afirmar que o nosso trabalho não é de ordem da catequização, mas da defesa da laicidade do Estado, que um dos motivos que nos levou a realizar esse trabalho foi justamente devido ao problema da intolerância religiosa que faz com que algumas denominações religiosas demonizem as religiões afro de forma errônea e leviana, neste caso considerado pela aluna, por exemplo, atrelado ao dogmatismo de religiões dominantes.

foto

Muitas outras questões surgiram e foram discutidas durante o evento, mas as companheiras acima já avisavam que o mata-broca, o ageum, como se diria na comida dos santos nos cultos afro, distribuída ao povo já estava pronta, então fomos pegar a canja numa comunhão religiosa, educativa, política.

foto
foto

TIRIRICA NÃO VAI FAZER NOVOS TESTES, DECIDE TRE/SP

O comediante Tiririca, eleitoralmente conhecido como Francisco Everardo Oliveira Silva, desde o dia 3 de outubro vem aumentado cada vez mais sua popularidade. Fato que se deve a dois fatos. Um, sua estrondosa eleição para a Câmara Federal quando abiscoitou mais de 1 milhão de votos do eleitorado de São Paulo. E dois, a posição retrógrada de parte da Justiça Eleitoral de São Paulo, que pretendeu negar sua candidatura, afirmando que o bom cearense era analfabeto. E muito dessa negação promovida pelo promotor Maurício Antônio Lopes, que mesmo depois que o cidadão Everardo/Tiririca fora submetido a exame para provar que não era analfabeto e sabia ler e escrever, conforme ficou demonstrado em sua aprovação, ainda assim o promotor entrou com representação para que o cidadão Everardo/Tiririca fosse submetido a outro exame.

Porém, ontem, dia 18, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, por unanimidade, indeferiu as liminares de dois mandados de segurança do Ministério Público, decidindo que o cidadão Francisco Everardo Oliveira Silva, Tiririca, não vai ser submetido a outros testes para provar que não é analfabeto.

Para o juiz relator, Flávio Yarshel, não há o requisito de urgência necessário para concessão de liminares.

Segundo o TRE/SP, o mérito da questão ainda precisa ser julgado pela corte.

O PERIGO DO ALTO TEOR DE SÓDIO ENCONTRADO EM ALGUNS ALIMENTOS

Embora muitas pessoas não saibam, o sal é um grande inimigo da saúde. Não só para os que são acometidos por hipertensão, mas também para os que não são. Uma alimentação com alto teor de sódio acarreta grandes danos à saúde de todos que fazem essa disfuncional dieta alta de sódio.

Doenças como diabetes, hipertensão, obesidade, renal e cárdica são as que mais se apresentam em quem faz uso excessivo de sal. Com essa preocupação, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) divulgou um estudo mostrando que alimentos que são vendidos em supermercados trazem em suas composições uma quantidade elevada de sódio contrária ao que o organismo humano necessita.

Segundo o estudo apresentado pela Anvisa, esses alimentos possuem o dobro de sódio que é recomendado para uma dieta considerada normal no consumo diário. O cuidado deve ser concentrado no mesmo alimento que é oferecido por marcas diferentes. Eles apresentam o sódio, alguns, em maior quantidade. Exemplo, a batata-palha que apresentam 14 vezes mais sódio que o recomendado. Um logro é encontrado nos refrigerantes à base de cola e guaraná que propagam baixa caloria, como os diet e light, mas que possuem maior concentração de sódio do que os refrigerantes convencionais.

O estudo, que mostra também a quantidade de açúcar, ferro e gorduras trans e saturadas nos alimentos, encontrou grande concentração de açúcar nos néctares de uva. Todavia, os sucos de polpa de frutas apresentam menor concentração de açúcar. As farinhas, os fubás e os flocos de milho, em numero de 87%, apresentaram baixo teor de ferro e acido fólico. A batata-palha apresenta 55% de gordura saturada, enquanto o biscoito de polvilho aparece como o vilão com o maior teor de gorduras saturadas.

Possivelmente ainda no mesmo de novembro, membros do Ministério da Saúde, Anvisa e da indústria alimentícia irão de reunir para procurar encontrar uma solução para a redução desses elementos na composição dos alimentos.

Maria Cecília Brito, diretora da Anvisa, sugere aos consumidores que eles, ao adquirirem um produto, verifiquem o teor de sódio, visto que nas variações de produção algumas indústrias adicionam menor quantidade de sódio em seus alimentos.

A população deve saber que existem alimentos semelhantes, porém menos saudáveis. A Vigilância Sanitária não pode dizer que recomenda este ou aquele produto. Seria insano lançarmos uma proibição nestes alimentos, porque é preciso desenvolvimento técnico”, afirmou a diretora.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.822 hits

Páginas

novembro 2010
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos